NOT AN OFFICIAL UNCTAD RECORD
Aterro Bandeirantes
Junho de 2004
Carlos.Mellis@unibanco.com.br - Tel 11 3097 4827
1
Agenda
1 - Aterro Bandeirantes
2 - Projeto de Geração de Energia Elétrica
3 - Estrutura
4 - Benefícios
2
Aterro Bandeirantes
 A Biogás, empresa de propósito específico, é concessionária para a
recepção e gestão do lixo, controle dos efluentes líquidos e sólidos e
exploração do gás do Aterro Bandeirantes. A concessão municipal é de 15
anos, contados a partir de dezembro de 2000.
 O Aterro Bandeirantes já recebeu 23 milhões de toneladas desde 1978 e
recebe aproximadamente 7 mil toneladas diariamente, metade do lixo da
cidade de São Paulo. A área do Aterro Bandeirantes é de 1,5 Km2 (150 ha)
e deverá ser totalmente aproveitada até 2006, completando 30 milhões de
toneladas.
 Reservas estimadas em 2,4 bilhões de m3 de biogás.
 O lixo de países em desenvolvimento, de um modo geral, é mais rico em
metano por conter mais resíduos orgânicos. Contém aproximadamente
55% de metano.
 Van der Wiel, sócio holandês, tem experiência em gestão de aterros
sanitários.
3
Aterro Bandeirantes
4
Aterro Bandeirantes
5
Aterro Bandeirantes
6
Aterro Bandeirantes
7
O projeto de Geração de Energia Elétrica
 O Projeto de Geração de Energia Elétrica foi viabilizado pelo Unibanco
que se tornou autoprodutor da energia elétrica. A autorização foi concedida
pela Aneel em 19 de janeiro de 2004;
 A energia é disponibilizada na rede elétrica e o Unibanco retira nos
pontos de consumo (prédios e agências);
 Investimento de R$ 48 milhões na planta de geração (R$ 2,2 milhões por
MW instalado) com capacidade de 22 MW. Construção em 100 dias, com
autorização de operação comercial em 22 de dezembro de 2003;
A Biogás investiu outros R$ 15 milhões na captação do gás;
Existe o benefício do custo da transmissão e distribuição. Isenção de
100% para quem consumir energia elétrica produzida por fontes
alternativas, que entrassem em operação até dezembro de 2003, e no
mínimo 50% de redução após esta data.
8
Estrutura
Aneel
3
6
Biogás
4
Biogeração
Consórcio
Unibanco
Heleno Fonseca
Logos
Engenharia
Van der Wiel
Gás
1
1 - EPC e O&M do gás
2 - EPC da geração
3 - Fornecimento do gás
4 - Locação da geração
5 - O&M da geração
6 – Autorização de autoprodução
7 – Gestão da Energia Elétrica
2
7
Empresa
Gestora
5
Sotreq
Autoprodução
Distribuidoras
9
Estrutura
 Geração líquida esperada de 170.000 MWh por ano;
Biogeração é uma empresa com o propósito específico de alugar os
equipamentos comprados da Caterpillar e Sotreq ao Consórcio Unibanco.
 Investidores financeiros serão remunerados através do contrato de
aluguel com o Unibanco.
 O contrato de operação e manutenção foi realizado com a Sotreq;
 Contrato de compra de biogás tem duração de 12 anos.
 Economia esperada de 10% nos gastos com energia elétrica.
10
Planta de Geração
11
Planta de Geração - Maquete
12
Captação do biogás
13
Blowers
14
Queimadores
15
Motores
16
Benefícios ambientais e sociais
 Maior projeto mundial de geração de energia elétrica exclusivamente
com biogás. No Brasil, como pioneiro, iniciou o aproveitamento de biogás;
 Solução eficiente ambientalmente para o destino do lixo e do metano
 Geração de energia elétrica ao lado do consumo. Geração de energia
elétrica abastecerá o bairro de Perus, com ganhos elétricos e redução de
perdas;
 Investimento de R$ 1,5 milhão em melhorias na rede elétrica de Perus
 Efeito na redução da emissão de CO2 (metano polui 21 vezes mais que
o CO2) pela queima eficiente;
 Geração esperada de 8 milhões de créditos de carbono (MDL), sendo
50% dos créditos da Prefeitura de São Paulo;
17
Download

Aterro Bandeirantes