LOGO
Átomos e Moléculas
como elementos base do universo
Átomos e moléculas…
 Toda a Química se baseia numa grande ideia: tudo
o que existe é feito de átomos.
 Os átomos são constituídos por partículas com
dimensões muito pequenas.
 Podem ligar-se entre si formando moléculas. Os
átomos são representados por símbolos químicos e
as moléculas for fórmulas químicas.
Átomo…
 Durante muito tempo, o átomo não era mais do
que uma ideia que a comunidade científica acabou
por aceitar, uma vez que, ninguém tinha visto um
átomo!
 Porém
nos
séculos
XIX
e
XX,
uma
enorme
diversidade de experiências sugeria a existência de
átomos, tornando a sua aceitação cada vez mais
consensual.
 Microscópio de varrimento por efeito túnel.
Como são os átomos
por dentro?
Como evoluiu a ideia do átomo…
 Face à impossibilidade de examinar o seu interior,
foi necessário criar os modelos atómicos para se
imaginar a sua constituição.
 Um modelo atómico é uma reprodução ideal do
átomo.
 A descoberta da constituição dos átomos foi um
processo lento, que ficou a dever-se a vários
cientistas.
Evolução histórica do átomo…
 Leucipo e Demócrito (século V a.C.)
- A matéria era composta por partículas diminutas,
quase infinitamente pequenas, indivisíveis.
- Chamaram-lhe “átomos”, que em grego significa
“que não se pode dividir”.
Só ao fim de 2200 anos, é que a ideia de
átomo se começou a ímpor…
 Modelo atómico de Dalton (1803)
- Retomou a ideia dos átomos como
constituintes básicos da matéria.
- Para
ele,
os
átomos
eram
esferas
maciças,
indivisíveis e indestrutíveis. Diferiam uns dos outros
pela diferença de massa.
- Dalton, foi o primeiro cientista a propor uma série
de
símbolos
para
representar
químicos então à data conhecidos.
os
elementos
 Modelo atómico de Thomson (1897)
- Modelo do “pudim de passas”.
- Descobriu
partículas
negativas
muito
mais
pequenas que os átomos, os electrões, provando
assim que os átomos não eram indivisíveis.
- O átomo era formado por uma
parte central esférica com carga
positiva onde estariam dispersos
os electrões.
 Modelo atómico de Rutherford (1911)
- Demonstrou que a maior parte do átomo era
espaço vazio, estando a carga positiva localizada
numa pequena zona densa e central do átomo a
que deu o nome de núcleo.
- Os electrões giravam em torno do núcleo.
- Às partículas de carga positiva deu-se o nome de
protões.
Pouco tempo depois, Rutherford
e outros cientistas postularam a
existência de outra partícula no
núcleo – o neutrão.
Tinha a massa do protrão mas
não tinha carga
 Modelo atómico de Bohr (1913)
- O átomo é constituído por uma região central, o núcleo,
onde se encontram os protões e os neutrões.
- Existe uma região periférica ao núcleo, denominada de
nuvem electrónica, onde se localizam os electrões.
- Estas subpartículas encontram-se em movimento em redor
do núcleo em órbitas circulares bem definidas e, onde
cada órbita apresenta um determinado valor de energia.
Modelo de Bohr
actualmente aceite
sobre o átomo
Núcleo
Átomo
Protões (partículas com carga positiva)
Neutrões (partículas sem carga)
Nuvem electrónica – Electrões (partículas com carga negativa)
O átomo é uma partícula neutra
A carga total do protão é igual
à carga total do electrão
Molécula…
 Uma molécula é um conjunto de dois ou mais
átomos ligados entre si.
Água
(H2O)
Cafeina
(C8H10N4O2)
Prozac
(C17H18F3NO)
Colestrol
(C27H46O)
Penicilina
(C16H8N2O4S)
Nicotina
(C10H14N2)
LOGO
A Célula
como elemento base dos seres vivos
Primórdios do estudo da célula…
 As dimensões das células, geralmente muito
reduzidas,
fizeram
com
que
permanecessem
desconhecidas até à invenção do microscópio.
Microscópio de Leeuwenhoek
(1600)
Conhecimento da célula…
 A Teoria Celular, postulada por Schieiden e
Schwann, assenta nos seguintes pressupostos:
 a célula é a unidade básica estrutural e funcional
de todos os seres vivos;
 todas as
existentes;
células
provém
de
células
pré-
 a célula é a unidade de reprodução, de
desenvolvimento e de hereditariedade dos seres
vivos.
 A invenção do microscópio electrónico, na década
de 1930, permitiu a obtenção de imagens muito
ampliadas e detalhadas da ultra-estrutura celular.
Microscópio electrónico actual
Célula da epiderme do bolbo da cebola…
Dimensões da célula…
Organização estrutural…
 Células procarióticas
São a primeira e mais simples forma de Vida que
apareceu na Terra, não se distinguem estruturas
conhecidas.
Exemplo: Bactérias
 Células eucarióticas
Células
com
uma
estrutura
mais
complexa,
apresentando núcleo e organelos celulares
Exemplo: Seres Humanos, animais e plantas
Célula procariótica…
Bactéria
Célula eucariótica…
Organização celular…
 Os seres vivos apresentam diferentes níveis de
organização celular.
Organismos unicelulares – são compostos por uma
única célula, capaz de realizar todas as funções
vitais;
Organismos multicelulares – são compostos por
várias células, especializados em diversas funções.
LOGO
DR2
contexto profissional
LOGO
Método Científico
o que é a ciência? o que a caracteriza?
O Método Científico…
Evoluiu
ao
longo
de
vários
séculos,
concomitantemente com o crescimento da
própria investigação científica.
É um método baseado na experimentação.
Compara uma hipótese com o que acontece
na realidade
Como se baseia o método científico…
1º Passo:
Observação e caracterização
do objecto de estudo
tenta reunir o máximo de informação possível de
informação sobre o assunto que queremos
estudar; pode demorar anos
2º Passo:
Formulação de uma hipótese
depois de reunida a maior quantidade de informação,
é altura de pôr o cérebro a funcionar para imaginar
uma solução que explique os dados observados
3º Passo:
Experimentação
depois de formulada a hipótese, agora a pergunta
chave - Será que é verdade?
4º Passo:
Teorização
se a experiência for conclusiva e de acordo com a
hipótese, começa a estar em condições de se
chamar teoria
LOGO
Método Sociológico
quais os métodos de estudo? quais as técnicas de pesquisa?
Métodos de investigação sociológica…
 Método de estudo de caso ou análise intensiva
estudo de casos particulares
 Método de medida ou análise extensiva
resultados relativos a toda a população
 Investigação-acção
permite
conhecer,
analisar,
esquematizar
e
generalizar aspectos de processos de construção de
novos conhecimentos e de novas práticas
Fases da pesquisa sociológica…
1ª Etapa: Pergunta de partida;
2ª Etapa: recolha de informação sobre o tema;
3ª Etapa: definição da problemática;
4ª Etapa: selecção e aplicação dos instrumentos de
observação;
5ª Etapa: análise da informação e conclusões do
estudo.
Instrumentos de observação…
 Técnicas documentais: documentos escritos
 Técnicas não documentais: recolha de informações
através da observação
Observação
Observação não
participante
participante
O observador integra-se no
Entrevistas, inquérito por
grupo observado
questionário, opinião
Sondagens…
 São uma modalidade particular de inquérito por
questionário;
 Visam
obter
a
opinião
dos
inquiridos
sobre
determinado assunto;
 Os resultados são generalizados a um universo
muito vasto.
LOGO
Senso Comum vs Ciência
quais as diferenças entre estes dois tipos de conhecimento?
Senso Comum
Origem:
tem base na experiência do
dia-a-dia
Ciência
Origem:
tem base na razão, trata-se
de um conhecimento racional
(distingue facto de teoria)
Atitude:
Atitude:
atitude dogmática, aceita-se o atitude crítica, põe em dúvida
que se vê e o que se diz de
o que parece óbvio e avalia as
uma maneira passiva, não
coisas de um modo racional
havendo preocupação em
saber se é verdade ou não
Senso Comum
Ciência
Linguagem:
comum, vulgar
Linguagem:
rigorosa, precisa e não pode
ser ambígua (não pode haver
várias interpretações)
Valor:
relativo… não vale o mesmo
para toda a gente
Valor:
objectivo… tem um valor
universal, válido para todos
(2+2=4, seja aqui ou na
Austrália)
LOGO
A importância da Matemática
conhecimento matemático para a ciência e a sociedade
A Matemática…
 Importantíssima para a ciência, para a tecnologia e
para a própria sociedade.
 Galileu foi o seu precursor, ao aplicá-la para
resolver problemas, abrindo assim caminho para
profundas
transformações
científicas
tecnológicas.
 Estimula e facilita o raciocínio e o pensamento.
e
LOGO
DR3
contexto institucional
Ciência e controvérsia pública…
Actores que defendem o Sim e o Não;
Argumentos do Sim e do Não;
Opinião pessoal sobre o assunto;
Debate.
Temas propostos…
Eutanásia
Argumentos políticos
Clonagem
Argumentos económicos
Aborto
Argumentos científicos
Argumentos éticos
Co-incineração
Argumentos religiosos
Liberalização das drogas
Argumentos sociais
Legalização da prostituição
Casamento entre homossexuais
Lei do Tabaco
Regionalização
Aeroporto e TGV
Outro…
Download

STC7_office07