Igreja Evangélica Assembléia de Deus
Penha - SC
Lição 2– 09 de Janeiro de 2011
Prof. Sérgio Lenz – fone (47) 9932-6230
E-mail: [email protected]
BLOG:http://cristianismoequilibrado.blogspot.com
MSN: [email protected]
“[…] Varões galileus, por que estais olhando para o
céu? Esse Jesus, que dentre vós foi recebido em cima
no céu, há de vir assim como para o céu o vistes ir.”
(At 1:5)
Se a ascensão de Cristo não for aceita como um fato
historicamente comprovado, não poderá ser recebida
como doutrina confiável. Jesus Cristo, de fato, foi
assunto ao céu, e acha-se à destra de Deus.
Esboço da Lição:
1 – A
HISTORICIDADE
DA ASCENSÃO
DE CRISTO
2 –A
TEOLOGICIDADE
DA ASCENSÃO
DE CRISTO
3–A
ASCENSÃO DE
CRISTO EM NOSSA
DEVOÇÃO
São dois os pilares centrais do Cristianismo:
O nascimento
virginal de
Cristo
A ressurreição
e a ascensão
de Cristo
O Cristo da
história
O Cristo dos
profetas
1.1 – Data da ascensão:
Estima-se que
seja por volta
de 34 d.C.
Que é fato
comprovado
pela história,
basta olhar
para o
calendário
mundial…
1.2 – Lugar da ascensão:
Situado a leste de
Jerusalém, a 818
metros acima do
nível do mar, o Monte
das Oliveiras não
somente é real, mas
relaciona-se com:
1. A vida de Jesus.
2. Sua ascensão.
3. Sua volta triunfal.
1.3 – As testemunhas da ascensão:
Se a ressurreição foi
comprovada por mais de 500
pessoas e a ascensão foi vista
por cerca de 120 pessoas, e
tanto a justiça bíblica como a
secular aceitam o testemunho
de 2 pessoas, seria
ignorância não aceitar como
fato comprovado tanto a
ressurreição como a ascensão
de Jesus!
2.1 – Ascensão de Cristo:
Existem, pelo que nos informa Champlin, 17 aparições de
Cristo no intervalo de Sua ressurreição e ascenção.
Em quase todas as Suas aparições, Jesus permite que algo
milagroso aconteça, provavelmente por conta de sua nova
natureza corpórea.
É desse modo que Ele sobe ao céu, mostrando-nos a realidade
que nos aguarda após o cumprimento de nossa missão
terrena.
Vale a pena aguardar!
2.2 – A perspectiva paracletológica:
O Espírito Santo veio nos dar uma nova visão:
pertencemos a um Reino que deverá absorver todas as
nações geograficamente falando. Vivamos à altura dessa
chamada!
2.3 – A perspectiva escatológica:
Esse Jesus,
que dentre
vós foi
recebido em
cima no céu,
há de vir
assim como
para o céu o
vistes ir.
At 1:11
3.1 – A posição do Cristo que ascendeu:
Cristo a destra do Pai. Isso significa que:
1. Temos um intercessor idôneo junto ao Pai.
2. Jesus padeceu por nós e sabe o que é
sofrer.
3. Por Seus sofrimentos temos o perdão
divino.
4. Tempos e estações Lhe pertencem.
Portanto nenhum sofrimento é para
sempre.
5. Visto da eternidade, nenhum detalhe é
esquecido. Confie nEle!
3.2 – A eficácia salvífica do Cristo que ascendeu aos céus:
A Situação
Interpretação
Referências
O mercado de
escravos
O sistema do
mundo
1 Jo 5.19
O senhor dos
Escravos
Satanás
Jo 12.31
Os escravos
Humanidade
Ef 2.2-3
O problema
Pecado
Cl 2.14
O comprador
Jesus
Hb 2.14-15
O preço do
Resgate
O sangue de
Cristo
1 Pe 1.18-19
3.3 – Cristo assunto, nosso Advogado:
Consola-nos saber
que, à destra de
Deus, temos um
advogado sempre
pronto a defendernos as causas junto
ao Juiz de toda a
Terra.
A ASCENSÃO DE NOSSO SENHOR JESUS
CRISTO É UM FATO COMPROVADAMENTE
HISTÓRICO. COMO É BOM SABER QUE,
JUNTO AO TRONO DO TODO-PODEROSO,
TEMOS UM INTERCESSOR POR NÓS. AMÉM!
E UM DIA, MAIS RÁPIDO QUE SUPOMOS,
VIRÁ O SENHOR ARREBATAR-NOS, PARA
QUE ESTEJAMOS SEMPRE COM ELE NOS
CÉUS AO LADO DO PAI. AMÉM!
14
Download

Faça o deste Power Point da lição 2