GP2
SWISSCAM – Câmara de Comércio Suíço-Brasileira
Grupo de
Comitê de Meio Ambiente e Sustentabilidade
Prevenção da Poluição
Qualidade Ambiental de Produtos e Serviços
Avaliação de Ciclo de Vida
Gil Anderi da Silva
Grupo de Prevenção da Poluição
Escola Politécnica
Universidade de São Paulo
18/05/05 – São Paulo
GP2
SUMÁRIO
• “LIFE CYCLE THINKING”
• AVALIAÇÃO DE CICLO DE VIDA
• PANORAMA DA ACV
Grupo de
Prevenção da Poluição
“LIFE CYCLE THINKING”
 “Life Cycle Thinking” é intuitivo.
 sacos de papel ou de plástico?
 xícara de louça ou copinho de plástico?
 eletricidade: hidro ou termo?
 convite pizzaria!
GP2
Grupo de
Prevenção da Poluição
PRODUTOS
 Como nasce um produto?
 Necessidade
 Oportunidade
EXERCER UMA FUNÇÃO
GP2
Grupo de
Prevenção da Poluição
PRODUTOS E MEIO AMBIENTE
 COMO AVALIAR DESEMPENHO
AMBIENTAL DE UM PRODUTO?
 Ações antrópicas associadas ao produto.
 Interação homem – natureza.
EVOLUÇÃO
GP2
Grupo de
Prevenção da Poluição
PRODUTOS E MEIO AMBIENTE
Abordagem tradicional
Foco sobre o processo
Manufatura
do produto
GP2
Grupo de
Prevenção da Poluição
GESTÃO AMBIENTAL
GP2
Grupo de
Prevenção da Poluição
Nova abordagem:
Não basta que o desempenho ambiental
do PROCESSO seja bom; o importante
é que o desempenho ambiental do
PRODUTO seja bom!
FOCO SOBRE O PRODUTO
PRODUTOS E MEIO AMBIENTE
Nova abordagem
Foco sobre o produto
Extração de
rec. natur.
Elos
industriais da
Manufatura
cadeia
produtiva
do produto
GP2
Grupo de
Prevenção da Poluição
GP2
GESTÃO AMBIENTAL
Grupo de
Prevenção da Poluição
ABORDAGEM ATUAL
FOCO SOBRE A FUNÇÃO DO PRODUTO
O cumprimento da função pelo produto
deve ter bom desempenho ambiental.
GP2
PRODUTOS E MEIO AMBIENTE
Abordagem atual
Foco sobre a função do produto
Extração de
rec. natur.
Elos industriais da
cadeia produtiva
Transporte
Uso
Grupo de
Prevenção da Poluição
Disposição
final
CONCEITO DE CICLO DE VIDA
DO PRODUTO
GP2
Grupo de
Prevenção da Poluição
CONJUNTO DE ETAPAS
NECESSÁRIAS
PARA QUE UM PRODUTO CUMPRA SUA
FUNÇÃO, DESDE A OBTENÇÃO DOS
RECURSOS NATURAIS USADOS NA SUA
FABRICAÇÃO ATÉ SUA DISPOSIÇÃO FINAL
APÓS O CUMPRIMENTO DA FUNÇÃO.
CONCEITO DE CICLO DE VIDA
DO PRODUTO
GP2
Grupo de
Prevenção da Poluição
TODAS AS
CONJUNTO DE ETAPAS
NECESSÁRIAS
PARA QUE UM PRODUTO CUMPRA SUA
FUNÇÃO, DESDE A OBTENÇÃO DOS
RECURSOS NATURAIS USADOS NA SUA
FABRICAÇÃO ATÉ SUA DISPOSIÇÃO FINAL
APÓS O CUMPRIMENTO DA FUNÇÃO.
GP2
Grupo de
Prevenção da Poluição
AVALIAÇÃO DE
CICLO DE VIDA
GP2
Grupo de
Prevenção da Poluição
AVALIAÇÃO DE
CICLO DE VIDA
GP2
Grupo de
Prevenção da Poluição
ANÁLISE DE
CICLO DE VIDA
 ACV - CONCEITO
GP2
Grupo de
Prevenção da Poluição
Compilação e avaliação das entradas, das saídas e dos
impactos ambientais potenciais de um sistema de
produto ao longo do seu ciclo de vida.
NBR ISO 14040
Ferramenta da gestão ambiental que avalia o desempenho
ambiental de produtos ao longo de todo o seu ciclo de vida,
desde a extração dos recursos naturais, passando por todas
os elos industriais de sua cadeia produtiva, pela sua
distribuição e uso, até sua disposição final.
Avaliação dos impactos ambientais associados a todas as
atividades humanas necessárias para que um produto
cumpra sua função.
GP2
 ACV – EVOLUÇÃO HISTÓRICA
Anos 60: primeiras idéias
GP2
Grupo de
Prevenção da Poluição
• 1969 – Coca Cola – comparação embalagens: consumo de recursos
(matérias-primas e energia) e geração de emissões.
• Midwest Research Institute (Franklin Associates, Inc.)
Research and Enviromental Profile Analysis (REPA) = modelo
para desenvolvimento ACV.
Meados dos 70’s – crise do petróleo
• Fontes alternativas de energia – 15 REPA’s
• Declínio da crise do petróleo – declínio do interesse.
Final dos 80’s
• 1985 – Diretiva da Comissão Européia – Embalagens bebidas
Monitorar consumo energia e mp’s e geração de rejeitos.
• 1990 – SETAC – Society of Environmental Toxicology and Chemistry
Base metodológica da ACV.
 ACV – EVOLUÇÃO HISTÓRICA GP2
Grupo de
Prevenção da Poluição
BRASIL
• 1993 – Criação do GANA (Grupo de Apoio à Normalização Ambiental)
Subcomitê de ACV.
• 1998 – “Análise do Ciclo de Vida de Produtos” - José Ribamar Chehebe
• 1999 – Criação do ABNT/CB-38
SC 05 (subcomitê de ACV)
• 2001 – Lançamento da NBR ISO 14040 pela ABNT
• 2002 – Fundação da Associação Brasileira do Ciclo de Vida
 ACV – CARACTERÍSTICAS
GP2
Grupo de
Prevenção da Poluição
Ferramenta de apoio à tomada de decisões:
- gera informações;
- não resolve problemas.
Avalia impactos associados à função do produto.
Única que compara desempenho ambiental de produtos.
Nova  consolidação de metodologia.
 ACV – LIMITAÇÕES
Falta de metodologia consolidada.
Critérios subjetivos para tomada de decisões.
Grande número de dados.
Falta de modelos para avaliação de impactos.
GP2
Grupo de
Prevenção da Poluição
 ACV – USOS E APLICAÇÕES
GP2
Grupo de
Prevenção da Poluição
COMPARAÇÃO DE PRODUTOS.
OPORTUNIDADES DE MELHORIA
DESEMPENHO DE PRODUTOS.
APOIO À TOMADA DE DECISÕES.
 EMPRESAS – GOVERNO - SOCIEDADE
DE
 ACV – USOS E APLICAÇÕES
GP2
Grupo de
Prevenção da Poluição
 EMPRESAS (INDÚSTRIAS)
COMPARAÇÃO
 Produtos com mesma função
 Novo produto em projeto x alternativas existentes
OPORTUNIDADES DE MELHORIA
 Desenvolvimento de produto
 Reprojeto de produto
APOIO À TOMADA DE DECISÕES
 Definição de política ambiental corporativa
 Implantação de SGA
 Escolha de fornecedores
 Estabelecimento de estratégia de negócios
 ACV – USOS E APLICAÇÕES
 GOVERNO
ESTABELECIMENTO DE POLÍTICAS
 Política de produtos (especificações)
 Política de compras
 Gerenciamento de resíduos
 Diretrizes para projetos verdes
 Programas de P&D
REGULAMENTAÇÃO
 Rotulagem ambiental
 Produção mais limpa
GP2
Grupo de
Prevenção da Poluição
 ACV – USOS E APLICAÇÕES
GP2
Grupo de
Prevenção da Poluição
 SOCIEDADE
GERAÇÃO DE INFORMAÇÕES AMBIENTAIS
 Escolha de produtos
 Decisões de compra
 Escolha de fornecedor
 Estabelecimento de diretrizes para padrões de
consumo sustentável
 ACV – METODOLOGIA
DE EXECUÇÃO
GP2
Grupo de
Prevenção da Poluição
 Identificação quantitativa das entradas de matéria
e energia do meio ambiente para o sistema do ciclo
de vida do produto em estudo e das saídas de
matéria e energia desse sistema para o meio
ambiente.
 Avaliação dos potenciais impactos ambientais
associados às entradas e saídas identificadas na
etapa anterior.
 ACV – IDENTIFICAÇÃO DE ENTRADAS E SAÍDAS
Grupo de
Prevenção da Poluição
ENTRADAS
Extração de
rec. natur.
Manufatura
do produto
Transporte
SAIDAS
Uso
GP2
Disposição
final
 FRONTEIRAS ENTRE CICLO DE VIDA E
MEIO AMBIENTE
?
GP2
Grupo de
Prevenção da Poluição
 Identificação quantitativa das entradas de matéria
e energia do meio ambiente para o sistema do ciclo
de vida do produto em estudo e das saídas de
matéria e energia desse sistema para o meio
ambiente.
GP2
Grupo de
Prevenção da Poluição
ENTRADAS
Extração de
rec. natur.
Manufatura
do produto
Uso
Disposição
final
Transporte
SAIDAS
Fronteira
do sistema
GP2
Grupo de
Prevenção da Poluição
Energia:
•Termoelétrica
•Hidroelétrica
Água
Equipamentos
Soda
Recursos
Minerais
Fertilizante
Madeira
Celulose
Papel
Defensivos
Edificações
Transporte
Veículos
Estradas
Combustível
 LIMITAÇÃO DA ACV
O ciclo de vida de todos os produtos
engloba todo o planeta.
GP2
Grupo de
Prevenção da Poluição
Número absurdo de dados a serem coletados.
 SOLUÇÃO
Criar bancos de dados.
GP2
Grupo de
Prevenção da Poluição
Energia:
•Termoelétrica
•Hidroelétrica
Água
Equipamentos
Soda
Recursos
Minerais
Fertilizante
Madeira
Celulose
Papel
Defensivos
Edificações
Transporte
Veículos
Estradas
Combustível
GP2
Grupo de
Prevenção da Poluição
Energia:
•Termoelétrica
•Hidroelétrica
Água
Equipamentos
Soda
Recursos
Minerais
Fertilizante
Madeira
Celulose
Papel
Defensivos
Edificações
Transporte
Veículos
Estradas
Combustível
BANCO DE DADOS PARA ACV
Elementos comuns ao ciclo
de vida de muitos sistemas
MATERIAIS: metálicos,
poliméricos, cerâmicos,
outros
ENERGIA: elétrica, térmica, etc.
TRANSPORTE
Gerenciamento
de resíduos
SISTEMA
GP2
Grupo de
Prevenção da Poluição
BANCO DE DADOS PARA ACV
 Representatividade do modelo do sistema.
 Representatividade dos dados.
Caráter regional dos bancos de dados
GP2
Grupo de
Prevenção da Poluição
GP2
Grupo de
Prevenção da Poluição
PANORAMA MUNDIAL
PANORAMA MUNDIAL
LIFE CYCLE INITIATIVE
Projeto conjunto: PNUMA/SETAC
GP2
Grupo de
Prevenção da Poluição
Promover o “Life Cycle Thinking - LCT” como estratégia para o desenvolvimento de uma economia sustentável.
• Objetivos gerais:
- troca de informações sobre as condições para a aplicação do
LCT e ACV
- troca de informações sobre interface entre ACV e outras técnicas
- implementação de atividades de ensino sobre aplicação de
ACV e LCT
- aumento da disponibilidade de melhores dados e métodos de ACV
- orientação no uso de dados e métodos de ACV
•http://www.uneptie.org
PANORAMA MUNDIAL
LIFE CYCLE INITIATIVE
Projeto conjunto: PNUMA/SETAC
 AÇÕES ( Programas):
 Life Cycle Inventory (LCI)
 Life Cycle Impact Assessment (LCIA)
 Life Cycle Management (LCM)
GP2
Grupo de
Prevenção da Poluição
LIFE CYCLE INITIATIVE
Projeto: Necessidades do usuário
Grupo de
Prevenção da Poluição
 USUÁRIOS:
 executantes de projetos de ACV
 fornecedores de dados e de programas de apoio
 usuários de dados e programas
 usuários de resultados de projetos de ACV
 107 respostas de 28 paises
GP2
PANORAMA MUNDIAL
LIFE CYCLE INITIATIVE
Projeto conjunto: PNUMA/SETAC
Distribuição geográfica
Europa
América do Norte
África
América Latina
Austrália
Outros
4%
69 %
14 %
8%
3%
2%
GP2
Grupo de
Prevenção da Poluição
PANORAMA MUNDIAL
LIFE CYCLE INITIATIVE
Projeto conjunto: PNUMA/SETAC
Distribuição por setor
Academia
Indústria
Consultoria
Governo
ONG’s
45 %
27 %
19 %
5%
4%
GP2
Grupo de
Prevenção da Poluição
PANORAMA MUNDIAL
LIFE CYCLE INITIATIVE
Projeto conjunto: PNUMA/SETAC
Formas de uso
Tomada de decisão
61 %
Condução de ACV
20 %
Suprir dados/programas
9%
Conduzir e suprir
9%
Outros
1%
GP2
Grupo de
Prevenção da Poluição
PANORAMA MUNDIAL
LIFE CYCLE INITIATIVE
Projeto conjunto: PNUMA/SETAC
Usos pelo setor industrial
Dep. MA/Seg./Saúde
59 %
P&D
24 %
Outros
17 %
GP2
Grupo de
Prevenção da Poluição
PANORAMA MUNDIAL
ESTUDOS DE CASO - USOS
GP2
Grupo de
Prevenção da Poluição
 CENÁRIO: planejamento de sistema sustentável de fornecimento de energia para a frota de transporte dos EUA.
 REQUISITOS: fonte renovável; conversão a forma armazenável como combustível e avaliar impacto de uso do solo.
 ALTERNATIVAS SELECIONADAS:
 geração renovável de eletricidade - (produção de H2)
 geração renovável de eletricidade – baterias veiculares
 produção de biomassa – motores híbridos (comb./elet.)
 METODOLOGIGA ADOTADA: ACV
PANORAMA MUNDIAL
ESTUDOS DE CASO - USOS
GP2
Grupo de
Prevenção da Poluição
 CENÁRIO: descoberta de área contaminada em fábrica de Al;
propostas 4 técnicas de remediação (3 envolvem remoção e tratamento do solo e 1 tratamento in situ.
 REQUISITOS: seleção deve contemplar
- avaliação de impactos primários (ecotoxicidade devida à
presença dos poluentes e
- secundários (decorrentes das atividades de remediação).
 METODOLOGIA SELECIONADA: ACV
(única a atender requisitos)
PANORAMA MUNDIAL
ESTUDOS DE CASO - USOS
GP2
Grupo de
Prevenção da Poluição
 CENÁRIO: avaliação do desempenho ambiental do serviço
de informação e comunicação por cabo no Japão.
 METODOLOGIA USADA - ACV aplicada a:
- geradoras de sinal;
- estações repetidoras;
- linhas de transmissão;
- facilidades de acesso e
- terminais de usuários.
PANORAMA MUNDIAL
ESTUDOS DE CASO - USOS
GP2
Grupo de
Prevenção da Poluição
 Comparação do desempenho ambiental de 2 tipos de
luminárias urbanas:
- caixa de alumínio (produto existente)
- caixa de polipropileno (produto em cogitação).
 Após realizado estudo de ACV, as conclusões obtidas
foram usadas para fornecer recomendações para projetar um novo tipo de luminária
PANORAMA BRASILEIRO
 MCT – Política Industrial, Tecnológica e de Comércio
Exterior - Inovação para a Competitividade Industrial
• Apoiar a consolidação da ACV – uso pelas empresas
GP2
Grupo de
Prevenção da Poluição
• Exigências do comércio internacional - (ISO 14025 – Rotulagem tipo III)
 MCT  IBICT: projeto de desenvolvimento de ICV
“brasileiro”
• 1a etapa: Programa de Capacitação Institucional do
IBICT (capacitação de recursos humanos)
• “Negociações de projeto de cooperação Brasil/Suiça
visando capacitação e treinamento da equipe brasileira
que desenvolverá o banco de dados brasileiro para
ACV”.
PANORAMA BRASILEIRO
GP2
Grupo de
Prevenção da Poluição
 ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DO CICLO DE VIDA
Difusão da ACV no Brasil
Capacitação de recursos humanos
Construção de banco de dados brasileiro
Vinculação com comunidade internacional de ACV
abcv_brasil@yahoo.com.br
GP2
Grupo de
Prevenção da Poluição
GRUPO DE PREVENÇÃO DA POLUIÇÃO
DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA QUÍMICA
ESCOLA POLITÉCNICA
UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO
Gil Anderi da Silva
gil.silva@poli.usp.br
Fone: 55 (11) 3091.2213
Download

Qualidade Ambiental de produtos e Serviços