Medição Individualizada
Economia de 15% a 30%
(submetering)
Reservatório
superior
Barrilete
Submedidores
Esquema de instalação
dos hidrômetros em
prédios de apartamentos
Entrada de
água
Medidor
principal
pliniotomaz@uol.com.br
Prédio de
apartamento
s
Coluna de
alimentação
Parque Cecap- Guarulhos-1970
2.880 apartamentos
Abastecimento direto: s/ caixa d’água
pliniotomaz@uol.com.br
Guarulhos Parque Cecap
Três hidrômetros-abastecimento direto.
pliniotomaz@uol.com.br
Medição Individualizada
(1 a 2 pontos no LEED)






1. Entrada do prédio e em todos os apartamentos.
2. Medição de pelo menos 80% da area de irrigação
3. Medição de pelo menos 80% das peças de consumo
de água: torneiras, bacias sanitarias, banheiros,
chuveiros, etc
4. Torres de resfriamento: medir pelo menos 80% da
água das torres de resfriamento
5. Agua quente. Pode ser um hidrômetro, dois
hidrometros ou nenhum.
6. Outros lugares a serem medidos
pliniotomaz@uol.com.br
Medição individualizada

Os medidores terão que ser aferidos
periodicamente, como por exemplo, de 5
em 5 anos.

Deverá ser guardado o acompanhamento
mensal das medições.
pliniotomaz@uol.com.br
Medição individualizada
Medição individualizada na entrada e em
cada apartamento com registros mensais e
anuais (Vale 1 ponto no Leed)
 Medição setorizada na irrigação,
instalações hidráulicas internas, água
quente, torres de resfriamento, etc (Vale 2
pontos no Leed)

pliniotomaz@uol.com.br
INSTALAÇÃO HORIZONTAL
HALL DE SERVIÇO
INSTALAÇÃO VERTICAL
HALL DE SERVIÇO
INSTALAÇÃO HORIZONTAL
FORRO NO INTERIOR DO APTO
INSTALAÇÃO VERTICAL
ÁREA DE SERVIÇO
INSTALAÇÃO HORIZONTAL - CASAS
CAVALETE EXTERNO
Leitura de hidrômetros wireless
freqüências de radioleitura e monitoramento
(vazamento em tempo real)
pliniotomaz@uol.com.br
Hidrômetros em apartamentos
(Engenheiro-arquiteto Vilanova Artigas)
Lei do Município de Guarulhos n 4650,
de 28 de abril de 1994
Artigo 1.- Os edifícios multi-familiares
dotados de apartamentos com área útil
de até 100m² deverão possuir medidor
de entrada principal e submedidores
individuais.
pliniotomaz@uol.com.br
Hidrômetros em apartamentos
Medição de água fria e água quente.
 Pressão máxima água fria: < 40 m.c.a.
 Pressão mínima: 2,50 m.c.a. (e não 0,5 m.c.a.)
 Aquecimento central: medidor para água quente. Em

sistema fechado: dois medidores, sendo um para retorno.

Despesas de água e esgotos em um
prédio de apartamento: 20% a 30% do condomínio.
pliniotomaz@uol.com.br
Experiências

Brasil-Guarulhos: Parque Cecap-1970 -2.880 ligações - Economia de 15% a 30%
Hoje -20.000 apartamentos novos
Cidades brasileiras: Curitiba, Belo Horizonte, Porto Alegre, Vitoria, Goiania (12.000)
Pernambuco: 50.000 apartamentos novos e velhos.Compesa: Cavalcanti. 30%
São Paulo- capital: Lei Municipal 12.638 de 6 de maio de 1998.
Liceu de Artes e Oficio (LAO): 50 prédios - São Paulo. Computador central em cada edifício
com rede slim. Economia: 20%. Baptistella.

Alemanha DIN ano 1988- Hidrômetro em apartamento

Portugal- hidrômetro em apartamento ( dezembro de 1991)

Colômbia, Peru

França: 300 mil prédios de apartamentos. Redução: 20 %

Estados Unidos: Leis estaduais: Carolina do Norte e Texas.
pliniotomaz@uol.com.br
Hidrômetros em apartamentos
Caixa de descarga
Medição individual: inviabiliza uso de válvulas de descarga.
Bacias 6,8 litros/descarga (EUA 1 de janeiro 1994) Brasil: 2003
Válvula de descarga: retrossifonagem, vazão instantânea alta (1,6 L/s)
Caixa de descarga: menor custo de manutenção dos prédios.
Hidrômetros individuais (submedidor):
Apartamentos (economia vertical); salas comerciais; casas (economia
horizontal)
Diâmetros das ligações: 3/4”
Último andar- pressurizado- hidrômetro comum de ¾”
Hidrômetro principal ou master:Hidrômetro de 1” ou Woltman 50mm ou maior
pliniotomaz@uol.com.br
Hidrômetros em apartamentos
Economia no custo das inst. hidráulicas.
- 15% (Goiana- eng Flavio Rio) - 22% (Pernambuco-Cavalcanti)
Localização do hidrômetro
-Hall- passagem da coluna de alimentação.
-Corredor
-Facilidade de manutenção.
Localizacao das tubulações
-Forro falso-banheiro já tem. Opção viável. R$12,00 /m2.
-Problemas de pé direito.
-Sancas- moldura no canto da parede. Tubulações pelo teto
Arquiteto e projetista- deverão trabalhar juntos
Leitura e manutenção de medidores- sem problemas
pliniotomaz@uol.com.br
Sanca
pliniotomaz@uol.com.br
Como fazer a leitura do hidrômetro?
-Leitura direta (leiturista)
-Leitura indireta: sensores, fios, central, modem, emissão
de contas e monitoramento.
-Leitura indireta wireless: rádio transmissão, sem fios,
central, modem, emissão de contas e monitoramento
(vazamentos).
-Sem leitura: pagamento antecipado; cartão magnético;
bateria 10anos; custo US$ 300- África do Sul.
-Leitura semanal (ideal pelo LEED)
pliniotomaz@uol.com.br
Perda de carga no hidrômetro
h1
(vazão) 2
---- = -------------10
9
Tendo-se a vazão em (m3/hora), obtemos a
perda de carga em m.c.a.
Exemplo: hidrômetro de 3 m3/hora
Vazão = 0,69 L/s = 2,48m3/hora
Perda h1= 6,83m.c.a
pliniotomaz@uol.com.br
Notas 1

Liceu de Artes e Oficio
 Techen (Brasil, 2006 2prédios)
 Síndico não pode cortar a água dos
inadimplentes. Somente a concessionária dos
serviços de água.

Divisão da conta: as áreas comuns são rateadas
proporcionalmente ao consumo de cada apartamento.
pliniotomaz@uol.com.br
Notas 2

Prédios velhos são difíceis de serem
adaptados devido as colunas que descem
da caixa de água.
pliniotomaz@uol.com.br
Notas 3

Prédio velho: precisa de projeto feito por
engenheiro civil e documento onde 51%
dos proprietários estão de acordo com a
medição individual.
pliniotomaz@uol.com.br
Monitoramento de consumo
pliniotomaz@uol.com.br
Monitoramento de consumo

Sistema: conjunto de elementos ligados por um conjunto de
relações.

Limites: é a definição da fronteira do sistema (podemos ter um
sistema ou vários sistemas)
Reservatório: onde se acumula a água
 Elementos: são os componentes do sistema (torres de

resfriamento, caldeiras, água para cozinha, etc)
Medidores (hidrômetros): medem o volume de cada elemento
 Feedback: compara as vazões de entrada com a de saida


Valvula de retenção: evita o refluxo da água
pliniotomaz@uol.com.br
Monitoramento de consumo

Verifica-se o volume a ser usado em cada
elemento e compara-se com o volume
realmente medido (feedback)

Ver erros de operação

Máquinas desreguladas
pliniotomaz@uol.com.br
Monitoramento
 Monitoramento
do sistema de
água
 Monitoramento
de energia elétrica
 Monitoramento
em irrigação
pliniotomaz@uol.com.br
Muito obrigado !
 Green

Building Council Brasil
Créditos LEED para a conservação da
água em empreendimentos sustentáveis.
 Plínio Tomaz
 Engenheiro civil
 pliniotomaz@uol.com.br
Download

03-Leed-28-Mediçao-individualizada