Santa Cruz - Bolívia, 9 de outubro de 2011.
Benditas sejam
as mãos da Mãe
do Céu quando
descem para
acariciar nosso
rosto! Que
doçura, que
amor tão
grande!
Benditas sejam as
mãos das
parteiras, dos
cirurgiões, das
comadres, que
ajudam a tirar os
filhos do ventre da
mãe!
Benditas sejam as
mãos que
acariciam os
doentes lhes dando
medicamentos!
Benditas sejam as mãos que abrem as
portas das prisões levando à
liberdade!
Benditas sejam as mãos que abrem os canais
para que a água chegue aos prados e campos
para que o capim cresça e nossos irmãos
animais possam pastar!
Benditas sejam as mãos que
estão todos os dias plantando
nos arrozais. Também sejam
benditas as que plantam o
milho, o feijão e o trigo!
Bendito seja o pão que nasce desse trigo e que
alimenta os corpos impuros e, com sua
grandeza, com a alma tão grande, lhe tira as
camadas, como o trigo moído que sai de seus
despojos.
Benditas sejam as mãos
que cuidam dos jardins,
dos pomares, das
hortaliças; e também
sejam benditos os que
plantam as árvores, que
fornecem oxigênio a
esses pequenos seres
humanos! Seus frutos
são alimentos e
manjares que o homem
saboreia.
As mães alimentam
seus filhos, mas quem
pensa nas mãos que
produziram esses
alimentos tão ricos?
Benditas as mãos que todos os dias
têm que tirar a água dos poços no
deserto!
Benditas sejam as
mãos que pedem
esmolas! Os
monges de todas as
religiões que, com
seu sorriso, as
estendem para
receber arroz,
moedas ou
presentes…
E benditas sejam
minhas sementes
amadas que com suas
mãos, em 5 minutos
curam o corpo,
alimentam o espírito,
curam e orientam a
Alma para o Caminho
da Luz que amanhã
lhes sorrirá junto a
Deus.
Feliz domingo, minhas
sementes!
Apertemos nossas mãos,
façamos uma corrente com
todo o planeta, pois nossas
mãos são mãos divinas. Com
elas acariciamos,
cumprimentamos e com elas
recebemos sempre os Seres de
Luz e do Universo.
Feliz domingo, minhas sementes!
Na Bolívia, encontrei muitas mãos que
têm nome e sobrenome. Isso é para você,
Nilda, e para você, Verônica, que tanto
trabalham e tanto doam.
Também há muitíssimas mãos lindas que
ajudam esses seres de luz e que têm nome e
sobrenome. Que pena que, por motivos de
trabalho ou por esquecimento, não participem
muito mais. Jenny, Anita, animem-se! Dolly,
Ruth, Clarita linda e tantas mais…
Feliz Domingo!
Com todo o meu amor e com todo o meu
coração!
Download

Apresentação Santa Cruz Bolívia Domingo 09/10/2011