MANUAL DO
PROPRIETÁRIO
GEF 1.0 / GEF 2.0
AEROGERADORES DE IMÃ PERMANENTE
1-Aplicação:
GEF 1.0 e GEF 2.0 são aerogeradores de eixo horizontal, desenvolvidos com a
finalidade de transformar a energia eólica em energia elétrica, para consumo residencial,
comercial e rural.
Os alternadores geram energia em corrente alternada, que é convertida pela placa
eletrônica em corrente contínua (12 V) e armazenada em acumuladores.
Os modelos são compatíveis com inversores de conexão em rede (On-Grid).
(OBS.: Consulte nosso departamento técnico)
2-Vantagens:
Menores perdas mecânicas
Início da geração com ventos mais baixos a partir de 3 m/s (10,8 km/h)
Isento de escovas e contatos (sem manutenção)
Frenagem eletromagnética – menos partes móveis, eletrônica simplificada, montagem
simples, proteção contra ventos extremos.
3-Capacidade nominal:
Até 80% da potência discriminada com ventos de 40 km/h (11.1 m/s).
A potência gerada depende diretamente da intensidade do vento.
A intensidade do vento depende da condição topográfica do local da instalação, (altitude e
relevo) bem como de eventuais sazonalidades dos ventos e condições climáticas.
4-Características técnicas:
Modelos:
GEF 1.0
GEF 2.0
Potência Nominal Alternador:
1kW (1000W)
2kW (2000W)
Diâmetro do rotor:
2,7 m
3,2 m
Corrente máxima:
35A
50A
Numero de pás: Três
Posição do eixo: Horizontal
RPM do rotor com vento a 40 km/h (11.1 m/s): Aprox. 600 RPM
Tipo de pás: Ângulo de ataque progressivo e ajustável manualmente
Controle de velocidade: Frenagem eletromagnética
Sistema de geração de energia: Alternador de imã permanente (Imã de Neodímio)
Tensão de saída para carga das baterias: 13.7 V (controle de carga eletrônico)
Transmissão: Hélice acoplada diretamente ao alternador
Abraçadeira para fixação ao mastro: Bitola 3” (76 mm)
Conector rotativo: Anel rotativo tipo slip ring, em nylon
Vida útil: Superior a 10 anos
Rev. 02
01/2014
Pag. 2
5-Itens inclusos:
01 - Conjunto montado da turbina eólica (Composto por: 01 - Chassi / 01 - Alternador / 01- Eixo
abraçadeira de fixação do tubo 3’’/ 01 - Spinner / 01 - Anel rotativo tipo slip ring).
03 - Pás pré-montadas.
01 - Leme.
01 - Controlador carga, montada em caixa protetora com resistências.
12 - Parafusos M8 x25 mm com porca torque e arruela, para montagem das pás.
03 - Parafusos M5 x 60 mm com porca, para montagem do leme.
01 - Base auxiliar de montagem.
6-Material:
Peças em aço carbono SAE1020 e SAE1045
Conector rotativo em nylon
Caixa elétrica em policarbonato
Imãs de neodímio
7-Acabamento:
Peças e parafusos: Zincagem trivalente branca
Acabamento final: Pintura pó eletrostática branca e vermelha
8-Origem:
Nacional, fabricação própria com assistência técnica e peças de reposição.
9-Obs:
Especificações sujeitas a alterações sem prévio aviso, conforme a evolução técnica de
P&D do produto.
10-Montagem:
Por conta do cliente (Conforme descrito nos itens 17,18 e 19 deste manual).
11-Manual / instruções:
Disponível no site da empresa em formato eletrônico (PDF).
12-Exclusões:
Mastro/ Espias/ Tirantes/ Olhais/ Sapata para o mastro/ Inversores/ Baterias/ Cabos e Fios.
13-Peso aproximado:
GEF 1.0= 40 kg / GEF 2.0 = 50 kg / Alternador 20 kg
14-Dimensões aproximadas da embalagem:
Volume 1 = 500 x 600 x 1500 mm
15-Garantia:
6 meses
Eventuais reparos serão efetuados em nossa fábrica.
A garantia não cobre danos provenientes de descuidos na instalação.
(Fretes de itens fora da garantia são por conta do cliente)
Rev. 02
01/2014
Pag. 3
16-Curvas teóricas de desempenho dos alternadores
Rev. 02
01/2014
Pag. 4
17-Instalação do mastro
O gerador é fornecido com suporte para fixação direta por abraçadeira a um mastro
metálico com diâmetro externo de 3” (76,2 mm).
Antes de realizar a fixação do mastro no terreno, certifique-se que o mesmo encaixa
perfeitamente à abraçadeira do chassi. Verifique se a ponta do tubo não está amassada ou
ovalizada, e se não possui rebarbas. Corrija caso necessário, para que a abraçadeira
encaixe sem esforço, evitando retrabalhos em altura.
Antes de proceder a instalação do mastro, passe o cabo condutor que irá do
alternador até o controlador de carga, por dentro do mesmo, ou fixado externamente
através de abraçadeiras. O cabo irá conectar o chicote de 3 fios do chassi principal
no topo do mastro , até o painel elétrico que deve ser instalado próximo ao solo , em
local abrigado de intempéries . Use cabo PP 3 x 2,5 mm2 . Tome cuidado para que a
ponta do cabo não caia para dentro do mastro durante a fixação. Meça o
comprimento necessário de cabo antes da instalação evitando assim ter que
executar emendas no mesmo.
A espessura do mastro depende diretamente da altura do mastro escolhido.
Como referência, usar a tabela abaixo.
Altura livre do mastro
Espessura mínima do tubo
3,5 m
2 mm
4m
2,5 mm
5m
3 mm
6m
4,25 mm
Acima de 6 m
4,25 mm , fixação adicional por estais de
cabo de aço 1/8” a 45 graus , a cada 4 m de
altura
(Opcional)
O mastro de tubo poderá ser
preenchido com concreto, o que o
tornara muitas vezes mais resistente
às vibrações e rajadas de ventos.
O desempenho do gerador será melhor quanto maior a altura da instalação. Por
razões de segurança, não recomendamos usar um mastro menor que 3,5 m de altura, para
evitar acidentes com pessoas e animais.
O gerador deve ser instalado em local preferencialmente alto, e longe de obstáculos
tais como casas, muros, árvores, que venham a obstruir o vento.
Rev. 02
01/2014
Pag. 5
Para a fixação do mastro ao solo, recomendamos o desenho abaixo:
Altura livre do mastro
Profundidade enterrada - mínima
3,5 m
0,75 m
4m
0,88 m
5m
1,1 m
6m
1,32 m
Acima de 6 m
1,5 “m, fixação adicional por estais de cabo
de aço 1/8” a 45 graus, a cada 3 m.
Tenha em mente que após montado o mastro, o gerador precisa ser colocado sobre o
mesmo, por isso planeje o modo que irá acessar o topo. Para alturas até 4 m, podese usar escada. De 4 a 6 m recomenda-se andaime. Acima disso, poderá ser
necessário projetar um mastro especial com sistema de içamento por reboque
(Consulte-nos caso deseje maiores informações).
A carga vertical gerada sobre a turbina pode chegar a 1200 kg com ventos de 150
km/h.
Rev. 02
01/2014
Pag. 6
18-Montagem mecânica
a - Chassi principal:
Fornecido montado conforme a imagem abaixo.
b - Suporte auxiliar de montagem:
Fornecido conforme a imagem abaixo, possui a função de auxiliar na montagem do
conjunto aerogerador no solo para posterior içamento. Para isso, é preciso fixá-lo à uma
estrutura sólida como uma bancada, muro de concreto, poste de cerca, etc... Tomar
cuidado para que haja uma altura suficiente para montar as três pás sem que as mesmas
toquem o solo.
Rev. 02
01/2014
Pag. 7
c – Montagem das pás:
São três pás com o suporte fornecido pré-montado conforme imagem abaixo:
A montagem da pá ao spiner do aerogerador pode ser feita em solo se o conjunto for içado,
ou com auxilio de andaimes com o aerogerador já posicionado sobre o mastro.
Posição correta da pá com o spiner
(Ressaltos alinhados)
4 Parafusos M8 x 25mm com
porca torque (Aço 8.8 zincado)
SPINER
LEME
d – Montagem do leme:
Faça a montagem do leme encaixando o mesmo no recorte existente no corpo conforme
figura acima: Os parafusos são fornecidos já pré-montados ao corpo.
Rev. 02
01/2014
Pag. 8
e – Montagem do aerogerador ao mastro
Após as pré-montagens, e com o mastro instalado, o chassi principal deve ser instalado no
topo do mesmo. Usando andaime, leve o chassi (sem as pás) até o topo e encaixe a
abraçadeira conforme a foto. Usando munck, prenda a cinta de elevação no orifício do
corpo acima do eixo da abraçadeira e levante o aerogerador (com as pás) até o topo.
Aperte firmemente os parafusos da abraçadeira para ajustar ao diâmetro do tubo. Conecte
o chicote de 3 fios ao cabo instalado no mastro anteriormente. Isole bem cada fase com fita
isolante, evitando curtos circuitos. Tome cuidado para acomodar os fios de forma que
desçam por dentro do mastro sem serem danificados.
Detalhe da abraçadeira
Atenção: no caso de finalizar a montagem mecânica e não efetuar imediatamente a
montagem elétrica, conectar entre si os 3 fios do alternador , criando assim uma
frenagem eletromagnética induzida, protegendo o gerador de ventos extremos e
super rotação, que poderão causar danos mecânicos ou desprendimento dos imãs
do rotor.
19-Montagem elétrica
As Interligações elétricas no chassi principal, já são fornecidas prontas. O equipamento
deve ser conectado ao painel controlador de carga usando cabo PP 3x2,5 mm². O painel
deve ser instalado em local abrigado de intempéries, ao nível do solo para maior
acessibilidade.
O painel controlador de carga tem as seguintes funções:
-Retificar a corrente alternada gerada pelo alternador
-Estabilizar e reduzir a corrente contínua retificada
-Controlar a carga das baterias (no caso de uso das mesmas, para inversor grid tie não
necessita baterias)
-Proteger o gerador em caso de ventos extremos através da frenagem eletromagnética
Rev. 02
01/2014
Pag. 9
Na caixa elétrica estão disponíveis os seguintes cabos para conexão :



3 fios 2,5 mm² preto, vermelho e verde – entrada de corrente alternada - ligar aos
cabos que vem do gerador
3 fios 2,5 mm²preto, vermelho e verde – saída para o resistor de frenagem
eletromagnética. (Fornecido montado e conectado)
2 fios 4 mm² preto e azul – saída nominal 14Vcc para baterias ou inversor grid tie,
Preto = positivo , Azul = negativo
.
A placa do circuito eletrônico possui 4 leds de monitoramento :




Led Azul – indicativo da tensão retificada proveniente do gerador
Led Verde – Indicativo de consumo / saída de corrente para baterias ou grid tie em
andamento, baterias em carga.
Led Amarelo – Indicativo de baterias carregadas, o fornecimento de energia do
gerador para as mesmas é interrompido para evitar superaquecimento, nessa
condição o gerador pode automaticamente entrar em modo de frenagem, para evitar
rotação excessiva, conforme o regime de ventos.
Led Vermelho – indicativo de acionamento do resistor de frenagem – ventos
extremos ou tensão gerada excedente sem consumo.
Imagem da placa
3 Fios para
conexão do
aerogerador
NEGATIVO
SAÍDA
Fios para
conexão bateria
3 Fios para
conexão resistor
do freio
Rev. 02
POSITIVO
01/2014
Pag. 10
20-Manutenção periódica
 Após fortes tempestades ou ventanias, recomenda-se inspeção visual de segurança
de parafusos e fixações de peças.
 A cada dois anos realizar reaperto dos parafusos e engraçar os mancais do
alternador.
 Caso constatar existência de partes soltas ou ruídos incomuns de trabalho, realizar
imediatamente o reaperto, substituição de peças e/ou parafusos e o engraxe.
21- Problemas e eventuais soluções

Desbalanceamento: Vibrações na estrutura durante rajadas fortes de vento são
normais.

Ruído no alternador: Devido ao processo de resinagem do estator ser feito com fibra
de vidro e resina poliéster, os quais apresentam dilatações conforme temperatura e
umidade, o atrito entre ímãs e estator pode causar certo ruído e pequena frenagem do
rotor. Esta situação poderá ocorrer no início de operação do equipamento e deverá
normalizar-se em poucos dias.

Não esta gerando energia: No caso de dificuldades de geração, verifique se a tensão
gerada no alternador chega até a placa de controle (com o auxílio de um multímetro
com a chave seletora em corrente alternada, verifica a tensão entre cada uma das 3
fases). Havendo falta de tensão entre fases, verifique as conexões e contatos entre
alternador e conector rotativo.
Rev. 02
01/2014
Pag. 11
FRATELLI
Contato para suporte técnico
Av. Borges de Medeiros, nº 851
Santa Rosa - RS - Brasil
Fone: (55) 3512 5500
Fax: (55) 3511 1900
Email: diretoria@fratelli.ind.br
www.fratelli.ind.br
Rev. 02
01/2014
Pag. 12
Download

clique para baixar