CONGRESSO PAULISTA DE
MEDICINA DO TRABALHO
20 a 25 de Janeiro de 2012
Dia 24jan2012 – Terça Feira
10h30 – 11h30
A Medicina do Trabalho praticada no Estado
de São Paulo – Ramos de atividades mais
frequentes na Regional de Presidente
Prudente.
Como são realizados os exames médicos
demissionais e de retorno ao trabalho –
Exemplos de causas de inaptidão
Onde estamos?
Emancipação política e
administrativa & População

Criado em 14 de setembro de 1917, pelo
Coronel Francisco de Paula Goulart

População: 207 625 hab. (SP: 36º) –
censoIBGE/2010
Por que do nome da Cidade?
Homenageia o ex-presidente brasileiro
Prudente de Morais
Clima
O clima é tropical chuvoso com diminuição
de chuvas no inverno e temperatura média
anual de 23,6°C, tendo invernos secos e frios
e verões chuvosos com temperaturas altas.
Os meses mais quentes, janeiro e fevereiro,
têm temperatura média de 26°C. E o mês mais
frio, julho, possui média 20°C.
Ecologia e meio ambiente
Vegetação de cerrado, predominante no
município
Demografia
Crescimento populacional de
Presidente Prudente
Ano
População
1970
105 707
1980
136 849
1991
165 484
2000
189 186
2010
207 625
Vista da Rodovia Raposo Tavares na
cidade em um dia de céu encoberto
Ramos de atividades mais frequentes
na Regional de Presidente Prudente
Economia (IBGE – 2008)
Setor primário
A agricultura é o setor menos relevante:
- Agropecuária, principalmente bovinos
- Lavoura: cana-de-açúcar (200.000 t), batatadoce (9.600 t) e mandioca (1250 t)
Ramos de atividades mais frequentes
(Cont.)
Setor secundário
Indústria é o segundo setor mais relevante: 445
indústrias - micro e pequeno porte (58% das
indústrias associadas na Fiesp/Ciesp instaladas
na região do Oeste Paulista)
- NIPP I: 41 indústrias (extintores, indústria e
comércio de móveis, indústria de argamassa,
indústria de bebidas, estruturas metálicas, material
de limpeza, produtos agropecuários, elétricos e
equipamentos industriais)
Ramos de atividades mais
frequentes (Cont.)
Setor secundário
- NIPP II e III: 60 indústrias (produtos eletrônicos,
equipamentos rodoviários, cozinha industrial,
confecções, aparelhos hospitalares, esquadrias
metálicas, produtos farmacêuticos, cosméticos,
calçados, refrigerante, serrarias e móveis)
- NIPP IV: 52 indústrias (pré-moldados, baterias,
produção de sementes, lajes, argamassa,
lapidação de pedras, mármore e granito, madeira,
móveis entre outras)
Ramos de atividades mais frequentes
(Cont.)
Setor terciário
Prestações de serviços é a maior fonte
geradora do PIB prudentino.
- 8.884 empresas e estabelecimentos
comerciais e 129 624 trabalhadores
Outros dados
Saúde (2005):
- 91 estabelecimentos de saúde (58 deles
privados e 33 públicos)
* 1294 leitos para internação
* 8 hospitais gerais
* 1425 Auxiliares de Enfermagem
* 408 Clínicos Gerais
Outros dados
Saúde (2005):
* 236 Pediatras
* 221 Gineco-obstetras
* 218 Enfermeiros
* 1063 Outras categorias
Outros dados
Saúde (2005):
* Hospital Regional de Presidente Prudente:
referência para os 45 municípios do oeste
paulista (população de 1 milhão de habitantes)
Obs: 406 leitos (um grande hospital-escola),
em comparação com UNESP 387 leitos,
PUCCAMP (297), UNILUS (259), UEL (251),
FAMEMA (191), UNIMAR (138), UEM (97)
* Santa Casa
Outros dados
Educação (2008)
- 40.639 matrículas
- 2673 docentes
- 193 escolas nas redes públicas e particulares
- A taxa de alfabetização municipal é de 98%
Outros dados
Educação (2008)
- Universidades e Faculdades (80 mil alunos
(?), em + de 110 cursos de graduação e pósgraduação):
- Universidade Estadual Paulista Júlio de
Mesquita Filho (Unesp)
- União das Instituições Educacionais de São
Paulo (Uniesp)
- Universidade do Oeste Paulista (Unoeste)
Outros dados
Educação (2008)
- Instituição Toledo
- SESI
- SENAI
- Fatec
- Faculdades de educação a distância (7)
Vista parcial do Parque do Povo.
Partida: Corinthians e Palmeiras no
Prudentão / Campeonato Paulista 2009
Estádio Prudentão
Vista do Centro
Para: Jatinhos – Jatos - Jatões
Vista aérea
Parque do povo
Unoeste: Campus II - parte
Unoeste: Campus II – Bloco B3
Como são realizados os exames médicos
demissionais e de retorno ao trabalho
- Local de realização do exame
- Vestimenta
- Vacinação
Local de realização do exame

RDC n.º 50 – ANVISA / Dispõe sobre o
Regulamento Técnico para planejamento,
programação, elaboração e avaliação de
projetos
físicos
de
estabelecimentos
assistenciais de saúde

Norma Regulamentadora (NR) 32 / Segurança
e saúde no trabalho em serviços de saúde
Local de realização do exame (Cont.)

Dimensão mínima de 9 m²

Paredes e divisórias laváveis, com
ventilação e iluminação adequadas

Lavatórios com torneiras + toalhas
descartáveis + sabonete líquido +
lixeira com tampa
Local de realização do exame (Cont.)

Colchões,
colchonetes
e
almofadados: revestidos de material
que permita a desinfecção e fácil
higienização

Mobiliários, equipamentos, materiais
e instrumentos de trabalho
Local de realização do exame (Cont.)

Os ambientes de apoio: sala de espera,
recepção, arquivo, depósito de materiais e
equipamentos, sanitários separados por
sexo, etc.

Ambulatório médico assistencial: curativo,
coleta de material, observação

OBS: não usamos ambientes improvisados
(escritórios, locais para refeição)
Vestimenta

Recomendamos roupas fáceis de
vestir

Presença de um Auxiliar de
Enfermagem do mesmo sexo, S/N
Vacinação
Caderneta de vacinação atualizada
NOTA IMPORTANTE:
PORTARIA Nº. 597/GM, de 8 de abril de 2004 MINISTÉRIO DA SAÚDE
§ 5º Para efeito de contratação trabalhista, as
instituições públicas e privadas deverão exigir
a apresentação do comprovante de vacinação,
atualizado de acordo com o calendário e faixa
etária estabelecidos nos Anexos I, II e III desta
Portaria.
EXAME MÉDICO
OCUPACIONAL
Item 7.4.2 da NR-7 = anamnese ocupacional +
exame físico e mental






PA e Pulso
Peso e Altura + IMC
Estado geral: BEG / REG / MEG
Mucosas
Hidratação
Fácies
EXAME MÉDICO
OCUPACIONAL – (Cont.)








Pele
Cabeça e Pescoço
Orofaringe
Saúde Bucal
Olhos / Visão
Orelhas
Audição
Voz
EXAME MÉDICO
OCUPACIONAL – (Cont.)








Nariz
Tórax
Abdome
Neurológico
Psíquico
Membros Superiores
Membros Inferiores
Coluna
E mais:
 Exames
complementares
 Atestado
de
Ocupacional – ASO
Saúde
[Apto ou Inapto]
Não usamos APTO com RESTRIÇÃO
Exemplos de causas de inaptidão:
- Visão para longe < 0,5
- Obesidade (IMC > 30)
- Baixo peso (IMC < 20)
- Leucocitose (área < risco biol.)
- Doença de Chagas (sor. +)
Exemplos de causas de inaptidão
(Cont.)
- Anemias
- Deficiências físicas (APTOS?)
- HAS
- Varizes: classe 2
- Cisto sinovial
- Epilepsias
Exemplos de causas de inaptidão
(Cont.)


ANVISA / RESOLUÇÃO-RDC N° 216, DE 15 DE
SETEMBRO DE 2004 - Dispõe sobre Regulamento
Técnico de Boas Práticas para Serviços de Alimentação.
Portaria CVS-6/99, de 10.03.1999 alterada pela CVS
18 de 9.9.2008 [... Não devem manipular alimentos, os
funcionários que apresentarem patologias ou lesões de
pele, mucosas e unhas, feridas ou cortes nas mãos e
braços, distúrbios gastrintestinais (diarréia ou disenteria)
agudos ou crônicos, os que estiverem acometidos de
infecções pulmonares ou orofaríngeas, com dentes
destruídos por cáries e periodontites (inflamações que
acometem gengivas e ossos de suporte dos dentes)]
Exemplos de causas de inaptidão
(Cont.)
Manipuladores de alimentos:
- Focos dentários (abscesso, gengivite,
periodontite)
- Micoses superficiais / Onicomicoses
Exemplos de causas de inaptidão no
Exame ADMISSIONAL
Barrados da seleção:
- Tabagistas
- Alcoolistas
- Usuários / dependentes de outras
drogas lícitas e/ou ilícitas
Contatos:
Fernando Cezar Cardoso Maia
E-mail: [email protected]
Fones: (18) 3908-5892 & 9772-7236
Presidente Prudente – SP.
OBRIGADO
Download

Ramos de atividades mais frequentes (Cont.)