Os programas Informáticos
Os programas informáticos permitem o funcionamento do
computador e possibilitam a execução das mais variadas
tarefas por parte dos utilizadores.
Existem programas freeware (gratuitos), shareware (que
podem ser testados durante um determinado período de
tempo, findo o qual é necessário comprá-los para que
continuem a funcionar) e open-source (programas de
código aberto que podem ser adquiridos e manipulados
gratuitamente).
Tipos de software
O software pode ser classificado em duas categorias:
• software de sistema;
• software de aplicação.
O software de sistema é, fundamentalmente, o sistema
operativo. Exemplos: Windows, Linux, Unix, Solaris, etc.
O processador de texto, a folha de cálculo, a base de
dados, os programas de tratamento de imagem, de vídeo
ou de som, as enciclopédias interactivas, os dicionários e
os jogos são exemplos de software de aplicação.
Ambiente gráfico
Um sistema operativo com ambiente gráfico, como o
Windows XP, por exemplo, permite ao utilizador trabalhar
num ambiente agradável, de fácil utilização.
As descrições que adiante são apresentadas relativas ao
sistema operativo Windows XP não diferem muito (por isso
são aplicáveis) para os sistemas Windows 2000, Windows
NT e mesmo Windows 98 e 95.
Iniciação
Quando um computador em que trabalham vários
utilizadores é ligado, é necessário fazer login, mediante a
escolha do nome de utilizador e a introdução da respectiva
palavra-passe.
Os elementos básicos da
interface de utilizador
A interface de utilizador permite, com o uso do rato e do
teclado, abrir menus, executar programas, trabalhar nas
aplicações, configurar o ambiente de trabalho, etc..
O ambiente de trabalho
O ambiente de trabalho (desktop) do Windows XP pode ser
personalizado para ter diferentes fundos, cores, etc. No
entanto, o seu conteúdo é sempre o mesmo: a área de
trabalho onde se abrem as janelas, os menus e as caixas
de diálogo.
A barra de tarefas
A barra de tarefas, normalmente situada na parte inferior do
ambiente de trabalho, contém o botão / menu INICIAR,
atalhos para aceder rapidamente a programas, o controlo
do volume (som), o estado da impressora, os botões que
representam as janelas minimizadas dos programas com
que estamos a trabalhar.
As janelas
As janelas são as áreas do ambiente onde se abrem os
programas do computador.
A lógica do sistema operativo Windows é, precisamente,
uma lógica de janelas (window significa janela).
As janelas
Qualquer janela do Windows apresenta os elementos assinalados:
As pastas
As pastas são usadas para organizar os assuntos ou
programas do computador.
Dentro de uma pasta podem encontrar-se outras pastas ou
ficheiros.
Os ícones
Os ícones são os pequenos objectos gráficos que se
encontram, um pouco por toda a parte, no ambiente de
janelas.
No ambiente de trabalho, por exemplo, podemos encontrar
os seguintes ícons:
Os atalhos
Os atalhos são ligações directas a unidades (disco,
disquete ou CDROM), impressoras, pastas, programas ou
ficheiros do computador ou de uma rede (conjunto de
computadores ligados entre si).
Os atalhos distinguem-se dos restantes elementos pelo
símbolo, que apresentam no canto inferior esquerdo da
imagem.
Os menus
Podem encontrar-se menus em dois locais distintos:
• (A) a partir do menu INICIAR, agrupando outros menus,
programas ou ficheiros;
• (B) nas janelas, agrupando comandos em categorias distintas.
As caixas de diálogo
As caixas de diálogo são janelas secundárias com botões e
vários tipos de opções, através dos quais o utilizador pode
executar um determinado comando ou tarefa.
As operações básicas
do sistema operativo
Um sistema operativo de interface gráfico, como o
Windows XP, inclui inúmeras formas de ajudar o utilizador
sempre que lhe surjam dúvidas sobre como executar
determinada tarefa.
Criação e eliminação de atalhos
Para criar atalhos, escolher um dos seguintes
procedimentos:
1. Clicar no ambiente de trabalho com o botão secundário (direito) do
rato e escolher a opção Novo – Atalho.
Preencher a localização do item, ficheiro ou pasta, escrevendo o
caminho ou escolhendo-o a partir do botão Procurar
Clicar em Seguinte, dar um nome ao atalho e premir Concluir.
Criação e eliminação de atalhos
Para criar atalhos, escolher um dos seguintes
procedimentos:
2. Clicar no objecto, manter premida a tecla Ctrl e arrastá-lo para o
ambiente.
3. Abrir o menu de atalho sobre o objecto e escolher a opção Enviar
para o ambiente de trabalho (criar atalho).
Criação e eliminação de atalhos
Para eliminar um atalho, clicar sobre o objecto com o botão
secundário (direito) do rato e escolher a opção Eliminar do
menu de atalho. Pode confirmar-se a eliminação, premindo
o botão Eliminar atalho, ou cancelar a operação, premindo
o botão Cancelar.
Criação de pastas
A criação de pastas pode ser feita de uma das seguintes
formas:
1. Seleccionar INICIAR – Os meus Documentos e premir o botão
Criar uma nova pasta.
2. Abrir «O meu Computador» ou o Explorador do Windows (INICIAR –
Todos os programas – Acessórios – Explorador do Windows) e
escolher FICHEIRO – Novo – Pasta.
3. Clicar no botão direito do rato numa zona livre do ambiente de
trabalho e escolher Novo – Pasta.
Qualquer que seja o procedimento efectuado, como passo final, digitar
um nome para a pasta e premir a tecla Enter.
Encerramento do
ambiente de trabalho
Para encerrar o computador, escolher INICIAR – Encerrar.
Em seguida, escolher o comando Desligar.
Nota: Este comando, além de fornecer a opção Desligar, também
permite activar os modos Suspender – Hibernar e Reiniciar.
Encerramento do
ambiente de trabalho
Para terminar a sessão de um utilizador ou para deixar
programas em execução e mudar de utilizador, escolher
INICIAR – Terminar sessão. Confirmar a opção pretendida
(Mudar de utilizador ou Terminar sessão).
Nota: Terminar a sessão fecha a conta do utilizador corrente, mas o
computador permanece ligado.
Programa de gestão de
ficheiros em ambiente gráfico
O programa de gestão de ficheiros (Explorador) permite,
entre outras coisas, criar, abrir, copiar, mover, mudar o
nome, compactar, criar atalhos e eliminar ficheiros e
pastas.
Iniciação
Para abrir o Explorador do Windows, executar uma das
seguintes opções:
• clicar com o botão direito do rato
sobre o menu INICIAR e escolher
Explorar – o Windows abre uma janela
que mostra o conteúdo da pasta menu INICIAR;
• escolher
• clicar no ícone do ambiente de trabalho «O meu Computador» ou em
INICIAR – O meu computador.
Iniciação
A barra de ferramentas do Explorador do Windows contém os
seguintes botões:
Modos de visualização
O botão Vistas permite escolher o modo de visualização das pastas e
dos ficheiros:
Comandos com pastas e atalhos
Os comandos que permitem que se trabalhe com pastas e
atalhos são (1/2):
Comandos com pastas e atalhos
Os comandos que permitem que se trabalhe com pastas e
atalhos são (2/2):
Nota: A «Reciclagem» é o local para onde vão os ficheiros a eliminar. O sistema
permite, depois, restaurá-los no sítio de onde foram eliminados ou destruí-los
definitivamente.
Comandos com ficheiros
Os ficheiros do Windows ou do Linux têm associada a
extensão do programa (ou aplicação) onde foram criados.
Isto é facilmente perceptível pelo ícone que lhes está
associado.
Estes são alguns exemplos de ficheiros:
Comandos com ficheiros
Os comandos para trabalhar especificamente com
ficheiros, isto é, que ainda não foram usados para pastas e
atalhos, dependem do tipo de ficheiro.
Os mais comuns são (pressionando o botão direito do rato
em cima do ficheiro):
Comandos com discos
Para se trabalhar com discos, disquetes ou CDs, o sistema
operativo permite, além dos comandos já estudados sobre
pastas, atalhos e ficheiros, a opção Formatar, que prepara
a unidade para a gravação de ficheiros, eliminando o seu
conteúdo.
A pesquisa de
ficheiros e pastas
A pesquisa de ficheiros ou pastas pode ser iniciada a partir
de INICIAR – Procurar ou a partir do botão Procurar, no
Explorador do Windows.
Para se procurar um ficheiro pode optar-se por:
1. Clicar numa das categorias de ficheiros em
«O que deseja procurar?».
2. Procurar na Internet.
3. Modificar preferências, o que permite,
por exemplo, desactivar ou escolher outro
assistente.
Comandos com ficheiros
Os comandos para trabalhar especificamente com
ficheiros, isto é, que ainda não foram usados para pastas e
atalhos, dependem do tipo de ficheiro.
Os mais comuns são (pressionando o botão direito do rato
em cima do ficheiro):
O sistema operativo de interface
gráfico e a Internet
O Windows XP está preparado para trabalhar com a
Internet, usando, nomeadamente, programas como o
Outlook, o Internet Explorer e o MSN Explorer.
O browser incluído no Windows XP é o Internet Explorer.
Iniciação ao pacote de software
de produtividade pessoal
Após a instalação do sistema operativo, torna-se
necessário instalar pacotes de software como o Microsoft
Office ou o OpenOffice.
Iniciação ao pacote de software
de produtividade pessoal
Além dos programas incluídos no Windows, o sistema
operativo permite instalar outros programas das mais
diversas categorias: programas para criar vídeos, como o
Adobe Premiere, para trabalhar com imagens, como o
Adobe Photoshop ou o JASC Paint Shop Pro, para fazer
gestão de dados, como o Oracle, etc.
Iniciação ao pacote de software
de produtividade pessoal
Os acessórios do Windows são programas que permitem
escrever textos simples, efectuar cálculos, criar ou editar
imagens, etc.
Para se aceder aos acessórios,
abrir INICIAR – Todos os
programas – Acessórios.
O Bloco de notas
O Bloco de notas é um editor de texto muito simples que
permite digitar texto e aplicar-lhe um único tipo de letra ou
tamanho. Pode servir para escrever textos simples mas
também como editor de código HTML, para criar páginas
Web. Os ficheiros ficam guardados com a extensão .txt.
O programa de desenho
O programa de desenho do Windows é o Paint.
Este programa permite criar desenhos simples e editar
imagens digitalizadas.
O processador de texto
O WordPad é o processador de texto do Windows.
Permite aplicar formatações simples como tipo, tamanho,
estilo e cor do tipo de letra e, ainda, alinhamentos e
numerações. Trata-se, em certo sentido, de uma versão
menos sofisticada do Word.
A calculadora
A calculadora predefinida do Windows é uma «máquina»
que efectua cálculos. Para cálculos mais elaborados, clicar
no menu VER – Científica.
Utilitários
Os utilitários são programas que servem para executar
tarefas como fazer cópias de segurança, desfragmentar e
limpar o disco, compactar ficheiros, evitar que os vírus
contaminem o nosso computador, etc.
Os utilitários do sistema
Para se aceder aos utilitários de sistema, clicar em
INICIAR – Todos os programas – Acessórios –
Ferramentas do sistema.
Outros utilitários
O Windows possui outros utilitários além das ferramentas
do sistema, como o compactador de ficheiros.
Para correr antivírus ou bloquear o acesso ao computador
por parte de pessoas indesejadas ou o acesso a sites
específicos através de uma firewall, é necessário adquirir
programas como o Panda Antivírus, o Norton Antivírus, o
McAfee Antivírus, etc.
Compactador de ficheiros
A compactação permite que as pastas e os ficheiros
ocupem menos espaço.
Desta forma libertam-se os discos e torna-se mais prático
transportar ou enviar informação pela Internet.
Para compactar ou comprimir uma pasta ou ficheiro, clicar com o botão
direito do rato sobre a pasta ou ficheiro e seleccionar Enviar para –
Pasta comprimida (zipada).
O resultado da compactação é uma pasta ou um ficheiro
com o mesmo nome do original mas com um ícone que
simboliza que se trata de um objecto comprimido.
Os ficheiros podem ser abertos a partir de pastas
comprimidas sem serem previamente descomprimidos.
Download

Apresentação sobre o Windows