INFORMATIVO DO GRUPO SANTA CASA BH • Nº 260 • JULHO DE 2013
ALMIR GOMES
GRUPO SANTA CASA BH INCORPORA IMÓVEL NA REGIÃO HOSPITALAR
•
página 3
ALMIR GOMES
POSSE DO CONSELHO DE SAÚDE SCBH
•
página 7
RODRIGO ALMEIDA
LER FAZ BEM À SAÚDE
•
página 5
SANTA CASA NOTÍCIAS | JULHO DE 2013
2
leiros que necessitam de assistência, com ênfase,
os atendidos pelo Sistema Único de Saúde.
Na Santa Casa BH, julho foi fecundo, o que se avaliará pelas novidades alvissareiras no Santa Casa
Saúde, visando sempre ampliar e aprimorar a assistência. Segundo normas federais, introduzimos
uma série de adequações em nossos serviços,
como se vê nesta edição, com os quais assistiremos nossos associados mais convenientemente.
Palavra do provedor
Prezado(a) amigo(a),
Estamos na segunda metade do ano, um período
marcante na história do Brasil contemporâneo e
do qual se esperam resultados positivos, inclusive
na área de saúde. Muito se semeou recentemente
e a confiança é de que haja germinação útil à
produção de bons frutos.
Como presidente da Confederação das Santas Casas e Hospitais Filantrópicos do Brasil, acompanho
de perto o desenrolar dos fatos no campo político
e administrativo, aguardando que todo esse esforço prospere em benefício dos milhões de brasi-
DOAÇÕES – JUNHO DE 2013
Receitas (em reais)
Doações via contas da CEMIG
Doações via boletos bancários
Doações em dinheiro
Doações via sentenças judiciais
TOTAL
42.035,60
8.309,64
395,00
640,00
51.380,24
Fonte: Provedoria da Santa Casa BH
Contribua com a Santa Casa BH. Faça contato
com a Central de Doações: (31) 3274.7377.
EXPEDIENTE
Conselho da Irmandade da Santa Casa de Misericórdia de Belo
Horizonte
.
Provedor
Saulo Levindo Coelho
Também em julho, assinamos, em cerimônia promovida pelo Núcleo de Conciliação da Seção de
Minas Gerais, um valioso acordo no processo de
liquidação da Fundação Navantino Alves. Deste
modo, o prédio daquela entidade, situado na confluência da avenida Alfredo Balena com alameda Ezequiel Dias, passou a integrar o patrimônio
do Grupo Santa Casa BH. Mantém-se, em última
análise, destinação semelhante à da fundação
extinta, dando-se ao imóvel um objetivo social
e humano de grande expressão. O prédio abrigará unidades para atendimentos ambulatoriais
da Santa Casa, a que tanto serviu o fundador e
paraninfo da FNA, professor Navantino Alves, a
que tanto deve a pediatria no país.
Também é oportuno realçar que se empossaram
os novos membros do Conselho de Saúde da Santa Casa BH, criado em 2011. Em minha percepção,
o CS tem servido expressivamente para o hospital
informar sobre os serviços que presta à comunidade, dirimindo dúvidas e divulgando suas ações.
Chama-se atenção, ainda, para a vacina contra
HPV que começará a ser distribuída pela rede pública de saúde no ano que vem. Nesta edição de
nosso informativo, há ampla divulgação sobre o
tema, que interessa a todos e de todos precisa ser
conhecida para precaver-se contra males maiores.
Dentre outros itens, é bom que os colegas de
trabalho no Grupo Santa Casa BH se inteirem do
projeto Pós-Graduar, de incentivo à educação de
funcionários. No dia do lançamento do projeto,
aliás, enfatizei que a educação é tão importante como a saúde. Daí, a ênfase que lhe damos,
sobremodo significativa para o Grupo Santa Casa
e seus colaboradores. Até agosto, quando certamente teremos muito a contar.
Saulo Levindo Coelho
Provedor
ESPAÇO LEITOR
Parabéns a todos os dirigentes da Santa Casa BH. Quanta coisa mudou por aí. Trabalhei como secretária da
equipe médica da Pediatria por 32 anos e hoje estou no Ministério da Agricultura. Fiquei muito feliz em ter
encontrado esta página (no facebook) e ver as grandes mudanças que aconteceram. Saudades de todos, dr.
José Mariano Sales Alves, dr. Edson Soares, enfim, de toda a equipe. Meu grande abraço a vocês e felicidades
ao Grupo Santa Casa BH.
Flávia Maria Carvalho Malaquias - Pedro Leopoldo
Meus agradecimentos a toda a equipe do Hospital São Lucas que atenderam meu filho, Guilherme Lobato
Gomes. Ele operou de apendicite no dia 23 e foi tratado com enorme carinho e profissionalismo por todas
as enfermeiras, copeiras, faxineiras e porteiros do hospital. Aqui vai o agradecimento de um pai que, com
o filho operado, sentindo dores, fica extremamente grato a estes profissionais que agiram com enorme
humanidade, respeitando as dores de um garoto de 14 anos. Infelizmente não lembro o nome de todas as
pessoas citadas, mas que vocês saibam que serão lembradas com muito carinho por minha família. Obrigado
a todos.
Hélio Eustáquio Cordeiro Gomes - Belo Horizonte
Conselho Fiscal
Amilcar Viana Martins, Carlos Ediber Richard Carvalhais, Christiano Renault,
Delson de Miranda Tolentino, João Afonso Baeta da Costa Machado, Saulo
Converso Lara.
Secretária da Irmandade
Abadia Nunes do Nascimento
Diretor Clínico
Hermann Alexandre Vivacqua Von Tiesenhausen
1º Secretário
Lindolfo Coelho Paoliello
Vice-Diretor Clínico
Francisco Eustáquio Valadares
2º Secretário
Roberto Otto Augusto de Lima
Comitê Executivo Operacional
Agostinho Patrus Filho, Carlos Batista Alves de Souza, Jésus Trindade Barreto
Júnior, João Batista do Couto, José Ângelo Lima Duarte, José Fernando
Aparecido de Oliveira, José Rafael Guerra Pinto Coelho, Luiz Fellipe de
Lima Vieira, Maria Regina Calsolari, Newton Paiva Ferreira Filho, Olguinha
Géo Leite Soares, Oswaldo Fortini Levindo Coelho, Reynaldo Arthur Ramos
Ferreira, Wladimir Eustáquio Costa.
No âmbito de suas atividades assistências, é de
bom alvitre comunicar que a Santa Casa BH já
conta com um ambulatório do sono supervisionado pela neurologista Maria do Carmo Vasconcelos, em pleno funcionamento no CEM. Trata-se
de especialidade que crescentemente afeta os
brasileiros e que deve merecer singular atenção.
Superintendente-geral
Porfírio Marcos Rocha Andrade
Santa Casa Notícias
Informativo mensal do Grupo Santa Casa BH
Registrado no Cartório de Pessoas Jurídicas de Belo Horizonte sob o número
911, Livro B, em 10.08.1991
Av. Francisco Sales, 1111 - Santa Efigênia - BH - CEP 30150-221
Telefone: (31) 3238.8280
E-mail: [email protected]
Editor: Manoel Hygino dos Santos (MG 00582 JP)
Jornalistas: Almir Gomes (17.248/MG) | Juliana Guedes (17.658/MG)
Estagiário: João Alves
Diagramação: Guilherme Lacerda
Revisão: Rodrigo Almeida (5.817/MG)
Projeto Gráfico: G30 MKT & COM
Impressão: Paulinelli Serviços Gráficos Ltda | Tiragem: 2500 exemplares
Superintendente de Assistência à Saúde
Guilherme Gonçalves Riccio
Assessor de Comunicação Institucional
Rodrigo Almeida
Superintendente de Planejamento, Finanças e Recursos Humanos
Gonçalo de Abreu Barbosa
O conteúdo deste informativo pode ser republicado por outros veículos de
comunicação desde que citada a fonte: Santa Casa Notícias - Grupo Santa Casa BH.
JULHO DE 2013| SANTA CASA NOTÍCIAS
NOVO IMÓVEL É INCORPORADO AO GRUPO SANTA CASA BH
Em cerimônia promovida pelo Núcleo de Conciliação da Seção
Judiciária de MG, representantes do Judiciário, do Poder Público e do Grupo Santa Casa BH assinaram, no dia 4 de julho, o
acordo do processo de liquidação da fundação Navantino Alves.
No processo, a Santa Casa BH incorporou o passivo e o ativo da
fundação. O evento foi realizado no imóvel localizado na avenida Alfredo Balena, de propriedade da FNA, que no passado
abrigou um dos primeiros bancos de leite materno do país. Pelo
acordo assinado com a Justiça, a Santa Casa BH recebeu oficialmente o imóvel depois que todas as pessoas que moravam
no local - ex-funcionários da fundação, em sua maioria - foram
transferidas para novas residências ou indenizadas.
O prédio da FNA foi desocupado por 31 famílias e 15 vendedores
ambulantes que, nos últimos 17 anos, utilizavam as dependências para guardar suas mercadorias. Os valores de indenização
variaram de 3 a 30 mil reais, dependendo do tempo de ocupação. No caso dos ambulantes, o valor da ajuda de custo foi
determinado pelo tempo de ocupação e pela comprovação de
que a atividade de vendedor é a única fonte de renda familiar.
A juíza federal da 7ª Vara, Dayse Starling Lima Castro, responsável pelo processo de extinção da Fundação Navantino Alves,
informou que as pessoas que viviam no local não possuíam condições sanitárias e nem de saúde. “Em alguns cômodos, não
existia banheiro nem instalação de água, além de haver invasão
de roedores e baratas em alguns locais. Muitos moradores fabricavam alimentos que eram vendidos na região hospitalar”,
explicou. Durante a cerimônia, a ex-moradora Teiliana Lourdes
da Silva recebeu as chaves da casa que conseguiu comprar, com
o dinheiro da indenização, através do programa “Minha Casa
Minha Vida”. “Estou me sentindo muito feliz e realizada, acho
que tudo aconteceu na hora certa. Ter casa própria era o meu
sonho”, finalizou.
Para a promotora Valma Leite da Cunha, “é um momento muito
especial para o Ministério Público, um misto de alegria e tristeza. Tristeza porque vemos o encerramento de uma fundação
que prestou 65 anos de relevante serviço à comunidade, mas,
ao mesmo tempo, é uma alegria saber que esse trabalho pela
saúde continuará a ser feito pela Santa Casa BH”.
Durante a solenidade, o superintendente-geral do Grupo Santa
Casa BH, Porfírio Andrade, explicou que a instituição fará um
estudo arquitetônico detalhado da estrutura do imóvel: “como
o prédio ficou abandonado por muito tempo, é necessário que
se faça esse estudo. Após uma reforma, a Santa Casa irá cumprir
seu papel de assistência à saúde, também exercido no passado pela Fundação Navantino Alves”. O provedor da Santa Casa
BH, Saulo Coelho, declarou que sempre acreditou na retomada
pacífica do imóvel e que o mesmo voltará a ter sua destinação
original: servir a comunidade. “Em principio, vamos fazer atendimentos ambulatoriais e, posteriormente decidiremos novas
funcionalidades para atender a população”. O programa Saúde
Ativa da Fundação Santa Casa BH, que atende pacientes crônicos
ou em cuidados prolongados, deve ser transferido em breve
para o imóvel. O programa perfaz uma média mensal de 800
consultas médicas, 1.500 atendimentos de enfermagem, 120 de
fisioterapia e 120 consultas com nutricionistas.
ALMIR GOMES
Dra. Dayse Starling Lima Castro, juíza federal (à dir.): “não se trata apenas de um processo
judicial. Isto é um projeto social”.
Também estiveram presentes na cerimônia o desembargador
federal Reynaldo Soares; o diretor do Foro da Seção Judiciária
de Minas Gerais, juiz Guilherme Mendonça Doehler; os juízes
federais André Prado de Vasconcelos e Bruno Augusto Santos
Oliveira; o procurador da República (Ministério Público Federal)
Tarcísio Humberto Parreiras Henriques Filho; o gerente da Caixa
Econômica Federal, Luiz Octavio Cuiabano; o defensor público
federal, Estevão Ferreira Couto, o comandante do Comando de
Policiamento Especializado (CPE), coronel Carvalho, e o comandante do Grupo de Ações Táticas Especiais (GATE), tenente-coronel Vladimir.
ESTÁGIO INTERNACIONAL
A Santa Casa BH recebeu, há 2 meses, o aluno Gustavo Duarte
Viana, 20 anos, para um estágio na Unidade Pediátrica do
hospital. Por meio da Aliança Russa de Ensino Superior, entidade
que promove no Brasil o “Programa de Estudos Universitários da
Rússia” e desenvolve a troca de conhecimento científico entre
os dois países, o jovem brasileiro já está cursando o 6° período
de medicina na Universidade Médica Estatal de Kursk. De origem
humilde, natural de BH, Gustavo conta com o apoio de sua família
para se manter no Leste Europeu. “A bolsa que ganhei cobre
os custos de mensalidade, mas tenho que pagar acomodação,
materiais e roupas que a universidade exige. Gasto cerca de mil
euros por semestre e minha família se uniu para me ajudar”,
afirmou. Quando terminar o curso, o jovem pretende voltar ao
Brasil e se especializar em neurologia pediátrica.
ALMIR GOMES
Gustavo Duarte Viana: medicina na Rússia, estágio na Santa Casa BH
3
4
SANTA CASA NOTÍCIAS | JULHO DE 2013
MELHORIAS NO ATENDIMENTO
ALMIR GOMES
Bruna Amaral, supervisora do setor. Os usuários do plano Santa Casa Saúde também contam agora com um novo
serviço de agendamento de consultas eletivas (3011.1400)
para mais de 20 especialidades médicas, direcionadas para
a Clínica São Lucas, ao serviço próprio da operadora e ao
Centro Médico SCS - unidade Amazonas.
CURSO DE ELETROCARDIOGRAMA
Ampliação da rede e reestruturação do Call Center: atendimento de qualidade aos usuários
do plano Santa Casa Saúde
O Santa Casa Saúde, em funcionamento desde 1996, posiciona-se atualmente como um dos maiores planos assistenciais de Minas Gerais com cerca de 100 mil clientes. Por
meio de um acordo firmado com a Coopercon (Cooperativa
de Trabalho Médico de Contagem), os atendimentos que
estavam inativados na rede Santa Casa Saúde - no Hospital
da Criança São José e no Hospital Santa Helena, ambos em
Contagem - foram reestabelecidos no mês de junho para
todos os tipos de demandas, além de clinicas e consultórios ligados à cooperativa. De acordo com o Assessor Especial do Comitê Executivo Operacional, dr. José de Laurentys
Medeiros Júnior, o acordo foi muito positivo: “a rede de
prestação de serviços em Contagem atende a urgências,
emergências, internações, procedimentos, consultas e
exames de diagnósticos eletivos. Esse acordo propiciou,
inclusive, a ampliação do nosso atendimento na região”.
Dr. Laurentys informou, também, que outra recente melhoria implantada pelo Santa Casa Saúde foi o convênio
firmado com o CEDUS (Centro Avançado em Diagnóstico)
para exames de ultrassom, ecocardiograma, tomografia,
radiografia e mamografia. “Com este convênio, aumentamos significativamente a oferta do número de exames
mensais para todos os usuários do plano, independentemente da modalidade contratada”, destacou.
Outro destaque é a recente reestruturação do setor de Call
Center da operadora, em Belo Horizonte, que vem proporcionando atendimento mais eficiente aos usuários. Conforme Flávia Gusmão, gerente de operações e atendimento,
“esse trabalho foi feito para dar mais comodidade aos
clientes. Quanto mais serviços oferecermos com atendimento à distância, mais facilitamos a vida dos usuários”,
afirmou. Informações, dúvidas e encaminhamentos gerais
são alguns dos serviços oferecidos pelo setor que, no 1º
semestre deste ano, recebeu uma média de 40 mil ligações mensais. O Call Center Santa Casa Saúde funciona 24
horas por dia, 7 dias por semana (0800-2868900 ou 08002868901, para deficientes auditivos e de fala). A coordenadora de atendimento, Adriana Souza, também destaca
as melhorias realizadas: “anteriormente, as solicitações
e reclamações eram tratadas por e-mail. Hoje, temos um
sistema de ocorrências que permite organizá-las, auxiliando os departamentos a serem mais rápidos e eficientes
com as demandas dos clientes”. Além disso, treinamentos
semanais estão sendo realizados com toda a equipe, “com
periodicidade e assuntos pré-determinados”, completou
O Grupo Santa Casa BH está promovendo, por meio do
seu Instituto de Ensino e Pesquisa, um curso gratuito
sobre eletrocardiograma direcionado para residentes e
especializandos.
Ministrado pelo dr. Eduardo Luiz Machado, com carga
horária de 10 horas/aula, o curso acontecerá nos dias
23 e 24 de agosto e tem como objetivo ensinar os
participantes a emitir laudos e reconhecer as principais
alterações e arritmias de um eletrocardiograma. As
inscrições podem ser feitas pelo portal santacasabh.
org.br. Informações complementares pelo telefone (31)
3238.8977.
FESTA JUNINA
Realizada anualmente desde 2005, a tradicional festa
junina do Instituto Geriátrico Afonso Pena (IGAP), unidade integrante do Grupo Santa Casa BH, foi realizada
no pátio interno do asilo no dia 19 de julho. Ao som de
músicas regionais, convidados, familiares, voluntários
e funcionários do GSCBH se divertiram com pescarias e
bingos e serviram-se de churrasquinho, tropeiro, canjica, pipoca, caldo de mandioca, cachorro quente, doces e refrigerantes. Em funcionamento desde 1912, o
Instituto atende idosos com uma equipe multidisciplinar
composta por profissionais de saúde e de áreas assistenciais. Atualmente, 40 idosos, de 60 a 90 anos, residem
no IGAP.
ALMIR GOMES
JULHO DE 2013 | SANTA CASA NOTÍCIAS
AMBULATÓRIO DO SONO
O Grupo Santa Casa BH conta agora com um ambulatório específico para doenças do sono. Conforme a neurologista e responsável pela unidade, dra. Maria do Carmo Vasconcellos, o ambulatório destina-se ao atendimento de distúrbios do sono de maneira
geral, tanto de transtornos relacionados a doenças não neurológicas como de transtornos primários do sono. O atendimento aos
pacientes, no Centro de Especialidades Médicas Santa Casa BH, é
realizado toda quinta-feira, de 16 às 19 horas.
Não ingerir bebida alcóolica, café ou refrigerantes pouco tempo
antes de dormir. Não levar problemas para a cama. E, principalmente, não fazer uso de medicamentos para distúrbios do sono
sem orientação médica”.
ShuttERStOck
As doenças do sono são um mal que afeta cada vez mais os brasileiros. Conforme dados da Academia Brasileira de Neurologia,
os distúrbios mais comuns são a insônia, a apneia obstrutiva
do sono e a síndrome das pernas inquietas. De acordo com as
pesquisas, a apneia obstrutiva, mais comum entre os homens,
caracteriza-se pela obstrução da via aérea ao nível da garganta
durante o sono e atinge cerca de 5% da população e 30% das
pessoas acima de 50 anos. Já a síndrome das pernas inquietas
- sensação desagradável e profunda nas pernas - afeta 7% da
população.
A neurologista dra. Maria do Carmo Vasconcellos apresenta algumas dicas para uma boa qualidade do sono. ”Para ter uma boa
noite de sono é recomendado que se tenha horários regulares
para dormir e despertar. Dormir em ambiente confortável, escuro e sem ruídos. Ir para a cama somente na hora de dormir.
A IMPORTÂNCIA DO HÁBITO DE LEITURA
Dados do Instituto Pró-Livro e do Ibope Inteligência indicam
que, entre as principais populações sul-americanas, a brasileira é a que menos possui o hábito de leitura. Cada brasileiro lê, em média, 4 livros por ano, ficando atrás de argentinos
e chilenos (com 5) e uruguaios (6), cidadãos de países com
taxas de analfabetismo que não chegam a 5% da população.
No Brasil, considerando-se apenas a leitura espontânea, o
número cai para pouco mais de 1 livro por pessoa, por ano.
Por meio da leitura ampliam-se o conhecimento geral e a capacidade de reflexão das pessoas.
Especialistas reforçam que o processo de
expansão da inteligência e o funcionamento saudável do cérebro estão associados à maneira como os neurônios
se comunicam. A prática de tarefas
que exijam esforço mental, portanto, é muito importante. Assim como
os músculos precisam de exercícios,
o sistema nervoso também precisa
de atividades de estímulo. Leitura
e jogos de xadrez são boas iniciativas que intensificam funções
cognitivas e ajudam a manter
a mente saudável, melhorando também o vocabulário e a
capacidade de argumentação.
Ao executar trabalhos intelectuais, ativam-se sistemas de
linguagem, obrigando o cérebro a realizar um trabalho ativo de reflexão, análise, compreensão, interpretação e
concentração. “Atividades intelectuais estimulam
as conexões entre neurônios, potencializam o
processo de memorização e auxiliam no bom
funcionamento de outras funções cognitivas
e na diminuição do estresse. Vale ressaltar que, independentemente da atividade
preferida, é importante oferecer estímulos às células nervosas para que funcionem bem”, completou a dra. Luciene
Oliveira.
ShuttERStOck
Para a neurologista do Grupo
Santa Casa BH, dra. Luciene
Oliveira, a prática de leitura
faz bem e deve ser incentivada. “Quanto mais leitura,
melhor. É um trabalho que deve ser feito ao longo da vida.
Não só a leitura, mas um conjunto de exercícios. É fundamental diferenciar assuntos para exercitarmos mais áreas do
cérebro. Eventos culturais, exposições, jogos, contato com
pessoas e atividades físicas também são valiosos”, recomendou.
O hábito da leitura - principalmente
para as novas gerações, acostumadas a “leituras dinâmicas” pela internet - deve ser incentivado desde
a infância. Mas somente o esforço
de professores, na escola, não basta. Os pais devem estimular e servir de exemplo para a formação de
novos leitores, contribuindo para
uma formação intelectual mais sólida e para a boa saúde mental de
crianças e adolescentes.
5
6
SANTA CASA NOTÍCIAs | JUlHO DE 2013
VACINA CONTRA HPV SERÁ DISTRIBUÍDA NA REDE PÚBLICA
shutterstock
O Ministério da Saúde anunciou que a vacina quadrivalente contra
HPV (para os tipos 6, 11, 16 e 18) será ofertada na rede pública
de saúde a partir de 2014. Atualmente, a vacina contra o HPV está
disponível apenas na rede privada (custo médio de R$ 900,00 para
3 doses). No primeiro ano de vacinação gratuita serão imunizadas
crianças do sexo feminino de 10 e 11 anos. Esta faixa etária foi
escolhida para garantir que as meninas estejam imunizadas antes
de qualquer tipo de atividade sexual. A meta é vacinar 80% do
público-alvo que, atualmente, soma 3,3 milhões de pessoas.
O HPV (papilomavírus humano) é o nome genérico de um grupo de
vírus que engloba mais de cem subtipos diferentes, dos quais cerca
de 35 infectam a região genital. A maioria dos subtipos está associada a lesões benignas, como verrugas. Segundo a dra. Adriana
Almeida de Souza Lucena, assistente adjunta da Clínica Ginecológica 1 da Santa Casa BH, geralmente o HPV é um vírus de superfície
“que infecta células da pele e mucosas, sem atingir a corrente
sanguínea”.
Atividade sexual é o fator de risco primário para o HPV
Mas há tipos de HPV de alto risco (oncogênicos) cujas infecções provocam o câncer de colo uterino, do ânus, da vulva, do pênis e até o câncer de
pescoço. Segundo a ginecologista, a distribuição gratuita da vacina será de grande importância para a população, contribuindo principalmente
com a prevenção do câncer de colo do útero: ”trata-se da segunda causa de morte por câncer na mulher brasileira. A eficácia da vacina já está
comprovada, com uma efetividade estimada em 90% para prevenção deste tipo de câncer”, destacou. A vacina é produzida a partir da cápsula do
HPV sem o seu conteúdo genético (DNA). Desta maneira, ao ser aplicada, faz com que o sistema imune reconheça estas cápsulas como se fossem
o próprio HPV e produza anticorpos contra o mesmo. As mulheres que já iniciaram atividade sexual também podem ser beneficiadas. “Os efeitos
serão os mesmos, mas quanto mais jovem for, melhor será a indução da imunidade. As mulheres que, sabidamente, já tiveram algum contato com
HPV ou lesão, também se beneficiarão com a vacina”, afirmou dra. Adriana Lucena.
A infecção causada pelo vírus pode ser subclínica (sem sinais e sintomas aparentes) e clínica. Na forma subclínica, os sintomas são detectados com
a presença de manchas no colo do útero, identificadas apenas com exames específicos. Em casos mais graves, relacionados com os tipos de alto
risco, as células infectadas podem levar a lesões que, se não forem tratadas a tempo, podem evoluir para o câncer de colo do útero e o câncer
peniano. Na forma clínica, a infecção se apresenta principalmente como condilomas (verrugas) que aparecem principalmente na genitália externa
de ambos os sexos.
O HPV é considerado como a DST (Doença Sexualmente Transmissível) viral mais comum na população sexualmente ativa. Estima-se que metade
das pessoas sexualmente ativas e 80% das mulheres serão infectadas pelo vírus em alguma época da vida. Cerca de 685 mil pessoas são infectadas
pelo HPV a cada ano no Brasil. “A atividade sexual é o fator de risco primário para o HPV, mas existe a possibilidade de infecção vertical entre
mãe e filho no momento do parto”, informou a dra. Adriana Lucena.
A vacina de HPV, até então direcionada exclusivamente às mulheres, foi também autorizada pela ANVISA para meninos e jovens de 9 a 26 anos.
O aval da agência se baseou em um estudo publicado na revista científica New England Journal of Medicine. Na pesquisa, foram colhidos dados
de 4.065 homens entre 16 e 26 anos, para os quais as doses do imunizante foram capazes de evitar 90% das verrugas genitais. Para o público
masculino, entretanto, ainda não foi disponibilizada a vacina na rede pública brasileira.
INCENTIVO AO ESPORTE
3° ENCONTRO DE PSICOLOGIA
almir gomes
A instrumentadora da Clínica de Cirurgia Cardiovascular da Santa Casa
BH, Jussara Cardoso Natalino, conquistou o 3º lugar na categoria duplas na 2° Etapa do Circuito Brou de
Aventuras. Realizada em Guapé, a
280 km de Belo Horizonte, a corrida
de 115 km envolve quatro modalidades - ciclismo, corrida, remo e
rapel - em uma única prova. Jussara
competiu com mais de 40 esportistas
de todo Brasil, em sua maioria homens. ”Minha participação nessas
competições chega a ser um incentivo para outras mulheres e confesso que ganhar de atletas masculinos é até melhor, tem um gostinho
diferente”, declarou. A instrumentadora é ciclista desde os 6 anos e
começou a participar de competições na juventude. Jussara Natalino
conta com o apoio da Superintendência de Finanças, Planejamento e
Recursos Humanos do GSCBH que desenvolve, há vários anos, um projeto de incentivo a funcionários que praticam atividades esportivas nas
modalidades profissional e semi-profissional.
Com o tema “O Adoecer:
Relação Mente e Corpo”, o
Serviço de Psicologia realizará, no dia 9 de agosto,
o 3º Encontro de Psicologia
do Grupo Santa Casa BH.
Destinado a estudantes,
psicólogos e demais profissionais da área de saúde, o
encontro será dividido em
dois momentos: reflexão e discussão teórica, com palestras e participação de psicólogos e psicanalistas renomados, e uma visita técnica às unidades internas da Santa
Casa BH.
A visita tem número limitado de 40 vagas e seu objetivo
é apresentar, in loco, a prática do psicólogo hospitalar na
instituição. Inscrições e informações: santacasabh.org.br.
JULHO DE 2013 | SANTA CASA NOTÍCIAS
CONSELHO DE SAÚDE SCBH
ALMIR GOMES
A cerimônia de posse dos novos
membros do Conselho de Saúde
da Santa Casa BH foi realizada no
dia 24 de julho, no Salão Nobre
da Instituição. Com o objetivo de
representar a comunidade usuária do SUS, o conselho é composto por doze funcionários da Santa
Casa BH, nove representantes dos
Lorem Ipsum
usuários da Capital, dois representantes do Conselho Municipal Novos membros do Conselho de Saúde da Santa Casa BH
de Saúde e um representante do
Conselho Estadual de Saúde. Criado em 2011, o Conselho de Saúde da Santa Casa BH realiza reuniões mensais para
discutir, fiscalizar, acompanhar e monitorar o andamento, os gastos e a qualidade do serviço prestado pelo hospital.
Na abertura do encontro, o provedor Saulo Coelho declarou que “o Conselho é importante para a disseminação de
informações em uma instituição tão grande como a Santa Casa BH. Ele é indispensável, também, para representar a
comunidade, reivindicando melhorias e nos alertando sobre questões relevantes da administração”, concluiu.
CURSOS DE CAPACITAÇÃO
A Escola Técnica Santa Casa BH está promovendo 2 cursos de capacitação direcionados a técnicos em enfermagem e alunos do curso técnico. Com carga
horária de 8 horas/aula, no dia 10 de agosto será realizado o curso “Preparo e
Administração de Medicamentos”, com o objetivo de aperfeiçoar o profissional
de enfermagem em cálculos, preparos, diluições e transformação de soluções
medicamentosas, além de demonstrar formas seguras de preparo, administração
e registro. No o dia 24, com carga horária de 4 horas/aula, o curso “Diabetes,
você sabe como tratar?” visa capacitar o treinando para a diferenciação dos tipos
de diabetes, relatar as manifestações e complicações clínicas mais freqüentes e
recomendar cuidados e orientações de enfermagem para a promoção da saúde
do paciente portador de diabetes.
ShuttERStOck
Para o curso “Preparo e Administração de Medicamentos”, o investimento é de
R$ 55,00 (para técnicos em enfermagem e alunos do curso técnico em enfermagem) e R$ 65,00 para acadêmicos de enfermagem e enfermeiros. O curso “Diabetes, você sabe como tratar?” custa R$ 35,00 para técnicos em enfermagem e alunos do curso técnico em enfermagem e R$ 45,00 (para acadêmicos de enfermagem e enfermeiros). As inscrições podem ser feitas na secretaria
da Escola Técnica Santa Casa BH (rua Domingos Vieira, 590, Santa Efigênia). Informações complementares pelo telefone (31) 3238.8601 / 3238.8672.
CAFÉ COM O PROVEDOR
Reunindo funcionários de diversos setores do
Grupo SCBH para discutir melhorias e atividades
cotidianas da instituição, foi realizada em junho a
30ª edição do “Café com o Provedor”.
ALMIR GOMES
Confira os nomes dos sorteados para a próxima
edição do encontro que será realizada no dia 1º de
agosto: Ana Lúcia Soares, André Vinícius Barbosa,
Bernardo Schettino Motta, Bruna Almeida Barbosa,
Cláudio Viana Silva, Edna Eugênia Antunes, Elaine
Soares Veloso, Flávia Cecília Vieira Silva, Flávia
Conceição Assis Martins, Gabrielle Helena da
Silva, Gilmara Aparecida Martins, Hugo Ferreira
Pires, Ivone Guedes Xavier Ângelo, Jacqueline
30ª edição do “Café com o Provedor”
Santos Masoni, Jorge Luan Dias Castellano, Juliana
Gemma Soares de Melo, Katia Aparecida Ribeiro de Souza, Letícia da Conceição Massil, Luciomar dos Santos, Maria Antônia Martins,
Maria do Rosário Assunção Aguiar, Valeria Fernandes de Andrade, Veranilda Cornélio Morais.
7
8
SANTA CASA NOTÍCIAs | JULHO de 2013
PÓS-GRADUAR
Com a visão institucional de ser reconhecido pela excelência
na prestação de serviços em saúde e pela geração e difusão de
conhecimento, o Grupo Santa Casa BH lançou mais um projeto
de incentivo à educação para seus funcionários: Pós-Graduar.
O lançamento do projeto foi realizado no dia 25 de julho, no
Salão Nobre da Santa Casa BH, com a presença de líderes,
gerentes e coordenadores de todas as unidades do GSCBH. Na
abertura do encontro, o provedor da instituição, Saulo Coelho,
declarou que “a educação é tão importante quanto a saúde.
O papel da Santa Casa BH é, além de cuidar da saúde, cuidar
também da formação de seus profissionais”. O superintendente de Planejamento, Finanças e Recursos Humanos, Gonçalo
Barbosa, destacou que o projeto “é para as pessoas que querem estudar, que querem crescer profissionalmente, evoluir
junto com a Santa Casa BH. É com muita alegria que lançamos
o Pós-Graduar”, concluiu. Em seguida, durante a apresentação
do projeto, a gerente de Gestão de Pessoas, Kátia de Paula,
afirmou que “o objetivo é capacitar cada vez mais os funcionários, contribuindo para o desenvolvimento pessoal de todos”.
O projeto oferece um auxílio de 50% nas mensalidades de cursos de pós-graduação, MBA, Mestrado ou Doutorado, com teto
máximo de 320 reais por mensalidade. Para ter direito à bolsa, o empregado deve fazer sua inscrição voluntária e cumprir
com os seguintes pré-requisitos: ser contratado em regime CLT
almir gomes
há mais de 6 meses;
estar devidamente
matriculado em um
curso de especialização, independente do período; que
o curso tenha afinidade com a função
exercida na instituição ou com seu serviço principal; estar
cursando a primeira Gonçalo de Abreu Barbosa: incentivo ao crescimento
especialização (caso pessoal e profissional de funcionários
o empregado já tenha realizado outras, a liberação do auxilio será avaliada pela
Gerência de Gestão de Pessoas); ausência de penalidades nos
últimos 6 meses; e possuir o plano Santa Casa Saúde. Para
receber o auxílio até o fim do curso o empregado deve ter
ainda uma frequência nas aulas superior a 85% por semestre,
média semestral do rendimento acadêmico superior a 75%,
com apresentação periódica de documentos comprobatórios
destes quesitos. Para se candidatar, o funcionário deve entrar
em contato com o setor de Treinamento e Desenvolvimento
pelos telefones (31) 3238.8645 / 3238-8094 ou pelo e-mail
[email protected]acasabh.org.br. A documentação deve ser
encaminhada até o dia 10 de cada mês.
1º TRANSPLANTE RENAL PEDIÁTRICO
A Santa Casa BH realizou, em junho, seu primeiro transplante renal pediátrico, realizado pelas equipes de cirurgia pediátrica, urologia
geral e cirurgia vascular da instituição. Participaram da cirurgia os médicos Moacir Tibúrcio, Leonardo Gomes Lopes, Rafael Morroni de
Oliveira, Marcelo Frederigue de Castro e o anestesiologista Dr. Marcel Andrade Souki. Segundo o chefe da cirurgia pediátrica, dr. Moacir
Tibúrcio, o transplante, feito em uma criança de 12 anos, foi um sucesso: “a criança tinha uma malformação congênita do trato unrinário
que lhe causou dano renal desde o nascimento. O paciente foi anteriormente submetido a uma cirurgia provisória, mas evoluiu para
insuficiência renal e passou a fazer hemodiálise por aproximadamente um ano. A partir de então, o preparamos, reconstituindo seu
trato urinário (ureta e bexiga) para que pudéssemos realizar o transplante. A cirurgia foi bem sucedida e cerca de 2 semanas depois o
paciente recebeu alta”, explicou. O médico informou também que a criança vem fazendo acompanhamentos semanais com as equipes
de cirurgia pediátrica e nefrologia da SCBH.
PREVENÇÃO CONTRA ACIDENTES DE TRABALHO
Dia 27 de julho, Dia Nacional da Prevenção de Acidentes do Trabalho. Para conscientizar funcionários sobre a importância
deste tema, o Núcleo de Segurança e Gestão Ambiental do Grupo Santa Casa BH, em parceria com o setor de Gestão de
Pessoas, promoveu campanha itinerante nas unidades da instituição. Nos dias 29 e 30 de julho, uma equipe formada por
34 funcionários da Segurança e Medicina do Trabalho, Gestão Ambiental e membros da Comissão Interna de Prevenção de
Acidentes, divididos em 6 grupos, fizeram visitas educativas em diversos setores assistenciais e administrativos.
Segunda Teodolina de Oliveira, engenheira de Segurança do Trabalho do GSCBH, as visitas têm como objetivo “informar
funcionários sobre os incidentes recorrentes e contribuir para a redução do número de acidentes de trabalho”. Durante as
visitas, os membros das equipes usaram equipamentos de proteção individual - óculos, luvas, avental e máscara - demonstrando a importância de sua utilização no trabalho diário. Certificados foram entregues, a título de incentivo, a todos os
setores que aderiram à Campanha de Prevenção de Acidentes de Trabalho do Grupo Santa Casa BH.
FECHAMENTO AUTORIZADO – PODE SER ABERTO PELA ECT
PARA USO DOS CORREIOS
AUSENTE
NÃO PROCURADO
NÃO EXISTE O Nº INDICADO
DESCONHECIDO
INFORMAÇÃO ESCRITA POR TERCEIROS
ENDEREÇO INSUFICIENTE
MUDOU-SE
RECUSADO
ASSINATURA E Nº DO CARTEIRO:
OUTROS:
REMETENTE | Grupo Santa Casa BH | Av. Francisco Sales, 1111 | Santa Efigênia | Belo Horizonte - MG | CEP 30150-221
Download

Santa Casa Notícias - Edição 260 - Julho de 2013