1. As cerimônias do Santuário
revelam três passos do juízo de Deus.
2. A 1ª fase do juízo se realizaria
no Céu; é o juízo investigativo.
3. O juízo investigativo teria lugar
após o Milênio.
4. Durante o Milênio, Satanás se
converterá e será bom outra vez.
5. O dia da expiação simbolizava
a erradicação do pecado.
V
F
Quando seria
purificado
o santuário?
“...Ele me disse:
Até 2.300 tardes e
manhãs; e o
santuário será
purificado”
(Daniel 8:12-14).
Um dia profético equivale a
um ano literal (Eze. 4:6 e 7;
Núm. 14:34; Lev. 25:8).
A partir de que data
começariam a
contar-se os 2.300
dias proféticos
(anos)?
“...desde a saída da ordem
para restaurar e para edificar
Jerusalém” (Daniel 9:25).
O decreto de Artaxerxes foi
no ano de 457 a.C., segundo
o livro de Esdras, capítulo 7.
Portanto, os 2.300 anos nos
levam ao ano 1844. Nessa
data seria purificado o
santuário celestial e a
verdade seria restaurada na
Terra.
O SELO DE
GARANTIA DA
PROFECIA
Como podemos
comprovar
historicamente que o
selo de garantia dos
2.300 dias (as 70
semanas) se cumpriu?
Daniel 9:23-27
2.300 tardes e manhãs (Dan. 8:14)
70 semanas (490 anos)
27 d.C.
408 a.C.
457 a.C.
1844
31 d.C.
62 semanas
ou 434 anos
7 semanas
ou 49 anos
34 d.C.
1 semana
7 anos
ou 1810 anos
A PROFECIA FALA
DO SANTUÁRIO
CELESTIAL
Que certeza temos
de que o santuário
que seria
purificado em 1844
é o celestial?
Mateus 27:51 diz que
quando Cristo morreu
na cruz, “eis que o véu
do templo se rasgou
em duas partes, de alto
a baixo” (isso foi no
ano 31 d.C).
O Apocalipse foi
escrito por volta do ano
98 d.C. O templo
judaico foi destruído no
ano 70 d.C., logo não
poderia ser o que foi
purificado em 1844
Por isso Paulo diz em
Hebreus 9:23 e 24: “Porque
Cristo não entrou em
santuário feito por mãos,
figura do verdadeiro, porém
no mesmo Céu, para
comparecer, agora, por nós,
diante de Deus.”
E João escreveu, em
Apocalipse 11:19:
“Abriu-se o templo de
Deus que se acha no
Céu, e foi vista a arca da
aliança no seu
santuário.”
Somente no dia da
purificação do santuário
(símbolo do juízo
investigativo) o sumo
sacerdote entrava no
santíssimo. Evidentemente
ali entrou Jesus em 1844.
Como ficariam
alguns aspectos
proféticos do livro
de Daniel até que
chegasse o tempo
do fim?
“Tu, porém, Daniel,
encerra as palavras
e sela o livro até o
tempo do fim; muitos o
esquadrinharão e o
saber se multiplicará”
(Daniel 12:4).
Próximo ao ano em que
começaria o juízo investigativo
muitos estudiosos da Bíblia
descobriram a data, mas devido
às tradições teológicas de seus
dias, pensaram que a purificação
do santuário era o regresso de
Jesus à Terra. Por isso
experimentaram o
desapontamento de 1844.
Mas esse
desapontamento já
estava previsto no
Apocalipse.
A PROFECIA
ACERCA DO
DESAPONTAMENTO
Em Daniel 12 se ordenou
selar a profecia “até o
tempo do fim”. Como
aparece no tempo do fim
o livrinho profético que
estava na mão do anjo,
e que ordem foi dada a
João?
Apocalipse 10:1, 2, 8 e 9
Aqui não diz que o
remanescente fiel
estivesse fazendo algo
indevido. Foi Deus quem
lhe ordenou fazê-lo e Ele
o fez por uma importante
razão.
Que declaração da
profecia indica que o
remanescente fiel
realmente haveria de
passar pela experiência
do desapontamento?
“...e o devorei, e na
minha boca era doce
como mel; quando,
porém, o comi, o meu
estômago ficou amargo”
(Apocalipse 10:10).
A idéia de que Jesus haveria de
voltar em 1844 lhes foi doce como
mel. Mas o desapontamento foi
intensamente amargo. Este não
ocorreu por falta de revelação,
visto que a Bíblia dizia que Jesus
não é sacerdote do santuário da
Terra, mas do celestial.
Há antecedentes bíblicos de
algum outro desapontamento?
A má compreensão da
missão de Jesus levou
Seus discípulos a um
amargo desapontamento.
Mas um remanescente
deu origem à Igreja
Cristã.
Os crentes que ficaram como
remanescentes do desapontamento da Cruz:
1. Passaram por uma experiência que os deixou
fora de sua congregação judia;
Os crentes que ficaram como
remanescentes do desapontamento da Cruz:
1. Passaram por uma experiência que os deixou
fora de sua congregação judia;
2. Jesus lhes abriu o entendimento para que
compreendessem o que estava escrito;
Os crentes que ficaram como
remanescentes do desapontamento da Cruz:
3. Redescobriram verdades bíblicas lançadas por
terra pelas tradições;
Os crentes que ficaram como
remanescentes do desapontamento da Cruz:
3. Redescobriram verdades bíblicas lançadas por
terra pelas tradições;
4. Receberam a ordem de pregar o que
descobriram por revelação nas Escrituras.
O que devia fazer o
remanescente fiel
que surgiria do
desapontamento de
1844?
“É necessário que ainda
profetizes a respeito de
muitos povos, nações,
línguas e reis”
(Apocalipse 10:11).
Deus usou, em 1844, método semelhante ao
que deu origem à Igreja Cristã:
1. Permitiu que experimentassem o
desapontamento;
Deus usou, em 1844, método semelhante ao
que deu origem à Igreja Cristã:
1. Permitiu que experimentassem o
desapontamento;
2. Assim foram expulsos de suas diversas
congregações e formaram uma nova
congregação, com um denominador comum:
investigação sincera e ardente da Bíblia em
busca de luz e resposta;
Deus usou, em 1844, método semelhante ao
que deu origem à Igreja Cristã:
3. Redescobriram verdades lançadas por terra;
Deus usou, em 1844, método semelhante ao
que deu origem à Igreja Cristã:
3. Redescobriram verdades lançadas por terra;
4. Estiveram em condições de cumprir a ordem
de pregar (como fizera a Igreja primitiva) a todo o
mundo, e o estão fazendo, cumprindo Apocalipse
10:11.
Que mensagem definitiva deve
pregar o remanescente fiel?
Apocalipse 14:6-12
Próximo estudo:
Download

8073-revelando o juízo