I- Identificação da Unidade Escolar
CEEJA “PROF. ANTONIO JOSÉ FALCONE”
Rua do Rosário,272
Centro
CEP 13400-180
Fone: (19) 34220095(fax) - (19) 34220096
Piracicaba-SP
Códigos da Unidade Escolar
CIE – 980171
U.A. - 84831
FDE – 6219
Nº do prédio – 05.33.107
CNPJ- 66.840.695/0001-28
Modalidades de Ensino: Cursos e Ciclos
A Escola oferece cursos de Ensino Fundamental (Ciclo II) e Ensino Médio, ministrados em horários
diferenciados, nos períodos matutino, vespertino e noturno.
Equipe Gestora:
Lúcia Cristina Casaroto Jodas Gardel Adriana Cristina Peixe Frias
Maria de Fatima Costa Penatti
-
Diretora de Escola;
Vice-Diretora de Escola;
Professora Coordenadora – Diurno.
II – Caracterização da Unidade Escolar
Histórico
O Centro Estadual de Educação Supletiva “Professor Antonio José Falcone” foi criado pelo
Decreto Estadual nº 32.749/90, de 19/12/90 publicação em 20/12/90, autorização Parecer 423 de
05/06/91, o Regimento Escolar aprovado pelo Parecer CEE 423 de 05/06/91, a denominação do
Patronímico pela Lei 7.608 de 10/12/91, a autorização para suplência de 1º grau pelo Parecer 423
de 05/06/91 e autorização para suplência de 2º grau pelo Parecer 1.274 de 04/10/91. Passou a
denominar-se CEEJA de acordo com o Decreto nº 55.047 de 16/11/09 (DOE 17/11/09).
A instalação do CEES passou por muitas dificuldades desde o Decreto de criação até o
efetivo funcionamento. A principio, o espaço físico disponível seria nas dependências do EEPSG
“Prof. Elias de Mello Ayres”, recebendo o nome de Centro Estadual De Educação Supletiva
Piracicaba- CEESUPIRA. A denominação CEES “Prof. Antonio José Falcone” veio mais tarde, com a
lei 7.608 de 10/12/1991 e hoje Centro Estadual de Educação de Jovens e Adultos Prof. Antonio
José Falcone – CEEJA.
A seleção de professores e especialistas foi realizada no período de 25/06 a 15/07/1991 e
trinta e oito docentes foram selecionados. A chamada aconteceu em 21/05/1992, quando o CEES
começou a funcionar somente com os professores, especialistas e funcionários na elaboração dos
planos de curso e estudo do material enviado pela CENP. Para os alunos, o curso teve início a
partir do dia 20 de junho de 1992, quando se iniciaram os Testes de Sondagem, para classificar os
seiscentos alunos inscritos nas fases Pré-Modular (4ª série) e Modular (5ª à 8ª séries).
O CEEJA “Prof. Antonio José Falcone“, da cidade de Piracicaba, situa-se na Rua do
Rosário, 272, região central do município. Os telefones para contato são 19-34220096 e 1934220095, e-mail antonioj.falcone@ig.com.br . O prédio usado como estabelecimento escolar
conta com mais ou menos 50 anos, tendo passado por diversas reformas para mantê-lo em ótimo
estado de conservação.
Clientela
O CEEJA oferece cursos de Educação de Jovens e Adultos (EJA) para o Ensino Fundamental
(ciclo II) e Ensino Médio, com atendimento individualizado, presença flexível, constituindo-se numa
alternativa de ensino, para atender à população escolar que, no período oportuno, não teve acesso
ou não pode prosseguir seus estudos.
A metodologia do CEEJA centra a aprendizagem no material pedagógico, através do qual o
aluno adquire conhecimento, passo a passo. Com essa metodologia, o aluno aprende a aprender,
isto é, adquire as técnicas e o hábito de leitura, pesquisa e de solução de problemas, através do
próprio raciocínio. O professor funciona como um ponto de apoio à aprendizagem, interagindo,
quando procurado pelo aluno para uma orientação. O aluno caminha sozinho no seu aprendizado,
Ele adquire os conhecimentos básicos necessários para agir em sociedade e para prosseguir nos
estudos, dependendo do seu próprio ritmo e disponibilidade de tempo.
O CEEJA tem, portanto, uma metodologia específica, tendo o cuidado de sempre se buscar
por uma pedagogia libertadora, na medida em que propõe a reflexão, a consciência crítica e o
compromisso de transformação da sociedade. As avaliações e materiais de apoio são
constantemente atualizados pelo corpo docente, com o acompanhamento da Direção e
Coordenação Pedagógica.
A escola procura atender ao aluno, respeitando o seu ritmo próprio de aprendizagem, o seu
tempo para o estudo. Portanto, a conclusão do ensino fundamental ou do ensino médio depende
da disponibilidade de cada um e dedicação aos estudos de forma individual A escola observa o
regimento escolar vigente, que considera como abandono o não comparecimento do aluno por
mais de 60 dias a contar do início de cada semestre letivo, embora aconselhe todos a
comparecerem pelo menos uma vez por semana.
O horário de atendimento aos alunos é variado, para atender às suas necessidades.
Atualmente, a escola conta com aproximadamente 2800 alunos, distribuídos pelo Ensino
Fundamental (Ciclo II) e Ensino Médio.
Recursos Humanos
O CEEJA é composto de 01 diretor, 01 vice diretor e 01 professor coordenador pedagógico;
01 secretário, 05 agentes de organização escolar, 02 agentes de serviços escolares, 26 docentes e
cerca de 2800 alunos
Prédio Escolar
Instalado em prédio da Fazenda do Estado, que cedeu pequena área para o CEEJA está sob
a jurisdição da Diretoria de Ensino Região de Piracicaba. Sua área construída é de 949,68 m² e
conta com 07 salas de aula, sala de leitura, secretaria, diretoria, sala de coordenação, 07
banheiros, cozinha, almoxarifado, sala de reuniões e eventos, tendo também uma área livre de
967,98 m².
A escola está equipada com material físico e pedagógico para propiciar melhores condições
de estudos e trabalho aos alunos, professores e funcionários.
O espaço da escola conta com salas de avaliações e salas de orientações para cada
disciplina, biblioteca e videoteca e um “hall” utilizado, freqüentemente, por exposições de trabalhos
dos alunos e exposições diversas, abordando temas como folclore, cultura dos povos estrangeiros,
teatro, mulher, drogas, combate as DST/AIDS, dengue, enfim, exposições que coloquem toda a
comunidade educativa em sintonia com o que acontece no dia-a-dia. A biblioteca conta com
jornais, recortes, fitas de vídeos culturais e do telecurso 2000 de 1º e 2º graus que subsidiam os
alunos. Há sete televisores com vídeos e DVDs disponíveis, com fones de ouvido, para uso
individual dos alunos.
Linhas Básicas do Projeto Pedagógico da Escola
O CEEJA Prof. Antônio José Falcone caracteriza-se pela diversidade de público que atende.
A educação a que esta escola se propõe é um grande desafio, em termos de seriedade e
criatividade, pois deve garantir ao segmento a que se destina – Educação de Jovens e Adultos, um
acesso à cultura letrada, que lhe possibilite uma participação mais ativa no mundo do trabalho, da
cultura, política, da sociedade. Há necessidade de se reconstruir um vínculo positivo com a escola,
com relação a nossos alunos, que tiveram experiências fragmentada, muitas vezes negativa. Para
isso, há de se considerar expectativas, gostos, modos, características individuais, sociais, etárias. O
aluno traz uma imagem de si mesmo e da escola, baseada no fracasso ou na exclusão ou na
impossibilidade de estudar. A timidez, a insegurança, bloqueios, especialmente dos mais idosos e
humildes, mostram-se pela baixa auto-estima que alguns demonstram. Há ainda os que estão
firmes e seguros do que pretendem. O valor da escola para nosso aluno transcende a mera
aquisição de conhecimentos e se traduz em conquistas que dizem respeito ao trabalho, à autoimagem, sociabilidade, segurança e cidadania.
Trabalhar nesse contexto tem exigido de toda a escola novas competências, desempenho
inovador e apropriação de um conhecimento capaz de transformar a escola em espaço de
participação solidária e exercício de cidadania.
Nesses últimos anos sentimos mais fortemente a necessidade de trabalhar em rede,
construindo uma vivência de realidade ideal, onde todos foram chamados a gerenciar, na busca de
conduzir a escola à sua finalidade e missão. Todas as possibilidades de crescimento e vitórias estão
ligadas ao relacionamento harmônico, de tal forma que todos se sintam comprometidos com os
objetivos da escola. Corpo docente, direção e coordenação têm muito claro que a nossa razão de
ser é levar nosso aluno a redesenhar o mundo e o novo sujeito, relançando-o no protagonismo
social, do qual muitas vezes foi excluído. O trabalho em equipe, que é nossa realidade, firmou-se,
proporcionando um entrelaçamento entre todas as equipes, gerando trabalhos em conjunto. A
direção e coordenação da escola têm conseguido instaurar uma gestão comunicativa com o auxílio
do corpo docente e funcionários, o que ajuda todos a assumirem responsabilidades, dividir
lideranças e construir relações justas e solidárias. Cada um de nós tem sido gestor dos projetos
assumidos, num trabalho participativo, em que a responsabilidade atinge a todos. Tem sido
bastante comum a participação de nossos alunos em situações de melhoria da escola ou algum
tipo de auxílio, colocando os próprios saberes a serviço da mesma. Para isto é fundamental fazer
uso de uma característica nossa: a informalidade e individualidade do atendimento, pois através
desse contato, conseguimos um diálogo altamente transparente com nossos alunos, negociando
atitudes e posicionamentos fundamentais para superar nossos desafios.
Essa postura que tem sido trabalhada e colocada em funcionamento é avaliada
sistematicamente nas HTPCs, feitos rigorosamente, no mesmo horário, por todos os professores.
A partir dessas avaliações, professores, direção e coordenação se articulam para sempre atingirem
suas metas.
Proporcionamos atividades extras na própria escola, trazendo profissionais e atividades
diversificadas. Entre elas poderíamos citar: teatro, coral, dança, exposição de trabalhos dos alunos,
palestras variadas (meio ambiente, direitos trabalhistas...).
Por isso consideramos que nossa caminhada tem melhorado a cada dia. Não nos furtamos a
alinhar discursos, alinhavar ações e partilhar experiências na construção de uma gestão cada vez
mais participativa para inaugurar novos palcos de cidadania e responsabilidade ética.
Não participamos do Programa Escola da Família, pois não temos quadra de esporte e
nosso público não pertence à comunidade próxima da escola, mas de toda a cidade e região. Com
esta peculiaridade não existe socialização do espaço da escola, nos finais de semana e em período
de férias.
Download

EE Antonio José Falcone - Diretoria de Ensino