Seção C
Estudo de caso: Irlanda
 2007 Johns Hopkins Bloomberg School of Public Health
Políticas de ambientes livres de fumo em outros locais:
Irlanda
Fonte da imagem: adaptado pelo CTLT do Wikimedia Commons. (2004).
 2007 Johns Hopkins Bloomberg School of Public Health
2
Implementação da política de locais de trabalho livres de
fumo na Irlanda
A política de ambientes livres de fumo da
Irlanda entrou em vigor em março de 2004
Projeto ITC: www.itcproject.org
 Irlanda: 1.000 fumantes adultos
selecionados aleatoriamente
 Reino Unido (UK): 600 fumantes
adultos selecionados aleatoriamente
 Enquete de 35 minutos pelo telefone
 Coorte
Avaliações de janeiro de 2004, janeiro de
2005 e janeiro de 2006
Fonte da imagem: Ireland’s Department of Health and Children. (2004).
 2007 Johns Hopkins Bloomberg School of Public Health
3
Detalhes da pesquisa International Tobacco Control (ITC)
Fonte da imagem: Controle do tabaco. (2006).
 2007 Johns Hopkins Bloomberg School of Public Health
4
Apoio dos fumantes às leis de ambientes livres de fumo
Barreira importante à política
 A percepção de que os fumantes não seriam favoráveis à lei de
ambientes livres de fumo
Pergunta-chave
 De que forma o apoio dos fumantes irlandeses mudou após a
implementação da lei?
 2007 Johns Hopkins Bloomberg School of Public Health
5
Apoio para a proibição total em bares/pubs
Fonte: adaptado pelo CTLT de Fong, et al. (2006).
 2007 Johns Hopkins Bloomberg School of Public Health
6
Apoio para a proibição total em restaurantes
Fonte: adaptado pelo CTLT de Fong, et al. (2006).
 2007 Johns Hopkins Bloomberg School of Public Health
7
Apoio para a proibição total nos locais de trabalho
Fonte: adaptado pelo CTLT de Fong, et al. (2006).
 2007 Johns Hopkins Bloomberg School of Public Health
8
O que acontece quando os lugares adotam o ambiente livre
de fumo?
Perguntas sobre a avaliação
 A exposição ao fumo passivo diminui e a saúde melhora?
 As pessoas seguem as regras?
 A economia de hospitalidade sofre?
 Consequências não intencionais
 É mais provável que os fumantes procurem tratamento e
parem de fumar?
 Fumem mais em casa?
 2007 Johns Hopkins Bloomberg School of Public Health
9
Exposição ao fumo passivo: Irlanda e Reino Unido
Fonte: adaptado pelo CTLT de Fong, et al. (2006).
 2007 Johns Hopkins Bloomberg School of Public Health
10
Exposição ao fumo passivo: Irlanda e Reino Unido
Fonte: adaptado pelo CTLT de Fong, et al. (2006).
 2007 Johns Hopkins Bloomberg School of Public Health
11
Exposição ao fumo passivo: Irlanda e Reino Unido
Fonte: adaptado pelo CTLT de Fong, et al. (2006).
 2007 Johns Hopkins Bloomberg School of Public Health
12
O que acontece quando os lugares adotam o ambiente livre
de fumo?
A exposição ao fumo passivo diminui e a saúde melhora?
As pessoas seguem as regras?
A economia de hospitalidade sofre?
Consequências não intencionais
 É mais provável que os fumantes procurem tratamento e
parem de fumar?
 Fumem mais em casa?
 2007 Johns Hopkins Bloomberg School of Public Health
13
Indicadores da cessação do fumo: Irlanda e Reino Unido
Fonte: adaptado pelo CTLT de Hyland, et al.
 2007 Johns Hopkins Bloomberg School of Public Health
14
O que acontece quando os lugares adotam o ambiente livre
de fumo?
A exposição ao fumo passivo diminui e a saúde melhora?
As pessoas seguem as regras?
A economia de hospitalidade sofre?
Consequências não intencionais
 É mais provável que os fumantes procurem tratamento e
parem de fumar?
 Fumem mais em casa?
 Fumem mais e bebam mais em casa?
 2007 Johns Hopkins Bloomberg School of Public Health
15
Indicadores do tabagismo em casa: Irlanda e Reino Unido
Fonte: adaptado pelo CTLT de Hyland, et al.
 2007 Johns Hopkins Bloomberg School of Public Health
16
Indicadores do tabagismo em casa:
Irlanda, Escócia, Reino Unido
Fonte: adaptado pelo CTLT de Hyland, et al. (Sendo impresso).
 2007 Johns Hopkins Bloomberg School of Public Health
17
Padrões de consumo de bebidas alcoólicas:
Irlanda, Escócia, Reino Unido
Fonte: adaptado pelo CTLT de Hyland, et al. (Sendo impresso).
 2007 Johns Hopkins Bloomberg School of Public Health
18
Resumo: experiência da Irlanda
Redução drástica da exposição ao fumo passivo
Não há uma tendência clara quanto ao aumento no comportamento
de cessação, mas as pessoas informam que a lei foi um fator que
consideraram para cessar
 Pode ter perdido a tendência na Irlanda
 Longa campanha anterior à lei
 Implementação atrasada
 Poderiam ser outras políticas/programas
 Proibições de publicidade
 Rótulos com aviso
 Diferentes campanhas pelos meios de comunicação
 Efeitos podem levar mais tempo para se manifestar
 2007 Johns Hopkins Bloomberg School of Public Health
19
Resumo
Perguntas sobre a avaliação
 Menos exposição ao fumo passivo? Melhores resultados para a
saúde?
 Apoio e cumprimento?
 Mudanças econômicas?
 Consequências não intencionais?
Métodos de avaliação
 Exemplos fornecidos durante a conversa
 Detalhes específicos constam no capítulo da apostila do
IARC
Indícios de Nova York, Irlanda e outros locais sugerem que as
políticas de ambientes livres de fumo são eficazes para limpar o ar
e aumentar o apoio público sem nenhum prejuízo para a economia
 2007 Johns Hopkins Bloomberg School of Public Health
20
Perguntas
Entre em contato pelo e-mail:
[email protected]
Site:
www.tobaccofreeair.org
 2007 Johns Hopkins Bloomberg School of Public Health
21
Download

Fumem mais em casa? - Global Tobacco Control