APOSTILA TRIMESTRAL PSC I
CARTOGRAFIA: COORDENADAS, FUSOS
HORÁRIOS, ESCALAS E PROJEÇÕES
CARTOGRÁFICAS
1-
(MACK-2006) - Um jatinho particular levanta
vôo de uma cidade localizada a 15º oriental do
Meridiano de Greenwich às 22h do dia 10 de
janeiro, em direção à cidade de São Paulo. Depois
de nove horas do início da viagem, o avião pousa
na capital paulista. Sabendo que grande parte do
território brasileiro estava participando do horário
de verão, indique, abaixo, a alternativa que
corresponda ao dia e à hora em que o avião pousou
em São Paulo (horário local):
a) 3h do dia 11 de janeiro.
b) 5h do dia 11 de janeiro.
c) 3h do dia 10 de janeiro.
d) 4h do dia 10 de janeiro.
e) 4h do dia 11 de janeiro.
2- (UFJF - MG) - "0 objetivo do horário de verão é
reduzir os riscos de blecautes - embora a economia
no consumo de energia apareça como um
benefício adicional. A redução do risco se dá com
o adiamento do horário de pico (entre 18 e 20
horas) na carga produção e fornecimento de luz
para o consumo - do sistema elétrico, por causa do
artifício provocado pelo ato de adiantar o relógio
em uma hora". Hoje em dia, 28/9/97 Marque a
alternativa INCORRETA:
a) o sistema elétrico brasileiro é interligado em todo
Sudeste, Sul e Centro-Oeste; se acontece uma demanda de
carga muito elevada - acima da produção (geração) de
energia - a luz cai em cadeia, no chamado "efeito dominó",
por todos os Estados;
b) o horário de verão vem sendo usado de forma
ininterrupta desde 1985, coincidindo com a queda de
investimentos no setor elétrico;
c) Estados que adotaram o horário de verão: RS, SC, PR,
SP, RJ, MG, ES, MT, MS, GO, BA, TO e o Distrito
Federal;
d) os Estados que não adotaram o horário de verão,
localizam-se próximos a linha do Equador, onde os
benefícios seriam menores;
e) com o horário de verão, os Estados brasileiros
passaram a ter a mesma hora local de Brasília, porque
as diferenças dos fusos horários foram anuladas com o
adiantamento dos relógios em uma hora.
3- (FURG - RS) - Uma cidade localizada a 70º de
longitude está adiantada em quantas horas do
meridiano de Greenwich?
a) 3 horas
b) 4 horas
c) 5 horas
d) 6 horas
e) 7 horas
4-
(UFPI) - O meridiano de Greenwich é essencial
para a determinação de uma das coordenadas
geográficas. Sobre ele, é correto afirmar que:
a) divide os hemisférios setentrional e boreal.
b) define os graus de latitude.
c) orienta o grau de translação da Terra.
d) estabelece a zonalidade climática.
e) serve de referência para os fusos horários.
5- (Ufpi) - Enquanto os piauienses estão tomando o
café da manhã, os italianos já estão almoçando e
os japoneses já se preparam para o jantar. Isto
ocorre porque foram estabelecidos diferentes fusos
horários para os vários países do mundo, conforme
a localização geográfica de cada um, com base nas
diferenças de luminosidade decorrentes do
movimento de rotação da Terra. Sobre essa
questão, está correto afirmar:
a) Todos os países localizados ao longo de um mesmo
paralelo têm o mesmo fuso horário.
b) A Terra está dividida em 24 faixas de meridianos que
equivalem a 15° cada uma, calculadas em relação ao
Equador, chamadas de fusos horários.
c) O estabelecimento da “hora legal” tem base nos fusos
horários, considerando as faixas de 15° formadas pelos
meridianos terrestres, enquanto a “hora local” tem base na
posição dos locais em relação às suas latitudes.
d) Considerando que a Terra gira de oeste para leste, o
Sol “nasce” primeiro nos países de fusos horários a
Leste do Meridiano Zero.
e) Cada fuso horário contém paralelos de 15° graus, por
isso ocorrem diferenças de horas nos países que se
localizam no Leste em relação aos do oeste do globo
terrestre.
6- (UEG) - Observe o gráfico a seguir. Considerando
que o eixo X corresponde à Linha do Equador e o
eixo Y corresponde ao Meridiano de Greenwich,
responda as questões a seguir:
Considerando que no ponto A são 14 horas, calcule o
horário local do Ponto B. Em sua resposta, desconsidere a
possibilidade da existência de horário de verão e de horas
cifradas:
a) 20 horas.
b) 18 horas.
c) 17 horas.
d) 24 horas.
e) 8 horas.
7- (PUC/02) O perfil geomorfológico a baixo possui
quatro pontos, numerados de 1 a 4, e representa
um corte leste-oeste no continente sul-americano,
em torno de 20° lat. Sul, ou seja, na latitude
aproximada de Belo Horizonte. Essa região,
portanto, está inserida na zona intertropical do
globo terrestre.
Os pontos 1 e 3 encontram-se separados por 3 cm no perfil
geomorfológico. Considerando-se que sua escala
aproximada é de 1 :400 km, a distância linear entre os
pontos 1 e 3 está corretamente expressa em:
a)
b)
c)
d)
e)
12 km
120 km
1200km
400km
1400km
8- (UFPE) De acordo com o mapa, afirma-se que:
I. Pequena parte do território brasileiro acha-se no
hemisfério setentrional.
II . A maior parte do território brasileiro fica na Zona
lntertropical.
III. Tanto o extremo oeste quanto o extremo leste do país
estão situados, em longitude, a oeste do Meridiano Inicial
de Greenwich.
IV. O Brasil está inteiramente localizado no hemisfério
oriental.
V. No território brasileiro, predominam características de
clima subtropical.
São verdadeiras:
a) I,II e III.
b) III, lV e V.
c) II, III e IV.
d) II, IV e V.
e) I, II, III, IV e V
9- (UFPI) - A “HORA LEGAL” (“HORA DE
BRASÍLIA”) do País:
a) está “atrasada” 3 horas de Greenwich por estar no 3º fuso
horário brasileiro e a oeste de tal
meridiano.
b) está “adiantada” em 3horas de Greenwich por estar no 3º
fuso horário brasileiro e a leste de tal meridiano.
c) está “atrasada” em 3 horas de Greenwich, porque
Brasília está no 2º fuso horário brasileiro.
d) está “atrasada” em 2 horas de Greenwich, porque
Brasília está no 3º fuso horário brasileiro.
10- (CEFET ∕ MG) Considerando as escalas: 1:100.000
e 1:5.000.000, é correto afirmar que:
a) a primeira é uma pequena escala e a segunda é uma
grande escala.
b) a primeira é uma escala grande em relação segunda
escala que é considerada pequena
c) ambas são grandes escalas podendo ser utilizada na
confecção de mapas-múndi.
d) ambas são pequenas escalas usadas nas realizações de
plantas de apartamentos e casas.
11- (CEFET ∕ MG) Num mapa de escala não citada, a
menor distância entre São Paulo e Rio de Janeiro é
de 4 cm. Sabendo-se que a distância real entre
ambas é de 400 km, em linha reta, é correto
afirmar que o mapa foi feito na escala de
a)1:100.
b) 1 :10.000000.
c) 1:100.000.000.
d) 1:16.000.000.
e) 1: 160.000.000
12- (CEFET ∕ MG) Dentre as escalas dadas, a
alternativa que possibilita um mapeamento
detalhado é:
a) 1:5.000.
b) 1:50.000.
c) 1:100.000.
d) 1:200.000.
13- (CEFET ∕ MG) Considerando-se que uma área foi
mapeada na escala de 1:75.000 e desejando-se
ampliar 5 vezes a referida carta, a escala a ser
utilizada será de:
a) 1:1.500
b) 1:15.000.
c) 1: 1.500.000
d) 1:375.000.
e) 1:3.750.000
14- (CEFET ∕ MG) Em relação às linhas imaginárias
que permitem a localização de um ponto na
superfície da terra, todas as afirmativas estão
corretas, exceto:
A) Londres é uma cidade localizada em baixa
latitudes.
B) Guayaquil (no Equador) está a leste de Greenwich.
C) Moscou está situada em altas latitudes, a 40°
leste do meridiano de Greenwich.
D) A região norte do Brasil está localizada em altas
latitudes.
E) O meridiano de 40° Oeste de Greenwich corta a
porção mais ocidental do Brasil.
17- A Cartografia é o ramo da Geografia que estuda as
relações de representação da superfície curva do
globo terrestre dando origem ao chamado
PLANISFÉRIO.
a) Os meridianos são linhas que unem os dois pólos.
b) Os paralelos diminuem de extensão do Equador para os
pólos.
c) Os meridianos possuem todos a mesma extensão.
d) Os paralelos de maior dimensão são os trópicos.
15- (CEFET ∕ MG) A distância real entre São
Francisco e Nova Iorque é de 4.200km. A
distância sobre a carta é de 105 mm. Com base
nesses dados, assinale a alternativa que indica
corretamente a escala desse mapa:
a) 1:400.000.
b) 1:4.200.000.
c) 1:40.000.000.
d) 1:10.500.000.
e) 1: 420.000.000.
16- (UFPE - Adaptada) O Planeta Terra possui uma
circunferência de 360° que divididos pelo tempo
de duração do Movimento de Rotação (24 horas)
resulta em um produto de 15°, ou seja, a cada fuso
horário que nos movimentamos há uma hora
diferenciada. De acordo com seus conhecimentos e
com auxilio da imagem abaixo assinale a
alternativa correta.
A charge ilustra um dos principais problemas enfrentados
na produção de mapas em escala pequena. Este problema
refere-se
A) ao grande detalhamento de feições nos mapas.
B) à dificuldade de acesso à base de dados confiáveis.
C) à impossibilidade de produzir um mapa sem
distorções.
D) à dificuldade de seleção das cores na produção
cartográfica.
E) ao alto custo de produção dos mapeamentos topográficos
18- (UEA-2012) Analise o mapa.
mapa dos fusos horários mundiais a seguir e
resposta.
Com relação à divisão dos fusos horários, é correto afirmar
que:
(A) países como Rússia, Estados Unidos e Brasil
possuem mais de um fuso horário em razão de sua
grande dimensão territorial no sentido leste-oeste.
(B) países com grande dimensão territorial no sentido
norte-sul, como é o caso do Chile, tendem a apresentar
maior número de fusos horários.
(C) a linha internacional de data corresponde ao Meridiano
de Greenwich, localizado a 180º da Linha do Equador.
(D) é determinada pela distância em graus em relação à
Linha do Equador, sendo positiva para o Hemisfério Norte
e negativa para o Hemisfério Sul.
(E) o Meridiano de Greenwich consiste na linha
internacional que divide a terra em Hemisfério Norte e Sul
E que determina o referencial de contagem das horas.
19- (PUC-RS) Responder à questão com base no
gráfico, que representa parte das coordenadas
geográficas
A direção do ponto C em relação ao ponto A é:
a) Sul – Leste
b) Oeste - Leste
c) Leste -Norte
d) Norte - Sul
e) Sul - Oeste
20- A existência dos fusos horários é proveniente do
movimento de rotação em que a Terra gira em
torno de si mesma em seu próprio eixo. Observe o
É CORRETO afirmar:
A) Ao girar, o Sol ilumina primeiramente o lado oeste da
esfera terrestre.
B) As horas aumentam para oeste e diminuem para leste.
C) Dentro de um fuso horário, todos os lugares têm a
mesma hora.
D) O hemisfério norte tem mais fusos horários que o sul.
E) Todos os países respeitam a convenção de a cada 15º
uma hora.
21- “A transferência de uma imagem da superfície
curva da esfera terrestre para o plano da carta
sempre produz deformações, isoladas ou
conjuntas, de várias naturezas: na forma, em área,
em distâncias e em ângulo. As projeções
cartográficas foram desenvolvidas para tentar
oferecer uma solução conveniente para essas
dicotomias”. BOCHICCHIO,Vincenzo Raffaele.
Atlas Mundo Atual. Ed. Atual. 2003.
Todo mapa é confeccionado num determinado sistema de
projeção. Observe o mapa a seguir e assinale o tipo de
projeção em que foi desenhado.
A)
B)
C)
D)
E)
Cônica
Cilíndrica
Policônica
Circular
Esférica
22- Analise as informações e as ilustrações seguintes:
B) os mapas A e B apresentam maior riqueza de
detalhes que o mapa C.
C) o mapa B é proporcionalmente cinco vezes maior
que o mapa C.
D) o mapa C apresenta maior riqueza de detalhes
que o mapa A.
E) os três mapas possuem o mesmo tamanho.
“A transferência de uma imagem da superfície curva da
esfera terrestre para o plano da carta sempre produz
deformações, isoladas ou conjuntas, de várias naturezas: na
forma, em área, em distâncias e em ângulo. As projeções
cartográficas foram desenvolvidas para tentar oferecer uma
solução
conveniente
para
essas
dicotomias”.
BOCHICCHIO,Vincenzo Raffaele. Atlas Mundo Atual. Ed.
Atual. 2003.
Considere os conceitos, a seguir, que relacionam as
informações do texto com as ilustrações 1, 2 e 3, acima.
Depois, assinale a alternativa que aponta a sequência
correta dessa relação.
( ) os meridianos convergem para os pólos e os paralelos
são arcos concêntricos situados a igual distância uns dos
outros.
(
) a projeção deforma as superfícies nas altas latitudes,
mantendo as baixas latitudes em forma e dimensão mais
próximas do real.
(
) a construção se organiza em volta de um ponto
central chamado “centro de projeção”.
Está CORRETA a relação seqüencial indicada em:
A) 1 – 2 – 3
B) 2 – 3 – 1
C) 3 – 1 – 2
D) 3 – 2 – 1
E) 2 - 1 - 3
23- Escalas são usadas para identificar quantas vezes o
real foi reduzido para caber no papel.
Considere os mapas A, B e C.
24- (PSC ∕ UFAM - 2014) Uma pessoa está numa
cidade A, de longitude 30° leste, e faz um
telefonema às 10 horas para seu amigo que mora
na cidade B, situada a 30° oeste. A que horas a
pessoa que mora na cidade B atendeu a ligação
telefônica?
a) 2 horas
b) 6 horas
c) 9 horas
d) 16 horas
e) 21 horas
25- (SIS ∕ UEA - 2014) Uma escala cartográfica pode
ser denominada grande, média ou pequena. Quanto
maior o denominador, menor será a escala.
Quando nos referimos a uma escala grande,
significa que a carta possui ____________ número
de detalhes e que ela abrange
____________extensão do terreno.
(Luis Antônio B. Venturi (org.). Geografia: práticas de
campo, laboratório e sala de aula, 2011.)
Assinale a alternativa que preenche, correta e
respectivamente, as lacunas do texto.
(A) pequeno – pequena.
(B) grande – grande.
(C) pequeno – grande.
(D) grande – pequena.
(E) médio – grande.
26- (SIS ∕ UEA - 2014) Um avião parte às 17 horas,
percorrendo o sentido leste- -oeste, rumo a uma
localidade que se distancia 45º de longitude em
relação a sua origem. Sabendo que a duração da
viagem foi de exatamente duas horas, o horário de
chegada do vôo será às
(A) 12 horas.
(B) 16 horas.
(C) 20 horas.
(D) 21 horas.
(E) 22 horas.
Pode-se dizer que:
A) os três mapas apresentam a mesma riqueza de
detalhes.
27- (SIS ∕ UEA - 2013) O compositor Chico Buarque,
referindo-se ao Brasil, escreveu a canção Não
existe pecado ao Sul do Equador. A coordenada
geográfica em questão que orienta a localização do
país é
(A) a latitude.
(B) a longitude.
(C) um fuso horário.
(D) um meridiano.
(E) um ponto colateral.
28- (SIS ∕ UEA - 2013) Durante muitos anos, o país
adotou fusos horários diferentes. Entretanto, em
2008, foi aprovada, pelo presidente Luiz Inácio
Lula da Silva, uma lei reduzindo um fuso horário
na região Norte. Assim, o extremo oeste do
território brasileiro (localizado a 75° oeste do
Meridiano de Greenwich) teve seu horário
adiantado em uma hora, estabelecendo o mesmo
horário do fuso 60° oeste. Essa medida teve como
principal objetivo adequar os horários dos
programas televisivos exibidos em rede nacional.
(www.brasilescola.com. Adaptado.)
(E) 1: 12 500 000, caracterizando um mapa com baixo
nível de detalhamento.
31- (SIS ∕ UEA - 2013) A Geografia Moderna, através
das categorias de análise espacial, possibilita a
apreciação do mundo por meio de elementos
concretos, como a vegetação e as construções, e
por meio de informações não visuais, como
sentimentos, símbolos e pontos de vista. Com base
nesta afirmação, analise como o refrão da música
Cidade maquiada descreve Manaus.
Tenho orgulho daqui
Foi aqui que eu cresci
Sou comedor de jaraqui
Você vai ter que engolir
Manaus maquiada
A cidade que eu vivi
Comedor de jaraqui.
(Grupo Ritmo e Poesia, 2010.)
Tendo como referência o fuso horário GMT (Greenwich
Mean Time), é correto afirmar que o extremo oeste do
território brasileiro passou a ser enquadrado no Fuso
Horário
Mundial com
(A) 1 hora a menos.
(B) 2 horas a menos.
(C) 2 horas a mais.
(D) 4 horas a menos.
(E) 5 horas a mais.
29- (PSC 2005) Em um mapa feito na escala de
1:250.000, a distância em linha reta entre as
cidades A e B é de 1 centímetro. Qual a distância
real entre as duas cidades?
a) 250 km
b) 2.500 km
c) 25 km
d) 2,5 km
e) 25.000 km
30- (SIS ∕ UEA - 2013) Observe a escala gráfica.
A categoria de análise espacial e a passagem musical que
melhor se relacionam são
(A) a paisagem e você vai ter que engolir.
(B) o lugar e foi aqui que eu cresci.
(C) o território e comedor de jaraqui.
(D) a região e você vai ter que engolir.
(E) a rede e tenho orgulho daqui.
32- (PSC 2003) Nos dias atuais, os produtos
cartográficos como os mapas podem ter suas
informações constantemente atualizadas. Existem
aparelhos como o GPS, Global Positioning
System, ou Sistema de Posicionamento Global, que
permitem a localização do homem, dos fenômenos
geográficos e das distâncias em qualquer ponto do
mundo. Estes instrumentos são direcionados por:
a) satélites
b) submarinos
c) sismógrafos
d) curvímetros
e) clinômetros
33- (PSC- UFAM / 2004) Observe a figura.
Sua conversão em escala numérica é
(A) 1: 1 250, caracterizando um mapa em escala pequena.
(B) 1: 12 500, aplicável a plantas cadastrais.
(C) 1: 125 000, correspondendo a uma carta topográfica.
(D) 1: 1 250 000, sendo uma projeção cartográfica de
grande escala.
36- (PSC ∕ UFAM - 2008) A latitude é a distância, em
graus, de um lugar qualquer da superfície terrestre
ao Equador. Baseando-se nessas informações,
podemos concluir que tanto para o norte quanto
para o sul do paralelo inicial a latitude varia de:
A)
B)
C)
D)
E)
O símbolo da Organização do Tratado do Atlântico
Norte (OTAN), é uma representação cartográfica do
tipo projeção:
a) de Peters.
b) cilíndrica.
c) cônica.
d) de Mercator.
e) plana.
34- (PSC ∕ UFAM - 2007) O meridiano de Greenwich
é tomado como referência para indicar a longitude.
Ao dar a longitude de um lugar qualquer da
superfície terrestre você deve indicar se ele está:
a)
b)
c)
d)
e)
a leste ou a oeste do paralelo principal.
a norte ou ao sul da linha do Equador.
a leste ou a oeste do meridiano principal.
no hemisfério norte ou no hemisfério sul.
na longitude norte ou longitude sul.
35- (PSC ∕ UFAM - 2009) A palavra mapa, de
provável origem cartaginesa, significa “toalha de
mesa”. Os navegadores e comerciantes, ao discutir
sobre rotas em locais públicos, rabiscavam
diretamente nas toalhas (mapas), surgindo daí, o
documento gráfico tão conhecido atualmente. Com
relação aos mapas e às escalas assinale a
alternativa que reúne informações INCORRETAS:
a) Para representar a realidade em um mapa, é
b)
c)
d)
e)
preciso estabelecer uma correspondência entre as
dimensões do terreno e as dimensões do papel.
Os mapas do tipo temático contêm informações
sistematizadas e selecionadas
Os mapas primitivos eram gravados em pedra ou
argila
Os mapas medievais eram confeccionados sob
forte influência religiosa e representavam o céu e a
terra.
O
mapa-múndi é uma representação
cartográfica que possui uma escala grande, pois
neste tipo de mapa, são reunidas muitas
informações.
1º a 180º
0º a 180º
1º a 90º
0º a 90º
0º a 360º
37- “Os fusos horários são facilitadores que colaboram
nas relações comerciais e políticas entre os países,
pois entendendo os mesmos podemos nos
relacionar economicamente,politicamente e z com
qualquer
lugar
do
planeta”
Tomando
conhecimento da afirmativa mencionada analise a
seguinte situação:
Às 9 horas um indivíduo telefona da cidade A, para um
amigo que reside na cidade B, onde o relógio marca 5 h, no
momento em que a ligação é atendida.
Assinale as afirmativas verdadeiras e as afirmativas
falsas.
(
(
(
(
(
) A e B não podem estar situadas no mesmo continente.
) É possível que A e B sejam cidades de um mesmo país.
) A e B se situam em hemisférios distintos.
) A fica a oeste de B.
) B fica a oeste de A.
A seqüência correta é:
A)
B)
C)
D)
E)
V, V, V, V, F
F, V, F, V, V
F, V, V, F. V
F, V, F, F, V
V, V, F, V, F
38- Examine atentamente as sentenças a seguir e
assinale o grupo das que lhe parecerem corretas.
1 - Paralelamente ao Equador ficam dispostos círculos que
diminuem de tamanho à proporção que estão mais
próximos dos pólos.
2 - A latitude de um lugar é medida em km e representa a
distância entre dois pontos na superfície do planeta.
3 - As coordenadas geográficas compreendem a latitude, a
longitude, a distância em metros em relação ao nível do mar
e as ilhas de calor.
4 - A longitude é o afastamento, medido em graus, de um
meridiano em relação a outro, chamado meridiano de
Greenwich.
5 - Quando se projeta a rede de paralelos e meridianos
sobre o papel, tem-se uma projeção cartográfica.
Assinale:
A) se todas são corretas;
B) se apenas 1, 2 e 3 são corretas;
C) se apenas 1, 4 e 5 são corretas;
D) se apenas 2, 3 e 5 são corretas;
E) se apenas 2, 4 e 5 são corretas.
39- Observe as proposições a seguir:
1 - Pelo sistema de fusos horários, o globo terrestre foi
dividido em 24 fusos, cada um equivalendo a 15° no
sentido das longitudes.
2 - O equador é o círculo máximo que marca o início da
contagem das horas.
3 - Quando o Meridiano de Greenwich marcar 19 horas,
hora legal, num ponto situado a uma longitude no fuso
horário de - 2, a hora legal será de 21 horas.
4 - O Brasil possui 3 fusos horários, todos situados ao oeste
de Greenwich.
5 – Quando um viajante de um avião que cruzou o fuso de –
3 ao fuso de -7 chegar ao local de destino o mesmo terá que
atrasar seu relógio em 4 horas.
Estão corretos apenas os itens:
A) 2, 4 e 5;
B) 1, 3 e 4;
C) 3, 4 e 5;
D) 1, 4 e 5;
E) 1, 2 e 4.
(C) dos erros contidos nas medições feitas em trabalho de
campo.
(D) dos referenciais astronômicos utilizados para a
construção do mapa.
(E) das irregularidades observadas na superfície terrestre,
como montanhas e vales.
41- Observe as proposições abaixo, tomando por
referência o mapa do Nordeste.
40- (UEA-2012) Observe os três exemplos de
projeções cartográficas.
Interrompida e condensada em dois mapas contíguos
I)
Miller
Em relação ao Meridiano de Greenwich, o
Nordeste está situado no Hemisfério Oriental
(leste).
II) As coordenadas geográficas do ponto A, situado na
parte central da Bahia, são: Lat. 12° S e Long.
42° O.
III) De acordo com a escala apresentada, podemos
concluir que cada centímetro do mapa
corresponde a 150 Km no terreno.
IV) No mapa, a distância em linha reta entre Salvador
e Teresina é de 3,5 cm, que equivale a uma
distância real de 1.050 Km.
V) V) São Luís é a capital mais setentrional (ao
Norte) do Nordeste.
São corretas:
a) II, IV, V
b) I, IV, V
c) II, III, V
d) II, III
e) I, II, III
Mercator
42- (UNB) Com relação às coordenadas geográficas,
orientação e fusos horários dos pontos assinalados
na figura abaixo. É correto afirmar que:
As diferenças na distribuição de área e forma resultam
(A) das dificuldades em transformar a superfície da
Terra que é curva em uma superfície plana.
(B) dos erros contidos no sistema de posicionamento global
conhecido pela sigla GPS.
( ) Os pontos B e C possuem diferentes latitudes em
hemisférios diferentes porém o mesmo hemisfério
longitudinal.
( ) O ponto D está situado nos Hemisfério Norte e
Ocidental (Oeste).
( ) O ponto A está localizado a 0o da latitude e 90o de
longitude.
(
) O ponto B possui 5 horas adiantadas em relação ao
ponto E.
A) a adoção de fusos horários foi decidida por convenção
internacional, com o objetivo de disciplinar o cumprimento
de contratos financeiros e de trocas na economia-mundo.
B) a extensão do território brasileiro, no sentido
latitudinal, e as fortes variações sazonais da radiação
solar forçam a adoção de fusos horários diferentes no
País.
C) a proposta de adoção de um fuso único esbarra em
questões ligadas à prática de atividades econômicas, ao
consumo de energia e ao relógio biológico de parte da
população.
D) o emprego de maior número de fusos, no mesmo
território
nacional,
implica
inconvenientes
ao
funcionamento dos sistemas financeiro, administrativo e de
comunicações do país.
E) os moradores de Fernando de Noronha não serão
afetados pelas mudanças e continuarão inseridos no
primeiro fuso horário brasileiro.
45- Analise o mapa de fusos horários do Brasil.
A seqüência correta é:
A) V, F, F, F
B) V, F, V, F
C) F, F, F, V
D) F, F, V, V
E) V, F, F, V
43- (UNB - Adaptada) Com base nos conhecimentos
de fusos horários, escalas e leituras de mapas,
julgue os itens abaixo.
1) Os mapas de pequena escala representam um espaço com
grande riqueza de detalhes.
2) A escala de um mapa em que a distância real de 750km
entre duas localidades é representada por 15cm é de
1:500.000.
3) O ponto antípoda (oposto) do lugar de coordenadas
geográficas 60°S e 45° O é 60° N e 45oL.
4) Num mapa na escala de 1:4.000.000, se a distância entre
duas cidades é de 85mm, a distância real é de 34km
Estão corretas as opções:
A) 2 e 4
B) 3
C) 1,2 e 3
D) 3 e 4
E) 2
44- (UFMG – adaptada) Um projeto, já aprovado
pelo Senado, reduz o número de fusos horários,
adotados no Brasil, de quatro para três. Cogitouse, inclusive, a adoção de um fuso único.
Considerando-se as razões que justificam a existência
desses fusos, bem como as implicações de possíveis
modificações a serem feitas neles, é INCORRETO afirmar
que :
Em 2008, o Brasil passou por uma mudança com relação a
seus fusos horários. Tais alterações foram efetuadas e
alteraram o mapa original apresentado.
Dentre as mudanças efetuadas é CORRETO afirmar que:
A) o fuso horário do Acre engloba agora o Amazonas por
completo, ampliando o 4º fuso somente nesses dois estados.
B) o Pará teve seu território todo englobado pelo fuso
horário do Acre.
C) os fusos horários foram alterados, porém continuam
existindo 4 fusos horários.
D) o horário de Brasília passou a ser o primeiro fuso
brasileiro.
E) na nova proposta não há mais estados com dois fusos
horários diferentes.
46- Abaixo é reproduzido um mapa-múndi na projeção
de Mercator.
É possível afirmar que, nesta projeção:
a) os meridianos e paralelos não se cruzam formando
ângulos de 90°, o que promove um aumento das massas
continentais em latitudes elevadas.
b) os meridianos e paralelos se cruzam formando
ângulos de 90°, o que distorce mais as porções terrestres
próximas aos polos e menos as porções próximas ao
equador.
c) não há distorções nas massas continentais e oceanos em
nenhuma latitude, possibilitando o uso deste mapa para a
navegação marítima até os dias atuais.
d) os meridianos e paralelos se cruzam formando ângulos
perfeitos de 90°, o que possibilita a representação da Terra
sem deformações.
47- Escala é a representação da quantidade de vezes
em que o mundo foi reduzido para caber no papel,
ou seja, escala é redução e o grau de detalhamento
dependerá da escala escolhida.Com base em seus
conhecimentos á cerca do tema resolva a questão a
seguir:
Um professor do Curso de Licenciatura em Geografia do
Instituto Federal de Pernambuco entregou aos seus alunos
um mapa feito na escala 1:1.000.000 cuja distância em
linha reta entre duas cidades é de 5 cm. O professor
pergunta: qual a distância real, em km, entre as cidades?
a)
b)
c)
d)
e)
FERRREIRA, Graça Maria Lemos. Moderno atlas
geográfico. 4 ed. São Paulo: Moderna, 2003.[Adaptado]
Para que o torcedor possa se locomover na cidade com mais
facilidade, o tipo de representação
cartográfica que melhor o orientará é o apresentado na:
a) Figura 1, porque tem uma escala pequena,
expressando uma área maior, com menor número
de detalhes.
b) Figura 1, que possui uma escala grande,
representando uma área menor, com maior
grau de detalhamento.
c) Figura 2, que possui uma escala grande,
representando uma área maior, com menor grau de
detalhamento.
d) Figura 2, porque tem uma escala pequena,
expressando uma área menor, com maior número
de detalhes.
49- Observe a imagem.
10
20
50
500
5.000
48- O Brasil sediará a Copa do Mundo em 2014 e, na
cidade do Rio de Janeiro, serão disputados
importantes jogos. Um torcedor que decidir
permanecer na cidade do Rio de Janeiro visando a
assistir aos jogos precisará de uma representação
cartográfica que lhe permita localizar as principais
vias de acesso ao estádio, como ruas e avenidas.
Para atingir este objetivo, terá à sua disposição os
dois tipos de representação cartográfica com
escalas diferentes, mostrados a seguir:
BILL, watterson. Calvin e Haroldo: Yukon ho! São Paulo:
Conrad, 2008.
Na tirinha, Calvin e o tigre Haroldo usam um globo
terrestre para orientar sua viagem da Califórnia, nos
Estados Unidos, para o território do Yukon, no extremo
norte do Canadá. Considerando as áreas de origem e
destino da viagem pretendida, nota-se que o tigre comete
um erro de interpretação no último quadrinho.
Esse erro mostra que Haroldo não sabe que o globo
terrestre é elaborado com base no seguinte elemento da
linguagem cartográfica:
a) escala pequena
b) projeção azimutal
c) planisfério
d) convenção equidistante
e) projeção cilíndrica
50- Quando a realização de uma Representação
Cartográfica é realizada deve-se efetuar a escolha
do tipo de superfície adotada. Os sistemas de
projeções são indispensáveis para a elaboração de
qualquer tipo de mapa. Com relação a esse
assunto, observe o mapa a seguir e assinale o
sistema de projeção correspondente.
52- As escalas são essenciais para padronizar a
representação do real (D) sobre o papel (d)
nesse termo temos a seguinte padronização:
ESCALA GRANDE
ESCALA MÉDIA
ESCALA PEQUENA
Até 250.000
De 250.000 a 1.000.000
Acima de 1.000.000
Observe estas figuras. Considerando que essas figuras
representam áreas em diferentes escalas, pode-se dizer
que:
A)
B)
C)
D)
E)
Projeção Poligonal.
Projeção Azimutal ou Polar.
Projeção Cilíndrica.
Projeção Policônica.
Projeção Ortogonal.
51- Os mapas são representação dos aspectos
geográficos de extensões da superfície terrestre.
Para a sua construção e interpretação são
necessários diversos elementos.
Relacione esses elementos com o seu conceito e
assinale a alternativa em que aparece a ordem
CORRETA:
I. LATITUDE
II. LONGITUDE
III. ALTITUDE
IV. ESCALA
A) todas as áreas são iguais, pois o que varia é o nível
de detalhamento das informações.
B) a área maior corresponde ao quadro B, pois o
excesso de informação deforma as figuras.
C) a área maior corresponde ao quadro A, que
apresenta
a
maior
generalização
de
informação.
D) área maior corresponde ao quadro D, que mostra
um maior número de detalhes
E) todas as serão representadas da mesma forma pois
a escala não interfere no nível de detalhamento do
mapa.
53- Existem inúmeras formas de representar o
planeta, na visão de uma criança o mesmo é
uma imensa bola, já para o biólogo o planeta
Terra é a base que assegura a vida e para o
cartógrafo a forma do planeta é um desafio
principalmente no momento em que se tenta
representá-lo sobre uma superfície plana.
Observe os mapas:
( ) Distância vertical de um ponto na superfície da Terra
até uma superfície de referência, geralmente o nível dos
mares.
(
) Ângulo medido entre o plano do meridiano de
referência, Greenwich, e o plano meridiano que passa por
um ponto qualquer sobre uma superfície elipsoidal de
referência, variando de 0º a 180º no sentido positivo para
leste e negativo para oeste do meridiano de origem.
(
) Relação entre as dimensões dos elementos
representados em um mapa, carta ou planta e as suas
correspondentes dimensões na superfície terrestre.
( ) Ângulo medido entre o plano do Equador e a normal a
um ponto qualquer sobre a superfície elipsoidal de
referência, variando de 0º a 90º com sinal positivo no
hemisfério norte e negativo no hemisfério sul.
A)
B)
C)
D)
E)
II, III, I, IV
III, II, IV, I
III, I, IV, II
IV, II, III, I
IV, III, II, I
Essas representações cartográficas
A) são mapas geofísicos.
B) são mapas econômicos.
C) mostram a hierarquia urbana.
D) possuem escalas diferentes.
E) representam áreas iguais.
54- (PUC-RS) Responder à questão com base no
mapa e nas afirmativas abaixo.
I.
É uma projeção cilíndrica, caracterizando uma
visão de mundo eurocêntrica, privilegiando a
forma dos continentes.
II. Publicada pela primeira vez em 1973, pelo
historiador alemão Arno Peters, indica uma
projeção cilíndrica equivalente.
III. Pretende demonstrar uma visão geopolítica dos
países subdesenvolvidos, pois enfatiza o ponto
de vista do Sul, apesar de comprometer a
forma dos continentes.
IV. É um mapa equivocado, pois o Norte está
“embaixo” e o Sul “em cima”.
V. Foi idealizada no século XVI, pelo belga Mercator,
e se caracteriza por ser uma projeção
conforme, sendo muito utilizada nas Grandes
Navegações.
A análise das afirmativas, relacionadas ao mapa,
permite concluir que está correta a alternativa
A) I, II e III
B) I, III e V
C) I e V
D) II, III e IV
E) II e III
C) trata-se de uma projeção cilíndrica, caracterizada
por ser do tipo anafilática, que não mantém nem a
forma e nem a área dos continentes e oceanos, mas
que minimiza as alterações.
D) trata-se de uma projeção cônica, caracterizada por
ser do tipo equivalente, que mantém a proporção
das áreas dos continentes e, em contrapartida,
sacrifica suas formas.
E) trata-se de uma projeção cônica, caracterizada por
ser do tipo conforme, que mantém a forma das
áreas dos continentes e altera a proporção das
áreas representadas.
56- As escalas são essenciais para padronizar a
representação do real (D) sobre o papel (d). A
cartografia pode utilizar mapas de diferentes
escalas. Considerando que o mapa A possui escala
de 1:5.000 e o mapa B, escala de 1:15.000,
assinale a alternativa correta.
a) No mapa A, 2 centímetros correspondem a 10.000
metros na superfície terrestre.
b) No mapa B, 1 centímetro corresponde a 1.500
metros na superfície terrestre.
c) O nível de detalhe do mapa A é três vezes
superior ao do mapa B.
d) O nível de detalhe do mapa B é três vezes superior
ao do mapa A.
e) O nível de detalhe não é estabelecido pela escala
de um mapa.
57- Observe imagem abaixo.
55- Leia o texto e assinale a alternativa correta:
MAGNOLI, Demétrio. Geografia para o Ensino Médio. 5ª
ed. São Paulo: Atual, 2008. p.16.
Sobre a Projeção de Mercator, podemos afirmar que:
A) trata-se de uma projeção cilíndrica, caracterizada
por ser do tipo equivalente, que mantém a
proporção das áreas dos continentes e, em
contrapartida, sacrifica suas formas.
B) trata-se
de
uma
projeção
cilíndrica,
caracterizada por ser do tipo conforme, que
mantém a forma das áreas dos continentes e
altera a proporção das áreas representadas.
Disponível em: http://www.atlasdemurcia.com (adaptada).
Acesso em: 27/11/2013
As representações cartográficas, em relação à superfície de
projeção, se baseiam em alguns modelos básicos. O modelo
de representação mostrado na figura corresponde à projeção
a) cilíndrica transversa.
b) cônica polar.
c) transversa polar.
d) plana polar.
e) policônica transversa.
GABARITO
CARTOGRAFIA:
COORDENADAS,
FUSOS
HORÁRIOS,
ESCALAS
E
PROJEÇÕES
CARTOGRÁFICAS
1.
2.
3.
4.
5.
6.
7.
8.
9.
10.
11.
12.
13.
14.
15.
16.
17.
18.
19.
20.
21.
22.
23.
24.
25.
26.
27.
28.
29.
30.
31.
32.
33.
34.
35.
36.
37.
38.
39.
40.
41.
42.
43.
44.
45.
46.
47.
48.
49.
50.
51.
52.
53.
54.
55.
E
E
B
E
D
E
C
A
C
B
B
A
B
D
C
C
C
A
E
D
B
D
D
B
D
B
A
D
D
E
B
A
E
C
E
D
D
C
D
A
A
A
B
B
E
B
C
B
A
B
B
C
D
E
B
56. C
57. D
SOLOS
58- “A erosão parece uma serpente Rachando a terra,
devorando o chão
E a riqueza que era da gente/Vai toda embora com a erosão
Por isso, agora estou aqui cantando/Chamando o povo pra
esse mutirão
Vamos minha gente, salvar nossa terra/Das rachaduras da
erosão”.
(“Erosão”. Composição: Walter Santos e Teresa Souza).
Sobre o processo de erosão dos solos, assinale a alternativa
correta:
a) a erosão é um fenômeno exclusivamente antrópico.
b) a erosão glacial é o desgaste do solo provocado pelo
congelamento da Terra.
c) a ocorrência de processos erosivos é decorrente, em
grande parte, de fenômenos endógenos.
d) a ação das águas não é determinante em ações erosivas.
e) a formação das praias é essencialmente causada pelas
erosões eólica e oceânica.
59- Erosão abre buraco e destrói cerca de 30 casas no
Pará
Ao menos 30 casas foram danificadas após uma erosão do
solo causar a abertura de um buraco em uma rua em
Abaetetuba, no Pará. Cerca de 300 pessoas tiveram que
deixar suas casas e estão abrigadas em um ginásio de
esportes. Uma parte das vítimas vai ficar no abrigo
destinado pela prefeitura e a outra parte em casa de
parentes. Uma equipe de habitação do Estado do Pará já
está em Abaetetuba para fazer um levantamento da
quantidade de desabrigados. A Defesa Civil também vai
fazer uma vistoria técnica na área. Segundo o Corpo de
Bombeiros, o desgaste do solo pode ter sido provocado pela
cheia do rio na região, resultado das fortes chuvas. Todos
os moradores foram retirados das redondezas e ninguém
ficou ferido. (Portal R7. 06/01/2014. Disponível em:
notícias.r7.com)
Entre os fatores que influenciaram a ocorrência da
catástrofe mencionada na reportagem acima, podemos
destacar:
a) ação das águas e dos ventos.
b) ocorrência de erosão pluvial e fluvial e influência das
atividades antrópicas sobre o meio.
c) desvio proposital do leito do rio, que intensificou
processos erosivos em áreas urbanizadas.
d) ação erosiva das águas das chuvas, fenômeno natural e
comum em áreas urbanizadas.
60- Assinale a seguir a alternativa que não apresenta
um agente erosivo:
a) Água das chuvas
b) Ventos
c) Sedimentos
d) Gelo
e) Água do mar
61- “A erosão acelerada não é uma coisa nova, ela
acompanha a agricultura desde o seu início, há
4.000 ou 5.000 anos a.C., nos vales do Eufrates,
Tigre e Nilo, onde, presume-se, tenha sido o berço
da agricultura.”
(CONCIANI, Wilson. Processos erosivos: conceitos e
ações de controle. Cuiabá: Editora Cefet-MT, 2008. p. 11.)
Mesmo que a erosão seja um acontecimento antigo, como
citado acima, o tema é sempre atual, trazendo muitos
transtornos para as zonas rural e urbana. Sobre a erosão,
suas causas e consequências, é correto afirmar que:
a) é caracterizada pela destruição e transformação de rochas
pela ação de agentes que modelam a superfície terrestre,
através dos fatores endógenos (clima, rios, correntes
marítimas, enxurradas) e de fatores exógenos (animais,
homens e vulcanismos).
b) nas encostas, as águas superficiais escorrem e formam as
ravinas ou voçorocas com sulcos laterais inclinados,
entretanto só provocam efeitos na superfície dos solos e são
facilmente controladas pela ação antrópica.
c) é parte do processo de degradação do solo, provocando o
acúmulo de metais pesados, lixiviação e diminuição de
nutrientes; só ocorre com a intervenção do homem,
tornando-se um dos mais sérios problemas ecológicos do
planeta.
d) a ação da água como agente de erosão depende da
quantidade que cai sobre o solo e da maior ou menor
capacidade de infiltração que este solo oferece. A erosão
provocada pelo escoamento superficial recebe o nome de
erosão laminar ou em lençol.
62- Assinale a alternativa incorreta em relação às
características dos solos que são importantes para
a agricultura.
A) Possuir rochas decompostas, ricas em minerais.
B) Possuir quantidade suficiente de partículas pequenas
(argilas, por exemplo) para reter a umidade junto às raízes.
C) Ter partículas maiores, como areia ou pequenas pedras,
para que haja porosidade e a planta possa receber o ar
necessário para viver.
D) Estar sujeito à laterização, nome dado ao processo de
adubação natural dos solos.
E) Possuir elementos químicos e orgânicos necessários à
nutrição das plantas.
63- Na era mesozóica, o Brasil sofreu intenso derrame
de lavas vulcânicas, especialmente no sul. A
intemperização dessas rochas deu origem:
a) a um acúmulo de detritos orgânicos responsável pela
formação do carvão mineral.
b) aos depósitos de minerais como o cobre e o manganês.
c) às mais importantes províncias geológicas formadas por
terrenos pré-cambrianos.
d) aos solos de baixa fertilidade que predominam na
Campanha Gaúcha.
e) a um dos solos mais férteis do país, a terra roxa.
64- O aumento significativo da produção de alimentos
é o resultado da modernização do campo e da
introdução de novas técnicas agrícolas,
principalmente no mundo desenvolvido onde é
maior o nível de capitalização e onde são
utilizadas as mais avançadas tecnologias. No
entanto esta revolução vem provocando uma série
de impactos ambientais em ecossistemas agrícolas.
(Adaptado de SENE, Eustáquio. MOREIRA, João C.
"Espaço Geográfico e Globalização". São Paulo: Ed.
Scipione, 1998.)
Dentre as explicações para esses impactos ambientais,
temos:
1. O plantio de uma única espécie, em grandes extensões de
terra, causa desequilíbrios nas cadeias alimentares préexistentes, favorecendo a proliferação de pragas;
2. Os cortes feitos nas encostas das montanhas, para a
formação de degraus, onde são feitos cultivos, provocam
um revolvimento dos solos, o que facilita o transporte dos
nutrientes pelas águas das chuvas;
3. A maciça utilização de agrotóxicos provoca a
proliferação de linhagens resistentes, forçando o uso de
pesticidas cada vez mais potentes, o que causa danos tanto
aos trabalhadores que os manuseiam quanto aos
consumidores de alimentos contaminados;
4. A utilização indiscriminada de agrotóxicos acelera a
contaminação do solo e seu empobrecimento, ao impedir a
proliferação de microorganismos fundamentais para sua
fertilidade.
Estão corretas as afirmativas:
a) 1 e 2.
b) 1 e 3.
c) 1, 2 e 3.
d) 1, 3 e 4.
e) 1, 2, 3 e 4.
65- Assinale a alternativa que contém a denominação
dada aos solos que se formam a partir do acúmulo
de sedimentos fluviais em áreas de planícies
ribeirinhas.
a) Aluviais
b) Coluviais
c) Eluviais
d) Zonais
66- A extração mineral é uma atividade econômica
que, em geral, gera reflexos ambientais, sendo
INCORRETO afirmar:
a) As avançadas tecnologias utilizadas pelas grandes
empresas de mineração que atuam em escala
transnacional impedem a degradação ambiental.
b) A extração clandestina e o contrabando acarretam
grandes prejuízos, como o não-recolhimento de tributos e a
desconsideração da legislação ambiental.
c) Nos países periféricos, a falta de controle eficaz das áreas
de garimpo agrava a depredação dos recursos minerais e o
ambiente do entorno.
d) Os recursos hídricos são os mais afetados pela extração e
lavagem de minérios, mas há problemas graves também
com os solos e a cobertura vegetal.
67- Tratando-se da estrutura geológica do Brasil, todas
as afirmações a seguir são verdadeiras, EXCETO:
a) as grandes estruturas do país são formadas por
escudos cristalinos e por bacias sedimentares
b) a parte central da Amazônia é formada por rochas que
compõem uma extensa bacia sedimentar
c) recursos naturais como petróleo, gás natural e carvão
mineral ocorrem nos escudos cristalinos
d) as grandes reservas de águas subterrâneas se localizam
em rochas porosas das bacias e coberturas sedimentares.
68- Bacias sedimentares são depressões dos antigos
escudos que receberam sedimentos dos próprios
escudos. Os recursos minerais típicos destas
formações são:
a) ferro e níquel.
b) carvão mineral e petróleo.
c) ouro e manganês.
d) bauxita e cassiterita.
e) cobre e petróleo.
69- Considere a seguinte situação:
Em fevereiro de 2007, após vários dias chuvosos, na região
Sudeste do Brasil, ocorreram diversos processos relativos a
movimentos de massa. O bairro "Paraíso" foi um dos
lugares com maior número de vítimas, entre fatais e feridos.
Esse bairro localiza-se numa área desprovida de vegetação,
com declividade acentuada, vertentes longas e retilíneas,
solos pouco profundos e grande densidade de construções
civis. Num período de curta duração, observou-se uma
significativa diferença entre o solo que foi movimentado
juntamente com os destroços das casas e o material que
permaneceu no local.
Tendo por referência as características físico-naturais da
área e a forma de uso e ocupação do solo, verifica-se que o
movimento de massa responsável pelo fenômeno expresso
no texto refere-se ao
a) assoreamento.
b) desmoronamento.
c) rastejamento.
d) escorregamento.
e) solapamento.
70- Observe a figura adiante:
No que se refere às características dos horizontes do solo, é
incorreto afirmar:
a) O horizonte R corresponde à rocha matriz, ainda
inalterada.
b) O horizonte C é composto por material proveniente da
rocha matriz.
c) O horizonte B caracteriza-se pela concentração de
material lixiviado e transportado do horizonte A.
d) O horizonte A apresenta maior quantidade de rocha
decomposta, bem como maior permeabilidade.
e) O horizonte R corresponde à rocha matriz, já
bastante alterada por ação erosiva natural.
71- O solo pode ser formado pela decomposição e/ou
desagregação de rochas a partir do intemperismo.
Então, podem-se afirmar:
I. Nas regiões de clima semi-árido, onde as chuvas
são escassas, predomina o intemperismo físico na
formação dos solos; nesse caso, os solos são rasos.
II. Os solos pedregosos se formam devido à
intensa decomposição das rochas, gerada pelos
altos índices pluviométricos.
III. Nas regiões de climas tropicais, as chuvas
exercem papel decisivo na formação dos solos, o
intemperismo químico atua com maior intensidade
na
decomposição
das
rochas.
IV. As fortes chuvas, existentes nas regiões de
clima equatorial, favorecem o desenvolvimento de
solos ricos e profundos, como o da floresta
amazônica.
Estão corretas:
A) apenas I e II.
B) apenas II e III.
C) apenas III e IV.
D) apenas I e III.
E) apenas I, II e IV.
72- Como sabemos o estudo dos solos possui uma
grande importância. O processo de formação dos
solos é denominado:
A) Desertificação;
B) Pedogênese;
C) Salinização;
D) Alcalinização;
E) Lixiviação;
73- Em relação ao intemperismo, aos solos e sua
importância econômica, identifique as afirmativas
verdadeiras.
I.O intemperismo, também conhecido como meteorização,
constitui um conjunto de processos físicos, químicos e
biológicos que ocasionam a desintegração das rochas.
II.A lateralização provoca o empobrecimento dos solos,
devido à retirada de minerais hidrossolúveis.
III.Ossolos aluviais, juntamente com os solos de origem
eólica, são autóctones.
IV.O massapé é originário da decomposição de solos
magmáticos, apresenta uma coloração avermelhada e é
fundamental para a cultura do café.
A alternativa que indica todas as afirmativas verdadeiras é
a,
a) I e II
b) I e III
c) II e III
d) II e IV
e) III e IV
74- Existem processos geomorfológicos que ocorrem
naturalmente em áreas tropicais de chuvas intensas
e topografia íngreme. São mais comuns quando
associados a uma urbanização densa e irregular.
Em cidades brasileiras como São Paulo, Rio de
Janeiro e Salvador, esses processos, são frequentes
e envolvem perdas de vidas humanas e de
habitações.
Os comentários anteriores referem-se ao processo de:
a) intemperismo físico.
b) erosão laminar.
c) assoreamento.
d) laterização.
e) escorregamento.
75- As rochas, antes de serem trabalhadas pela erosão,
são "preparadas" por um conjunto de reações
químicas ou fenômenos físicos, para a ação de
desgaste.
A essa fase que precede a erosão denominamos:
a) abrasão.
b) intemperismo.
c) orogênese.
d) evapotranspiração.
e) estratificação.
76- (UNICAMP) Solo é a camada superior da
superfície terrestre, onde se fixam as plantas, que
dependem de seu suporte físico, água e nutrientes.
Um perfil de solo é representado na figura abaixo.
Sobre o perfil apresentado é correto afirmar que:
a) O horizonte (ou camada) O corresponde ao acúmulo de
material orgânico que é gradualmente decomposto e
incorporado aos horizontes inferiores, acumulando-se nos
horizontes B e C.
b) O horizonte “A” apresenta muitos minerais não alterados
da rocha que deu origem ao solo, sendo normalmente o
horizonte
menos
fértil
do
perfil.
c) O horizonte C corresponde à transição entre solo e
rocha, apresentando, normalmente, em seu interior,
fragmentos
da
rocha
não
alterada.
d) O horizonte B apresenta baixo desenvolvimento do solo,
sendo um dos primeiros horizontes a se formar e o
horizonte com a menor fertilidade em relação aos outros
horizontes.
e) O horizonte C possui maior fertilidade que todos os
outros pela elevada quantidade de matéria orgânica
decomposta em sua composição.
77- (Modificada) As plataformas ou terrenos
cristalinos correspondem aos terrenos mais antigos
e arrasados por muitas fases de erosão.
Apresentam uma grande complexidade litológica
(rochosa), prevalecendo as rochas metamórficas
muito antigas (Pré-Cambriano Médio e Inferior).
Também ocorrem rochas intrusivas antigas e
resíduos de rochas sedimentares. São três as áreas
de plataforma de crátons no Brasil: a das Guianas,
a Sul-Amazônica e a do São Francisco.
ROSS, J.L.S. Geografia do Brasil. São Paulo: Edus, 1998.
As regiões cratônicas das Guianas e a Sul-Amazônica têm
como
arcabouço
geológico
vastas
extensões
deterrenoscristalinos, ricos em minérios, que atraíram a
ação de empresas nacionais e estrangeiras do setor de
mineração e destacam-se pela sua história geológica por,
a) apresentarem áreas de intrusões graníticas, ricas em
jazidas minerais (ferro, manganês, ouro).
b) correspondem ao principal evento geológico do
cenozoico no território brasileiro.
c) apresentam áreas arrasadas pela erosão, que originaram a
maior planície do país.
d) possuírem em sua extensão terrenos cristalinos ricos em
reservas de petróleo e gás natural.
e) serem esculpidas pela ação do intemperismo físico,
decorrente da variação de temperatura.
78- Sobre a região assinalada na figura abaixo, é
correto afirmar:
a) É uma das áreas de relevo mais acidentado no Brasil, o
que torna difícil a utilização de agricultura moderna na
região.
b) É basicamente constituída por rochas cristalinas, o que
justifica o relevo acidentado.
c) Devido às características pluviométricas dessa região, a
rede de drenagem é pouco densa, o que tem acarretado
problemas de abastecimento hídrico para cidades de porte
médio aí localizadas.
d) Nessa área, concentram-se as principais reservas de ferro
do Brasil.
e) Nessa área, estão presentes os basaltos que deram
origem a solos conhecidos como terra roxa.
79- Um dos principais objetivos de se dar continuidade
às pesquisas em erosão dos solos é o de procurar
resolver os problemas oriundos desse processo,
que, em última análise, geram uma série de
impactos ambientais. Além disso, para a adoção de
técnicas de conservação dos solos, é preciso
conhecer como a água executa seu trabalho de
remoção, transporte e deposição de sedimentos. A
erosão causa, quase sempre, uma série de
problemas ambientais, em nível local ou até
mesmo em grandes áreas.
GUERRA, A. J. T. Processos erosivos nas encostas. In:
GUERRA, A. J. T.; CUNHA, S. B. Geomorfologia: uma
atualização de bases e conceitos. Rio de Janeiro: Bertrand
Brasil, 2007 (adaptado).
A preservação do solo, principalmente em áreas de
encostas, pode ser uma solução para evitar catástrofes em
função da intensidade de fluxo hídrico. A prática humana
que segue no caminho contrário a essa solução é,
A) a aração.
B) o terraceamento.
C) o pousio.
D) a drenagem.
E) o desmatamento.
80- A formação dos solos é condicionada,
essencialmente, pelos climas. Neste contexto, os
solos zonais refletem este condicionamento. Com
base nessas informações, assinale a alternativa
correta.
a) Latossolo, podzólico, desértico e tundra são exemplos
de solos Zonais.
b) O solo aluvial constitui um dos melhores exemplos de
solos Zonais.
c) Os latossolos, que ocorrem na maior parte da Zona
Temperada, são solos típicos de climas quentes e úmidos ou
subúmidos.
d) Os latossolos são solos rasos das áreas tropicais,
submetidos à alternância entre estações chuvosas e secas,
portanto não enfrentam problemas de lixiviação.
e) Os podzólicos são constituídos por grãos finíssimos,
originários da fragmentação das rochas, durante as
glaciações quaternárias. Mantêm-se sem desmoronamentos,
em paredões verticais de até 150 metros.
81- ENEM
a) de clima temperado ocorrem alta pluviosidade e grande
profundidade de solos.
b) tropicais ocorre menor pluviosidade, o que se relaciona
com a menor profundidade das rochas inalteradas.
c) de latitudes em torno de 30° ocorrem as maiores
profundidades de solo, visto que ha maior umidade.
d) tropicais a profundidade do solo e menor, o que
evidencia menor intemperismo químico da água sobre as
rochas.
e) de menor latitude ocorrem as maiores precipitações,
assim como a maior profundidade dos solos.
82- Unicamp/2005 - adaptada (C-2) (H-6) O gráfico
a seguir indica, segundo as latitudes terrestres, as
principais características de formação do solo.
Com o auxílio do gráfico, julgue os itens com V
ou F:
1 - Quanto mais úmido o clima das regiões de
baixas latitudes, mais profundos são os solos,
devido, entre outros fatores, ao maior índice
pluviométrico;
2 - No domínio da Tundra, em médias latitudes, os
solos são pouco profundos, como pouca
concentração de argilas ao contrário das regiões
desérticas onde os solos são profundos com muita
argila;
3 - Nas regiões mais secas ocorrem grande
concentração de ferro e alumínio que favorece a
laterização dos solos;
4 - Nas áreas de desertos a queda da vegetação é
menor que nas áreas de florestas tropicais.
São corretos somente os itens:
a) 1 e 3
b) 2 e 4
c) 1 e 4
d) 2 e 3
e) 3 e 4
83- UFSM/2004 Analise a figura que correlaciona
latitude, temperatura, pluviosidade e profundidade
de alteração da rocha.
De acordo com a figura, é correto afirmar que,
a) quanto menores as latitudes e maiores os
valores da pluviosidade e da temperatura, mais
profunda é a alteração da rocha.
b) quanto maiores as latitudes e maiores os
valores da pluviosidade e da temperatura, menos
profunda é a alteração da rocha.
c) quanto menores as latitudes e menores os
valores da pluviosidade e da temperatura, maior é
a profundidade de alteração da rocha.
d) quanto menores a latitude e a pluviosidade e
maior a temperatura, mais profundamente a rocha
se altera.
e) quanto maiores a latitude e a temperatura e
menor a pluviosidade, menos profunda é a
alteração da rocha.
84- (IFG) [...] causado pela água das chuvas, tem
abrangência em quase toda a superfície terrestre,
em especial nas áreas com clima tropical, cujos
totais pluviométricos são bem mais elevados do
que em outras regiões do planeta. O processo
tende a se acelerar à medida que mais terras são
desmatadas [...] uma vez que os solos ficam
desprotegidos da cobertura vegetal e,
consequentemente, as chuvas incidem direto sobre
a superfície do terrenos.
GUERRA, A. J. T. Geomorfologia urbana. Rio de
Janeiro: Bertrand Brasil, 2011.
O texto descreve um processo que pode ser acelerado com:
a) a manutenção da vegetação.
b) a construção de curvas de nível.
c) o planejamento urbano e ambiental.
d) o aumento da matéria orgânica do solo.
e) a construção nas encostas de morros.
85- (UNIOESTE) No Brasil, em regiões tropicais
úmidas com relevo de encostas íngremes, ocorrem
rápidos movimentos de massa, os quais
desencadeiam problemas sociais e econômicos,
particularmente nas áreas urbanas. Esse fenômeno
é mais comum no verão, quando as chuvas são
abundantes, tornando o solo mais saturado. De
acordo com o exposto, considere as afirmativas
abaixo.
I - A topografia, o regime pluviométrico, a estrutura e a
espessura do manto de alteração, as atividades humanas e a
retirada da vegetação original são alguns dos fatores que
influenciam movimentos rápidos de massa.
II - Os movimentos de massa fazem parte da dinâmica
externa da crosta terrestre e são agentes que participam da
modelagem do relevo, independentemente da intervenção
humana.
III - Em algumas grandes cidades e regiões metropolitanas
brasileiras, é comum a ocupação das encostas de morros
pela população de baixa renda, a mais prejudicada pelos
efeitos socioambientais negativos dos movimentos rápidos
de massa.
IV - os movimentos de massa são analisados considerandose basicamente a natureza do material transportado (solo,
detritos ou rocha) e a velocidade do movimento, que varia
desde alguns centímetros por ano até mais de 5km por hora.
V - o deslizamento e corrida de lama são classificados
como movimentos rápidos de massa, desencadeados
principalmente pela declividade do terreno, a água e a
gravidade.
Assim, assinale a alternativa CORRETA.
a) Estão corretas as alternativas I, III e V.
b) Estão corretas as alternativas II, III, IV e V.
c) Está correta apenas a alternativa I.
d) Estão corretas todas as alternativas.
e) Estão corretas as alternativas I, II e IV.
86- (UFPR) Os escorregamentos, também conhecidos
como
deslizamentos,
são
processos
de
movimentos de massa envolvendo materiais que
recobrem as superfícies das vertentes ou encostas,
tais como solos, rochas e vegetação. Estes
processos estão presentes nas regiões montanhosas
e serranas em várias partes do mundo,
principalmente naquelas onde predominam climas
úmidos. No Brasil, são mais frequentes nas regiões
Sul, Sudeste e Nordeste.
(TOMINAGA, L.K. Escorregamentos. In.: Desastres
naturais: conhecer e prevenir. Cap. 9, p. 27-38. Org.:
TOMINAGA, L.K.; SANTORO, J. AMARAL, R. Instituto
Geológico, São Paulo, 2009).
Sobre esses processos, considere as seguintes afirmativas:
1. Os escorregamento consistem em importante processo
natural que atua na dinâmica das vertentes, fazendo parte da
evolução do relevo terrestre, principalmente nas regiões
serranas.
2. Nos grandes centros urbanos, os escorregamentos
assumem frequentemente proporções catastróficas, uma vez
que cortes nas encostas, depósitos de lixo, entre outras
ações promovidas pelo homem geram novas relações com
os fatores condicionantes naturais.
3. É necessário que o ser humano deixe de devastar as
florestas, impermeabilizar os solos e contaminar os rios
para que não mais ocorram os escorregamentos.
4. A origem vulcânica do relevo brasileiro gerou um
conjunto de serras propícias para os escorregamentos, que
acarretam grandes prejuízos e perdas significativas,
inclusive de vidas humanas.
Assinale a alternativa correta.
a) Somente as afirmativas 3 e 4 são verdadeiras.
b) Somente as afirmativas 1, 2 e 4 são verdadeiras.
c) Somente as afirmativas 1 e 2 são verdadeiras.
d) Somente as afirmativas 2 e 3 são verdadeiras.
e) As afirmativas 1, 2, 3 e 4 são verdadeiras.
87- (URCA) Analise os dois perfis de solo a seguir.
(ADAS, Melhem e ADAS, Sergio. Panorama Geográfico
do Brasil. São Paulo: Moderna. 2004.)
Identifique qual das assertivas traz informações corretas
sobre os perfis de solo.
a) O perfil II é típico do semiárido nordestino. Devido à
escassez de chuvas, a ação do intemperismo físico é
limitada, o que faz com que o intemperismo químico seja o
principal agente de formação do solo.
b) O perfil I é típico do semiárido nordestino. Devido à
escassez de chuvas, a ação do intemperismo químico é
limitada, o que faz com que o intemperismo físico seja o
principal agente de formação do solo. Em consequência,
o horizonte A é pouco profundo e se apóia diretamente
sobre a rocha-mãe.
c) O perfil I é típico das terras baixas amazônicas. Devido a
abundância de chuvas, a ação do intemperismo químico é
muito intensa, o que faz com que o intemperismo químico
seja o principal agente de formação do solo. Em
consequência, o horizonte A é muito profundo e se apoia
diretamente sobre rochas calcárias.
d) O perfil II é típico da Zona da Mata nordestina. Devido a
abundância de chuvas, a ação do intemperismo biológico é
muito intenso, o que faz com que seja rico em material
orgânico. Em consequência, o horizonte C é muito
profundo e rico em húmus.
e) O perfil I é típico do semiárido nordestino. Devido à
escassez de chuvas, a ação do intemperismo biológico é
limitada, o que faz com que o mesmo seja ácido, pedregoso
e salino.
88- (UFAL)
e) Movimentos de massa rápidos
90- (UNIMONTES) Para a atual proposta de
identificação das macrounidades do relevo
brasileiro, elaborada por Ross (1989), foram
fundamentais os trabalhos de Ab’Saber e os
relatórios e mapas produzidos pelo
Projeto Radambrasil. Ross passou a considerar
para o relevo brasileiro, conforme as suas origens,
as unidades de planaltos, depressões e planícies.
Adaptação: ROSS, J. L. S. Geografia do Brasil. São Paulo:
Edusp, 2005.
Quais as unidades do relevo brasileiro que, de acordo com a
gênese, segundo Ross, são resultantes de deposição de
sedimentos recentes de origem marinha, lacustre ou fluvial?
Disponível em: http://www.botanic.com.br. Acesso em:
08/12/2013
A imagem mostra um dos maiores problemas da atualidade,
a perda de solo devido à ocupação irregular ou o mau
aproveitamento da terra. O processo de destruição do solo
mostrado na figura, uma vez iniciado, não tem retorno, há
medidas para conter seu avanço, mas não há garantias de
recuperação da fertilidade perdida. Esses buracos são
chamados de
a) deslizamento.
b) voçoroca.
c) afundamento.
d) assoreamento.
e) lixiviação.
89- (UPE) Observa-se, na figura a seguir, um
problema ambiental que decorre, indiretamente e
sobretudo, das ações antrópicas sobre a natureza.
Examine a fotografia e depois assinale a
alternativa que apresenta esse problema.
a) Formação de voçorocas
b) Assoreamento
c) Lixiviação dos latossolos
d) Laterização de leito fluvial
a) Planícies.
b) Depressões.
c) Planaltos cristalinos.
d) Planaltos orogenéticos.
91- (IFMT) “A erosão acelerada não é uma coisa nova,
ela acompanha a agricultura desde o seu início, há
4.000 ou 5.000 anos a.C., nos vales do Eufrates,
Tigre e Nilo, onde, presume-se, tenha sido o berço
da agricultura.”
(CONCIANI, Wilson. Processos erosivos: conceitos e
ações de controle. Cuiabá: Editora Cefet-MT, 2008. p. 11.)
Mesmo que a erosão seja um acontecimento antigo, como
citado acima, o tema é sempre atual, trazendo muitos
transtornos para as zonas rural e urbana. Sobre a erosão,
suas causas e consequências, é correto afirmar que:
a) é caracterizada pela destruição e transformação de rochas
pela ação de agentes que modelam a superfície terrestre,
através dos fatores endógenos (clima, rios, correntes
marítimas, enxurradas) e de fatores exógenos (animais,
homens e vulcanismos).
b) nas encostas, as águas superficiais escorrem e formam as
ravinas ou voçorocas com sulcos laterais inclinados,
entretanto só provocam efeitos na superfície dos solos e são
facilmente controladas pela ação antrópica.
c) é parte do processo de degradação do solo, provocando o
acúmulo de metais pesados, lixiviação e diminuição de
nutrientes; só ocorre com a intervenção do homem,
tornando-se um dos mais sérios problemas ecológicos do
planeta.
d) a ação do intemperismo físico e químico e das cheias e
inundações compensam o material retirado pela erosão,
com formações de cordões arenosos e praias nos rios e no
litoral.
e) a ação da água como agente de erosão depende da
quantidade que cai sobre o solo e da maior ou menor
capacidade de infiltração que este solo oferece. A erosão
provocada pelo escoamento superficial recebe o nome de
erosão laminar ou em lençol.
92- (UFRN) Um agricultor adquiriu dez hectares de
terra para práticas agrícolas. A propriedade,
atravessada por um rio perene, apresenta solos de
boa fertilidade. Todavia, predomina um relevo de
médias altitudes com declividade acentuada.
Preocupado com a conservação do solo, o
agricultor consultou um engenheiro agrônomo.
Este recomendou arar e semear o solo seguindo as
cotas altimétricas do relevo, o que reduz a
velocidade do escoamento superficial da água, os
processos erosivos e a perda de solo agricultável.
A técnica de conservação do solo recomendada
pelo engenheiro agrônomo denomina-se
a) curvas de nível.
b) terraceamento.
c) associação de culturas.
d) reflorestamento.
93- (UECE) Tratando-se das condições geoambientais
e da ocupação do semiárido brasileiro, pode-se
afirmar que a desertificação é um processo que
conduz à degradação irreversível dos solos e dos
demais recursos naturais renováveis.
Sobre o processo em pauta, assinale a opção que
contém a afirmação falsa.
a) A desertificação tem afetado, principalmente, a
área extensivamente recoberta por caatinga em
solos rasos de tipos variados.
b) Com a expansão do processo de desertificação,
tem ocorrido a desorganização dos sistemas
produtivos como a agropecuária e o extrativismo
vegetal.
c) A desertificação tem afetado,
indistintamente, todos os grandes domínios
naturais do Nordeste brasileiro.
d) A desertificação é própria dos climas secos,
semiáridos e subúmidos secos.
GABARITO: SOLOS
58.
59.
60.
61.
62.
63.
64.
65.
E
B
C
D
D
E
A
A
66.
67.
68.
69.
70.
71.
72.
73.
74.
75.
76.
77.
78.
79.
80.
81.
82.
83.
84.
85.
86.
87.
88.
89.
90.
91.
92.
93.
A
A
B
D
E
D
B
A
E
B
C
A
E
E
A
E
C
A
E
D
C
B
B
B
A
E
A
C
CATEGORIAS GEOGRÁFICAS
94- Qual o objeto de estudo da Geografia?
A). Interpretação de Mapas.
B). Descrição dos Lugares.
C). Observação da Paisagem.
D). Estudo do Espaço Geográfico.
E). Saber todos os nomes de países e capitais.
95- Assinale a opção INCORRETA em relação às
características da Paisagem:
a) As paisagens representam apenas elementos naturais
de um determinado lugar.
b) A Paisagem é tudo o que os nossos olhos veem de um
determinado local.
c) As paisagens mudam.
d) As paisagens podem ser bonitas ou feias.
96- Assinale a opção INCORRETA em relação as
características do Espaço Geográfico:
a) Espaço geográfico é que predominam os aspectos
originais da natureza.
b) Lugar é a parte do espaço geográfico onde vivemos e
interagimos com a paisagem.
c) O espaço geográfico é a natureza transformada pelos
seres humanos, por meio de seu trabalho ao longo da
história.
d) Para entendermos o espaço geográfico faz-se necessário
compreender a sociedade que o criou e continua a
transformá-lo ao longo do tempo.
97- O que significa estudar geograficamente o mundo
ou parte do mundo? A Geografia se propõe a algo
mais que descrever paisagens, pois a simples
descrição não nos fornece elementos suficientes
para uma compreensão global daquilo que
pretendemos conhecer geograficamente. As
paisagens que vemos são apenas manifestações
aparentes de relações estabelecidas (...) (Pereira,
Santos e Carvalho - "Geografia - Ciência do
Espaço")
Sobre o conceito geográfico de paisagem é INCORRETO
afirmar que:
a) as paisagens que vemos são as manifestações físicas dos
movimentos da natureza; e o elemento determinante das
paisagens de hoje é a sociedade humana.
b) as paisagens resultam da complexa relação dos homens
entre si e desses com todos os elementos da natureza.
c) o estudo da Geografia deve responder por que a
paisagem que vemos é tal qual se apresenta.
d) a Geografia tem na paisagem a mera aparência: a
descrição da paisagem não é suficiente para o entendimento
do espaço.
e) paisagens, em diferentes lugares, nunca fazem parte
de um mesmo espaço, mesmo que sejam integradas no
mesmo processo.
98- Observe as figuras adiante, que representam o uso
do espaço de uma cidade em dois momentos
distintos:
99- "O estudo do meio era o ponto de partida da
pesquisa geográfica. Era preciso observar o
movimento de seus elementos, suas funções e
limites (...). O meio está, contudo sujeito a uma
força poderosa: a ação humana. Como os
elementos do meio, o homem age sobre seu meio
ambiente ao mesmo tempo que sofre sua ação."
(GOMES, Paulo César Costa. "Geografia e Modernidade".
Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 1996)
Assinale a alternativa que indica, corretamente, a escola do
pensamento geográfico e seu precursor, de acordo com o
enunciado acima citado.
a) Possibilismo - Paul Vidal de La Blache
b) Geografia Regional - Alexander Humboldt
c) Determinismo Ambiental - Friedrich Ratzel
d) Humanismo - Eric Dardel
100Leia com
transcritos a seguir:
atenção
os
dois
textos
Texto - 1
O homem transforma o meio, mas essa transformação está
na razão direta de seu equipamento mental e material.
Como agente da vida econômica, e também agente da
organização do espaço geográfico. O espaço será melhor
organizado se a sociedade estiver melhor organizada nos
diferentes níveis que envolvem a vida humana.
(Melhen Adas)
Texto - 2
(SOUZA, Marcelo José Lopes. O território: sobre espaço e
poder, autonomia e desenvolvimento. In: CASTRO, I. E.
de; CORRÊA, R. L.; GOMES, P. C. da C. (Org.).
"Geografia: conceitos e temas". Rio de Janeiro: Bertrand
Brasil, 2001.)
O uso e a apropriação de determinados espaços pelos
agentes sociais definem fronteiras que são determinadas por
relações de poder. Tal processo estabelece uma ordem
espacial, em que um grupo exerce poder sobre o espaço.
Assinale o conceito geográfico que está relacionado às
práticas espaciais expressas nas figuras acima:
a) Região.
b) Paisagem.
c) Lugar.
d) Território.
e) Ambiente.
A preocupação central da Geografia é a relação da natureza
com a sociedade e vice-versa. Nos diversos continentes, os
elementos do quadro natural exercem um papel destacado
na organização do espaço, representando, quase sempre, um
óbice ao desenvolvimento. Vê-se assim que o crescimento
econômico de um país é uma decorrência direta das
condições favoráveis da natureza.
Com relação a esses dois textos, podemos dizer que:
A) ambos são marxistas, assumindo uma posição defensora
da Geografia Crítica.
B) o primeiro texto revela claramente uma posição
determinista na análise do homem como agente
modificador do espaço.
C) ambos são textos que defendem o malthusianismo.
D) o primeiro texto pode ser considerado possibilista e o
segundo, determinista.
E) ambos defendem a grande submissão do homem à
natureza.
101A teoria determinista teve forte influência
da teoria evolucionista de Darwin. Escolha a
alternativa que apresenta, corretamente, um
princípio
do
determinismo
geográfico
fundamentado na teoria da evolução.
a) As pessoas podem atuar no meio natural, gerando
modificações e determinando seu desenvolvimento.
b) A construção do espaço nas diferentes sociedades
depende das interações entre elementos sociais, culturais,
físicos e biológicos.
c) As condições ambientais, em especial o clima, são
capazes de influenciar o desenvolvimento intelectual e
cultural das pessoas.
d) Os grupos humanos devem crescer em seus próprios
territórios. Não deve haver deslocamentos, uma vez que o
homem é um elemento da paisagem.
e) A relação entre a sociedade, o trabalho e a natureza é
fundamental na apropriação dos recursos e na produção de
espaços diferenciados.
102Assinale a opção CORRETA em relação
ao conceito de Paisagem.
(A). Paisagem representa o que ouvimos de um
determinado lugar.
(B). Paisagem é uma fotografia de um lugar só com
características naturais.
(C). Paisagem é o que vemos e observamos de um lugar.
(D). Paisagem geográfica é apenas um quadro bonito de um
lugar.
(E). Paisagem representa apenas os aspectos sociais e
humanizados de um determinado lugar.
103Leia o fragmento da música, e assinale a
opção VERDADEIRA referente à categoria
geográfica utilizada:
SAMBA DO AVIÃO
Composição: Antônio Carlos Jobim
Eparrê
Aroeira beira de mar
[...]
Vejo o Rio de Janeiro
Estou morrendo de saudades
Rio, seu mar
Praia sem fim
[...]
Este samba é só porque
Rio, eu gosto de você
A morena vai sambar
Seu corpo todo balançar
[...]
Aperte o cinto, vamos chegar
Água brilhando, olha a pista chegando
E vamos nós
Pousar...
A). CARTOGRAFIA, o trecho da música citada mostra
aspectos visuais do espaço geográfico que podemos
representar em mapas.
B). ESPAÇO GEOGRAFICO, pois a composição mostra
aspectos do Universo que vivemos, ou seja, nosso Espaço
Sideral.
C). PAISAGEM, a partir da dimensão do perceptível,
que é delimitado pela visão, o compositor descreve o seu
lugar.
D). REGIÃO, os recortes espaciais abordados na canção
trazem implícita a ideia de particularidade e agrupa
elementos semelhantes entre si.
E). TERRITÓRIO, pois na composição, o autor aborda as
territorialidades disputadas por grupos sociais diferentes.
104A partir do conceito de REGIÃO, assinale
a opção CORRETA:
(A). O Conceito de Região na Geografia refere-se à porção
do espaço que agrupa elementos diferentes.
(B). Por regionalização pode-se entender a divisão de um
grande espaço em regiões, sem nenhum critério
anteriormente estabelecido.
(C). Para estudar todos os países do mundo não precisamos
regionalizar as informações, podemos estudar todos os
dados geográficos juntos.
(D). O conceito de região é menor que a escala local, e
maior que a escala nacional.
(E). Cada região se diferencia das outras por apresentar
particularidades próprias, ou seja, semelhança entre
seus elementos.
105Leia o trecho da música Paisagem da
janela, de Beto Guedes, e responda ao que se pede:
Da janela lateral do quarto de dormir
Vejo uma igreja um sinal de glória
Vejo um muro branco e no voo um pássaro
Vejo uma grade e um velho sinal.
Mensageiro natural, de coisas naturais
Quando eu falava dessas cores mórbidas
Quando eu falava desses homens sórdidos
Quando eu falava deste temporal...
De acordo com o trecho da música, assinale a alternativa
que contém apenas elementos culturais.
a) “...no voo um pássaro...”
b) “...Vejo uma igreja um sinal de glória...”
c) “...de coisas naturais...”
d) “...Quando eu falava dessas cores mórbidas...”
e) “...Quando eu falava deste temporal...”
106Qual é a ideologia da corrente
determinista:
a) O homem é dependente dos aspectos e fenômenos
naturais, não sendo capaz de superá-los.
b) O homem não é dependente dos aspectos e fenômenos
naturais.
c) Que o homem que habitam as regiões mais quentes são
mais inteligentes do que os das áreas mais frias.
d)Que o homem consegue prever e evitar os fenômenos
naturais(ex: terremoto)
107Qual é a ideologia da corrente do
possibilismo:
a) O homem é dependente dos aspectos e fenômenos
naturais, não sendo capaz de superá-los.
b) O homem não consegue transformar a natureza para o
seu próprio benefício.
c) O homem tem as condições necessárias para se
adaptar à natureza e transformá-la para o seu próprio
benefício.
d) Que o homem que habitam as regiões mais quentes são
mais inteligentes do que os das áreas mais frias.
108(UFCE) O conhecimento geográfico,
assim como o de outras ciências, pode servir como
suporte à ação do Estado e de grupos econômicos
na organização ou dominação dos espaços.
A escola geográfica que mais serviu como
justificativa ao colonialismo é denominada:
a) crítica;
b) teorética;
c) racionalista;
d) possibilista;
e) determinista.
109(UFP 2003) "Nos últimos anos, a ciência
geográfica tem passado por grandes mudanças
conceituais e metodológicas. Esse processo
evolutivo, hoje, já nos fornece a idéia de que a
Geografia, busca a partir das relações entre os
homens e destes com a natureza no decorrer dos
tempos, a explicação da organização do espaço."
Com relação a introdução à Geografia, seus métodos,
concepções, princípios e evolução, analise as frases abaixo
e coloque V nas verdadeiras e F nas falsas
( ) O espaço geográfico nada mais é do que a paisagem em
sua totalidade – a configuração territorial - , acrescida da
sociedade
( ) . O princípio da causalidade é a própria lei de causa e
efeito, característica de todas as ciências. O princípio da
causalidade foi defendido, em Geografia, por Humboldt.
( ) Friedrick Ratzel, defendeu o possibilismo geográfico.
( ) O determinismo é um princípio radical e fatalista,
empregado eventualmente em algumas situações, porém,
não sempre e nem em todas.
( ) Estudar geograficamente o mundo é essencialmente
investigar a dinâmica social que está por trás das paisagens
ou formas espaciais.
A seqüência, de cima para baixo, é:
a)
b)
c)
d)
F, V, V, V, V
V, F, F, V, F
V , V, F, V, V
F, F, V, F, F
110(UFC- 2004)"A geografia conheceu, num
passado recente, um movimento vigoroso
de renovação teórica, que exercitou com
radicalidade a crítica às perspectivas tradicionais e
introduziu novas orientações metodológicas no
horizonte de investigação dessa ciência."
Analise as alternativas abaixo que tratam das concepções,
escolas e evolução da Geografia.
I. Sendo a Geografia uma ciência de transformação e
elaboração do espaço, a mesma faz uma interconexão entre
o espaço da produção, circulação e idéias no decorrer do
tempo histórico.
II. A principal mudança no ensino da geografia é a
passagem, que ainda ocorre, de uma geografia tradicional e
descritiva voltada para a memorização, para uma geografia
crítica preocupada com o raciocínio e o espírito crítico do
aluno.
III. O principal livro de Friedrich Ratzel, denomina-se
Antropogeografia – fundamentos da aplicação da Geografia
à História; pode-se dizer que esta obra funda a Geografia
Humana. Nela, Ratzel definiu o objeto geográfico como o
estudo da influência que as condições naturais exercem
sobre a humanidade.
IV. Vidal de La Blache criou uma doutrina, o Possibilismo,
e fundou a escola francesa de Geografia. E, mais, trouxe
para a França o eixo da discussão geográfica, situação que
se manteve durante todo o primeiro quartel do século XX.
Estão corretos:
A. somente o item IV
B. somente os itens I e III
C. todos os itens
D. somente os itens II e IV
111(UFPA 2004)Numa alusão aos princípios
metodológicos da Geografia, podemos afirmar que
o princípio em que o geógrafo compara as
características da área estudada com a de outras
regiões da Terra, estabelecendo as semelhanças e
as diferenças é o:
(A) princípio da analogia, formulado por Karl Ritter e
Vidal de la Blache.
(B) princípio da extensão, formulado por Frederico Ratzel.
(C) princípio da atividade, formulado por Jean Brunhes.
(D) princípio da causalidade, formulado por Alexandre de
Humboldt.
112(UFC-2005) Houve teorias que
procuravam explicar, a partir dos fatores
naturais, principalmente o clima, desigualdades
sociais e econômicas entre os povos. Essa
interpretação, bastante cômoda, é fruto de uma
escola que pode sercaracterizada como:
A. pragmática
B. evolucionista
C. possibilista
D. determinista
113A Geografia chamada Antiga, ou
Nomenclatura, ou dos Viajantes, existiu até o
século XVIII, mas não era uma ciência. Foi no
século XIX, que graças às contribuições
das escolas geográficas da Alemanha e da França,
que a Geografia tornou-se uma ciência. Analise as
afirmativas que tratam sobre os princípios e as
escolas geográficas e coloque V nas frases
verdadeiras e F nas frases falsas.
115(Ufpe) Vamos supor que um determinado
pesquisador escreveu o seguinte texto sobre a
Amazônia brasileira.
“A Amazônia brasileira, uma das principais
regiões do País, está fadada ao
subdesenvolvimento. O distanciamento físico entre
ela e as demais regiões e as condições naturais
extremamente adversas impedem ou dificultam
consideravelmente qualquer tentativa
governamental de promover o crescimento
econômico regional. É praticamente impossível
pensar em desenvolvimento num espaço
geográfico caracterizado por um clima com
elevadas temperaturas médias mensais, uma
umidade relativa do ar excessiva e solos bastante
lixiviados.”
Esse pesquisador está defendendo idéias que
podem ser consideradas como nitidamente:
a) marxistas.
b) possibilistas.
( ) Segundo o princípio da causalidade, o geógrafo só
realiza a Geografia plenamente como ciência quando
demonstra, comprove e explica o fenômeno estudado,
evidenciando suas causas e conseqüências .
( ) Fazer analogia, em Geografia, é generalizar conclusões
tirando as leis da Geografia Geral, é comparar acidentes ou
fenômenos geográficos e também classificar grandezas dos
acidentes ou fenômenos comparados.
( ) Frederico Ratzel admitiu o determinismo geográfico no
relacionamento do meiocom o homem, como se o meio
fosse a causa e o homem a conseqüência. Para Ratzel, o
homem é um produto do meio em que vive,
subordinado, condicionado e fatalizado pelos imperativos
fatores do meio natural.
( ) Paul Vidal de La Blache, defensor do princípio
de extensão e do determinismogeográfico, é considerado o
Pai da Antropogeografia.
A seqüência correta, de cima para baixo, é:
c) neo-liberais.
d) neo-malthusianas.
e) deterministas.
116- Sobre a ciência geográfica é correto afirmar:
a) A paisagem geográfica é formada pelo conjunto de
elementos naturais e culturais e suas relações.
b) Muitos progressos, que dariam início à ciência
geográfica, surgiram somente após a Era Cristã.
c) Em nosso mundo ocorrem poucas mudanças que são
estudadas pela Geografia.
d) A paisagem natural é composta apenas de elementos
culturais.
117-
Sobre o conceito geográfico é correto
afirmar:
a) as paisagens que vemos são as manifestações
A. V, V, F, F
B. V, V, V, F
C. F, V, F, V
D. F, F, V, V
114“Apesar de o homem receber influências
do meio onde vive, ele é capaz de modificá-lo e
adaptá-lo às sua necessidades”.
físicas dos movimentos da natureza; e o elemento
menos determinante das paisagens de hoje é a
sociedade humana.
b) as paisagens resultam da complexa relação
dos homens entre si e desses com todos os
elementos da natureza.
c) o estudo da Geografia não deve responder por
que a paisagem que vemos é tal qual se apresenta.
Esta afirmação está de acordo com a teoria:
d) a Geografia tem, na paisagem, a mera
aparência: a descrição da paisagem não é
A) determinista.
B) possibilista.
C) malthusiana.
D) mais-valia.
suficiente para o entendimento do espaço.
e) paisagens, em diferentes lugares, nunca fazem
parte de um mesmo espaço, mesmo que sejam
c) Geografia Quantitativa
integradas no mesmo processo.
d) Determinismo
e) Crítica
118-
A partir da citação de E. Huntington : “Os
climas temperados são excelentes para a
civilização… o calor excessivo, debilita… e o frio
excessivo, estupidifica”, pode-se ter idéia da
concepção do pensamento geográfico:
a) geopolítico
b) crítico
c) possibilista
d) determinista
119-
(U.Católica-GO, modificada) Estudar
geograficamente o mundo ou parte do mundo é ir
além da simples descrição da paisagem, pois esta
não nos fornece elementos suficientes para uma
compreensão global daquilo que pretendemos
conhecer geograficamente.
Quanto à colocação acima, assinale a afirmação
INCORRETA:
a) Por trás de toda paisagem existe uma dinâmica particular
que a determina, que a constrói, que a mantém com
determinada aparência.
b) Qualquer investigação, de fato geográfica, acerca do
mundo, deve propor-se a investigar, principalmente, o
modo pelo qual a sociedade produz o espaço geográfico.
c) É na idéia que os homens fazem das coisas, nas suas
formas de viver, de morar, de se divertir e nos seus
movimentos ou nos de seus produtos, que encontramos o
sentido conferido pelas dinâmicas sociais aos espaços
geográficos.
d) Em cada período da história da humanidade, em
cada canto do mundo, encontram-se diversas sociedades
produzindo espaços geográficos iguais, devido às
semelhantes formas de produzir, consumir e pensar que
tais sociedades estruturaram para sobreviver.
e) Hoje, é possível perceber a presença do mundo quase
inteiro em cada recanto da Terra, já que as fronteiras dos
países não são limites intransponíveis para a imposição de
idéias e ritmos da moderna sociedade industrial.
120A seca, no sertão nordestino, é um
problema climático, mas a agricultura pode ser
desenvolvida através da transposição de águas de
rios, perfurações de poços e construção de canais.
Essa visão corresponde a idéia de qual corrente?
a) Geografia da Percepção
b) Possibilismo
GABARITO: CATEGORIAS GEOGRÁFICAS
94. D
95. A
96. A
97. E
98. D
99. A
100. D
101. C
102. C
103. C
104. E
105. B
106. A
107. C
108. D
109. C
110. C
111. A
112. D
113. B
114. B
115. E
116. A
117. B
118. D
119. D
120. B

APOSTILA_1º ANO_IV CMPM_AUREA BRAGA2016