PADRÕES DE QUALIDADE E
AVALIAÇÃO EM EaD
Mara Regina Lemes De Sordi
UNICAMP
É POSSÍVEL BEM AVALIAR, SEM QUE SE
TENHA CLARA A CONCEPÇÃO DE
QUALIDADE?
Do PRESENCIAL à EaD
•
•
•
•
O que não pode mudar?
O que precisa mudar?
O que não se sabe mudar?
O que mudando, pode não mudar?
Os limites do ensino presencial
hegemônico
•
•
•
•
Centrado no professor
Trabalho pedagógico fragmentado
Utilitarismo no trato dos conteúdos
Rigidez nos/dos tempos , espaços, conteúdos e
nas relações intersubjetivas
• Avaliação como controle (produto-centrada)
• Lógica da meritocracia
As ciladas da educação presencial
• Qualidade mercadológica e promessa de
inclusão no mundo do trabalho
(performatividade/ empregabilidade)
• Conflito entre formar e instruir ( eficácia
instrumental)
• Conflito entre quantidade e qualidade
• Discurso de inovação
Os desafios da EaD
reprodução ou transformação?
• Ampliação do acesso à educação formal
com qualidade ( NÃO PODE MUDAR)
• Acesso a que tipo de educação? A que
projeto pedagógico? A que concepção de
qualidade? ( DEVE MUDAR)
• Inovação de forma e conteúdo ( NÃO SE
SABE MUDAR)
• Reprodução de lógicas do ensino
presencial ( MUDAR SEM MUDAR)
O DESAFIO da MUDANÇA
Hora de mudar
Miró sentia a mão direita
demasiado sábia
e que de saber tanto já não podia
inventar nada
.
Quis então que desaprendesse
o muito que aprendera ,
a fim de reencontrar
a linha ainda fresca da esquerda.
Pois que ela não pôde, ele pôs-se
a desenhar com esta
até que , se operando,
no braço direito ele a enxerta.
A esquerda( se não se é canhoto)
é mão sem habilidade :
reaprende a cada linha,
cada instante, a recomeçar-se
O SIM CONTRA O SIM
João Cabral de Melo Neto 1997
Qualidade em EaD
A FORÇA DE UM PROJETO
A natureza do trabalho pedagógico
•
•
•
•
•
Autonomia ou submissão?
Liberdade ou controle?
Tecnologia como meio ou fim?
Centrada no tutor? Aluno/ Grupo/TUTOR
Avaliação da aprendizagem ou Avaliação para
a aprendizagem ?
• Ensino ou educação?
FORMAÇÃO DOCENTE EM
EDUCAÇÃO PROFISSIONAL
TÉCNICA NA ÁREA DE SAUDE
• DO DISCURSO À AÇÃO
• A AVALIAÇÃO COMO REVELADORA
DAS POTÊNCIAS E FRAGILIDADES DO
PROJETO PILOTO
INDICADORES DE QUALIDADE
DO PROJETO DO CURSO
QUALIDADE SOCIAL
COMPETÊNCIA COLETIVA
RELAÇÃO TEORIA/PRÁTICA
SOLIDARIEDADE
INTENÇÃO
TRANSFORMADORA
AUTO ORGANIZAÇÃO
AVALI@ÇÃO
• O TRABALHO PEDAGÓGICO
• AS MEDIAÇÕES DA TUTORIA
• AS RELAÇÕES INTERPESSOAIS
• O AMBIENTE DE APRENDIZAGEM COLABORATIVA
• A AVALIAÇÃO DAS APRENDIZAGENS
EDUCAÇÃO a DISTÂNCIA
POSSIBILIDADE AMBIDESTRA?
Preferirá a destreza da mão
direita que, de tão destra e
sábia se transformou
sinistramente num fator de
puro hábito, ajustamento e
domesticação ou
permitirá o discrepar,
aparentemente mais
descentrado, desajeitado e
algo inábil , de uma mão
esquerda que , menos
sábia e competente, se
assume mais livre e curiosa
para aprender?
(LIMA,2007)
Obrigada!
maradesordi@uol.com.br
Download

Decisões pedagógicas reveladoras da qualidade social da