ACESSO A BASE DE
DADOS
Outros Sistemas de
Informações em Saúde
BAHIA
Novembro/2009
Sistemas de Informações
de Atenção Básica (SIAB)
Programa de Agentes Comunitários de
Saúde e Programa de Saúde da Família

Disponibiliza as principais informações
sobre
população coberta pelos programas:
crianças
menores de quatro meses em
aleitamento materno exclusivo, TMI, casos
de diarréia, IRA, hipertensão, tuberculose e
hanseníase, dentre outras.

SIAB : Usos da informação
Caracterização sócio-demográfica das
áreas de abrangência dos programas

Perfil de morbidade no que diz
respeito aos agravos alvo de atenção
dos programas nas áreas de
abrangência dos programas

Conhecimento mais imediato da
situação de saúde das áreas de
abrangência dos programas

SIAB : Algumas limitações
Informações parciais, já que se
refere apenas às áreas cobertas
pelos programas


Piores condições de vida
Sistema de Informações
Ambulatoriais (SIA)
Informa o quantitativo de
procedimentos ambulatoriais
realizados na rede SUS


Lógica de pagamento

Organização por códigos
Sistema de Informações
Ambulatoriais (SIA)
Difícil manejo – necessidade de
conhecimento da abrangência dos códigos

Não uniformidade dos critérios de
captação - comparabilidade

Sistema de Informações do
Programa Nacional de
Imunizações (PNI)
Informa o quantitativo de indivíduos
vacinados por faixa etária, por tipo de
vacina, cobertura vacinal em rotina e em
campanhas, taxa de abandono e controle
de envio de boletins de imunização.

Sistema de Informações do
Programa NACIONAL de
Imunizações (PNI)

Registro por local de ocorrência

Estimativas populacionais

“Invasão” e “evasão”de população
Hiperdia
• Faz parte do plano de Reorganização da
Atenção à Hipertensão Arterial e ao
Diabetes Mellitus
• Permite o cadastramento de portadores
de diabetes mellitus e hipertensão arterial
e o seu acompanhamento
• A médio prazo, permitirá a definição do
perfil epidemiológico desta população
Hiperdia – Algumas
limitações
• Necessidade de adesão do município
Bahia: 376 dos 417 municípios
• Alimentação irregular do sistema
Bahia: 196 dos 376
municípios cadastrados
EXERCÍCIOS
1 - Proporção da população cadastrada
pela Estratégia da Saúde da Família
População cadastrada no SIAB* (modelo de atenção ESF)
em determinado local e periodo.
X 100
População no mesmo local e período
*Tipos de equipe: ESF, ESF com Saúde Bucal Modalidade I e ESF com Saúde
Bucal Modalidade II
Fonte:
Numerador: Sistema de Informação da Atenção Basica (SIAB)
Denominador: Base demográfica do IBGE.
1 - Proporção da população cadastrada pela
Estratégia de Saúde da Família, segundo
macrorregião de residência do estado da Bahia,
no ano de 2008
PASSOS:
• Entrar no DATASUS: htttp://www.datasus.gov.br
 Para o numerador:
• Informações de saúde
• Atenção básica – Saúde da família desde 1998
• Cadastramento familiar - Clicar no mapa da Bahia
• Linha: Macrorregião de saúde
• Coluna: Não ativa
• Conteúdo: Nº de famílias
• Períodos disponíveis: Dez/2008
• Seleções disponíveis: Tipos de equipes: ESF, ESB1 e
ESB2
Clicar em: MOSTRA e depois em COPIA COMO CSV ou COPIA
PARA O TABWIN.
1 - Proporção da população cadastrada pela
Estratégia de Saúde da Família, segundo
macrorregião de residência do estado da Bahia,
no ano de 2008
PASSOS:
 Para o denominador:
• Informações de saúde
• Demográficas e socioeconômicas
• População residente
• Censos - Clicar no mapa da Bahia
• Linha: Macrorregião de saúde
• Coluna: Não ativa
• Períodos disponíveis: 2008
Clicar em: MOSTRA e depois em COPIA COMO CSV ou COPIA
PARA O TABWIN.
2 - Média anual da ação coletiva
escovação supervisionada
Nº de pessoas participantes na ação coletiva escovação
dental supervisionada* realizada em determinado local
dividindo-se pelo periodo de 12 meses
X 100
População no mesmo local
*Código do SIA/SUS: 01.01.02.003-1
Fonte:
Numerador: Sistema de Informações Ambulatoriais do SUS. SIA/SUS.
Denominador: Base Demográfica do IBGE
2 - Média anual da ação coletiva escovação
supervisionada segundo macrorregião de
residência do estado da Bahia em 2008
PASSOS:
• Entrar no DATASUS: http://www.datasus.gov.br
 Para o numerador:
• Informações de saúde
• Produção ambulatorial
• Produção ambulatorial por local de residência a partir de
2008 - Clicar no mapa da Bahia
• Linha: Macrorregião de saúde
• Coluna: Não ativa
• Conteúdo: Quantidade aprovada
• Períodos disponíveis: Jan a Dez/2008
• Seleções disponíveis: Procedimento 01.01.02.003-1
Clicar em: MOSTRA e depois em COPIA COMO CSV ou COPIA
PARA O TABWIN.
2 - Média anual da ação coletiva escovação
supervisionada segundo macrorregião de
residência do estado da Bahia em 2008
PASSOS:
 Para o denominador:
• Informações de saúde
• Demográficas e socioeconômicas
• População residente
• Censos - Clicar no mapa da Bahia
• Linha: Macrorregião de saúde
• Coluna: Não ativa
• Períodos disponíveis: 2008
Clicar em: MOSTRA e depois em COPIA COMO CSV ou COPIA
PARA O TABWIN.
3 - Média anual de consultas médicas
por habitante nas especialidades básicas
Número de consultas médicas nas especialidades básicas,
em determinado local e período
População total no mesmo local e período
Fonte:
Numerador: Sistema de Informações Ambulatoriais do SUS. SIA/SUS.
Denominador: Base Demográfica do IBGE
3 - Média anual de consultas médicas por
habitante nas especialidades básicas, segundo
macrorregião de residência do estado da Bahia, no
ano de 2008
PASSOS:
• Entrar no DATASUS: http://www.datasus.gov.br
 Para o numerador:
• Informações de saúde
• Produção ambulatorial
• Produção ambulatorial por local de residência a partir de
2008 - Clicar no mapa da Bahia
• Linha: Macrorregião de saúde
• Coluna: Não ativa
• Conteúdo: Quantidade aprovada
• Períodos disponíveis: Jan a Dez/2008
• Seleções disponíveis: Procedimento (próximo slide)
Códigos no SIA/SUS:
03.01.06.005-3 Atendimento de urgência em atenção básica com remoção
03.01.06.003-7 Atendimento de urgência em atenção básica
03.01.06.004-5 Atend. de urgência em Atenção Básica com observação ate 8 horas
03.01.04.001-0 Atendimento clinico para indicação/fornecimento de diafragma uterino
03.01.04.002-8 Atendimento clinico para indicação/fornecimento/inserção de DIU
03.01.01.011-0 Consulta de pré-natal
03.01.01.006-4 Consulta medica em atenção básica
03.01.01.013-7 Consulta/atendimento domiciliar na atenção básica
03.01.01.012-9 Consulta puerperal
03.01.01.002-1 Consulta com identificação de casos novos de tuberculose
03.01.01.001-3 Consulta ao paciente curado de tuberculose (trat. supervisionado)
03.01.01.009-9 Consulta para avaliação clinica do fumante
Clicar em: MOSTRA e depois em COPIA COMO CSV ou
COPIA PARA O TABWIN.
3 - Média anual de consultas médicas
por habitante nas especialidades básicas
PASSOS:
 Para o denominador:
• Informações de saúde
• Demográficas e socioeconômicas
• População residente
• Censos - Clicar no mapa da Bahia
• Linha: Macrorregião de saúde
• Coluna: Não ativa
• Períodos disponíveis: 2008
Clicar em: MOSTRA e depois em COPIA COMO CSV ou COPIA
PARA O TABWIN.
4 - Proporção de portadores de
Diabetes Mellitus cadastrados
Nº de portadores de diabetes mellitus cadastrados no
Hiperdia X 100
Nº de portadores de diabetes mellitus estimados
Número de Diabéticos estimados corresponde a 11% da população
(IBGE) com idade igual ou superior a 40 anos
4 - Proporção de portadores de Diabetes Mellitus
cadastrados no Hiperdia, segundo DIRES do
estado da Bahia, em 2008
PASSOS:
• Entrar no DATASUS: http://www.datasus.gov.br
 Para o numerador:
• Informações de saúde
• Epidemiológicas e de morbidade
• Outros agravos
• Hiperdia – Cadastramento de hipertensos e diabéticos
desde 2002 - Clicar no mapa da Bahia
• Linha: DIRES
• Coluna: Não ativa
• Conteúdo: Diabetes tipo 1, Diabetes tipo 2 e Hiper
com Diabetes
• Períodos disponíveis: Jan a Dez/2008
Clicar em: MOSTRA e depois em COPIA COMO CSV ou COPIA
PARA O TABWIN.
4 - Proporção de portadores de Diabetes Mellitus
cadastrados no Hiperdia, segundo DIRES do
estado da Bahia, em 2008
PASSOS:
 Para o denominador:
• Informações de saúde
• Demográficas e socioeconômicas
• População residente
• Censos - Clicar no mapa da Bahia
• Linha: Macrorregião de saúde
• Coluna: Não ativa
• Períodos disponíveis: 2008
• Seleções disponíveis: Faixa etária - 40 e mais
Número de Diabéticos estimados corresponde a 11% da população
(IBGE) com idade igual ou superior a 40 anos
Clicar em: MOSTRA e depois em COPIA COMO CSV ou COPIA
PARA O TABWIN.
Diretoria de Informação em Saúde
sesab.dis@saude.ba.gov.br
(71) 3116-4600
OBRIGADA!
estela.nascimento@saude.ba.gov.br
Download

Outros sistemas de informações em saúde