curriculum vitae
Ana Maria da Silva Monteiro
C. V. Ana Monteiro
curriculum vitae
Ana Maria da Silva Monteiro
1983 a 2005
-2-
C. V. Ana Monteiro
ÍNDICE
I – DADOS PESSOAIS ………………………………………………
5
II – FORMAÇÃO ACADÉMICA E COMPLEMENTAR ……………
1. Graus …………………………………………………………………
2. Cursos e estágios de especialização ………………………… ..
2.1. Cursos …………………………………………………………....
2.2. Estágios …………………………………………………………
6
6
7
7
8
III - ACTIVIDADE PROFISSIONAL ……………………….............
1. Cargos docentes …………………………………………………...
2. Cargos de gestão institucional ………………………………….
2.1. Actividades técnicas ……………………………………………
2.2. Administração ……………………………………………………
11
11
12
12
12
IV - ACTIVIDADE DOCENTE ………………………………………
1. Ensino ………………………………………………………………
1.1. Licenciatura – ISA ………………………………………..…..
1.2. Mestrado – ISA ………………………………………………...
1.3. Colaboração com Instituições de Ensino Superior .........
1.4. Cursos de Formação Profissional …………………………
2. Orientação de alunos .…
……………………………………………
2.1. Pós graduação …………………………………………………
2.1.1. Doutoramento ………………………………………………
14
14
14
17
17
18
21
21
21
-3-
C. V. Ana Monteiro
2.1.2. Mestrado .…………………………….……………………...
2.1.3. Estágios profissionais .……………………………………
2.2. Licenciatura ……………………………………………………..
3. Júris de provas académicas ……………………………………..
3.1. Doutoramento ………………………………………………
3.2. Mestrado ………………………………………………………
3.3. Licenciatura ……………………………………………………
4. Dispensa de serviço docente ......................................................
22
23
23
27
27
28
28
32
V - ACTIVIDADE CIENTÍFICA …………………………………....
1. Principais áreas de investigação ………………………………..
2. Projectos de investigação ………………………………………..
2.1. Projectos que coordenou ou coordena ……………………
2.2. Projectos em que participou ou participa …………………
3. Organização de eventos técnico-científicos ………………….
4. Participação em reuniões científicas …………………………..
5. Gestão de Sociedades Científicas ……………………………..
6. Outras actividades ………………………………………..……...
7. Actividades associativas ………………………………………..
8. Conferências e comunicações orais …………………………..
9. Painéis ………………………………………………………………
32
32
37
37
41
44
46
50
50
51
52
56
VII - PUBLICAÇÕES ………………………………………………….
1. Dissertações ………………………………………………………
2. Livros técnico-científicos ……………………………………….
3. Capítulos de livros ………………………………………………..
4. Revistas científicas ……………………………………………….
4.1. Internacionais e Estrangeiras ……………………………....
4.2. Nacionais …………………………………………………….....
5. Congressos com “referee” ……………………….…………….
6. Congressos sem “referee” ……………………………………..
7. Publicações didácticas ………………………………………….
8. Outras publicações ………………………………………………
9. Trabalhos técnicos e de consultadoria ……………………….
10.Relatórios relevantes e documentos mimeografados ……..
61
61
61
62
63
63
64
66
70
72
73
74
74
-4-
C. V. Ana Monteiro
I – DADOS PESSOAIS
Nome: Ana Maria da Silva Monteiro
Local e Data de Nascimento: Guarda, 15 de Novembro de 1956
Naturalidade: Souto Maior, Trancoso
Nacionalidade: Portuguesa
Filiação: António Maria Tomé Monteiro e
Maria Teresa Lopes da Silva
Estado Civil: Casada
-5-
C. V. Ana Monteiro
Descendência: Ana Teresa Monteiro Lopes
Morada: Rua do Juncal, nº 2, Cabeça Gorda,
2565-001 Campelos, Torres Vedras
Telef. 261 438 171 Telem. 918 845 993
e-mail: anamonteiro@isa.utl.pt
II – FORMAÇÃO ACADÉMICA E COMPLEMENTAR
1. Graus
Curso geral do Liceu, no Externato D. Dinis em Trancoso, prestando
provas no Liceu Nacional da Guarda, em 1973, com a média de 15
valores.
Curso complementar do Liceu, obtido no Liceu D. Filipa de
Lencastre, Lisboa, em 1975 com a média final de 14 valores.
Licenciatura em Engenharia Agronómica, especialidade em
Botânica e Fitopatologia, pelo Instituto Superior de Agronomia,
Universidade Técnica de Lisboa, em 30 de Julho de 1982, com a
média final de 14,4 valores.
-6-
C. V. Ana Monteiro
Mestrado em Produção Vegetal, pelo Instituto Superior de
Agronomia, Universidade Técnica de Lisboa, em 18 de Julho de 1989,
obtendo a qualificação de “Muito Bom”.
Doutoramento em Engenharia Agronómica, pelo Instituto Superior
de Agronomia, Universidade Técnica de Lisboa, em 29 de Setembro
de 1992, com “Distinção e Louvor”.
Agregação em Engenharia Agronómica, pelo Instituto Superior de
Agronomia, Universidade Técnica de Lisboa, em 7 de Janeiro de
2005.
2. Cursos e estágios de especialização
2.1. Cursos
Curso livre de Herbologia em 1980/81, ministrado no Instituto
Superior de Agronomia, Lisboa.
Curso de Alemão, de Outubro de 1982 a Fevereiro de 1983,
leccionado pelo Goethe-Institut, Prien am Chiemsee, Munique,
Alemanha, financiado por Deutsche Stiftung für Internationale
Entwicklung (DSE).
Curso de Inglês, em 1986/87, leccionado pelo British Council, no
Instituto Superior de Agronomia, completando o nível 9.
-7-
C. V. Ana Monteiro
Curso de Mestrado em Produção Vegetal, iniciado em 1985/86,
orientado pelo Departamento de Botânica do Instituto Superior de
Agronomia, terminando a parte escolar em 16 de Março de 1987.
Desenvolveu a dissertação de mestrado intitulada “Infestantes
aquáticas. Luta química e impacte ambiental” que defendeu em 18 de
Julho de 1989.
Curso avançado em "Weed Biology and Control for Mediterranean
Conditions" com uma duração de 90 horas, ministrado e subsidiado
pelo Instituto Agronómico Mediterrânico de Saragoça, de 28 de
Fevereiro a 16 de Março de 1990.
Curso sobre “Técnicas e Material de Aplicação de Produtos
Fitofarmacêuticos”, ministrado pelo Prof. G. A. Mattews do Imperial
College da Universidade de Londres, realizado no Instituto Superior
de Agronomia, de 9 a 13 de Outubro de 1995.
Seminário sobre Cartografia da Vegetação, organizado pela
Associação Lusitana de Fitossociologia (ALFA), realizado no Instituto
Superior de Agronomia, de 28 a 30 de Novembro de 1995.
I Curso Europeu de Fitossociologia Teórica e Aplicada, com uma
duração de 45 horas, organizado pela Escola Europeia de
Fitossociologia e Associação Lusitana de Fitossociologia, realizado no
Instituto Superior de Agronomia, de 4 a 9 de Novembro de 1996.
-8-
C. V. Ana Monteiro
Curso de Detecção de tóxicos ambientais por imunoensaio realizado
na Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade Nova de
Lisboa, em 18 de Novembro de 1997.
I Curso sobre "El uso de Herbicidas en la Agricultura Moderna",
com uma duração de 20 horas, organizado e ministrado pela
Universidade de Córdoba, e subsidiado pelo Programa de
Financiamento Plurianual do Centro de Botânica Aplicada à
Agricultura, de 14 a 16 de Abril de 1999.
2.2. Estágios
Durante a carreira escolar universitária (1976 a 1981) realizou
trabalhos experimentais sobre “A biologia e ecologia de infestantes”,
coordenados pela Doutora Lisete Caixinhas, no Gabinete de Botânica
do Instituto Superior de Agronomia, Lisboa.
Estágio de fim de curso na Direcção-Geral da Protecção da Produção
Agrícola (ex), Divisão de Infestantes, em Oeiras, sob a orientação do
Engº Agrónomo Virgílio Pereira Ramos, tendo estudado a
“Fitotoxicidade dos resíduos da atrazina em culturas
susceptíveis”, desde Outubro de 1981 a Julho de 1982. Apresentou o
relatório de actividades em 30 de Julho de 1982.
-9-
C. V. Ana Monteiro
Durante e após a realização do estágio curricular, participou também
no projecto de cooperação Luso-alemã “Investigação e Combate a
Infestantes”, tendo realizado ensaios de campo sobre “Persistência de
herbicidas residuais no solo” e “Ensaios biológicos em estufa e
laboratório”, na Direcção-Geral da Protecção da Produção Agrícola
(ex).
Estágio de pós-graduação na Universidade de Hohenheim, Estugarda,
de 3 de Março a 25 de Novembro de 1983, sobre “Técnicas e
métodos utilizados em ensaios biológicos no domínio da
Herbologia”. O estágio, subsidiado pelo Governo Alemão, inseriu-se
no projecto de Cooperação Luso-Alemão entre a Direcção-Geral de
Protecção da Produção Agrícola (ex) - Instituto Nacional de
Investigação Agrária e Extensão Rural e a Deutsche Gesellschaft für
Tecnhische Zusammenarbeit (GTZ) sobre "Investigação e combate a
infestantes".
Estágio na Universidade de Viena, Institut für Pflanzenphysiologie, de
12 de Agosto a 19 de Setembro de 1987, sobre “Métodos e técnicas
utilizados em macrófitos”, subsidiado pelo Banco Mundial.
Estágio na Universidade de Viena, também no Institut für
Pflanzenphysiologie, em Setembro de 1988, sobre “Metodologias de
análise de parâmetros químicos da água”, subsidiado pela
Fundação Calouste Gulbenkian.
Estágio na empresa ICI Agrochemicals, Bracknell, Reino Unido,
sobre “Técnicas de análise com herbicidas radioactivos”, em
- 10 -
C. V. Ana Monteiro
Novembro de 1990, subsidiado
pelo
Instituto
Nacional de
Investigação Científica.
Estágio na empresa ICI Agrochemicals, Bracknell, Reino Unido,
sobre “Metabolismo de herbicidas em plantas”, de 4 de Fevereiro a
30 de Julho de 1991 e de 12 de Novembro de 1991 a 15 de Janeiro de
1992, subsidiado pelo Instituto Nacional de Investigação Científica.
Estágio no Forschungsanstalt Geisenheim – Fachgebiet Weinbau,
Geisenheim, Wiesbaden, Alemanha, sobre “Sistemas de manutenção
do solo em vinha”, de 2 de Julho a 15 de Setembro de 2001,
subsidiado pela Fundação Calouste Gulbenkian.
III - ACTIVIDADE PROFISSIONAL
1. Cargos docentes
Após o estágio de pós-graduação na Universidade de Hohenheim,
Alemanha, a sua actividade profissional tem decorrido no Instituto
Superior de Agronomia, Universidade Técnica de Lisboa:
• Em 28 de Novembro de 1983, ocupa o lugar de Assistente
Estagiária do 1º Grupo de Disciplinas, mediante concurso
documental;
• Em 17 de Março de 1987, após conclusão da parte escolar do
mestrado em Produção Vegetal, ocupa o lugar de Assistente;
- 11 -
C. V. Ana Monteiro
• Em 29 de Setembro de 1992, tendo concluído o
doutoramento em Engenharia Agronómica, é promovida a Professora
Auxiliar;
• Em 29 de Novembro de 1997, é nomeada definitivamente
Professora Auxiliar do Instituto Superior de Agronomia,
Departamento de Protecção das Plantas e de Fitoecologia, Secção de
Fitoecologia e Herbologia.
• Em 7 de Janeiro de 2005, é nomeada definitivamente
Professora Auxiliar com Agregação do Instituto Superior de
Agronomia, Departamento de Protecção das Plantas e de Fitoecologia,
Secção de Fitoecologia e Herbologia.
2. Cargos de gestão institucional
2.1. Actividades técnicas
1992 a 1997 - Cooperou com elementos da Secção de Fitoecologia e
Herbologia no projecto de recuperação do Jardim Botânico da
Ajuda, em particular, na orientação de trabalhos científicos sobre
métodos e técnicas para obtenção de material vegetativo para
propagação de plantas ornamentais.
1996 a 2003 - Foi proposta pela Secção de Fitoecologia e Herbologia
e aceite pelo Conselho do Departamento de Protecção de Plantas
e Fitoecologia como responsável (Botanicae Magistra) do Index
- 12 -
C. V. Ana Monteiro
Sporarum et Seminum e do Banco de Sementes da Secção de
Fitoecologia e Herbologia. No ano de 2000 assumiu a
coordenação e a publicação dos Indices Seminum 2000 da
“Associación Ibero-Macaronésica de Jardins Botánicos”, que
incluiu 17 instituições.
2.2. Administração
1983 a 1993 - Colaborou com o Prof. Ilídio Moreira e outros colegas
da então Secção de Herbologia na elaboração do relatório anual
da 3ª linha de investigação do Centro de Botânica Aplicada à
Agricultura (CBAA), apresentado ao Instituto Nacional de
Investigação Científica (INIC); o relatório de contas da mesma
linha era da sua responsabilidade.
1993 a 2003 - Foi desenvolvido o mesmo tipo de actividade
relativamente ao Financiamento Plurianual da Junta Nacional de
Investigação Científica (JNICT), com excepção da parte relativa
às contas cuja gestão foi interrompida entre 1996 e 1999, ano em
que voltou a assumir responsabilidade financeira da linha
investigação, por delegação dos colegas.
1987 a 1996 - Membro do Conselho de Departamento de Botânica e
Engenharia Biológica, do Instituto Superior de Agronomia,
Universidade Técnica de Lisboa.
- 13 -
C. V. Ana Monteiro
1996 a 2003 - Membro do Conselho de Departamento de Protecção
das Plantas e Fitoecologia do Instituto Superior de Agronomia,
Universidade Técnica de Lisboa.
1994 a 1996 - Nomeada Secretária do Departamento de Botânica e
Engenharia Biológica, do Instituto Superior de Agronomia,
Universidade Técnica de Lisboa.
1999 a 2000 - Nomeada Secretária do Departamento de Protecção
das Plantas e Fitoecologia, do Instituto Superior de Agronomia,
Universidade Técnica de Lisboa.
2000 a 2002 - Por nomeação, assumiu as funções de Vice-Presidente
do Departamento de Protecção das Plantas e Fitoecologia, do
Instituto Superior de Agronomia, Universidade Técnica de
Lisboa.
IV - ACTIVIDADE DOCENTE
1. Ensino
1.1. Licenciatura - ISA
Com Coordenação
- 14 -
C. V. Ana Monteiro
Botânica, disciplina do 1º semestre, comum a todas as licenciaturas
do Instituto Superior de Agronomia. Leccionou as aulas teóricas de
Histologia e Anatomia Vegetal e a totalidade da matéria das aulas
práticas: 1994/1995 até ao presente. Coordenou: 1996/97.
Herbologia II, da Licenciatura em Engenharia Agronómica - Ramo
de Protecção das Plantas – (9º semestre). Leccionou parte das aulas
teóricas e práticas desde 1992/93 até 2002/03. Coordenou: desde
1995/96 até 2002/03, inclusive, ano em que a disciplina foi extinta.
Herbologia I, da Licenciatura em Engenharia Agronómica - Ramos
de Fitotecnia, Melhoramento, Protecção das Plantas, Economia
Agrária – (8º semestre). Leccionou parte das aulas teóricas e práticas
desde 1992/93 até 2001/02. Coordenou: 1997/98, 1999/00 e 2001/02,
ano em que a disciplina foi extinta.
Herbologia, da Licenciatura em Engenharia Agronómica - Ramos de
Fitotecnia, Melhoramento, Protecção das Plantas e Economia Agrária
- (6º semestre, Reforma 1999). No ano lectivo 2002/03 coordenou e
ministrou 90% das aulas teóricas e parte das turmas práticas.
2004/05 e 2005/06 - Herbologia, da Licenciatura em Engenharia
Agronómica - Ramo de Protecção das Plantas e Economia Agrária (8º
semestre). Coordenou e ministrou 100% das aulas teóricas e práticas.
Sem Coordenação
- 15 -
C. V. Ana Monteiro
Botânica Agrícola, disciplina do 1º semestre, comum a todas as
licenciaturas do Instituto Superior de Agronomia. Leccionou parte das
aulas práticas da disciplina: 1983/1984 até 1989/90.
Biologia, disciplina do 1º (ou 2º) semestre, comum a todas as
licenciaturas do Instituto Superior de Agronomia. Leccionou aulas
práticas e algumas teóricas no âmbito da Histologia: 1989/90 até
1997/98.
Botânica I, disciplina do 1º semestre, comum a todas as licenciaturas
do Instituto Superior de Agronomia. Leccionou aulas práticas e
teóricas relativas a Histologia e Anatomia Vegetal, desde 1990/1991
até 1998/99.
Botânica II, disciplina do 3º semestre, comum a todas as licenciaturas
do Instituto Superior de Agronomia. Leccionou parte das aulas
teóricas: 1992/93 e 1993/94.
Protecção Integrada I, da Licenciatura em Engenharia Agronómica
(Ramos de Fitotecnia, Melhoramento, Protecção das Plantas,
Economia Agrária) e da Licenciatura em Arquitectura Paisagista do
Instituto Superior de Agronomia. Ministrou algumas aulas teóricas:
1998/99 e 2001/02.
2000/01 a 2005/06 - Botânica, disciplina do 1º semestre, comum a
todas as licenciaturas do Instituto Superior de Agronomia. Leccionou
- 16 -
C. V. Ana Monteiro
as aulas teóricas relativas a Histologia e Anatomia Vegetal, e aulas
práticas sobre toda a matéria
2002/03 a 2005/06 - Princípios da Protecção das Plantas, da
Licenciatura em Engenharia do Ambiente (7º semestre). Leccionou as
aulas teóricas e práticas do módulo de Herbologia.
2002/04 a 2005/06 – Protecção de Plantas, da Licenciatura em
Engenharia Agronómica (6º semestre). Leccionou as aulas teóricas e
práticas do módulo de Herbologia.
2002/04 a 2005/06 – Protecção de Culturas I, da Licenciatura em
Engenharia Agronómica (8º semestre). Leccionou as aulas teóricas e
práticas do módulo de Herbologia.
2002/04 a 2005/06 – Protecção de Culturas II, da Licenciatura em
Engenharia Agronómica (9º semestre). Leccionou as aulas teóricas e
práticas do módulo de Herbologia.
1.2. Cursos de Mestrado
ISA - Introdução à Protecção Integrada do Curso de Mestrado em
Protecção Integrada, desde o ano lectivo de 1992/93. Colaboração, a
convite, em aulas teóricas sobre as principais infestantes das culturas
- 17 -
C. V. Ana Monteiro
agrícolas
e
florestais,
seus
prejuízos
e
métodos
de
luta,
designadamente gestão integrada de infestantes.
Universidade Agostinho Neto, Lubango, Angola – No Curso de
Mstrado em Agronomia e Recursos Naturais, ministrou o
módulo de Herbologia (30 horas) na Disciplina de Protecção de
Plantas, de 15 de Abril de 2004 a 25 de Abril de 2004.
1.3. Colaboração com Instituições de Ensino Superior
•
Escola Superior Agrária de Coimbra
No ano lectivo 1999/2000 leccionou aulas teóricas na disciplina de
Botânica dos Cursos de Licenciatura em Engenharia dos Recursos
Florestais e em Engenharia Agro-Pecuária e na disciplina de Biologia
II do Curso de Licenciatura em Engenharia do Ambiente, sobre
Histologia e Anatomia Vegetal, por convite do Instituto Politécnico de
Coimbra, Escola Superior Agrária.
•
Escola Superior Agrária de Beja
No ano lectivo 1999/2000 leccionou aulas teóricas na disciplina de
Herbologia, Licenciatura Agro-pecuária, Ramo Regadio, por convite
do Instituto Politécnico de Beja, Escola Superior Agrária.
- 18 -
C. V. Ana Monteiro
•
Instituto Nacional de Investigação e Desenvolvimento Agrário
(INIDA)/Centro de Formação Agrária de Cabo Verde
No ano lectivo 2000/2001 leccionou o módulo de Herbologia,
disciplina de Botânica Sistemática e Herbologia, Bacharelato em
Produção e Protecção das Culturas (4 semanas de aulas intensivas,
teóricas e práticas).
1.4. Seminários e Cursos de Formação Profissional
1987 Curso de Técnico Auxiliar de Laboratório – Opção de
Biologia – subsidiado pelo Fundo Social Europeu, Instituto
Superior de Agronomia - leccionou aulas teóricas e práticas no
domínio da Histologia e Anatomia Vegetal e Herbologia.
1988 Curso de Jardineiros especializados na recuperação e
conservação do Património Cultural Natural, subsidiado
pelo Fundo Social Europeu, Museu Nacional do Traje, Parque
do Monteiro-Mor, Lisboa - leccionou o módulo de Botânica,
14 horas.
2003 Mini curso de Jardinagem, 17 a 21 de Março, “Identificação e
controlo de Infestantes de Jardins”, leccionou o módulo de
- 19 -
C. V. Ana Monteiro
controlo de infestantes, organizado pelo Jardim Botânico da
Ajuda (ISA), Lisboa.
2003 Acção de divulgação, em 26 de Junho, relativa ao Projecto
AGRO 104 “Tecnologia Vitícola para vinhos de qualidade. Da
manutenção do solo à gestão da folhagem”, na Quinta de
Pancas, Alenquer, para técnicos de Protecção Integrada da
Agrocampestre, Arruda dos Vinhos, sobre “Enrelvamento da
Vinha” (3 horas).
2003 Acção de divulgação, em 25 de Julho, relativa ao Projecto
AGRO 113 “Gestão integrada do solo e da água para a Lezíria
Grande de Vila Franca de Xira (LGVFX)”, na Associação de
Beneficiários da LGVFX, para técnicos e agricultores sobre o
“Controlo de infestantes aquáticas” (1 hora).
2003 Acção de divulgação, em 27 de Outubro, relativa ao Projecto
AGRO 104 “Tecnologia Vitícola para vinhos de qualidade. Da
manutenção do solo à gestão da folhagem”, na Quinta de
Pancas, Alenquer, para técnicos e viticultores de Protecção
Integrada de São Mamede da Ventosa sobre “Enrelvamento
da Vinha” (3 horas).
2004 Acção de Formação dirigida a Agricultores e Técnicos, em 12 de
Fevereiro, relativa ao Projecto AGRO 113 “Gestão Integrada
- 20 -
C. V. Ana Monteiro
do solo e da água para a Lezíria Grande de Vila Franca de
Xira”, sobre “Infestantes aquáticas e ribeirinhas na Lezíria.
Processos de combate” (1,5 horas).
2004 Seminário DEF/CEABN, em 31 de Março, com o tema
“Plantas aquáticas invasoras em Portugal: Perturbações
dos ecossistemas dulçaquícolas. Medidas de prevenção e
combate” (1 horas).
2004 Curso Aplicado Tecnologia Vitícola para Vinhos de
Qualidade, em 12 e 13 de Maio, relativa ao Projecto AGRO
104 “Tecnologia Vitícola para vinhos de qualidade. Da
manutenção do solo à gestão da folhagem”, aulas teóricas no
Instituto Superior de Agronomia e práticas na Quinta de
Pancas,
Alenquer,
para
técnicos
e
viticultores
sobre
“Manutenção do solo da vinha” (8 horas).
2005 Jornadas Vitícolas, em 15 de Abril, Alenquer. Acção de
Divulgação relativa ao Projecto AGRO 104 “Tecnologia
Vitícola
para
optimização
do
potencial
qualitativo.
Conferência sobre “Enrelvamento da vinha- Um caso de
estudo na região da Estremadura, Alenquer”.
- 21 -
C. V. Ana Monteiro
2006 Jornadas Técnicas Vitivinícolas da Região de Alcobaça, em 24
de Março. Conferência sobre “Enrelvamento da vinha na
Estremadura - Um caso de estudo”.
2. Orientação de alunos
2.1. Pós-graduação
2.1.1. Doutoramento
2003/- Imaculada Conceição Ferreira Henriques em Engenharia
Agronómica sob o tema “Caracterização taxonómica da flora
endémica do Planalto Central (Angola): plantas aromáticas,
medicinais e condimentares” (em curso).
2003/- Orlanda de Lurdes Viamonte Póvoa sob o tema
“Conservação ex-situ, produção e utilização dos taxa Mentha
pulegium, Mentha cervina e Thymbra capitata” (em curso).
2.1.2. Mestrado:
1997/98 Orlanda de Lurdes Viamonte Póvoa sob o tema:
“Distribuição e propagação de espécies com interesse
medicinal”. Dissertação do curso de mestrado em Gestão de
Recursos Naturais, Instituto Superior de Agronomia,
Universidade Técnica de Lisboa. 1999.123 pp.
- 22 -
C. V. Ana Monteiro
2004/05 António Chicapa Dovala sob o tema: “Striga na cultura do
milho em Angola. Controlo com adubações azotadas e
consociação com Desmodium intortum e D. uncinatum”.
Dissertação do curso de mestrado em Agronomia e Recursos
Naturais, Faculdade de Ciências Agrárias, Universidade
Agostinho Neto, Angola, e Instituto Superior de Agronomia,
Universidade Técnica de Lisboa. Huambo, Dezembro 2005.94
pp.
2.1.3. Estágios profissionais
2002/03 Patrono do Relatório de Estágio profissional, no âmbito da
Ordem dos Engenheiros, na área de Engenharia Agronómica,
de Ana Cristina Rocha de Figueiredo dos Santos,
Licenciada em Engenharia Agronómica, Instituto Superior de
Agronomia, Universidade Técnica de Lisboa, durante seis
meses, subordinado ao tema: “Controlo de infestantes
aquáticas e comparação de custos de dois meios de luta
(química e mecânica) nas valas de rega e drenagem da
LGVFX”. Relatório Formal Ordem dos Engenheiros. Instituto
Superior de Agronomia, Universidade Técnica de Lisboa.
Lisboa, 2003. 66 pp.
2.2. Licenciatura
1993/94 Ana Maria G. O. R. Faustino com o tema “Flora infestante
do milho em mobilização mínima - influência de diferentes
- 23 -
C. V. Ana Monteiro
métodos de combate”. Rel. Final Eng. Agron., Instituto
Superior de Agronomia, Universidade Técnica de Lisboa,
Lisboa, 1994. 80 pp.
1993/94 Maria Teresa do Ó G.S. Figueira com o tema “Flora
adventícia da cultura do girassol”. Rel. Final Eng. Agron.,
Instituto Superior de Agronomia, Universidade Técnica de
Lisboa, Lisboa, 1994. 116 pp.
1993/94 Jaime Miguel Rasquilho Farinha Pereira com o tema
“Flora adventícia da cultura do milho no Ribatejo”. Rel. Final
Eng. Agron., Instituto Superior de Agronomia, Universidade
Técnica de Lisboa, Lisboa, 1994. 70 pp.
1994/95 José António Tapada Berteli - Universidade de Lérida programa ERASMUS, com o tema “Propagação de espécies
arbóreas e arbustivas ornamentais”. Rel. Final Eng. Agron.,
Instituto Superior de Agronomia, Universidade Técnica de
Lisboa, Lisboa, 1995. 85 pp.
1996/97 Pedro Miguel Ramos Arsénio com o tema “Flora e
Vegetação de Beringel (Mombeja)”. Rel. Final Arquitecto
Paisagista., Instituto Superior de Agronomia, Universidade
Técnica de Lisboa, Lisboa, 1997. 72 pp.
- 24 -
C. V. Ana Monteiro
1996/97 Lídia Alcobia da Silva Martins com o tema a "Qualidade
da água das valas da Lezíria Grande de Vila Franca de Xira”.
Rel. Final Eng. Agron., Instituto Superior de Agronomia,
Universidade Técnica de Lisboa, Lisboa, 1997. 107 pp.
1998/99 João Paulo Rodrigues Pereira com o tema “Herbicidas
folheares e doses reduzidas de residuais em vinha". Rel. Final
Eng. Agron., Instituto Superior de Agronomia, Universidade
Técnica de Lisboa, Lisboa, 2000. 63 pp.
2001/02 Vanessa de Sousa Duarte com o tema: "Variação Genética
de Populações de Solanum nigrum L.”. Rel. Final Eng.
Agron., Instituto Superior de Agronomia, Universidade
Técnica de Lisboa, Lisboa, 2001. 79 pp.
2001/02 Vanda Maria Arraiol Mão Cheia com o tema “Combate
químico do género Opuntia em áreas protegidas”. Rel. Final
Eng. Agron., Instituto Superior de Agronomia, Universidade
Técnica de Lisboa, Lisboa, 2002. 115 pp.
2002/03 Nuno Miguel Pereira Fernandes com o tema “Influência
dos sistemas de manutenção do solo no vigor da videira e
qualidade das uvas”. Rel. Final Eng. Agron., Instituto
Superior de Agronomia, Universidade Técnica de Lisboa,
Lisboa, 2003. 79 pp.
- 25 -
C. V. Ana Monteiro
2002/03 Jorge Manuel Pinto Lourenço com o tema “Manutenção do
solo em vinha – Alvarinho”. Rel. Final Eng. Agron., Instituto
Superior de Agronomia, Universidade Técnica de Lisboa,
Lisboa, 2003. 91 pp.
2002/03 António José Nunes Luís Rodrigues Santos com o tema
”Controlo de invasoras lenhosas no Parque Ecológico do
Funchal”. (Co-orientação). Rel. Final Eng. Florestal., Instituto
Superior de Agronomia, Universidade Técnica de Lisboa,
Lisboa, 2003. 50 pp.
2002/03 Ana Sofia Monteiro Henriques com o tema “Solanáceas
Invasoras em Portugal: Distribuição, Biologia, Ecologia e
Gestão das espécies Salpichroa origanifolia e Nicotiana
glauca”. Rel. Final Eng. Agron., Instituto Superior de
Agronomia, Universidade Técnica de Lisboa, Lisboa, 2003. 50
pp.
2002/03 João Pedro da Silva Machado com o tema “Tecnologia
Vitícola – Influência das técnicas de manutenção do solo na
produção e qualidade – Região de Alenquer” Rel. Final Eng.
Agron., Instituto Superior de Agronomia, Universidade
Técnica de Lisboa, Lisboa, 2003. 97 pp.
- 26 -
C. V. Ana Monteiro
2002/03 Maria Isabel Dantas Pires de Lima com o tema “Influência
do sistema de manutenção do solo da vinha na optimização do
potencial qualitativo”. Rel. Final Eng. Agron., Instituto
Superior de Agronomia, Universidade Técnica de Lisboa,
Lisboa, 2003. 50 pp.
2004/05 Amália Maria Neiva Araújo com o tema “Enrelvamento da
vinha: influência na flora, nas disponibilidades hídricas e na
qualidade da uva na casta ‘Cabernet Sauvignon’”. Rel. Final
Eng. Agron., Instituto Superior de Agronomia, Universidade
Técnica de Lisboa, Lisboa, 2005. 51 pp.
2005/06 Leonor Pedroso Mendes da Silva Campos com o tema
“Influência do enrelvamento na abundância e diversidade dos
inimigos
e
auxiliares
associados
a
uma
vinha
da
Estremadura”. Rel. Final Eng. Agron., Instituto Superior de
Agronomia, Universidade Técnica de Lisboa, Lisboa, 2006. 51
pp.
2005/06 Patrícia Teresa Marques Monteiro com o tema “Mentha
cervina L. e M. pulegium L. propagação seminal e vegetativa e
quantificação e caracterização dos óleos essenciais”. Rel.
Final Eng. Agron., Instituto
Superior de Agronomia,
Universidade Técnica de Lisboa, Lisboa, 2006. 52 pp.
- 27 -
C. V. Ana Monteiro
2005/06 Maria Fátima P. Caetano com o tema “Influência dos
factores ambientais e culturais na flora das vinhas da região
do Dão” (em curso).
3. Júris de provas académicas
3.1. Doutoramento
1993 Maria Isabel Ferreira Magalhães Godinho com o tema
“Distribuição, biologia e controle das junças (Cyperus
esculentus L. e C. rotundus L.)”.
2003 Natália Maria Seguro Gaspar com o tema “Comunidades
Vegetais do Ribatejo”.
2004 João Martim de Portugal e Vasconcelos com o tema
“Ecologia da flora espontânea e competição da erva-moira
(Solanum nigrum L.) na cultura do tomate para indústria”.
3.2. Mestrado
- 28 -
C. V. Ana Monteiro
1999 Orlanda de Lurdes
Viamonte Póvoa com o tema
“Distribuição e propagação de espécies com interesse
medicinal”.
3.3. Licenciatura
• Foi Presidente dos seguintes júris, na qualidade de Vice-presidente
e por delegação do presidente do DPPF:
2001 Cristina Maria Cruz dos Santos Jorge, com o tema
“Influência do modo de condução do pomar na incidência de
pedrado em pereira ‘Rocha’”.
2002 Pedro Miguel Venício Marques, com o tema “Interacções
entre ácaros, vinha e flora adventícia na Região Oeste”.
2002 Tiago Monteiro Henriques dos Santos, com o tema Paisagem
Serrana do Montemuro. Caso de estudo – Campo Benfeito”.
• Participou ainda nos seguintes júris de provas académicas de
licenciatura, apresentadas no Instituto Superior de Agronomia:
1994 Jaime Miguel Rasquilho Farinha Pereira com o tema “Flora
adventícia da cultura do milho no Ribatejo”.
- 29 -
C. V. Ana Monteiro
1994 Ana Maria G. O. R. Faustino com o tema “Flora infestante do
milho em mobilização mínima - influência de diferentes
métodos de combate”.
1994 Maria Teresa do Ó G. S. Figueira com o tema “Flora
adventícia da cultura do girassol”.
1995 José António Tapada Berteli - Universidade de Lérida programa ERASMUS, com o tema “Propagação de espécies
arbóreas e arbustivas ornamentais”.
1997 Lidia Alcobia da Silva Martins com o tema a "Qualidade da
água das valas da Lezíria Grande de Vila Franca de Xira”.
1997 Pedro Miguel Ramos Arsénio com o tema “Flora e Vegetação
de Beringel (Mombeja)”.
2000 João Paulo Rodrigues Pereira com o tema “Herbicidas
folheares e doses reduzidas de residuais em vinha”.
2001 Vanessa de Sousa Duarte com o tema "Variação Genética de
Populações de Solanum nigrum L”.
2002 Vanda Maria Arraiol Mão Cheia com o tema “Combate
químico do género Opuntia em áreas protegidas”.
- 30 -
C. V. Ana Monteiro
2003 Nuno Miguel Pereira Fernandes com o tema “Influência dos
sistemas de manutenção do solo no vigor da videira e
qualidade das uvas”.
2003 Jorge Manuel Pinto Lourenço com o tema “Manutenção do
solo em vinha ‘Alvarinho’”.
2003 António José Nunes Luís Rodrigues Santos com o tema
”Controlo de invasoras lenhosas no Parque Ecológico do
Funchal”.
2003 Ana Sofia Monteiro Henriques com o tema “Solanáceas
Invasoras em Portugal: Distribuição, Biologia, Ecologia e
Gestão das espécies Salpichroa origanifolia e Nicotiana
glauca”.
2003 João Pedro da Silva Machado com o tema “Tecnologia
Vitícola – Influência das técnicas de manutenção do solo na
produção e qualidade – Região de Alenquer”.
2003 Maria Isabel Dantas Pires de Lima com o tema “Influência do
sistema de manutenção do solo da vinha na optimização do
potencial qualitativo”.
- 31 -
C. V. Ana Monteiro
2005 Amália Maria Neiva Araújo com o tema “Enrelvamento da
vinha: influência na flora, nas disponibilidades hídricas e na
qualidade da uva na casta ‘Cabernet Sauvignon”.
2006 Leonor Pedroso Mendes da Silva Campos com o tema
“Influência do enrelvamento na abundância e diversidade dos
inimigos
e
auxiliares
associados
a
uma
vinha
da
Estremadura”.
2006 Patrícia Teresa Marques Monteiro com o tema “Mentha
cervina L. e M. pulegium L. propagação seminal e vegetativa e
quantificação e caracterização dos óleos essenciais”.
4. Dispensa de serviço docente
Foi autorizada a dispensa de serviço docente durante:
♦ ano lectivo 1990/91;
♦ semestre par do ano lectivo 2002/03;
♦ semestre ímpar do ano lectivo 2003/04.
- 32 -
C. V. Ana Monteiro
V - ACTIVIDADE DE INVESTIGAÇÃO CIENTÍFICA
1. Principais áreas de investigação
Desde o início da carreira académica no ISA que a actividade de
investigação desenvolvida foi direccionada para a Protecção das
Plantas – Herbologia. No âmbito da Fitoecologia foram realizados
estudos conducentes à delimitação de Habitats Naturais e salvaguarda
de espécies em risco da vegetação natural e da flora das culturas.
De Abril de 1977 até Outubro de 1981, sob a coordenação da Doutora
Lisete Caixinhas, Gabinete de Botânica, ISA, realizou trabalhos
experimentais sobre biologia da germinação e ecologia das principais
infestantes das culturas. A formação adquirida impulsionou a
investigação em que se viria a envolver ao longo da sua actividade
científica.
De 1981 a 1983 estudou o comportamento de herbicidas residuais
no solo e sua fitoxicidade em culturas susceptíveis. Avaliou a
sensibilidade e viabilidade de utilização de alguns taxa como material
indicador em ensaios biológicos de rotina e a possibilidade de os
utilizar na determinação qualitativa e quantitativa de resíduos como
alternativa aos métodos químico-analíticos. Comparou ensaios
biológicos com métodos químicos analíticos (gascromatografia) para a
detecção de atrazina no solo. Os ensaios biológicos revelaram-se
- 33 -
C. V. Ana Monteiro
importantes em estudos posteriores, designadamente, sobre a pesquisa
de resíduos de herbicidas em água.
A partir de 1983, com o seu ingresso como docente no ISA, integrouse na Secção de Herbologia do Departamento de Botânica e na Linha
de Acção nº 3 “Biologia e Ecologia de Infestantes” do Centro de
Botânica Aplicada à Agricultura das Universidades de Lisboa
(CBAA), subsidiado pelo Instituto Nacional de Investigação Científica
(INIC). Presentemente a unidade de investigação do CBAA tem a
designação de Herbologia e é financiada pela Fundação para a Ciência
e Tecnologia (FCT). Os objectivos na unidade de investigação
consistem em aprofundar o conhecimento em vários domínios da
Herbologia, de modo a contribuir para uma agricultura sustentável,
que vise a redução de inputs, em particular de herbicidas e
fertilizantes, a melhoria do solo e a conservação da diversidade
biológica.
No âmbito dos trabalhos da linha de investigação do CBAA, na
década de 80, iniciou a sua investigação sobre a gestão de invasoras
aquáticas que, com continuidade, tem vindo a estudar até ao presente.
Entre 1989 a 1992, aprofundou o estudo do metabolismo de
herbicidas em culturas, com a finalidade de posteriormente aplicar os
conhecimentos adquiridos a infestantes e culturas resistentes a
herbicidas. Os objectivos a que se propôs continuam em agenda e
espera-se que possa dar continuidade aquelas áreas de estudo com as
infra-estruturas laboratoriais básicas que vêm sendo instaladas nos
laboratórios de Herbologia desde 1995.
- 34 -
C. V. Ana Monteiro
Desde os anos 90 que a ecologia de infestantes tem sido objecto de
estudo, designadamente na cultura da vinha, girassol e milho. Numa
perspectiva de melhor gestão da flora das culturas, o comportamento
bioecológico dos taxa inventariados tem sido relacionado com os
factores agro-ambientais presentes em cada cultura.
A partir de 1999 alargou o programa de investigação ao estudo da
biologia, ecologia e gestão de plantas invasoras em Áreas protegidas
e Jardins Botânicos. Efectivaram-se estudos de combate a Acacia
dealbata, Acacia melanoxylon e Eucalyptus globulus no Parque
Ecológico do Funchal. Está em curso um programa para a erradicação
de Opuntia stricta na Reserva Botânica “D. António Xavier Pereira
Coutinho”, Tapada da Ajuda e da invasora Salpichroa origanifolia
naquela Reserva e no Jardim Botânico da Ajuda.
Em 2000, e em colaboração com colegas da Viticultura do ISA e de
Direcções Regionais de Agricultura, iniciou projectos de investigação
no domínio da Viticultura Sustentável, tendo sido implementados
ensaios com diferentes sistemas de manutenção do solo, no Minho,
Estremadura e Alentejo. Nestes ensaios analisa-se o efeito dos
sistemas de manutenção do solo na biodiversidade florística da vinha,
nas pragas e doenças, no vigor e produção da videira e na qualidade
do vinho.
Desde finais dos anos 80 que tem dado colaboração ao sector de
Fitoecologia do CBAA com alguma continuidade, em estudos para a
salvaguarda da Biodiversidade Vegetal.
- 35 -
C. V. Ana Monteiro
Em 1988 e 1989 cooperou com o Professor Mário Lousã no programa
“CORINE – Projecto e Biótopos” para o Serviço de Parques, Reservas
e Conservação da Natureza.
Na década de 1990 participou em estudos da vegetação natural, em
parte do Alentejo e Serra Algarvia, integrada nos projectos “Habitats
naturais e de espécies da flora de Portugal Continental” e
“Distribuição geográfica e estatuto de ameaça das espécies da flora a
proteger em Portugal Continental”. Os estudos deram cumprimento a
um acordo inter-universitário para a delimitação da “Rede Natura
2000” e de espécies da flora ameaçadas e foram financiados pela CE
através do Instituto de Conservação da Natureza. A preservação de
espécies em risco da flora das culturas foi também preocupação desta
actividade.
As plantas medicinais, aromáticas e condimentares (PAM) têm
vindo a merecer particular interesse desde 1998. A distribuição no
País e propagação de alguns taxa foram já objecto de estudo.
Presentemente, iniciaram-se estudos sobre o status de conservação de
germoplasma, utilização e produção de plantas espontâneas de
variedades locais da família das labiadas. A caracterização
morfológica, micromorfológica, molecular e polínica do material
vegetal recolhido e o seu posterior registo no Registo de Recursos
Genéticos Vegetais (RRGV) do Centro Nacional de Registo de
Variedades Protegidas da Direcção Geral da Protecção das Culturas
(DGPC), são alguns dos objectivos em vias de realização e
- 36 -
C. V. Ana Monteiro
desenvolvidos
em
colaboração
com
diversas
instituições
universitárias.
A criação dos Laboratórios de Herbologia e de Sistemática
Molecular, a que se tem dedicado, com infraestruturas laboratoriais
básicas, permitiu projectar e programar trabalhos de investigação em
áreas da Herbologia e Fitoecologia, que permitem aprofundar o
conhecimento quer de alguns taxa de importância agronómica com
expressão na flora das culturas quer de taxa com interesse
conservacionista ou agronómico, particularmente espécies aromáticas
e medicinais.
Durante o período de montagem dos laboratórios colaborou com a
Faculdade de Farmácia e com a Estação Florestal Nacional. Com o
objectivo de dar continuidade a esta cooperação foram já
desenvolvidos, iniciados ou programados os seguintes estudos:
•
caracterização
molecular e micromorfológica no
género Solanum;
•
caracterização
molecular e micromorfológica no
género Mentha e Thymbra.
2. Projectos de investigação
- 37 -
C. V. Ana Monteiro
2.1. Projectos que coordenou ou coordena
1993-1995
Co-responsabilidade científica e técnica
com
o
Professor Ilídio Moreira do projecto “Luta integrada
contra infestantes aquáticas em canais de rega”,
subsidiado pela Junta Nacional de Investigação
Científica no âmbito do programa STRIDE - Medida D,
Projecto STRD/AGR/0047. Instituições participantes:
Instituto Superior de Agronomia, Faculdade de
Ciências de Lisboa e Centro de Botânica Tropical.
Neste projecto foi responsável pelo desenvolvimento e implementação
de metodologias conducentes à gestão das três principais infestantes
aquáticas na Lezíria Grande de Vila Franca de Xira - Phragmites
australis, Eichhornia crassipes e Myriophyllum aquaticum - e
integração dos métodos de luta estudados.
1997-1998 Coordenou, conjuntamente com o Professor Ilídio
Moreira, uma rede nacional de ensaios
sobre
“Herbicidas em vinha - redução ou supressão de
residuais”. Projecto integrado na Associação para o
Desenvolvimento do ISA (ADISA) e solicitado pela
empresa francesa CFPI AGRO/Nufarm.
- 38 -
C. V. Ana Monteiro
1998-2000 Investigadora pelo ISA, Instituição proponente, no
projecto “Modernização da cultura do tomate para
indústria” subsidiado pelo PRAXIS XXI, PROJ. Nº
3/3.2/AGR/2309/95. Instituições participantes: Instituto
Superior de Agronomia e Escola Superior Agrária de
Beja.
Coordenou os estudos sobre a caracterização molecular, morfológica e
variabilidade genética de populações de Solanum nigrum bem como
de outras espécies do género Solanum que começam a ter alguma
expressão no país.
2000-2001 Responsável e investigadora do projecto “Técnicas
alternativas à mobilização do solo em vinhas de
Entre-Douro e Minho (Alvarinho)”, subsidiado pelo
programa INTERREG II. Instituições participantes:
Instituto Superior de Agronomia e Direcção Regional
de Agricultura de Entre Douro e Minho.
Coordenou o estudo de diferentes técnicas de manutenção do solo da
vinha, no âmbito da protecção integrada, e sua influência na produção
e qualidade dos vinhos na Região dos Vinhos Verdes, Sub-Região de
Monção.
2001-2004 Investigadora pelo ISA, instituição proponente, no
projecto “Tecnologia vitícola para optimização do
potencial qualitativo. Manutenção do solo e gestão
- 39 -
C. V. Ana Monteiro
da folhagem”. Coordena a actividade de investigação –
Manutenção do solo da vinha. O projecto é financiado
pelo Programa AGRO, Proj. nº 104. Instituições
participantes:
Instituto
Superior
de
Agronomia,
Direcção Regional de Agricultura de Entre Douro e
Minho, Associação de Defesa dos Agricultores de
Monção, Direcção Regional de Agricultura do Ribatejo
e Oeste, Associação de Viticultores de Alenquer,
Sociedade Agrícola de Quinta de Pancas S.A.
É responsável pelo estudo sobre a viabilidade da utilização de técnicas
alternativas à manutenção tradicional do solo da vinha. Este estudo
abrange o controlo do vigor, a redução dos custos de produção e dos
impactes no ecossistema agrícola - melhoria das características do
solo, redução da erosão e da compactação e aumento da infiltração da
água - e os efeitos na qualidade das uvas e do vinho.
2001-2004 Investigadora pelo ISA, instituição proponente, no
projecto “Gestão integrada do solo e da água para a
lezíria de Vila Franca de Xira”. Coordena a
actividade de investigação 3 - Controlo das infestantes
aquáticas. O projecto é financiado pelo Programa
AGRO, Proj. nº 113. Instituições participantes: Instituto
Superior de Agronomia, Associação de Regantes e
Beneficiários da Lezíria de Vila Franca, Direcção
Regional de Agricultura do Ribatejo
e Oeste,
- 40 -
C. V. Ana Monteiro
ECOTILL,
Sociedade
Agrícola
do
Faiel,
S.A.,
Direcção-Geral da Protecção das Culturas.
Os objectivos específicos a atingir com a actividade em que se integra
no projecto são os seguintes: Controlo das infestantes aquáticas:
Vulgarização do programa de controlo de infestantes junto dos
agricultores.
2004-2006 Responsável e investigadora pelo
ISA, instituição
proponente, do projecto “Conservação de germoplasma,
produção e utilização dos taxa Mentha pulegium,
Mentha cervina e Thymbra capitata”, financiado pelo
Programa AGRO, Proj. nº 522. Instituições participantes:
Instituto Superior de Agronomia, Escola Superior Agrária
de Elvas, Direcção Regional de Agricultura do Ribatejo e
Oeste e Empresa Estrela Afonso.
Os objectivos específicos do projecto consistem na obtenção de
conhecimentos sobre o status de conservação de germoplasma,
utilização e produção de plantas espontâneas e variedades locais com
interesse medicinal, culinário e aromático das regiões do Alentejo e
Ribatejo e Oeste. Este projecto assenta no pressuposto de que poderá
com a sua divulgação e implementação trazer fontes adicionais de
receita às populações rurais e contribuir para a conservação da
diversidade biológica das duas regiões, em particular, para a
preservação
do
habitat
prioritário
NATURA
3170 «charcos
temporários mediterrânicos». Os conhecimentos tradicionais obtidos,
- 41 -
C. V. Ana Monteiro
bem como, o material vegetal seleccionado serão submetidos ao
Registo de Recursos Genéticos Vegetais (RRGV) do Centro Nacional
de Registo de Variedades Protegidas da DGPC.
2.2. Projectos em que participou ou participa
1985-1988 Investigadora no projecto ”Bioecologia e controlo de
infestantes aquáticas em Portugal”, desenvolvido no
âmbito da cooperação Luso-alemã entre Universidades
no domínio da Investigação Agrária. Entidades
participantes:
Instituto
Superior
de
Agronomia,
Associação de Beneficiários da Lezíria Grande de Vila
Franca de Xira, Herdade do Faiel.
Com base na investigação desenvolvida elaborou a sua dissertação de
mestrado, em 1989, “Infestantes aquáticas. Luta química e impacte
ambiental”.
1989-1990 Investigadora no projecto europeu “Ecotoxicoloy SubGroup Commission of the European Communities”.
EEC Contract XI/351/90.
Desenvolveu
ensaios
biológicos
com
diferentes
compostos
conducentes à normalização de testes (“guidelines”) para avaliação de
riscos toxicológicos, no que concerne a: substância de referência,
critério de qualidade, plantas teste, número de espécies a usar no
- 42 -
C. V. Ana Monteiro
ensaio, tipo de solo, número de sementes, qualidade das sementes,
delineamento experimental e período de crescimento.
1989-1992
Investigadora do projecto “Resistência de cultivares
de trigo duro a herbicidas”, subsidiado pelo Instituto
Nacional de Investigação Científica.
No âmbito deste projecto de investigação desenvolveu parte do
trabalho apresentado na dissertação de doutoramento, em 1992,
“Metabolismo do herbicida tralkoxidime em cereais. Função das
monooxigenases dependentes do citocromo P450”.
1994-1997
Participou
na
equipa
de investigação
do
ISA
(instituição proponente) no projecto “Distribuição
Geográfica e Estatuto de Ameaça de Espécies da
Flora
a
Proteger
em
Portugal
Continental”
financiado pela CE/ICN.
Neste projecto procedeu-se à caracterização dos locais onde se
encontram algumas das espécies abrangidas pelo Anexo II da
Directiva 92/43/CE, e, posteriormente, de espécies dos Anexos IV e V
da mesma Directiva e ainda de outras espécies que, pela sua raridade
no território português, merecem estatuto de protecção. A taxonomia
das referidas espécies, bem como, a avaliação do estado de
conservação do seu “habitat” e dos perigos a que possa estar sujeito
foram também estudados. O seu envolvimento no projecto foi mais
- 43 -
C. V. Ana Monteiro
activo a partir do 2º ano de actividades (1995) e geograficamente
abrangeu parte do Alentejo e da serra Algarvia.
1994-1997 Investigadora pelo ISA, instituição proponente, no
projecto “LIFE - Habitats naturais e de espécies da
flora de Portugal
Continental” financiado pela
CE/ICN.
Neste
projecto
participou
na
cartografia
e
caracterização
fitossociológica, em Portugal dos “habitats” definidos pela Directiva
92/43/CE, tendo sido elaboradas propostas bem fundamentadas sobre
os “sítios” a incorporar na “Rede Natura 2000”, em parte do Alentejo
e da serra Algarvia.
1994-1997 Investigadora pelo ISA (instituição proponente) do
projecto
“Cartografia
Seminatural
do
da
Território
Vegetação
Natural
Natural
e
Português”
financiado pelo ICN.
A partir de fotografias aéreas e com posterior trabalho de campo, foi
realizada a identificação e confirmação das manchas de vegetação
natural e semi-natural a cartografar em parte do Alentejo.
2004-2007 Participação no projecto “Water Resource Strategies
and Drought Alleviation in Western Balkan
Agriculture”, financiado pelo programa 6th Framework
Programme INCO calls for Western Balkan countries
- 44 -
C. V. Ana Monteiro
(FP6-2002-INCO-WBC –1).
Os objectivos específicos consistem em i) compreender os factores
que aumentam a eficiência do uso da água pela videira, mantendo a
qualidade das uvas (e do vinho), poupando água e diminuindo os
custos Para alcançar aqueles objectivos serão desenvolvidas duas
técnicas de irrigação - a rega deficitária controlada (regulated deficit
irrigation, RDI) e a rega alternada de parte das raízes (partial-root
drying, PRD) - ii) responder às perguntas “ quanto e quando irrigar”?
e iii) desenvolver e ensaiar técnicas de gestão do solo sustentáveis
(não mobilização, com “mulch” ou enrelvamento) que diminuam a
evaporação, a erosão e a compactação do solo.
3. Organização de eventos técnico-científicos
1993 Integrou a comissão organizadora das XIII Jornadas de
Fitossociologia, sob a responsabilidade da Secção de
Fitoecologia e Herbologia, Departamento de Protecção das
Plantas e de Fitoecologia, ISA, Lisboa, 28 de Setembro a 1 de
Outubro, tendo participado também na preparação da excursão
botânica efectuada à Serra de Sintra e na redacção do guia a ela
referente.
1997 Integrou a comissão organizadora e científica do 10th EWRS
International Symposium on Aquatic Weeds organizado em
Lisboa, de 21 a 25 de Setembro de 1998. Participou na equipa
- 45 -
C. V. Ana Monteiro
que coordenou a preparação do volume de actas das
comunicações. Como Representante Nacional da EWRS, foi
nomeada responsável pelo relatório de contas do respectivo
simpósio.
2000 Dia Aberto do ISA: divulgação de actividades técnicocientíficas em Protecção das Plantas, realizado no ISA em 10
de Maio de 2000 (em colaboração com elementos do DPPF).
2003 Fez parte da comissão organizadora do Colóquio de
Herbologia, Lisboa, de 23 de Maio, que se integrou nas
actividades de homenagem ao Prof. Cat. Emérito Ilídio
Moreira, tendo moderado uma sessão e proferido a palestra
“Gestão de Infestantes em Viticultura Sustentável”.
2005 Fez parte da comissão organizadora do 48th IAVS Symposium
(International Association Vegetation Science) organizado pela
UTL/ISA entre 24th e 29th Julho 2005. Organizou a Sessão de
Painéis “Experimental evidence in marginal landscapes” e
apresentou três comunicações.
4. Participação em reuniões científicas ♦
1980-1985
- 46 -
C. V. Ana Monteiro
1980 I Congresso Português de Fitiatria e Fitofarmacologia e III
Simpósio Nacional de Herbologia. SPFF, Lisboa. 15 a 19 de
Dezembro.
1983
13º
Deutschen
Unkrautbiologie
Arbeitsbesprechung
und
über
–bekämpfgung.
Fragen
der
Universidade
Hohenheim, Estugarda, Alemanha. 28 a 29 de Fevereiro.
1983 10th International Congress of Plant Protection – Plant
Protection for Human Welfare. Brighton, Reino Unido. 20 a 25
de Novembro.
1984 3º Simpósio Mediterrâneo de Herbologia. Oeiras. 3 a 5 de
Abril.
1985-1990
1985 Simpósio sobre “O Ensino e a Formação Profissional
Agrários”. Comemorações do Centenário do Pavilhão de
Exposições da Tapada da Ajuda, Instituto Superior de
Agronomia, Lisboa. 23 a 25 de Janeiro.
♦
1986 7th EWRS International Symposium on Aquatic Weeds.
Loughborough, Reino Unido. 15 a 19 de Setembro.
♦
1987 Conference International in Biology Water Management.
Veszprém, Hungria. 25 a 29 de Maio.
♦
1989 11th Long Ashton International Symposium of Herbicide
♦
Resistance in Weeds and Crops. Bristol, Reino Unido. 11 a 14
Assinalam-se os encontros em que foram apresentados trabalhos
de Setembro.
- 47 -
C. V. Ana Monteiro
♦
1989 XXIV Jornadas de Genética Luso Espanholas. Évora. 2 a 4 de
Outubro.
1990-1995
♦
1990 V Reunião Portuguesa sobre Triticales. Estação Nacional de
Melhoramento de Plantas, Elvas. 22 a 24 de Maio.
1992 Simpósio “ Agricultura Portuguesa, o Ambiente, o Ensino e a
Europa”. Instituto Superior de Agronomia, Lisboa. 19 a 20 de
Novembro.
♦
1992 Congreso 1992 de la Sociedad Española de Malherbologia.
Lérida, Espanha. 4 a 8 de Dezembro.
1993 XIII Jornadas de Fitossociologia. Lisboa. 28 de Setembro a 1
de Outubro – organização.
♦
1993 Congreso 1993 de la Sociedad Española de Malherbologia.
Lugo, Espanha. 4 a 8 de Dezembro.
1995-2000
♦
1995 Congreso 1995 de la Sociedad Española de Malherbologia.
Huesca, Espanha. 4 a 8 de Dezembro.
♦
1996 1º Colóquio Nacional de Plantas Aromáticas e Medicinais.
♦
♦
Vilamoura. 26 a 29 de Março.
Assinalam-se os encontros em que foram apresentados trabalhos
1998 4º Simpósio de Viticultura do Alentejo. Évora. 22 a 24 de Maio.
- 48 -
C. V. Ana Monteiro
♦
1998 9th IUPAC International Congress of Pesticide Chemistry, the
Food-Environment Challenge. Londres, Reino Unido. 2 a 7 de
Agosto.
♦
1998 10th EWRS Symposium on Aquatic Weeds. Lisboa. 21 a 25 de
Setembro - organização
1999 11èmes Journées, Groupe d’Étude des Systèmes de Conduite de
la Vigne - GESCO. Palermo, Itália. 6 a 12 de Junho.
2000-2005
2000 Congresso ISA 2000 “Ambiente, Território e Agricultura”.
Instituto Superior de Agronomia, Lisboa. 4 a 6 de Dezembro.
2001 Colóquio “A produção integrada e a protecção integrada”.
Lisboa. 23 de Maio.
♦
2001 VII Simpósio Associação Ibero-Macaronésica de Jardins
Botânicos (AIMJB). Lisboa. 24 a 26 de Julho.
2001 Colóquio Plantas Trangénicas na Agricultura. Que Futuro?
EAN/INIA, Oeiras. 12 Outubro.
♦
2001 Congreso 2001 de la Sociedad Española de Malherbologia.
Léon, Espanha. 20 a 22 de Novembro.
♦
2002 XIV Internationales Kolloquim Begrünung im Weinbau.
Geisenheim, Alemanha. 4 a 8 de Setembro.
♦
Assinalam-se os encontros em que foram apresentados trabalhos
- 49 -
C. V. Ana Monteiro
♦
2003 Colóquio de Herbologia. Integrado na homenagem ao Sr. Prof.
Cat. Emérito Ilídio Moreira. Departamento de Protecção das
Plantas e de Fitoecologia, Instituto Superior de Agronomia,
Lisboa. 23 de Maio – organização, moderação de sessão e
debate.
♦
2003 Congreso 2003 de la Sociedad Española de Malherbologia.
Barcelona, Espanha. 4 a 6 de Novembro.
2004 I Seminário Internacional de Sementeira Directa, Santarém, 11
a 12 de Junho de 2004.
♦
2004 II Jornadas do Alvarinho, Monção/Melgaço, 25 a 26 de Junho
de 2004.
2004 3as Jornadas Florestais Insulares, Angra do Heroísmo, 28 a 30
♦
de Julho de 2004.
2005 48th IAVS Symposium (International Association Vegetation
♦
Science) organizado pela UTL/ISA entre 24th e 29th Julho 2005
- organização, moderação de sessão e debate.
♦
2006 International Symposium “The Labiatae: Advances in
Production, Biotechnology and Utilisation”, 22-25 February
2006, Sanremo, Italy.
- 50 -
C. V. Ana Monteiro
5. Gestão de Sociedades Científicas
Em 1996 foi eleita pelos sócios portugueses da European Weed
Research Society (EWRS) como Representante Nacional durante o
período de 1996-98, ficando responsável pela parte administrativa e
pela divulgação de todos os assuntos técnico-científicos.
Para os períodos 1999/02 e 2003/06 foi reeleita mantendo as mesmas
funções.
6. Outras actividades
Durante a carreira escolar universitária, em regime de tarefa, realizou
trabalhos experimentais sobre “A biologia e ecologia de infestantes”,
coordenados pela Doutora Lisete Caixinhas, no Gabinete de Botânica
do Instituto Superior de Agronomia, Lisboa, entre Março de 1977 e
Outubro de 1981.
Na qualidade de Tarefeira na Direcção-Geral de Protecção das
Culturas (ex), Ministério da Agricultura Florestas e Alimentação,
desenvolveu estudos de campo e de laboratório tendo aprofundado os
conhecimentos sobre o efeito dos resíduos de herbicidas em
culturas susceptíveis e respectivas metodologias, entre Março e
Outubro de 1982.
- 51 -
C. V. Ana Monteiro
Criação de um “Laboratório de Herbologia” no ISA, a partir de
1995, em colaboração com os colegas da Herbologia, com infraestruturas laboratoriais para estudos de bioecologia, resistência a
herbicidas e “screening” sobre a eficácia de herbicidas.
Criação de um “Laboratório de Sistemática Molecular” no ISA, a
partir de 2000, em colaboração com os colegas da Herbologia e
Fitoecologia, com infra-estruturas laboratoriais básicas para estudo
molecular e histo-anatómico de plantas da flora natural, flora das
culturas e invasoras.
7. Actividades associativas
É ou foi membro das seguintes sociedades científicas:
Nacionais
- Sociedade de Ciências Agrárias de Portugal (SCAP), desde 1980;
- Sociedade Portuguesa de Fitiatria e Fitofarmacologia (SPFF), desde
1980;
- Ordem dos Engenheiros, desde 1995;
- Associação Lusitana de Fitossociologia (ALFA), desde 2003.
- 52 -
C. V. Ana Monteiro
Internacionais
- European Weed Research Society (EWRS), desde 1984;
- International Arbeitsgemeinschaft Donauforschung Fachgruppe
Makrophyten, de 1986 até 1993;
- Sociedade Espanhola de Malherbologia (SEMh), desde 1990;
- Begrünungs Arbeitkreis im Weinbau, desde 2002.
8. Conferências e comunicações orais
1990 Estudo da resistência de cultivares de Triticale a
sulfonilureia. Comunicação oral apresentada no V Reunião
Portuguesa sobre Triticales. 22 a 24 de Maio, Estação
Nacional de Melhoramento de Plantas, Elvas. (de colaboração
com N. Neves, M.J. Soeiro, I. Moreira e W. Viegas).
1990 Chemical control of parrotfeather (Myriophyllum
aquaticum). Comunicação oral apresentada no 8th EWRS/AAB
Symposium in Aquatic Weeds. 13 a 17 de Agosto, Upsalla,
Suécia. (de colaboração com I. Moreira).
1993 Degradação da atrazina num solo com diferentes formas
azotadas. Comunicação oral apresentada no Congreso 1993 de
la Sociedad Española de Malherbologia. 4 a 8 de Dezembro,
Lugo, Espanha.
1996 Salvem-se as ervas daninhas messícolas. Comunicação oral
apresentada no 2º Congresso Nacional de Economistas
Agrícolas. Agricultura, Ambiente e Desenvolvimento Rural. 17
a 19 de Outubro, Évora. (de colaboração com I. Moreira, T.
Vasconcelos e E. Sousa).
1997 Estudos sobre biologia e combate do jacinto-aquático
(Eichhornia crassipes (Mart. Solms-Laub.)) em Portugal.
Comunicação oral apresentada no III Simpósio de Hidráulica e
Recursos Hídricos dos Países de Língua Oficial Portuguesa
(SILUSBA). 13 a 19 Abril, Maputo. Moçambique (de
- 53 -
C. V. Ana Monteiro
1998
1998
1998
1998
1998
1999
2002
colaboração com I. Moreira, T. Ferreira, L.F. Catarino, J.C.
Franco, e T. Rebelo).
Combate de infestantes vitícolas com herbicidas de pósemergência. Comunicação oral apresentada no 4º Simpósio de
Viticultura do Alentejo. 22 a 24 de Maio, Évora. (de
colaboração com I. Moreira, N. Gaspar e A. Faustino).
Aquatic weeds and its management in Portugal: insights for
the 10th Symposium. Comunicação oral apresentada no 10th
EWRS Symposium on Aquatic Weeds. 21 a 25 de Setembro,
Lisboa. (de colaboração com I. Moreira, T. Ferreira, L.
Catarino e T. Vasconcelos).
The vegetation of the lagoons of the Portuguese Coastal
Superdisctrict. Comunicação oral apresentada no 10th EWRS
Symposium on Aquatic Weeds. 21 a 25 de Setembro, Lisboa.
(de colaboração com J.C. Costa, M. Lousã, J. Capelo, M.D.
Espírito Santo, T. Vasconcelos e I. Moreira).
Chemical control of common red (Phragmites australis
(Cav.) Steudel). I. Effect of previous plant cutting on
herbicide efficacy. Comunicação oral apresentada no 10th
EWRS Symposium on Aquatic Weeds. 21 a 25 de Setembro,
Lisboa. (de colaboração com I. Moreira e E. Sousa).
Chemical control of common red (Phragmites australis
(Cav.) Steudel). II. Influence of type of sprayer, time of
application, spray volumes and herbicide rates. Comunicação
oral apresentada no 10th EWRS Symposium on Aquatic Weeds.
21 a 25 de Setembro, Lisboa. (de colaboração com I. Moreira e
E. Sousa).
Qualidade da água para rega e peixes nas valas de drenagem
da Lezíria Grande de Vila Franca de Xira. Comunicação oral
apresentada no IV Simpósio de Hidráulica e Recursos Hídricos
dos Países de Língua Oficial Portuguesa - IV SILUSBA. 25 a
29 de Março, Lisboa. (de colaboração com L. Alcobia e I.
Moreira).
A invasora Opuntia stricta na Reserva Natural “D. António
Xavier Pereira Coutinho”. Comunicação oral apresentada no
VII Simpósio AIMJB (Associação Ibero-Macaronésica de
- 54 -
C. V. Ana Monteiro
2002
2003
2003
2003
2004
2004
2004
2004
Jardins Botânicos. 24 a 26 de Julho, Lisboa. (de colaboração
com I. Moreira, V. Mão-Cheia, J.C. Costa e T. Vasconcelos).
Contribution of cover crops for vineyard evapotranspiration.
Comunicação oral apresentada no XII Internationales
Kolloquium Begrünung im Weinbaum. 4 a 8 de Setembro,
Geisenheim/Rheingau, Alemanha. (de colaboração com C.
Lopes, E. Rückert, B. Grüber, B. Steinberg e H. Schultz).
Tecnologia Vitícola para Vinhos de Qualidade. Comunicação
oral apresentada no I Colóquio Vitivinícola da Estremadura. 6
a 7 de Junho, Torres Vedras. (de colaboração com C. Lopes).
Manutenção do solo em viticultura sustentável. Conferência
proferida no Colóquio de Herbologia. 23 de Maio, Instituto
Superior de Agronomia, Lisboa.
Water-hyacinth (Eichhornia crassipes) In Portugal –
Synopsis of its bioecology and management. Comunicação
oral apresentada no Congreso 2003 de la Sociedad Española
de Malherbologia. 4 a 6 de Novembro, Barcelona, Espanha.
(de colaboração com I. Moreira, A.C. Santos, e P.M.
Serrasqueiro).
Infestantes aquáticas e ribeirinhas na Lezíria. Processos de
combate. Conferência proferida na Acção de Formação
dirigida a Agricultores e Técnicos, em 12 de Fevereiro, relativa
ao Projecto AGRO 113 “Gestão Integrada do solo e da água
para a Lezíria Grande de Vila Franca de Xira”.
Plantas aquáticas invasoras em Portugal: Perturbações dos
ecossistemas dulçaquícolas. Medidas de prevenção e
combate Conferência proferida no Seminário Quinzenal do
DEF/CEABN, em 31 de Março.
Técnicas de manutenção do solo na vinha. Conferência
proferida no Curso Aplicado Tecnologia Vitícola para Vinhos
de Qualidade, em 12 e 13 de Maio, relativa ao Projecto AGRO
104 “Tecnologia Vitícola para vinhos de qualidade. Da
manutenção do solo à gestão da folhagem”, para técnicos e
viticultores sobre “Manutenção do solo da vinha”.
Enrelvamento e palhagem da vinha. Vantagens e
inconvenientes. Conferência proferida no Curso Aplicado
Tecnologia Vitícola para Vinhos de Qualidade, em 12 e 13 de
- 55 -
C. V. Ana Monteiro
2004
2004
2004
2005
2005
2005
2006
Maio, relativa ao Projecto AGRO 104 “Tecnologia Vitícola
para vinhos de qualidade. Da manutenção do solo à gestão da
folhagem”, para técnicos e viticultores sobre “Manutenção do
solo da vinha”.
Manutenção do solo em viticultura sustentável. Conferência
proferida nas II Jornadas do Alvarinho, Monção/Melgaço, 25 a
26 de Junho de 2004.
Controlo de invasoras lenhosas no Parque Ecológico do
Funchal. Conferência proferida nas 3as Jornadas Florestais
Insulares, Angra do Heroísmo, 28 a 30 de Julho, (de
colaboração com A. Santos).
Enrelvamento da vinha: dois casos de estudo – Monção e
Alenquer. Conferência proferida no 6º Simpósio de
Vitivinicultura do Alentejo, 26-28 Maio de 2004, Évora, (de
colaboração com Lopes, C.M., Afonso, J.M., Machado, J.P.,
Lourenço, J., Fernandes, N., Carvalho, L. & Moreira, I.)
Enrelvamento da vinha. Conferência proferida no II Colóquio
Vitivinícola da Estremadura. 6-7 de Junho, Óbidos, (de
colaboração com Lopes, C.M.)
Enrelvamento da vinha- Um caso de estudo na região da
Estremadura, Alenquer. Conferência proferida nas Jornadas
Vitícolas, em 15 de Abril, Alenquer. Acção de Divulgação
relativa ao Projecto AGRO 104 “Tecnologia Vitícola para
optimização do potencial qualitativo.
Combate ao caniço nos taludes das valas e dos valados da
Lezíria Grande de Vila Franca de Xira. Conferência
proferida no I Congresso Nacional de Rega e Drenagem, 5-7
Dezembro, Beja, (de colaboração com Moreira, J. F.,
Serrasqueiro, P.M.; Moreira, I.; Santos, A.C. ).
Pennyroyal (Mentha pulegium) and Hart’s Pennyroyal
(Mentha cervina) Biodiversity in Alentejo, Portugal.
Comunicação oral apresentada no International Symposium
“The Labiatae: Advances in Production, Biotechnology and
Utilisation”, 22-25 February 2006, Sanremo, Italy, (de
colaboração com Póvoa, O. Rodrigues L., Farinha N., Marinho
S., Nunes P., Godinho D. & Mata F.)
- 56 -
C. V. Ana Monteiro
2006 Enrelvamento da vinha na Estremadura - Um caso de
estudo. Conferência proferida nas Jornadas Técnicas
Vitivinícolas da Região de Alcobaça, em 24 de Março. (de
colaboração com Lopes, C.).
9. Painéis
1986 Infestantes aquáticas e degradação da qualidade de água no
vale do Sorraia: dois casos de estudo. Painel apresentado no
III Simpósio sobre Aquacultura. Instituto Bio-Médico Abel
Salazar e Associação Portuguesa de Recursos Hídricos. 9 a 11
de Abril, Porto. (de colaboração com T. Ferreira e I. Moreira).
1986 Chemical control of aquatic weeds in Portugal. Painel
apresentado no 7th International Symposium on Aquatic
Weeds. 15 a 19 de Setembro, Loughborough, Reino Unido. (de
colaboração com E. Fernandes e I. Moreira).
1987 Macrophyte survey in portuguese rivers: two case-studies.
Painel apresentado no Symposium on Biology in Water
Management. 25 a 29 de Maio, Veszprém, Hungria. (de
colaboração com T. Ferreira).
1988 Evolução das características fisico-químicas de uma vala
infestada por Myriophyllum aquaticum após aplicação de
herbicida. Painel apresentado na I Conferência Nacional da
Qualidade do Ambiente. 22 a 24 de Fevereiro, Aveiro. (de
colaboração com M.T. Ferreira e I. Moreira).
1989 Differential responses of wheats and rye to a sulfonylurea
herbicide. Painel apresentado no 11th Long Ashton
International Symposium of Herbicide Resistance in Weeds
and Crops. 11 a 14 de Setembro, Bristol, Reino Unido. (de
colaboração com I. Moreira e W. Viegas).
1989 Estudo comparativo da resistência de diferentes espécies de
trigo a herbicidas do grupo das sulfonilureias. Painel
apresentado nas XXIV Jornadas de Genética Luso
Espanholas. 2 a 4 de Outubro, Évora. (de colaboração com W.
Viegas).
- 57 -
C. V. Ana Monteiro
1990 Aquatic weed control in Portugal: management options and
risk assessment. Painel apresentado no International
Workshop on Toxicology. European Science Foundation. 23 a
25 de Abril, Sesimbra. (de colaboração com T. Ferreira e I.
Moreira).
1992 Selectividade e metabolismo do herbicida tralkoxidime em
trigo. Painel apresentado no Congreso 1992 de la Sociedad
Española de Malherbologia. 4 a 8 de Dezembro, Lérida,
Espanha. (de colaboração com I. Moreira).
1995 Response of wheat cultivars to tribenuron-methyl and
tralkoxydim. Painel apresentado no International Symposium
on Weed and Crop Resistance to Herbicides. 20 a 24 de
Setembro, Córdoba. (de colaboração com I. Moreira).
1995 Sites d'interet pour la conservation de la vegetation au centre
et au sud du Portugal Continental. Painel apresentado na 1ª
Conf. Eur. pour la Protection de la Flore Sauvage. 2 a 7 de
Setembro, Hyères, França. (de colaboração com M.D. EspiritoSanto, M. Lousã, I. Moreira, J. Capelo, E. Cardoso, J. Castro
Antunes, J.C. Costa, I. Moreira, C. Neto, M.C. Rosa, T.
Vasconcelos, A.P. Paes, P. Cristóvão, J. Monjardino e R.
Seromenho).
1995 Sunflower weed flora in Portugal. Painel apresentado no
Congreso 1995 de la Sociedad Española de Malherbologia. 4
a 8 de Dezembro, Huesca, Espanha. (de colaboração com T.
Figueira, T. Vasconcelos e I. Moreira).
1995 Combate às infestantes do milho em mobilização mínima.
Painel apresentado no Congreso 1995 de la Sociedad Española
de Malherbologia. 4 a 8 de Dezembro, Huesca, Espanha. (de
colaboração com A. Faustino e I. Moreira).
1996 Propagação vegetativa de espécies ornamentais. Painel
apresentado no Simpósio sobre Propagação Vegetativa de
Espécies Lenhosas. 18 a 20 de Abril, Castelo Branco. (de
colaboração com T. Vasconcelos e J.A. Tapada Bertelli).
1996 Germinação de sementes de Chenopodium ambrosioides.
Painel apresentado no 1º Colóquio Nacional de Plantas
Aromáticas e Medicinais. 26 a 29 de Março, Vilamoura. (de
colaboração com T. Vasconcelos).
- 58 -
C. V. Ana Monteiro
1996 Espécies espontâneas aromáticas e medicinais no Alentejo.
Distribuição com vista a estudos de introdução no regime de
terras retiradas. Painel apresentado no 1º Colóquio Nacional
de Plantas Aromáticas e Medicinais. 26 a 29 de Março,
Vilamoura. (de colaboração com T. Vasconcelos, E. Sousa e I.
Moreira).
1996 Seed propagation of Dracaena draco. Painel apresentado no
IV Simposio de la Associácion Ibero-Macaronésica de
Jardines Botánicos. 18 a 20 de Junho, Santiago de
Compostela, Espanha. (de colaboração com J.A. Tapada
Bertelli e T. Vasconcelos).
1996 Qualidade da água em agroecossistemas, o caso da Lezíria
Grande de Vila Franca de Xira. Painel apresentado no 1º
Encontro Nacional de Ecologia. Sociedade Portuguesa de
Ecologia. 6 a 7 de Dezembro, Estação Agronómica Nacional,
Lisboa. (de colaboração com T. Ferreira, I. Moreira e L.F.
Catarino).
1997 Vegetação de Beringel (Mombeja). Painel apresentado no I
Encontro de Fitossociologia 29 a 31 de Maio, Bragança. (de
colaboração com I. Moreira, T. Vasconcelos, E. Sousa e P.
Arsénio).
1997 Redução de doses de herbicidas residuais em misturas com
herbicidas sistémicos em vinha. Painel apresentado no IV
Encontro Nacional de Protecção Integrada. 3 a 4 de Outubro,
Ilha Terceira, Açores. (de colaboração com F. Aguiar, I.
Moreira e J. Frazão Moreira).
1998 Geographical distribution and threat status of some taxa to
be legally protected in continental Portugal. Painel
apresentado no Planta Europa Conference. 9 a 14 de Junho,
Uppsala, Suécia. (de colaboração com M.D. Espírito Santo, J.
Capelo, J.C. Costa, M. Lousã, I. Moreira, C. Neto, E. Sousa e
T. Vasconcelos).
1998 Seed propagation of Verbena officinalis L. Painel
apresentado no V Simpósio da Associação Ibero-Macaronésica
de Jardins Botânicos. 26 de Abril a 1 de Maio, Funchal. (de
colaboração com T. Vasconcelos).
- 59 -
C. V. Ana Monteiro
1998 Initial studies to improve conservation ex situ of Cynara
tournefortii and Echium boissieri. Painel apresentado no V
Simpósio da Associação Ibero-Macaronésica de Jardins
Botânicos. 26 de Abril a 1 de Maio, Funchal. (de colaboração
com A. Póvoa e T. Vasconcelos).
1998 Seed propagation of Agrimonia eupatoria L. Painel
apresentado no 1st Int. Meetings of Aromatic and Medicinal
Mediterranean Plants. 24 a 26 de Abril, Conímbriga, Ansião.
(de colaboração com A. Póvoa e T. Vasconcelos).
1998 Seed germination of Agrostemma githago and Vaccaria
hispanica. Painel apresentado no 1st Int. Meetings of Aromatic
and Medicinal Mediterranean Plants. 24 a 26 de Abril,
Conímbriga, Ansião. (de colaboração com T. Vasconcelos).
1998 Tralkoxydim metabolism by wheat cytochrome P-450. Painel
apresentado no 9th International Congress of Pesticide
Chemistry. 2 a 7 de Agosto, Londres, Reino Unido. (de
colaboração com K. Holt, G. foxon, A. Wilson e I. Moreira)
1998 Serra de Nogueirinha “Monfurado”. Painel apresentado no 3º
Encontro Nacional de Ecologia. SPECO. 3 a 5 de Dezembro,
Faro. (de colaboração com E. Sousa, R. Sequeira, I. Moreira,
T. Vasconcelos e J. Veneda).
1999 Projectos no âmbito da Herbologia numa perspectiva de
protecção integrada em execução na Escola Superior
Agrária de Beja. Painel apresentado no V Encontro Nacional
de Protecção Integrada. 29 a 30 de Maio, Bragança. (de
colaboração com J. Portugal, L. Carvalho, I. Moreira, T.
Vasconcelos e E. Sousa).
2001 Malas hierbas de los viñedos de la sub-región vitícola de
Monção-Región de los Vinhos Verdes. Painel apresentado no
Congreso 2001 de la Sociedad Española de Malherbologia. 20
a 22 de Novembro, Léon. Espanha. (de colaboração com F.
Afonso, J.M. Afonso e T. Vasconcelos).
2003 Custos da gestão de infestantes aquáticas na LGVFX período
1999-2002 e situação actual da infestação por Eichhornia
crassipes e Phragmites australis. Painel apresentado no
Colóquio de Herbologia. 23 de Maio, Instituto Superior de
- 60 -
C. V. Ana Monteiro
Agronomia, Lisboa. (de colaboração com A.C. Santos, P.M.
Serrasqueiro e I. Moreira).
2003 Estudos moleculares e micromorfológicos no género
Solanum L. Painel apresentado no Colóquio de Herbologia.
23 de Maio, Instituto Superior de Agronomia, Lisboa. (de
colaboração com V. Duarte, F. Nóbrega, G. Teixeira e R.
Vidal).
2005 Combate ao jacinto-aquático nas valas da Lezíria Grande
de Vila Franca de Xira. Painel apresentado no Actas I
Congresso Nacional de Rega e Drenagem, , 5-7 Dezembro,
Beja, (de colaboração com Moreira, I.; Monteiro, A.;
Serrasqueiro, P.M.; Santos, A.C. & Moreira, J. F.)
2005 Microcorphology of trichomes, seed propagation and
geographical distribution of Mentha pulegium and Mentha
cervina in Alentejo and Ribatejo-oeste, Portugal. Painel
apresentado no 48th IAVS Symposium (International Association
Vegetation Science) organizado pela UTL/ISA entre 24th e 29th
Julho 2005. (de colaboração com Póvoa, O, Rodrigues, L.
Monteiro, P., Forte, P., Vasconcelos, T. Teixeira, G.)
2005 Geographical distribution, microcorphology of trichomes
and vegetative propagation of Thymbra capitata in Alentejo
and Ribatejo-oeste, Portugal. Painel apresentado no 48th IAVS
Symposium (International Association Vegetation Science)
organizado pela UTL/ISA entre 24th e 29th Julho 2005. (de
colaboração com T Rodrigues, L., Forte, P., Vasconcelos, T.,
Póvoa, O, Lousã, M, Teixeira, G.)
2005 Invasive Solanaceae in a Botanic Garden: Salpichroa
origanifolia and Nicotiana glauca. Painel apresentado no 48th
IAVS Symposium (International Association Vegetation Science)
organizado pela UTL/ISA entre 24th e 29th Julho 2005. (de
colaboração com Henriques, AS, Monjardino, J, Forte, P,
Espírito Santo, D, Vasconcelos, T)
2006 Advances in implementing integrated invasive plant
management to control aquatic weeds in Portugal. Painel
apresentado no Symposium Invasive Plants in Mediterranean
Type Regions of the World. 25-27 Maio 2005, Méze (Hérault),
- 61 -
C. V. Ana Monteiro
France, (de colaboração com Moreira, I, Monteiro, A, Rebelo, T,
Aguiar, F & Ferreira, T)
2006 Biodiversity Studies on Portuguese Thymbra capitata L..
Painel apresentado no International Symposium “The
Labiatae: Advances in Production, Biotechnology and
Utilisation”, 22-25 February 2006, Sanremo, Italy. (de
colaboração com Rodrigues, L., Monteiro, P., Póvoa, O.,
Teixeira, G., Vasconcelos, T., Moldão M.).
VI – PUBLICAÇÕES
1. Dissertações
1982 MONTEIRO, A., Fitotoxicidade dos resíduos de atrazina em
culturas susceptíveis. Relatório de actividades de aluno
estagiário do curso de Engenheiro Agrónomo. Instituto
Superior de Agronomia. 38 pp.
1989 MONTEIRO, A., Infestantes aquáticas. Luta química e
impacte ambiental. Dissertação de Mestrado em Produção
Vegetal. Instituto Superior de Agronomia. Universidade
Técnica de Lisboa. 125 pp.
1992 MONTEIRO, A., Metabolismo do herbicida tralkoxidime em
cereais. Função das monooxigenases dependentes do
citocromo P450. Dissertação de Doutoramento. Instituto
Superior de Agronomia. Universidade Técnica de Lisboa. 151
pp.
2. Livros técnico-científicos
1
2
MENZEL-TELTENBORN, H., NEUBAUER, H.F. &
WUNSCH, W., 1991. Botânica I. Círculo de Leitores, 287 pp.
(Tradução e Adaptação de Caixinhas, L., Espírito-Santo, M.D.,
Vasconcelos, T. & Monteiro, A.).
MENZEL-TELTENBORN, H., NEUBAUER, H.F. &
WUNSCH, W., CAIXINHAS, L., MONTEIRO, A.,
- 62 -
C. V. Ana Monteiro
3
4
5
VASCONCELOS, T. & ESPÍRITO-SANTO, M.D., 1991.
Botânica II. Círculo de Leitores, 268 pp.
COSTA, J.C., LADERO, M., DÍAZ, T.E., LOUSÃ, M.,
ESPIRITO-SANTO,
M.D.,
VASCONCELOS,
T.,
MONTEIRO, A. & AMOR, A., 1993. Vegetação da Serra de
Sintra. Guia Geobotânico. XIII Jornadas de Fitossociologia.
Instituto Superior de Agronomia. Lisboa. 98 pp.
ESPIRITO-SANTO, M.D. & MONTEIRO, A., 1998.
Infestantes das culturas agrícolas. Chaves de identificação. Ed.
ADISA. 90 pp.
MONTEIRO, A., VASCONCELOS, T. & CATARINO, L.
(eds.), 1998 Management and ecology of aquatic plants.
Proceeding of the 10th EWRS International Symposium on
Aquatic Weeds. Lisboa. 444 pp.
3. Capítulos de livros
1
2
3
4
5
MOREIRA, I., FERREIRA, T. & MONTEIRO, A., 1989.
Aquatic weed bioecology and control in Portugal. A review. In:
Cooperação Luso-Alemã entre Universidades no domínio da
Investigação Agrária Aplicada. Resultados dos projectos de
investigação agrária, 71-106. Vila Real.
MONTEIRO, A., 1991. Áreas protegidas. In: Botânica II. 148159. Ed. Círculo de Leitores. Lisboa.
CAIXINHAS, L., ESPÍRITO-SANTO, M.D., MONTEIRO, A.
& VASCONCELOS, T., 1991. Sistemática. In: Botânica II.
206-260. Ed. Círculo de Leitores. Lisboa.
CAIXINHAS, M. L., SOUSA, E. & MONTEIRO, A., 2001.
Chaves para identificação no estado de plântula. In: Caixinhas,
M.L. (3ª ed.). Plântulas de Infestantes. Dicotiledóneas. 1-34.
Centro de Botânica Aplicada à Agricultura da Universidade
Técnica de Lisboa. Direcção-Geral de Protecção das Culturas.
Lisboa.
MONTEIRO, A. & MOREIRA, I., 2001. Luta biológica contra
infestantes. In: R. De Prado & J. V. Jorrín (eds.) Uso de
Herbicidas en la Agricultura del Siglo XXI. 331-347. Servicio
- 63 -
C. V. Ana Monteiro
de Publicaciones. Universidad de Córdoba. Córdoba.
4. Revistas científicas
4.1. Revistas internacionais e estrangeiras
*Science Citation Index
1
*2
*3
*4
*5
*6
*7
MOREIRA, I., MONTEIRO, A. & FERREIRA, T., 1999.
Biology and control of parrotfeather (Myriophyllum aquaticum
(Vell.) Verdc.) in Portugal. Ecol., Env. & Cons., 5(3): 171-179
MONTEIRO, A., MOREIRA, I. & SOUSA, E., 1999 Effect of
prior common reed (Phragmites australis) cutting on herbicide
efficacy. Hydrobiologia, 415: 305-308.
MOREIRA, I., FERREIRA, T., MONTEIRO, A., CATARINO,
L. & VASCONCELOS, T., 1999. Aquatic weeds and its
management in Portugal: insights for the 10th Symposium.
Hydrobiologia, 415: 229-234.
MOREIRA, I., MONTEIRO, A. & SOUSA, E., 1999.
Chemical control of common reed (Phragmites australis) by
foliar herbicides under different spray
conditions.
Hydrobiologia, 415: 299-304.
COSTA, J.C., CAPELO, J., ESPÍRITO-SANTO, M.D.,
LOUSÃ, M., MONTEIRO, A., MESQUITA, S.,
VASCONCELOS, T. & MOREIRA, I., 1999. Plant
communities of the lagoons of the Portuguese Coastal
Superdisctrict – a multivariate approach. Hydrobiologia, 415:
67-75.
MONTEIRO, A. & MOREIRA, I., 2004. Reduced rates of preemergence and post-emergence herbicides for weed control in
vineyards. Weed Research, 44(2):117-128.
LOPES, C., MONTEIRO, A., RÜCKERT, E., GRÜBER, B.,
STEINBERG, B. & SCHULTZ, H.R., 2004. Comparative
transpiration measurements on grapevines and co-habitating
cover crop and weed species in a vineyard. Vitis, 43(2): 111117.
- 64 -
C. V. Ana Monteiro
8
MONTEIRO, A., LOPES, C., RÜCKERT, F-E., GRÜBER, B.,
STEINBERG, B. & SCHULTZ, H.R. 2004. Beitrag
verschiedener Begrünungspflanzen und spontaner Begleitarten
zur Evapotranspiration in Weinbergen. Die Weinwissenschaft (in
press).
*9 MONTEIRO, A., MÃO CHEIA, V., VASCONCELOS T &
Moreira, I. 2005. Management of the invasive species Opuntia
stricta in a Botanical Reserve in Portugal. Weed Research 45(3),
193-201.
10* PÓVOA O., MATA F., RODRIGUES L., FARINHA N.,
MARINHO S., NUNES P., GODINHO D. & MONTEIRO A.
2006. Pennyroyal (Mentha pulegium) and Hart’s Pennyroyal
(Mentha cervina) Biodiversity in Alentejo, Portugal. Acta
Horticulturae (aceite)
11* RODRIGUES, L., MONTEIRO, P., PÓVOA, O., TEIXEIRA,
G., VASCONCELOS, T., MOLDÃO M. & MONTEIRO A.,
2006 Biodiversity Studies on Portuguese Thymbra capitata L..
Acta Horticulturae (aceite)
12* MONTEIRO A. & LOPES C.M., 2006 Vineyard cover
cropping in a Mediterranean Region. Effects on flora dynamics,
water use, yield, growth and berry composition. Agriculture,
Ecosystems and Environment (submetido)
4.2. Revistas nacionais
1
2
3
MONTEIRO, A., NEVES, N., SOEIRO, M.J. MOREIRA, I. &
VIEGAS, W., 1993. Estudo da resistência de cultivares de
Triticale a sulfonilureia. Melhoramento, 32: 81-89.
MONTEIRO, A., VASCONCELOS, T. & TAPADA
BERTELLI, A., 1999. Seed propagation of Dracaena draco.
Garcia de Orta, Sér. Bot., 14(2): 187-189.
MOREIRA, I., MONTEIRO, A., FERREIRA, T., CATARINO,
L., FRANCO, J.C. & REBELO, T., 1999. Estudos sobre
biologia e combate do jacinto-aquático (Eichhornia crassipes,
(Mart.) Solms-Laub.) em Portugal. Garcia de Orta, Sér. Bot.,
14(2): 191-198.
- 65 -
C. V. Ana Monteiro
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
SOUSA, E., SEQUEIRA, R., MOREIRA, I., MONTEIRO, A.,
VASCONCELOS, T. & VENADI, J., 1999. Sítio de Monfurado
– Serra da Nogueirinha. Revista de Biol. (Lisboa), 17: 137-146.
VASCONCELOS, T., MONTEIRO, A., MOREIRA, I.,
SOUSA, E. & ARSÉNIO, P., 1999. Vegetação de Mombeja.
Quercetea, 1: 123-130.
MOREIRA, I. & MONTEIRO, A., 2000/01. Gestão da flora
das vinhas. Protecção da Produção Agrícola, 142-170.
CAIXINHAS, M.L., SOUSA, I. & MONTEIRO, A., 2001
Identificação de dicotiledóneas adventícias no estado de
plântula. Anais do Instituto Superior de Agronomia, 48:
105-140.
MONTEIRO, A., MOREIRA I., SANTOS A.C. &
SERRASQUEIRO P.M., 2003. Gestão do jacinto-aquático
(Eichhornia crassipes) na Lezíria Grande de Vila Franca de
Xira. Anais do Instituto Superior de Agronomia 49, 297-315.
PÓVOA, O., MONTEIRO, A. & VASCONCELOS T., 2003.
Geographic distribution and seed propagation of Urtica dioica
L. from Portugal. Anais do Instituto Superior de Agronomia 49,
261-270.
AFONSO, J.M., MONTEIRO, A. & LOPES, C.M. &
LOURENÇO, J. 2003. Enrelvamento do solo em vinha na
Região dos Vinhos Verdes. Três anos de estudo na casta
’Alvarinho’. Ciência e Técnica Vitivinícola, 18(2): 47-63.
PÓVOA, O., MONTEIRO, A. & VASCONCELOS T., 2004.
Distribuição geográfica e propagação seminal de Althaea
officinalis L. (Malvaceae). Biologia Vegetal e Agro-Industrial
Vol.1, 263-272.
SANTOS, A.R. & MONTEIRO, A. 2005 Controlo de invasoras
lenhosas no Parque Ecológico do Funchal. Silva Lusitana
(aceite).
LOPES, C.M. & MONTEIRO, A. 2005. Enrelvamento da
vinha. Enovitis/Viticultura, 14-18.
LOPES, C.M. & MONTEIRO, A. 2005. Enrelvamento da vinha.
Revista da Associação Portuguesa de Horticultura, 18: 4-9.
PÓVOA, O., MONTEIRO, A. & VASCONCELOS T. 2005.
Geographic distribution of Achillea millefolium L., Cnicus
- 66 -
C. V. Ana Monteiro
16
17
benedictus L. and Solidago virgaurea L. and assessment of their
seed propagation. Revista Portuguesa de Biologia Vegetal e
Agro-Industrial, 2, 293-306.
PÓVOA, O., MONTEIRO, A. & VASCONCELOS T. 2005.
Distribution and seed propagation of Centaurium erythraea
Rafn. and Gentiana lutea L.(Gentianaceae). Revista Portuguesa
de Biologia Vegetal e Agro-Industrial, 2, 307-320.
CAMPOS, L., FRANCO, J.C., MONTEIRO, A. & LOPES, C.
2006. Influência do enrelvamento na abundância de artrópodes
associados a uma vinha da estremadura. Ciência e Técnica
Vitivinícola,(submetido)
5. Congressos com “referee”
1
2
3
4
5
MONTEIRO, A., FERREIRA, T. & MOREIRA, I., 1987.
Infestantes aquáticas e degradação da qualidade da água no vale
do Sorraia: dois casos de estudo. Actas do Seminário sobre
Aquacultura. 9-11 de Abril, Porto, 23-31.
FERREIRA, M.T. & MONTEIRO, A., 1988. Estudo das
comunidades de macrófitos aquáticos do rio Guadiana. Actas do
I Colóquio Luso-Espanhol sobre Ecologia de Bacias
Hidrográficas e Recursos Zoológicos. 9-11 de Maio, Porto.
129-137.
MONTEIRO, A., FERREIRA, M.T. & MOREIRA, I., 1988.
Evolução das características fisico-químicas de uma vala
infestada por Myriophyllum aquaticum após aplicação de
herbicida. Actas da I Conferência Nacional da Qualidade do
Ambiente. 22-24 de Fevereiro, Aveiro. 198-205.
MONTEIRO, A. & MOREIRA I., 1990. Chemical control of
parrotfeather (Myriophyllum aquaticum). Proc. EWRS/AAB 8th
Symposium in Aquatic Weeds. 13-17 de Agosto, Upsalla, Suécia.
163-164.
MONTEIRO, A. & MOREIRA I., 1992. Selectividade e
metabolismo do herbicida tralkoxidime em trigo. Congreso de la
- 67 -
C. V. Ana Monteiro
6
7
8
9
10
11
12
13
Soc. Española de Malherbologia. 4-8 de Dezembro, Lérida,
Espanha. 297-300.
MONTEIRO, A., 1993. Degradação da atrazina num solo com
diferentes formas azotadas Congreso de la Soc. Española de
Malherbologia. 4-8 de Dezembro, Lugo, Espanha. 259-263.
MONTEIRO, A., FIGUEIRA T., VASCONCELOS T. &
MOREIRA I., 1995. Sunflower weed flora in Portugal.
Congreso 1995 de la Sociedad Española de Malherbologia. 4-8
Dezembro, Huesca, Espanha. 87-90.
FAUSTINO A.; MONTEIRO A. & MOREIRA I., 1995.
Combate às infestantes do milho em mobilização mínima.
Congreso 1995 de la Sociedad Española de Malherbologia. 4-8
Dezembro, Huesca, Espanha. 253-256.
VASCONCELOS, T., TAPADA BERTELLI, J.A. &
MONTEIRO, A., 1996. Propagação vegetativa de espécies
ornamentais. Simp. Propagação Vegetativa de Espécies
Lenhosas. 18-20 de Abril, Castelo Branco. 155-158.
MONTEIRO, A. & VASCONCELOS, T., 1996. Germinação
de sementes de Chenopodium ambrosioides. 1º Colóquio
Nacional de Plantas Aromáticas e Medicinais. 26-29 de Março,
Vilamoura. 133-140.
VASCONCELOS, T., SOUSA, E., MONTEIRO, A. &
MOREIRA, I., 1996. Espécies espontâneas aromáticas e
medicinais no Alentejo. Distribuição com vista a estudos de
introdução no regime de terras retiradas. 1º Colóquio Nacional
de Plantas Aromáticas e Medicinais. 26-29 de Março,
Vilamoura. 129-132.
MOREIRA, I., VASCONCELOS, T., MONTEIRO, A. &
SOUSA, E., 1996. Salvem-se ervas daninhas messícolas. 2º
Cong. Nac. de Economistas Agrícolas. Agricultura, Ambiente e
Desenvolvimento Rural. 17-19 de Outubro, Évora. 2F.1-2F.4.
MOREIRA, I., MONTEIRO, A., FERREIRA, T., CATARINO,
L., FRANCO, J.C. & REBELO, T., 1997. Estudos sobre
biologia e combate do jacinto-aquático (Eichhornia crassipes,
(Mart.) Solms-Laub.) em Portugal. III Simpósio de Hidráulica e
Recursos Hídricos dos Países de Língua Oficial Portuguesa
- 68 -
C. V. Ana Monteiro
15
16
17
18
19
20
21
22
(SILUSBA). 13-17 de Abril. Maputo. Moçambique. 8 pp.
(formato digital).
MOREIRA, I., MONTEIRO, A., GASPAR, N. & FAUSTINO,
A., 1998. Combate de infestantes vitícolas com herbicidas de
pós–emergência. 4º Simpósio de Vitivinicultura do Alentejo.
20-22 de Maio, Évora. 281-286.
MONTEIRO, A., HOLT, K., FOXON, G., WILSON, A. &
MOREIRA, I., 1998. Tralkoxydim metabolism by wheat
cytochrome P-450. 9th Int. Cong. Pesticide Chemistry. 2-7 de
Agosto. Londres. Book Abst., Vol. 2 , Abst. nº 5E - 002.
MOREIRA, I., FERREIRA, T., MONTEIRO, A., CATARINO,
L. & VASCONCELOS, T., 1998. Aquatic weeds and its
management in Portugal: insights for the 10th Symposium.
Proceedings 10th EWRS Symp. on Aquatic Weeds. 21-25 de
Setembro, Lisboa. 3-9.
COSTA, J.C., LOUSÃ, M., CAPELO, J., MONTEIRO, A.,
ESPÍRITO SANTO, M.D., VASCONCELOS, T. & MOREIRA,
I., 1998. The vegetation of the lagoons of the Portuguese Coastal
Superdisctrict. 10th EWRS Symp. on Aquatic Weeds. 21-25 de
Setembro, Lisboa. 51-54.
MONTEIRO, A., MOREIRA, I. & SOUSA, E., 1998.
Chemical control of common red (Phragmites australis (Cav.)
Steudel). I. Effect of previous plant cutting on herbicide
efficacy. 10th EWRS Symp. on Aquatic Weeds. 21-25 de
Setembro, Lisboa. 377-380.
MOREIRA, I., MONTEIRO, A. & SOUSA, E., 1998.
Chemical control of common red (Phragmites australis (Cav.)
Steudel). II. Influence of type of sprayer, time of application,
spray volumes and herbicide rates. 10th EWRS Symp. on Aquatic
Weeds. 21-25 de Setembro, Lisboa. 381-384.
ALCOBIA L., MONTEIRO, A. & MOREIRA I., 1999.
Qualidade da água para rega e peixes nas valas de drenagem da
Lezíria Grande de Vila Franca de Xira. IV Simpósio de
Hidráulica e Recursos Hídricos dos Países de Língua Oficial
Portuguesa - IV SILUSBA. 24-26 de Maio. Coimbra.
AFONSO, F., AFONSO, J.M., VASCONCELOS, M.T. &
MONTEIRO, A., 2001. Malas hierbas de los viñedos de la sub-
- 69 -
C. V. Ana Monteiro
23
24
25
26
27
28
29
región vitícola de Monção-Región de los Vinhos Verdes.
Congreso 2001 de la Sociedad Española de Malherbologia. 2022 de Novembro, Léon, Espanha. 65-69.
MONTEIRO, A.,MOREIRA, I., MÃO-CHEIA, V., COSTA,
J.C. & VASCONCELOS, T., 2002. A invasora Opuntia stricta
na Reserva Natural “D. António Xavier Pereira Coutinho”. VII
Simpósio AIMJB (Associação Ibero-Macaronésica de Jardins
Botânicos). 24-26 de Julho, Lisboa. 141-151.
MONTEIRO, A., MOREIRA, I., SANTOS, A.C. &
SERRASQUEIRO, P.M., 2003. Water-hyacinth (Eichhornia
Crassipes) In Portugal – Synopsis of its bioecology and
management. Congreso 2003 de la Sociedad Española de
Malherbologia. 4 a 6 de Novembro, Barcelona, Espanha. 89-93.
MONTEIRO, A., LOPES, C.M., AFONSO, J.M., MACHADO,
J.P., LOURENÇO, J., FERNANDES, N., CARVALHO, L. &
MOREIRA, I. 2004. Enrelvamento da vinha: Dois casos de
estudo – Monção e Alenquer. 6º Simpósio de Vitivinicultura do
Alentejo. 26 a 28 de Maio, Évora. Vol.1, 253-261.
MOREIRA, I.; MONTEIRO, A.; SERRASQUEIRO, P.M.;
SANTOS, A.C. & MOREIRA, J. F. 2005. Combate ao jacintoaquático nas valas da Lezíria Grande de Vila Franca de Xira. In
Actas I Congresso Nacional de Rega e Drenagem, , 5-7
Dezembro, Beja. (em formato digital)
PÓVOA, O, RODRIGUES, L. MONTEIRO, P., FORTE, P.,
VASCONCELOS, T. TEIXEIRA, G. & MONTEIRO, A. 2005
Microcorphology of trichomes, seed propagation and
geographical distribution of Mentha pulegium and Mentha
cervina in Alentejo and Ribatejo-oeste, Portugal. Abstracts 48th
IAVS Symposium: 130.
RODRIGUES, L., FORTE, P., VASCONCELOS, T., PÓVOA,
O, LOUSÃ, M, TEIXEIRA, G. & MONTEIRO, A. 2005
Geographical distribution, microcorphology of trichomes and
vegetative propagation of Thymbra capitata in Alentejo and
Ribatejo-oeste, Portugal. Abstracts 48th IAVS Symposium: 138.
HENRIQUES, AS, MONJARDINO, J, FORTE, P, ESPÍRITO
SANTO, D, VASCONCELOS, T & MONTEIRO, A 2005
Invasive Solanaceae in a Botanic Garden: Salpichroa
- 70 -
C. V. Ana Monteiro
30
31
32
origanifolia and Nicotiana glauca. Abstracts 48th IAVS
Symposium: 90.
MOREIRA, I., MONTEIRO, A., REBELO, T., AGUIAR, F. &
FERREIRA, T. 2006. Advances in implementing integrated
invasive plant management to control aquatic weeds in Portugal.
In: Brunel S. (Ed.). Invasive Plants in Mediterranean Type
Regions of the World. 25-27 Maio 2005, Méze (Hérault), France,
Council of Europe Publishing. Environmental Encounters, 59:
365.
PÓVOA O., RODRIGUES L., MONTEIRO A., FARINHA N.,
MARINHO S., NUNES P., GODINHO D. & Mata F., 2006.
Pennyroyal (Mentha pulegium) and Hart’s Pennyroyal (Mentha
cervina) Biodiversity in Alentejo, Portugal. International
Symposium “The Labiatae: Advances in Production,
Biotechnology and Utilisation”, 22-25 February 2006, Sanremo,
Italy,
RODRIGUES, L., MONTEIRO, P., PÓVOA, O., TEIXEIRA,
G., VASCONCELOS, T., MOLDÃO M. & MONTEIRO A.,
2006 Biodiversity Studies on Portuguese Thymbra capitata L..
International Symposium “The Labiatae: Advances in
Production, Biotechnology and Utilisation”, 22-25 February
2006, Sanremo, Italy.
6. Congressos sem “referee”
1
2
MONTEIRO, A., MOREIRA, I. & VIEGAS, W., 1991.
Differential responses of wheats and rye to a sulfonylurea
herbicide. In: Herbicide resistance in weeds and crops. Caseley,
J.C., Cussans, G.W. & Atkin, R.K. (eds.). Butterworth. Bristol.
456-457.
ESPIRITO-SANTO, M.D., LOUSÃ, M., MOREIRA, I.,
CAPELO, J., CARDOSO, E., CASTRO ANTUNES, J.,
COSTA, J.C., MONTEIRO, A., MOREIRA, I., NETO, C.,
ROSA, M.C., VASCONCELOS,
T., PAES, A.P.,
CRISTÓVÃO, P., MONJARDINO, J., & SEROMENHO, R.,
- 71 -
C. V. Ana Monteiro
3
4
5
6
7
8
9
1995. Sites d'interet pour la conservation de la vegetation au
centre et au sud du Portugal Continental. 1ª Conf. Eur. pour la
Protection de la flore sauvage. 2-8 Setembro, Hyères, França.
Planta Europa, p. 32.
TAPADA BERTELLI, J.A., VASCONCELOS, T. &
MONTEIRO, A., 1996. Seed propagation of Dracaena draco.
IV Simposio de la Asociácion Ibero-Macaronésica de Jardines
Botánicos. 18 a 20 de Junho, Santiago de Compostela, Espanha.
p. 86.
MOREIRA, I., MONTEIRO, A., VASCONCELOS, T.,
SOUSA, EDITE & ARSÉNIO P., 1997. Vegetação de Beringel
(Mombeja). I Encontro de Fitossociologia. 29-31 de Maio.
Bragança. p. 40.
AGUIAR, F., MOREIRA, I., MONTEIRO, A., FRAZÃO
MOREIRA, J., 1997. Redução de doses de herbicidas residuais
em misturas com herbicidas sistémicos em vinha. IV Encontro
Nacional de Protecção Integrada. 3-4 de Outubro, Ilha Terceira,
Açores. 455-462.
ESPÍRITO SANTO, M.D., CAPELO, J., COSTA, J.C.,
LOUSÃ, M., MONTEIRO, A.; MOREIRA, I., NETO, C.,
SOUSA, E. & VASCONCELOS, T., 1998. Geographical
distribution and threat status of some taxa to be legally protected
in continental Portugal. 9-14 de Junho, Uppsal, Suécia. Planta
Europa, p.67.
MONTEIRO,
A.,
MOREIRA,
I.,
AGUIAR,
F.,
VASCONCELOS, T. & SOUSA, E., 1998. Vegetação da bacia
da Ribeira das Alcáçovas. Revista Biol. (Lisboa) 16: 166.
SOUSA, E., SEQUEIRA, R., MOREIRA, I., MONTEIRO, A.,
VASCONCELOS, T. & VENEDA, J., 1998. Serra de
Nogueirinha “Monfurado”. 3º Encontro Nacional de Ecologia 35 de Dezembro, Faro. SPECO. p. 57.
MONTEIRO, A. & VASCONCELOS, T., 1998. Initial studies
to improve conservation ex situ of Cynara tournefortii and
Echium
boissieri.
V
Simpósio
da
Associação
Ibero-Macaronésica de Jardins Botânicos. 26 de Abril-1 de
Maio, Funchal. 74-75.
- 72 -
C. V. Ana Monteiro
10
11
12
13
14
PÓVOA, A., MONTEIRO, A. & VASCONCELOS, T., 1998.
Seed propagation of Verbena officinalis L. V Simpósio da
Associação Ibero-Macaronésica de Jardins Botânicos. 26 de
Abril-1 de Maio, Funchal. 57-58.
PÓVOA, O., MONTEIRO, A. & VASCONCELOS, T., 1998.
Seed propagation of Agrimonia eupatoria L. 1st Int. Meetings of
Aromatic and Medicinal Mediterranean Plants. 24-26 de Abril,
Conimbriga - Ansião. p. 123.
MONTEIRO, A. & VASCONCELOS, T., 1998. Seed
germination of Agrostemma githago and Vaccaria hispanica. 1st
Int. Meetings of Aromatic and Medicinal Mediterranean Plants.
24-26 de Abril, Conimbriga - Ansião. p. 125.
PORTUGAL, J., CARVALHO, L., MOREIRA, I.,
VASCONCELOS, T., MONTEIRO, A. & SOUSA, M., 1999.
Projectos no âmbito da herbologia numa perspectiva de
protecção integrada em execução na Escola Superior Agrária de
Beja. V Encontro Nacional de Protecção Integrada. 27-29 de
Outubro, Bragança, 326-329.
LOPES, C.M. & MONTEIRO, A., 2003. Tecnologia Vitícola
para Vinhos de Qualidade. I Colóquio Vitivinícola da
Estremadura. 6-7 de Junho, Torres Vedras. 71-87.
7. Publicações didácticas
1
2
3
MONTEIRO, A., 1985. Ensaios biológicos para determinação
de resíduos de Herbicidas. Texto de apoio às aulas das
disciplinas de Herbologia. CBAA. H-1/85. 20 pp.
MOREIRA, I. & MONTEIRO, A. (Eds.), 1996. Cadernos de
Herbologia. 1. Conceitos Gerais. Elementos de apoio às aulas
de Herbologia. Instituto Superior de Agronomia. AEISA. 15 pp.
MOREIRA, I. & MONTEIRO, A. (Eds.), 2000. Cadernos de
Herbologia 2. Biologia de Infestantes. Elementos de apoio às
aulas de Herbologia. Instituto Superior de Agronomia. AEISA.
66 pp.
- 73 -
C. V. Ana Monteiro
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
MOREIRA, I. & MONTEIRO, A. (Eds.), 2000. Gestão da
Flora das Vinhas. Elementos de apoio às aulas de Herbologia.
Instituto Superior de Agronomia. AEISA.22 pp.
MOREIRA, I. & MONTEIRO, A. (Eds.), 2000. Cadernos de
Herbologia. Gestão das infestantes na cultura do milho.
Elementos de apoio às aulas de Herbologia. Instituto Superior de
Agronomia. AEISA. 12 pp.
MONTEIRO, A. & LOPES, C., 2001. 2- Morfologia e
Anatomia da Videira. Textos de apoio às aulas de Viticultura I.
AEISA. 17 p.
MONTEIRO, A., 2001. A Biotecnologia na Herbologia.
Elementos de apoio às aulas de Herbologia. Instituto Superior de
Agronomia. AEISA. 50 pp.
MOREIRA, I. & MONTEIRO, A. (Eds.), 2002. Cadernos de
Herbologia 3. Meios de Controlo. Elementos de apoio às aulas
de Herbologia. Instituto Superior de Agronomia. AEISA. 65 pp.
MONTEIRO, A. & MOREIRA, I. (Eds.), 2002. Cadernos de
Herbologia 3. Luta biológica contra infestantes. Elementos de
apoio às aulas de Herbologia. Instituto Superior de Agronomia.
AEISA. 12 pp.
MONTEIRO, A., 2002. Histologia Vegetal – Fotografias e
esquemas ilustrativos das aulas teóricas. Em suporte digital.
Elementos de apoio às aulas de Botânica. AEISA.
MONTEIRO, A., 2003. Herbologia na Viticultura Sustentável.
Em suporte digital. Elementos de apoio às aulas de Viticultura.
AEISA.
MONTEIRO, A., 2003. Infestantes de Jardins. Em suporte
digital. Elementos de apoio às aulas de Herbologia. AEISA.
MONTEIRO, A., 2003. As infestantes aquáticas na
Engenharia do Ambiente. Em suporte digital. Elementos de
apoio às aulas de Princípios de Protecção das Plantas. Engª do
Ambiente AEISA.
- 74 -
C. V. Ana Monteiro
8. Outras publicações
1
2
MOREIRA, I., MONTEIRO, A.; CATARINO, L. &
FERREIRA, T., 1998. Gestão das infestantes aquáticas. Estudos
e Documentos de Trabalho. Working Papers. Nº de Série: 4.
Instituto da Água. Ministério do Ambiente. 60 pp.
Hess, M., Barralis, G., Bleihoder, H., Buhr, L., Eggers, Th.,
Hack, H. & Stauss, R. 1997. Use the extended BBCH scale general for the descriptions of the growth stages of mono- and
dicotyledonous weed species. Weed Research, 37: 433-442.
Tradução livre de MONTEIRO, A. & MOREIRA, I., 2003.
Escala Geral BBCH dos estados de crescimentos. Adaptação a
infestantes mono- e dicotiledóneas. Direcção Geral da Protecção
das Culturas. 11 pp.
9. Trabalhos técnicos e de consultadoria
1984 Revisão técnica do livro Plantas de Interior. Manual de Cultivo
e Conservação. HESSAYON, D.G., Círculo de Leitores, Lda.
(Ed.), Cacém.
1997/1999 Redactor e Consultor especializado da enciclopédia
Nova Enciclopédia Larousse. Vol. 1-21. Círculo de Leitores,
Lda. e Larousse. S. Marcos, Cacém.
1997/2003 Revisor e redactor (Grupo das Ciências da Vida. Área de
Botânica, Biologia e Agronomia) da enciclopédia:
Enciclopédia Luso-Brasileira de Cultura. Edição Século XXI.
Editorial Verbo, Lisboa, S. Paulo. 1 (A-Algeb); 2 (AlgecArab); 3 (Arabid-Baku); 4 (Bakun-Bourb); 5 (Bourbo-Carlot);
6 (Carls-Cisal); 7. (Cisão-Cornea); 8 (Cornei-Desint)); 9
(Desint-Electr); 10 (Electr-Esterh)); 11 (Esteri-Filipa); 12
(Filipe-Garant); 13 (Garapa-Guerns); 14 (Guerra-Horeb); 15
(Horia-Interp); 16 (Interp-Kipp); 17 (Kippha-Lisíme); 18
(Lisina - Mármor).
- 75 -
C. V. Ana Monteiro
10. Relatórios relevantes e documentos mimeografados
1983 MONTEIRO, A., Comportamento de herbicidas no solo.
Relatório de estágio na Universidade de Hohenheim,
Estugarda. INIAER-DGPPA (ex), Oeiras. 52 pp. (Português e
Alemão).
1984 MONTEIRO, A., Primeiros ensaios sobre a fitotoxicidade do
glifosato aplicado em valas. Centro de Botânica Aplicada à
Agricultura da Universidade de Lisboa. H-18/84. 6 pp.
1985 MONTEIRO, A., Fitotoxicidade do glifosato aplicado contra
infestantes aquáticas. Centro de Botânica Aplicada à
Agricultura da Universidade de Lisboa. H- 4/85. 7 pp.
1989 MONTEIRO, A., LOUSÃ, M.F., ROSA, L. & LUZ, J.P.,
Flora do carvalhal de Nave de Haver. Departamento de
Botânica, ISA. 22 p.
1989 MONTEIRO, A., LOUSÃ, M.F. & ROSA, L., Flora do Tejo
International. Departamento de Botânica, ISA. 11 pp.
1990 PRICE, C.E. & A.E.R. CONSULTANTS, EEC Contract to
analyse the data from the Higher Plant Ring Test. Report
XI/351/90. Participant in “The First and Second Ring Test”,
developed by “Ecotoxicology of the European Communities”
Appendix 1 (Compound A), 2,3. 252 pp. Appendix 1
(Compound B), 191 pp. Appendix 1 (Compound C), 192 pp.
1996 MOREIRA, I. & MONTEIRO, A., Luta integrada contra
infestantes aquáticas em canais de rega. Projecto nº
STRD/AGR/0047. Relatório Final. Desenvolvido pelo
consórcio formado por Instituto Superior de Agronomia,
Sociedade Agrícola do Faiel e Companhia das Lezírias.
JNICT. Lisboa. 53 pp.
1997 ESPIRITO-SANTO, M.D. (coord.), CAPELO, J., COSTA,
J.C., LOUSÃ, M., MONTEIRO, A., MOREIRA, I., NETO,
C., SOUSA, E. & VASCONCELOS, T., Distribuição
Geográfica e Estatuto de Ameaça das Espécies da Flora a
Proteger em Portugal Continental. Relatório Final. Instituto
Superior de Agronomia. Departamento de Protecção das
Plantas e de Fitoecologia. Lisboa. Junho de 1997. 80 pp.
- 76 -
C. V. Ana Monteiro
1997 ESPIRITO-SANTO, M.D. (coord.), CAPELO, J., COSTA,
J.C., LOUSÃ, M., MONTEIRO, A., MOREIRA, I., NETO,
C., SOUSA, E. & VASCONCELOS, T., Distribuição
Geográfica e Estatuto de Ameaça das Espécies da Flora a
Proteger em Portugal Continental. Relatório Final, da adenda.
Instituto Superior de Agronomia. Departamento de Protecção
das Plantas e de Fitoecologia (Secção de Fitoecologia e
Herbologia). Lisboa. Julho de 1997. 125 pp.
1997 MOREIRA, I., MONTEIRO, A., AGUIAR, F.,
VASCONCELOS, T. & SOUSA, E., Cabrela. Proposta de
Sítio – nº 53. Habitats naturais contidos na DIRECTVA
92/43/CEE. Instituto Superior Agronomia. Lisboa.
1997 MOREIRA, I., MONTEIRO, A., VASCONCELOS, T.,
SOUSA, E. & ARSÉNIO, P., Mombeja. Proposta de Sítio – nº
88. Habitats naturais contidos na DIRECTVA 92/43/CEE.
Instituto Superior Agronomia. Lisboa.
1997 MOREIRA,
I.,
SOUSA,
E,
MONTEIRO,
A.,
VASCONCELOS, T., Serra de Monfurado. Proposta de sítio
nº 77. Habitats naturais contidos na DIRECTVA 92/43/CEE.
Instituto Superior Agronomia. Lisboa.
1997 MOREIRA, I., VASCONCELOS, T., MONTEIRO, A.,
SOUSA, E., Alvito/Cuba (Linaria ricardoi). Proposta de sítio
nº 55. Habitats naturais contidos na DIRECTVA 92/43/CEE.
Instituto Superior Agronomia. Lisboa.
1997 MONTEIRO, A., VASCONCELOS, T., SEROMENHO, R.;
FORTE, P. & MADEIRA, F., Index Sporarum et Seminum,
Quae Hortus Botanicus, Instituti Superioris Agronomiae, Pro
Mutua Commutatione Offert. Departamento de Protecção das
Plantas e de Fitoecologia, Instituto Superior de Agronomia,
Lisboa, 15 pp.
1998 MOREIRA, I., SOUSA, E., VASCONCELOS, T. &
MONTEIRO, A., Rio Xarrama e zona envolvente. Proposta
de sítio nº 132. Habitats naturais contidos na DIRECTVA
92/43/CEE. Instituto Superior Agronomia. Lisboa.
1998 MONTEIRO, A., VASCONCELOS, T., SEROMENHO, R.,
FORTE, P. & MADEIRA, F., Index Sporarum et Seminum,
Quae Hortus Botanicus, Instituti Superioris Agronomiae, Pro
- 77 -
C. V. Ana Monteiro
1999
2000
2000
2001
2001
2002
Mutua Commutatione Offert. Departamento de Protecção das
Plantas e de Fitoecologia, Instituto Superior de Agronomia,
Lisboa, 20 pp.
MONTEIRO, A., VASCONCELOS, T., SEROMENHO, R.,
FORTE, P. & MADEIRA, F., Index Sporarum et Seminum,
Quae Hortus Botanicus, Instituti Superioris Agronomiae, Pro
Mutua Commutatione Offert. Departamento de Protecção das
Plantas e de Fitoecologia, Instituto Superior de Agronomia,
Lisboa, 20 pp.
MONTEIRO, A., VASCONCELOS, T., SEROMENHO, R.,
FORTE, P. & MADEIRA, F., (eds.), Indices Seminum 2000.
Associación Ibero-Macaronésica de Jardines Botánicos.
Instituto Superior de Agronomia, Lisboa.
MONTEIRO, A., VASCONCELOS, T., SEROMENHO, R.,
FORTE, P. & MADEIRA, F., Index Sporarum et Seminum,
Quae Hortus Botanicus, Instituti Superioris Agronomiae, Pro
Mutua Commutatione Offert. Departamento de Protecção das
Plantas e de Fitoecologia, Instituto Superior de Agronomia,
Lisboa, 20 pp.
MONTEIRO, A., Relatório de estágio no Forschungsanstalt
Geisenheim – Fachgebiet Weinbau. Estágio de Curta Duração
financiado pela fundação Calouste Gulbenkian. 2 Julho a 15 de
Setembro de 2001. Instituto Superior de Agronomia.
Universidade Técnica de Lisboa. 21 pp.
MONTEIRO, A., VASCONCELOS, T., SEROMENHO, R.,
FORTE, P. & MADEIRA, F., Index Sporarum et Seminum,
Quae Hortus Botanicus, Instituti Superioris Agronomiae, Pro
Mutua Commutatione Offert. Departamento de Protecção das
Plantas e de Fitoecologia, Instituto Superior de Agronomia,
Lisboa, 12 pp.
MONTEIRO, A., VASCONCELOS, T., SEROMENHO, R.,
FORTE, P. & MADEIRA, F., Index Sporarum et Seminum,
Quae Hortus Botanicus, Instituti Superioris Agronomiae, Pro
Mutua Commutatione Offert. Departamento de Protecção das
Plantas e de Fitoecologia, Instituto Superior de Agronomia,
Lisboa, 22 pp.
- 78 -
Download

ana monteito_curr_1983_2006 - Instituto Superior de Agronomia