Transformações na Indústria
Mundial do Gás Natural
Melissa Cristina P. P. Mathias
Economista e estudante de doutorado do Programa de
Planejamento Energético da COPPE/UFRJ
VIII Semana da Economia
14 de agosto de 2007
Sumário da Apresentação
 Indústria mundial de energia
 Indústria mundial de gás natural
 Reservas e mercados
 Evolução Histórica
 Transformações Recentes
 Indústria de gás natural na América
do Sul e Caribe
 Impactos sobre o Brasil
VIII Semana da Economia
14 de agosto de 2007
Sumário da Apresentação
 Indústria mundial de energia
 Indústria mundial de gás natural
 Reservas e mercados
 Evolução Histórica
 Transformações Recentes
 Indústria de gás natural na América
do Sul e Caribe
 Impactos sobre o Brasil
VIII Semana da Economia
14 de agosto de 2007
Consumo Mundial de Energia
Primária
MILHÕES DE BARRIS DE ÓLEO
EQUIVALENTE (Mboe) POR DIA
200
160
Nuclear e Hidro
Gás Natural
120
Óleo
Carvão
80
Outros
40
20
00
90
80
70
60
50
40
30
20
10
19
00
90
80
70
18
60
0
FONTE: AIE - Agência Internacional de Energia
VIII Semana da Economia
14 de agosto de 2007
Consumo Mundial de Energia
Primária - Perspectivas
Fonte: Agência Internacional de Energia
VIII Semana da Economia
14 de agosto de 2007
Sumário da Apresentação
 Indústria mundial de energia
 Indústria mundial de gás natural
 Reservas e mercados
 Evolução Histórica
 Transformações Recentes
 Indústria de gás natural na América
do Sul e Caribe
 Impactos sobre o Brasil
VIII Semana da Economia
14 de agosto de 2007
A Indústria de Gás Natural
- Reservas
 Dispersão desigual das reservas
• Concentração
das reservas no
Oriente Médio e
na Rússia.
Fonte: Agência Internacional de Energia
VIII Semana da Economia
14 de agosto de 2007
• Reservas
mundiais de Gás
Natural (1.129
bilhão boe)
equivalem a
95% das de
Petróleo (1.188
bilhão boe).
A Indústria de Gás Natural
- Reservas, Produção e Mercados
 Dispersão de reservas e mercados
VIII Semana da Economia
14 de agosto de 2007
Sumário da Apresentação
 Indústria mundial de energia
 Indústria mundial de gás natural
 Reservas e mercados
 Evolução Histórica
 Transformações Recentes
 Indústria de gás natural na América
do Sul e Caribe
 Impactos sobre o Brasil
VIII Semana da Economia
14 de agosto de 2007
A Indústria de Gás Natural
- Estrutura da Indústria
 Indústria de Rede
 Atividades distintas, mas interligadas e
dependentes umas das outras –
presença de uma rede física
 Necessidade de ativos específicos para a
realização do transporte/transmissão
 Integração vertical
VIII Semana da Economia
14 de agosto de 2007
A Indústria de Gás Natural
- Estrutura da Cadeia
VIII Semana da Economia
14 de agosto de 2007
Histórico da Indústria de Gás
Natural
 Desenvolveu-se regionalmente, em função
dos custos associados à atividade de
transporte;
 Contratos bilaterais;
 Contratação de longo prazo;
 Rígidas cláusulas contratuais para a
garantia dos investimentos;
 A expansão do comércio internacional de
gás natural se deu por meio da construção
de gasodutos de transporte.
VIII Semana da Economia
14 de agosto de 2007
A Indústria de Gás Natural
- Comércio Internacional
Fonte: Kim (2006)
VIII Semana da Economia
14 de agosto de 2007
Precificação do Gás Natural:
Lógica Diferenciada por Mercado
 EUA e Reino Unido – preço definido por meio
da competição gás-gás e pela relação entre
oferta e demanda do energético;
 Europa – contratos de longo prazo com preços
indexados aos preços dos energéticos
substitutos ao gás natural (netback); os
contratos possuem cláusulas que prevêem a
renegociação periódica de preços do gás
natural para ajustá-los ao preço do óleo;
 Ásia – indexação dos preços do gás natural a
uma cesta de óleo (Japanese Crude Cocktail);
VIII Semana da Economia
14 de agosto de 2007
Sumário da Apresentação
 Indústria mundial de energia
 Indústria mundial de gás natural
 Reservas e mercados
 Evolução Histórica
 Transformações Recentes
 Indústria de gás natural na América
do Sul e Caribe
 Impactos sobre o Brasil
VIII Semana da Economia
14 de agosto de 2007
O Gás Natural Liquefeito (GNL)
 Tecnologia que permite o transporte do gás
natural a longas distâncias, em navios;
 Liquefação - o gás é transformado do estado gasoso
para o líquido a uma temperatura de – 160ºC
 Transporte – ocorre em navios especiais chamados
navios metaneiros
 Regaseificação – o GNL é transformado para o estado
gasoso e injetado nas redes de distribuição
convencionais
 Já existe desde a década de 60, mas era pouco
utilizado em função dos elevados custos.
VIII Semana da Economia
14 de agosto de 2007
A Indústria de Gás Natural
- Inovações Tecnológicas
O processo reduz o volume em 600 vezes permitindo o transporte de
grandes quantidades do produto, em navios, para longas distâncias
(1 m³ GNL = 600 m³ GN)
1 m3 de GNL
m3
600
de
Gás Natural
VIII Semana da Economia
14 de agosto de 2007
Liquefação
Cadeia do GNL
VIII Semana da Economia
14 de agosto de 2007
Evolução da Indústria Gasífera:
Transformações Recentes
 Inovações Tecnológicas
 Maior capacidade dos navios
 Maior capacidade na liquefação
 Possibilidade da regaseificação
embarcada
 Redução na especificidade dos ativos de
transporte
 Maior flexibilidade na comercialização
 Aumento na competição entre ofertantes
VIII Semana da Economia
14 de agosto de 2007
Evolução da Indústria Gasífera:
Transformações Recentes
 Inovações Mercadológicas
 Flexibilização dos termos contratuais
 Crescimento do mercado spot de GNL
 Maior volatilidade dos preços no spot
 Aumento da flexibilidade para produtores e
consumidores
 Contratos mais flexíveis
 Inovações financeiras para a proteção
contra as volatilidades
VIII Semana da Economia
14 de agosto de 2007
Momento Atual e Perspectivas
 Crescimento do consumo de gás natural;
 Aumento do comércio internacional do
energético;
 Redução de custos no transporte de GNL;
 Busca pela flexibilidade por parte de produtores e
consumidores;
 Preocupação com a garantia de suprimento;
 Incerteza com relação ao fornecimento de países
vizinhos;
 Reservas cada vez mais distantes dos centros de
consumo;
 A indústria do GN tende a se globalizar.
VIII Semana da Economia
14 de agosto de 2007
A Indústria de Gás Natural
- Comércio Internacional: Perspectivas
Fonte: Kim (2006)
VIII Semana da Economia
14 de agosto de 2007
A Indústria de Gás Natural
- Comércio Internacional: Perspectivas
Posição estratégica do Oriente Médio e do Norte da África
Fonte: Agência Internacional de Energia
VIII Semana da Economia
14 de agosto de 2007
Conclusões
 Quanto maior a entrada de agentes no
mercado, maior seu dinamismo e,
conseqüentemente, maior a tendência à
flexibilização;
 Existe possibilidade de arbitragem, em
especial na Bacia do Atlântico;
 Esta possibilidade tende a reduzir a
divergência de preços e de condições de
comercialização entre mercados;
VIII Semana da Economia
14 de agosto de 2007
Sumário da Apresentação
 Indústria mundial de energia
 Indústria mundial de gás natural
 Reservas e mercados
 Evolução Histórica
 Transformações Recentes
 Indústria de gás natural na América
do Sul e Caribe
 Impactos sobre o Brasil
VIII Semana da Economia
14 de agosto de 2007
O Gás Natural na
América do Sul e Caribe
VIII Semana da Economia
14 de agosto de 2007
Principais bacias gasíferas da
América do Sul e Caribe
 Destaque para:




Fonte: IEA
VIII Semana da Economia
14 de agosto de 2007
Argentina
Bolívia
Brasil
Venezuela
 As principais bacias
gasíferas brasileiras
estão localizadas
próximas aos principais
mercados
Reservas e produção de gás
natural na América do Sul e Caribe
 Destaques para:
 Venezuela
 Trinidad e Tobago
 Bolívia
Fonte: IEA
VIII Semana da Economia
14 de agosto de 2007
Infra-estrutura de transporte de
gás natural na América do Sul
 Conexões:




Fonte: IEA
VIII Semana da Economia
14 de agosto de 2007
Venezuela-Colômbia
Argentina-Bolívia
Argentina-Chile
Bolívia-Brasil
Infra-estrutura no Brasil –
Gasoduto Bolívia-Brasil
Rio Grande
Corumbá
Belo Horizonte
Campo Grande
32”
Campinas
24”
LEGENDA:
Trecho em Operação - GTB
Trecho em Operação - TBG
Transpetro
20”
Uruguaiana
São Paulo
Curitiba
18/16”
Rosário
24”
Rio de
Janeiro
Bacia de
Santos
Bacia de
Campos
Florianópolis
Porto Alegre
Trecho Norte: 1418Km
Trecho Sul : 1165Km
Total
: 2583Km
Fonte: Petrobras
VIII Semana da Economia
14 de agosto de 2007
Infra-estrutura no Brasil –
Gasoduto Lateral-Cuiabá
Cácere
s
San
Matías
Roboré
B
R
A
S
I
L
Lateral Cuiabá
Gasoduto Bolívia-Brasil
Gasodutos em Operação
VIII Semana da Economia
14 de agosto de 2007
Infra-estrutura no Brasil –
Gasoduto Uruguaiana-POA
Paso de
Los Libres
ARGENTINA
Santa
S. Vicente Maria
Uruguaianado Sul
440 Km
24”
Alegrete
Santa Fé
Gasoduto
Norte
24”
615 Km
24”
BRASIL
16”
Santa
Canoas
Cruz do Sul
Porto Alegre
Cachoeira
do Sul
Aldeia
Brasileira
URUGUAI
Rosário
Gasoduto
Centro-Oeste
30”
30”
Colônia del
Sacramento
Montevideo
Buenos Aires
Fonte:Gaspetro
VIII Semana da Economia
14 de agosto de 2007
A Situação do Brasil
 Consumo atual de aproximadamente
54 milhões de m3/dia
 Importa diariamente da Bolívia aproximadamente
25,5 milhões de m3 (98% das importações)
 Importa diariamente da Argentina
aproximadamente 0,5 milhão de m3
(2% das importações)
Forte dependência das importações
(48% do consumo total)
Forte dependência da importação de um único país
VIII Semana da Economia
14 de agosto de 2007
Infra-estrutura de transporte de
gás natural na América do Sul
 Perspectivas de Investimento
em Plantas de GNL:
 Liquefação
 Peru
 ? – Bolívia busca uma saída
para o mar
 Regaseificação
Fonte: IEA
VIII Semana da Economia
14 de agosto de 2007
 Brasil
 Baía de Guanabara (RJ)
 Pecém (CE)
 Chile
 ? – Argentina
Terminais de Regaseificação
(REGAS) no Brasil
Fonte: Petrobras
VIII Semana da Economia
14 de agosto de 2007
Terminais de REGAS no Brasil
Baía de Guanabara (RJ)
VIII Semana da Economia
14 de agosto de 2007
Terminais de REGAS no Brasil
Pecém (CE)
VIII Semana da Economia
14 de agosto de 2007
“Grande Gasoduto do Sul”
 Gasoduto de 8 mil km,
ligando as reservas da
Venezuela à Argentina,
passando pelo Brasil e
pelo Uruguai
 Investimento de US$25bi
VIII Semana da Economia
14 de agosto de 2007
Geopolítica Regional
 Argentina em crise energética
 Diminuição do envio de gás natural da
Argentina para o Chile
 Baixo investimento no E&P da Argentina e
da Bolívia
 Bolívia sem saída para o mar
 Venezuela como importante parceiro para
investimentos em energia
 A maior parte do gás natural é associado
 Possível entrada da Venezuela no Mercosul
VIII Semana da Economia
14 de agosto de 2007
Geopolítica Regional
 Principais países exportadores
(Venezuela, Bolívia, Peru) buscam
mercados
 Principais países importadores
(Argentina, Brasil, Chile) buscam
diversificar suas fontes de suprimento
A integração pode se dar por meio de um novo
modelo: o comércio de GNL
VIII Semana da Economia
14 de agosto de 2007
Sumário da Apresentação
 Indústria mundial de energia
 Indústria mundial de gás natural
 Reservas e mercados
 Evolução Histórica
 Transformações Recentes
 Indústria de gás natural na América
do Sul e Caribe
 Impactos sobre o Brasil
VIII Semana da Economia
14 de agosto de 2007
Impactos sobre o Brasil
 Menor dependência com relação a uma
única fonte de suprimento
 Maior flexibilidade para o atendimento da
demanda termelétrica
 Tendência à contratação de gás pelo “preço
internacional”
 gás importado por navios
 gás importado por gasodutos
 gás produzido no Brasil
VIII Semana da Economia
14 de agosto de 2007
Download

VIII Semana da Economia 14 de agosto de 2007