9ª MPU 2010
Síntese e Caracterização de Ligante tipo Base de Schiff nãoSimétrico
Moura, Karen E. (IC); Nobre, Sabrina M. (PQ)*; Bresolin Leandro (PQ)
e-mail – nobresm@gmail.com
Palavras Chave: base de Schiff, Complexo de cobre, síntese
Introdução/Objetivos
Vários compostos orgânicos contendo N, O e S apresentam uma grande importância biológica; 1 estes
podem atuar como ligantes quelantes na síntese de complexos e compostos organometálicos que além de
apresentarem potencial atividade biológica também podem exercer a função de precursores catalíticos em
diversas reações de acoplamento C-C, C-N, como por exemplo reações de Suzuki e N-arilação levando a
formação de produtos com ampla aplicação na síntese de fármacos, polímeros e na química fina.2
Devido grande importância e diversas aplicações destes ligantes nitrogenados, este trabalho visa
sintetizar, caracterizar um novo ligante não-simétrico do tipo base de Schiff (Figura 1a)3 e aplicá-lo nas
reações citadas anteriormente. Este trabalho também tem por objetivo estudar a atividade biológica tanto
dos ligantes quanto dos complexos.
N
N
HO
N
OH
1a
Figura 1- Estrutura do Ligante não-simétrico
Metodologia
Em um balão foi adicionado 50 mmol de aldeído salicílico, 20 mL de etanol, 60
mmol de etilenodiamina e 0,5 mL de HCl, este sistema ficou em refluxo por 16 h e,
após o sistema atingir a temperatura ambiente foi adicionada 50 mmol de
diacetilmonoxima previamente solubilizada em etanol, o sistema foi mantido em refluxo por
mais 16h, formando um sólido branco. Após o término da reação o solvente foi evaporado, e as
impurezas foram extraídas com dicloremetano e o sólido cristalizado em acetonitrila e o
rendimento total foi de 93%.
Resultados e Discussão
O trabalho iniciou-se com a obtenção do ligante não-simétrico (1a). A síntese foi
realizada em duas reações in situ, onde a primeira etapa ocorreu entre o ácido salicílico e a
etilenodiamina em presença de etanol; nesta reação formou-se um sólido amarelo (produto
intermediário). Uma amostra deste sólido foi separado para caracterização e com o restante foi
FURG, 19 a 22 de outubro de 2010.
9ª MPU 2010
realizada in situ a etapa 2, no qual foi adicionado a diacetilmonoxima. A etapa 2 também foi
mantida em refluxo, resultando em um sólido branco conforme mostra o Esquema 1.
O
HON
H2N
NH2
N
N
EtOH
H
H2N
O
N
Refluxo
+
Etapa 1
HO
Etapa 2
OH
N
HO
OH
Esquema 1: Síntese do ligante não simétrico
Os
produtos
foram
caracterizados
por
ponto
de
fusão,
espectrometria
de
infravermelho,e análise de ultravioleta- visível (somente o composto 1a).
O ponto de fusão para o composto intermediário foi de 130 ºC. Outra técnica utilizada
foi a espectrometria de infravermelho, no qual foram identificados estiramentos em 3400 cm -1,
referente ao OH, em 3483 e 3250 cm-1 referente ao NH2, 1593 cm-1 do N=C e 1286 cm-1 do
estiramento C-N. O produto 1a apresentou um ponto de fusão de 220ºC. Este composto
mostrou-se solúvel em metanol, etanol, acetonitrila, e na análise de IV foi possível observar as
bandas de OH, N=C e C-N, também constatou-se que as bandas referentes ao NH 2
desapareceram indicando que o produto esperado foi formado. ........
Outra técnica utilizada na caracterização desta base de Schiff não-simétrica foi a
espectroscopia de ultravioleta- visível que mostrou quatro picos de absorção em 306.50 nm,
262.00 nm, 218.00 nm e 200 nm com coeficiente de absortividade molar de 9.350, 9.850,
30.400, e 31.750 respectivamente.
Conclusões
Embora este trabalho tenha iniciado recentemente, foi possível concluir que o ligante
tipo base de Schiff não-simétricos foi obtido com bom rendimento. Também foi possível
verificar que este ligante tem solubilidade em poucos solventes orgânico, tais como metanol,
etanol e acetonitrila, dificultando sua purificação.
As próximas etapas deste trabalho serão a realização de testes de atividade biológica,
síntese de complexos e estudo catalítico.
Referências Bibliográficas
1- Eicher, T.; Hauptmann, S.; Speicher, A. The Chemistry of Heterocycles, 2nd ed.; Wiley & Sons: New
York, 2004; 179
2 – (a)Dino Alberico D.; Scott M.E.; Lautens M. Chem. Rev. 2007, 107, 174. (b) Littke A. F.; Fu G. C.
Angew.Chem. Int. 2002, 41, 4176;
3 - Campbell, E. J.; et. al. Tetrahedron Letters 2001, 42, 122
FURG, 19 a 22 de outubro de 2010.
Download

Normas para elaboração do Resumo Expandido