ÉTICA, MORAL E ENGENHARIA
BEM VINDO !
AULA 10
1
ÉTICA, MORAL E ENGENHARIA
BEM VINDO !
UTILITARISMO
JEREMY BENTHAN (Fundador – 1748 a 1832)
JAMES MILL (Seguidor - 1773 a 1836)
JOHN STUART MILL ( Filho – 1806 a 1873)
Preparado desde a infância para ser um filósofo defensor do Utilitarismo.
É o filósofo de referência para o Utilitarismo.
Considerado o maior filósofo inglês do século XIX.
AULA 10
2
ÉTICA, MORAL E ENGENHARIA
BEM VINDO !
Bases de Valor do Utilitarismo
As ações são avaliadas pela capacidade de gerar o predomínio do prazer
sobre a dor. O prazer é um bem.
O valor do prazer se avalia por sua duração, sua intensidade e sua
qualidade. Isto é, um tipo de prazer é superior a outro.
Por experiência se concluiria que os prazeres corporais são inferiores aos
emocionais e intelectuais.
O sumo prazer e bem estar corresponde à Felicidade.
AULA 10
3
ÉTICA, MORAL E ENGENHARIA
BEM VINDO !
Na sua breve discussão na área da Metaética, Mill confirma a conclusão de
Aristóteles:
O Sumo bem é a Felicidade. { PREMISSA A}
Após isto se concentra na área da Ética Normativa, que tem por base
princípios de comportamento gerais.
A Ética tem por base princípios gerais.
O Utilitarismo não trata da Ética Prática (que tem por base um conjunto
de regras específicas.)
AULA 10
4
ÉTICA, MORAL E ENGENHARIA
BEM VINDO !
Base de Obrigação do Utilitarismo
O único padrão de obrigação ética do utilitarismo está relacionado às
consequências das ações – Consequencialismo. (Socrática)
Perspectiva direta: A única obrigação básica é a de maximizar o bem.
O “certo” ou o “errado” do ponto de vista ético é aquele que, avaliados por
suas consequências, de forma estritamente imparcial, de origem ao
maior bem.
O “certo” é maximizar a Felicidade.
AULA 10
5
ÉTICA, MORAL E ENGENHARIA
BEM VINDO !
Utilidade
O que é ÚTIL ao indivíduo é aquilo que promove a FELICIDADE. O mais
útil é o que promove maior Felicidade. – Princípio da Maior
Felicidade ou Princípio da Utilidade.
Desta consideração surge a concepção do termo “Utilitarismo.”
O meu interesse e o interesse do outro tem a mesma importância.
{PREMISSA B}
(Fácil ver que a percepção depende apenas de quem é o sujeito.)
AULA 10
6
ÉTICA, MORAL E ENGENHARIA
BEM VINDO !
{CONCLUSÃO}
- A ética é a avaliação do comportamento adequado. É o agir
adequadamente. (Definição)
- O comportamento adequado é aquele que promove o bem. (“O essencial
da ética é fazer o bem.”)
- O sumo bem é a Felicidade {A}, que é também aquilo que é útil ao
indivíduo.
- A Felicidade de cada um é igualmente importante.{B}
Assim a ética fundamental é a promoção imparcial da Felicidade.
AULA 10
7
ÉTICA, MORAL E ENGENHARIA
BEM VINDO !
Base Metaética
Ações são “erradas” se promovem a infelicidade.
Ações são “certas” se promovem a Felicidade.
Ações são “mais certas” se promovem uma Felicidade maior.
Ações são “ainda mais certas” se promovem uma Felicidade (maior) para
um número maior de pessoas. { Princípio Geral do Utilitarismo.}
A última afirmação tem por base que a Felicidade de todos é igualmente
importante. Tem por base ainda o critério aditivo, bem como o
multiplicativo. (Se o agente doa uma porção de Felicidade a duas
outras pessoas, gera a Felicidade em dois individuos (adição). A
Felicidade geral usufruida é maior que a Felicidade individualmene
doada (multiplicação).
AULA 10
8
ÉTICA, MORAL E ENGENHARIA
BEM VINDO !
Assim devemos promover a Felicidade; tanto a nossa própria, como de
todos aqueles influenciáveis por nossa conduta.
O Utilitarismo apresenta consequências não facilmente aceitas, na prática,
pela maioria das pessoas.
Um caso específico : Um indivíduo é doente terminal e irremediavelmente
sofre e está infeliz. Pelo Utilitarismo,
“Errado” é mante-lo sofrendo (vivo).
Ético; “certo” é promover a eutanásia. (atualmente ilegal)
Um caso geral : Felicidade de um homem tem mesmo valor que a
Felicidade de uma mulher. Consequência do Utilitarismo é a igualdade
de direitos, oportunidades, ... com respeito a gênero. Idem para outras
opções sexuais.
AULA 10
9
ÉTICA, MORAL E ENGENHARIA
BEM VINDO !
Um caso geral : Um indivíduo tem R$ 50.000,00 na poupança.
Opção 1 – Comprar um carro novo.
Opção 2 – Doar duas casas populares para duas famílias sem teto.
Opção 1 – É uma pequena Felicidade, em comparação, para uma família.
Opção 2 – É uma grande Felicidade, em comparação, para duas famílias.
Pelo Utilitarismo:
Pouco ético = Opção 1
Muito ético (mais ético) = Opção 2
Conclusão: A aplicação do Utilitarismo (e da maioria dos demais princípios
éticos, inclusive o de Jesus) , leva à IGUALDADE SOCIAL.
AULA 10
10
ÉTICA, MORAL E ENGENHARIA
BEM VINDO !
Desta forma, por esta ética, os esforços do indivíduos mais felizes são
direcionados para promover um aumento de Felicidade dos menos
felizes ou infelizes.
Tal princípio esbarra fundamentalmente no EGOÍSMO dos seres humanos.
No exemplo anterior:
“Angariei a minha poupança com o meu esforço. Assim, vou empregá-la
para a minha Felicidade.”
O egoísmo clama intempestivamente por JUSTIÇA. Observe no entanto
que a base da Justiça se encontra exatamente na base ética adotada.
(Se o indivíduo é éticamente egoísta, defenderá uma Justiça egoísta.)
AULA 10
11
ÉTICA, MORAL E ENGENHARIA
BEM VINDO !
Base Relativa ( Princípios Gerais)
Como todo princípio ético geral, o Utilitarismo é relativo. O conceito de
Felicidade; de ações que são capazes de promovê-la; o prazo e o tempo
no qual será obtida; ... dependem de percepção e avaliação individual.
Considerações a respeito da base relativa do Utilitarismo
Na questão de prazo: (Se chega a uma Lei Geral para as ações humanas.)
Felicidade maior agora e uma menor depois. Uma Felicidade menor agora
e uma maior depois. (Taoísmo)
(+)→(-)
ou
AULA 10
(-)→(+)
12
ÉTICA, MORAL E ENGENHARIA
BEM VINDO !
Os indivíduos que alcançam uma Felicidade crescente ao longo da vida, são
aqueles que “investem” continuamente uma parcela de sua Felicidade
no presente, em prol da Felicidade futura. Efetuam continuamente
uma troca do tipo
( menos Felicidade no presente ) → ( Mais Felicidade futura )
Quanto ao conceito de Felicidade
•
Ser útil ao outro. (altruísmo) – (Ética natural/evolucionismo)
•
Ser amado pelo outro. - (Ética natural/evolucionismo)
•
Se auto-realizar. (Aristóteles)
•
Se desenvolver; evoluir. (Aristóteles)
•
...
AULA 10
13
ÉTICA, MORAL E ENGENHARIA
BEM VINDO !
Quanto as ações capazes de promovê-la.
•
•
•
•
Ser útil ao outro.
Adequar a percepção subjetiva da realidade. (Estoicismo, Budismo,
Taoísmo, Psicanálise/ Auto-conhecimento ...)
Equilibrar a subjetividade. (Psicanálise/ Auto-conhecimento )
Adotar posturas virtuosas. Prudência, Justiça, Generosidade,
Bondade. (Aristóteles, Confúcio,...)
AULA 10
14
ÉTICA, MORAL E ENGENHARIA
BEM VINDO !
Quanto ao prazo necessário para sua obtenção
•
Depende do necessário para executar as ações capazes de promover a
Felicidade.
Quanto a isto, você já comeu um boi inteiro?
De uma só vez não, porém:
AULA 10
15
ÉTICA, MORAL E ENGENHARIA
BEM VINDO !
Um boi tem aproximadamente 17,6 arrobas.
Uma arroba = 15 Kg
→ Um boi tem aproximadamente 264 Kg
Supondo que uma pessoa coma apenas 1 Kg de carne bovina por semana.
(A maioria da classe média come bem mais do que isto.)
Um ano em 365 dias ou 365/7 = 52 semanas
20 anos tem 1040 semanas.
→ Em 20 anos uma pessoa come pelo menos 1040 x 1 = 1040 Kg de carne
de boi, que equivalem a 1040/264 = aprox. 4 bois inteiros.
AULA 10
16
ÉTICA, MORAL E ENGENHARIA
BEM VINDO !
Isto é, se desenvolver eticamente é um processo moroso e difícil. (Por
exemplo, mais difícil que um desenvolvimento técnico-científico)
Deve ser efetuado passo a passo, gradualmente, incorporando a cada vez
novos pequenos atos éticos e procurando agir com racionalidade.
De modo que em “20 anos se come 4 bois inteiros”.
Quanto a duração da Felicidade
Pelo período em que os atos que a promovem possam ser mantidos.
AULA 10
17
ÉTICA, MORAL E ENGENHARIA
BEM VINDO !
O Utilitarismo se baseia no Empirismo e no Associacionismo.
Empirismo – O conhecimento e a ética tem como única base os sentidos
e/ou a experiência. Assim é indutivista: Os princípios éticos são
obtidos por meio da experiência e observação.
(Haveriam fatos concretos suficientes para defender o Utilitarismo.)
Associacionismo – Conhecimentos são relacionados em nossas mentes, por
Leis gerais de associação. Tais associações governam o comportamento
humano.
Exemplo: Por associação experimental de Ética e Felicidade, sendo a
Felicidade o bem almejado, procura-se adotar automaticamente uma
postura ética.
AULA 10
18
ÉTICA, MORAL E ENGENHARIA
BEM VINDO !
Porque seguir o Utilitarismo (Mill)
O comportamento popular tem por base o hábito, os impulsos emocionais e
nos conceitos arraigados de obrigação ( deontologia frequentemente
de base religiosa)
A Ética Utilitarista tem base experimental (e racional, como todas as
demais éticas normativas)
•
Desejamos ser amados pelo grupo.
•
Desejamos ser úteis e aceitos pelo grupo.
Assim se atendermos aos interesses dos membros do grupo, a nossa própria
vida melhora.
* (Nós mesmos fazemos parte do grupo.)
AULA 10
19
Download

Utilitarismo. - paulfmilcent.net