Alessandro Teixeira
Presidente
Perspectivas de Crescimento Mundial
Previsão de Crescimento do PIB do MERCOSUL pode
chegar a 5,8% em 2010
11,3%
9,7%
8,3%
7,8%
8,1%
6,0%
5,7%
5,1%
4,9%
3,3%
3,1%
2,6%
1,2%
0,3%
2007
Mundo
2008
Economias Avançadas
Fonte: FMI. Elaboração Apex-Brasil.
-2,0%
-3,0%
2009
União Europeia
7,0%
5,8%
3,0%
1,7%
Previsão 2010
Economias Emergentes
MERCOSUL
Perspectivas de Crescimento Mundial
Previsão do Crescimento do Consumo Privado
Países Selecionados
9,0% 9,2%
4,2% 4,3%
2,7% 2,5%
1,2% 1,2%
0,2%
China
Brasil
México
Previsão 2010
Fonte: FMI. Elaboração Apex-Brasil.
Estados Unidos
Previsão 2011
0,7%
Alemanha
Perspectivas de Crescimento Mundial
Deterioração do Comércio Mundial em 2009 e
recuperação em 2010
11,4%
10,4%
7,8%
6,5% 5,9%
8,6% 8,9%
7,1%
7,9% 8,2%
6,5% 6,5%
2,4% 2,3%
2003
2004
2005
2006
2007
2008
2009
2010*
Volume Importado
Volume Exportado
-11,9% -11,8%
* Previsão
Fonte: FMI. Elaboração Apex-Brasil.
Perspectivas de Crescimento Mundial
Exportações voltam a crescer em 2010
Economias Emergentes “puxadas” pela China
14,0%
11,5%
10,7%
9,0%
8,6%
9,5%
5,7%
8,7%
8,1%8,5%
5,3%
3,9%
3,9%
1,5%
2003
2004
2005
2006
2007
2008
2009
2010*
Economias Avançadas
Economias Emergentes e
em Desenvolvimento
-9,1%
-13,5%
Fonte: FMI. Elaboração Apex-Brasil.
* Previsão
Perspectivas de Crescimento Mundial
Ranking dos maiores países exportadores - 2009
(US$ Bilhões)
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
China
Alemanha
Estados Unidos
Japão
Holanda
França
Itália
Bélgica
Coréia do Sul
Reino Unido
Hong Kong
Canadá
Cingapura
Rússia
México
Espanha
Taiwan
Suíça
Malásia
Austrália
Brasil
$1.202,05
$1.127,09
$1.056,93
$580,47
$499,02
$484,52
$404,74
$369,99
$363,53
$352,67
$329,74
$316,76
$269,91
$233,94
$229,62
$218,77
$193,82
$172,90
$157,53
$154,45
$152,99
Fonte: GTIS. Elaboração Apex-Brasil.
Perspectivas de Crescimento Mundial
Exportações Brasileiras devem chegar a
US$ 168 Bilhões em 2010
Crescimento médio no 1º T/2010: 18,0 ao mês
$15,7
$14,5
$11,8
$9,8
$12,3
$12,0
$9,6
Fonte: Mdic. Elaboração Apex-Brasil.
$14,1 $13,8 $13,9 $14,1
$14,5
$12,7
$11,3
$12,2
$15,2
Fluxo de IED no Brasil em 2009
Participação dos principais países no total do IED no Brasil em 2009
Holanda
Estados Unidos
Espanha
18%
2%
21%
Alemanha
3%
França
4%
Japão
15%
Canadá
6%
4%
8%
11%
Evolução do IED no Brasil (US$ Bilhões)
Reino Unido
8%
US$43,8
Chile
$40,0
US$37,0
Austrália
US$33,7
Outros
Dados do FMI mostram um
aumento da participação do
Brasil no total dos fluxos de IED
para economias emergentes:
US$31,5
US$22,2
US$20,3 US$21,5
US$12,9
2003: 8,7%
2009: 11,5%
2003
Fonte: BACEN. Elaboração Apex-Brasil.
2004
2005
2006
2007
2008
2009
Previsão Previsão
2010
2011
Comércio MERCOSUL – União Européia
Comércio se amplia significativamente a partir de 2003
120,0
US$ Bilhões
100,0
US$81,7 bi
80,0
60,0
US$ 45,1 bi
40,0
US$ 36,6 bi
20,0
0,0
2002
2003
2004
Corrente de Comércio
Fonte: Mdic. Elaboração Apex-Brasil.
2005
2006
Exportações
2007
Importações
2008
2009
Exportações do MERCOSUL para a União Européia
Principais Setores Exportadores do MERCOSUL para União Europeia
Taxa de crescimento média anual
32,1%
Alimentos e Bebidas
Agricultura, Pecuária e Serviços Relacionados
19,6%
Fabricação de Produtos Químicos
7,0%
Metalurgia Básica
6,6%
Extração de Minerais Metálicos
Fabr. de Outros Equipamentos de Transporte
6,2%
3,9%
Fabricação de Celulose, Papel e Produtos de …
3,5%
Fabr.de Veículos, Reboques e Carrocerias
3,4%
Outros
Fonte: Mdic. Elaboração Apex-Brasil.
2,9%
Essas exportações
reprsentaram 1,03% do
total das importações
da União Europeia em
2009
Exportações do MERCOSUL para a União Européia
Exportações do MERCOSUL para União Europeia por
Intensidade Tecnológica - Participação em 2009
Produtos Primários
4,7%
5,4%
0,2%
Produtos Intensivos em Recursos
Naturais
7,5%
8,1%
34,8%
Manufaturados Intensivos em
Trabalho
Manufaturados Intensivos em
Economias de Escala
39,3%
Manufaturados Produzidos por
Fornecedores Especializados
Manufaturados Intensivos em P&D
Não Classificados
Fonte: Mdic. Elaboração Apex-Brasil.
Cooperação Brasil – União Européia
Projeto de Apoio à Inserção Internacional
de Pequenas e Médias Empresas
Brasileiras – PAIIPME.
 Contribuir para a inserção competitiva do Brasil na
economia mundial e, em especial, reforçar os laços
econômicos e comerciais com a União Européia
 Em parceria com 29 instituições brasileiras, públicas e
privadas
 Orçamento global de €44 milhões
 Atendendo cerca de 700 pequenas e médias empresas
brasileiras (PME)
Cooperação da Apex-Brasil com o ICEX
 REDIBERO foi criada em 1999 em Madri: 22 Países da
América Latina, Espanha e Portugal.
 Apex-Brasil preside a REDIBERO no biênio 2009-11
Cooperação no âmbito da WAIPA
 A WAIPA foi criada em 1995 e conta com 249 agências de
157 Países. Desde 2008, é presidida pela Apex-Brasil
Cooperação muito forte entre agências européias e latinoamericanas
Espanha e Brasil lideram iniciativas de
promoção de imagem regional
 Invest in Spain encabeça a iniciativa
“WHY EUROPE?” no âmbito da WAIPA
 Apex-Brasil e ProsperAr à frente das
ações bem sucedidas do “WHY
SOUTH AMERICA?”
Facilitação do comércio com a UE
Estratégia regional para o manejo e
comércio de produtos químicos
 Realização Apex-Brasil e BID
 MERCOSUL mais Chile
 Desenvolver uma estratégia para a
implementação do SGH
 Desenvolver uma estratégia para registro de
produtos no REACH
 Desenvolvimento de uma estratégia para o
fortalecimento de laboratórios
Download

FMI. Elaboração Apex-Brasil. Perspectivas de Crescimento Mundial