EDS-2010 International Conference on Education for Sustainable Development
Regional Centre of Expertise – RCE CRIE Curitiba – UFPR – UTFPR – PUC-PR - Sistema FIEPR
May, 2010
Curitiba, Brazil
TRABALHANDO ASTRONOMIA COM O ENSINO FUNDAMENTAL
Alexssandro Claudino da Silva, miljcovic@gmail.com, Emerson Joucoski, joucoski@ufpr.br, Serbena
,A.L., alserbena@gmail.com, Reis ,R.A. reisra@gmail.com, Serrato, R.V., Vassoler@hotmail.com
Universidade Federal do Paraná setor Litoral
Palavras-chave: Astronomia, educação diferenciada.
Introdução
No Laboratório Móvel de Educação Cientifica
da Universidade Federal do Paraná setor Litoral
todas as linhas de ação visam divulgar a ciência,
sendo que uma destas linhas é a Astronomia.
Relatamos como a oficina de Astronomia é
trabalhada com alunos do ensino fundamental do
quarto ciclo e as ferramentas utilizadas para essa
atividade, visando principalmente um trabalho
diferenciado, com aulas teóricas-práticas.
Resultados e Discussão
No projeto Laboratório Móvel de Educação
Cientifica, da UFPR – Litoral a oficina aqui relatada
tem como objetivo divulgar aos estudantes os
conhecimentos de Astronomia. Uma das atividades
desenvolvidas para atingir essa meta é o trabalho
com as escolas onde os bolsistas estagiários
desenvolvem oficinas visando trabalhar com um
método diferenciado. O trabalho vem sendo
realizado com alunos do ensino fundamental do
quarto ciclo.
Trabalhamos com temas levantados pelos alunos,
assim podemos perceber durante as aulas um
grande interesse. Outra ferramenta que utilizamos
para sair do método tradicional são algumas aulas
praticas após as teóricas, em todos os encontros
utilizamos vídeos sobre o assunto que foi abordado
durante aula, assim os alunos podem melhor fixar e
visualizar o que foi ensinado pelos professores.
Além dessas ferramentas utilizamos
materiais didáticos criados pelos estagiários tendo
assim mais uma ferramenta de ensino. Os
estudantes colocaram a “mão na massa”
construindo planetas do Sistema Solar em escala,
com esse material os alunos perceberam a
diferença existente entre os planetas do Sistema
Solar. Com esse material também explicamos as
características de cada planeta, como por exemplo,
as linhas e cores existentes em cada um, o que os
torna muito importantíssimos durante as aulas.
Outro material desenvolvido é um representador de
galáxias chamado “Universo Hipotético”: um pedaço
de elástico “sorinho” com bolas de isopor fixas e que
representam as galáxias. Com ele podemos simular
as diferenças de distanciamentos que ocorrem no
universo entre as galáxias, outra característica
desse material são os desenhos das galáxias, pois
cada bolinha conta com um tipo de galáxia. Assim
podemos ter noção de como as galáxias se formam
e se distanciam a medida que o universo expande
Ainda em desenvolvimento, e a ser usado na
oficina, há um calendário de chuva de meteoros e
um
jogo
de
cartas
estilo
supertrunfo.
A criação desses materiais não é realizada
pelos estagiários e a idéia é fazer com que os
alunos desenvolvam no decorrer das aulas
materiais didáticos, assim poderemos observar o
grau de aprendizado dos alunos durante esse
tempo.
Outra forma de aplicarmos a Astronomia de
uma forma que seja compreendida pelos alunos é
sempre estarmos a cada encontro relembrando o
que ocorreu nas aulas anteriores, com esse método
podemos saber quais alunos precisam de uma
maior atenção, pois assim podemos sentar e
conversar com eles para ver quais são os
problemas que eles estão encontrando para
aprender e principalmente interagir com outros
colegas.
Através desse método pretendemos ensinar
a Astronomia de uma forma de fácil compreensão e
de uma forma agradável.
Conclusões
Através desse método diferenciado de
ensino podemos perceber a diferença no
aprendizado dos alunos e a quantidade de
informações que eles absorvem é ótima, além disso
a participação nas aulas também cresceu muito
desde os primeiros encontros. Também temos que
ressaltar as dificuldades encontradas por alguns
para se adaptarem e aprender o que está sendo
abordado, por isso utilizamos esse método onde a
aula é realizada através daquilo que os alunos
querem
aprender.
O resultado é satisfatório já que assim
conseguimos atingir nosso objetivo que é transmitir
o os conhecimentos de Astronomia.
____________________
INPE curso de Astronomia básica, Introdução a Astronomia e
Astrofisica -INPE- Instituto Nacional de Pesquisas espaciais
Astronomia e Fisíca UFRGS -Os Planetas do Sistema Solar
(http://astro.if.ufrgs.br/planetas/planetas.htm ).
EDS-2010 International Conference on Education for Sustainable Development
Regional Centre of Expertise – RCE CRIE Curitiba – UFPR – UTFPR – PUC-PR - Sistema FIEPR
May, 2010
Curitiba, Brazil
WORKING ASTRONOMY WITH ELEMENTARY SCHOOL
Alexssandro Claudino da Silva, miljcovic@gmail.com, Emerson Joucoski, joucoski@ufpr.br, Serbena
,A.L., alserbena@gmail.com, Reis ,R.A. reisra@gmail.com, Serrato, R.V., Vassoler@hotmail.com
University Federal of Paraná – Coastal Sector
Keywords: astronomy, differentiated education
Introduction
In the Mobile Laboratory for Science
Education, Federal University of Parana sector
Seaside all lines of action to disseminate science,
and one of these lines is to Astronomy. We describe
how the workshop of astronomy is worked with
elementary school students in the fourth cycle and
the tools used for this activity, mainly targeting a
unique work, with lectures and practical.
Results and Discussions
In the design of Mobile Science Education
Laboratory, UFPR - Seaside workshop reported
here aims to disseminate knowledge to students of
astronomy. One of the activities undertaken to
achieve this goal is working with the schools where
the scholars trainees develop workshops aimed at
working with a different method. The work has been
performed with elementary school students in the
fourth cycle
We work with issues raised by the students,
so we can see in class a great interest. Another tool
we use to leave the traditional practices are some
lessons after the theoretical, in all encounters use
videos on the subject that was discussed during
class, so students can better determine and
visualize what was taught by teachers.
In addition to these tools use instructional
materials created by the trainees and thus more a
teaching tool. Students put the "hands on" building
planets of the Solar System scale, with the material
the students noticed the difference between the
planets of the Solar System. With this material also
explained the characteristics of each planet, such as
lines and colors in each one, which makes them
very very important during the lessons. Other
material developed is an impersonator of galaxies
called "Hypothetical Universe": a piece of elastic
"sorinho" Styrofoam balls with fixed and represent
the galaxies. With it we can simulate the differences
in distances that occur between galaxies in the
universe, another characteristic of this material are
the designs of the galaxies, since each ball has a
type of galaxy. Thus we have an idea of how
galaxies form and move away to as the universe
expands Still in development, and to be used in the
workshop, there is a timetable for the meteor shower
and
a
card
game
style
supertrunfo.
The creation of these materials is not performed by
the trainees and the idea is that students develop
during classes teaching materials, so we can
observe the degree of student learning during that
time.
Another way to apply the science of astronomy in a
way that is understood by the students is that we are
always reminding each encounter which occurred in
previous classes, with this method we know which
students need more attention, so that we can sit and
talk with them to see what problems they are finding
to learn and interact mainly with other colleagues.
Through this method we intend to teach astronomy
in an easy to understand and in a nice way.
Conclusions
Differentiated by this method of teaching we can see
the difference in student learning and the amount of
information they absorb is great, in addition to
classroom participation also has increased sharply
since the first meetings. We must also highlight the
difficulties encountered by some to adapt and learn
what is being discussed, so we use this method
where the class is done through what the students
want to learn.
The result is satisfactory as that is what we have
achieved our objective which is to transmit the
knowledge of Astronomy.
____________________
INPE curso de Astronomia básica, Introdução a Astronomia e
Astrofisica -INPE- Instituto Nacional de Pesquisas espaciais
Astronomia e Fisíca UFRGS -Os Planetas do Sistema Solar
(http://astro.if.ufrgs.br/planetas/planetas.htm ).
Download

trabalhando astronomia com o ensino fundamental