1º Levantamento Nacional
sobre Padrões de Consumo
de Álcool na População
Brasileira
Equipe
• Brasil: Universidade Federal de São Paulo
- Ronaldo Laranjeira
- Ilana Pinsky
- Marcos Zaleski
• USA: Universidade do Texas
- Raul Caetano
Objetivo
• Levantamento sobre o padrão de consumo
de álcool pela população brasileira
• Orientar as futuras políticas sobre o álcool
no Brasil
Questionário
1. Dados sócio-demográficos;
2. Padrão de consumo de álcool;
3. Dirigir alcoolizado;
4. Efeitos prejudiciais do beber;
5. Dependência pelo CIDI;
6. Formas de tratamento álcool;
Questionário
7. Traumas e ferimentos;
8. Apoio às várias formas de políticas do
álcool;
9. Escala de depressão;
10. Experiência com outras pessoas com
problemas com álcool;
11. Infância e violência familiar.
Metodologia
Amostragem
Estudo probabilístico em todos os estágios
com arrolamento dos pontos amostrais;
Amostra total de 3.007 entrevistas:
- 2.522 entrevistas representando a população
brasileira com mais de 14 anos;
- 485 entrevistas (oversample) com adolescentes;
Estratificação da amostra utilizando-se
dados do IBGE (Censo e PNAD).
Distribuição da Amostra
143 cidades
em todo o
Brasil
Municípios sorteados
e auto-representativos
Setor Censitário
Exemplo de setor
censitário
Total de 325
sorteados em
todo o Brasil
Setor Censitário
Exemplo de
setor
censitário
Total de 325
sorteados
em todo o
Brasil
Setor Censitário
Exemplo de
setor
censitário
Total de 325
sorteados
em todo o
Brasil
Resultados
Faixa etária
80
68
70
60
54
50
44
42
38
40
30
22
20
24
24
13
10
23
19
11
7
4
18
16
8
8
14
9
4
7
8 10 8
0
18 a 24
Muito frequente
25 a 34
Frequente
35 a 44
Ocasional
45 a 59
Raramente
60 ou mais
Abstinente
Freqüência – Classe social
70
60
59
56
50
42
42
40
35
30
22
25
24
20
10
22
21
8
18
11
8
11
6
3
15 14
13
10
5
16
8
4
0
A
B
Muito Frequente
C
Frequente
Ocasional
D
Raramente
E
Abstinentes
Quantidade Usual - Gênero
70
63
60
48
50
38
40
Total
Masc
27
30
22
22
20
10
Fem
25
19
14
7
11
3
0
12 ou mais doses
De 5 a 11 doses
De 3 a 4 doses
Até 2 doses
Intensidade do beber
entre adultos
9%
15%
48%
15%
14%
Bebedor Freqüente Pesado
Bebedor Freqüente
Bebedor Menos Freqüente
Bebedor Infreqüente
Abstêmio
Tipo de bebida
(% doses anuais)
2%
12%
25%
61%
Vinho
Cerveja
Bebidas ice
Destilados
Tipo de bebida - gênero
70%
62% 58%
60%
50%
34%
40%
30%
19%
17%
20%
10%
0%
1% 2%
Vinho
Cerveja
Masc
Bebidas Ice
Fem
6%
Destilados
Adolescentes
Freqüência Beber em Binge - Gênero
60
50
53
48
46
40
30
20
15 14
22
18
15
8
10
25
8
8
6
7
5
0
Menos de 1
vez por mês
1 vez por mês
2 a 3 vezes
por mês
Total
Masc
1 vez por
semana ou
mais
Fem
Não sei
Médias do Início do
Consumo de Álcool
20,0
18,0
16,0
14,0
12,0
10,0
8,0
6,0
4,0
2,0
0,0
17,3
13,9
15,3
Início do consumo
Até 17 anos
14,8
Consumo regular
De 18 a 25 anos
Intensidade do Beber
Adolescentes - Gênero
70
66
68
64
60
50
40
30
20
10
0
5
8
7
3
Bebe freqüente
e pesado
10
10
6
Bebe freqüente
Total
9
11
Bebe menos
freqüente
Homens
11 10 12
Bebe não
freqüente
Mulheres
Abstêmio
Bebeu em Binge
Último ano - gênero
70
59
60
48
50
40
40
30
28
24
35
25
23
18
20
10
0
To tal
Bebeu em Binge no último ano
M asc
Bebeu, mas não em binge
Fem
Não bebeu no último ano
Freqüência do Beber em Binge
60
50
48
40
30
22
20
15
8
10
0
< mensal
1 x mês
2-3x mês
1 x sem ou +
Beber e Problemas
(n=2346)
70
59
60
50
48
Abstinente
40
30
37
35
Bebe sem
probelma
Bebe com
problema
30
29
27
23
20
11
10
0
Prevalência de Problemas
60
51
50
40
38
30
23
20
Total
Masculino
Feminino
26
21
18
17
13
10
8
8
6
2
0
Social
Trabalho
2
Família
Físico
4
Legal
0
Passageiro de Motorista
Alcoolizado
9
2
7
16
64
10 x
6 - 9x
3 - 5x
1 -2x
Nunca
Freqüência de dirigir
depois de beber 3 doses
todas; 13%
Nunca; 17%
+ 1/2; 6%
< 1/2; 1%
1 vez; 18%
algumas; 19%
2-3 vezes; 23%
Aprovação de Políticas Públicas
Programas de prevenção nas escolas
100
92
90
80
70
60
50
40
30
20
6
10
2
0
Aumentar
Diminuir
Manter
Uso Nocivo
Dependência (n=2346)
120
100
80
96
89
81
60
40
20
14
5
1
0
Masculino
Sem uso noc/dep
9
4
Feminino
Uso nocivo
3
Total
Dependência
Aprovação de
Políticas Públicas
Programas de prevenção nas escolas
100
92
90
80
70
60
Aumentar
50
Manter
40
Diminuir
30
20
10
0
6
2
Aprovação de
Políticas Públicas
Programas de tratamento para alcoolismo
100
92
90
80
70
60
Aumentar
Manter
Diminuir
50
40
30
20
10
0
6
2
Aprovação de
Políticas Públicas
Campanhas sobre o risco do álcool
100
90
86
80
70
60
Aumentar
Manter
Diminuir
50
40
30
20
10
0
11
2
Aprovação de
Políticas Públicas
Imposto sobre bebidas
60
56
50
40
30
Aumentar
28
Manter
Diminuir
20
10
0
11
Aprovação de
Políticas Públicas
Idade mínima para venda de álcool
60
55
50
40
40
Aumentar
30
Manter
Diminuir
20
10
0
4
Aprovação de
Políticas Públicas
• Os programas de tratamento para
alcoolismo deveriam ser gratuitos e
obrigatórios em Postos de Saúde,
Ambulatórios da Rede Pública e
Hospitais Gerais?
• SIM: 96%
Aprovação de
Políticas Públicas
• Deveria haver um aumento na
fiscalização dos comerciantes em
relação à venda de bebidas alcoólicas
para menores de idade?
• SIM: 95%
Aprovação de
Políticas Públicas
• Você concorda com esta afirmativa:
na maior parte do Brasil, é muito fácil
para uma criança ou adolescente
menor de 18 anos de idade comprar
bebida alcoólica em qualquer ponto
de venda, mesmo sendo a venda a
menores de idade proibida por lei?
• SIM: 94%
Aprovação de
Políticas Públicas
• Deveria haver mais esforços por parte
dos estabelecimentos para evitar que
continuem a servir bebidas alcoólicas
para clientes que já estão
alcoolizados?
• SIM: 89%
Aprovação de
Políticas Públicas
• Deveria haver restrições de horário
para a venda de bebidas alcoólicas?
• SIM: 76%
Aprovação de
Políticas Públicas
• Deveria ser proibida a propaganda de
bebidas alcoólicas na TV, incluindo
vinho, cachaça, cerveja ?
• SIM: 68%
Aprovação de
Políticas Públicas
• Deveria haver mensagens de alerta
sobre os riscos e problemas causados
pelas bebidas alcoólicas nos rótulos
das garrafas além do já existente
“beba com moderação” ?
• SIM: 93%
Coordenadores
UNIDADE DE PESQUISA EM ÁLCOOL E DROGAS
UNIVERSIDADE FEDERAL DE SÃO PAULO
www.uniad.org.br
PROF. DR.
RONALDO LARANJEIRA
PROF. DRA.
ILANA PINSKY
PROF. DR.
MARCOS ZALESKI
PROF. DR.
RAUL CAETANO
Download

Aprovação de Políticas Públicas