DIVULGAÇÃO / CP
Arte&Agenda
Show
relembra
ida do
homem à
Lua
SEGUNDA-FEIRA, 20 de julho de 2009 | arteagenda@correiodopovo.com.br
Um autor chamado Simenon
■ TIARAJU BROCKSTEDT
tiarajub@correiodopovo.com.br
Marlowe, ele é o mais humano desses personagens, movido sempre pela compaixão humana e
para quem a compreensão psicológica dos suscarreira literária do belga Georges Simenon
peitos é tão útil quanto o raciocínio lógico. Hoficou marcada pelos romances policiais
mem de poucas palavras, corpulento, deliberadaprotagonizados pelo seu mais famoso permente lento, ele percorre a França e suas cidades
sonagem, o inspetor Jules Maigret. Mas a obra
com seus indefectíveis sobretudo e cachimbo.
dele não se resumiu ao policial, nem aos romanO pacote Simenon da L&PM colocará nas lices. Dois títulos, lançaMONTAGEM VIVIANE SCHAAK vrarias 15 romances inédos pela editora gaúcha
ditos com casos do InsL&PM, ganham destapetor Maigret. Os prique: “Todos os Contos
meiros “Maigret se Dide Maigret – Volume I” e
verte” e ”Os Escrúpulos
o romance, não policial,
de Maigret” foram lan“Ainda Restam Aveleiçados no começo de juras”, considerado por
lho. Outro título recente
muitos como a melhor
é “Maigret e o Ladrão
obra do autor. Os 28
Preguiçoso”.
contos de Maigret (que
“Ainda Restam Aveterão um volume 2, a
leiras” narra a história
ser lançado em breve)
de François Perret-Lasão inéditos no Brasil.
four, ex-diretor e atual
A enorme legião de
presidente do Conselho
fãs que acompanharam
de Administração de um
o inspetor Maigret por
banco francês. Aos 74
um total de 75 romananos, ele ainda prefere
ces (todos sendo relantrabalhar do que curtir
çados pela coleção
a vida em seu luxuoso
L&PM Pocket), pela priapartamento na Place
meira vez, terão acesso
Vendôme. A vida ordeira
às suas pequenas avene estável deste personaturas, apresentadas em
gem vai ser profundaordem cronológica como
mente abalada quando
foram redigidas. O priele recebe uma carta da
meiro volume traz 17
primeira de suas três
contos, a maioria escriex-mulheres. Uma série
tos entre outubro de
de acontecimentos rela1936 e maio de 1950,
cionados à sua família
quando Simenon já tiprovocará grande tennha publicado 19 livros
são no outrora tranquilo
de Maigret. Como no
cotidiano de François,
resto de sua obra, a atque se descobrirá ligado
mosfera e o drama hua diversas pessoas que
mano predominam num
ele havia apagado da
p
o
c
k
e
t
t
A
obra
do
célebre
escritor
europeu
está
sendo
relançada
em
pela
editora
gaúcha
L&PM
tom reflexivo.
memória.
A
O livro traz introduções dos escritores e intelectuais franceses Dominique Fernandez, Pierre
Assouline e Denis Tillinac, conhecedores do trabalho de Simenon. Maigret surgiu pela primeira
vez, em 1931, numa série de romances que conquistaram legiões de leitores no mundo inteiro e
revolucionaram a literatura policial. Competindo
com Sherlock Holmes, Hercule Poirot e Philip
Origens do saber do universo
O tempo é contado pelo céu. Por
volta de 750 a.C. surgiam os primeiros
relógios, no Egito, baseados no movimento solar. Em 1929, é divulgada a
teoria do Big Ban, explosão que originou o universo. Em 1971, é detectada
a existência de buracos negros, que
concentram a maior quantidade de
matéria do universo. Há 400 anos, Galileu Galileu usava um telescópio, e
por isso, 2009 é o Ano Internacional
da Astronomia, promovido por Unesco
e União Astronômica Internacional.
Parte da história da astronomia e
pesquisas contemporâneas em astrofísica são o mote da mostra “Em Casa,
no Universo”, que abre hoje, a partir das 19h,
no Museu da Universidade Federal do Rio
Grande do Sul (Avenida Osvaldo Aranha, 277).
As informações sobre a ciência que fundamen-
Bacantes de aniversário
e dias celebrados
O grupo teatral Bacantes, de Porto
Alegre, organiza exposição de fotos,
oficina e um novo espetáculo em
comemoração aos 8 anos de criação da
trupe. As celebrações da semana começam hoje, às 20h, durante
coquetel e abertura de uma exposição
de fotos dos espetáculos do grupo, no
Centro Municipal de Cultura (CMC), na
avenida Érico Veríssimo, 307.
Quinta-feira, na sala Álvaro Moreira do
CMC, o público pode assistir ao
espetáculo “Inflexíveis Ligações”, às
20h. A peça propõe mais do que contar
uma história no palco. Pretende
quebrar as paredes ficcionais do teatro
e sugerir um contato e relação mais
franca e direta com o público, a partir
da trajetória de uma mulher que sofre
com a ira de seu filho abortado e dois
ex-parceiros. O espetáculo continua na
sexta-feira, debatido ao final nas duas
noites. Conversa com Tatiana Cardoso
no dia 23 e Marcelo Restori dia 24.
Interesse pela mostra francesa no Margs
DIVULGAÇÃO / CP
ta a organização do tempo e do espaço podem
ser vistas até 21 de maio, de segunda a sextafeira, das 9h às 18h. Agendamento de grupos
pelos telefones 3308-3390 ou 3308-3050.
Durante toda a semana que passou, filas mento, já foram arrecadadas 6 toneladas de
se formaram para entrar no Museu de Arte do comida. À noite, o prédio está com iluminação
Rio Grande do Sul (Praça da Alfândega, s/O) e especial, com as cores da França. Visitação de
ver a exposição “Arte na França 1860 - 1960: terças a domingos, até 30 de agosto.
PAULO NUNES
O Realismo”, que abriu no último dia 14. Nem mesmo no horário do Gre-Nal ontem a fila diminuiu. Uma tenda branca foi
montada em frente à porta do
museu para que o público passe
por um detector de metais, para
zelar pela segurança. O diretor
do Margs, Cézar Prestes, revelou
que, desde o dia da abertura, já
visitaram a exposição cerca de
10 mil pessoas. “Pretendemos
atingir um público recorde na
história do museu, nestes seus
55 anos”, disse. Como é solicitada a doação de 1 quilo de ali- Fila para a mostra ‘Arte na França 1860 - 1960: O Realismo’
Download

Um autor chamado Simenon