OBJETIVO:
Fomento ao esporte olímpico Tênis de Mesa e intercâmbio para atletas e clubes através da realização de eventos
semiprofissionais no estado da Bahia.
DA PARTICIPAÇÃO:
Pode participar qualquer atleta em pleno gozo de saúde física e mental comprovado com atestado médico ou termo
de responsabilidade assinado e preenchendo os requisitos abaixo:
A. Anuidade do clube efetivada;
B. TRA paga até a data da inscrição;
C. Pagamento da inscrição.
É necessário também o preenchimento do cadastro individual e uma foto 3x4 scaneada para a confecção da carteira.
DAS TAXAS:
ITENS
NOVOS CLUBES
ANUIDADE CLUBES
TRANSFERÊNCIA
TRA CBTM
INDIVIDUAL
DUPLA
EQUIPE
QUALIFYING
VALORES
R$ 500,00
R$ 100,00
R$ 150,00
R$ 55,00
R$ 100,00
R$ 100,00
R$ 150,00
R$ 20,00
BÔNUS PARA CLUBES
INSCRIÇÕES
20% BONIFICAÇÃO EM REAIS
INICIANTES
02 BONIFICAÇÕES
ESCOLA PÚBLICA
01 BONIFICAÇÃO
ISENÇÕES: ATLETAS (-) 08 ANOS e (+) 75 ANOS
Desde que comprovem incapacidade de pagamento.
Obs.: Qualquer atleta que estiver participando pela primeira vez deverá preencher o cadastro on-line no site:
www.cbtm.org.br.
DOS ATLETAS INATIVOS:
Os atletas inativos que voltarem a disputar as competições estaduais retornarão com a pontuação que tinham antes
de se tornarem inativos. Caso estejam parados há muito tempo e não constem da lista de pontos, estes retornarão
com a pontuação mínima do RATING que disputavam ou será utilizado como base o RATING nacional para definir a
participação dos mesmos nos eventos oficiais da FBTM, como estabelecido abaixo na Tabela de Equivalência (CBTMFBTM).
CBTM
MASCULINO
A ao F
G ao L
TABELA DE EQUIVALÊNCIA (CBTM-FBTM)
CBTM
FBTM
FEMININO
MASCULINO
A ao C
2200 pts
MeN
D ao F
1900 pts
O
FEMININO
G ao I
J
FBTM
1600 pts
1400 pts
DOS EVENTOS DISPUTADOS:
EVENTOS INDIVIDUAIS
FEMININO
MIRIM
INFANTIL
JUVENIL
ADULTO
SÊNIOR
VETERANO 40+
VETERANO 50+
RATING A
RATING B
RATING C
RATING D
TORNEIO DE QUALIFICAÇÃO
EVENTOS COLETIVOS
EQUIPES
DUPLAS
CRITÉRIO
Qualquer atleta do sexo feminino.
Atletas do sexo masculino que possuam até 13 anos.
Atletas do sexo masculino que possuam 14 ou 15 anos.
Atletas do sexo masculino que possuam de 16 a 18 anos.
Atletas do sexo masculino que possuam de 19 a 29 anos.
Atletas do sexo masculino que possuam de 30 a 39 anos.
Atletas do sexo masculino que possuam de 40 a 49 anos.
Atletas do sexo masculino que possuam mais de 50 anos.
Os 24 atletas melhores pontuados (RATING) inscritos na competição.
Do 25º ao 48º atleta com melhor pontuação (RATING) inscrito na competição.
Do 49º ao 72º atleta com melhor pontuação (RATING) inscrito na competição.
Do 73º atleta com melhor pontuação (RATING) inscrito na competição em diante.
Aos atletas que não tem como comprovar nível técnico (de A, B ou C), serão
creditados 1400 pts e estes poderão participar apenas uma vez do torneio de
qualificação. Não havendo número suficiente de atletas, estes terão que participar no
RATING D ou nos RATINGs acima (Copa Bahia e Grande Prêmio Bahia) com a
pontuação de 1400 pts, impedindo-os de participar do torneio de qualificação em
qualquer data posterior.
CRITÉRIO
Que os atletas participantes e o clube estajam regularizados perante a FBTM.
A pontuação será atribuída ao par. Um mesmo atleta pode ter vários parceiros
durante o ano e poderá jogar com atletas de diferentes clubes.
DAS COMPETIÇÕES DISPUTADAS:
Cada competição terá um peso de pontuação diferente. Entende-se por peso das competições, o número pelo qual
multiplicará os pontos conquistados por competição pra definir a pontuação final de acordo com tabela abaixo.
COMPETIÇÕES
PESO
COMENTÁRIO
Abertos
1
Cada clube terá direito a um por ano, sendo validado apenas as
competições que obedecerem os critérios estabelecidos pela FBTM. A FBTM
realizará 01 ABERTO NACIONAL e ESTADUAL por ano.
Copa Bahia
2
São as etapas do CIRCUITO BAHIA.
Grande Prêmio Bahia
3
É a última competição a ser realizada do CIRCUITO BAHIA e dá o título de
CAMPEÃO BAIANO DO ANO.
DOS ATLETAS TRANFERIDOS OU CONVIDADOS:
Estarão aptos a participar dos eventos oficiais da FBTM, os atletas pertencentes a clubes baianos cadastrados na
CBTM, com TRA atualizada e clube com ANUIDADE quitada. Em caso do atleta vir transferido de clubes de outro
estado ou país só estará apto a participar de eventos oficiais com publicação por parte da CBTM de nota oficial de
transferência. O atleta só poderá participar uma vez anualmente dos eventos oficiais, não sendo permitido
transferir-se para outro estado e/ou país e retornar no mesmo ano para as disputas.
DAS INSCRIÇÕES NAS ETAPAS:
Serão realizadas pelos clubes e enviadas até 07 dias antes da realização da competição. Esta deve ser feita por e-mail
com pagamento realizado na hora do evento e divulgação no site antecipadamente. Todo atleta, dupla ou equipe
deverá verificar se a inscrição foi efetuada com sucesso e se o nome consta na lista de inscritos publicada logo após
o encerramento das inscrições. Caso tenha acontecido erro no preenchimento, é obrigação do atleta, dupla ou
equipe solicitar correção da tabela das chaves antes que a mesma seja publicada por definitivo. Isto pode ser feito
através do e-mail: (inscricaofbtm@gmail.com) Não solicitando a correção o(a) mesmo(a) estará sujeito(a) a não
participar do evento, seja pela inscrição indeferida ou por ferir o regulamento.
DO CALENDÁRIO DE COMPETIÇÕES:
Serão realizados 05 (cinco) Eventos independentes anualmente conforme resolução a seguir:
01 – Circuito Bahia em 07 etapas;
01 – Campeonato Baiano de Duplas em 01 Etapa;
01 – Campeonato Baiano de Equipes em 01 Etapa;
01 – Campeonato Baiano em 01 etapa correspondente ao Grande Prêmio Bahia;
01 – Aberto da Bahia e TOP – Realizado em 01 Etapa.
DAS DATAS E HORARIOS PARA DIVULGAÇÃO DOS GRUPOS:
A divulgação dos grupos de cada competição (aberto, Copa Bahia ou Grande Prêmio Bahia) será realizada em no
mínimo 36h antes da competição, no site da FBTM e de acordo com o CALENDÁRIO DE COMPETIÇÕES 2015.
DA FORMA DE DISPUTA DE UMA PARTIDA:
Caberá a FBTM definir se os jogos serão disputados em melhor de 03 (três), 05 (cinco) ou 07 (sete) sets de 11 pontos
para RATING, RANKING, DUPLAS e EQUIPES, mediados por um arbitro de cadeira e auxiliado por um supervisor de
arbitragem (que é o arbitro geral), cuja função será: dirimir as dúvidas criadas no momento da competição e/ou
regular atos de indisciplina.
DA QUALIFICAÇÃO POR RATING, RANKING, EQUIPES, DUPLAS E CLASSIFICAÇÃO PARA O CAMPEÃO DO
CIRCUITO BAIANO 2015:
Todos os atletas começarão o ano de 2015 com a mesma pontuação do final do ano de 2014 para o RATING e haverá
uma lista de Stand-by onde serão inclusos todos os atletas que não participaram de nenhuma etapa durante o ano
de 2014. Os atletas iniciarão o RANKING e a CLASSIFICAÇÃO PARA O CAMPEÃO DO CIRCUITO BAIANO 2015 com a
pontuação zero, bem como as equipes e as duplas. Todos os jogadores serão qualificados em uma LISTA DE PONTOS
único, montado em ordem decrescente de pontos com sua respectiva colocação numérica crescente, tomando como
referencia o 1° lugar para o melhor jogador. Os pontos mencionados serão obtidos ao final de cada COMPETIÇÃO,
através de critérios de pontuação definidos neste mesmo regulamento e que terá por objetivo evidenciar o nível
técnico dos mesmos. A pontuação do RATING será o acumulado até o momento mais o saldo da competição
(positivo ou negativo), enquanto a pontuação do RANKING e da CLASSIFICAÇÃO PARA O CAMPEÃO DO CIRCUITO
BAIANO 2015 será a soma de todos os pontos conquistados durante o ano de 2015.
DO UNIFORME DE UMA PARTIDA:
É obrigatório o uso do uniforme da competição nas partidas do campeonato baiano. Estas serão fornecidas pela
FBTM (01 camisa) e serão inclusas na inscrição da 1ª etapa que o atleta participar no ano de 2015. Os atletas jogarão
as partidas com este uniforme nas etapas individuais e poderão utilizar as camisas de seus clubes ou patrocinadores
no pódio e premiação. O uniforme completo consta de: uma camisa de qualquer cor diferente da bola do jogo e de
mangas curtas, um short ou saia acima dos joelhos devidamente ajustada para o padrão do jogo, não sendo
permitidas bermuda e similares, e tênis. O atleta não poderá utilizar camisas com o nome de outro atleta durante as
partidas oficiais. Não é obrigatória a identificação do atleta (nome) nas costa da camisa. Fica a critério do atleta a
personalização do seu uniforme com a logomarca de seu clube ou nome. Para inclusão de patrocinadores na camisa
fornecida pela FBTM será necessário consultar a diretoria de marketing no ato da inscrição. Haverão 04 cores de
camisas para venda (uniforme das etapas individuais) 01 será fornecida pela FBTM na cor que o atleta escolher e
quem necessitar de mais camisas serão vendidas na etapa e no site.
DA TOLERANCIA PARA O "WO" NAS PARTIDAS DE UMA COMPETIÇÃO:
Na primeira rodada da competição a tolerância será de até 15' (minutos) depois de chamado o jogo pela mesa, já nas
etapas seguintes a tolerância será de até 5' (minutos) depois de chamado o jogo pela mesa. A falta de um dos dois
atletas ou de ambos implicará em W.O.. Na ocorrência da falta do atleta na competição, este será penalizado por
derrotas simples nas partidas que estiver envolvido. Não será permitida a inversão ou qualquer alteração na ordem
das partidas, exceto com o consentimento exclusivo da comissão administrativa da FBTM. Os jogos seguirão uma
sequência conforme a tabela de horários divulgada antecipadamente. W.O. em uma partida não elimina o mesmo de
participar dos demais jogos do grupo ou de uma etapa seguinte caso este ainda não esteja eliminado na competição.
Caso os dois atletas não compareçam, avançará o melhor posicionado no RATING (caso seja um evento por nível
técnico) ou RANKING (caso seja um evento por categoria). Obs.: O aquecimento antes do inicio do jogo será de 2'
(dois minutos), exceto quando o(s) atleta(s) não se apresentar(em) ao ser(em) chamado(s) para o jogo e seja aberta
contagem do tempo de tolerância. Neste caso o aquecimento será de 1' (um minuto) para o(s) atrasado(s).
DAS FASES DE UMA COMPETIÇÃO:
Cada evento poderá ser composto de duas fases, a 1ª em caráter CLASSIFICATÓRIO e as demais em caráter
ELIMINATÓRIO, ou apenas de jogos em caráter ELIMINATÓRIO, sendo que os atletas terão sua participação
encerrada na competição por uma derrota simples. Caso o número de atletas seja menor ou igual a três ocorrerá
uma disputa onde todos enfrentam todos.
DA DISPOSIÇÃO DOS GRUPOS NA FASE CLASSIFICATÓRIA:
Os GRUPOS poderão conter dois, três ou quatro atletas, dependendo do número de participantes por EVENTO
inscritos. A disposição e o número de grupos da fase CLASSIFICATÓRIA seguirá o que está descrito na tabela abaixo:
NÚMERO DE PARTICIPANTES
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31
32
DISPOSIÇÃO DOS GRUPOS
01 CHAVE de 02
01 CHAVE de 03
02 CHAVES de 02
01 CHAVE de 02 + 01 CHAVE de 03
02 CHAVES de 03
01 CHAVE de 03 + 01 CHAVE de 04
04 CHAVES de 02
03 CHAVES de 02 + 01 CHAVE de 03
02 CHAVES de 02 + 02 CHAVES de 03
01 CHAVE de 02 + 03 CHAVES de 03
04 CHAVES de 03
03 CHAVES de 03 + 01 CHAVE de 04
02 CHAVES de 03 + 02 CHAVES de 04
01 CHAVE de 03 + 03 CHAVES de 04
08 CHAVES de 02
07 CHAVES de 02 + 01 CHAVE de 03
06 CHAVES de 02 + 02 CHAVES de 03
05 CHAVES de 02 + 03 CHAVES de 03
04 CHAVES de 02 + 04 CHAVES de 03
03 CHAVES de 02 + 05 CHAVES de 03
02 CHAVES de 02 + 06 CHAVES de 03
01 CHAVE de 02 + 07 CHAVES de 03
08 CHAVES de 03
07 CHAVES de 03 + 01 CHAVE de 04
06 CHAVES de 03 + 02 CHAVES de 04
05 CHAVES de 03 + 03 CHAVES de 04
2 DIVISÕES COM: 2 CHAVES de 01 + 06 CHAVES de 02
DIVISÃO A COM: 2 CHAVES de 01 + 06 CHAVES de 02
DIVISÃO B COM: 1 CHAVE de 01 + 07 CHAVES de 02
2 DIVISÕES COM: 1 CHAVE de 01 + 07 CHAVES de 02
DIVISÃO A COM: 1 CHAVE de 01 + 07 CHAVES de 02
DIVISÃO B COM: 08 CHAVES de 02
2 DIVISÕES COM: 08 CHAVES de 02
DA DEFINIÇÃO DOS GRUPOS NA FASE CLASSIFICATÓRIA:
O preenchimento dos GRUPOS será através do sistema ‘Snake System’ da ITTF e após o preenchimento definitivo
não haverá mudança nas tabelas, apenas preenchimento com atletas iniciantes completando as chaves. Este sistema
segue a seguinte regra:
Os grupos são preenchidos obedecendo a um fluxo que lembra a “imagem de uma serpente”. O atleta, equipe ou
dupla inscrito(a) que possui melhor pontuação no RATING, RANKING, EQUIPES OU DUPLAS será alocado no GRUPO
A, o segundo melhor no GRUPO B, e assim por diante, até o momento que for preenchido toda primeira linha. A
segunda linha será preenchida em sentido contrário ao da primeira, a terceira linha em sentido contrário ao da
segunda e a quarta linha em sentido contrário ao da terceira. A imagem abaixo ilustra o sistema:
DA DEFINIÇÃO DOS CONFRONTOS NA FASE ELIMINATÓRIA:
Os confrontos da fase ELIMINATÓRIA serão definidos obedecendo a imagem abaixo:
DA PONTUAÇÃO PARA O RANKING, EQUIPES, DUPLAS E CLASSIFICAÇÃO PARA O CAMPEÃO DO CIRCUITO
BAIANO 2015:
A pontuação atribuída aos atletas, equipes e duplas obedecerá ao que está definido na tabela abaixo:
COMPETIÇÕES
CAMPEÃO
VICE
PONTUAÇÃO
SEMI
4ª
8ª
16ª
GRUPOS
Copa Bahia
1000
800
600
400
300
250
200
Grande Prêmio
Bahia
1500
1200
900
600
450
375
300
Obs.: Para CLASSIFICAÇÃO PARA O CAMPEÃO DO CIRCUITO BAIANO 2015 só serão pontuados os atletas do RATING,
visto que o objetivo maior é definir o atleta com melhor nível técnico e resultados no ano de 2015. Nas competições
ABERTAS serão considerados pontos apenas para o RATING, não podendo ser contabilizados pontos para o
RANKING, EQUIPES, DUPLAS E CLASSIFICAÇÃO PARA O CAMPEÃO DO CIRCUITO BAIANO 2015.
DA FORMA DE DISPUTA DO RATING EM COPA BAHIA E NO GRANDE PRÊMIO BAHIA:
Será utilizada a lista do RATING para o ordenamento da lista de inscritos. Este ordenamento definirá os 04 RATINGs,
a depender do número de incritos. O RATING A será composto pelos 24 melhores atletas inscritos na competição. O
RATING B será composto pelos próximos 24 atletas (25º ao 48º) da lista de inscritos. O RATING C será composto
pelos próximos 24 atletas (49º ao 72º) da lista de inscritos. O RATING D será composto pelos demais atletas da lista.
O torneio de qualificação será composto pelos atletas que não tem como comprovar nível técnico. Não havendo
número suficiente de atletas para formar todos os RATINGs a competição terá apenas os RATINGs completos.
DA PONTUAÇÃO PARA O RATING:
O princípio básico do sistema RATING é classificar todos os atletas segundo o nível técnico. Todas as partidas oficiais,
exceto duplas, contam pontos para o RATING, quanto mais o atleta conquista partidas mais pontos adquirem. O
atleta pode ganhar ou perder pontos. A tabela a seguir ilustra de que forma um atleta pode ganhar ou perder
pontos:
RESULTADOS ESPERADOS
DIFERENÇA DE
VITÓRIA
DERROTA
PONTOS
RESULTADOS INESPERADOS
DIFERENÇA DE
VITÓRIA
DERROTA
PONTOS
>= 700
1
0
>= 500
30
-22
>= 500
2
0
>= 400
26
-20
>= 400
3
-1
>= 300
23
-18
>= 300
4
-2
>= 200
20
-16
>= 200
5
-3
>= 150
18
-14
>= 150
6
-4
>= 100
16
-12
>= 100
7
-5
>= 50
14
-11
>= 50
8
-6
>= 25
12
-10
>= 25
9
-7
>= 0
11
-9
>0
10
-8
Exemplo 1: O atleta João (rating 2447) venceu o atleta José (rating 2266) em uma etapa da Copa Bahia (PESO = 2).
 Rating do vencedor (2447) - Rating do perdedor (2266) = 181 pts.
 O vencedor ganhou 6 (tabela) x 2 (peso) = 12 pontos, enquanto o perdedor teve deduzido -4 (tabela) x 2 (peso) = -8 pontos.
 Utilizamos a tabela de vitórias esperadas, que está à esquerda.
Exemplo 2: A atleta Maria (rating 2010) perdeu da atleta Francisca (rating 1500) em um Aberto da Bahia (PESO = 1).
 Rating do vencedor (1500) - Rating do perdedor (2010) = -510 pts.
 O vencedor ganhou 30 (tabela) x 1 (peso) = 30 pontos, enquanto o perdedor teve deduzido -22 (tabela) x 1 (peso) = -22 pontos.
 Utilizamos a tabela de vitórias inesperadas, que está à direita.
DA SELEÇÃO BAIANA:
As Seleções para disputas do Campeonato Brasileiro serão formadas pelos 03 melhores atletas de cada RANKING
para efeito de apoio financeiro por parte da FBTM.
DOS EQUIPAMENTOS DE UMA PARTIDA:
Os materiais utilizados pelos atletas, madeiras e borrachas deverão estar em bom estado de uso, não serão
permitidas borrachas fora do padrão da ITTF. Os árbitros farão a inspeção do equipamento antes de todas as
partidas. O Diretor Técnico fará a avaliação sempre que houver reclamação por parte de algum atleta. Não será
permitida a troca de raquete durante a realização do jogo, exceto em caso de acidentes, sem intenção do atleta. A
única bola permitida no campeonato será fornecida pela FBTM na marca DHS, ou de qualidade similar, podendo ser
de 1, 2 ou 3 estrelas branca.
DOS CRITERIOS DE DESEMPATE NA FASE CLASSIFICATÓRIA:
Só serão considerados os pontos, sets e as partidas que envolvem os atletas empatados, ou seja, em um grupo com
quatro atletas onde apenas três estão empatados, os pontos, sets e partidas do atleta não envolvido no empate não
devem ser considerados. Os empates ocorridos casualmente entre atletas nos grupos, durante a fase classificatória,
serão solucionados apurando os resultados entre os atletas envolvidos no empate apenas, usando-se os seguintes
critérios:
1.
PARA 02 (DOIS) ATLETAS:
Será decidido pelo confronto direto, já realizado entre os mesmos na fase classificatória;
2.
PARA 03 (TRÊS) ATLETAS:
a. A decisão será pelo saldo de sets, de todas as partidas já realizadas entre os empatados (apenas). No caso de ocorrer à
definição de uma das posições apenas, retorna-se ao CRITÉRIO DE CONFRONTO DIRETO para definir a posição dos dois
competidores restantes;
b. Persistindo o empate, a decisão será pelo saldo de pontos de todas as partidas já realizadas entre os empatados (apenas). No
caso de ocorrer à definição de uma das posições apenas, retorna-se ao CRITÉRIO DE CONFRONTO DIRETO para definir a
posição dos dois competidores restantes;
c. Persistindo ainda o empate, a decisão será por partida extra.
DOS CRITÉRIOS DE DESEMPATE PARA O RATING:
1. A decisão será pelo saldo adquirido na última competição promovida pela FBTM (Aberto, Copa Bahia ou Grande Prêmio
Bahia). Caso o atleta não participe da última competição, será considerada a pontuação zero para este atleta, uma vez que
ao não participar da competição este não ganha nem perde pontos;
2. Persistindo o empate, será pelo saldo adquirido na antepenúltima competição;
3. E assim por diante, mas caso os atletas possuam mesmo saldo em todas as etapas, será privilegiado o atleta melhor
classificado em seu RANKING;
4. Persistindo ainda o empate, a decisão será arbitrária por parte do analista do RATING (ordem alfabética, idade, tempo em
atividade, etc.).
DOS CRITÉRIOS DE DESEMPATE PARA O RANKING, EQUIPES, DUPLAS E CLASSIFICAÇÃO PARA O CAMPEÃO DO
CIRCUITO BAIANO 2015:
1.
2.
3.
4.
5.
6.
7.
8.
A decisão será pelo número de ouros em competições promovidas pela FBTM (Copa Bahia ou Grande Prêmio Bahia).
Persistindo o empate, será pelo número de pratas;
Persistindo o empate, será pelo número de bronzes;
Persistindo o empate, será pelo número de vezes que se chegou às 4ª de finais;
Persistindo o empate, será pelo número de vezes que se chegou às 8ª de finais;
Persistindo o empate, será pelo número de vezes que se chegou às 16ª de finais;
Persistindo o empate, será privilegiado o atleta melhor classificado no RATING (não se aplica a EQUIPES e DUPLAS);
Persistindo ainda o empate:
a. Se este critério de desempate estiver sendo utilizado para definir o campeão do ano (RANKING, EQUIPES, DUPLAS OU
CAMPEÃO DO CIRCUITO BAIANO 2015) será(ão) necessária(s) uma(algumas) partida(s) extra(s) para decidir quem é o
campeão do ano.
b. Mas se este critério estiver sendo utilizado para desempates comuns durante o ano, a decisão será arbitrária por parte do
analista (ordem alfabética, idade, tempo em atividade, etc.).
DA PREMIAÇÃO:
Serão distribuídas medalhas em todas as competições do CIRCUITO BAHIA e troféus no GRANDE PRÊMIO BAHIA,
ABERTO NACIONAL e TOP. Todo atleta que não participar do pódio sem motivo justo ou comunicação à mesa será
multado em 100% do valor da inscrição.
FUNDO DE PREMIAÇÃO:
A cada COMPETIÇÃO será destinado 10% do lucro líquido para o FUNDO DE PREMIAÇÃO que ao final do ano será
destinado aos atletas CAMPEÕES: CIRCUITO BAHIA e CAMPEONATO BAIANO na proporção de 50% para cada. A
melhor Equipe, Dupla, Campeões de Ranking e os 03 melhores atletas de Rating concorrem ao FAZ ATLETA.
DAS EQUIPES:
O evento de EQUIPES será disputado obedecendo ao sistema Corbillon (Copa Davis). Cada equipe poderá inscrever
até 04 (quatro) atletas, sem limite de equipes por clube. Por partida, a equipe deverá usar pelo menos 02 (dois)
atletas e no máximo 03 (três) atletas. Para equipes que estejam usando 02 (dois) atletas seguir o exemplo da equipe
A (tabela abaixo) e para equipes que estejam usando 03 (três) atletas seguir o exemplo da equipe B (tabela abaixo).
Os jogos serão definidos conforme sequência abaixo:
EXEMPLO: EQUIPE A (2 ATLETAS) vs EQUIPE B (3 ATLETAS)
PARTIDA
DISPOSIÇÃO DOS ATLETAS
1 (Individual)
2 (Individual)
3 (Duplas)
4 (Individual)
5 (Individual)
(EQUIPE A) ATLETA 1 X ATLETA 2 (EQUIPE B)
(EQUIPE A) ATLETA 2 X ATLETA 1 (EQUIPE B)
(EQUIPE A) ATLETAS 1 e 2 X ATLETAS 2 e 3 (EQUIPE B)
(EQUIPE A) ATLETA 2 X ATLETA 3 (EQUIPE B)
(EQUIPE A) ATLETA 1 X ATLETA 1 (EQUIPE B)
DOS ABERTOS (PESO 1):










Só serão permitidas disputas por RATING nos Abertos e cada atleta só poderá jogar um RATING apenas
(agrupados ou não).
A competição será realizada de acordo com as Regras da Federação Internacional de Tênis de Mesa (ITTF) e a
Confederação Brasileira de Tênis de Mesa (CBTM), salvo o estabelecido no Regulamento FBTM;
Estarão em disputa os Ratings A, B, C, D e Torneio de Qualificação, podendo ser agrupados de acordo com cada
clube (AB-CD ou A-BC-D ou A-B-CD) sendo divulgado critério com antecedência;
Poderão inscrever-se os atletas com até 02 (dois) dias de antecedência e os clubes divulgarem as tabelas até 01
(um) dia antes do evento. As chaves serão divulgadas no site: (www.fbtm.com.br)
Os clubes deverão enviar os resultados em até 24 horas para a FBTM, informando o vencedor e o perdedor de
TODAS AS PARTIDAS da competição;
O sistema de disputas obedecerá aos critérios utilizados neste Regulamento: Chaves, Cabeças de chave, SnakeSystem, Última Lista do RATING (FBTM);
É necessário ocorrer à participação de pelo menos 02 atletas de clubes diferentes do organizador;
Cada RATING deverá ter o mínimo de 02 chaves ou 06 atletas;
Os casos omissos serão resolvidos pela Coordenação de arbitragem, com a anuência da Coordenação Geral da
FBTM, não podendo essas resoluções contrariar as regras oficiais e o Regulamento Geral da FBTM;
Qualquer divergência que venha ferir o Regulamento da FBTM tornará a competição nula e
consequentemente não serão computados os pontos do aberto.
DAS CONCESSÕES DE PASSAGENS:
As solicitações de passagens para participação em eventos nacionais e internacionais de alto-rendimento,
concedidas pela SUDESB, serão priorizadas para os campeões de cada RANKING e para os atletas com chances de
participação em eventos:
 Internacionais: Sul-Americano, Pan-Americano, Campeonatos Mundiais;
 Olímpicos: Infantil, Juvenil, Juventude e Adulto.
DAS COMPETIÇÕES ENVOLVENDO OS MELHORES DO ANO:
Acontecerá ao final da temporada em dezembro do corrente ano ou janeiro subsequente o TOP 16, reunindo os 16
melhores atletas da CLASSIFICAÇÃO PARA O CAMPEÃO DO CIRCUITO BAIANO 2015, e o TOP CATEGORIAS com os
campeões do RANKING, ambos após as Copas Bahia e Grande Prêmio Bahia. Na ausência de um dos Top 16’s o
próximo da lista será convocado e na ausência de um dos campeões do RANKING o próximo da lista, naquele
RANKING específico, será convocado. As regras da competição são:


TOP 16 (Nível técnico): Será composta por 04 grupos com 04 atletas cada um. Classificando 02 de cada grupo
para as fases finais.
TOP CATEGORIAS (Idade e sexo): Será composta por 02 grupos com 04 atletas cada um. Classificando 02 de
cada grupo para as fases finais. Para definição dos grupos será usado o sistema Snake System, tomando
como base o RATING, para o ordenamento dos campeões.
DOS MELHORES DO ANO, CRITÉRIOS:
 Ser campeão em evento internacional, nacional e/ou estadual no RANKING e/ou RATING;
 Estar entre os 03 (três) primeiros colocados do RANKING e/ou RATING no estado ou nacionalmente;
 Ser o primeiro na soma da pontuação estabelecida para determinar o melhor do ano de 2015.
DESCRIÇÃO
PONTOS PARA DEFINIR O
MELHOR DO ANO DE 2015
ENTRE OS TRÊS – RANKING FBTM
TÍTULOS DE CAMPEÃO – FBTM (COPA BAHIA E GRANDE PRÊMIO BAHIA APENAS)
TÍTULOS DE CAMPEÃO – RLM, RMM, RNM e ROM (EVENTOS DA CBTM)
TÍTULOS DE CAMPEÃO – RGM e RGF ao RJM e RJF (EVENTOS DA CBTM)
TÍTULOS DE CAMPEÃO – RDM e RDF ao RFM e RFF (EVENTOS DA CBTM)
TÍTULOS DE CAMPEÃO – RAM e RAF ao RCM e RCF (EVENTOS DA CBTM)
TÍTULOS DE CAMPEÃO – RANKING (EVENTOS DA CBTM)
ENTRE OS TRÊS – RANKING CBTM
TÍTULOS DE CAMPEÃO – INTERNACIONAL (RECONHECIDO PELA ITTF)
CAMPEÃO DO CIRCUITO BAIANO 2015
1.0
2.0 X (NÚMERO DE TÍTULOS)
2.5 X (NÚMERO DE TÍTULOS)
3.0 X (NÚMERO DE TÍTULOS)
3.5 X (NÚMERO DE TÍTULOS)
4.0 X (NÚMERO DE TÍTULOS)
4.0 X (NÚMERO DE TÍTULOS)
5.0
10.0 X (NÚMERO DE TÍTULOS)
20

Inclusive os Abertos Interestaduais (Eventos CBTM)
DO TÍTULO DE “CAMPEÃO DO CIRCUITO BAIANO 2015” E A DEFINIÇÃO DOS CAMPEÕES BAIANOS 2015:
Haverá uma lista similar a do RANKING, EQUIPES e DUPLAS, onde serão pontuados os atletas do RATING A (apenas),
de acordo com o critério estabelecido no item “DA PONTUAÇÃO PARA O RANKING, EQUIPES, DUPLAS E
CLASSIFICAÇÃO PARA O CAMPEÃO DO CIRCUITO BAIANO 2015”. Serão validos pontos advindos dos eventos
EXCLUSIVAMENTE realizados pela FBTM: ABERTO, COPAS BAHIA e GRANDE PRÊMIO BAHIA.
SERÁ CONSIDERADO O “CAMPEÃO DO CIRCUITO BAIANO 2015” O 1º DA LISTA “CLASSIFICAÇÃO” AO FINAL DO
GRANDE PRÊMIO BAHIA. SEGUE OS MESMOS CRITÉRIOS PARA O VICE E DEMAIS PARTICIPANTES. PARA RANKING,
EQUIPES E DUPLAS TEREMOS DIVERSOS CAMPEÕES BAIANOS SEGUINDO A CLASSIFICAÇÃO E OS CRITÉRIOS DE
DESEMPATE DE CADA CATEGORIA.
SERÁ CONSIDERADO O “CAMPEÃO BAIANO DE 2015” O ATLETA CAMPEÃO DA GRANDE FINAL BAHIA.
DAS DISPOSIÇÕES GERAIS:
Haverá um representante do TJD em cada etapa para dar vistas aos recursos interpostos por atletas, clubes e FBTM.
Os casos omissos a este regulamento serão resolvidos, analisados e estudados pela Presidência da FBTM.
As disposições contidas neste Regulamento Geral de Competições 2015 entram em vigor no dia da sua publicação.
Revogam-se todos os Regulamentos anteriores referentes à matéria.
REGISTRE-SE, PUBLIQUE-SE E CUMPRA-SE.
PAULO S. CARNEIRO
Presidente da FBTM.
Salvador-Bahia, 23 de Fevereiro de 2015.