Apresentação
O Young Energy Leaders (YEL) é um Projeto da RNAE – Associação das Agências de
Energia e Ambiente, Rede Nacional, que resulta de uma medida financiada no âmbito
do Plano de Promoção da Eficiência no Consumo de Energia Elétrica (PPEC),
aprovado pela Entidade Reguladora dos Serviços Energéticos (ERSE).
O YEL é dirigido aos alunos do Ensino Secundário e do Ensino Profissional, com
equivalência ao Ensino Secundário, de todo o território português.
O objetivo, e o grande desafio, é o de sensibilizar os jovens adolescentes portugueses
de modo a que estes se tornem verdadeiros “embaixadores” da Eficiência Energética e
do combate às Alterações Climáticas junto dos seus colegas, das suas comunidades e
das suas famílias, visando uma mudança efetiva de hábitos e comportamentos.
Cada Equipa pode ser formada por, no máximo, um Professor Coordenador e uma
turma. No mínimo, cada Professor Coordenador da Equipa pode inscrever-se em
conjunto com quatro alunos.
As Equipas YEL têm como missão atuar junto da comunidade escolar, da comunidade
envolvente e das suas famílias através de Campanhas de Sensibilização. Em paralelo,
cada equipa YEL deverá desenvolver um Trabalho Prático sobre as temáticas
Eficiência Energética e/ou Alterações Climáticas.
As Equipas YEL serão acompanhadas por um monitor que apoiará o desenvolvimento
dos Projetos selecionados ao longo do ano letivo. Da mesma forma, as Equipas YEL
serão adstritas à agência RNAE participante no YEL que lhe esteja mais próxima.
Um prémio total no valor de €2 500 (destinado à realização de uma Auditoria
Energética e à implementação de medidas de Eficiência Energética) será atribuído a
uma escola, que será a vencedora do Concurso.
Consulta o Regulamento Geral, conhece as condições de participação e Liga-te à
Corrente!
Período de Inscrições no site do YEL:
15 de setembro a 16 de outubro de 2015.
Mais informações em www.yel.pt
Como concorrer
1. Cada Equipa YEL pode concorrer com um Professor Coordenador e uma turma de
alunos. No limite mínimo, o Professor Coordenador poderá inscrever-se em
conjunto com 4 alunos.
2. A inscrição deve ser feita pela equipa através do formulário online, disponibilizado
até ao dia 16 de outubro de 2015, no site do YEL.
Fase I – Período de envio de projetos
1. A partir do final do período de inscrições e uma vez recebida uma comunicação a
confirmar a receção dos dados e a inscrição na Fase I, as Equipas devem começar
a preparar os seus projetos.
Nesta fase, não deverá ser implementada nenhuma ação no terreno. As Equipas
deverão submeter as sinopses dos seus Projetos no website YEL à apreciação de
uma Equipa de Júri até dia 30 de outubro de 2015.
2. Nesta fase, todas as Equipas inscritas deverão responder a um Inquérito aos
Hábitos de Consumo de Energia que se encontrará disponível no website.
3. No website, no período em que as Equipas YEL estarão a elaborar os projetos,
poderão ser sugeridas algumas ações a incluir nos mesmos.
4. O Júri da competição, composto pela RNAE, e por representantes dos seus
parceiros institucionais, irá escolher os melhores projetos a nível nacional.
5. As sinopses referentes ao trabalho técnico e à campanha de sensibilização
deverão ser entregues via e-mail no dia 30 de outubro de 2015.
6. A seleção das melhores sinopses pela Equipa de Júri será comunicada no dia 5 de
novembro de 2015.
Fase II - Implementação no terreno
7. Ao longo do restante ano letivo, as Equipas YEL selecionadas irão colocar em
prática os Projetos que conceberam na Fase I.
8. A Equipa de Gestão de YEL, assim como a Agência de Energia adstrita ao
mesmo, acompanharão as Equipas no desenvolvimento dos seus trabalhos,
apoiarão a organização das Campanhas de Sensibilização e dos Trabalhos
Técnicos. Até ao dia 15 de dezembro de 2015, as Equipas deverão terminar as
suas ações e elaborar e submeter os Relatórios Finais, detalhando os resultados
dos seus projetos. Estes são os elementos principais de avaliação que o Júri terá
para decidir qual a melhor Equipa YEL.
Prémios
O prémio a atribuir será no valor de 2 500€.
Este prémio será usado para elaborar uma Auditoria Energética às escolas premiadas,
por uma Entidade Externa Certificada. A verba restante será destinada a obras ou à
instalação de equipamentos que respondam às lacunas identificadas nas auditorias.
As ferramentas
1. O website YEL – www.yel.pt
Será a principal ferramenta de trabalho e o principal veículo de comunicação com
as equipas. Este website assume várias funções:
• Fonte de informação para o público-alvo do Projeto Pedagógico e para a
população em geral sobre os temas da Eficiência Energética e Combate às
Alterações Climáticas;
• Fonte de informação oficial sobre o Projeto, nomeadamente o seu
Regulamento.
• Ferramenta de inscrição das Equipas através de um formulário online no site
YEL.
• Disponibilização de ferramentas de apoio às ações das Equipas,
nomeadamente:
• Guião do Projeto a apresentar na Fase I;
• Inquérito-tipo aos Hábitos de Consumo;
• Sugestões de ações a desenvolver na Fase II;
• Guião do Relatório Final.
• Plataforma de comunicação entre a Equipa de Gestão do Projeto e as Equipas,
nomeadamente de novidades, assuntos em destaque e desafios com reflexo
na pontuação final.
• Detalhes de contacto direto com a Equipa de Gestão do Projeto.
2. O canal Facebook do YEL.
Será uma ferramenta usada para comunicar as novidades do projeto e mostrar
alguns dos resultados dos trabalhos desenvolvidos pelas equipas YEL.
3. O canal Youtube do YEL.
Será uma ferramenta privilegiada de comunicação de conteúdos pedagógicos. As
Equipas serão encorajadas a desenvolver os seus próprios conteúdos audiovisuais
sobre as temáticas do Projeto e os melhores vídeos serão colocados no canal
Youtube e nos espaços do website YEL em que esse canal está embutido.
4. E-mail e telefone. Estes canais serão disponibilizados através do website e serão
as ferramentas de contacto direto entre as equipas YEL e a equipa de gestão para
o esclarecimento de todas as questões que possam existir.
Regulamento Geral
1. Nome do concurso
Young Energy Leaders – Rede de Jovens Líderes para a Eficiência Energética
2. Promotor
RNAE – Associação das Agências de Energia e Ambiente, Rede Nacional.
O Young Energy Leaders é uma medida financiada no âmbito Plano de Promoção da
Eficiência no Consumo de Energia Eléctrica (PPEC), aprovado pela Entidade
Reguladora dos Serviços Energéticos (ERSE).
3. Destinatários
Alunos do Ensino Secundário ou do Ensino Profissional com equivalência ao Ensino
Secundário de todo o território nacional português.
4. Objetivos
Pedagógicos
•
•
•
•
Dar a conhecer as temáticas da Eficiência Energética, reforçando os
conhecimentos inerentes ao plano curricular definido;
Proporcionar o envolvimento dos alunos no conhecimento de casos de estudo
e desafios mundiais, europeus e nacionais relacionados com as mesmas;
Valorizar o potencial inovador e criativo dos jovens enquanto principais motores
de desenvolvimento das sociedades atuais, sustentadas em princípios éticos,
ambiental e socialmente responsáveis;
Reconhecer e aprofundar o espírito crítico e inovador, no âmbito das temáticas
propostas, com a implementação de medidas e estratégias fundamentadas no
campo da eficiência energética num contexto abrangente de comunidade
escolar e comunidade em geral.
Comportamentais
•
•
Promover a sensibilização e motivação do público-alvo para ações
participativas em que os alunos sejam os promotores e executores das
mesmas no âmbito das temáticas propostas;
Motivar os jovens para a adoção de atitudes e comportamentos efetivos no
âmbito das temáticas exploradas.
Sensibilização das comunidades
•
Proporcionar a criação de estratégias de sensibilização junto da comunidade
educativa e local, incluindo as respetivas famílias, que proporcionem e
incentivem a adoção de hábitos quotidianos ambientalmente responsáveis no
que respeita ao consumo energético apoiadas e credibilizadas pela
componente científica e técnica inerente à metodologia adotada.
5. Formação das Equipas
As Equipas deverão ser formadas por:
•
•
Um professor responsável pela Equipa;
No máximo, será admitida a inscrição de todos os alunos de uma mesma
turma. No mínimo, será sempre necessária a inscrição de, pelo menos, quatro
alunos.
A essa formação dar-se-á o nome de “Equipa YEL”.
Não existe nenhum limite à inscrição de mais do que uma Equipa em cada escola.
6. Inscrição das Equipas YEL
As Equipas deverão submeter os seus dados através de um formulário online no site
YEL que conterá as seguintes informações:
•
•
•
•
•
•
•
Nome da Escola;
Designação da turma;
Nome do Professor Coordenador;
Contacto de e-mail do Professor Coordenador;
Contacto telefónico do Professor Coordenador;
Nomes de todos os alunos que compõem a Equipa YEL;
Designação escolhida para a Equipa YEL.
O período de inscrição das Equipas será até 16 de outubro de 2015.
Quaisquer irregularidades na inscrição poderão ser corrigidas dentro de um espaço de
5 dias úteis após o término do período de inscrições se a inscrição inicial tiver sido
feita no período definido para as inscrições.
7. Fase I – Envio de sinopses
As Equipas cujas inscrições foram aceites entrarão no período denominado de Fase I.
Durante este período, as equipas terão obrigatoriamente que desempenhar as
seguintes tarefas:
7.1. Projeto de Campanha de Sensibilização. Apresentação de um conjunto integrado
de ações de sensibilização em três espaços específicos:
•
•
•
Na escola;
Na comunidade envolvente à escola;
Junto das famílias.
Deverá obedecer às seguintes especificações:
•
•
•
•
Formato: Word, A4
Tipo e tamanho de letra: Arial, 11
Espaçamento entre linhas: 1,5
Número máximo de páginas: 10
Deve abordar os seguintes pontos:
•
•
•
•
•
•
•
•
•
Identificação: Nome da escola e da Equipa YEL, morada e contactos da escola;
Data;
Índice;
Apresentação da Equipa:
• Todos os alunos envolvidos;
• Métodos de participação no processo de tomada de decisão sobre o
projeto;
• Restantes colegas e outras partes interessadas ouvidas no processo,
quando aplicável.
Enquadramento da escola, em termos de Eficiência Energética;
Objetivos da campanha;
Principais desafios e obstáculos ao sucesso (apresentando a forma de os
ultrapassar ou mitigar);
Descrição das ações:
• Nome da ação;
• Data prevista para a ação;
• Descrição da mecânica da ação e meios utilizados;
• Resultados previstos.
Formas previstas de recolha de dados sobre o impacte das ações.
7.2. Projeto de Trabalho Técnico. Deve obedecer às seguintes especificações:
•
•
•
•
Formato: Word, A4
Tipo e tamanho de letra: Arial, 11
Espaçamento entre linhas: 1,5
Número máximo de páginas: 5
Deve abordar os seguintes pontos:
•
•
•
•
•
•
•
Identificação: Nome da escola e da Equipa YEL, morada e contactos da
escola;
Data;
Índice;
Apresentação da Equipa:
• Todos os alunos envolvidos;
• Métodos de participação no processo de tomada de decisão sobre o
Projeto;
• Restantes colegas e outras partes interessadas ouvidas no
processo, quando aplicável;
• Enquadramento da escola, em termos de Eficiência Energética;
Objetivos do trabalho;
Descrição técnica do trabalho (poderá ser uma descrição escrita ou visual,
em desenho ou esquema);
Principais aspetos a abordar na elaboração do trabalho:
• Forma como se relacionam com a Eficiência Energética;
• Originalidade do trabalho face a outros semelhantes já realizados;
• Desafios e obstáculos ao sucesso no desenvolvimento do trabalho;
• Reduções efetivas obtidas ao nível da utilização de eletricidade.
7.3. Inquérito aos Hábitos de Consumo. Será facultado um formulário para a
realização de um Inquérito aos Hábitos de Consumo de Energia destinado a três tipos
de população:
•
•
•
A população escolar, incluindo colegas, professores e profissionais nãodocentes;
A população envolvente, incluindo residentes e comerciantes estabelecidos nas
zonas contíguas à escola;
As famílias, não apenas dos membros da Equipa YEL, mas de outros colegas
que sejam envolvidos no projeto.
O formulário do Inquérito será disponibilizado online, através do website www.yel.pt.
As questões apresentadas nesse formulário deverão ser colocadas a uma amostra
significativa das três populações descritas.
Quaisquer questões adicionais que a Equipa YEL pense serem pertinentes, e que
melhor reflitam a sua realidade local, poderão ser colocadas no Inquérito. Ainda assim,
a colocação dessas questões não poderá implicar a substituição de outras que façam
parte do formulário inicial e não deverão ser mais que cinco.
Deverão ser enviados via e-mail os resultados dos Inquéritos, assim como a
composição da amostragem de população inquirida.
As ações anteriormente descritas, nomeadamente o Projeto de Campanha de
Sensibilização, deverão considerar os resultados do Inquérito aos Hábitos de
Consumo e a análise das lacunas comportamentais detetadas através deste exercício.
7.4 Desafios online. O website apresentará orientações para desafios a colocar às
equipas, assim como indicações e sugestões de como os projetos deverão ser
elaborados e qual o trabalho inicial que poderá ser feito desde logo pelas Equipas
YEL, já na Fase I.
8. Esclarecimento de dúvidas e envio de Projetos
O esclarecimento de dúvidas deverá ser feito através dos canais do projeto, sendo que
o monitor designado para o acompanhamento dos trabalhos estará disponível para
mesmo.
Da mesma forma, 12 agências municipais e intermunicipais pertencentes à RNAE
participarão no projeto, acompanhando-o de perto no terreno. Cada uma das escolas
inscritas será alocada a uma destas agências para acompanhamento ao longo do
projeto.
Todos os documentos (7.1, 7.2 e 7.3) poderão ser enviados para a morada
disponibilizada no website do projeto ou por via digital, para o endereço eletrónico:
geral@yel.pt.
9. Avaliação dos trabalhos
Após a submissão das sinopses por parte das Equipas YEL, será reunida uma Equipa
de Júri que irá proceder à sua avaliação. Os critérios de avaliação dos projetos serão
os seguintes:
•
•
•
•
•
•
•
•
•
A qualidade das sinopses e das ações propostas;
A originalidade, pertinência e grau de dificuldade das sinopses de componente
técnica;
A originalidade e a eficácia das Campanhas de Sensibilização idealizadas e
propostas;
A adequação aos resultados da aplicação do Inquérito aos Hábitos de
Consumo;
A exequibilidade da proposta;
Realce das ações que não implicam custos;
O alcance e envolvimento da população em geral, com especial destaque para
a população em risco de exclusão;
Os métodos de tomada de decisão assumidos, participados, democráticos e de
alcance alargado junto da comunidade escolar;
A possibilidade de replicabilidade da proposta noutras escolas do mesmo
Agrupamento ou da sua região.
O Júri terá a função de selecionar os melhores trabalhos a nível nacional,
independentemente da sua localização geográfica ou qualquer outra consideração que
não emane dos critérios de avaliação supramencionados.
Essas Equipas serão notificadas, via telefónica e por e-mail, da sua passagem à Fase
II. Os resultados serão publicados no website do Projeto, para conhecimento de todas
as Equipas envolvidas.
10. Fase II
As Equipas YEL selecionadas para a Fase II terão a oportunidade de implementar no
terreno os seus trabalhos. Esclarece-se que não haverá financiamento para a
implementação das sinopses.
Ao longo dessa implementação, serão acompanhadas pelo monitor do Projeto. As
equipas poderão requerer a presença desse monitor nas suas escolas. Essa
deslocação, assim será efetivada quando for considerado pertinente.
Da mesma forma, poderá ser requerida a presença de um elemento da Agência de
Energia adstrita à equipa, cuja concretização será igualmente avaliada e efetivada
quando pertinente.
Durante este período, as Equipas terão, obrigatoriamente, que desempenhar as
seguintes tarefas:
10.1. Relatório Final sobre Campanha de Comunicação. Apresentação dos resultados
detalhados de todas as ações desenvolvidas ao longo do Projeto. Deve obedecer às
seguintes especificações:
•
•
•
•
Formato: Word, A4
Tipo e tamanho de letra: Arial, 11
Espaçamento entre linhas: 1,5
Número máximo de páginas: sem limite
Deve abordar os seguintes pontos:
•
•
•
•
•
•
•
•
Identificação: Nome da escola e da Equipa YEL, morada e contactos da escola;
Data;
Índice;
Apresentação da Equipa:
• Todos os alunos envolvidos;
Enquadramento da escola;
Objetivos iniciais da campanha;
Principais desafios e obstáculos ao sucesso detetados na Fase I (e dados
sobre se essa análise se verificou adequada);
Descrição detalhada de todas as Ações:
• Nome da ação;
• Data da realização;
•
•
• Descrição da mecânica da ação e meios utilizados;
• Resultados obtidos.
Formas de recolha de dados sobre impacte das ações;
Dados quantitativos e qualitativos sobre alterações de comportamentos face ao
consumo de energia.
O trabalho poderá vir anexado de todos os elementos que ajudem a ilustrar as ações,
tal como imagens, vídeos, materiais reutilizados, entre outros. No caso de materiais de
difícil transporte, estes poderão ser entregues na Agência de Energia adstrita à
Equipa.
10.2. Trabalho Técnico. O trabalho técnico poderá tomar a forma necessária à
explicação do seu funcionamento.
Deverá vir acompanhado de uma Memória Descritiva que dê a conhecer o seu
funcionamento e objetivos, ilustrado com todas as imagens e restantes materiais
considerados pertinentes à exposição.
A Memória Descritiva deve obedecer às seguintes especificações:
•
•
•
Formato: Word, A4
Tipo e tamanho de letra: Arial, 11
Espaçamento entre linhas: 1,5
• Número máximo de páginas: Sem limite
Deve abordar os seguintes pontos:
•
•
•
•
•
•
•
Identificação: Nome da escola e da Equipa YEL, morada e contactos da escola;
Data;
Índice;
Apresentação da Equipa:
• Todos os alunos envolvidos.
Objetivos do trabalho;
Descrição técnica do trabalho;
Principais aspetos a abordar na elaboração do trabalho:
• Forma como se relacionam com a eficiência energética;
• Originalidade do trabalho face a outros semelhantes que tenham sido
realizados;
• Desafios e obstáculos ao sucesso na concretização do trabalho;
• Reduções efetivas obtidas ao nível da utilização de eletricidade.
10.3. Inquérito aos Hábitos de Consumo. Deverá ser realizado, de novo, o Inquérito
aos Hábitos de Consumo de Energia.
O inquérito deverá constar das mesmas questões colocadas na Fase I.
Deverá ser realizado à mesma amostra de população, isto é, com as mesmas
características demográficas, da amostragem inquirida na Fase I.
Deverá ser elaborado um documento apreciando a forma como o trabalho
desenvolvido, nomeadamente a Campanha de Sensibilização, terá implicado a
desejada alteração dos comportamentos face à utilização de energia. Caso essa
alteração não se assinale, o documento deverá apontar motivos para esse insucesso.
10.4 Desafios online. O website apresentará desafios, cujo alcance será classificado e
acrescentado à pontuação final das Equipas, para determinação dos vencedores
finais.
11. Esclarecimento de dúvidas e envio de Trabalhos Finais
O esclarecimento de dúvidas deverá ser feito através dos canais do Projeto, sendo
que a Equipa de Gestão do Projeto, que fará o acompanhamento dos trabalhos estará
disponível para esse esclarecimento.
Da mesma forma, 12 agências municipais e intermunicipais pertencentes à RNAE
participarão no projeto, acompanhando-o de perto no terreno. Cada uma das escolas
inscritas será alocada a uma das agências para acompanhamento durante o Projeto.
Todos os documentos (10.1, 10.2 e 10.3) poderão ser enviados para a morada
disponibilizada no website do Projeto ou por via digital, para o endereço eletrónico:
geral@yel.pt.
O período aberto ao envio dos projetos decorre do anúncio da passagem à Fase II e
vai até às 23h59 do dia 15 de dezembro de 2015.
12. Avaliação dos trabalhos
Após a submissão dos Trabalhos Finais por parte das Equipas YEL, será reunida uma
Equipa de Júri que irá proceder à sua avaliação. Os critérios de avaliação dos projetos
serão os seguintes:
•
•
•
•
•
•
A qualidade dos trabalhos e das ações realizadas;
• A originalidade, pertinência e grau de dificuldade dos projetos de
componente técnica;
• A originalidade e a eficácia das ações e sensibilização idealizadas e
propostas;
Adequação às áreas de melhoria detetadas no Inquérito aos Hábitos de
Consumo e alteração dos comportamentos motivada pelo projeto, comprovada
pelos resultados do segundo momento de aplicação do referido Inquérito;
• Valorização de uma análise que aborde possíveis erros na abordagem
ou alterações que promovam uma diferente estratégia crítica no futuro;
Execução das ações, face ao originalmente planeado;
Realce das ações que evitam o recurso a financiamento;
Envolvimento da população em geral, com especial destaque para a população
em risco de exclusão;
Os métodos de tomada de decisão assumidos, participados, democráticos e de
alcance alargado junto da comunidade escolar.
O Júri terá a função de selecionar o melhor trabalho a nível nacional,
independentemente da sua localização geográfica ou qualquer outra consideração que
não emane dos critérios de avaliação supramencionados.
A Equipa YEL premiada será notificada via telefónica e por e-mail. Os resultados serão
publicados no website, para conhecimento das Equipas.
13. Prémios
O prémio a atribuir será no valor de 2 500€.
O prémio para a escola será utilizado na contratação de uma Auditoria Energética
externa e na implementação de medidas de eficiência energética mais adequadas à
escola.
O prémio para a Equipa YEL vencedora será entregue em forma de cheque-prémio.
14. Evento final
A entrega dos prémios será realizada num Evento que terá lugar no início do 2.º
período letivo e serão convidadas todas as entidades envolvidas, alunos e
professores.
15. Propriedade
A RNAE reserva-se o direito de expor ou publicar qualquer um dos trabalhos
recebidos, salvaguardando a identificação da escola onde tenham sido realizados. A
RNAE compromete-se a cuidar dos trabalhos recebidos com o máximo zelo. Contudo,
não se responsabiliza por eventuais danos que possam ocorrer.
Para esclarecimento de dúvidas, consulte o website www.yel.pt ou contacte através do
e-mail geral@yel.pt ou do telefone 228 349 582 / 3.
Download

Regulamento