3T13 – A doutrina de Deus
Estudo 06 – Deus é amor
“Que vos ameis uns aos outros,
como eu vos amei”
Textos bíblicos: João 15;9-19 – 1João 4.7-21
Texto áureo: João 15.12
“Que vos ameis uns aos outros assim
como eu vos amei”
Já vimos os atributos absolutos
de DEUS
DEUS eterno, único, onipotente,
onisciente e onipresente.
Diante disto,
como devemos
proceder
em face dos atributos
que o Senhor se
permitiu
compartilhar com a
sua criatura:
o ser humano?
Estes atributos, como criaturas
humanas só podemos admirar,
louvar e adorar!
A verdade, é que tal como o arco
iris que aparenta ser uma ponte
entre a terra e o céu, os
atributos que Deus nos
permitiu compartilhar
com ele, representam
um verdadeiro
traço de união
entre o ser
físico que
somos...
E o ser espiritual que ele nos permitiu ser também!
Sim, porque
os atributos por ele
compartilhados
conosco, são as
virtudes especiais
que devem
ornar o caráter do
ser humano,
temente a Deus.
No domingo passado,
vimos a virtude
da santidade.
No domingo de hoje,
passaremos à virtude
das virtudes:
o amor!
Não podemos sequer imaginar como começou o amor de Deus
por nós! Podemos dizer que ele começou a manifestar-se quando
criou o mundo... Prosseguiu com o passar do tempo na revelação
progressiva que fazia dele mesmo à sua criatura... Tornou-se
patente quando enviou seu Filho ao mundo!... E poderíamos
afirmar mesmo que terminou quando permitiu que seu Filho
morresse por nossos pecados... Não! Não terminou ainda, pois
este seu amor nos leva à vida eterna com ele.
Isto está declarado no versículo que é tido como o coração da Bíblia
O apóstolo Paulo também nos declara algo sobre este amor
infinito do Pai para com a sua criatura:
Mas, o mesmo apóstolo Paulo vai mais fundo ainda no
conhecimento desta verdade quando exclama:
Porque estou certo de que,
nem a morte, nem a vida,
nem anjos, nem principados,
nem coisas presentes, nem futuras,
nem potestades, nem a altura, nem a
profundidade, nem qualquer outra criatura nos
poderá separar do amor de Deus
que está em Cristo Jesus
nosso Senhor!
Porém,
sem dúvida alguma,
o apóstolo que melhor
refletiu sobre o amor de Deus
manifesto em Cristo Jesus, foi o
apóstolo João, chamado mesmo pelos
pais da igreja, o apóstolo do amor!
É de seus escritos sobre a última conversa de Cristo com os
seus discípulos no Evangelho, e de seus escritos numa de
suas cartas que vamos retirar os textos para
nossa meditação.
João 15.9-11
Uma contrapartida sem igual
9 Como o Pai me amou,
também eu vos amei a vós;
permanecei no meu amor.
10 Se guardardes os meus
mandamentos, permanecereis
no meu amor; do mesmo modo
que eu tenho guardado os
mandamentos de meu Pai, e
permaneço no seu amor.
11 Tenho-vos dito isto, para
que o meu gozo permaneça em
vós, e o vosso gozo seja
completo.
João 15.12-16
A prova maior de amor
12 O meu mandamento é este: Que
vos ameis uns aos outros, assim
como eu vos amei.
13 Ninguém tem maior amor do que
este, de dar alguém a sua vida
pelos seus amigos.
14 Vós sereis meus amigos, se
fizerdes o que eu vos mando.
15 Já vos não chamarei servos,
porque o servo não sabe o que faz
o seu senhor; mas tenho-vos
chamado amigos, porque tudo
quanto ouvi de meu Pai vos tenho
feito conhecer.
16 Não me escolhestes vós a mim, mas eu vos escolhi a vós, e
vos nomeei, para que vades e deis fruto, e o vosso fruto
permaneça; a fim de que tudo quanto em meu nome pedirdes ao
Pai ele vo-lo conceda.
João 15.17-19
Uma ordem fantástica
17 Isto vos mando: Que vos
ameis uns aos outros.
18 Se o mundo vos odeia,
sabei que, primeiro do que a
vós, me odiou a mim.
19 Se vós fôsseis do mundo,
o mundo amaria o que era
seu, mas porque não sois do
mundo, antes eu vos escolhi
do mundo, por isso é que o
mundo vos odeia.
1João 4.7-8
Uma reprise 40 anos
depois
7 Amados, amemo-nos uns
aos outros;
porque o amor é de Deus;
e qualquer que ama é
nascido de Deus e conhece
a Deus.
8 Aquele que não ama não
conhece a Deus;
porque Deus é amor
1João 4.9-11
A iniciativa do amor
9 Nisto se manifestou o amor
de Deus para conosco: que
Deus enviou seu Filho unigênito
ao mundo, para que por ele
vivamos.
10 Nisto está o amor, não em
que nós tenhamos amado a
Deus, mas em que ele nos
amou a nós, e enviou seu Filho
para propiciação pelos nossos
pecados.
11 Amados, se Deus assim nos
amou, também nòs devemos
amar uns aos outros.
1João 4.12-16
Um amor aperfeiçoado
12 Ninguém jamais viu a Deus;
se nos amamos uns aos outros,
Deus está em nós, e em nós é
perfeito o seu amor.
13 Nisto conhecemos que
estamos nele, e ele em nós, pois
que nos deu do seu Espírito.
14 E vimos, e testificamos que o
Pai enviou seu Filho para
Salvador do mundo.
15 Qualquer que confessar que
Jesus é o Filho de Deus, Deus
está nele, e ele em Deus.
16 E nós conhecemos, e cremos
no amor que Deus nos tem. Deus
é amor; e quem está em amor
está em Deus, e Deus nele.
1João 4.17-21
Tal qual ele é
17 Nisto é perfeito o amor para
conosco, para que no dia do juízo
tenhamos confiança; porque, qual
ele é, somos nós também neste
mundo. 18 No amor não há temor,
antes o perfeito amor lança fora o
temor; porque o temor tem consigo
a pena, e o que teme não é perfeito
em amor. 19 Nós o amamos a ele
porque ele nos amou primeiro.
20 Se alguém diz: Eu amo a Deus, e
odeia a seu irmão, é mentiroso. Pois
quem não ama a seu irmão, ao qual
viu, como pode amar a Deus, a quem
não viu? 21 E dele temos este
mandamento: que quem ama a Deus,
ame também a seu irmão.
Como você está
refletindo o amor de Deus
em sua vida?
Download

clique aqui para usar a lição