Introdução às Tecnologias de Informação
Bloco I
 Professor:
Luís Moreira (etlmm@ua.pt)
 Programa:
 1ª
UNIDADE: Conceitos básicos de informática – 1º Período
 2ª
UNIDADE: Sistemas operativos (Windows) - 1º Período
 3ª
UNIDADE: Processador de Texto (Word) - 2º Períodos
 4ª
UNIDADE: Folha de cálculo (Excel) - 2º e 3º Períodos
Introdução às Tecnologias de Informação
Bloco I


LIVRO
Título: Int. às Tecnologias de Informação - Bloco I
Autor: José Carlos Batista e Ricardo Moura
Editora: Constância
Preço: 3.100$00

AVALIAÇÃO
1º Período – 1 teste (2 horas, perto final período.)
2º Período – 1 testes
3º Período – 1 teste e Prova Global

REGRAS (sala de aula e material informático)



TECHNÉ + LOGIA
Técnica (saber fazer) + Conhecimento
(meios, processos de actuar)
TECNOLOGIA
Conhecimento voltado para a
prática
INFORMAÇÃO
Conjunto de dados (objectos,
pessoas, factos, valores)
articulados entre si, com
determinado sentido.
TECNOLOGIAS de INFORMAÇÃO
Processos de tratamento, controlo e
comunicação de informação, baseados
fundamentalmente em computadores.
INFORmação+autoMÁTICA
INFORMÁTICA
INFORMÁTICA
HARDWARE
SOFTWARE
Dispositivos físicos que
constituem um
sistema informático
Conjunto de instruções
(programas) que são
capazes de fazer
funcionar o hardware
SOFTWARE
SOFTWARE DE SISTEMA
SOFTWARE DE APLICAÇÃO
Essencialmente o SISTEMA
OPERATIVO - conjunto de
instruções que transformam o
hardware num sistema com o
qual o utilizador pode efectuar
determinadas tarefas.
Programas de computador com que
o
utilizador
pode
realizar
determinadas tarefas específicas
ou genéricas.
Seguinte
Mais áreas relacionadas com as
Tecnologias da Informação
Tecnologias
Controlo
Burótica
Comunicação
Seguinte
Que tipos de software de sistema conhecem?
MS-DOS
Unix
Windows 98
Linux
Windows Millenium
OS
Windows NT
Etc...
Windows XP
Voltar
Que tipo de software de
aplicação conhecem?
Voltar
HARDWARE
PERIFÉRICOS de ENTRADA
( INPUT )
Dispositivos através dos quais a informação é introduzida
no computador.
- Teclado
- Rato
- Scanner
- Joystick
Voltar
PERIFÉRICOS de SAÍDA
( OUTPUT )
Dispositivos capazes de mostrar a informação
depois de ela ser processada no C.P.U
- Monitor
- Impressora
Agulhas
Jacto de Tinta
Laser
- Plotter
Voltar
- Videoprojector, Data Show
PERIFÉRICOS MISTOS
( INPUT / OUTPUT )
Periféricos
que são em simultâneo de
entrada e saída.
- Drives (CPU - Memória Auxiliar)
- Modems
(Ligação entre computadores via telefone)
- Adaptadores de rede
(Ligação de um computador a uma rede de computadores)
Voltar
C.P.U.
(Central Processing Unit )
UNIDADE CENTRAL de PROCESSAMENTO
-Secção de aquisição e descodificação de instruções.
- Aquisição e descodificação:
- Unidade de Controlo
- Unidade Aritmética e Lógica (ALU)
- Memória (Registos)
A.L.U.
U.C.
Aquisição
Descodificação
Memória
(Registos)
Voltar
C.P.U.
(Central Processing Unit )
UNIDADE CENTRAL de PROCESSAMENTO
Comunicação interna
-
Permite ligar os diferentes componentes
internos do microprocessador (P) aos
componentes externos a este.
-
Faz a ligação entre o P e o barramento.
Evolução dos microprocessadores
•
•
Década de 70
Intel produz microprocessador com sucesso
comercial (8088 e 8086).
1981
IBM produz primeiro computador pessoal (IBM –
PC):
- incluía o processador 8088
- MS-DOS como sistema operativo.
Evolução dos microprocessadores
•
•
•
1982
Criação dos microprocessadores da família x86
IBM lança computador equipado com P 80286
desempenhando entre 1,2 e 2,6 MIPS
(Million Instructions Per Second).
1985
Surge o P 80386 desempenhando entre 5 e
16 MIPS.
Evolução dos microprocessadores
•
•
1989
Aparece o P 80486 desempenhando entre 20
e 54 MIPS.
1993
Surge o Pentium com um desempenho superior
a 100 MIPS.
MEMÓRIAS
MEMÓRIA PRINCIPAL
- R.A.M. (Random Access Memory)
- R.O.M. (Read Only Memory)
MEMÓRIA AUXILIAR
- Discos rígidos (“Hard Disks”)
- Disquetes (“Floppy Disks”)
- Discos compactos (CDs)
Voltar
Arquitectura dos processadores
Existem duas arquitecturas de processadores:
•
•
CISC (Complex Intruction Set Computing)
RISC (Reduced Intruction Set Computing)
Ciclos do processador
•
Relógio (Clock):
- Gera impulsos para o processador
- A cada impulsos o processador efectua
uma operação.
MEMÓRIA PRINCIPAL
R.A.M.
- Memória de Acesso Aleatório
- Memória de Leitura e Escrita
- Guarda a informação temporáriamente
R.O.M.
- Memória só de Leitura
- Memória de Acesso Aleatório
- Guarda a informação permanentemente
Voltar
MEMÓRIA AUXILIAR
SUPORTES MAGNÉTICOS
(Discos e Disquetes)
Disco
pratos / pistas / sectores
Disquete
pistas concêntricas / sectores
SUPORTES ÓPTICOS
(CDs - Tecnologia Laser)
CD
pistas espiral / sectores
Voltar
CD(S)
- CD-ROM - (Read Only Memory)
discos ópticos só de leitura
- CD-R
discos que permitem a escrita a qual se torna
apenas de leitura
- CD-RW - discos compactos regraváveis
ESTRUTURA BÁSICA DE UM
COMPUTADOR
C.P.U .
A quis ição / D es codificação
P ER IF ÉR IC O S
D E EN TR AD A
U .C.
A .L .U .
P ER IF ÉR IC O S
DE
SAÍD A
M em ória P rincipal
P ER IF ÉR IC O M ISTO
M EM Ó R IA A U X ILIA R
CIRCULAÇÃO DOS DADOS
BUS - Fios condutores por onde circulam os dados.
. Bus Interno do CPU - circulação dos dados entre as
diferentes componentes.
. Bus Local - Ligação entre o CPU e memória principal
. Bus Expansão - Ligação entre o CPU e os periféricos
TIPOS DE SISTEMAS INFORMÁTICOS
SISTEM A
M O N O PO STO
M onoposto - m onotarefa
(M S-D O S)
M onoposto - m ultitarefa
(UN IX , W IN D O W S)
SISTEM A
M ULTIUTILIZA D O R
Sistem as m ultiposto (C om putador + Term inais)
R edes de com putadores (V ários C om putadores)
CLASSIFICAÇÃO dos COMPUTADOES por
CATEGORIAS
C O M PUTA D O R ES
DE GRANDE
PO R TE
SUPER C O M PUTA D O R ES
M A IN FR A M ES
D E M ÉD IO
PO R TE
M IN IS
W O R K STA TIO N S
D E PEQ UEN O
PO R TE
M IC R O S
ULTR A M IC R O S
UNIDADE MÍNIMA DE INFORMAÇÃO
Binary Digit
1 byte - 8 bits
1 Kbyte - 1024 bytes
BIT
01
1 Mbyte - 1024 Kbytes
1 Gbyte - 1024 Mbytes
1 Tbyte - 1024 Gbytes
SISTEMAS DE NUMERAÇÃO

DECIMAL
0123456789
BINÁRIO
01
Conversão de decimal para
binário
Conversão de binário para
decimal
Efectuar divisões sucessivas
por 2 até se obter o quociente
1; em seguida, forma-se o nº
extraindo o último quociente e
todos os restos encontrados
por ordem inversa.


Numerar a posição que cada
dígito ocupa no número
Extrair
cada
digito,
multiplicá-lo
pela
base
elevada à sua posição
Download

TECHNÉ + LOGIA Técnica (saber fazer) + Conhecimento (meios