Mata Rainha D. Leonor
Caldas da Rainha
Escola Secundária Rafael Bordalo Pinheiro
Caldas da Rainha/ Leiria
8º ano/ 53 alunos
Ana Nunes/ Ciências Naturais
A Mata Rainha D. Leonor, conhecida localmente por Mata das Caldas, reveste-se de importância, não só pela
sua história ligada à Rainha D. Leonor e ao Hospital Termal de Caldas da Rainha mas também pelas suas
espécies vegetais, algumas delas autênticos “Biomonumentos”.
Nos 17 hectares da Mata actual distinguem-se quatro
manchas de coberto vegetal (Catarino, 2005):
1. A parte envolvente das estruturas desportivas;
2. O Platanal (Platanus orientalis);
3. O “Coração da Mata”, com o maior loureiral (Laurus
nobilis) de Portugal na actualidade;
4. Os terrenos a nascente, com vegetação espontânea e
exótica e as orlas da Mata.
O nosso trabalho centrou-se no Platanal e no Coração da
Mata.
Rua dos loureiros (Laurus
nobilis)
Pinheiro-manso centenário
(Pinus pinea)
Platanal (Platanus
orientalis)
Principais Espécies Arbóreas
Infrutescência do Plátano
(Platanus orientalis)
Folhas de Loureiro (Laurus nobilis)
Platanal e coberto vegetal
Sobreiro (Quercus
suber)
Pinheiro-Manso (Pinus pinea)
Espécies herbáceas
características da Flora
Mediterrânica…
…tesouros a preservar
Gilbardeira (Ruscus aculeata)
Erva – Toira (Orobanche sp.)
Norça (Tamus communis)
Jarro-do-campo (Arum italicum)
Salsaparrilha-brava
(Smilax aspera)
Dente-de-leão (Taraxacum officinale)
Musgos, líquenes e fetos
constituem uma manta verde
que cobre o chão e a maioria
das árvores da Mata
Hera (Hedera helix)
Musgos existentes nos troncos
das árvores
Líquen foliáceo
Fetos epífitos (Polypodium sp)
Fetos e musgos no solo
Apesar de não se deixarem fotografar com facilidade,
conseguimos “capturar” três (e um vestígio)!
Observámos ainda fungos, alguns deles
parasitas das árvores da mata…
Fungo parasita num
plátano (Cariotus
versicolor)
Caracol em estivação
Fungo basidiomiceto
existente no solo
Estorninho (Sturnus sp)
Pena de ave (Espécie não
identificada)
Melro (Turdus merula)
Fungo parasita dos loureiros
(Laurobasidium sp)
Actividade “Piquenique de livros” na Mata no dia 21 de Março de
2011
“Este ano comemorámos o Dia Mundial da Árvore e da Floresta de forma
diferente; fizemos um “Piquenique de livros” na Mata Rainha D.Leonor!
Não, não comemos os livros… mas aproveitámos o facto de também ser Dia
Mundial da Poesia e fomos ler alguns livros de poesia da nossa bibiloteca
escolar, no sossego da mata. Escrevemos um verso que nos tocou
particularmente, numa “folha”, e descrevemos a sensação de estar a ler ao ar
livre. No final construímos uma “árvore” na biblioteca da nossa escola. E claro,
também partilhámos a merenda no final!”
“Árvore de versos
e sensações”
construída depois
da nossa primeira
actividade na Mata
Aula de campo na Mata por turma (cada uma dividida em 2 turnos)
em Maio de 2011.
Realizámos as seguintes actividades:
 Preenchimento de um guião de campo,
 Recolha de exemplares das espécies observadas para posterior identificação
(sempre que necessário);
 Recolha de fotografias;
 Estudo de algumas espécies invasoras como o incenso (Pittosporum
undulatum) e a acácia (Acacia melanoxylon);
 Identificação de algumas diferenças entre a Mata no Outono/ Inverno e na
Primavera/ Verão.
Pormenor do fruto
e folha do
Pittosporum
undulatum,
incenso, planta
invasora e por
vezes confundida
com o loureiro
O nosso trabalho foi divulgado no site da Escola
Secundária Rafael Bordalo Pinheiro, na disciplina
moodle de Ciências Naturais
– 8ºano!
"Para quem
tem olhos para ver e ouvidos para
Consulte-a em http://moodle.esrbp.pt
ouvir, a floresta é simultaneamente um
laboratório,
um clube
e um templo."
Queremos continuar este
projecto para
o próximo
ano e gostaríamos, entre outras coisas, de elaborar
um pequeno guia dasBaden-Powell,
Plantas da Matafundador
Rainha do Escutismo Mundial
D.Leonor, que pudesse ser publicado e distribuído
pela Câmara Municipal. m tem olhos para ver e
ouvidos para ouvir, a floresta é
simultaneamente um laboratório, um clube e
um templo."
Baden-Powell, fundador do Escutismo Mundial
Download

ES_Rafael_Bordalo_Pinheiro_Bosque