UM IMENSO
POTENCIAL DE
CONSUMO
O potencial de
consumo do público da Novela das
20h é enorme.
Alguns exemplos:
telespectadores que
consomem refrigerantes: 92%; chocolates e bombons:
77%; remédios
para gripe/tosse/
alergia: 66%
p
i
b
Uma publicação da Superintendência
Comercial da Rede Globo
http://sucom.redeglobo.com.br
470
Nº
Janeiro de 2003
MULHERES APAIXONADAS
Estréia em fevereiro a
nova Novela das 20h
A família moderna, na qual os
casais separados mantêm amizade, ampliando os laços familiares
convencionais, é o tema de
Manoel Carlos em Mulheres
Apaixonadas, a nova Novela das
20h da Globo, que estréia em 17
de fevereiro. Nos papéis principais
estão Christiane Torloni, Tony
Ramos, Maria Padilha, José
Mayer, Giulia Gam e Suzana
Vieira, com direção geral de Ricardo Waddington.
Com audiência domiciliar
nacional de 46 pontos e share de
67%, a novela das 20h é acompanhada por cerca de 30,7 milhões
de telespectadores em todo o
Brasil. É a maior audiência da TV
brasileira e a melhor vitrine para
o seu produto. A cada nova história, a Novela das 20h conquista
um público cativo, o que propicia
estabilidade na audiência e segurança ao anunciante. Nos últimos
cinco anos, as novelas da faixa
horária apresentaram crescimento de audiência nacional e share.
Conheça as oportunidades de
patrocínio, inserção de comerciais
e ações de merchandising em
Mulheres Apaixonadas consultando o Atendimento Comercial da
Globo.
bip
BOLETIM DE
INFORMAÇÃO PARA
PUBLICITÁRIOS
Uma publicação mensal
da Superintendência
Comercial da Rede Globo.
Produzido para a
Central Globo de Marketing
pela Porto Palavra Editores
Associados
DIRETORES
RESPONSÁVEIS
Anco Márcio Saraiva e
Ricardo Esturaro
JAN
2003
2
JORNALISTA RESPONSÁVEL
Monica Oliveira
PROJETO GRÁFICO E
EDIÇÃO DE ARTE
Moema Kuyumjian
TV GLOBINHO
Diversão de primeira
para todas as idades
desenhos e diversão não são privilégio apenas do público infantil.
Confira o perfil do público de
TV Globinho e consulte o Atendimento Comercial da Globo sobre
a disponibilidade de patrocínio
do programa em sua praça.
Com audiência nacional de
doze pontos e um share de 43%,
segundo dados de outubro do
Ibope, TV Globinho oferece uma
oportunidade especialmente eficiente de estabelecer contato com
o público de todas as idades e
classes sociais, comprovando que
12%
26%
Mercado Nacional
21%
28%
audiência
share
41%
43%
19%
15%
38%
DESK-TOP E FOTOLITOS
Lucílio Aoyagui
ASSINATURAS
Podem ser solicitadas pelo e-mail:
bipsucom@tvglobo.com.br
4/11 anos
12%
Classes AB
12/17 anos
Classe C
18/24 anos
Classes DE
25/49 anos
50+ anos
13%
Mercado SP1
33%
30%
17%
audiência
share
24%
24%
43%
16%
36%
4/11 anos
10%
Fonte: Ibope RDP/Telereport
Classes AB
12/17 anos
Classe C
18/24 anos
Classes DE
25/49 anos
50+ anos
bip
MALHAÇÃO
Para falar com
82% dos jovens
Alcance de Malhação e
da concorrência
Ambos, ABCDE,
12–24 anos
82
Malhação
O alcance total da
concorrência é
atingido com apenas
três inserções em
Malhação
Emissora B – mesmos
dias e faixa horária
32
90 DIAS
60 DIAS
30 DIAS
89
Ambos, ABC,
12–17 anos
Nos últimos três anos, as
médias de audiência de Malhação
em São Paulo se mantêm em torno de 26 pontos e o share acima de
50%; no último mês de outubro, o
programa registrou alguns dos
maiores índices: 29 pontos de
audiência e 56% de share.
Campanhas simuladas durante três meses em São Paulo, com
uma inserção diária em Malhação
e no mesmo dia e horário na principal emissora concorrente, mostram a grande vantagem de programar a Globo. Com apenas três
inserções em Malhação é possível
atingir o alcance total da concorrência, que só é obtido com 66
inserções. Confira nos gráficos e
consulte o Atendimento Comercial da Rede Globo.
Malhação
Emissora B – mesmos
dias e faixa horária
O alcance total da
concorrência é
atingido com apenas
duas inserções em
Malhação
32
90 DIAS
60 DIAS
30 DIAS
Fonte: Ibope Planview – Gde. SP
3
JAN
2003
bip
EXEMPLO DE CLAQUETE
NOME DA PRODUTORA
ANUNCIANTE: XPTO
AGÊNCIA:WWW COMUNICAÇÃO
PRODUTO: FLORES
TÍTULO ORIGINAL: XPTO NAMORADOS
TÍTULO VERSÃO: XPTO NAMORADOS – 01/10
DURAÇÃO: 30”
DIREÇÃO:
ÁUDIO:
DATA:
JAN
2003
CPB Nº: 05090000023510021 / C
4
DATA DO REGISTRO: dia/mês/ano
Consultas a respeito da
Ancine e da Condecine
deverão ser formuladas
diretamente à:
Ancine
Praça Pio X, nº 54 –
10º andar
CEP 22091-040
Rio de Janeiro - RJ
Fone: (21) 3849-1339
ANCINE/CONDECINE
Atente para o registro
do seu comercial
Está em atividade uma nova
autarquia federal, a Agência Nacional do Cinema, Ancine, cuja legislação determina, entre outras coisas, a
obrigatoriedade do registro de todo
comercial e o recolhimento da Condecine, Contribuição para o Desenvolvimento da Indústria Cinematográfica, por meio de Darf.As emissoras de TV que veicularem comerciais
sem que conste na claquete de identificação o número do respectivo
registro do título na Ancine estarão
sujeitas à multa.
Entre os objetivos da Ancine
estão o apoio e fomento à produção cinematográfica e videofonográfica nacional e à programação e
distribuição das obras. Os comerciais de TV aberta e por assinatura
estão submetidos ao registro, controle e fiscalização da Agência.
A Condecine é uma contribuição, com natureza de tributo, a ser
aplicada no desenvolvimento da
indústria cinematográfica nacional.
O comercial está obrigado a recolher a Condecine uma única vez a
cada doze meses, para cada segmento de mercado (TV aberta, por
assinatura ou cinema, por exemplo)
em que o comercial seja efetivamente veiculado. O recolhimento
do Darf deverá ser efetuado pelo
interessado (cliente, produtora ou
agência) na data do registro do título ou até o primeiro dia útil seguinte à sua solicitação. A claquete dos
comerciais, além dos dados de
praxe, deverá incluir, obrigatoriamente, o número do registro do
comercial perante a Ancine.
Embora obrigados ao registro,
estão isentos do recolhimento da
Condecine os comerciais que
tenham sua veiculação restrita apenas e exclusivamente a municípios
que possuam, individualmente, até
um milhão de habitantes (critério
IBGE).
SÃO TAMBÉM ISENTOS
DA CONDECINE:
■ as chamadas de programação
das emissoras;
■ as versões reduzidas, as adapta-
ções, as vinhetas e as chamadas
realizadas a partir de um mesmo
comercial e
■ as obras publicitárias brasileiras
de caráter beneficente, filantrópico e de propaganda política.
A emissora que exibir material
sem que conste na claquete de
identificação o número do respectivo registro do título pagará multa
correspondente a três vezes o valor
do contrato ou da veiculação.
Os valores da Condecine,
cobrados por segmento de mercado, encontram-se especificados no
Anexo I da Lei 10.454/2002. Os
fundamentos legais da Ancine
estão na Medida Provisória nº
2228-1, de 06.09.01 e na Lei nº
10.454 de 13.05.02, disponíveis no
site www.ancine.gov.br.
bip
REALITY SHOW
Personagens de
reality shows
Coerente com o disposto no
seu Manual de Práticas Comerciais, a Rede Globo considera que
os participantes de reality shows
são vistos como “personagens”
desses programas, merecendo suas
imagens adequada proteção.
Os mesmos critérios deverão
ser aplicados a quaisquer participantes, independentemente de terem alcançado maior ou menor
notoriedade em virtude da
exposição proporcionada
pelo programa.
CONSULTE O
MANUAL DE PRÁTICAS
COMERCIAIS
(ITEM 2.1.4) E
CONHEÇA AS
OPORTUNIDADES DE
APROVEITAMENTO EM
COMERCIAIS DE
PROPRIEDADES
RELACIONADAS À
PROGRAMAÇÃO GLOBO
E SEUS
PERSONAGENS.
REALITY SHOWS DA
GLOBO E DA
CONCORRÊNCIA
tratamento eqüitativo, a mesma
norma vale para os comerciais
com participantes de reality
shows da concorrência.
As demais mídias, inclusive
internet, poderão exibir peças
publicitárias com personagens de
reality shows trinta dias após a
exibição do último programa da
Globo.
A autorização para que participantes de reality shows atuem
em comerciais será fornecida
exclusivamente pela Superintendência Comercial da Rede Globo.
Nenhuma outra área da Rede
Globo está autorizada a fazê-lo.
Reality show é o gênero
de programa que reúne
participantes desconhecidos ou não, durante semanas seguidas, em recinto
fechado ou aberto, para
disputarem tarefas com o
objetivo da conquista de
um grande prêmio.
Por força de contrato,
os participantes dos reality
shows da Rede Globo só
poderão atuar em comerciais a
serem exibidos na Rede Globo e
na concorrência sessenta dias
após a exibição do último programa. Com o intuito de garantir
5
JAN
2003
bip
JAN
2003
NA GLOBO
As duas melhores
sessões de cinema dos fins
de semana: Supercine &
Temperatura Máxima
6
Grandes sucessos das telonas são sinônimo de êxito e
eficiência na telinha. Supercine nas noites de sábado e
Temperatura Máxima nas tardes de domingo
proporcionam elevada eficiência para anunciantes de
todos os setores. Confira nestas páginas
Temperatura Máxima – Médias PNT
audiência
60
49
48
28
23
23
JUN
AGO
SET
share
52
24
OUT
50
23
NOV
Fonte: Ibope Telereport
audiência
Supercine 2002 – Médias PNT
53
ESQUEMA COMERCIAL
45
DOMINGOS
13H45
SIGLA NO SISCOM
PREÇO DE 30”
COEFICIENTE P/ 15”
TMAX
Consulte
Lista de
Preços
19
47
48
16
15
share
51
49
50
47
15
16
18
18
AGO
SET
42
19
16
48
19
0,50
JAN
FEV
MAR
ABR
MAIO
JUN
JUL
OUT
PLANO DE PATROCÍNIO
1 Mercado local
1 Abertura caracterizada de 7”
1 Encerramento caracterizado de 7”
ESQUEMA COMERCIAL
Perfil de Audiência
Mercado Nacional
PREÇO DE 30”
SUCI
Consulte
Lista de
Preços
COEFICIENTE P/ 15”
0,75
SIGLA NO SISCOM
26%
35%
39%
18%
12%
15%
40%
15%
4/11 anos
12/17 anos
18/24 anos
25/49 anos
50+ anos
Classes AB
Classe C
Classes DE
Perfil de Audiência
Mercado Nacional
SÁBADOS
23H
PLANO DE PATROCÍNIO
1 Mercado nacional
1 Abertura caracterizada de 7”
1 Encerramento caracterizado de 7”
2 Vinhetas de passagem de 7”
3 Inserts de vídeo
15 Chamadas de 7” por mês
Programa transmitido com Closed
Caption
Full banner na página principal do site
do programa
29%
33%
38%
18%
11%
13%
Classes AB
Classe C
43%
15%
Classes DE
4/11 anos
12/17 anos
18/24 anos
25/49 anos
50+ anos
Fonte: Ibope RDP/Telereport
7
JAN
2003
bip
JAN
2003
8
Roberto Almeida,
vice-presidente
de marketing da Pop
POP
Consolidando marca e
superando expectativas
O POP, provedor de acesso
grátis à internet, com sede em
Curitiba (www.pop.com.br), está
no ar desde 9 de setembro. Quando
lançado, a expectativa era de que,
ao longo de um ano, a empresa
atingisse 500 mil usuários. Hoje,
com quatro meses de operação, o
POP registra um número superior
a 350 mil usuários efetivos. Se esta
marca for mantida, o provedor
terá, ao final do primeiro ano, mais
de 1,2 milhão de internautas cadastrados, superando em mais de
100% a expectativa inicial.
Para alcançar este número, o
POP entrou no mercado oferecendo vários serviços diferenciados e
investiu em publicidade. Como
veículo de comunicação principal,
o POP elegeu a Rede Globo.
A partir desta proposta, surgiu
a marca registrada da empresa: “O
POP é tão bom que nem parece internet grátis”. Os comerciais foram
veiculados, sempre com muito
humor, nas emissoras da Globo do
Sul, Centro-Oeste, inclusive Brasília, além de Acre, Rondônia e
Tocantins, nos intervalos de uma
grande gama de programas, como
Malhação, Jornal Nacional, Novela
das 20h, Fantástico, Jornal da
Globo e Altas Horas. Com a oferta
de um serviço de qualidade e uma
boa campanha de divulgação,
desenvolvida pela Master Comunicação, o retorno no número de
acessos foi apenas uma questão de
tempo. O provedor registrou mais
de 1,8 milhão de acessos em dezembro. Além disso, triplicou a sua
área de atuação e hoje está presente em 96 municípios. “Nesta
ampliação, a veiculação de comerciais durante o horário nobre da
Globo também fez parte da estratégia de marketing. Afinal, durante
esses horários, o grupo telespectador é composto por pessoas que
fazem parte do público-alvo do
POP”, revela Roberto Almeida,
vice-presidente de marketing da
empresa. As próximas ampliações
serão direcionadas para as cidades
dos estados de São Paulo, Rio de
Janeiro, Minas Gerais e Nordeste, a
partir do primeiro semestre.
“Já sabíamos da força da Globo, mas nem por isso deixamos de
nos surpreender com o retorno. Os
comerciais apenas apareciam no vídeo e começávamos a receber uma
enxurrada de cadastros de clientes.
A disparidade entre os resultados
colhidos na Globo e em outras
emissoras é enorme e vem crescendo ainda mais, proporcionando
uma relação custo-benefício imbatível”, garante Roberto. Segundo
ele, programas como Malhação e
Jornal da Globo proporcionaram
retorno especialmente favorável.
“Nos interessa a inscrição de novos
usuários, mas isso é apenas o começo. Queremos também estimular o
acesso ao portal, o que vem acontecendo com a ajuda da Globo.”
bip
Ubirajara Vaz,
presidente da
Associação dos Aposentados
e Pensionistas de
Volta Redonda (AAP-VR)
AAP-VR
Associação cresce
com a TV Rio Sul
A Associação dos Aposentados
e Pensionistas de Volta Redonda
(AAP-VR), no interior do Rio de
Janeiro, tem uma história de 29
anos que começou com os primeiros aposentados da CSN, Companhia Siderúrgica Nacional, que
se uniram para lutar pelos direitos
da categoria. Durante muitos anos
foi uma entidade que agiu timidamente. Hoje, ampliou o seu atendimento, expandindo os seus benefícios a aposentados de todo o Brasil.
São mais de 40 mil sócios que
podem ter acesso facilitado à saúde, educação, cultura e lazer.
Na área de saúde, os associados
contam com três centros médicos e
mais de sessenta especialidades
gratuitamente, além de uma infinidade de convênios com clínicas,
laboratórios e médicos. Os atendimentos odontológicos são realizados por valores abaixo da tabela e
com facilidade de pagamento. O
Projeto Renascer, destaque na alfabetização da terceira idade, e os
cursos oferecidos pela AAP-VR são
possibilidades de educação e de
estímulo à auto-estima, tornando
esta a “melhor idade”.
Em 2001, a AAP-VR decidiu
ampliar o seu campo de ação. Para
atingir esta meta o presidente da
Associação, Ubirajara Vaz, investiu em publicidade. Contratou os
serviços da Troup Propaganda,
agência com experiência na região, e concentrou seus investi-
mentos na TV Rio Sul, afiliada da
Rede Globo com sede em Volta
Redonda. “O retorno que obtivemos com os comerciais na TV Rio
Sul foi estrondoso. Atingimos o
nosso objetivo e aumentamos o
número de sócios”, diz Ubirajara.
A comunicação da AAP-VR
teve como estratégia a apresentação das ações da entidade pelo
próprio Ubirajara. A partir daí, os
diretores divulgaram os trabalhos
das suas respectivas áreas. A repercussão foi imediata. “Um dos casos interessantes é o da nossa vicepresidente, que vai à feira livre aos
domingos e sempre ouve os barraqueiros repetindo a frase que ilustrou o comercial apresentado por
ela. Foi um sucesso para ela e para
a AAP-VR. Até agora só temos
obtido resultados positivos e, por
causa desses resultados, eu, um
homem essencialmente técnico,
passei a acreditar no poder do
marketing e da TV Rio Sul em
especial”, conta Ubirajara.
Esta boa performance selou a
parceria da AAP-VR com a emissora da Globo. “Sou da teoria de
que não se deve mexer em time
que está vencendo. Por isso, acredito que esta parceria vai continuar por muito tempo, porque a
Associação vai continuar crescendo e precisa da TV Rio Sul para
que este crescimento seja conhecido por um número cada vez
maior de pessoas”, diz Ubirajara.
9
JAN
2003
bip
JAN
2003
10
JURANDIR PIRES
Propaganda para
quebrar tradição
A Jurandir Pires, uma das
mais tradicionais lojas do Recife,
com 39 anos de atuação no mercado, exibe níveis acelerados de
crescimento desde que decidiu
investir em publicidade, tendo a
TV Globo Recife como principal
veículo de comunicação. “Antes,
acreditávamos
que propaganda
era despesa. Hoje, a vemos como um investimento”, disse o
diretor comercial da empresa,
Fábio Pires, ao jornal Gazeta Mercantil. A Jurandir Pires vende utilidades, presentes e artigos para
bebês, num total de mais de 40 mil
itens, atraindo consumidores de
todas as classes sociais. A conta da
empresa é atendida pela agência
Yo!Brasil.
Anunciante e agência preocuparam-se inicialmente em reposicionar e rejuvenescer a marca, o
que foi feito por meio de um filme
institucional. A partir daí, a Jurandir Pires passou a divulgar preços
e produtos. Na Globo, a mídia
selecionada inclui veiculações em
programas como Mais Você, NE
TV 1ª edição, Jornal Hoje, Vídeo
Show, Vale a Pena Ver de Novo,
Novelas das 18h, 19h e 20h e Os
Normais. Mais de três quartos da
verba de publicidade da Jurandir
Pires está alocada na Globo.
Os resultados apareceram rapidamente. De acordo com Pires,
o crescimento do faturamento da
loja em novembro em relação ao
mesmo mês do ano anterior chegou a 18%. “É um percentual
muito bom, principalmente levando-se em conta a situação econômica”, diz. Em
2001, a Jurandir
Pires fechou com
um total de 300
mil operações de
venda.
A Jurandir
Pires conta com
duas lojas no Recife e está abrindo
mais uma em março, exclusivamente para venda de móveis
infantis.
bip
PARCEIROS DO BRASIL
Sucesso nos intervalos
do Jornal Nacional
A partir da proposta do
Sebrae de expandir a sua atuação
de “milhares para milhões de pessoas”, mostrando para todo o Brasil a força das comunidades que se
organizam e buscam com o trabalho conjunto o sustento e a cidadania, a agência Giovanni, FCB
criou o Parceiros do Brasil, que
conta uma série de cases de empreendedorismo apoiados pelo
Sebrae.
O veículo escolhido para a
divulgação do projeto foi a Rede
Globo, por meio do Jornal Nacional. Na avaliação da agência, o
Jornal Nacional atinge o objetivo
pretendido pelo Sebrae: falar com
a população brasileira em geral
acima de dezoito anos, com a melhor relação custo/benefício e os
melhores resultados em termos
de cobertura.
A veiculação começou em
julho e terá continuação em 2003.
Todas as semanas é feita uma chamada de divulgação de 15” no
Fantástico e na segunda-feira é
exibido um programete de 90” no
intervalo do Jornal Nacional, com
a apresentação do case por uma
personalidade brasileira.
O objetivo do Sebrae, que é
disseminar estas idéias pelo Brasil
inteiro, para que possam servir de
exemplo ou modelo para outras
comunidades, vem sendo plenamente atendido.
O primeiro programa da série,
intitulado “Pracatum”, foi filmado
em Candeal, na Bahia, e teve como
apresentador o músico Carlinhos
Brown. “Pracatum” é um projeto
do próprio compositor para afastar
os jovens, entre catorze e dezoito
anos da pobreza e marginalidade
por meio da música e da cultura
afro-brasileira. Estes adolescentes
têm a oportunidade de aprender
percussão, canto, língua portuguesa, história da arte etc. Com estas
oficinas, o projeto ajuda a formar
cidadãos.
Nos programas seguintes, Nelson Piquet apresentou o sucesso da
cooperativa dos catadores de lixo
de Riacho Fundo, Distrito Federal,
Gabriel O Pensador, o projeto Carteiro Amigo, na Rocinha, Rio de
Janeiro, enquanto o jogador Dunga
falou do programa “AtuaSerra”,
onde moradores dos municípios
da Serra Gaúcha estão desenvolvendo o turismo na região. Colonizada por imigrantes italianos, a
população, acostumada a viver da
produção de vinho, aprendeu a
preservar as tradições culturais e a
natureza da região, atraindo visitantes e gerando ótimos negócios.
A designer Etel Carmona, Viviane Senna, os músicos Rolando
Boldrin e Chico César e o cineasta Cacá Diegues são outras personalidades que já participaram do
projeto.
JAN
11 2003
bip
ESQUEMA COMERCIAL
VÍDEO SHOW
À tarde, com audiência
de horário nobre
Mercado Nacional
SEGUNDA A SÁBADO*
13H45
Mercado SP1
audiência
51%
Sigla no SISCOM
VIDE
PREÇO DE 30”
Consulte
Lista de
Preços
COEFICIENTE P/ 15”
da Globo, o Vídeo Show nunca
deixou de se reinventar. A estréia
de Vídeo Game, comandado por
Angélica, é apenas mais um exempo da constante renovação, que
mantém aceso o interesse do
público. Conheça mais sobre um
dos melhores segredos da programação da Globo consultando
nosso Atendimento Comercial.
Vídeo Show chega aos vinte
anos de idade com números e estabilidade de audiência de causar inveja a qualquer programa de horário nobre das outras emissoras,
atingindo médias de até 45% de
share em São Paulo e 63% no Rio.
A eficiência do investimento publicitário é garantida em Vídeo Show.
Criado inicialmente para
aproveitar o arquivo de imagens
share
41%
18%
15%
0,50
PLANO DE PATROCÍNIO
1 Cota local
1 Abertura caracterizada de 7”
1 Encerramento caracterizado de 7”
Estabilidade de Share – 2002
62
63
60
59
57
58
57
57
59
57
57
RIO DE JANEIRO
(*) Aos sábados o programa não é
exibido em todos os mercados.
44
40
43
45
41
39
39
39
40
42
40
SÃO PAULO
JAN
FEV
MAR
ABR
MAIO
JUN
JUL
AGO
SET
OUT
NOV
Fonte: Ibope RDP/Telereport/Out.02
Download

(pdf - 348 Kb)