O LADO BOM DA REDE VIRTUAL PARA CRIANÇAS E
ADOLESCENTES.
Quando o assunto é a internet, os pais só ouvem falar em riscos, perigos, pedofilia, mas
não é bem assim. A rede virtual também tem seu lado bom. Claro que é preciso ter
cuidado para proteger os filhos. Mas, se for bem orientado, seu uso traz ganhos. A internet
oferece boas oportunidades para crianças e adolescentes.
Mais da metade das crianças de 5 a 9 anos usa computador, sendo que uma a cada três
crianças dessa idade usa redes sociais. No entanto, quase metade das crianças tem
acesso à internet sozinha, sem monitoramento.
Por mais que se pareça um “parque de diversões", você nunca deve deixar a criança
sozinha num parque imenso. É preciso estar ao lado dela, orientando e protegendo, mas
estimulando sua diversão e desenvolvimento.
Hoje, as crianças já nascem dominando mais o computador do que os próprios pais. É
interessante, ao comprar um computador, os pais darem uma olhada com a criança e
tentar aprender junto. Dar abertura para a criança ensinar também e para que conte
sempre suas descobertas e novidades, tornando-a mais próxima.
OS BENEFÍCIOS DA INTERNET PARA A CRIANÇA, CONFORME SUA IDADE:
Até 5 anos:
- As crianças ganham rapidez de raciocínio, principalmente com os joguinhos.
- Melhora na capacidade de aprendizado.
- Agilidade.
- Coordenação motora.
- As crianças podem aprender mais rápido os números e as letras.
De 6 a 10 anos:
- Aproximação maior com os pais, desde que estejam ao seu lado na hora de fazer
pesquisas.
- Reforço dos laços de afeto com parentes ou amigos distantes por meio das redes
sociais.
- Estímulo a relacionamentos afetivos e sociais, por ser mais fácil para fazer
amizades.
A partir dos 10 anos:
- Criar responsabilidade por seus atos, afinal, o que ele diz hoje na internet ficará lá
para sempre.
- Redução da timidez. É mais fácil fazer amigos virtualmente e se comunicar com
colegas de escola. O que não pode é fazer só esse tipo de contato, mas equilibrálo com as vivências reais.
Na adolescência:
- Aprender a respeitar as diferenças.
- Fortalecer as relações sociais ou profissionais.
- Obter informação para fazer escolhas (como procurar uma profissão, fazer cursos
e até amigos).
COMO CUIDADO NUNCA É DEMAIS, SEGUE 5 DICAS PARA EVITAR
ABORRECIMENTOS:
1. Estipule um horário limite - O ideal é que seu filho não fique mais do que duas horas
por dia no computador. "Ele tem de estudar, brincar, fazer deveres de casa. Esse tempo é
o máximo indicado", diz o especialista.
2. Intercale atividades - A internet é muito interessante, mas não pode substituir o
esporte, as brincadeiras de quintal e outras atividades da vida.
3. Navegue com as crianças - Ao criar esse hábito de navegação conjunta, vai ser
natural que seu filho procure sua ajuda sempre que se sentir ameaçado ou tiver alguma
dúvida sobre algo na internet.
4. Cuidados com lan houses - Além de ser um ambiente que muitas vezes não é
saudável, nas lan houses os sites estão liberados e seu filho pode ter acesso à pornografia
e à violência.
5. Informe a criança, não a persiga - Os programas espiões, que mostram o que a
criança está fazendo na internet, não são a única maneira de protegê-la. Os pais devem
bloquear sites mais agressivos ou com pornografia, mas o programa espião não é um
controle educativo. Oriente a criança para que ela mesma aprenda a se proteger.

O lado bom da Internet para Crianças e Adolescentes

internet