A protecção das invenções no sector automóvel
Breve História da Empresa







1925 – Registo da firma A.A. SILVA
1934 – Actividade de importação de
componentes automóveis
1939 – 2ª Guerra Mundial. Fabrico das
primeiras baterias AUTOSIL
1941 – Registo da marca AUTOSIL
1945 – Fim da guerra, retoma das
actividades de importação
1950 – Construção da unidade de produção
de baterias em Paço de Arcos (80.000m2)
1954 – Primeiros fornecimentos para OEM
Oliveira de Azeméis
29 Junho 2004
A Inovação no Sector Automóvel - o caso da Propriedade Industrial
1
A protecção das invenções no sector automóvel
Breve História da Empresa






1964 – A.A Silva dá origem a duas
sociedades anónimas – A.A. Silva, SA e
Acumuladores Autosil, SA
1973 – Início da produção de baterias em
caixa de polipropileno
1979 – Início da exportação para OEM
1991 – Homologação das baterias para
fornecimento exclusivo da AutoEuropa
1992 / 2001 – Internacionalização com a
construção de fábrica em França e
aquisição do 2º maior fabricante francês de
Baterias
2002 – A empresa A.A. Silva reassume a
actividade industrial e comercial da
Acumuladores Autosil
Oliveira de Azeméis
29 Junho 2004
A Inovação no Sector Automóvel - o caso da Propriedade Industrial
2
A protecção das invenções no sector automóvel
Protecção da propriedade Industrial



Marcas
Diferenciação pelo Marketing
e pela Imagem de Marca
Desenhos e Modelos
Diferenciação pela Imagem e
Design
Patentes
Diferenciação pela Tecnologia
(Produto e Processo)
Oliveira de Azeméis
29 Junho 2004
A Inovação no Sector Automóvel - o caso da Propriedade Industrial
3
A protecção das invenções no sector automóvel
Marcas





Desde sempre que para a empresa foi
importante identificar o Produto com uma
Marca - Marca Autosil registada em 1941
A
prática
é
registar
marcas
que
diferenciem os produtos nos diversos
mercados.
Identificação de Gamas e até de Clientes
Registo em Portugal e em paises onde a
nossa presença é importante
As marcas registadas estão normalmente
associadas a Logotipos que não são
protegidos
Oliveira de Azeméis
29 Junho 2004
A Inovação no Sector Automóvel - o caso da Propriedade Industrial
4
A protecção das invenções no sector automóvel
Desenhos e Modelos de Utilidade



Não é corrente o registo de Desenhos e de
Modelos de Utilidade
A bateria na sua forma é composta de
elementos mais ou menos normalizados
É possivel a diferenciação através de
alguns elementos
mas rápidamente a
concorrência
pode
copiar/adaptar
a
inovação
Oliveira de Azeméis
29 Junho 2004
A Inovação no Sector Automóvel - o caso da Propriedade Industrial
5
A protecção das invenções no sector automóvel
Patentes - AUTOSIL




Desde o ínicio da actividade industrial foram
depositados diversos pedidos de patentes para
componentes
e
soluções
melhorando
determinados processos e produtos.
Mais recentemente, em 1995, foi feito o pedido
de patente para uma bateria com fornecimento
de energia especializado para as diferentes
necessidades energéticas de um automóvel
Os
fornecedores
de
matérias
primas,
componentes e equipamentos, com pouco
tempo de atraso, aportam às empresas a
inovação tanto no Produto como no Processo
Imprensa
especializada,
Conferências
do
sector, são veiculos principais para a
apresentação da Inovação
Oliveira de Azeméis
29 Junho 2004
A Inovação no Sector Automóvel - o caso da Propriedade Industrial
6
A protecção das invenções no sector automóvel
Patentes – A BATERIA





O acumulador de chumbo-ácido é um
produto maduro, em adiantada fase de
desenvolvimento e exploração
A inovação é mais conseguida no Processo
de Fabrico e menos no Produto
No Processo de Fabrico, os fabricantes de
equipamento são pilotos e logo tratam da
divulgação da inovação
No Produto, a norma é patentear apenas
as Inovações que podem ser detectadas
As
Inovações
“Invisíveis”
não
são,
normalmente, objecto de patente
A Inovação no Produto é importante para a
Visibilidade e Reconhecimento da Empresa
Oliveira de Azeméis
29 Junho 2004
A Inovação no Sector Automóvel - o caso da Propriedade Industrial
7
A protecção das invenções no sector automóvel
Patentes – experiência recente
O caso Byfid
Em 1994, na sequência de estudos para a aplicação de duas
baterias no automóvel, foi desenvolvida a bateria “Byfid”.
A ideia foi
automóveis.
apresentada
a
diversos
clientes
fabricantes
Na sequência do desenvolvimento da ideia, foi considerada
essencial a protecção da propriedade industrial da invenção.
Foram emitidos pedidos de patente para Portugal, Europa,
Japão e EUA. Em França foi depositado “Envelope Soleau”
Oliveira de Azeméis
29 Junho 2004
A Inovação no Sector Automóvel - o caso da Propriedade Industrial
8
A protecção das invenções no sector automóvel
Patentes – experiência recente - Byfid
A ideia
Arquitectura da bateria
•Uma
parte assegura a função de arranque. A optimização é
orientada para a potência
•Outra parte assegura o fornecimento de energia e são
optimizadas a capacidade e a ciclagem
•
•
Fiabilidade de arranque.
É possivel a gestão energética no veículo.
O projecto é adaptável às necessidades energéticas do veiculo.
Oliveira de Azeméis
29 Junho 2004
A Inovação no Sector Automóvel - o caso da Propriedade Industrial
9
A protecção das invenções no sector automóvel
Patentes – experiência recente - Byfid
Oliveira de Azeméis
29 Junho 2004
A Inovação no Sector Automóvel - o caso da Propriedade Industrial
10
A protecção das invenções no sector automóvel
Patentes – experiência recente - Byfid
A ideia - conclusão
• A função de arranque torna-se mais fiável
• É possivel a especialização e optimização das funções de Arranque e
Serviço
• Potencial ganho no custo da electrónica embarcada ( redução na
gama da tensão de trabalho)
• Vantagem na simplificação da cablagem em comparação com a Dual
(uma bateria para cada função), quando o equipamento e a
motorização permitem o uso da Byfid.
Oliveira de Azeméis
29 Junho 2004
A Inovação no Sector Automóvel - o caso da Propriedade Industrial
11
A protecção das invenções no sector automóvel
Patentes – experiência recente - Byfid
A produção da patente
Estado

da Técnica
Pesquisa de patentes e outra bibliografia relacionada.






Oliveira de Azeméis
29 Junho 2004
Benchmarking
Organizações especializadas
Jornais e revistas da especialidade
Internet
Muito útil, rápido e de consulta fácil nos sites
especializados
INPI, EPO, [email protected], USPTO, Delphion, ...
Agentes / Consultores de Propriedade Industrial
É fundamental para a preparação do texto da Patente
A Inovação no Sector Automóvel - o caso da Propriedade Industrial
12
A protecção das invenções no sector automóvel
Patentes – experiência recente - Byfid
A produção da patente

Resumo e Descrição da patente




Oliveira de Azeméis
29 Junho 2004
Importante descrever em pormenor a ideia que se
pretende patentear.
Facilita o exame da novidade
Difícil caso o texto deva ser produzido em diversas
línguas
Apoio técnico – jurídico é essencial
A Inovação no Sector Automóvel - o caso da Propriedade Industrial
13
A protecção das invenções no sector automóvel
Patentes – experiência recente - Byfid
A produção da patente

Desenhos e Figuras
Devem ser:
Oliveira de Azeméis
29 Junho 2004

Claros e completos

Bem identificados

Boa interligação com o texto da patente
A Inovação no Sector Automóvel - o caso da Propriedade Industrial
14
A protecção das invenções no sector automóvel
Patentes – experiência recente - Byfid
A produção da patente

Reinvidicações


Oliveira de Azeméis
29 Junho 2004
Devem ser exaustivas. É neste ponto que se protegem
as invenções prevendo, na extensão possível, a
possibilidade de alternativas à ideia descrita
O trabalho conjunto do técnico de patentes e do
inventor deve ser realizado em estreita colaboração para
produzir um texto completo
A Inovação no Sector Automóvel - o caso da Propriedade Industrial
15
A protecção das invenções no sector automóvel
Patentes – experiência recente - Byfid
O processo da Patente

Protecção Nacional e Internacional




Oliveira de Azeméis
29 Junho 2004
Necessário apoio de bom técnico de patentes,
normalmente com apoio de correspondentes nos
diversos países
A invenção deve ser bem descrita e a novidade bem
apresentada
para
facilitar
compreensão
pelos
examinadores
Processo moroso
A boa avaliação do estado da técnica ajuda a evitar
falsas partidas e facilita processo de registo
A Inovação no Sector Automóvel - o caso da Propriedade Industrial
16
Download

A ideia - conclusão