82 anos pregando
as boas novas
50ª. ASSEMBLÉIA GERAL
SUMARÉ, 28 A 30 DE NOVEMBRO DE 2014
Faça já
sua inscrição!
sejam
bem vindos!
SEJAM
BEM VINDOS!
Vamos ao
estudo de hoje...
03 de maio de 2014
A história
continua...
humildade
Refletir, à luz de
Romanos 9, sobre
a soberania de Deus,
a fim de que o
estudante da palavra
seja desafiado a
exaltar ao Senhor
soberano, tanto por
seus planos como
por seu método de
salvação.
A história
continua...
TEXTO BÁSICO
TEXTO BÁSICO
Mas quem és tu,
ó homem, para
argumentares com Deus?
Por acaso a coisa criada
dirá ao que a formou: Por
que me fizestes assim?
(Rm 9:20 – AS21)
Já estudamos três grandes
blocos da carta de Paulo aos
Romanos. Como vimos, no primeiro
deles (Rm 1:1-3:20), o assunto em
destaque é o problema do homem:
o pecado. No segundo (Rm 3:215:21), temos em realce a solução de
Deus para o problema do homem: o
sacrifício de Cristo, que concede
justificação àquele que o recebe.
No terceiro bloco (Rm 6:1-8:39), o
que está em tela é a santificação
daqueles que foram justificados:
como deve viver o homem pecador
Abimeleque
1/2
Que foi alvo do amor de Deus.
Neste quarto bloco (Rm 9:111:36), que será base desta e de
mais duas lições, Paulo trata sobre
o
glorioso
plano
de
Deus
envolvendo judeus e gentios. O
apóstolo trata da incredulidade dos
judeus, sua rejeição ao Messias, a
entrada dos gentios ao povo de
Deus e o futuro de Israel. Nesta
lição, que tem como foco somente
o capítulo 9, estudaremos sobre o
propósito soberano de Deus de
salvar tanto judeus quanto gentios.
Abimeleque
2/2
Direto ao ponto
Expor o capítulo 9
da carta de Paulo
aos Romanos,
trecho em que
somos colocados
diante do tema da
soberania de Deus e
da responsabilidade
do homem, duas
verdades colocadas
lado a lado.
I – VAMOS AO ESTUDO
Jesus é o
caminho
para o céu!
Não há como não nos enchermos de
confiança, ao lermos as últimas
palavras de Rm 8:31-39. Contudo, no
início do capítulo seguinte, o tom
muda. Paulo parte para uma súbita
descida às angústias presentes nos
porões do seu ser. Ele muda o tom de
celebração para lamento: ... Tenho
grande tristeza e incessante dor no
coração (Rm 9:2), em face da
incredulidade de sua nação, e chega a
dizer que preferiria ser separado de
Cristo, se isso pudesse salvar os
judeus (9:3). O povo de Israel, mesmo
tão abençoado por Deus (Rm 9:4-5) e
preparado para receber o Messias
durante séculos, não o reconheceu.
Por que isso aconteceu? Paulo formula
quatro questões para tratar desse
assunto.
Jesus é o
caminho
para o céu!
1. A plena paciência
VAMOS
AS
de Jesus.
PERGUNTAS
1. A palavra
de Deus falhou?:
1. Com base em Rm 9:1-8 e no
item 1, comente com a classe a
razão da tristeza de Paulo.
Podemos dizer que a palavra de
Deus falhou? Justifique sua
resposta.
2. Há injustica
da parte de Deus?:
2.
Leia Rm 9:14-18; o item 2, e
responda: Deus tinha ou não o
direito de escolher aqueles por
meio
dos
quais
a
sua
promessa seria cumprida? Ele
é injusto por não fazer isso
com base nas obras?
Jacó, o
Escolhido!
3. Por que Deus
se queixa?:
3.
Com base em Rm 9:19-29
e no item 3, comente com a
classe sobre quem são os
“vasos da ira” e os “vasos
de misericórdia”. O que
podemos aprender com a
expressão
“preparou
de
antemão para a glória”?
4. Que vamos
dizer disso tudo?:
4.
Leia Rm 9:30-33; o item 4, e
responda: A quem Paulo
atribui a responsabilidade pelo
fato de os judeus não terem
alcançado
a
justificação?
Justifique sua resposta.
Os combatentes
Como aplicar
em sua vida.
II – VAMOS A PRÁTICA
1. Exaltemos a Deus por seu
plano soberano de salvação.
Nunca conseguiremos entender todos os atos
do Deus soberano. Os seus pensamentos são
muito superiores aos nossos, assim como os
seus caminhos. Reconheçamos a nossa
insignificância, antes de lhe fazermos qualquer
questionamento. Como gente que crê no Deus
soberano, não nos esqueçamos de louvá-lo por
ter arquitetado tão bem o plano de salvação. De
antemão, ele já havia planejado salvar tanto
judeus quanto gentios (Rm 9:25-29). Glória,
pois, a ele!
1. Exaltemos a Deus por seu
plano soberano de salvação.
5.
Com base na primeira
aplicação, comente sobre o que
precisamos ter em mente, ao
tentar questionar Deus por
qualquer coisa. Diante do plano
glorioso arquitetado por ele, o
que devemos fazer?
2. Exaltemos a Deus por seu
método gracioso de salvação.
Outro motivo pelo qual devemos exaltar a Deus
é o método empregado e escolhido por ele para
que sejamos salvos: a justiça que vem da fé.
Não conseguiríamos ser salvos, se a salvação
dependesse de nós. Você se lembra da segunda
lição desta série? Estávamos todos perdidos e
condenados, sem Cristo Jesus. Mas, por pura
misericórdia, Deus escolheu redimir-nos, por
meio do seu Filho.
2. Exaltemos a Deus por seu
método gracioso de salvação.
6. Você tem coragem de pedir a
Deus que lhe conceda ou não a
salvação com base nos seus
próprios atos? Acha que, se
dependesse de nós, a salvação
seria possível? Que atitude você
deve adotar, diante do método
escolhido por Deus?
DESAFIO
SEMANAL
Na presente lição estudamos
sobre uma faceta do caráter de
Deus,
exposta
com
muita
propriedade pelo apóstolo Paulo
no capítulo 9 de Romanos. Deus
nos foi apresentado como “O
Soberano”. Os seus planos não
podem
ser
frustrados;
sua
palavra e suas promessas nunca
falham.
Ele
nunca
comete
injustiça! Além disso, tem o
direito de agir para o nosso bem
como lhe apraz. A sua liberdade é
um atributo ligado a sua
soberania.
CONTINUA
DESAFIO
SEMANAL
Diante desse Deus soberano e do
seu plano descortinado em parte
no capítulo 9 de Romanos, fomos
desafiados a exaltar o Eterno. Ele
planejou de antemão um plano de
salvação
abrangente,
que
contempla judeus e gentios. Além
disso, enviou Cristo, que é Deus
bendito e em quem temos a
justificação.
Isso
não
é
maravilhoso? Seu desafio nesta
semana será o de reservar um
tempo para orar a Deus e
agradecer-lhe
especificamente
por essas questões mencionadas.
82 anos pregando
as boas novas
EDIÇÃO EM
POWER
POINT
Download

Slide 1 - Na rede com cristo