AGORA É LEI 130/2010
SEMANA DO CORAÇÃO DO
ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL
Doutor Paulo Ricardo Nazario Viecili
vieciliprn@uol.com.br
www.icca-rs.com.br
RISCOS CARDIOVASCULAR
IDADE
HIPERTENSÃO ARTERIAL SISTÊMICA
HIPERCOLESTEROLEMIA
BAIXOS NÍVEIS DE HDL-C
HIPERTRIGLICERIDEMIA
TAGAGISMO
DIABETES MELLITUS
OBESIDADE
SEDENTARISMO - ESTRESSE
HISTÓRIA FAMILIAR PRECOCE
QUAL IMPORTÂNCIA ??
AS DOENÇAS CARDIOVASCULARES
SÃO AS DOENÇAS
QUE MAIS ACOMETEM E QUE MAIS
CAUSAM MORTES
NA POPULAÇÃO DE UM MODO EM GERAL
(DATA SUS, IBEGE 2010)
REEDUCAÇÃO ALIMENTAR
ATIVIDADE FÍSICA
•
•
•
•
•
•
•
•
HAS
DIABETES MELLITUS
COLESTEROL
TRIGLICERÍDIOS
SOBREPESO E OBESIDADE
ANSIEDADE E DEPRESSÃO
RETARDA O ENVELHECIMENTO
AUMENTA A SOBREVIDA COM
QUALIDADE……
REDUÇÃO MORTALIDADE
GLOBAL
•
•
•
•
•
EM 65 %:
ATIVIDADE FÍSICA
PARAR DE FUMAR
EMAGRECER
ÁLCOOL COM MODERAÇÃO
• EM 35 %
• O RESTANTE: remédios, exames, etc
PORCENTUAL (%) DE INDIVÍDUOS
DESCONHECEDORES DE FR DE 2006-2010
ENTREVISTA COM 650 PESSOAS POR ANO
PORCENTAGEM %
60
DM
50
40
HAS
30
TRIG
20
10
COLES
0
2007
2008
2009
ANO
2010
DADOS MENSURADOS
Dados de Cruz Alta
2010
Homens
56,8%
Mulheres
52,3%
Homens
46%
Mulheres
43,7%
CA ≥ 94 cm
Homens
75,5%
CA ≥ 80 cm
Mulheres
90,8%
Homens
50,4%
Mulheres
53%
Homens
42%
Mulheres
66,7%
Homens
35,5%
Mulheres
39,7%
Homens
42%
Mulheres
28,6%
PAS > 130 mmHg
PAD > 85 mmHg
IMC > 27 Kg/m²
Colesterol > 200 mg/dl
Triglicérides > 150 mg/dl
Glicose > 100 mg/dl
OBJETIVO
Conscientizar quanto aos fatores de riscos
cardiovasculares e formas para a sua
redução ou prevenção para:
• Alunos de ensino fundamental, médio e de
nível técnico das escolas municipais,
estaduais e particulares
• Acadêmicos de universidades públicas e
privadas;
• À população pertencente às ESF/PSF;
• Junto a todas as instituições privadas ou
publicas interessadas.
INSTRUMENTAÇÃO:
• Criação-DISTRIBUIÇÃO de um folder
explicativo sobre os fatores de risco
cardiovascular
preventivas;
com
medidas
INSTRUMENTAÇÃO
CRIAÇAO DE UMA REDE DE EMAILS;
• Secretarias Estaduais, delegacias regionais,
prefeituras, secretarias municipais, ESF
•
Escolas municipais, estaduais públicas, privadas;
• Universidades públicas e privadas
• Entidades médicas e médicos associados;
• Outras entidades de classe comprometidas;
• Entidades públicas e privadas interessadas;
• Mídia: jornais, TVS, rádios, e internet de um modo
geral;
METODOLOGIA
• Instituir no calendário de datas comemorativas do
estado como evento oficial;
• Acrescentar a data no calendário escolar, como
evento oficial, incentivando, pelo menos uma,
atividade pedagógica;
•
Entrega do folder para as instituições envolvidas;
• Divulgação nas escolas municipais, estaduais,
universidades;
• Divulgação para os moradores dos ESF;
• Criação de material para divulgação na mídia como
propaganda oficial de campanha.
MíDIA VIRTUAL
SITE
Semanadocoracaors.com.br
FACEBOOCK
Semanadocoracaors
TWITTER:
coracaors2011
PARCEIROS:
•
SOCIEDADE DE CARDIOLOGIA DO ESTADO DO RIO GRANDE DO
SUL.
•
ASSEMBLÉIA LEGISLATIVA
•
ESTRUTURA LOGÍSTICA DA SECRETARIA ESTADUAL DE SAÚDE;
•
ESTRUTURA LOGÍSTICA DA SECRETARIA ESTADUAL DE
EDUCAÇÃO;
•
ESTRUTURA LOGÍSTICA DE OUTRAS SECRETARIAS;
•
PARCERIA COM CREMERS; SIMERS, AMRIGS, UNIMEDS, IPE
•
PARCERIA COM PODER JUDICIÁRIO, PROMOTORIAS PÚBLICAS,
ORDEM DOS ADVOGADOS
•
PARCERIAS COM ONGS, LABORATÓRIOS, EMPRESAS ETC
•
PARCERIAS COM INICIATIVA PRIVADA- LEI DE INCENTIVO
CULTURAL E EDUCATIVO (REDUZIR OS CUSTOS DE DIVULGAÇÃO,
MIDIA, E OUTROS.
REPERCUSSÃO
• AGORA É LEI: INICIATIVA DE CRUZ ALTA
• ACOMPANHAMENTO PELA U. DUCK - USA
É VIÁVEL
OU É
UTOPIA ?
OBRIGADO
Download

Lançamento da campanha Semana do Coração 2011