São Paulo, 21 de junho de 2006
Conferência Internacional 2006 - Empresas e Responsabilidade Social
Oficina de Gestão - Global Reporting Initiative - GRI 3
Material desenvolvido pelo prof. Cid Alledi
Fonte: http://veja.abril.com.br/090501/p_062.html. 24 Jan. 03.
Material desenvolvido pelo prof. Cid Alledi
Revista Veja – Edição 1758 - 3 de julho de 2002 – www.veja.com.br
Material desenvolvido pelo prof. Cid Alledi
Texto: Jornal Nacional. http://jornalnacional.globo.com/Jornalismo/JN/0,,AA995255-3586,00.html. Acesso em: 27 Jul. 05.
Foto: Reuters. http://noticias.uol.com.br/economia/ultnot/efe/2005/07/13/ult1767u45192.jhtm. Acesso em: 27 Jul. 05.
Logo: http://www.nationmaster.com/wikimir/images/upload.wikimedia.org/wikipedia/en/8/8f/Worldcom-logo.gif. Acesso em: 27 Jul. 05.
Material
pelo
prof. CidTorres
Alledi
Material desenvolvido
pelos desenvolvido
profs. Cid Alledi
e Arnaldo
A transparência é o ponto de partida para a elaboração
dos relatórios e permeia os demais princípios do GRI.
Explicação clara e aberta das ações da
organização para todos os interessados
A transparência é um princípio fundamental e a base para a responsabilidade.
Ela exige que, independentemente do formato e conteúdo do relatório, os usuários sejam plenamente
informados sobre os processos, procedimentos e hipóteses usados na sua elaboração.
Fonte: GRI. Diretrizes para Relatórios de Sustentabilidade 2002. São Paulo, Instituto Ethos; UniEthos, 2002. 92 p. p. 21-22.
Material desenvolvido pelo prof. Cid Alledi
Qual o limite da
transparência?
Tudo deve ser revelado
numa organização?
Material original UniEthos
Material original UniEthos
Material desenvolvido pelo prof. Cid Alledi
Values Reporting 2005
We are pleased to present our
2005 Values Report, which marks a
new frontier in our reporting.
This report is about the future, not
the past. It focuses on the challenges
facing us as a values-based
company.
We understand that values are never
static, being constantly challenged
by new legislation, market
developments, social change, even
advances in science and technology.
This report is not a comprehensive
mapping or overview of our Values
activities, but an account of the key
risks and opportunities facing us over
the coming years, and the action we
are taking to address them.
Fonte: The Body Shop. www.thebodyshopinternational.com/web/tbsgl/values_rep.jsp. 07 Mai. 06.
Material original UniEthos
Total’s presence in Myanmar (Burma) has been surrounded by controversy and misperception.
The European Parliament has denounced the “dire political situation” in Myanmar and the
International Labour Organization (ILO) regularly criticizes the country’s “widespread and systematic”
resort to forced labor.
A number of Western companies have withdrawn from Myanmar under pressure from activist groups.
The question now is what Total is doing there, what it has already done and why it is staying in Myanmar.
Foto e texto: www.total.com e http://burma.total.com. 07 Mai. 06
Material original UniEthos
Fonte: Petrobras. www.petrobras.com.br. 07 Mai. 06.
Material desenvolvido pelo prof. Cid Alledi
“É com grande satisfação que comunico à força de trabalho da
Petrobras que a Ouvidoria Geral [...] passou a ser [...] uma
instância subordinada diretamente ao Conselho de Administração
da Companhia. E com a mesma alegria informo que foi confirmada
no cargo de Ouvidor Geral da Petrobras a atual Ouvidora, Maria
Augusta Carneiro Ribeiro, a Guta.
[...] Em 2005 a Lei Norte-Americana Sarbannes Oxley (SOX),
aprovada no Congresso dos Estados Unidos em julho de 2002,
estabeleceu regras quanto ao canal para recebimento e
processamento de denúncias sobre questões contábeis e de
auditoria para as companhias abertas que possuem ações listadas
na New York Stock Exchange (NYSE), como é o caso da Petrobras.
A legitimação da Ouvidoria Geral insere-se como uma das
respostas a esta questão.
Atualmente, todo o público de relacionamento da Petrobras pode
contar com este canal de relacionamento e denúncia. E
continuaremos trabalhando para aperfeiçoar os mecanismos
disponíveis para isso. Além dos já existentes, está sendo estudado
um novo mecanismo para possibilitar que sejam submetidas à
Ouvidoria inclusive as denúncias anônimas internas, atendendo
também a uma das demandas da Lei Sarbannes Oxley [...]”
Material original UniEthos
• “Alfabetização
Empresarial”
• Domínio funcional
dos números
Domínio dos
Números
Críticos
Sistema de
Aglutinação
Intensiva
• Sistema de
comunicação
eficiente
Instrução
em
Tempo
Real
• Distribuição da
responsabilidade
pela liderança em
toda a
organização
Liderança
JogadorTreinador
Participação
a sério
• Motivação
com
reconhecimento
pessoal
• Recompensas
financeiras
Schuster, Carpenter & Kane, 1995
Material desenvolvido pelo prof. Cid Alledi
O Brasil ocupa o primeiro lugar dentre
os países detentores de megadiversidade
• Possui entre 15 e 20% do total de espécies da Terra
• Dispõe da flora de maior diversidade, com 20 a 22%
do número total de espécies de plantas
• Conta com cerca de 10% dos anfíbios e mamíferos
• Possui 17% das aves do planeta
Fonte: BRASIL. Ministério do Meio Ambiente. www.mma.gov.br/port/sbf/chm/. 30 Out. 04.
Material desenvolvido pelo prof. Cid Alledi
Material desenvolvido pelo prof. Cid Alledi
Índice de Países Corruptores 2002
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
Austrália
Suécia
Suiça
Áustria
Canadá
Holanda
Bélgica
Reino Unido
Cingapura
Alemanha
Espanha
Países em desenvolvimento
60%
dos investimentos mundiais - 2001
Fonte: www.transparencia.org.br. 24 Jan. 2003.
8.5
8.4
8.4
8.2
8.1
7.8
7.8
6.9
6.3
6.3
5.8
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
Argentina
Brasil
Colômbia
Coréia do Sul
Filipinas
França
EUA
Japão
Malásia
Hong Kong
Itália
Coréia do Sul
Taiwan
China
Rússia
Empresas Nacionais
Hungria
Índia
Indonésia
Marrocos
México
5.5
5.3
5.3
4.3
4.3
4.1
3.9
3.8
3.5
3.2
1.9
Nigéria
Polônia
Rússia
África do Sul
Tailândia
Material desenvolvido pelo prof. Cid Alledi
Setores mais vulneráveis à corrupção 2002
Agricultura
5,9
Indústria Leve
5,9
Pesca
5,9
Silvicultura
5,1
Tecnologia da Informação
5,1
Aviação Civil
4,9
Bancos e Finanças
4,7
Indústria Pesada
4,5
Farmacêuticos / Assistência Médica
4,3
Transporte / Armazenamento
4,3
Mineração
4,0
Geração / Transmissão de Eletricidade
3,7
Telecomunicações
3,7
Bens de raiz / Propriedades
3,5
Petróleo e Gás Natural
2,7
Armamentos e Defesa
1,9
Obras Públicas / Construção Civil
1,3
Países em desenvolvimento
60%
dos investimentos mundiais - 2001
Fonte: www.transparencia.org.br. 24 Jan. 2003.
Argentina
Brasil
Colômbia
Coréia do Sul
Filipinas
Hungria
Índia
Indonésia
Marrocos
México
Nigéria
Polônia
Rússia
África do Sul
Tailândia
Material
original
Prof. Cid Alledi
UniEthos
Material
desenvolvido
pelo- prof.
Cid Alledi
Fonte: The Shell Report, 1999 - Baseado em transparência original do prof. Anderson Cantarino
Material desenvolvido pelo prof. Cid Alledi
1957
Kolynos: www.bricabrac.com.br - Colgate: www.trengovestudios.com. 23 Ago. 05.
1959
HOJE
Material desenvolvido pelo prof. Cid Alledi
Fonte: www.bucal.com.br/sub2Escovacao.asp. 14 Set. 05.
Material desenvolvido pelo prof. Cid Alledi
Transparência faz bem
Um estudo revela quais são as empresas mais abertas entre as 100 maiores
corporações do mundo. Saiba o que elas ganham com isso.
Por Tiago Lethbridge
A British Petroleum (BP), uma das maiores companhias de energia do mundo, registrou 1 604
acidentes de trabalho em 2003. Neles, 20 de seus empregados morreram, sete a mais que no ano
anterior. A quantidade de óleo despejado no meio ambiente cresceu 30%, atingindo 1,4 milhão de
litros. O investimento em causas sociais caiu.
Esse punhado de informações desagradáveis para a BP não veio a público depois de denúncias de
entidades ambientais ou reportagens investigativas na imprensa britânica. Tudo foi registrado no
site da companhia na internet.
Esses fatos pouco auspiciosos estavam lado a lado com as informações positivas - as emissões de
poluentes caíram 34% em quatro anos e a empresa lançou uma gasolina menos nociva à
natureza.
Divulgar notícias boas e ruins com o mesmo destaque e de forma clara faz da BP a empresa mais
transparente entre as 100 maiores companhias do mundo, segundo o ranking que acaba de ser
elaborado pela organização não-governamental inglesa AccountAbility, que faz estudos para o
desenvolvimento de negócios sustentáveis.
Tudo indica que o mercado gosta de empresas que não têm nada a esconder. Nos últimos sete
anos as ações da BP tiveram valorização superior às de concorrentes, como Shell e Exxon, no
mercado acionário americano.
Fonte: Revista Exame - Edição de 15 de julho de 2004
Material desenvolvido pelo prof. Cid Alledi
Obrigado!
Cid Alledi, M.Sc.
(21) 2671-3116
(21) 9433-3636
cid.alledi@uol.com.br
Foto: Vista do Rio. Alledi, 2006
Material desenvolvido pelo prof. Cid Alledi
© 2006 - Núcleo Ético Assessoria Ltda.
O autor acredita que a sustentabilidade é “como um jardim sem portões. Um desses jardins onde qualquer um
pode entrar e onde tudo o que é bom e belo não é de ninguém. Não é de ninguém sozinho, pra poder ser ‘de
todo mundo’” (Brandão, C. R.; Zahara, I. O Jardim de Todos. Campinas: Editora
Autores Associados, 2004)
Por este motivo, é autorizada a utilização didática de todo o material contido nesta apresentação.
Por motivos éticos, é solicitado ao multiplicador informar a fonte do material e manter as referências originais
das transparências.
A utilização comercial é proibida - incluindo cursos in company - e depende de autorização escrita do autor.
A lei do direito autoral pune a reprodução de obra intelectual, por qualquer meio, no todo ou em parte, sem
autorização do autor ou de quem o represente (art. 184). Cumprir a lei é um dever de cidadania, respeite o
direito do autor. Associação Brasileira de Direitos Reprográficos - www.abdr.org.br.
Cid Alledi é membro da Transparência Brasil.
Ajude você também a diminuir a corrupção no país.
www.transparencia.org.br
Av. João Batista Grigol, 300 - Chácara Belvedere - 13085-335 - Campinas, SP -  (19) 3287-4334
Material desenvolvido pelo prof. Cid Alledi
Download

PPT: Oficina de Gestão 2 - 15h30