Química e a Análise de Textos
Como é de conhecimento de todos, a maioria das questões de vestibular focaliza a interpretação
de textos. É comum que o aluno domine o conteúdo, mas, por não compreender a organização da
superfície textual, é possível que se confunda e, por isso, não obtenha sucesso nas resoluções.
Para exemplificar o que foi exposto, selecionei algumas questões do *Enem, as quais exigem a
habilidade interpretativa. O propósito é alertar o aluno para a importância da compreensão textual.
*(Na área de Ciências da Natureza e suas Tecnologias)
Sucesso nos estudos!
Prof. Braga
1. Leia o texto a seguir:
Há alguns anos, a indústria automobilística lançou no mercado brasileiro o primeiro carro com a
tecnologia flex – que pode rodar tanto com álcool quanto com gasolina. Em razão da menor
capacidade do álcool de proporcionar autonomia ao veículo (menos quilômetros rodados a cada
litro), seu rendimento é menor que o da gasolina. Mas, para verificar qual combustível é mais
vantajoso em cada carro, a pesquisadora sugere uma análise a partir do ponto de indiferença,
“que é uma relação entre quantos quilômetros por litro faz um carro abastecido somente com
álcool ou somente com gasolina”. Isso permite avaliar quando é mais vantajoso usar determinado
combustível.
Por exemplo: imagine um carro que roda 15,6 quilômetros por litro de gasolina e 10,9 quilômetros
por litro de álcool. Dividindo o rendimento do álcool pelo da gasolina e multiplicando o resultado
por 100, chega-se ao ponto de indiferença, ou seja, se o álcool custar mais do que 69,87% do
preço da gasolina, compensa abastecer o carro apenas com o derivado do petróleo.
(http://www.usp.br/espacoaberto/arquivo/2006/espaco69jul/atualiza/dias.htm)
A partir dos dados do texto anterior, podemos concluir que:
A) os carros flex têm rendimento maior do que os carros que não são flex.
B) um carro flex tem rendimento do motor igual, tanto se usar álcool como se usar gasolina.
C) para um carro cujo ponto de indiferença é 70%, só compensa usar álcool se
litro desse combustível for maior que 70% do litro de gasolina.
o custo do
D) para um carro com ponto de indiferença de 75%, se o consumo de gasolina é de 9
quilômetros por litro, o consumo de álcool deve ser de 12 quilômetros por litro.
E) para um carro com ponto de indiferença de 75%, se o consumo de álcool é de 9 quilômetros
por litro, o consumo de gasolina deve ser de 12 quilômetros por litro.
2. A desinfecção pode ser o principal ou o único objetivo da cloração quando a água a ser tratada
não recebeu qualquer forma de poluição. No entanto, no caso de águas de qualidade inferior,
como o são as poluídas, a cloração pode ser empregada com um objetivo adicional, aproveitando
a ação oxidante do cloro.
Na água, o cloro age de duas formas principais: a) como desinfetante, destruindo ou inativando
os micro-organismos patogênicos, algas e bactérias de vida livre; e b) como oxidante de
compostos orgânicos e inorgânicos presentes.
(Adaptado de Química Nova na Escola, v. 17, maio/2003.)
A Anvisa determina que a concentração máxima permitida de cloro em água potável é de 5 ppm.
Essa determinação significa que:
A) em 1 litro de água potável não se pode ter mais que 5 g de cloro.
B) em 1000 litros de água potável não pode haver mais que 5 g de cloro.
C) em 100 litros de água potável deve haver menos que 5 mg de cloro.
D) em 1 mililitro de água potável são aceitáveis até 5 mg de cloro.
E) em 10 litros de água potável não deve haver mais que 50 mg de cloro.
3. No Brasil, mais de 66 milhões de pessoas beneficiam-se hoje do abastecimento de água
fluoretada, medida que vem reduzindo em cerca de 50% a incidência de cáries. Ocorre,
entretanto, que profissionais da saúde muitas vezes prescrevem flúor oral ou complexos
vitamínicos com flúor para crianças ou gestantes, levanta à ingestão exagerada de substância.
O mesmo ocorre com o uso abusivo de algumas marcas de água mineral que contêm flúor. O
excesso de flúor - fluorose – nos dentes pode ocasionar desde efeitos estéticos até defeitos
estruturais graves.
Foram registrados casos de fluorose tanto em cidades com água fluoretada pelos poderes
públicos como em outras, abastecidas por lençóis freáticos que naturalmente contêm flúor.
(Adaptado de Revista da Associação Paulista de Cirurgiões Dentistas - APCD, v. 53, n. 1, jan.fev./1999)
Com base nesse texto, são feitas as afirmações a seguir.
I. A fluoretação da água é importante para manutenção do esmalte dentário, porém não pode
ser excessiva.
II. Os lençóis freáticos citados contêm compostos de flúor com concentrações
superiores às existentes na água tratada.
III. As pessoas que adquiriram fluorose podem ter utilizado outras fontes de flúor além da água
de abastecimento público, como, por exemplo, cremes dentais e vitaminas com flúor.
Pode-se afirmar que apenas:
A) I é correta.
B) II é correta.
C) III é correta.
D) I e III são corretas.
E) II e III são corretas.
4.
(Mauricio de Souza. Turma da Mônica. Estado de São Paulo)
Sobre o fenômeno ao qual a tira remete, considerando a massa constante da água, é correto
afirmar que a sequência dos três primeiros quadros representa:
A) um fenômeno químico que ocorre com a diminuição da temperatura.
B) um fenômeno químico que ocorre com o aumento da temperatura.
C) um fenômeno físico que ocorre com a diminuição da temperatura.
D) um fenômeno físico que ocorre com o aumento da temperatura.
E) um fenômeno físico que ocorre a temperatura constante.
5. Os densímetros são dispositivos utilizados junto ás bombas de combustível para comprovar a
qualidade do produto vendido.
Observe os densímetros mergulhados em álcool combustível hidratado em dois postos diferentes
(A e B).
Baseando-se nas medidas dos densímetros, pode-se afirmar que o(s):
Dados: densidade do álcool etílico hidratado dentro das especificações (20°C) – mínima = 0,8075
g/mL, máxima = 0,8110 g/mL; densidade da água (20°C) = 0,9982 g/mL.
A) posto A vende álcool dentro das especificações; e o B, com excesso de água.
B) posto A vende álcool com excesso de água; e o B, dentro das especificações.
C) posto A vende álcool dentro das especificações; e o B vende álcool menos hidratado que as
especificações.
D) posto A e B estão vendendo álcool dentro das especificações.
E) posto A e B estão vendendo álcool adulterado.
GABARITO:
1. E
Interpretando o texto, se dividirmos o rendimento de álcool pelo da gasolina, chega-se ao ponto
de indiferença.
9 Km/L
12 Km/L
= 0,75 (75%)
2. B
Interpretando o texto, 5ppm de cloro na água potável, temos:
1 milhão → 1 x 106g água potável - 5 g cloro
densidade da água potável
1g
103 g
d = mL (d = L )
d=
1g
mL
1L água potável – 103 g
103 L água potável – M
M = 1×106g
Portanto 103 L de água potável corresponde a massa de 1x106g de água potável, que pode
apresentar no máximo 5 g de cloro.
3. D
Interpretando o texto, conclui-se que:
- O flúor é importante para evitar cáries (não pode ser em excesso)
- Casos de fluorose podem estar relacionados com excesso de flúor na água tratada ou ingestão
de “água” de lençóis freáticos que contém flúor, ou cremes dentais e complexos vitamínicos que
apresentam flúor na composição.
4. D
Analisando os três primeiros quadros, conclui-se que:
- Está ocorrendo a mudança de estado físico da água, portanto o fenômeno é físico.
- Tanto para ocorrer a fusão ou vaporização temos que aumentar a temperatura.
5. A
Analisando as 2 figuras, temos:
- Figura A: densidade da solução −
̃ 0,8


(Álcool hidratado dentro das especificações)

- Figura B: densidade da solução −
̃ 0,93 
(Álcool hidratado fora das especificações ou seja com maior quantidade de água, que é o
solvente mais denso)
Download

Química e a Análise de Textos