Confederação Brasileira de Basketball
Av. Rio Branco, nº 245 / 16º andar - Centro - Rio de Janeiro/RJ CEP: 20040-009
Fones: 55 21 2544 3193 I 2544 3316
Fax: 21 3544 1801
site: www.cbb.com.br
e-mail: cbb@cbb.com.br
NOTA OFICIAL N° 62/2015
Rio de Janeiro, 17 de abril de 2015.
ATOS DA PRESIDÊNCIA
O Presidente da Confederação Brasileira de Basketball no uso de suas atribuições estatutárias aprova a
seguinte programação, apresentada pelo Departamento Técnico para realização da Copa Brasil Nordeste –
Grupo II - 2015, em consonância com o Regulamento da Copa Brasil e Supercopa Brasil 2015.
COPA BRASIL NORDESTE – GRUPO II - 2015
GRUPO II – Paraíba, Pernambuco e Rio Grande do Norte
Local: Natal / RN
Período: 22 a 24 de maio
Ginásio: IFRN
Coordenadores: Eduardo José Pereira Schafer – Federação Paraibana de Basketball
Alex dos Santos Oliveira – CBB
Art. I Participantes:
A Copa Brasil Nordeste Grupo II terá a composição de 6 (equipes) dos estados da Paraíba, Pernambuco e Rio
Grande do Norte
a) Federação Norteriograndense de Basketball
América FC
ABC FC
AABB/APAB/RN
b) Federação Pernambucana de Basketball
Clube Náutico Capibaribe
c) Federação Paraibana de Basketball
FACISA
JASFA
Art. II Forma de Disputa:
A Copa Nordeste grupo 2 (PB, RN, PE) terá o seguinte formato de disputa, grupo A formado por Náutico-PE,
Jasfa – PB e AABB/APAB – RN, no grupo B cada grupo FACISA – PB, América – RN e ABC – RN, todos contra
todos dentro de seus respectivos grupos. O Campeão de cada grupo estarão classificados para o Final Four.
Art. III Critério de Classificação
As equipes deverão ser classificadas de acordo com seus registros de vitórias e derrotas, sendo 2 (dois)
pontos por cada jogo ganho, 1 (um) ponto por cada jogo perdido (incluindo os perdidos por número
insuficiente de jogadores) e 0 (zero) ponto para cada um jogo perdido por desistência.
Confederação Brasileira de Basketball
Av. Rio Branco, nº 245 / 16º andar - Centro - Rio de Janeiro/RJ CEP: 20040-009
Fones: 55 21 2544 3193 I 2544 3316
Fax: 21 3544 1801
site: www.cbb.com.br
e-mail: cbb@cbb.com.br
§ Primeiro - No caso de derrota por número insuficiente de atletas, se no momento do
encerramento do jogo por tal motivo a equipe com o efetivo reduzido estiver à frente no marcador,
o resultado será de 2 x 0 (dois x zero) para a equipe adversária. Se tal equipe estiver atrás no
marcador, entretanto, o placar será mantido.
§ Segundo - No caso de derrota por desistência, o placar será de 20 x 0 (vinte x zero) para a equipe
adversária.
§ Terceiro - Caso uma equipe não compareça até o prazo determinado pelas regras oficiais, a equipe
presente será declarada vencedora pela contagem de 20 x 0 (vinte x zero). A outra equipe não terá
nenhum ponto computado.
§ Quarto - Caso o não comparecimento seja das duas equipes não serão computados pontos para
nenhuma delas.
Art. IV Critério desempate
Em qualquer situação em que haja igualdade no número de pontos ganhos por duas ou mais equipes,
conforme previsto no Art. II deste anexo, a ordem de classificação será determinada, prioritariamente, pelo
confronto direto entre as equipes empatadas, considerando apenas os jogos entre elas, e de acordo com os
seguintes critérios de desempate, ordenados e sucessivos:
a) Maior número de pontos ganhos no confronto direto, de acordo com o previsto no Art. II deste
anexo, considerando apenas os jogos entre as equipes empatadas;
b) Maior cesta average no confronto direto, que é o resultado da divisão entre o número de pontos
marcados e o número de pontos sofridos, considerando apenas os placares finais dos jogos entre
as equipes empatadas.
§ Primeiro – Se ainda persistir o empate, a ordem de classificação será determinada pela maior cesta
average final, que é o resultado da divisão entre o número de pontos marcados e o número de pontos
sofridos, considerando os placares finais de todos os jogos de cada uma das equipes na fase em
questão.
§ Segundo – Se ainda persistir o empate, a ordem de classificação será determinada por sorteio. O
sorteio será realizado da seguinte forma:
a) Coloca-se o nome das equipes empatadas em um papel para cada nome, colocar de forma
dobrada estes papéis em um recipiente (não poderá ser transparente) o Presidente da
Federação sede deverá retirar do recipiente somente um dos papéis.
Art. V - Tabela de Jogos e calendário
Grupo II
DATA
DIA
N°
HORA
GRUPO
JOGOS
22/05
SEX
1
19:00
B
AMÉRICA (RN)
X
ABC (RN)
22/05
SEX
2
20:30
A
AABB/APAB (RN)
X
JASFA (PB)
Confederação Brasileira de Basketball
Av. Rio Branco, nº 245 / 16º andar - Centro - Rio de Janeiro/RJ CEP: 20040-009
Fones: 55 21 2544 3193 I 2544 3316
Fax: 21 3544 1801
site: www.cbb.com.br
e-mail: cbb@cbb.com.br
DATA
DIA
N°
HORA
GRUPO
JOGOS
23/05
SAB
3
14:30
A
NÁUTICO (PE)
23/05
SAB
4
16:00
B
ABC (RN)
DATA
DIA
N°
HORA
GRUPO
24/05
DOM
5
09:30
A
AABB/APAB (RN)
X
NÁUTICO (PE)
24/05
DOM
6
11:00
B
FACISA (PB)
X
AMÉRICA (RN)
X
JASFA (PB)
X
FACISA (PB)
JOGOS
Classificado para Supercopa Brasil 2015 – 1º lugar e 2º lugar do final four.
Art. VI Da Inscrição e condição de participação das equipes, jogadores e dirigentes:
Regulamento Copa Brasil e Supercopa – Masculino 2015.
Capitulo V e Artigos.
A) Prazo para inscrição Copa Nordeste Grupo II – 12 atletas:
Até 48 horas antes da primeira partida, para o final four, não é permitido inclusão de novos atletas.
Art. VII Das Responsabilidades das Sedes:
Regulamento Copa Brasil e Supercopa – Masculino 2015
7.1 Despesas dos Clubes e Federação sede:
a) Taxa de arbitragem
b) Premiação da Competição
Art. VIII – Das Arbitragens:
Na Copa Brasil Nordeste – Grupo II – Fase Regional, as arbitragens obedecerão às escalas das Federações,
Compõe a arbitragem dos Jogos:
- 3 (três) Árbitros, 3 (três) Oficiais de Mesa
Regulamento Copa Brasil e Supercopa Brasil – Masculino 2015.
Custo por jogo: R$ 150,00 por jogo (a ser dividido entre as equipes)
Art. IX – Situações Disciplinares
Competência da Justiça Desportiva - CBB
Regulamento Copa Brasil e Supercopa Brasil – Masculino 2015
Art. X – Bolas
Regulamento Copa Brasil e Supercopa Brasil – Masculino 2015
A bola utilizada deverá ser a bola da sede, que deverá colocar à disposição das equipes visitantes, para
treinamento, um mínimo de 06 (seis) e manter 03 (três) bolas novas para o jogo.
Art. XI – Casos Omissos
Aplica-se o Regulamento da Copa Brasil e Supercopa Brasil – Masculino 2015
Download

Nota Oficial - Confederação Brasileira de Basketball #CBB