Empoderamento
Proexológico
Tiago Ribeiro
Apresentação
Início:


Empoderamento no contexto da saúde mental
Condições em que a consciência se fragiliza
pela condição da sua doença e limita a
utilização de seus potenciais e qualidades;
Recovery/ empoderamento
Este processo envolve a maneira como o portador
reage frente a sua vida, experienciando um
processo de aprendizado e autosuperação, apesar
da vivência dos sintomas, desenvolvendo uma
postura mais ativa e uma perspectiva de vida mais
saudável e esperançosa. Através desse processo o
portador pode se relacionar com o mundo como um
indivíduo capaz e não como paciente, marcado
exclusivamente pela sua doença.
Histórico empowerment



Origem nos movimentos sociais de grupos
excluídos, em busca de cidadania e maior
participação social ( Déc. 60 e 70 –
Movimento negro norte-americano e
Movimento feminista);
Portadores de transtornos mentais,
deficientes físicos
Termo: Empowerment / empoderamento
Contextos do empoderamento

Política: pessoas, as organizações, as comunidades;

Economia - expansão de vantagens e capacidades
das pessoas pobres, excluídas em participar e
sustentar condições que afetam suas vidas;

Saúde – maior conhecimento e autonomia sobre os
determinantes da saúde para, desta maneira terem
uma melhor condição de vida;

Administração – fortalecimento do poder decisório nas
mãos das pessoas dentro de uma organização;
Dimensões do Empoderamento

1. Psicológicas ( divididas em Identidade e auto-imagem)

2. Sociais (Liderança em atividades; comunitárias; Ações por
seus direitos; Inclusão social; Alfabetização);

3. Organizacional (Identidade coletiva; Estabelecimento de uma
organização representativa; Liderança organizacional);

4. Culturais ( Redefinição de normas e regras de gênero;
Recriação de práticas culturais);

5. Econômicas (Obtenção de segurança econômica; Posse de
bens produtivos; Habilidades empresariais);

6. Políticas (Participação em instituições locais; Negociação de
poder político; Acesso ao poder político).
Oakley, P. & Clayton, A. 2003
Filmografias





Mente brilhante
O Solista
Escritores da liberdade
Histórias cruzadas
Kung Fu Panda
Autopesquisa

Aplicabilidade pessoal
Proéxis

Definição: a Proéxis pessoal é a
programação existencial específica de cada
consciência intrafísica (conscin) em sua nova
vida nesta dimensão humana, planejada
antes do renascimento (ressoma) da
consciência, ainda extrafífica (consciex) –
Manual da Proéxis - Vieira, 97.
Leis da Proéxis





A Proéxis é personalizada;
Intransferível e possível de ser executada;
Assistencialidade (auto e hetero)
Compatibilidade (temperamento e maturidade)
Consciencialidade (ficha evolutiva)
Autoresponsabilidade consciencial
Questões

Estou neste momento utilizando o máximo de
minhas qualidades (trafores) e potenciais?

Estou coerente com o meu real nível e
capacidade evolutiva?

Qual nível de autosatisfação pessoal identifico
nas atividades que faço?

Quais condições me fragilizam e podem diminuir
meu potencial evolutivo?
Abordagem Conscienciológica
Definição: Empoderamento Proexológico é
um processo intraconsciencial de
fortalecimento e reconhecimento dos
recursos intra e extra conscienciais, gerando
maior autonomia e poder de ação intra e
interassistencial pela consciência na
realização de sua proéxis.
Empoderamento

Sinonímia: autoresponsabilidade evolutiva,
autoreconhecimento traforista, autonomia
consciencial, autoliderança, autoabsolutismo,
autogestão evolutiva, completismo, loc interno;

Antonímia: autoimagem distorcida, subjugação
consciencial, passividade evolutiva, autocorrupção
evolutiva, dependência consciencial, consciência
pusilânime, autovitimização, loc externo,
superficialidade consciencial, baixa auto-estima, baixa
autoconfiança.
Condições do Empoderamento





É intraconsciencial;
Autopesquisa e Autoconsciencioterapia
Parapsiquismo/ PC
Autoexperimentação e autosuperações;
Tem alcance inter- assistencial - atuar como
agentes catalisadores de mudanças para o
grupo (exemplarismo);
Empoderamento como profilaxia






Interprisão grupocármica
Apriorismose
Subnível evolutivo
Automimeses indispensáveis
Melin/ Melex
Auto-assédio (Visão trafarista)
Empoderamento Proexológico








Papéis ocupacionais (Papéis familiares e sociais)
Cidadania/ grupalidade
Funcionalidade/ Desempenho
Dinheiro/ Vida financeira
Saúde (holossoma)
Ações cosmoéticas ( autoresponsabilidade)
Pedagogia/ Educação (aprendizado e educação)
Administração/ gestão empresarial
Cidadania/ Grupalidade

A consciência pode empoderar de sua
cidadania/ direitos e contribuir socialmente
através de uma relação horizontal e de
alteridade.

Ex. postura ativa socialmente e valorizar o
potencial e capacidade das pessoas nas
relações grupais (família, trabalho, amigos);
Funcionalidade/ Desempenho


Consciências que desenvolvem estratégias
para superar limitações físicas (motoras,
sensoriais) e psíquicas para desenvolverem
seus projetos de vida ( trabalho, estudo,
assistência – livros, relacionamentos
afetivos, etc).
Profilaxia: autocorrupção funcional –
dependência – incompléxis.
Trabalho/ Profissão

Consciência que tem dificuldades em
identificar e assumir a sua própria escolha
profissional, preferindo manter-se em subtrabalho ou ceder a pressões externas
(família, grupo social) na escolha de outra
profissão que gostaria.
Hábitos - Saúde - holossoma

Utilização (ação útil) do holossoma e desenvolvimento
de hábitos sadios (tridotação consciencial):
- Saúde somática (autocuidado, condição física,
cognitiva, sexualidade);
- Saúde energossomática: autonomia parapsíquica
- Saúde psicossomática: emocional e afetividade;
- Saúde mentalsomática: intelectualidade, gescons,
criticidade e discernimento;
Saúde Psicossomática



Identificar e reconhecer as emoções e
sentimentos;
Estabelecer relações afetivas saudáveis,
interdependentes, sem dependências e
interprisões;
Autodiscernimento afetivo (assumir e dominar
as emoções)
Profilaxia: infantilismos, carências afetivas;
Fatologia: adultescentes, síndromes: Peter Pan,
ninho vazio, etc.
Técnica da autoresponsabilidade
evolutiva

Através da autopesquisa sobre os trafores
pessoais, recursos e aportes recebidos nesta
vida, a consciência pode identificar tendências
pessoais e se conscientizar de sua
responsabilidade pessoal e assumir seu
potencial evolutivo de maneira teática,
potencializando seu desempenho assistencial.
Verbete: interação dos recebimentos
Técnica da Rotina Convergente
(proexitiva)

1. Relacione todas as atividades realizadas
atualmente em uma listagem;

2. Avalie cada atividade e procure definir
subgrupos baseado em semelhança e
convergência de atuação entre elas;

3. Caracterize e nomeie cada subgrupo criado
(linhas da proéxis) e avalie a relação destes
grupos de atividades com a proéxis pessoal;
Técnica da rotina convergente
(proexitiva)

4. Faça uma avaliação da sua rotina atual
baseada nas atividades listadas;

5. Relacione que tipo de atividades podem ser
inseridas ou retiradas a fim de direcionar sua
atuação de maneira mais convergente e focada
em suas prioridades atuais e proéxis pessoal e
grupal.
Consequência sadias





Desrepressões;
Compléxis;
Ampliação da assistencialidade e acertos
grupocármicos;
Qualificar e potencializar autoenfrentamentos
e autosuperações;
Qualificar e otimizar a produção de gescons.
Tiago Ribeiro
tiago.rs10@gmail.com
Download

Slide