Programa de
Qualidade do Gasto
Seminário Mais com Menos – eficiência e
qualidade do gasto público.
Vitória, 17 de outubro de 2013
Sumário
•
•
•
•
•
•
Conceitos
Programa de Qualidade do Gasto RS
Objetivos
Eixos de Atuação
Projetos 2013
Próximos passos
Conceitos
Eficácia
Metas e
objetivos
Eficiência
Recursos
Efetividade
Impactos
Qualidade do Gasto RS
voltado para eficiência do gasto
Objetivos
Institucionalizar política de qualidade do gasto
Delimitar foco das ações
Estabelecer eixos de atuação
Definir papéis e modelo de operação
Eixos de atuação
Preços de
Referência
Gestão da
despesa
Qualidade
do Gasto
Capacitação e
disseminação
Redesenho
de
Processos
Execução 2012
Total = R$ 33,2 bilhões
Investimentos e inversões
R$ 1,2 bilhão
ODC 2012
DÍVIDA
R$ 2,7 bilhões
OUTROS PODERES
R$ 0,41 bilhões
ODC*
R$ 12,7 bilhões
PODER EXECUTIVO
R$ 5,89 bilhões
ODC Executivo
Convênios e Op. Crédito
R$ 0,16 bilhões
Encargos Financeiros
R$ 0,31 bilhões
IPE SAÚDE
R$ 1,16 bilhão
GESTÃO PLENA SUS
R$ 0,82 bilhão
TRANFERÊNCIAS
AOS MUNICÍPIOS
R$ 6,40 bilhões
PESSOAL
R$ 16,6 bilhões
CUSTEIO
BÁSICO
R$
3,44 bilhões
Atuação PQG
* Sem RPPS
Projetos 2013
• Nota Fiscal Eletrônica como parâmetro de preço
Preços de referências para compras de bens através da base de dados na Nota Fiscal Eletrônica.
• Painel de Gestão da Saúde
Sistema de informações gerenciais dos contratos de saúde com os hospitais filantrópicos.
• Caderno de Serviços de Terceiros
Estudo da formação de custos dos principais serviços de terceiros contratados pelo Estado.
Vigilância, limpeza e serviços gerais.
Projetos 2013
• Painel de Gestão de Despesas
Sistema que permita a gestão e monitoramento das despesas de custeio, utilizando a
metodologia matricial.
• Oficinas do Gasto Público e Sustentabilidade
Disseminação de boas práticas, bem como valorização e reconhecimento dos
servidores que as praticam.
• Redesenho Organizacional e de Processos – ROP
Aperfeiçoamento e reestruturação dos processos estratégicos dos órgãos e entidades.
Saúde e Polícia Civil.
Próximos Passos
• Painel de Gestão da Saúde 2: municípios
• Banco de Boas Práticas
• Nova metodologia de gestão do custeio associada ao
Painel de Gestão da Despesa
• Ampliação do uso da Nfe como parâmetro de preços
• Eficiência Energética
Ações SEFAZ com Parceiros
GMD - Gestão Matricial ROP – Redesenho
Organizacional e de
de Despesas
Processos
Nfe como
parâmetro de preço
Isenção ICMS
combustíveis
Contratos de Serviços
Terceirizados
Novo modelo faturamento
passagens aéreas
Contracheque Verde
Seminário Avaliação
Políticas Públicas e
Qualidade do Gasto
Obrigada!
Ana Maria Viana Severo
Divisão de Estudos Fiscais e Qualidade do Gasto
Tesouro do Estado
Secretaria da Fazenda
Estado do Rio Grande do Sul
[email protected]
Download

Apresentação Rio Grande do Sul 17/10/2013