ORIGEM E
DISTRIBUIÇÃO DOS
CONTINENTES
Prof.Ismael Ferreira da Silva
Os continentes sempre tiveram a mesma
forma que conhecemos hoje?
 A forma e a distribuição
dos continentes sempre
foi diferente. Os
continentes e os
oceanos foram se
deslocando lentamente
alterando suas formas e
posições ao longo das
eras geológicas.
Qual foi a proposta apresentada por Wegener
sobre o movimento dos continentes ?
 Que os continentes
estariam flutuando
sobre uma massa
pastosa e quente do
interior do planeta.
Proposta de Wegener
Quais foram as evidências que wegener usou
para defender a sua teoria?
 A forma do litoral da
América do Sul, que se
encaixa no contorno do
continente africano
Quais foram as evidências que wegener
usou para defender a sua teoria?
 A existência de
fósseis de animais
e plantas
semelhantes em
ambos continentes.
Quais foram as evidências que Wegener
usou para defender a sua teoria?
 A ocorrência de alguns
tipos de rochas e
formações geológicas
semelhantes em certas
regiões da América do
Sul e da África.
A teoria de Wegener foi bem aceita?
Quando e como foi comprovada?
 Não. Sua Teoria da deriva Continental só foi
compreendida no final da década de 1950, com os
avanços tecnológicos de Sonar.
 A crosta terrestre não é inteira é formada por
vários pedaços de placas tectônicas. Essas placas
se movimentam sobre o manto terrestre,
aproximando-se ou distanciando-se.
A crosta terrestre
O que faz as placas tectônicas se
movimentarem?
 É o intenso calor do
núcleo que faz as
placas tectônicas.
Grandes correntes de
convecção se
movimentam se
movimento de
ascendente ou
descendente,
deslocando as placas.
As consequências das correntes de
convecção convergentes
 Com as correntes convergentes as placas
tectônicas se chocam.
 Uma placa é empurrada para o manto
derretendo-se e a outra dá origem á
grandes cadeias de montanhas.
Movimento das placas
As consequências das correntes de convecção
convergentes e divergentes.
 Com as correntes divergentes as placas
tectônicas se afastam.
 Formam-se rachaduras e fendas por onde
escorre o magma, formando vulcões e
montanhas submersas.
Os movimentos da crosta
e a formação de relevo
Professor Ismael F.Silva
Movimentos das placas e relevo
 Quando os movimentos das placas provocam
fortes pressões horizontais sobre as rochas
de menor resistência, elas sofrem
deformações.
 Os dobramentos terrestres são formados por
choques entre duas placas tectônicas, deram
origem às cadeias de montanhas. Ex: Andes
ou Himalaia
Modificação do relevo
Movimento das placas e relevo
 Quando as placas sofrem pressões
horizontais ou verticais sobre rochas mais
rígidas sofrem fraturas dando origem aos
falhamentos da crosta e aos planaltos.
Falhas tectônicas
Tipo de Falhas
•Há cerca de 230 milhões de anos.
No final da era paleozóica, existia
apenas um continente chamado de
pangea, rodeado por um único
oceano chamado de Panthalassa.
•Há 200 milhões de anos no início
da era mesozóica a pangeia
começou a se separar.
•Há 65 milhões de anos, na Era
Cenozóica, os continentes já
estavam separados e
apresentavam uma distribuição
parecida com a atual.
•Há 2 milhões de anos, os
continentes e oceanos chegaram à
configuração que possuem
atualmente.
Os vulcões e terremotos sempre aparecem nas
bordas das placas. O Brasil por estar afastado
da borda da placa sul-americana não sofre
terremotos com freqüência.
A ilha de Trindade – Vitória -ES
 Os movimentos provocam o surgimento de
de aberturas na crosta, por onde o magma
sai através de erupções vulcânicas. O
acúmulo da lava pode formar montanhas.
 As lavas podem atingir a superfície através de
grandes fissuras (rachaduras) existentes na crosta
espalhando-se em extensas camadas sem formar
cones.
 Os abalos sísmicos sacodem a superfície
terrestre. Acontece quando o movimento das
placas consegue romper a resistência das
rochas produzindo intensas vibrações que se
propagam no interior da crosta.
Falha
Download

ORIGEM E DISTRIBUIÇÃO DOS CONTINENTES