UFPEL – FAEM – DZ
PRÁTICAS DE CRIAÇÃO
Prof. Jerri Zanusso
jerri.zanusso@ufpel.edu.br / Sala 416
Produção de mel
Meta: aumentar a produtividade (kg/colméia/ano)
 Manejo do espaço
- Trabalho com 02 ninhos
 Uso correto de lâminas de cêra
 Renovar as lâminas de cêra (1 ou 2 anos)
 Evitar a suba da rainha para postura em melg.
 Redução da qt. de caixilhos
Produção de mel
 Redução do número de caixilhos e aumento do
espaço entre eles:
10 caixilhos
9 caixilhos
extrai
extrai
8 caixilhos
• Cuidados: Usar espaçadores e
colocar caixilhos de mesma largura
de favo.
Produção de mel
 Produção com múltiplas rainhas:
Lei de Huber: "Uma colheita de mel, equivale ao quadrado
do peso das abelhas"
C = P² (C= colheita, kg, P = peso abelhas, kg)
30.000 abelhas pesam 3 kg e recolhem 9 kg de mel em
condições normais.
70.000 abelhas pesam 7 kg e recolherão 49 kg de mel em
condições normais.
Produção de mel
 Produção com múltiplas rainhas:
Lei de Fábrega: "Uma colheita equivale ao dobro do
quadrado do número de rainhas existentes em bateria"
C = R² x 2 x P² (C = colheita, Kg, R = rainhas, P = peso,
Kg)
Assim, 2 rainhas com 70.000 abelhas:
C = 4 x 2 x 49 = 392 kg... Possibilidade teórica!
Produção de mel
 Produção com múltiplas rainhas (e com enxame
forte):
A
L
I
M
E
N
T
A
R
Produção de mel
 Produção com múltiplas rainhas:
Gutiérrez & Rebolledo (2005)
DRH = duas rainhas horizontal, DRV = duas rainhas vertical
Produção de mel
 Produção com múltiplas rainhas:
Produção de mel
 Mel em favo
 Mel no pote
Produção de própolis
Métodos:
Raspagem
Tela
Coletor de própolis inteligente (CPI)
Coletor modelo entre-rios
Frestas/ calços
Época
Produção de própolis
Própolis escura
R$ 40/kg
Produção de própolis
Própolis verde, em MG
Baccharis dracunculifolia
R$ 80/kg
Produção de própolis
Própolis vermelha, em AL
Dalbergia ecastophyllum
R$ 400 a 500/Kg
Produção de pólen:
MÉTODOS:
-Coletor de alvado
-Coletor intermediário
Cuidados na manipulação
Horários
Impactos na produção de mel e na postura!
Produção de cera
- Obtida da recuperação de favos velhos (derretimento)
- Obtida dos opérculos no ato da desoperculação.
PROCEDIMENTOS:
Derretimento em banho-maria
Filtragem
Solidificação
Remoção de impurezas
Produção de geléia real
- Tipos:
Puxada natural e artificial
- Metodologia
Orfanação de colméia forte.
Introdução de larvas jovens + geléia real
Três a quatro dias remoção de larvas e coleta da
G.R.
Cuidados na manipulação
Divisão de enxames
• Por que dividir?
Aumentar n° de colméias/ produção.
Evitar enxameação
• Quando dividir?
Quando o enxame estiver forte
Durante a safra
Para dividir escolher família forte, contendo:
 Favos com cria nova (menos de 36 hs)
 Favos com cria madura
 Favos com mel e pólen
 Rainha com boa postura
União de enxames
• Qual a finalidade da união dos enxames?
 Reforçar e salvar famílias fracas
 Para formar recrias para criação de rainhas
 Para salvar famílias órfãs
OBS: família forte produz mais
União de enxames
Métodos:
Método da folha de papel
Método da pulverização com xarope
Método da intercalação de quadros
União de enxames
1) Método da folha de papel
Consiste na colocação de uma folha furada e
untada com mel nos dois lados, colocada entre
as colméias a serem unidas.
União de enxames – folha de papel
1) Juntar as colméias a serem unidas
2) Orfanar uma das duas coméias
3) Retirar a tampa da colméia que vai se juntar a
outra
4) Furar, untar e colocar a folha de papel sobre o
ninho
5) Retirar o fundo da outra colméia e colocá-la
sobre a folha de papel untada
6) Reduzir o alvado da colméia unida
Captura de enxames
• Pousados
• Voadores
Usar o caça-enxame ou caixa-isca.
Usar atrativo e fornecer condições para enxames
voadores.
Para enxames pousados, observar a aceitação da
caixa.
Transferir em breve!
Transferência do enxame da caixa-isca para
a colméia:
• Proceder a instalação da nova colméia
• Fornecer caixilhos com lâmina de cera nova
• Transferir de 3 a 4 caixilhos do caça-enxame
para o centro da nova colméia
• Completar as laterais da colméia com os
caixilhos com cera
• Sacudir as abelhas do caça-enxame sobre a
nova colméia
• Seguir alimentando se necessário
Download

UFPEL – FAEM – DZ