Maggy Barankitse
O projeto começou
quando Maggy assistiu
cenas de violência e
morte. Isso mexeu com
ela!
Por isso, quando teve a
oportunidade resolveu
dar às crianças o que ela
não teve: PAIS.
Por isso criou a Maison
Shalom,
um
lugar
especial onde as crianças
VIVEM!
Lá, Maggy ajuda os que já deixaram de
ser crianças a terem uma profissão!
Funciona uma mecânica, onde os rapazes
podem trabalhar e receberem seu
próprio dinheiro!
Também está
sendo de grande
ajuda a Padaria
sustentada pelos
próprios
habitantes de
Maison Shalom,
onde moças e
rapazes
alimentam e
ganham seu
sustento.
Há preocupação
com a saúde das
crianças também.
Todos são atendidos
pelo hospital de
Maison Shalom, e lá
estão
despreocupados com
qualquer mal à
saúde! Realmente há
um bom suporte
neste local.
Maggy dá a todos muitas coisas.
Não se preocupa em receber de volta!
Faz jus à frase:
“Há mais felicidade em dar do que em
receber...”
O mais interessante é que ela também fica
feliz quando recebe em troca a expressão
de felicidade de cada pessoa!
No que ela ajuda as crianças e adultos?
...
Acima de tudo, Maggy provê às
crianças o AMOR, CARINHO e
FELICIDADE! Diz a elas que o futuro
pode e VAI ser melhor!
É claro que o esforço é grande, mas
o sorriso no rosto de cada criança é
muito maior!
Maggy lutou para que nenhuma
delas sofresse o quanto ela sofreu
na perda de pessoas importantes...
Maggy acreditou que os sonhos de
criança podem acontecer e ela com
a ajuda de todos FAZ ACONTECER!
O voto não precisa ser pela sua
emoção... Não precisa ser pelo que
você viu e ouviu... O voto tem que
ser o que você realmente entendeu
e decidiu.
Hoje Maggy está lá, esperando
nossa decisão...
Está ansiosa para ver que o mundo
entendeu seu projeto, que se
comoveu junto com ela ao ver que
AINDA HOJE, NOS NOSSOS DIAS,
tem crianças sendo mortas a troco
de nada. Sendo violentadas e
espancadas como cães... Já
imaginou seu filho assim?
Maggy adotou todos como FILHOS!
Crê nisso? Mostre assim como ela!
Nosso objetivo foi mostrar à vocês
a pura realidade. Mas há dois
caminhos. Podemos optar por fazer
o bem, e este é um dos únicos
caminhos, OU, achar que não vale
tanto quanto parece e continuar
assistindo as fortes cenas de morte
e pânico.
A decisão cabe SOMENTE À VOCÊ!
Obrigado.
1° ano A:
Carlos
Daisy
Jéssica
Joyce
Mariane
Maria Anita
Silmara
Projeto Maggy Barankitse – História.
Download

Slide 1