PONTOS IMPORTANTES
Existem questões de extrema
importância numa vistoria de sinistro de
auto. Por esta razão é que enfatizamos
nesta apresentação pontos que, apesar de
constarem no Manual de Procedimentos
merecem ser aqui comentados.
PRIMEIRA DICA AOS NOVOS
VISTORIADORES
Jamais queira iniciar a realização de uma
vistoria sem antes elaborar um rascunho de
orçamento. E não basta somente relacionar
as peças. Inclua neste rascunho as horas de
mão de obra para cada item, faça a
somatória e apure a mão de obra total em
Funilaria, Mecânica, Tapeçaria, Elétrica,
Acabamento e Pintura. Não esqueça
também os serviços terceirizados.
CONFERÊNCIA DE ORÇAMENTO
Certamente haverá pequena divergência entre
as horas que você calculou e as apresentadas
pelo sistema. Com o tempo e a prática esta
divergência tende a não mais acontecer.
Trabalhando desta forma, a possibilidade de
erros será bem menor, pois se houver algum
erro de digitação você irá constatar ao
comparar o orçamento digitado com o
rascunho.
CLÁUSULAS
•
Cláusula 97 - Não há participação do segurado com a franquia
no primeiro sinistro. Desde que o valor do orçamento supere a
franquia contratual. (É o chamado Seguro da Franquia).
•
Cláusula 98 - Desconto de R$ 200,00 na franquia. Desde que
o valor do orçamento supere a franquia contratual.
BENEFÍCIOS
DESCONTO QUE VARIA ENTRE 25% e 45% NA FRANQUIA
(De acordo com a data de contratação do seguro e a classe de bônus do cliente. Este percentual será
inserido automaticamente pelo sistema).
OU
CARRO RESERVA POR ATÉ 7 DIAS
CORRIDOS E CONSECUTIVOS
BENEFÍCIOS
•
Os benefícios são somente para Perdas Parciais?
Exato. Somente para os sinistros sem qualquer possibilidade de Indenização
Integral.
•
Por que a Cia concede benefícios aos segurados?
Porque o cliente optou por reparar o veículo em uma oficina referenciada Porto
Seguro.
•
A opção do cliente quanto ao benefício tem que ficar documentada?
Sim. É necessário o preenchimento / assinatura do Termo de Opção de Benefícios.
•
Todos os segurados atendidos por referenciadas têm direito a benefício?
Não. Existem algumas exceções. Consulte Manual e vídeo aula.
•
Uma concessionária Volkswagen, pode atender um veículo Fiat? Há concessão de
benefício nesse caso?
Sim. Mas poderá não haver benefício. Consulte Manual e vídeo aula.
TERCEIROS
Ao realizar uma vistoria de terceiros, os valores devem ficar somente fixados,
ou seja, não deve-se liberar reparos.
Mesmo que este reclamante (terceiro) seja também
segurado da cia.
A liberação dos processos de terceiros são feitas pela Porto Seguro após
análise.
Se você acessar a tela de “Notas de Sinistro” e houver uma mensagem
informando que o faturamento deverá ficar liberado, significa que a análise
já foi realizada.
O QUE DEVER SER FEITO PRIMEIRO?
•
Fotos?
•
Rascunho do orçamento?
•
Será que esta ordem não tem Importância?
SEQUÊNCIA DE FOTOS
1.
Foto do Chassi (Sempre. Independente do local afetado).
2.
Foto Traseira em “L” (Sempre. Independente do local
afetado). Procure definir o lado (dir ou esq) com base nos
danos.
3.
Foto Dianteira em “L” (Sempre. Independente do local
afetado). Fotografe o lado oposto à foto em “L” de traseira.
4.
Foto Principal (Da parte afetada). Frente, Traseira ou
lateral.
•
Demais fotos:
Fotos complementares, detalhando danos.
OBS – Para sinistros de grandes proporções podemos incluir
até 15 fotos por vistoria.
FOTO DO CHASSI
COLISÃO DIANTEIRA
COLISÃO DIANTEIRA
Observe que conforme a colisão, foto em “L” e a foto principal podem ser tiradas do mesmo lado.
COLISÃO TRASEIRA
COLISÃO LATERAL
LATERAL – (COMPLEMENTARES)
NÃO LIBERE REPAROS NAS SEGUINTES
SITUAÇÕES:
•
•
•
•
•
•
•
•
Apólice em emissão.
Pendência de pagamento.
Possível Indenização Integral.
Valor para reparos não superar a franquia contratual.
Veículos terceiros, mesmo que seja também segurado na Porto.
(Exceto se houver determinação em notas para deixar liberado).
Suspeita ou Indícios de Fraude.
Divergência no números do chassi, exceto em caso nítido de
erro de digitação. Atentar-se principalmente aos últimos dígitos.
Veículo rebaixado ou com a potência original alterada.
COMPLEMENTOS
Ao elaborar uma vistoria, inclua no orçamento tudo o que
for necessário, peças, mão de obra, serviços de terceiros.
Desta forma evitamos retrabalho com complementos
desnecessários.
Procure sempre que possível concluir o processo em uma
única vistoria. E quando não for possível, peça o retorno para
complemento. Mas empenhe-se para que não hajam novos
complementos.
Lembrando ainda que a oficina pode utilizar o Portal de
Negócios para inserir informações na Tela de Notas de
Sinistro, sem que haja necessidade de solicitar o retorno da
vistoria.
INCÊNDIO
No caso de sinistros decorrentes de incêndio não há
cobrança de franquia. Portanto, poderá ser concedido somente
o benefício de carro reserva. Neste caso não é necessário que
os valores de orçamento sejam superiores à franquia
contratual para que o sinistro seja coberto ou para que o
segurado tenha direito ao beneficio.
Especificamente neste tipo de sinistro não é necessário
que o valor orçado atinja a franquia contratual para utilizar o
seguro bem como para obter o benefício (carro reserva).
INDENIZAÇÃO INTEGRAL
Identificação do veículo.
 Orçamento Funilaria.
 Estimativa Mecânica.
 Laudo de Remoção.
 Decalques; motor e chassi obrigatórios.
 Fotos, inclusive do número do motor.
 Finalização da vistoria.
 Solicitação de Remoção;
 Envio do Laudo de I.I. ao Núcleo de documentos.
através da sucursal com os decalques de chassi e motor.

Obs. Nos casos de indenização integral visual só não há
necessidade de elaboração de orçamento.
Obs. Em todos os casos de I.I., não esqueça de encaminhar os
decalques de chassi e motor. Não esqueça também da foto do
número do motor.
INDENIZAÇÃO INTEGRAL
Atenção – Laudo de Indenização Integral deve ser elaborado em 4 vias,
sendo:
1ª via – Deverá ser colocada no pára-brisa de forma visível.
2ª via – Arquivar na Oficina.
3ª via – Fornecê-la ao guincheiro.
4ª via – Esta via deverá conter 3 decalques legíveis do número do
chassi e 3 decalques legíveis do número do motor. – Entregue à
sucursal Porto Seguro mais próxima. Por fora do envelope escreva:
À
PORTO SEGURO CIA DE SEGUROS GERAIS
DEPTO DE SINISTRO DE AUTOS - MATRIZ
NÚCLEO DE DOCUMENTOS / TRANSFERÊNCIA - SALVADOS
AV. RIO BRANCO, 1489 - 6º ANDAR – CAMPOS ELÍSIOS
SÃO PAULO – SP
INDENIZAÇÃO INTEGRAL VISUAL
Algumas vezes, ao primeiro olhar, sem qualquer verificação detalhada, um orçamentista
experiente tem a certeza de que um sinistro caracteriza-se Indenização Integral.
É o que chamamos de Indenização Integral Visual. Seguem algumas situações possíveis:
1.
O guincheiro experiente identifica o veículo como Indenização Integral Visual – Neste caso
a equipe está orientada a remover diretamente ao pátio de salvados sem passar pela oficina.
2.
O guincheiro leva o veículo para sua oficina durante o expediente e você identifica como
Indenização Integral Visual – Neste caso não é necessário descarregar o veículo. Peça ao guinheiro
para remover diretamente ao pátio.
3.
O guincheiro levou para sua oficina durante a noite, e o orçamentista ao chegar identificou
como Indenização Integral Visual – Neste caso a vistoria deve ser realizada de acordo com as
orientações sobre vistorias de Indenização Integral, mas não é necessária a elaboração de orçamento.
(Atenção – Todos os demais procedimentos são necessários).
4.
O guincheiro levou para sua oficina durante a noite, e o orçamentista ao chegar, fez uma
verificação detalhada e depois identificou como Indenização Integral. – Em situações como esta,
não considera-se Indenização Integral Visual. Se o orçamentista não identificou ao primeiro olhar,
mas somente após verificação detalhada, o conferente não terá condições de concluir o processo
sem orçamento e estimativa visual de mecânica. Portanto, neste caso a vistoria deve ser realizada de
acordo com as orientações sobre vistorias de Indenização Integral com orçamento + estimativa visual
de mecânica e todos os demais procedimentos. (Vide pág 27 e 28 do Manual de procedimentos).
INDENIZAÇÃO INTEGRAL “VISUAL”
Não tente pular uma etapa importante de um processo de
vistoria, considerando uma INDENIZAÇÃO INTEGRAL
“VISUAL”, só para evitar a elaboração do orçamento. Este
procedimento no primeiro momento aparenta ser a solução, mas
certamente se tornará um grande problema.
Para que fique mais clara a questão da Indenização Integral
Visual, apresentaremos alguns exemplos.
INDENIZAÇÃO INTEGRAL VISUAL
Retiramos apenas uma foto do processo. Veja!
INDENIZAÇÃO INTEGRAL VISUAL
Este veículo foi vistoriado com 10 fotos como Indenização Integral
Visual. Escolhemos aleatoriamente 2 delas para esta apresentação.
INDENIZAÇÃO INTEGRAL VISUAL
Este veículo foi vistoriado com 07 fotos como Indenização Integral
Visual. Escolhemos aleatoriamente 2 delas para esta apresentação.
PORTAL DE NEGÓCIOS
O Portal de Negócios é uma ferramenta bastante útil, simples de operar e que facilita o dia a
dia das oficinas referenciadas. É utilizado para:
•Solicitação / Agendamento de vistorias (Primeiras ou retornos p/ complementos)
•Atendimento on line através de Chat, evitando custo com ligações telefônicas
além do ganho de tempo.
•Cadastrar senhas para que outros colaboradores de sua empresa tenham acesso.
(Cada pessoa com sua própria senha).
•Efetuar alteração de senha (procedimento que deverá ser feito periodicamente).
•Cadastrar Notas Fiscais emitidas, procedimento que agiliza o processo de
pagamento.
•Consulta de pagamentos programados / Demonstrativos de pagamentos.
•Acesso a orçamento detalhado ref. vistorias já realizadas.
•Atualização dos dados cadastrais de sua empresa.
•Bloqueio on line (ou desbloqueio), para que a Central 24 horas saiba quando sua
oficina está lotada.
•Você poderá também incluir Notas de sinistro (Informações complementares),
através do Portal de Negócios sem a necessidade de solicitar o retorno da vistoria.
É importante que os conhecimentos sobre a utilização do Portal não fique restrito a uma
única pessoa.
CONDIÇÕES DO ÓLEO DO MOTOR
Ao receber veículos sinistrados, procurem retirar a
tampa de abastecimento do óleo, verificando se não há
borra ou impurezas.
Principalmente quando se tratar de veículos
recuperados de roubo / furto.
PARTICIPAÇÃO NO TREINAMENTO
PRESENCIAL
A Porto Seguro está disponibilizando a você o material de estudo composto por:
•
•
•
Manual de Procedimentos.
Esta apresentação complementar destacando pontos importantes.
Vídeo Aula.
ATENÇÃO – O material acima passará por constantes atualizações. Portanto consulte-os
sempre através do link. Se você salvar ou imprimir o material para consulta, correrá o risco de
desatualização.
Você que já tem experiência em orçamentação, teve acesso ao material de
estudos e considera-se apto ao treinamento presencial, solicite sua participação na
Avaliação de Nivelamento. Esta avaliação é realizada em duas partes, sendo, uma
que trata conhecimento técnico de automóvel e outra que trata o conteúdo deste
material.
AVALIAÇÃO DO ORÇAMENTISTA
Para participar da avaliação de nivelamento é importante que você esteja preparado para:
•
Elaborar o rascunho de orçamento completo (Com estimativa visual de mecânica), de um
veículo sinistrado que lhe será apresentado. A mão de obra será calculada em horas com base
em TPR – Tempo padrão de reparos.
•
Responder 20 questões referentes a conhecimentos técnicos automobilísticos, sendo:
Orçamentação - Sinistros de colisão, incêndio, roubo/furto, alagamento, danos mecânicos,
TPR - Tempo padrão de reparos. Carroceria - (Funilaria / Pintura) - Estrutura de carroceria,
base técnica sobre necessidade de troca ou possibilidade de reparação. Mecânica - Danos em
partes mecânicas como suspensão, sistema de arrefecimento, motor, cambio, etc. Componentes
de tapeçaria, acabamento, elétricos e eletrônicos - Básico.
•
Responder 20 questões referentes ao conteúdo da vídeo aula, manual de procedimentos e
esta apresentação.
OBSERVAÇÃO – As avaliações são do tipo “múltipla escolha”. Na maioria das 40
questões pede-se para que a resposta seja justificada tecnicamente.
Download

PPT