Adicionando
amigos
lh
ju
An
o
/Y
ea
n° r 10
o/ 1
9
20 july
14
Com quatro novos canais de comunicação,
FMC faz sua estreia na rede social, levando
para o campo virtual a sua marca de cultivar
relacionamentos e compartilhar informações
Adding friends
With four new communication channels, FMC
makes its debut in the world of social networks,
taking its brand for cultivating relationships and
sharing information to the virtual field
SmartCalda: tecnologia que é
sinônimo de sustentabilidade
SmartCalda: technology that is
synonymous with sustainability
Rugby 200 CS para soja: solução
definitiva no controle de nematoides
Rugby 200 CS for soybeans: complet
solution in the control of nematodes
/fmcagricola
/fmcagricolabrasil
@fmcagricola
@fmcagricola
A boa e velha amizade
Teóricos afirmam que a sociedade digital se
transformará, nos próximos anos, num ritmo ainda
mais acelerado e dinâmico do que tem sido visto
desde o surgimento da era digital, há quase 20 anos.
Como empresa focada no desenvolvimento e na
inovação tecnológica, estamos prontos para aderir
a essas mudanças, fazendo parte delas, mas com
uma ressalva: para nós, o que vale é a boa e velha
amizade, conquistada nesses anos todos de olho no
olho e uma boa prosa.
Mais que amigos e seguidores nas redes sociais,
queremos continuar lado a lado com nossos amigos
do dia a dia, no campo real.
The good old friendship
Theorists affirm that the digital society will suffer
a transformation in the coming years at an
increasingly faster and dynamic pace than has been
witnessed since the emergence of the digital age
almost 20 years ago.
As a company focused on technological development
and innovation we are ready to accept these
changes, become part of them, but with one
reservation: for us, what matters is the good old
friendship won over the years through eye to eye
interaction and good conversation.
More than just friends and followers in social
networks, we want to continue to be side by side
with our day-to-day friends in the actual field.
o
y
i
r
a
r
m
á
m
u
m
s
u
s
Encontro
Marcado
05
Um plano para todos nós
Trocando Ideias
07
Mulheres no comando:
a diversidade dá o tom!
12
Casal nota mil
Praça das Doenças
39
Soja saudável
Ponto de Partida
Start Point
44
El Niño: a esperança dos
especuladores
Praça da
Sustentabilidade
48
Uma mão na roda
Praça das Viagens
53
Aqui, você se sente em casa
Entre Amigos
59
De onde vem uma
ideia diferenciada?
Banco de Craques
62
O primeiro “gol”
Praça das Exposições
65
# fmcnocampo
A plan for us all
Diseases Square
Healthy Soy
A Set Engajement
Open Forum
Gente Amiga
Friendly People
Women in charge: diversity
sets the tone!
An outstanding couple
El Niño: the hope of speculators
A handy asset
Sustainability Square
15
Cotrijal: referência no
agronegócio cooperativo
18
A agricultura do futuro: de
onde viemos, para onde vamos
Especial
Special
25
Ainda mais próximos
Praça das
Plantas Daninhas
30
Ao cair das folhas...
Praça das
Pragas de Solo
34
Corte o mal pela raiz
Grão Brasil
Grain Brazil
Praça da Inovação
Innovation Square
Travel Square
Cotrijal: a renowned
agribusiness cooperative
Among Friends
Agriculture from the Future: where do
we come from, where are we going
Even closer
When leaves fall...
Expert Bench
Exposition Square
Here, you feel at home
Whence comes that unique idea?
The first “goal”
# fmcnocampo
Weeds Square
Nip in the bud
Soil Pests Square
e x p e d i e n t e
e x p e d i e n t
Presidente FMC Corporation
América Latina
President FMC Corporation Latin America
Antonio Carlos Zem
Diretor Geral Brasil
Redação/Redaction
Alfapress Comunicações Ltda.
Jornalista Responsável
Responsible Journalist
Walter Costa
Diretor de Marketing
Inês Costa - MTb 28.685
ines.costa@alfapress.com.br
Fone/Phone (19) 3232-0050
Direção de Arte e Projeto Gráfico
Marketing Director
Direction of Art and Graphic Project
Brazil General Business Director
Márcio Farah
Ano/Year 10 - nº 19 Conselho Editorial
Editorial Team
Junlo/July
Adriano Roland
2014
Luciano Zanotto
Allisson Celmer
Maria Paula Luporini
Douglas Kuada
Mariana Alves
Eduardo Menezes
Raphael Souza
Erica Rodrigues
Reinaldo Torres
Ernesto Fukushima
Roberto Puzzo
Flávio Irokawa
Roberto Toledo
Jonas Cuzzi
Yemel Ortega
Lichardsom Malacrida
Gerente de Comunicação
Communication Manager
Fernanda Teixeira
Via B | Branding + Design
www.viab.com.br
Fone/Phone (19) 3295-5466
Capa/Cover
Composição de imagens/A selection of photos
Via B | Branding + Design
Revisão/Revision
Marília Cotomacci
Tradução/Version
Zaum Language Services
Fotolito e Impressão
Photolyt and Print
Gráfica Mundo
Tiragem/Edition
3.500 exemplares/copies
FMC Square é uma publicação semestral da
área de Marketing da FMC Agricultural Products
Av. Dr. José Bonifácio Coutinho Nogueira, 150
1º andar - 13091-611 - Campinas - SP
(19) 3735-4400 - www.fmcagricola.com.br
FMC Square is a semiannual publication of Marketing
area of FMC Agricultural Products
Av. Dr. José Bonifácio Coutinho Nogueira, 150
1st floor - 13091-611 - Campinas - SP
(19) 3735-4400 - www.fmcagricola.com.br
Os artigos assinados não refletem
necessariamente a opinião da revista. Por falta
de espaço não publicamos as referências
bibliográficas citadas pelos autores dos artigos
que integram esta edição. Os interessados
podem solicitá-las à redação por e-mail:
fmcsquare@alfapress.com.br
The signed articles do not necessarily reflect the
magazine opinion. We did not publish the bibliographic
references cited by the authors of the articles which
integrate this edition, due to the lack of space. If you
have interest you can request them to the redaction
by the e-mail: fmcsquare@alfapress.com.br
R E A D E R
T O
C
aros amigos,
L E I T O R / L E T T E R
Formei-me bacharel em Biologia no mesmo ano
da chegada da FMC ao Brasil, em 1974. Quatro
anos depois eu já integrava a equipe dessa grande
multinacional, que está completando 40 anos no
país com uma história vencedora, da qual muito me
orgulha fazer parte.
C A R TA
A O
E é simplesmente impossível falar do sucesso que
marca os 40 anos da FMC sem enaltecer o seu mais
emblemático produto, Furadan, que fez história na
nematologia da cana-de-açúcar, no tratamento de
sementes, no processo de abertura dos Cerrados e se
tornou marca indelével da empresa.
Todavia, a história é, por natureza, dinâmica. Assim
como iniciei na empresa a partir do meu trabalho
como pesquisador da Embrapa, carregando os títulos
de mestre e doutor em nematologia e entomologia
pela ESALQ/USP, e caminhei por longas estradas
– dentro e fora do país – que me trouxeram à
presidência da companhia na América Latina –, a
evolução do portfólio também fez da FMC uma
empresa ainda mais forte, competitiva e vencedora.
Exemplo do que estou falando é o lançamento do
Rugby 200 CS, que, creiam, é a solução definitiva para
o controle de nematoides.
Hoje, falando em nome da FMC, eu afirmo: se nesses
40 anos podemos nos orgulhar de termos dado
impulso àquele que foi um primeiro movimento para
viabilizar a cultura da cana-de-açúcar no Brasil; se,
igualmente, acreditamos na cultura do algodão quando
esta estava em decadência; se colocamos a nossa alma,
o nosso DNA, no que fazemos, buscando legitimar
a agricultura como a grande alavanca econômica do
país, apoiando nossos amigos produtores em suas
muitas batalhas, eu pergunto: o que não se pode
esperar que façamos daqui para a frente, quando as
portas e janelas da tecnologia e da inovação estão
abertas para além da nossa imaginação?
Dear friends,
I finished my B.S. Biology in the same year that FMC came to
Brazil, 1974. Four years later, I had already joined this great
multinational’s team, which now completes its 40th anniversary in
the country and its collection of successes, of which I am so proud
to be a part.
It is simply not possible to speak about FMC’s 40 years of success
without highlighting the company’s most emblematic product,
Furadan, which made history in terms of sugarcane nematology,
seed treatment, and the opening up of the Cerrado grasslands,
becoming an indelible label for FMC.
Nonetheless, history is, by nature, dynamic. Similar to how
I began at the company through my work as a researcher at
Embrapa (Brazilian Enterprise for Agricultural Research - Empresa
Brasileira de Pesquisa Agropecuária), armed with my Master’s
and PhD degrees in nematology and entomology from ESALQ/
USP (Luiz de Queiroz College of Agriculture, University of São
Paulo), and having traveled far and wide within Brazil and abroad
before I was brought over to become the company’s Latin America
president, the development of FMC’s portfolio has made it a
stronger, more competitive and winning company. One example
of this is the launch of Rugby 200 CS, which is thought to be the
definitive solution for controlling nematodes.
Today, on behalf of FMC, I can say: If after 40 years we can feel
proud about having begun what was the first initiative to make
sugarcane cultivation viable in Brazil; if like-wise we believed in
the cultivation of cotton when it was in decline; if we have put
our body and soul into what we have done, trying to legitimize
agriculture as a great economic lever for the country, supporting
our farming friends in their many battles, I ask: What can’t we
be expect to achieve, given that the technology and innovation
possibilities now go beyond our wildest dreams?
The answer: We will be even better. Throughout these years,
I have been surrounded by talented people, entrepreneurs
imbued with affection for their clients and dreamers of a strong,
sustainable company geared towards satisfying our most
important target: Our clients!
To all those who shared and continue to share in this glorious
journey, I offer my deep gratitude and thanks.
May the next years beckon!
A resposta: seremos ainda melhores. Nesses anos
todos, cerquei-me de talentos, empreendedores
imbuídos de amor ao cliente e sonhadores com uma
empresa forte, sustentável e orientada a satisfazer o
nosso mais importante elo: os nossos clientes!
A todos que compartilharam e compartilham essa
gloriosa jornada, o meu profundo reconhecimento e
agradecimento.
SQUARE
E que venham os próximos anos!
4
Antonio Carlos Zem
Presidente FMC Corporation América Latina
President FMC Corporation Latin America
FMC
E N G A G E M E N T
M A R C A D O / A
S E T
Um plano para
todos nós
Por/By Walter Costa
F
E N C O N T R O
aço minha estreia na FMC Square falando
sobre um assunto que considero extremamente
importante, o planejamento, desde sempre um
grande aliado na gestão dos negócios.
E permanece sendo, nesta minha nova função,
assumida no final do ano passado. Hoje sinto
ampliado o meu compromisso de colocar o meu
conhecimento sobre o setor agrícola – somado
à experiência que adquiri em relação ao negócio
FMC – a serviço do fortalecimento do agronegócio
brasileiro, seguramente um dos maiores propulsores
do crescimento econômico do país.
SQUARE
E pela forte ligação que tenho com vocês, nossos
clientes, que são a nossa mais consistente fonte de
inspiração, estou certo de que, juntos, poderemos
realizar ainda muito mais.
FMC
5
Nosso plano está baseado
em um tripé que envolve a
criação de novos produtos e
serviços e o refinamento do
nosso time, estando em sintonia
com as demandas e necessidades
do produtor e do campo.
“Our plan is based on a tripod that involves creating
new products and services and the refinement of
our team, being in tune with the demands and
needs of the producer and of the field.”
Walter Costa
Diretor Geral Brasil
Brazil General Business Director
Isso porque temos um plano para todos nós
chegarmos aonde pretendemos. Nosso plano
está baseado em um tripé que envolve a criação
de novos produtos e serviços e o refinamento do
nosso time, estando em sintonia com as demandas
e necessidades do produtor e do campo.
Compartilho com vocês a base do nosso plano:
1) Contínuo desenvolvimento de plataformas
tecnológicas que impactam de verdade a
produtividade do produtor; 2) Colaboração
ainda maior com o time FMC para mantermos o
nosso DNA e o brilho nos olhos; 3) Integração
e instigação do nosso time para prover serviços e
soluções melhores para vocês, nossos clientes.
Os desafios que me esperam não são poucos.
Mas não me falta motivação, e a primeira delas é a
crença de que estou no lugar e no momento certo
para fazer isso acontecer.
Eu tenho orgulho de ser Engenheiro Agrônomo.
Eu tenho orgulho de trabalhar em uma empresa
de agricultura. O Agronegócio, o nosso negócio,
só é possível porque ele é feito por pessoas como
vocês, movidas pela vontade e pela atitude de fazer
acontecer.
Agricultura. Nós temos que ensinar o Brasil a ter
orgulho dela!
SQUARE
make my debut at FMC Square talking about a subject that
I consider to be extremely important, planning, always a
great ally in business management.
And which still remains, in my new role, assumed at the
end of last year. Today I feel that I have increased my
commitment of putting my knowledge of the agricultural
sector – coupled with the experience I have gained in
relation to FMC business – to the service of strengthening
agribusiness, surely one of the greatest drivers of economic
growth in the country.
And it is due to the strong bond I have with you, our
customers, who are our most consistent source of inspiration,
I am sure that together we can accomplish even more.
That’s because we have a plan for all of us to get to where
we want to be. Our plan is based on a tripod that involves
creating new products and services and the refinement of
our team, being in tune with the demands and needs of the
producer and of the field.
I would like to share with you the basis of our plan: 1)
Continuous development of technology platforms that truly
impact on the productivity of the producer; 2) Collaborating
even more with the FMC team for us to keep our DNA and the
sparkle in our eyes; 3) Integrating and instigating our team
to provide you, our customers, with the best services and
solutions.
The challenges before me are not few. But I don’t lack
motivation, and the first of them is the belief that I am in the
right place at the right time to make this happen.
I’m proud to be an Agronomist. I am proud to work for an
agricultural company. Agribusiness, our business, is only
possible because it is made by people like you, moved by the
will and attitude to make it happen.
Agriculture. We have to teach Brazil to be proud of it!
Depois de Deus é a terra, o ente que eu mais adoro.
As Érico Veríssimo said in his ode to the Earth:
Ela vai criando vida, se transformando em raiz
Pra depois virar comida pro povo do meu país.
FMC
I
Como disse Érico Veríssimo em Ode à terra:
Para plantar a semente nesse chão onde eu moro,
6
A plan for us all
After God is the Earth, the being that I love the most.
To plant the seed in this soil where I live,
It creates life, transforming itself into roots
To then become food for the people of my country.
I D E I A S / O P E N
F O R U M
Mulheres no
T R O C A N D O
comando:
a diversidade dá o tom!
Na FMC, a multiplicidade de ideias é bem-vinda e características consideradas
femininas, como a criatividade, a flexibilidade, atenção aos detalhes, a
multifuncionalidade e o ecletismo, são valorizadas para cargos de liderança.
discussão acerca do valor da mulher, por ser
retrógrada, se tornou obsoleta, principalmente
nas grandes corporações. Hoje em dia são muitas
as que possuem mulheres em cargos de liderança,
e a FMC é uma delas. Entre gerentes e diretoras, o
time feminino brasileiro soma 14 pessoas, além de
contar com mais três gerentes no México e uma na
Argentina, dentro da mesma divisão de negócios.
Em comum, essas mulheres apresentam um perfil
de criatividade, flexibilidade, multifuncionalidade e
ecletismo – competências extremamente valorizadas
num ambiente dinâmico como o da FMC e que são
características mais predominantes no sexo feminino.
As diretoras Maria Lúcia Murinelli, Maria de Lourdes
Fustaino e Iara Lopes de Oliveira e Souza são um
exemplo de como essas características podem ser
favoráveis ao desempenho profissional e se tornar
uma oportunidade de crescimento na carreira dentro
da empresa.
O trio, que comanda as áreas de RH,
Regulamentação e Financeiro, respectivamente, se
assemelha ainda pela firmeza e competência com
que as dirige. “Considero que as mulheres têm uma
forma muito prática de encarar as situações, focando
mais na solução do que no problema, e isso torna o
processo decisório mais rápido e menos complexo”,
define a diretora de RH.
Sobre o fato de se sobressaírem no agronegócio, um
universo, por histórico, eminentemente masculino,
Lúcia ressalva que esse paradigma está mudando
In FMC, the multiplicity of ideas is
welcomed and traits considered feminine
such as creativity, flexibility, attention to
details, multifunctionality and eclecticism
are valued for leadership positions.
Women in charge: diversity
sets the tone!
T
he discussion about the value of women, seen as
retrograde, has become obsolete, especially in large
corporations. Nowadays there are many that have women in
leadership positions, and FMC is one of them. Among managers
and directors, the Brazilian women’s team is comprised of 14
people, besides having three managers in Mexico and one in
Argentina, within the same business division.
In common, these women present a profile of creativity,
flexibility, multifunctionality and eclecticism, which are highly
valued skills in a dynamic environment such as that of FMC,
and characteristics which are more prevalent in females.
Directors Maria Lúcia Murinelli, Maria de Lourdes Fustaino and
Iara Lopes de Oliveira Souza, are an example of how these
characteristics may be favorable to job performance and
become an opportunity for career growth within the company.
The trio, who head the areas of HR, Regulation, and Finance,
respectively, are also similar in the firmness and skill with
which they direct them. “I believe that women have a very
practical way of looking at situations, focusing more on the
solution rather than the problem, and this makes the decision
process faster and less complex,” says the HR director.
The fact that they are excelling in agribusiness, a universe that
is historically eminently masculine, Lucia emphasizes that this
paradigm is changing and courses in Agricultural Engineering,
such as ESALQ - Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz
(Luiz de Queiroz Agricultural School of Further Education),
already have a large increase in the number of female
SQUARE
A
FMC
7
students. “For now, opportunities for women within companies
that operate in this segment are still more restricted, but
trends indicate growth.”
She explains that the greatest opportunities within FMC have
been generated in the administrative and financial areas,
and that the company has a policy to encourage - not as a
rule - the inclusion of women in hiring processes to encourage
gender diversity, although the final decision is made based on
the candidate’s competence. “And in the internal processes we
seek to ensure that opportunities are offered in a natural way,
evaluating the potential and performance of the candidates.”
Common Traits
Foto/Photo: Marco Flávio
As diretoras Iara, Lúcia e Maria de Lourdes
Directors, Iara, Lúcia and Maria de Lourdes
e que cursos de Engenharia Agronômica, como o
da ESALQ – Escola Superior de Agricultura Luiz
de Queiroz –, já vêm apresentando um grande
crescimento de alunos do sexo feminino. “Por
enquanto as oportunidades para mulheres dentro
das empresas que atuam nesse segmento ainda são
mais restritas, mas as tendências apontam para um
crescimento.”
Ela explica que dentro da FMC as maiores
oportunidades têm sido geradas nas áreas
administrativa e financeira e que a empresa tem
como política incentivar – não como via de regra – a
inclusão de mulheres nos processos de contratação,
para estimular a diversidade de gêneros, embora a
decisão final se faça pela competência do candidato.
“E nos processos internos procuramos garantir
Maria de Lourdes Fustaino >>
Sou neta de imigrantes italianos que se fixaram
em Piracicaba e plantavam cana, e foi minha
mãe, Antonia – que ainda mora na cidade –,
quem me ensinou o amor pelas plantas e pela
agricultura. Formei-me Engenheira Agrônoma pela
gloriosa ESALQ-USP, com mestrado na área de
entomologia.
Iniciei a minha carreira na FMC há 32 anos, em
1982, e tenho muito orgulho em fazer parte desse
time vencedor. Nesse tempo, todos os desafios
foram sempre encarados como oportunidades
de crescimento humano e profissional. O maior
desafio é não parar no tempo, é estar sempre em
evolução, se renovando, aprendendo com o seu
time e colaborando com ele.
SQUARE
Sou casada há 30 anos com o José Carlos Fustaino
e tenho um filho, o Luiz Felipe. Somos uma
família pequena, mas muito unida. Apoiamo-nos
e crescemos juntos pessoal e profissionalmente.
8
FMC
Observing the traits of the women who reach the top of
organizations we see many that are common to them, such as
the aforementioned flexibility, multifunctionality, and the ability
to deal with ambiguity and understanding the market and the
customer better.
Featuring such characteristics, the three directors of FMC also
agree among themselves on what promotes the rise of women
within the company, attributing the fact to an environment that
encourages diversity and concurrently demands characteristics
that women have, which is taken as a great opportunity for the
women’s team.
“For me there was no limiting factor to my ascension because I
am woman, on the contrary, my feminine characteristics, such
as flexibility, practicality, knowing how to deal with different
fronts, have favored me,” says Lucy, 28 years at the company.
On the other hand, it also makes it clear that there is no room
for privileges. “There is no differential treatment that favors
me because I’m a woman.”
Similarly, Maria de Lourdes, 30 years with FMC, opines on what
she calls the “great experience of working with a diversity
of ideas.” She says: “I strongly believe that the value lies
in the difference of views, information and knowledge, and
Sempre fomos muito amigos e falamos sobre tudo.
Isto nos fez entender que as vitórias são de todos
e não há derrotas, mas sim uma somatória de
aprendizagem.
I am the granddaughter of Italian immigrants who settled
in Piracicaba and planted sugar cane. It was my mother,
Antonia, who still lives there, who taught me to love plants
and agriculture. I graduated in Agronomy from the glorious
ESALQ-USP, with a master’s degree in entomology.
I started my career at FMC 32 years ago in 1982, and I am
proud to be part of this winning team. In these period, all
challenges were always seen as opportunities for personal and
professional growth. The biggest challenge is not to stop in
time, to continue evolving, renewing, learning from your team
and collaborating with them.
I have been married for 30 years with José Carlos Fustaino
and we have a son, Luiz Felipe. We are a small but close-knit
family. We support each other and grow together personally
and professionally. We have always been friends and we talk
about everything. This has made us realize that victories
are for everyone and there are no defeats, there is only the
amassing of knowledge.
Iara Lopes de Oliveira e Souza >>
Ingressei na FMC, em 2010, como gerente de
Tesouraria; depois passei pelas gerências de
Planejamento Financeiro e Crédito e Recebimento,
antes de assumir a direção de Finanças.
Minha formação é em Matemática, com
especialização em TI e MBA em Michigan, EUA.
Sou de São Bernardo do Campo e trabalho desde
os 14 anos, tendo iniciado como office-girl. Já na
faculdade, entrei na Ford Motors como estagiária.
Depois, de analista de sistemas, incentivada por
um mentor muito importante, migrei para a área
Contábil.
Somados os quatro anos de FMC e mais um
período que passei no Chile pela empresa anterior,
há sete anos venho vivendo longe do meu marido,
Demétrio (mas não de minha filha, Júlia, de 18
anos, que sempre me acompanhou). Mas é ele, com
certeza, o meu maior incentivador e esteio.
Sou muito família e adoro reuniões familiares e
com amigos; adoro viajar, conhecer lugares novos.
Faço questão de manter isso, mas, para o sucesso
profissional, é importante saber abrir mão de
algumas coisas.
I joined FMC in 2010 as Treasury manager. I then went on to
manage the departments of Financial Planning and Credit and
Receivables, before assuming the position of CFO.
I am a Mathematics graduate with specialization in IT and an
MBA taken in Michigan, USA.
I’m from São Bernardo do Campo and have worked since I
was 14 years old, when I started as an office girl. In college,
I joined Ford Motors as a trainee. Then, as systems analyst,
encouraged by a very important mentor, I migrated to the
Accounting department.
Together with my four years at FMC and a period spent in
Chile in the previous company, I have lived for seven years
away from my husband, Demétrio (but not my daughter, Júlia,
18, who has always accompanied me). But he is without a
doubt my greatest supporter and pillar.
I very much cherish family life and love reunions with
family and friends. I love traveling, seeing new places. It is
something that I insist on maintaining, though it is important
sometimes to give somethings up in order to achieve
professional success.
O time feminino
Entre as mulheres que se destacam no time
brasileiro da FMC, estão as gerentes Adriana Baffa
(Supply Chain), Ana Valente (Tesouraria), Cintia
Valentim (RH), Fernanda Teixeira (Comunicação),
Lucy Yokoyama (RH), Marcia Paranhos
(Regulamentação), Maria Paula Luporini (CRM),
Monica Nunes (Jurídico), Sinara Ferreira (Crédito &
Recebimento), Rosa Trevisan (Regulamentação) e
Eliany Marques (Projetos TI).
No México, a empresa conta com Claudia Martinez
(Finanças), Donaji Limón (RH) e Guadalupe Salas
(Registro). No LAS, na Argentina, a agrônoma Lucía
Codiana, que atua dentro da RuralCo, acabou de ser
promovida para a posição de liderança em vendas.
Adriana Baffa
Lucy Yokoyama
Eliany Marques
Claudia Martinez
The women’s team
Among the women who excel in the Brazilian team of
FMC are managers Adriana Baffa (Supply Chain), Ana
Valente (Treasury), Cintia Valentim (HR), Fernanda Teixeira
(Communications), Lucy Yokoyama (HR), Marcia Paranhos
(Regulations), Maria Paula Luporini (CRM), Monica Nunes
(Legal), Sinara Ferreira (Credit & Receivables), Rosa
Trevisan (Regulations) and Eliany Marques (IT Projects).
Ana Valente
SQUARE
In Mexico, the company has Claudia Martinez (Finance),
Donaji Limón (HR), and Guadalupe Salas (Registry). In
LAS, Argentina, agronomist Lucía Codiana who operates
within RuralCo, has just been promoted to a leadership
position in sales.
FMC
9
que as oportunidades sejam oferecidas de forma
natural, avaliando-se o potencial e o desempenho das
candidatas.”
Características comuns
Observando-se as características das mulheres que
chegam ao topo das organizações, notam-se muitas
que lhes são comuns, como as já citadas flexibilidade,
a multifuncionalidade e também a capacidade de
lidar com a ambiguidade e de melhor compreender o
mercado, o cliente.
Dispondo de tais características, as três diretoras
da FMC também concordam entre si sobre o que
proporciona a ascensão de mulheres dentro da
empresa, atribuindo o fato a um ambiente que
estimula a diversidade e que paralelamente demanda
características que as mulheres têm – o que é
compreendido como uma grande oportunidade para
o time feminino.
Lucía Codiana
“Para mim não houve nenhum fator restritivo à
minha ascensão por eu ser mulher, ao contrário,
minhas características femininas, como flexibilidade,
praticidade, de saber lidar com diferentes frentes, me
favoreceram”, afirma Lúcia, há 28 anos na empresa.
Donaji Limón
Guadalupe Salas
Fernanda Teixeira
Marcia Paranhos
Maria Lúcia Murinelli >>
Apesar de minha formação em Letras e Pedagogia,
comecei minha carreira como estagiária na área de
Atendimento/Customer Service. Durante 13 anos
trabalhei na Dow Química e fui passando por diversas
áreas: de Crédito e Cobrança, Contábil... Trabalhava
em TI quando fui participar de um projeto de
treinamento para RH e me interessei por essa área.
Ao fazer essa nova migração, decidi cursar
Administração de Empresas com especialização em
RH. Essa foi minha porta de entrada na FMC, há
28 anos, como analista sênior. Nesses anos todos
foram muitos os desafios profissionais. Passamos
pela transformação da organização, quatro mudanças
de liderança, mudança no modelo de negócio e seu
próprio crescimento.
SQUARE
Fora do contexto de trabalho, gosto de ler, de
viajar e de jardinagem, o meu hobby. Costumo
ter dois livros de cabeceira, um deles sempre de
negócios. Atualmente, estou me dedicando à leitura
extremamente desafiante de “O Capital no século 21”.
1 0 FMC
E dou muito valor à família. Tenho uma única irmã e
somos muito unidas. Junto com ela, suas duas filhas e
minha filha Luana, de 25 anos, é como se cada uma de
nós tivesse três filhas. Elas são um dos meus pilares,
que a cada dia eu valorizo ainda mais.
Maria Lúcia Murinelli
Despite my training in Linguistic and Pedagogy, I began my
career as an intern in Customer Service/Support. I worked for
13 years at Dow Chemical and went through several areas:
Credit and Collection, Accounting ... I had been working in
IT when I attended a training project for HR and became
interested in it.
When carrying out this new migration I decided to study
Business Administration with specialization in HR. That was my
gateway into FMC 28 years ago as a senior analyst. In all these
years there have been many professional challenges. We went
through the company’s transformation, four leadership changes,
business model changes and the company’s growth itself.
Outside work, I like reading, traveling and gardening, my
hobby. I usually have two books by my bedside and one of them
is always about business. Currently, I am dedicating myself
to an extremely challenging reading: “O Capital no século
21”(“Capital in the 21st century”).
And I greatly value family. I have a sister and we are very close.
Along with her, her two daughters and my daughter Luana, who
is 25, it is as if we each had three daughters. They are one of
my pillars, which I cherish more and more each day.
Na mesma linha, Maria de Lourdes, 30 anos
de FMC, lança sua opinião sobre o que chama
de “grande experiência de se trabalhar com a
diversidade de ideias”. Diz ela: “Acredito muito que
o valor está na diferença de visões, informações
e conhecimentos e não em sermos homens ou
mulheres”, refutando qualquer discriminação
de gênero. E complementa: “Acreditamos na
diversidade de ideias e em como podemos utilizar
estas ideias de forma sinérgica”.
A diretora de Regulamentação ressalta que o
ambiente na FMC é muito aberto e cheio de
oportunidades. “As pessoas precisam participar,
ter interesse pelo negócio, pelas outras pessoas,
valorizar o trabalho em equipe, ter senso de urgência
e aprender outras culturas, pois somos uma empresa
de atuação global. Valorizar a diferença cultural é
fundamental.”
Para a recém-chegada Iara, há quatro anos na FMC,
e que assumiu a diretoria financeira no final do ano
passado, o que conta é a coragem e a competência.
“Não somos mulheres, somos profissionais.
Tudo tem a ver com a forma como você se
coloca. Acredito muito em trabalhar com paixão
e seriedade”, diz. “Nunca fui de me intimidar,
desde bem jovem sempre trabalhei num mundo
dos homens (montadora Ford) e sempre soube
me impor”, ela explica. “Toda mulher de negócios
tem que ser mais assertiva que a maioria e uma
característica minha é ser muito segura em relação
àquilo em que eu acredito.”
Reforçando as palavras de Iara, a diretora de RH
explica que um perfil adequado pode favorecer
muito a ascensão de mulheres na empresa. “Parte
do meu sucesso como líder deve-se à minha
versatilidade. Sempre tive muito atrevimento, muita
curiosidade de querer saber das coisas e assim
fui migrando de uma área para outra até chegar à
direção de Recursos Humanos. A cada mudança fui
aprimorando o meu processo de aprendizado por
onde passava.”
Ainda, segundo ela, na FMC é preciso que as
mulheres tenham o principal ingrediente para
serem bem-sucedidas: orientação para o resultado,
complementando que também é essencial foco,
firmeza e que desafiem o status quo. “Essas são as
características das mulheres que estão em posição de
liderança na FMC”, resume.
not because we are men or women,” refuting any gender
discrimination. She also adds: “We believe in the diversity of
ideas and how these ideas can be used in synergy.”
The regulations director points out that the environment in
FMC is very open and full of opportunities. “People need to
participate, show their interest in the business, in others,
valuing teamwork, having a sense of urgency, and learn about
other cultures, because we are a global company. Appreciating
cultural differences is fundamental.”
For newcomer Iara, four years with FMC, having taken over
as CFO at the end of last year, what counts is one’s courage
and competence. “We are not women, we’re professionals. It
is all about your attitude. I strongly believe in working with
passion and seriousness”, she says. “I’ve never let myself
be intimidated, right from when I was young, I have always
worked in a world of men (Ford) and have always managed to
take control,” she explains. “Every business woman needs to be
more assertive than most and in my case, I am quite confident
in my convictions.”
Emphasizing Iara’s words, the HR director explains that
a suitable profile could greatly favor the rise of women in
the company. “Part of my success as a leader is due to my
versatility. I’ve always been very daring, very curious to learn
things and so I kept moving from one area to another until I
became the head of Human Resources. At every change I kept
on enhancing my learning process wherever I passed through.”
According to her as well, at FMC women need to have the main
ingredient to be successful: being result-oriented, adding that it
is also essential to have focus, determination and to challenge
the status quo. “These are the characteristics of women who
are in leadership positions in FMC,” she concludes.
Cíntia Valentim
Sinara Ferreira
M. Paula Luporini
Mônica Nunes
Rosa Trevisan
SQUARE
Por outro lado, ela também deixa claro que não
há espaço para privilégios. “Não há tratamento
diferenciado que me favoreça porque sou mulher.”
FMC 1 1
P E O P L E
A M I G A / F R I E N D LY
G E N T E
l
i
m
a
t
o
n
l
Casa
Rejane e Agenor Valmir Rosa:
dedicando-se à cultura do
arroz, esse casal construiu uma
família e um negócio bemsucedido, baseado no esforço,
na seriedade e na parceria.
Rejane and Agenor Valmir Rosa:
dedicated to rice cultivation, this
couple has raised a family and built a
highly successful business based on
hard work, integrity and partnership.
N
SQUARE
ascido em Nova Esperança do Sul, Agenor
Valmir Rosa, 57 anos, é um homem que
traz a lida com a terra em sua essência. Filho de
agricultores colonos, sonhou desde menino ter
uma lavoura. A vida lhe proporcionou bem mais
que isso. Além de uma família que é seu orgulho,
é proprietário da Voaar Aviação Agrícola, que
distribui agroquímicos e realiza o serviço de
aplicação aérea, e também produtor de arroz em
Uruguaiana-RS e de soja e milho na maranhense
Balsas.
1 2 FMC
Mas todas essas conquistas não foram exatamente
um presente dos céus. Embora muito católico,
Agenor defende que é preciso crer em “alguma
coisa” (entenda-se Deus) para crescer. E assim,
movido por sua crença, por seu trabalho e muita
dedicação, “as coisas foram acontecendo”,
conforme define a esposa, Rejane Terezinha Tonon
Rosa, 49 anos, sócia e fiel parceira no sucesso, tanto
do negócio quanto da família.
Gratos a tudo que conquistaram devido à cultura
do arroz, eles contam as primeiras vendas de Gamit
como sendo o marco da grande virada da vida
deles, isso no início das atividades da Voaar, no
ano de 1993, quando vendiam dois mil litros do
defensivo por ano. Vinte e um anos depois, na safra
2013/2014, esse montante saltou para 94 mil litros.
Generosos, agradecem pela relação de parceria que
permanece firme até hoje. “De certa maneira, foi
algo que mudou a história de nossas vidas, por isso
espero que continue sempre”, frisa Agenor.
Para dar mostras desta amizade, ele mandou bordar
o logotipo da FMC em uma gravata vermelha
para participar do evento de comemoração dos 40
anos da empresa no Brasil, no último Encontro de
Revendedores, realizado em maio deste ano.
Em contrapartida, todos da equipe FMC que se
relacionam com eles se derramam em rasgados
elogios ao trabalho, bom humor, integridade e
honestidade desse casal, do presidente para a
América Latina, Antonio Zem, aos dirigentes,
gerentes e equipe de campo. “É muito marcante o
Born in Nova Esperança do Sul, Agenor Valmir Rosa, 57, is a
man who carries his knowledge of the land in his very core.
The son of settler farmers, he dreamed as a child of owning
a field. Life gave him much more than this. Aside from his
family, which is his pride, he is the owner of Voaar Aviação
Agrícola, which distributes agrochemicals and provides aerial
application services. He also produces rice in Uruguaiana, Rio
Grande do Sul, and soy and corn in Balsas, Maranhão.
But all of these successes weren’t exactly God given. A devout
Catholic, Agenor argues that you just have to believe in
“something” (a.k.a, God) in order to grow. Thus, motivated
by his faith, work and great dedication, “things gradually
happened”, according to his wife Rejane Terezinha Tonon Rosa,
49, a loyal partner in his success, both in business and in
family.
Fotos/Photos: Arquivo pessoal
Agenor, ao formar-se Técnico em Agropecuária
pelo Colégio Agrícola General Vargas, de São
Vicente do Sul, transferiu-se para Santa Bárbara do
Sul, onde conheceu e começou a namorar Rejane,
em 1979. E em 1983 mudou-se para Uruguaiana,
transferido pela Rohm And Haas como
representante técnico comercial da multinacional
americana.
An outstanding couple
O casal Agenor e Rejane, na foto à esquerda, e com o presidente
FMC América Latina, Antonio Carlos Zem, na foto à direita, em
que Agenor homenageia a empresa pelos seus 40 anos de Brasil
com logotipo bordado em sua gravata, durante Encontro de
Revendedores. Ao lado, Agenor em uma de suas propriedades
Agenor and Rejane, left, with FMC Latin America president Antonio
Carlos Zem on the right. Agenor, with the company logo sewn onto
his tie, pays tribute to the company on its 40 years in Brazil at the
Resellers Conference. To the left Agenor on one of his properties
SQUARE
carinho e empenho deles em participar de todos os
nossos eventos”, diz o RTC Márcio Pires, o que é
confirmado por Rejane e Agenor: “Gostamos de
estar com as pessoas com quem convivemos, de ter
pessoas satisfeitas perto da gente; minha esposa faz
questão de participar de tudo”.
FMC 1 3
Na foto ao lado, os filhos
Alexandre e Renata, o
“A” e o “R” da Voaar,
empresa que deverão
assumir juntamente com
os pais após terminarem
os estudos nos Estados
Unidos. Acima, a família
reunida em viagem
Alexandre and Renata, the
“A” and the “R” in Voaar,
the company they will
manage with their parents
when they graduate from
their studies in the United
States. Above, a family
vacation
Foi no ano de 1990 que abriram a empresa Voaar,
nome com significado especial: “A” de Alexandre,
o filho, hoje com 25 anos, Engenheiro Agrônomo,
atualmente fazendo mestrado em Fertilidade de
Solos na Universidade do Kansas, EUA, e “R” de
Renata, a filha de 20 anos estudante de Agronomia,
que cursa o 4° ano na Universidade do Texas, EUA.
Os filhos, que são o orgulho do casal, seguiram
os passos dos pais e estão se preparando para
assumirem os negócios da família. Enquanto isso
não acontece, nas próximas férias Rejane e Agenor
planejam visitá-los, já que ainda ficarão nos Estados
Unidos por um período de 2 anos.
Também costumam ir ao Maranhão todos os
anos, pois, para eles, antes de tudo, visitar as
lavouras é uma forma de lazer, que fazem com
a maior satisfação. “Aos finais de semana e nas
férias sempre acabamos aliando trabalho e lazer;
costumamos olhar nossas lavouras, visitar lavouras
de clientes, participar da Festa do Arroz e de
outras atividades ligadas ao Agronegócio. Digo que
fazemos turismo rural”, diverte-se Rejane.
Mas também não dispensam reunir-se com amigos
e participar de eventos promovidos por clubes
sociais, como bailes e jantares de etnias, muito
famosos na cidade.
SQUARE
No mais, Agenor diz que já realizou seus maiores
sonhos. “Financeiramente e do ponto de vista
familiar, sou um cara feliz e realizado.”
1 4 FMC
Grateful for everything they have achieved through rice
cultivation, they talk about the initial sales of Gamit as
being the big turning point in their lives, which was at the
beginning of Voaar’s activities in 1993, when they sold 2,000
liters of pesticides per year. Twenty one years later, this
quantity jumped to 94,000 liters in the 2013/14 season.
Being generous, they are thankful for the partnership that
has remained solid up to this day. “In some way, it changed
the story of our lives, which is why I hope it will never end”,
Agenor emphasizes.
To demonstrate this friendship, he had FMC’s logo sewn onto
a red tie to participate in the company’s celebration of its 40
years in Brazil at the last Resellers Meeting, held this past May.
In return, everyone at FMC involved in business with Agenor
and his wife had great things to say about their work, light
mood, integrity, and honesty, from Antonio Carlos Zem, Latin
America president, to directors, managers, and field staff.
“Their affection and devotion in participating in all our events is
really impressive”, says Technical Sales Representative Márcio
Pires, whose words are confirmed by Rejane and Agenor. “We
like to be with the people we work with, to have satisfied
people close to us; my wife makes a point out of having her
hands in everything”.
After graduating as an Agricultural Technician from Colégio
Agrícola General Vargas in São Vicente do Sul, Agenor moved
to Santa Bárbara do Sul, where he met and began dating
Rejane in 1979. In 1983, he moved to Uruguaiana after being
transferred there as the technical-commercial representative
for Rohm and Haas, an American multinational.
In 1990, they started the company Voaar, whose name has a
special significance: “A” stands for their son Alexandre, now
25, an agronomic engineer currently in pursuit of his Master’s
Degree in soil fertility at the University of Kansas in the USA,
and “R” stands for their 20 year old daughter Renata, Senior
Bachelor in agronomy at the University of Texas in the USA.
The children, the couple’s pride and joy, have followed in their
parents’ footsteps and are preparing to take up the family’s
businesses. Before that happens, Rejane and Agenor plan to
visit them on the next holidays, since they will be staying in
the United States for the next 2 years.
They also usually go to Maranhão every year. For them, visiting
the fields is, more than anything, a form of leisure that they
enjoy greatly. “On weekends and during the holidays, we
always end up combining work and leisure; we usually look
at our fields, visit our clients’ fields and participate in the Rice
Festival and other activities related to agribusiness. I say that
we practice rural tourism”, Rejane quips.
They never forget to meet with friends, though, and participate
in club events, such as balls and cultural dinner parties, which
are so well known in the city.
What’s more, Agenor says that he’s fulfilled his biggest dreams.
“Financially and family-wise, I’m a happy and satisfied man.”
B R A Z I L
B R A S I L / G R A I N
Cotrijal:
G R Ã O
referência no agronegócio cooperativo
ocada em desenvolvimento sustentável, dando
suporte aos agricultores e suas comunidades,
promovendo acesso à informação e tecnologia,
defendendo a união e o comportamento ético e
buscando ser um exemplo para o agronegócio e o
cooperativismo gaúcho e brasileiro. É assim que
trabalha a Cotrijal Cooperativa Agropecuária e
Industrial, que em 56 anos acumula muitas conquistas,
fruto da união que desde o princípio pautou a sua
história.
Fundada em 14 de setembro de 1957, em Não-MeToque, a Cotrijal hoje está presente em 15 municípios
da Região Planalto Médio do Rio Grande do Sul,
atendendo 5,4 mil associados e suas famílias, com uma
qualificada equipe de 1,3 mil colaboradores.
A direção está sob a responsabilidade de Nei César
Mânica (presidente) e Enio Schroeder (vice-presidente),
que, com ações pautadas por um planejamento
estratégico fundamentado em estudos técnicos e de
viabilidade econômica – que garantem assertividade na
tomada de decisões –, têm posicionado a cooperativa
como provedora de soluções.
O acesso do produtor, através da cooperativa, a
Cotrijal: a renowned agribusiness cooperative
Focused on sustainable development, supporting agriculture and
its communities, fostering access to information and technology,
defending union and ethical behavior, and setting an example
for agribusiness in general, as well as for overall cooperation in
the Brazilian territory and among the Southern people (gaúcho)
of Brazil. This is the way in which the Cooperativa Agropecuária
e Industrial (Agricultural and Industrial Cooperative) from
Cotrijal works, which in over 56 years has completed many
achievements, as a result of union that from the beginning was
attached to its history.
It was founded on the 14th of September, 1957, in Não-MeToque, and currently, Cotrijal is present in 15 counties of the
Planalto Médio region of Rio Grande do Sul, serving 5.4 thousand
associates and their families with a skilled team of 1.3 thousand
collaborators.
The management is under the responsibility of Nei César Mânica
(President) and Enio Schroeder (vicepresident), who with actions
established by a strategic planning based on technical studies
of economic viability -which ensure assertiveness in decisionmaking, have positioned the company as a vendor of solutions.
The access of the producer, through the cooperative, to new
technologies, to privileged information and good business
opportunities have put the region in higher levels of productivity
in Rio Grande do Sul, as regards the crops of soy, corn, winter
cereals and cattle for milk. An event that translates into rural
property, with revenues and life quality gains for the families, and
which contributes in a decisive way to the maintenance of men
in the country, in coherence with the vision of Cotrijal being a
SQUARE
F
FMC 1 5
novas tecnologias, a informações privilegiadas e a boas
oportunidades de negócios tem elevado a região a altos
níveis de produtividade no Rio Grande do Sul, na soja,
no milho, em cereais de inverno e na bovinocultura de
leite. Um sucesso que reflete na propriedade rural, com
ganhos de renda e de qualidade de vida para as famílias,
e que contribui de forma decisiva na manutenção do
homem no campo, coerente com a visão da Cotrijal
de ser referência em organização, tecnologia e gestão
na produção do agronegócio cooperativo brasileiro até
2015.
Ao longo dos seus 56 anos, a Cotrijal mostrou que
é capaz de acompanhar as transformações sociais e
econômicas, destacando-se como suporte técnico e de
negócios dos produtores rurais que atende, e cada vez
mais fortalecida por parcerias sólidas com instituições
públicas e privadas, comércio, indústria, empresas e
lideranças do agronegócio, focando os resultados na
melhoria da vida das pessoas.
Entre os parceiros, está a FMC, que com seus produtos
contribui para a formação do portfólio robusto que a
Cotrijal oferece no manejo das culturas que seu quadro
social produz.
Cooperativismo
O cooperativismo é a forma mais participativa de
empresa. E numa economia diversificada como a atual,
as cooperativas exercem papel pleno e vigoroso. Na
Cotrijal, é justamente a condição de os membros serem
os donos da organização que a distingue em relação ao
setor empresarial tradicional.
A visão é de que os resultados pretendidos pela
cooperativa só se concretizam com a união do
quadro social e a participação de agricultores mais
bem preparados para a condução da atividade. Por
isso, há um grande investimento na organização,
qualificação e estímulo à participação do quadro social
na cooperativa.
SQUARE
Com esse posicionamento, a Cotrijal se prepara para
atuar num cenário onde predomina a economia do
conhecimento, que força que as fontes de vantagens
competitivas sustentáveis sejam formadas cada vez
mais por ativos intangíveis, tais como: pesquisa e
desenvolvimento, fortalecimento de marcas, recursos
humanos, informação e estrutura organizacional.
1 6 FMC
Acima e no alto da página seguinte, fachada do escritório
(entrada) e vista aérea da sede da Cotrijal, em Não-Me-Toque,
e abaixo, vista aérea da EXPODIRETO
Above and top of the next page, the front office (entrance) and
aerial view of Cotrijal’s headquarters in Não-Me-Toque. Below,
an aerial view of EXPODIRETO
Os 15 municípios da Cotrijal
The 15 Counties of Cotrijal
Não-Me-Toque
Colorado
Victor Graeff
Tio Hugo
Lagoa dos Três Cantos
Almirante Tamandaré do Sul
Santo Antônio do Planalto
Carazinho
Coqueiros do Sul
Saldanha Marinho
Nicolau Vergueiro
Ernestina
Passo Fundo
Mato Castelhano
Coxilha
RS
Nei César Mânica
(presidente/president)
e Enio Schroeder (vicepresidente/vicepresident)
da Cotrijal.
Throughout its 56 years, Cotrijal showed that it is capable of
going with social and economic transformations, standing out as
technical and business support for the rural producers it serves,
and it is more and more strengthened by solid associations with
public and private institutions, businesses, industry, companies
and leaderships of the agribusiness, focusing the results in the
improvement of people.
Fotos/Photos: Divulgação/Promotion
reference to the organization, technology and management of the
Brazilian cooperative agribusiness for 2015.
Among its partners, you can find FMC, which through its products
contributes to the creation of a solid portfolio that Cotrijal offers in
crops managements produced by its social framework.
Cooperativeness
Cooperativeness is the most participative way a company
has. And in a diversified economy such as the current one,
cooperatives have a full and vigorous role. In Cotrijal, it’s
exactly the condition that the members are the owners of the
organization which distinguishes it in relation with the traditional
business sector.
A história da Cotrijal nos seus 56 anos de atuação é
recheada de desafios e conquistas, mas certamente
uma das mais significativas ações empreendidas foi
a realização da Expodireto Cotrijal – iniciativa que
colocou a cooperativa em um novo patamar perante o
agronegócio brasileiro.
Uma das maiores feiras agrodinâmicas e de negócios
do Brasil, a Expodireto Cotrijal todos os anos se renova
como um ponto de encontro com o conhecimento,
com a tecnologia e com as novas oportunidades para o
segmento agropecuário, auxiliando o produtor a vencer
o desafio de produzir mais com menores custos.
Realizada em março, a 15ª edição reuniu 505
expositores, que fecharam R$ 3,2 bilhões em negócios,
e recebeu 235 mil visitantes, número que vem
aumentando anualmente desde que a feira foi criada,
em 2000.
Em 2009, em sua décima edição, a Expodireto Cotrijal
passou a ser uma feira internacional e em 2014 recebeu
delegações de 77 países. A feira conta com rodadas de
negócios de máquinas e equipamentos agrícolas, de
grãos, de logística e transportes; auditório com palestras
técnicas e de mercado e transmissão ao vivo pela
internet para diversos países.
With this positioning, Cotrijal prepares itself to act in an
environment in which the knowledge economy predominates,
which makes competitive sustainable sources of advantages be
created more and more from intangible assets such as: research
and development, strengthening of brands, human resources,
information and organizational structure.
EXPODIRETO - International Trade Fair which
Innovates and Proposes Solutions
The story of Cotrijal throughout its 56 years of work is full of
challenges and conquers, but one of the most outstanding
actions undertaken for sure was the making of Expodireto
Cotrijal, an initiative that put the cooperative in a new level as
regards the Brazilian agribusiness.
Being one of the major agridynamic trade and business fairs
in Brazil, Expodireto Cotrijal renovates itself, every year
as a meeting point with knowledge, technology and new
opportunities for the agricultural sector, helping producers to
pass the challenge of producing with less cost.
The 15th edition took place in March; it gathered 505 expositors
which closed R$3.2 billions in trades, and received 235 thousand
visitants, a number that is annually growing since the fair trade’s
creation, in 2000.
In 2009, on its tenth edition, Expodireto Cotrijal became an
international fair trade and, in 2014, it received delegations from
77 countries. The fair has businesses, machinery, agricultural
equipment, grains, logistics and transportation round tables;
an auditorium with technical and market conferences and live
transmission via the Internet for several countries.
SQUARE
EXPODIRETO – Feira internacional que
inova e propõe soluções
The vision is that the results expected by the cooperative will
only become true with the union with the social framework
and the participation of farmers better prepared to carry out
the activity. Because of that, there is a great investment in the
organization, training and stimulus to the participation of the
social frame in the cooperative.
FMC 1 7
S Q U A R E
I N O V A Ç Ã O / I N N O V AT I O N
D A
P R A Ç A
A agricultura do futuro:
de onde viemos, para onde vamos
Por/By Yemel Ortega
A
SQUARE
nalisando a história da evolução humana,
atrelada à agricultura – desde o seu início
até os dias atuais, e olhando para a frente com
vistas ao futuro que nos espera –, observamos
uma trajetória fantástica, mas essa história ainda
está bem longe do fim e devemos refletir: Como
podemos melhorar, até onde podemos ir, aonde
ainda poderemos chegar?
1 8 FMC
O pensamento antropocêntrico remete à crença
de que as plantas, incluindo vegetais e grãos,
sempre existiram com a finalidade única de nutrir a
humanidade. Nessa linha de raciocínio, também se
poderia pensar que as culturas e frutos consumidos
têm se mantido inalterados, com os mesmos
aspectos e características nutricionais, desde
sempre.
No entanto, já na Idade da Pedra o homem, em
seu processo evolutivo, passou a domesticar e
Essas supersementes serão
desenvolvidas para sobreviver
em meios hostis e alcançar 100%
de sucesso, permitindo expandir
o potencial de produção agrícola
para áreas que hoje apresentam
limitações de fertilidade e
disponibilidade de água.
“These superseeds are developed so as
to survive in hostile environments and to
reach a 100% of success, which allows
for expansion the agricultural production
potential in the areas that today have
fertility and water availability limitations.”
E quais as possíveis soluções para, dentro desse
processo de mudança, melhorar a produtividade e
qualidade das culturas e alimentar uma população
crescente, porém, dentro do marco de critérios de
sustentabilidade?
Desde a origem do homem – e de qualquer ser
com vida – existe a alimentação. Atualmente, como
no passado, a alimentação é uma necessidade
fundamental para a vida, e, conforme o homem
evolui, a sua alimentação tem mudado de acordo
com exigências nutricionais, sabor e qualidade. A
relação entre a produção de culturas é cada vez
mais direta com as exigências de nutrição.
Há cerca de 60 milhões de anos, nossos
antepassados pré-históricos eram arborícolas
procurando alimento, principalmente recolhendo
frutos e víveres. Por volta de 10 mil anos, a
raça humana deu início à agricultura, na antiga
Mesopotâmia, entre os rios Tigres e Eufrates, com
o cultivo das primeiras raízes alimentícias e dos
primeiros trigos inteiros. Estima-se que, então,
o homem iniciou a domesticação das culturas. A
partir dessa data, em especial durante os últimos
100 anos, o desenvolvimento de novas técnicas
agronômicas tem permitido um forte incremento
de produtividade e eficiência da produção das
Agriculture from the Future: Where do we
come from, where are we going
B
y analyzing the history of human beings as regards
agriculture -from its beginnings up to today, and looking
ahead to the future-, we can see a fantastic trajectory, but
this history is far from reaching its end and we must reflect
on: What can we do to be better? What point can we reach?
Where do we want to get to?
The anthropocentric thinking refers to the belief that plants,
including vegetables and grains, have always existed with
the only objective of feeding humanity. Following this same
reasoning, we can also consider that consumed crops and
yields have always maintained unaltered, with the same
nutritional characteristics.
Nevertheless, in the Stone Age, men, in their evolution
process, domesticated and transformed crops and/or learned
how to use them for feeding, adapting them to human needs.
An example of this transformation is corn, which today is a
species modified by men, in a process that began more than
nine thousand years ago. Men have changed, agriculture has
changed, and it will continue to do so.
And which are the possible solutions for, within this process
of change, improving the productivity and quality of the crops
and feeding a growing population, but, within a frame of
sustainability criteria?
Feeding exists since the origins of men, and of any living
being. Currently, like in the past, feeding was a fundamental
need for life and, as men evolved, their feeding changed in
accordance with their nutritional demands, flavor and quality.
The relationship among crops is more and more direct with
nutrition demands.
About 60 millions of years ago, our prehistoric ancestors were
arboreal looking for food, and mainly gathering fruits and
provisions. About 10 thousand years later, the human race
began with agriculture, in the ancient Mesopotamia, between
the Tigris and the Euphrates rivers, with the cultivation of the
first nutritious roots and whole wheat. Then, it is estimated
that men initiated the domestication of crops. From that
moment on, and especially during the last 100 years, the
development of agronomic techniques has allowed a strong
productivity increment in the production efficiency of the main
agricultural species.
SQUARE
a transformar as culturas e/ou a aprender a
usá-las para a sua alimentação, adaptando-as
às necessidades humanas. Um exemplo dessa
transformação é o milho, que hoje é uma espécie
modificada pelo homem, num processo que se
iniciou há mais de nove mil anos. O homem
mudou, a agricultura mudou e continuará
mudando.
FMC 1 9
principais espécies agrícolas.
O uso de melhoramento genético e práticas de
manejo de pragas e doenças, a mecanização agrícola
e nutrição de plantas têm permitido incrementar
significativamente o potencial de alimentação
humana, sendo que áreas dedicadas à produção
de cereais hoje representam mais de 13 pessoas/
hectare alimentadas por ano.
Os avanços tecnológicos relacionados à agricultura
têm permitido ultrapassar a demanda alimentícia
da humanidade. No futuro, continuaremos
descobrindo e implementando soluções para
melhorar a produtividade e alimentar uma
população crescente dentro do marco de critérios
de sustentabilidade e preservação do ambiente.
The use of genetic improvement, and pest and diseases
management practices, the agricultural mechanization and
plants nutrition have allowed to significantly increment the
potential for human feeding, taking into account that areas
dedicated to cereals production currently represent more than
13 people/hectare fed by year.
Technological advances related to agriculture have allowed
surpassing the feeding demands of humanity. In the future,
we will continue to discovering and implementing solutions
to improve productivity and feed a growing population
within a frame of sustainability criteria and environmental
preservation.
Among the solutions that exist for us to successfully reach this
purpose, I have chosen for this article some topics that are on
top of the list of importance:
Entre as soluções para que alcancemos com sucesso
esse propósito, elenquei para este artigo alguns
temas que estão à frente em termos de importância:
Mecanização
SQUARE
mudou
agricultura, que realmente
da
o
nç
ava
e
nd
gra
um
e
Houv
de
do trator movido a motor
de rumo com a introdução
os com
am
o de 1902. E assim avanç
combustão interna, no an
s de
es de alta potência, capaze
o desenvolvimento de trator
iores. E ainda
e colheitadeiras cada vez ma
s
ira
de
nta
pla
tar
en
vim
mo
inários
temas autônomos ou maqu
sis
ra
ltu
icu
agr
à
os
rad
eg
serão int
ótica.
controlados por meio da rob
logia de
eralizadas. Graças à tecno
gen
ser
de
rão
ixa
de
es
çõ
As aplica
S, sensores
peamento com o uso de GP
uso de doses variáveis e ma
os
siv
elha, a aplicação de defen
óticos e uso de luz infraverm
entam
áreas específicas que apres
e nutrientes será dirigida a
indo assim a
uz
red
s,
nte
vos e nutrie
ati
de
as
iad
nc
ere
dif
es
ad
necessid
de defensivos.
e utilização desnecessária
possibilidade de lixiviação
á ter
m bases de dados permitir
A integração dos robôs co
tivas,
rre
co
as
r e executar medid
informações para monitora
ficos em
ecí
variedades e híbridos esp
incluindo desempenho de
res da fazenda.
condições ou áreas particula
maquinários
ação entre o agricultor e os
A telemática ou a comunic
e será
qu
inários, é outra tecnologia
ou robôs, ou entre os maqu
.
usada como rotina no futuro
2 0 FMC
Mechanization
at advancement in
There has been a gre
with
lly changed the way
rea
ich
wh
agriculture,
tion engine
bus
com
l
rna
inte
the
the introduction of
ad
in this way, we go ahe
tractor, in 1902. And
h power,
hig
of
rs
cto
tra
of
with the development
ters
ntations and harves
capable of moving pla
tems or
sys
us
mo
ono
aut
o,
Als
increasingly larger.
ted to
chines will be integra
robot controlled ma
agriculture.
longer.
be generalized any
Applications will not
es and
dos
le
iab
logy of var
Thanks to the techno
sensors and
l
ica
opt
S,
GP
of
mapping with the use
and
lication of pesticides
infrared light, the app
areas that
c
cifi
spe
to
d
cte
nutrients will be dire
ts,
of actives and nutrien
show different needs
and the
ng
chi
lea
of
ility
sib
thus reducing the pos
pesticides.
unnecessary use of
will allow
ots with databases
The integration of rob
execute
and
r
nito
mo
to
n
for more informatio
pment
including the develo
corrective actions,
ditions or
con
in
rids
hyb
c
cifi
of varieties and spe
farm.
particular areas of the
the
munication between
Telematics or the com
between
or
,
ots
rob
or
nes
farmer and machi
l be used
r technology that wil
machines, is anothe
future.
as a routine in the
No futuro, os defensivos terão novos
modos de ação, minimizando o risco
de desenvolvimento da resistência
com alta especificidade para a pragaalvo e seletividade aos organismos
benéficos, representados pelos
predadores, parasitoides, patógenos e
polinizadores.
“In the future, pesticides will have new
ways of action, minimizing risk of resistance
development with high specificity for the
targeted pest and selectivity of the beneficial
organisms, represented by predators,
parasitoids, pathogens and pollinators.”
Supersemen
tes
SQUARE
Hoje já temo
s um caminh
Superse
ob
enxertar um
eds
ou vários gen em trilhado para
Nowaday
es oriundos
com caracter
s,
we have
de v
ísticas de inte
walked a
one or se
long way
veral gens
resse, outra p ariedades
microrganism
to graft
coming fr
la
in
nta ou
teresting
o, e, no futuro
om
varieties
characteri
with
, teremos, sim
multifuncion
stics, anot
organism
her plant
, and, in
ais combinan
, sementes
or
th
e
fu
tu
d
fu
o
re, we will
nctional se
sobrevivênci
have mul
eds, com
a em condiçõ as adaptabilidades de
tibining the
in extrem
es extremas,
survival sk
e conditio
de amplo esp
ills
ns, the in
defesa integra
ectro contra
broad spec
tegrated
trum agai
da
defense of
prag
simbióticas a
nst pest an
the symbi
d diseases
microrganism as e doenças, e associaçõ
otic associ
, and
ations to
es
os para maxim
produtividad
to maxim
microorga
ize produc
nisms
e. Essas super
izar a
tivity. Thes
de
ve
lo
se
e
ped so as
para sobreviv
supersee
mentes serão
ds are
to survive
er em meios
desenvolvidas
and to re
in hostile
ach a 100%
environm
hostis e alcan
sucesso, perm
ents
of
success,
expansion
çar 100% de
itindo expan
which allo
the agricu
ws for
dir o potenci
ltural prod
agrícola para
in the area
uction po
al d
s that toda
áreas que ho
tential
y have fe
availabilit
je apresentam e produção
fertilidade e
rtility and
y
lim
it
at
water
ions.
limitações de
disponibilidad
e de água.
The seed
s treatmen
O tratamento
t can solv
the protec
de sementes
e many pr
tion of cr
oblems fo
pode resolver
ops, as it
problemas p
r
an
d
is a versat
ke
y
tool used
ara a proteçã
muitos
ile, efficie
be
fore the se
o das cultura
nt
with the so
ferramenta-c
ed
en
il.
te
s,
They allo
r into cont
sendo uma
have, versátil
w for bett
act
germinat
e eficiente, u
er protec
ion capaci
sementes en
tion,
ty and pr
sada antes qu
trem em con
from the
od
uctivity of
ve
e
ry
ta
as
beginning.
to com o solo
the crops
proteção, cap
. Permite mel
acidade de g
In the futu
hor
erminação e
culturas desd
re, the la
rger spec
produtividad
assessmen
e o início.
trum and
t, germin
e das
durability
ation and
of
w
hi
ch
more vigo
derive from
No futuro, o
rous grow
the intera
maior espetro
th
chemical
ct
io
n
of
an
multiple ac
d biologic
e
germinação
al ingredie
tive
the develo
e crescimento durabilidade do controle
nts will al
pment of
low for
,
more prod
mais vigoroso
da interação
biological
uctive crop
compone
de múltiplos
resultantes
s. Alive
nt
s will mul
the growth
ingredientes
e biológicos
ti
ply in join
of crops an
ativos químic
t with
permitirão o
d will be
time, thus
os
present a
desenvolvim
allowing a
mais produti
longer
better de
ento de cultu
and diseas
vas. Os com
fe
nse agains
es, a bett
ras
ponentes bio
t pest
multiplicarão
er nutritio
tolerance.
n capacity
lógicos vivos
conjuntamen
and stress
se
te ao crescim
e estarão pre
The seed
en
sentes por m
s treatmen
ais tempo, per to das culturas
t process
defesa contr
im
proved, an
will be ev
mitindo mel
a pragas e do
d, apart fr
en more
h
om improv
o
en
r
ef
ça
fic
nutrição e to
iency of th
s,
m
ements in
el
h
o
r capacidade
e treatmen
lerância ao es
the
process w
t, the evol
de
tresse.
ill be a co
ution of th
ntinuum,
e
O processo
more occu
which will
pational se
de tratamento
derive in
curity and
environm
de sementes
pr
mais aprimo
otection of
ent.
será ainda
the
rado
do tratamento , e, além de melhorias na
eficiência
, a evolução
do processo
resultando em
será contínu
maior segura
a,
nça ocupacio
do ambiente
nal e proteçã
.
o
FMC 2 1
Proteção das culturas
Crops Protection
use of better
development and
The advances in the
eases
dis
and
t
pes
the
for
os mais
siv
balanced pesticides
fen
de
de
ing on the
o
us
act
e
imp
nto
me
t negatively
management, withou
O avanço no desenvolvi
sem
s,
ça
en
maximizing
do
e,
e
tim
as
e,
ag
pr
sam
de
the
at
manejo
environment and,
critical factor
bem balanceados para o
will continue as a
mesmo tempo,
ao
e,
tivity and quality,
nte
duc
bie
pro
am
o
te
en
agriculture.
impactar negativam
como
for the progress of
e e qualidade, continuará
ad
vid
uti
od
pr
a
o
nd
iza
ways of action,
maxim
des will have new
ricultura.
ag
In the future, pestici
da
ço
an
av
ent with high
o
pm
ra
elo
pa
dev
o
nce
fator crític
imizing risk of resista
min
ectivity of
ão,
geted pest and sel
terão novos modos de aç
specificity for the tar
os
siv
fen
predators,
de
by
os
ed
o,
ent
ur
res
fut
rep
No
istência
res
eficial organisms,
da
ben
nto
the
me
lvi
vo
use of
sen
The
de
s.
ens and pollinator
minimizando o risco de
e aos
ad
parasitoids, pathog
vid
eti
grams
sel
pro
e
ent
lvo
em
a-a
nag
ag
ma
pr
es
para a
ated pest and diseas
egr
int
h
hig
com alta especificidade
at
es,
ng
or
the market, pointi
resentados pelos predad
will be the model of
growing
the
ing
isfy
sat
organismos benéficos, rep
at
tion and
,
quality food produc
e polinizadores. O uso de
ssness of mammals
market. The harmle
á
parasitoides, patógenos
the
ser
of
s
ça
and
en
do
dem
e
as
n with the
ag
atio
pr
rel
de
in
,
o
low
rad
ely
eg
be extrem
d,
fish and birds will
programas de manejo int
get will be maximize
para uma produção
do
tan
pesticide for the tar
on
ap
the
,
of
do
er
rca
pow
other
me
and
tor
lica
app
o padrão de
a
nd
the
ma
security to
thus incrementing
dade e satisfazendo a de
of the pesticide.
s
de alimentos de alta quali
ixe
in the manipulation
pe
ed
,
olv
os
inv
fer
ts
mí
par
ma
a
de
ida
cu
ino
A
.
entry, as well as
crescente do mercado
of shortage and reixa, enquanto a potência
ba
The short periods
nte
me
ma
e of the most
tre
ex
som
á
be
ser
l
s
wil
es,
e pássaro
,
da
low levels of residu
iza
the
xim
ma
á
ser
of those new
ão
ent
quest
s in the developm
pesticida para o alvo em
dos
assessed guideline
lvi
vo
en
formulations
is
tive
ma
ova
de
inn
e
of
or
ad
elopment
ao aplic
molecules. The dev
ity in
ibil
flex
aumentando a segurança
tor to allow for the
sivo.
will be a critical fac
fen
de
ness of
do
ive
o
ect
çã
eff
ula
the
nip
ize
ma
na
maxim
the application and
environmental
ada, bem como
ntr
ree
redient, keeping the
e
ing
cia
ive
rên
act
ca
the
de
s
use of selected
the
h
Curtos período
oug
is
orable thr
s diretrizes ma
da
as
um
characteristics fav
ão
ser
,
os
ídu
baixos níveis de res
compounds/inerts.
dessas novas moléculas.
nto
me
lvi
vo
sen
de
of the active
no
as
avaliad
itive characteristics
es inovadoras será
Apart from the pos
çõ
ula
rm
l be obtained
fo
wil
de
ties
nto
per
me
pro
lvi
ble
ora
O desenvo
e
ão
aç
lic
ingredient, these fav
ap
na
e
l enable high
ad
wil
ilid
ich
a flexib
formulations wh
through innovative
as
fator crítico para permitir
o
nd
nte
ma
,
vo
s.
ati
te
tion
applica
do ingredien
flexibility for joint
maximizar a efetividade
a utilização de
nte
dia
me
and the
eis
áv
or
fav
is
be biodegradable
Packages will also
n
características ambienta
residues will be eve
of
n
atio
tin
.
os
des
al
ad
ion
environment
tabolized in
me
be
l
compostos/inertes selec
wil
ds
oun
mp
more controlled. Co
vo,
ucing the impact,
sitivas do ingrediente ati
po
s
manners, greatly red
ica
íst
ian
ter
rob
rac
mic
ca
s
da
Além
de
tion, reaching really
io
ula
me
r
um
po
acc
bio
serão obtidas
eis
,
áv
lowering the risk of
or
fav
s
de
da
rie
urnable packaging
ret
op
to
essas pr
ade
ilid
xib
. Or we can switch
fle
els
a
lev
alt
so
ão
low
s,
itir
ter
rm
cen
ated
que pe
in strategically loc
formulações inovadoras
reuse and recycling
al risks.
ent
nm
iro
s.
env
nta
the
nju
as to reduce
para aplicações co
ement
destinação
a
e
is
will allow for improv
ve
dá
gra
de
bio
m
bé
se new technologies
tho
tam
All
ão
ser
re
s
mo
en
a
in
As embalag
nutritional quality
mais monitorada. Os
of the offer of high
SQUARE
será ainda
ambiental dos resíduos
biana,
olizados de forma micro
tab
me
ão
ser
tos
os
mp
co
de
cto, diminuindo o risco
reduzindo muito o impa
s. Ou
ixo
o níveis realmente ba
bioacumulação, atingind
so e
balagens retornáveis, reú
poderemos partir para em
s, visando
rategicamente localizado
est
os
ntr
ce
em
em
ag
icl
rec
bientais.
à redução dos riscos am
rar a oferta
logias permitirão melho
Todas essas novas tecno
a mais
dade nutricional de form
de alimentos de alta quali
sustentável.
mente
ão usados concomitante
Os novos defensivos ser
r do
do
ula
im
e terão efeito est
com outros produtos qu
ução da
ind
das culturas, incluindo
crescimento e da saúde
enças.
resistência a pragas e do
2 2 FMC
sustainable way.
itantly with
will be used concom
The new pesticides
g effect in the
tin
t will have a stimula
other products tha
induction of
the
ing
lud
inc
of crops,
growth and health
and diseases.
resistance to pest
Nutrição
No futuro, as perdas dos
nutrientes aplicados serão
mínimas mediante proces
sos químicos e físicos de
for mulação que permitir
ão a liberação controlada
de nutriente justamente
nos períodos de maior
necessidade das plantas e
também a conquista dos
microrganismos.
O controle biológico cump
re com os critérios de
proteção ambiental, por
ser geralmente inócuo a
organismos benéficos, esp
ecíficos para a praga-alvo
,
e propiciar degradação na
tural no curto prazo. Seu
uso será cada vez mais int
eg rado ao manejo de pra
gas
e doenças, uma vez que
oferece novos e múltiplos
modos de ação com alta
eficiência biológica, que
reduzem o risco da evolu
ção da resistência.
Serão comercializadas for
mulações inovadoras que
conferirão excelente estab
ilidade dos bioagentes co
m
longo período de prateleir
a sem a necessidade de
refrigeração, garantindo
excelente bioeficácia e ma
nejo
eficiente de pragas e doen
ças. Protetores orgânicos
evitarão os efeitos adverso
s da temperatura, umidade
e radiação solar. Tudo iss
o permitirá evoluir de um
uso pontual de agentes bio
lógicos a um uso rotineiro
,
como componentes de pro
gramas de manejo
integ rado na produção de
culturas.
Nutrition
In the future, the los
es of the nutrients app
lied
will be minimal throug
h the chemical and
physical
formulation processes
which will allow the
controlled liberation
of nutrients exactly
in the
periods of greater nee
d of the plants and
also the
conquest of microorga
nisms.
The biological contro
l satisfies the environ
mental
protection criteria, as
it is generally harmle
ss for
beneficial organism
s, specific for the tar
get
ed
pest and because it
favors the natural deg
radation
in the short term. Its
use will be each tim
e
more integrated wit
h the pest and diseas
es
management, as it
offers new and multip
le
methods of action wit
h high biological effi
ciency,
which reduces risk of
the evolution of res
istance.
Innovative formulas
will be commercialize
d and
they will grant excelle
nt stability of the bio
agents
with long periods of
shelf life without the
need
for refrigerating, ens
uring excellent bioeffi
ciency
and efficient pest and
diseases management
. The
organic protectors will
prevent the adverse
effects
of temperature, hum
idity and solar radiati
on. This
will all allow for the
evolution from the pun
ctual
use of biological age
nts to a routine use
, as
components of integra
ted management pro
grams
in the production of
crops.
Climate
nciado
s terão efeito difere
ivo
ss
re
og
pr
s
to
en
Os aquecim
locarão em risco
s, mas, em geral, co
õe
gi
re
es
nt
re
fe
di
avanços
em
s no mundo. Com os
to
en
m
ali
de
ão
uç
gicos
a prod
processos meteoroló
de
ia
nc
rê
or
oc
da
o
na prediçã
cilações de
o de chuvas e/ou os
de estiagem, excess
izado.
do clima será minim
co
ris
o
,
ra
tu
ra
pe
m
te
ológicos,
nco de dados climat
O uso de satélites, ba
cionais permitirá
algoritmos computa
sensores remotos e
ças dos
desafios das mudan
os
ito
êx
m
co
ar
nt
e qualidade
enfre
ntir a produtividade
ra
ga
e
s
ico
át
m
cli
regimes
das culturas.
o no uso de
ntinuará progredind
co
m
bé
m
ta
em
m
s de
O ho
resguardar as cultura
ra
pa
os
lad
ro
nt
co
s
ente
ambiente
e produzir eficientem
as
rs
ve
ad
is
ta
en
bi
condições am
durante todo o ano.
ect
ve a different eff
e events will ha
The progressiv
y will put
the
,
ral
ne
ge
ions, but in
in different reg
at risk. With the
tion of the world
uc
od
pr
d
foo
the
the low water
of
s
ion
ict
in the pred
rainfall
developments
enings, excess
processes happ
l
ica
og
te
rol
ma
teo
cli
me
the risk of
ure oscillations,
and/or temperat
d.
will be minimize
ical databases,
lites, climatolog
will
The use of satel
nal algorithms
tio
uta
and comp
ges of
en
remote sensors
all
ch
the
g
ssfully confrontin
ity
allow for succe
suring productiv
l regimes and en
ica
og
tol
the clima
ps.
and quality of cro
s in the use of
e their progres
Men will continu
uard the adverse
feg
sa
to
onments
y
controlled envir
ps and efficientl
cro
conditions of the
environmental
the whole year.
produce during
SQUARE
Clima
FMC 2 3
ising
re is Prom
The Futu
evolution
astic. The
re is fant
tal
of agricultu
a fundamen
The future
ulture, as
ric
Ag
d
.
an
tic
ng
fantas
inue evolvi
of men is
omem
h
o
ents
d
en will cont
em
o
m
nc
çã
of
va
e
lu
o
lif
ad
cal
o. A ev
ic
part of the
st
tá
technologi
n
e
a
fa
th
ill
id
é
v
w
of
a
e
ra
or
d
ct
ntag
ental
ricultu
ricultural se
taking adva
e same ag
O futuro da ag cultura como parte fundam os avanços
ill be
sectors. Th
e, which w
r
us
he
n
ri
ot
o
ow
d
ag
of
an
its
A
it
r
a.
fo
ve
ic
es
ro
st
in
gi
tá
ap
lo
nd g of
e
é fan
chno
or understa
develop te
ará evoluindo
rícola
u
ag
n
r
ti
s. The maj
n
to
ea
co
se
nies to
ar
r
o
pa
em
he
m
m
ot
co
O mes
do hom
s.
suited to
ent of the
re
to
itm
ble
e
se
m
u
s
q
m
o
,
co
o
tr
e
ri
g irreversi
d th
de ou
out causin
ecology an
para uso próp
as
tecnológicos
gi
food, with
lo
ture.
to
o
ity
ul
al
en
cn
ric
qu
te
ag
im
á
d
er
w
volver
r enten
offer bett
te of the ne
s of
seal the fa
também desen ara outros setores. O maio
tegral part
mages, will
da
n will be in
em
s
p
tio
sa
va
as
re
d
p
re will
ta
nser
tu
co
em
ap
ul
il
ric
ad
as
so
d
o
ag
d
w
serã
imento
Water an
os
d
tion. The ne
in protecte
ral produc
o compromet
sem causar dan
e,
production
e agricultu
ad
e
th
id
th
al
da ecologia e
u
of
q
n
r
io
o
at
reduction
ai
iz
d
m
im
an
.
e
,
ax
ra
d
ts
u
m
s
en
ento
allow for
tion
ing of elem
ova agricult
oferecer alim
larger cycl
er. The rota
o destino da n
a
d
o
l
rã
ltivation, a
ra
ultural bord
cu
ca
g
ric
te
ar
ag
in
m
e
e
th
s,
te
th
d
nsion of
gration, an
irreversívei
solo será par
in the expa
ultural inte
á maximizar
da água e do
ir
it
ão
relevance
forest agric
m
aç
e
er
er
th
rv
gh
p
s,
hi
se
ra
n
op
u
ve
cr
of
A co
agricult
ent will ha
d use
e
managem
cola. A nova
ill have an
integrated
or ciclagem d
ai
m
ems. We w
,
st
o
produção agrí
d
sy
gi
n
te
tio
to foster a
uc
a fair cost
cultivo pro
in the prod
agrícola.
feed
nologies at
ch
te
ture and to
d
ul
a produção em o da expansão da fronteira
an
ric
o
products
e
ia
stainable ag
ár
xt
su
u
çã
ne
d
u
ec
e
d
an
-p
th
re
e
ra
in
s,
uctiv
growing
elemento
more prod
gração lavou
will keep on
stemas de
si
culturas, a inte
s
e
o
lation which
d
n
pu
a
o
ci
po
çã
a
ta
ân
v
ro
A
r rele
do terão maio
cnologias a
execution
decades.
ment and
manejo integra s e usaremos produtos e te
blic engage
pu
s
will be
ai
ith
y
m
w
lit
o
es
ra
bi
u
ni
em
aina
The compa
favor sust
r uma agricult
produção. Ter
ta
en
ting a new
els which
m
ea
od
cr
fo
m
e
a
y,
u
ss
q
et
ar
ci
p
ne
o
so
sível
of busi
a populaçã
ket and by
the
um custo aces
by the mar
ovement of
e alimentar um
l
rewarded
ve
.
uous impr
tá
as
in
en
ad
nt
st
éc
co
d
su
ue
r a tr
próximas
produtiva e
incentive fo
ndo durante as
ce
es
o
e quality.
the
cr
lif
á
çã
u
ar
an
u
ec
m
n
ex
ti
hu
shared in
con
blico e
ú
p
knowledge
d
to
an
en
re
im
to
tu
et
m
way
of agricul
tabilidade
ute in any
com compro
If our vision
can contrib
reçam a susten edade,
vo
As empresas
or products
magazine
fa
es
is
e
u
gi
th
q
lo
of
s
no
s
o
page
e negóci
use of tech
e pela soci
ws
pment and
de modelos d
, which allo
pelo mercado
the develo
as
to
d
en
sa
agriculture
m
e
en
bl
ra
p
o
na
m
h
ality for
ai
el
co
st
qu
m
re
su
d
e
an
ro
or
em
ei
ly
b
m
ad
pp
for a
serão
m verd
e food su
creation
ement of th
ents in the
centivo para u a humanidade.
for improv
oud and ag
pr
el
fe
criando um in
d
ill
a
id
we w
humanity,
ualidade de v
world.
contínuo da q
of a better
nhecimentos
romissor
O futuro é p
ura e co
de
ão da agricult
contribuírem
ta
is
v
re
ta
Se a nossa vis
es
d
gias
os nas páginas
uso de tecnolo
e
to
en
im
compartilhad
lv
para o desenvo
entável, que
alguma forma a uma agricultura mais sust entos
par
os alim
e de produtos
a qualidade d
e
a
rt
fe
o
a
r
ra
o
orgulhosos e
permita melh
os nos sentir
em
er
d
o
p
e,
idad
melhor.
para a human
de um mundo
o
çã
ia
cr
a
d
partícipes
SQUARE
Este artigo traz resumidamente para os leitores de
FMC Square o texto com o qual a FMC participou, a
convite da Sociedade Rural Brasileira e DATAGRO,
do projeto editorial que resultou do Global
Agribusiness Forum Academy (GAF), realizado
no início deste ano. Os livros, que têm o objetivo
de oferecer uma contribuição científica visando o
contínuo desenvolvimento da agricultura mundial,
foram entregues a universidades, empresas e governos
dos maiores países agrícolas do mundo, após o GAF.
2 4 FMC
This article for the readers of FMC Square is a summary of the
text with which the FMC participated, invited by the Sociedade
Rural Brasileira (Brazilian Rural Society) and DATAGRO, in the
editorial project that derived from the Global Agribusiness
Forum Academy (GAF), carried out at the beginning of this year.
The books, whose objective is offering a scientific contribution
addressing the continuous development of worldwide agriculture,
were delivered to universities, companies and governments of
the major agricultural countries in the world, after the GAF.
Yemel Ortega
Gerente de Tecnologia & Inovação
Brazil Technology & Innovation Manager
E S P E C I A L / S P E C I A L
Ainda mais
próximos
#midiassociais #clientes #consultores #academicos #equipe
#cooperativas #fmc #interacao #agronegocio #fmcnocampo
#agriculturabrasileiraalimentaomundo #orgulhoemseragricultor
O
Agora essa proximidade deverá ficar mais evidente
com a presença da FMC em vários canais de mídias
sociais, levando informações e atualizações dirigidas
a esse público. E, criando uma rede virtual, os
SQUARE
perfil da FMC tem tudo a ver com as
mídias sociais. Não é de hoje que a empresa
aposta no compartilhamento de informações e
na interação social como forma de criar valor na
sua relação com os seus públicos, especialmente o
cliente.
FMC 2 5
Even closer
canais também deverão integrar outros interessados
no mundo do agronegócio, como consultores,
acadêmicos, equipe e gestores de cooperativas.
FMC’s profile has much in common with social media. The
company has for some time shared information and engaged
in social interaction as a way to create value in its relations
with the public, especially its clients.
Páginas da empresa no Facebook, Twitter,
Instagram e YouTube receberão conteúdo
informativo em alta frequência – sempre a partir
do usuário “fmc agrícola” –,
mas também, por meio delas, a
FMC vai interagir com o público,
respondendo a perguntas e
dando orientações sobre questões
relacionadas ao campo e ao uso de
seus produtos. As mídias sociais
também serão úteis na cobertura
de eventos em tempo real, por
meio de vídeos e fotos.
This proximity will now become more evident with FMC’s
presence in several social media channels, sending
information and updates dedicated to its public. And with
the creation of a virtual network, the channels should also
integrate others interested in the agribusiness
world, such as consultants, academics, and the
staff and managers of several cooperatives.
“A FMC sempre se preocupou
em acompanhar evoluções
tecnológicas e aproveitar, da
melhor forma possível, tudo o
que a internet pode oferecer. Com
as mídias sociais, queremos nos
aproximar ainda mais do público
e da comunidade rural, ampliando
a comunicação e os canais de interação”, afirma
a Gerente de Comunicação da FMC, Fernanda
Teixeira.
Para garantir o bom relacionamento, a qualidade
do conteúdo e monitorar resultados, a companhia
conta com a assessoria de uma empresa
especializada em gestão de mídias sociais.
“Esse suporte é fundamental para garantirmos
The company’s pages on Facebook, Twitter,
Instagram and YouTube will receive informative
content at a highly frequent rate, always from
the user “fmc agrícola”, but FMC shall also use
them to interact with the public, answering
questions and orienting on issues related to
farming and the use of its products. Social
media will also be useful to cover events in
real time through videos and photos.
“FMC has always been concerned with keeping
abreast of the technological evolution and
making the best possible use of everything
that the Internet has to offer. With social
media we plan to get even closer to the public
and the rural community, extending our
communication and interaction channels”, says
FMC’s Communications Manager, Fernanda
Teixeira.
In order to ensure this good relationship,
provide quality content and monitor the results, the company
is assisted by a public relations company specialized in social
media. “This support is essential to guarantee professionalism
in the social networks and imprint FMC’s essence in the
Internet with seriousness and responsibility”, says Fernanda.
Hoje, o Brasil está entre os países com mais usuários
em Facebook, Linkedin, Twitter, Youtube e Instagram.
Brazil today is among the countries with the most users on
Facebook, LinkedIn, Twitter, YouTube and Instagram.
90,8% DOS INTERNAUTAS
BRASILEIROS
ACESSAM ALGUMA REDE
SOCIAL***
90,8% OF BRAZILIAN
INTERNET USERS ACCESS
A SOCIAL NETWORK***
POPULARIZAÇÃO
INTERNET
INTERNERT POPULARIZATION
LINKEDIN
FACEBOOK
2000... 2004
SQUARE
WORDPRESS
2 6 FMC
TWITTER
2005
2006
2007
2008
2009
YOUTUBE
Fontes/Sources:
* Youtube, 2013; ** Facebook, 2013; *** Com Score, 2014; **** Linkedin, 2013.
INSTAGRAM
COMPRADO POR US$ 1 BI
LINKEDIN
12 MI BRASILEIROS****
INSTAGRAM PURCHASED
FOR US$ 1 BILLION
LINKEDIN 12 MILLION
BRAZILIANS***
2010
2011
2012
FACEBOOK
LÍDER NO BRASIL
+ DE 80 MILHÕES**
FACEBOOK LEADER IN
BRAZIL OVER MILLION**
2013
2014
100 HORAS DE VÍDEO
PUBLICADAS NO YOUTUBE
POR MINUTO*
100 VIDEO HOURS
PUBLISHED ON YOUTUBE
PER MINUTE*
o profissionalismo nas redes e imprimirmos
a essência da FMC também na internet, com
seriedade e responsabilidade”, argumenta Fernanda.
Aplicativos
Recentemente, a FMC apresentou o novo aplicativo
da empresa para smartphones e tablets – o FMC
Agrícola. A ferramenta gratuita, disponível na
Google Play e na App Store, passou a oferecer mais
recursos para auxiliar o trabalho na lavoura, como
bulas, FISPQ (Fichas de Informação de Segurança
de Produtos Químicos), fichas de emergência e
informações sobre os produtos. Em quinze dias
mais de mil downloads foram realizados.
Agora foi criado um aplicativo utilizando a
plataforma Facebook, que conterá biblioteca
Números de usuários brasileiros/canal
Numbers of Brazilian users/channel
Applications
FMC recently presented its new application for smart phones
and tablets – FMC Agrícola [Agricultural]. The free tool can
be downloaded from the Google Play and App Store, and now
offers more resources to assist farmers in the field, such as
product leaflets, Chemical Products Safety Information Sheets
(“FISPQ”), emergency sheets, and information on products.
Over one thousand downloads were recorded in fifteen days.
Now there is an application created for use on the Facebook
platform, and which will contain the entire collection of FMC’s
publications with photos and descriptions. The user will be
able to run searches based on crops and pests. By selecting
the search option for crops, the pests that affect them will be
shown, and, by selecting a particular pest, the information will
be shown about it.
And Brazil fell into the net
According to a survey by ComScore, the leading company in
technology and behavior on the Internet, 90.8% of Brazilian
Internet users access social networks, with 41% of them
running searches on channels before making purchases;
54% following companies on Twitter; 74% “liking” companies
on Facebook. With 150 million users worldwide, Instagram
has also drawn the attention of companies from different
industries, including agribusiness companies.
Facebook: 65 milhões/million
Instagram: não divulgado (150 milhões no mundo)
undisclosed (150 million globally)
São 57,2 milhões de pessoas acessando
a internet regularmente, sendo:
57.2 million regularly access the Internet:
> 38% diariamente/daily;
> 87% dos internautas brasileiros pelo menos
uma vez por semana (Ibope Media, outubro de
2013)/87% of Brazilian Internet users do so at least once a
week (Ibope Media, October 2013);
> O número de conexões móveis cresceu de 233
mil (em 2007) para 7,2 milhões em 2013. A projeção
é de 9,3 milhões em 2014 (Ibope Media, outubro de
2013)/The number of mobile connections has grown from
233 thousand (in 2007) to 7.2 million in 2013. The projection
is for 9.3 million in 2014 (Ibope Media, October 2013).
SQUARE
Twitter: 10 milhões/million
FMC 2 7
NOVA COLUNA
# fmcnocampo
A partir desta edição, estaremos selecionando as
melhores fotos publicadas pelo time nas redes
sociais com a hashtag fmcnocampo para divulgálas na FMC Square.
com todo o acervo de publicações de Coletâneas
FMC, com fotos e descrições. O usuário poderá
fazer a busca optando por culturas ou pragas. Ao
selecionar a opção por culturas, serão mostradas
as pragas que a afetam e, ao selecionar uma praga,
serão exibidas as informações sobre ela.
E o Brasil caiu na rede
Veja a nova coluna na página 65.
NEW COLUMN
# fmcnocampo (fmcinthefield)
Starting from this edition we will be selecting the best
published photos by the team on social networks with the
hashtag fmcnocampo [fmcinthefield] to post them on FMC
Square.
See the new column on page 65.
De acordo com a pesquisa ComScore, empresa
líder em tecnologia e comportamento na internet,
90,8% dos internautas brasileiros acessam redes
sociais, sendo que 41% deles pesquisam os canais
antes de realizar compras; 54% seguem empresas
no Twitter; 74% curtem empresas no Facebook.
Com 150 milhões de usuários no mundo, o
Instagram tem chamado a atenção também de
empresas de diversos setores, inclusive as voltadas
para o agronegócio.
São 90,8% dos internautas brasileiros
acessando redes sociais, sendo:
90.8% of Brazilian Internet users access social
networks:
> 4,9 horas mensais / 4.9 hours monthly;
> 41% pesquisando antes de realizar suas compras
/ 41% run searches before shopping;
> 2 a cada 3 usuários dão feedback / 2 out of every 3
users give feedback;
> 54% seguem empresas no Twitter / 54% follow
/fmcagricola
companies on Twitter;
> 74% curtem empresas no Facebook (ComScore,
fevereiro de 2014) / 74% “like” companies on Facebook
(ComScore, February 2014).
/fmcagricolabrasil
@fmcagricola
@fmcagricola
Surgimento da World Wide Web,
proposta por Tim Berners-Lee
Nova ideia para a gestão da informação.
105 milhões de internautas
no Brasil (Ibope Media,
outubro 2013).
The emergence of the World Wide Web,
proposed by Tim Berners-Lee. New Idea
for information management.
SQUARE
12 - 03 - 1989
2 8 FMC
105 million Internet users in Brazil
(Ibope Media, October 2013).
Google
1996
Primeiro celular
com conexão à
internet pela Nokia.
First cellular phone with
internet connection
produced by Nokia.
1998
2005
Internet alcança 1 bilhão
de usuários no mundo.
Internet reaches 1 billion
users in the world.
2014
A dessecação que favorece
um plantio com mais flexibilidade.
•
•
•
•
Versatilidade: excelente espectro de controle
Flexibilidade: rápida dessecação que aumenta a janela de plantio
Economia: rápida absorção - não sofre perdas por chuva
Segurança: não causa nenhum tipo de interferência na soja
AURORA. ACELERE SEU CONTROLE.
ATENÇÃO
ASSOCIAÇÃO NACIONAL
DE DEFESA VEGETAL
Este produto é perigoso à saúde humana, animal e ao meio ambiente. Leia atentamente e
siga rigorosamente as instruções contidas no rótulo, na bula e receita. Utilize sempre os
equipamentos de proteção individual. Nunca permita a utilização do produto por menores
de idade. Faça o Manejo Integrado de Pragas. Descarte corretamente as embalagens e restos
de produtos. Uso exclusivamente agrícola.
CONSULTE SEMPRE UM ENGENHEIRO AGRÔNOMO. VENDA SOB RECEITUÁRIO AGRONÔMICO.
Locker: produto em fase de cadastro estadual no Espírito Santo.
Talisman: produto em fase de cadastro estadual no Paraná. (milho)
SQUARE
Conheça também outras soluções FMC para soja:
FMC 2 9
S Q U A R E
Por/By Roberto Estêvão Bragion de Toledo, Jonas Cuzzi,
Rubem Silvério Oliveira Junior e Jamil Constantin
P L A N TA S
D A N I N H A S / W E E D S
Ao cair das folhas...
P R A Ç A
D A S
O fim do outono e chegada do inverno configura-se no momento ideal
para realizar o manejo outonal de buva resistente ao glyphosate visando
à semeadura da soja no limpo
The late fall and winter’s arrival set the ideal moment for the autumnal
management of the glyphosate resistant horseweed (Conyza bonariensis)
to enable soybean planting on clear ground.
N
o final do outono, o cair das folhas já anuncia a
chegada da próxima estação, quando entramos
no período de entressafra. Esse é o momento ideal
para realizar o manejo outonal de buva resistente ao
glyphosate visando à semeadura da soja no limpo. Esse
manejo deve ser realizado em áreas de pousio após a
safrinha – uma vez que esse período entre a colheita
da cultura e a semeadura da soja é relativamente longo
– , sendo fundamental para reduzir a produção de
sementes das plantas de buva (Conyza sp.) resistentes e
de outras plantas daninhas tolerantes ao glyphosate e de
difícil controle, permitindo assim uma semeadura da
soja no limpo.
A aplicação de herbicidas no manejo outonal deve
ser realizada em estádios iniciais de desenvolvimento
da buva, nos quais as plantas apresentam maior
sensibilidade a esses herbicidas.
SQUARE
O controle químico nesses estádios visa à prevenção
de produção de sementes e das plantas de buva e de
outras infestantes, contribuindo assim para a redução
da densidade dessas espécies no banco de sementes
presentes no solo. Tal fato promove também a
redução da pressão de infestação dessas plantas
daninhas na nova safra e, portanto, da interferência
inicial ou precoce dessas plantas daninhas na cultura,
facilitando o controle.
3 0 FMC
A buva apresenta elevado potencial competitivo
com as culturas da soja e do milho; a presença de
uma densidade de infestação de apenas duas plantas
por metro quadrado já é suficiente para ocasionar
When leaves fall...
I
n the late fall, the dropping leaves announce the arrival of
the next season, when we go into the off-season period.
This is the ideal moment for the autumnal management of
the glyphosate resistant horseweed (Conyza bonariensis) to
enable soybean planting on clear ground. This management
should be conducted in fallow areas in the off-season, as
this period between crop harvest and soybean planting
is relatively long, and it is essential to reduce the seed
production of resistant horseweed (Conyza sp.) and other
glyphosate resistant weeds which are of great difficulty to
control, thus enabling soybean planting on clear ground.
Herbicide application in autumnal management should
be performed in the early stages of development of the
horseweed, when the plants are more sensitive to these
herbicides.
Chemical control in these stages seeks to prevent seed
production of horseweed and other weeds, thus contributing
to the reduction of the density of these species in the seed
bank in the soil. This fact also promotes the reduction of the
pressure imposed by weed infestation on the new crop and
therefore the initial or early interference of these weeds in the
crop’s development, facilitating control.
Horseweed has a high competitive potential with soybean and
corn; the presence of an infestation density of only two plants
per square meter is sufficient to cause reductions of up to
40% in soybean production. Therefore, it is very important to
seek the highest level of control possible in order to minimize
the potential for the regrowth of such weeds, so that their
regrowth does not subsequently constitute more complex
problems.
The application of residual pre-emergent herbicides, such
as Boral, with a different mechanism of action from that of
glyphosate, i.e., Protox inhibitor, when combined with other
ALS-inhibiting herbicides such as chlorimuron, cloransulam,
diclosulam and imazethapyr, presents itself as an important
alternative for the management of resistant horseweed.
A aplicação de herbicidas pré-emergentes residuais,
como o Boral, com um mecanismo de ação diferente
do glyphosate, ou seja, inibidor de Protox, quando
associado a outros herbicidas inibidores de ALS, como
chlorimuron, cloransulam, diclosulam e imazethapyr,
apresenta-se como importante alternativa de manejo
de buva resistente. Além da buva, essas alternativas
podem apresentar excelente eficiência também sobre
aquelas plantas daninhas que se apresentam como
tolerantes ou menos sensíveis ao glyphosate, como
amendoim-bravo ou leiteira (Euphorbia heterophylla),
corda-de-viola (Ipomoea sp.) e caruru (Amaranthus sp.),
e até efeitos de supressão nas populações de capimamargoso (Digitaria insularis).
Não é aconselhável esperar a emergência e o
crescimento de todas as plantas, pois as aplicações de
herbicidas sobre plantas grandes resultam em baixa
eficiência. Isso tem levado à utilização de herbicidas
para o manejo outonal logo após a colheita, quando as
plantas de buva ainda estão pequenas, ou seja, quando
são mais suscetíveis aos herbicidas. Nas áreas onde
se cultiva milho safrinha, tais aplicações acontecem
no final do outono ou no início do inverno, por volta
de 7 a 15 dias após a colheita do milho safrinha, no
momento em que a palhada da cultura já “assentou”
no solo e que as plantas de buva já aparecem por
sobre a palhada. É importante relembrar ainda que, no
momento da aplicação, as plantas de buva devem estar
com tamanho inferior a 16 cm.
Quando se opta por realizar o controle químico da
buva em estádio inicial de desenvolvimento, com
até no máximo 8 a 16 cm de altura, observa-se que
a associação de glyphosate, 2,4-D, Boral e chlorimuron
apresenta elevados níveis de controle (> 90%) em
comparação aos estádios mais avançados, como no
caso de plantas de buva maiores que 16 cm.
Nessas ocasiões, em que as plantas se apresentam
It is not advisable to wait for the emergence and growth
of all plants, as applications of herbicides over large plants
are little efficient. This has led to the use of herbicides for
the autumnal management soon after the harvest when
horseweed plants are still small, i.e., when they are most
susceptible to herbicides. In areas where maize is cultivated,
such applications take place in the late fall or early winter,
around 7-15 days after the maize has been harvested,
when the crop straw has already “settled” in the soil and
the horseweed has begun to appear over the straw. It is
important to remember that the horseweed plants should be
less than 16 cm in size during the application.
In deciding to perform the chemical control of horseweed in
its initial development phase, up to a maximum of 8 to 16
inches tall, it is observed that the combination of glyphosate,
2,4-D, Boral and chlorimuron present high levels of control (>
90%) compared to more advanced stages, as is the case of
horseweed plants larger than 16 cm.
On these occasions, in which the plants are larger (> 16 cm),
the combinations of 2,4- D, Boral, glyphosate and chlorimuron
present good levels of control. However, horseweed plants
with a height of approximately 25 cm do not perish and
subsequently regrow. Therefore, even for this combination
and for other herbicides related to glyphosate, the best
control is obtained with autumnal management application
performed where they measure up to 16 cm in height.
However, for the control of horseweed in a more advanced
stage of development, above 16 and up to 25 cm, a single
and precise application is often not enough to ensure
satisfactory control (80%). In such cases, the sequential
application of the combination of Boral, glyphosate and 2,4-D
every 7 to 15 days after the first application has provided the
best results. However, even in the sequential application, one
should prevent the horseweed from exceeding 25 cm in height
so that the control is not compromised and regrowth can be
prevented.
In autumnal management, it is essential to ensure full
control of horseweed that has already emerged at the time
of application, preventing it from developing during the
off-season, where it is essential to apply the combination of
post-emergence herbicides such as glyphosate and 2,4-D in
combination with pre-emergent herbicides residually present
in the soil, such as Boral associated with chlorimuron.
On the other hand, for those horseweed plants that may
emerge after this application, there is no need for the
residual effect of the herbicides to produce complete control
over them, but there should be a strong suppression of
their growth after they spring up in order to facilitate their
management in the pre-seeding stage of the summer crop.
Therefore, control of horseweed using autumnal management
ends at the pre-seeding management desiccation.
When observing the height of the weeds, we note that the
association of Boral and chlorimuron to glyphosate and 2,4-D
kept the horseweed plants suppressed until 60 to 75 DAA, in
SQUARE
reduções de até 40% na produtividade da soja.
Portanto, é muito importante buscar o nível de
controle mais alto possível, visando minimizar o
potencial de rebrota das plantas, de modo que tais
rebrotas não venham a constituir um problema ainda
mais complexo posteriormente.
Besides horseweed, these alternatives can also provide
excellent efficiency in controlling those weeds that present
themselves as tolerant or less susceptible to glyphosate,
such as amendoim-bravo or leiteira (Euphorbia heterophylla),
corda-de-viola (Ipomoea sp.) and pigweed (Amaranthus
sp.), including having suppressing effects on populations of
sourgrass (Digitaria insularis).
FMC 3 1
maiores (> 16 cm), as associações de Boral, glyphosate,
2,4-D e chlorimuron apresentam bons níveis de
controle. No entanto, nas plantas com altura próxima
de 25 cm, não ocorre a morte da buva, observando-se
rebrota posteriormente. Portanto, mesmo para essa
associação e para outros herbicidas associados ao
glyphosate, os melhores níveis de controle são obtidos
quando a aplicação do manejo outonal é realizada com
buva até 16 cm de altura.
No entanto, para o controle de buva em estádio
mais avançado de desenvolvimento, acima de 16
até 25 cm de altura, uma única aplicação pontual
muitas vezes não é suficiente para garantir controle
satisfatório (80%). Nesses casos, a aplicação sequencial
da associação de Boral a glyphosate e 2,4-D com
intervalos de 7 a 15 dias após a primeira aplicação tem
proporcionado os melhores resultados. Entretanto,
mesmo na aplicação sequencial, deve-se evitar que a
buva ultrapasse os 25 cm de altura para que o controle
não seja comprometido e para evitar a rebrota dessas
plantas de buva.
No manejo outonal é imprescindível garantir o
controle total das plantas de buva já emergidas
no momento da aplicação, evitando que elas se
desenvolvam durante a entressafra, sendo fundamental
a aplicação da associação de herbicidas pós-emergentes
como o glyphosate e 2,4-D associados a herbicidas
pré-emergentes com residual no solo, como Boral
associado a chlorimuron.
Por outro lado, para aquelas plantas de buva que
poderão emergir após essa aplicação, não há
necessidade que o efeito residual dos herbicidas
proporcione controle total das plantas, mas sim que
ocorra uma forte supressão do crescimento das
mesmas após sua emergência, visando facilitar o
seu manejo na pré-semeadura da cultura de verão.
Portanto, o controle da buva utilizando o manejo
outonal se encerra na dessecação de manejo présemeadura.
SQUARE
Quando se observa a altura das plantas daninhas,
nota-se que a associação de Boral e chlorimuron ao
glyphosate e ao 2,4-D manteve as plantas de buva sob
supressão adequada até 60 a 75 DAA, em trabalhos
de pesquisa desenvolvidos pelo Núcleo de Estudos
Avançados em Ciência das Plantas Daninhas (NAPD)
da Universidade Estadual de Maringá, PR.
3 2 FMC
O uso de Boral associado a chlorimuron, diclosulam,
cloransulam ou imazethapyr como herbicidas préemergentes residuais demonstrou excelente eficiência
quando aplicado no manejo outonal de buva resistente
ao glyphosate, quando associados a 2,4-D e ao próprio
glyphosate, principalmente nos casos em que o período
de entressafra (entre a colheita do milho safrinha e a
semeadura da soja) é superior a 60 dias.
studies carried out by the Center for Advanced Studies in the
Science of Weeds (“NAPD”) of the State University of Maringá,
Paraná State.
The use of Boral associated with chlorimuron, diclosulam,
cloransulam or imazethapyr as residual pre-emergence
herbicides showed excellent efficiency when applied in
autumnal management of horseweed resistant to glyphosate,
where associated with 2,4-D and glyphosate itself, especially
in off-season cases (between harvest of winter maize and
soybean sowing) lasting more than 60 days.
Finally, to perform soybean seeding without the presence
of horseweed, the farmer must perform the pre-seeding
management desiccation with a combination of glyphosate,
2,4-D, Boral and chlorimuron. In the case of 2,4-D used in the
pre-seeding of soybeans, one must respect the interval of 7 to
15 days between application and planting.
In summary, the autumnal management and pre-seeding
of soybeans using Boral associated with chlorimuron, or
another ALS-inhibiting herbicide, allow soybean planting to be
carried out in the absence or very low infestation of resistant
horseweed and other weeds tolerant to glyphosate, thereby
avoiding the detrimental negative effects of early weed
interference on soybean plants.
O manejo adotado na entressafra de soja define a densidade e o
tamanho das plantas de buva por ocasião da semeadura da soja
e a necessidade de controle após a semeadura da cultura.
The management adopted in-between soy harvests defines
the density and the size of buva plants during the sowing of
soy, and the need for control after sowing the crop.
Fluxos de emergência da BUVA no RS
BUVA emergency flows in RS
Semeadura da soja
Soy sowing
Plantas grandes
Large plants
Plantas pequenas
Small plants
Mar Abr
Mai Jun
Jul
Ago Set
Mar
May
Jul
Aug
Apr
OUTONO
Autumn
Jun
INVERNO
Winter
Sep
Out Nov Dez Jan Fev
Oct
Nov
Dec
PRIMAVERA
Jan
Feb
VERÃO
Spring
Summer
Manejo de Plantas Daninhas / Weed management
Manejo Outonal da Buva: Plantio no limpo e melhores
produtividades. / Autumnal management of Buva: planting
on clear field and best wields.
Produtividade sc/ha
64
Yield sc/ha
62
60
58
56
Trat. FMC
FMC
treatment
Padrão
Standard
Por fim, para efetuar a semeadura da soja sem
presença de buva, o agricultor deve realizar a
dessecação de manejo pré-semeadura com associação
de glyphosate, 2,4-D, Boral e chlorimuron. No caso da
utilização de 2,4-D na pré-semeadura da soja, deve-se
respeitar o intervalo de 7 a 15 dias entre a aplicação e
a semeadura.
Em resumo, o manejo outonal e de pré-semeadura
da soja com o uso de Boral associado a chlorimuron
ou outro herbicida inibidor de ALS permitirá que a
semeadura da soja seja realizada sem a presença ou
com infestações muito baixas de buva resistente ou
outras plantas daninhas tolerantes a glyphosate, evitando
os efeitos negativos da interferência inicial das plantas
daninhas à soja.
Roberto Estêvão Bragion de Toledo
Gerente de Desenvolvimento de
Herbicidas FMC
Development Manager - FMC Herbicides
Rubem Silvério Oliveira Junior
Professor Doutor da Universidade
Estadual de Maringá (UEM-PR)
Professor and Doctor at the State
University of Maringá (UEM-PR)
Jamil Constantin
Professor Doutor da Universidade
Estadual de Maringá (UEM-PR)
Professor and Doctor at the State
University of Maringá (UEM-PR)
Jonas Cuzzi
Gerente de Produtos - Herbicidas FMC
SQUARE
Product Manager - FMC Herbicides
FMC 3 3
S Q U A R E
P E S T S
S O I L
/
S O L O
D E
P R A G A S
D A S
P R A Ç A
Corte o mal pela raiz
Por/By Profª Maria Amelia dos Santos
O
s nematoides, não é de hoje, vêm tirando o
sono de muitos produtores.
SQUARE
Mundialmente, as perdas que causam na cultura
da soja estão na ordem de 10,6%, ou seja, 3,9
bilhões de dólares. A falta de conhecimento dos
agricultores quanto à presença em suas lavouras e
aos danos econômicos que os nematoides podem
ocasionar é um dos grandes obstáculos para o
manejo de áreas contaminadas.
3 4 FMC
No Brasil, os que atuam como patógenos na cultura
da soja são parasitas das raízes e compreendem as
espécies Meloidogyne incognita, M. javanica, M. arenaria,
Pratylenchus brachyurus, Heterodera glycines, Rotylenchulus
reniformis e Tubixaba tuxaua.
Nip in the bud
I
t is no news that nematodes have caused many farmers
sleepless nights.
Worldwide losses in soy plantations because of nematodes are
around 10.5%, or 3.9 billion dollars. Lack of knowledge by
farmers regarding nematodes in their crops and the economic
damage they cause is a major obstacle for the management
of contaminated areas.
In Brazil the pathogens in soy cultivation are root parasites
comprised of the following species: Meloidogyne incognita, M.
javanica, M. arenaria, Pratylenchus brachyurus, Heterodera
glycines, Rotylenchulus reniformis and Tubixaba tuxaua.
The direct symptoms in soybean roots caused by the infection
of nematode species are galls, lesions, decay and defects in
development or root volume. Indirect symptoms caused by
this parasitism in the roots causes from yellowing of leaves
to necrosis, reduction in plant size, with stems of smaller
O controle de fitonematoides é, de modo geral,
tarefa de difícil realização, porque cada situação
Todo cuidado é pouco
Máquinas e implementos agrícolas devem estar
limpos quando iniciam as tarefas na propriedade.
Lavagem com jatos fortes de água para remoção
de torrões nas latarias, rodas e pneus é suficiente
para essa limpeza. Às vezes, os produtores
afirmam que o nematoide está presente na
área e que não precisaria ter esse cuidado, pois
a introdução do nematoide já ocorreu. Essa
ideia está errada, pois, mesmo tendo nematoide
na área, a nova entrada pode proporcionar a
introdução de outra espécie de nematoide ou
mesmo de uma nova raça, como no caso de
Heterodera glycines – o Brasil apresenta 11 raças em
10 estados produtores de soja.
A eliminação de plantas infestantes na safra e na
entressafra impede o aumento e/ou manutenção
do nematoide e, assim, não compromete a
eficiência de outras medidas de controle.
A adição de material orgânico favorece as
propriedades físico-químicas do solo para que as
plantas cresçam adequadamente e sejam menos
sensíveis ao ataque de nematoides na expressão
de danos. Além disso, propicia o crescimento das
populações de inimigos naturais dos nematoides
e sua decomposição libera compostos que podem
ser altamente tóxicos a eles. Trabalhos mostram
que, em áreas contaminadas por nematoides,
os locais que apresentam altas populações do
nematoide possuem baixos teores de matéria
orgânica e vice-versa. A melhoria orgânica
do solo com plantas de cobertura do solo,
adubos verdes e plantas de rotação de culturas
formadoras de boa palhada seria um grande
passo para o equilíbrio da vida no solo.
diameter, withered and dried plants, which often lead to plant
death.
The control of phytonematodes is generally difficult to
perform, because each situation requires careful analysis
before developing which strategies to adopt. Another major
obstacle is the difficulty of having a single control measure
that is totally effective in reducing nematode populations, and
especially when you have more than one species of nematode
in the contaminated area.
Control alternatives include: cultural practices, resistant
crops, crop rotation, antagonist plants, chemical and biological
products. These measures are strategies that should be used
integration, additionally or conjunctively in order to attack the
problem at the source: nip in the bud.
Plantas antagonistas como Crotalaria spectabilis
são excelentes para o controle dos nematoides
de galhas, nematoide reniforme e nematoide
das lesões. Para Pratylenchus brachyurus, resultados
favoráveis de redução populacional indicam
também Crotalaria breviflora e C. ochroleuca.
Great care required
Agricultural machinery and implements should be clean as
they initiate tasks on the property. Washing with strong
jets of water to remove lumps from the body, wheels and
tires is sufficient for the cleaning. Sometimes producers
claim that the nematode is already in the area and it is not
necessary take such precautions, because the introduction
of the nematode has already occurred. This is wrong,
because even though the nematode may be in the area, a
new species of nematode or even a new breed may ingress,
as is the case of Heterodera glycines – Brazil has 11 species
in 10 soybean producing states.
The elimination of infested weeds from the crop and
offseason prevents the increase and/or maintenance of the
nematode and does not compromise the effectiveness of
other control measures.
The addition of organic material favors the physicochemical
properties of the soil for the plants to grow properly
and is less susceptible to attack by nematodes in terms
of damage. Furthermore, it encourages the growth of
populations of the natural enemies of nematodes and its
decomposition releases compounds that can be highly
toxic to them. Studies show that in areas contaminated
by nematodes, sites that have high nematode populations
have low organic matter content and vice-versa. The
organic soil improvement with ground cover plants, green
manures and plant rotation of good mulch forming crops
would be a big step for the balance of life in the soil.
Antagonistic plants such as Crotalaria spectabilis are
excellent for controlling galls, nematodes, reniform
nematode and lesion nematodes. For Pratylenchus
brachyurus, favorable results of population reduction also
indicate Crotalaria breviflora and C. ochroleuca.
SQUARE
Os sintomas diretos nas raízes da soja provocados
pela infecção das espécies de nematoides são galhas,
lesões, podridões e falhas no desenvolvimento ou
volume radicular. Os sintomas indiretos que esse
parasitismo nas raízes provoca na parte aérea das
plantas de soja variam de amarelecimento a necrose
foliar, redução no porte de plantas, com hastes de
menor diâmetro, murcha e seca de plantas, que,
muitas vezes, levam à morte da planta.
FMC 3 5
Como conferir a existência de
fitonematoides
A amostragem é um procedimento de coleta
de amostras de solo e de partes vegetais para
serem analisadas quanto à existência ou não
de fitonematoides, bem como, no caso de
presença, determinar os números populacionais
e localizações na área. A época de coleta
depende da finalidade da amostragem:
diagnosticar se a doença na planta é causada
por nematoide, e assim normalmente ocorre,
quando a safra da cultura está em pleno
desenvolvimento, em que os sintomas de parte
aérea das plantas são observados em reboleiras;
estimar a população do nematoide para
determinação do limiar de dano econômico e o
período é o mais próximo do dia da semeadura,
em torno de 1 a 2 meses;
tomar decisões para condução do manejo da
área contaminada e nessa situação as coletas
são feitas no início e final de safra para poder
haver comparação das populações iniciais
com as finais e, então, analisar a eficiência de
medidas adotadas no manejo.
How to check for the existence of
Phytonematodes
Sampling is a procedure for collecting soil samples and
plant parts to be analyzed for the presence or absence of
Phytonematodes, and where present, to determine their
populations and locations. The collection time depends
on the purpose of the sampling:
diagnose whether the disease in the plant is caused by
the nematode, and this usually occurs when the crop is
in full development, in which case the symptoms of the
shoots are observed in foci;
estimate the nematode population to determine the
economic damage threshold and the period is the closest
to the day of sowing, around 1-2 months;
SQUARE
decide to manage the contaminated area and in this
situation, the collections are made at the beginning
and end of the harvest in order to compare with the
populations in the beginning and in the end, and then
analyze the effectiveness of the measures adopted to
manage the situation.
3 6 FMC
requer cuidadosa análise antes da definição das
estratégias a serem adotadas. Outro grande obstáculo
é a dificuldade de se ter uma única medida de
controle que seja totalmente eficiente na redução de
populações de nematoides e, principalmente, quando
se tem mais de uma espécie de nematoide envolvida
na área contaminada.
Entre as alternativas de controle estão: práticas
culturais, cultivares resistentes, rotação de culturas,
plantas antagonistas, produtos químicos e biológicos.
Essas medidas são estratégias que devem ser usadas
integradas, somadas ou combinadas, visando cortar
o mal onde ele está: pela raiz.
Uma alternativa é o tratamento de sementes de
soja, que proporciona uma proteção inicial que
dura em torno de 20 a 25 dias. Mas essa medida
isolada nem sempre é suficiente para assegurar um
estabelecimento apropriado da cultura. Uma forma
de obter maior segurança no estabelecimento da
cultura e controle de nematoides é o uso de produtos
para o tratamento de sulco, técnica que proporciona
maiores períodos de controle, por meio de produtos
específicos e diferentes modos de ação. As técnicas
de tratamento de sementes e tratamento de sulco
combinadas contribuem na redução populacional
dos nematoides.
Outra alternativa é o uso de micro-organismos.
Esses estão sendo testados com bons resultados
em alguns casos. Entre eles, destacam-se isolados
de espécies de Bacillus (rizobactérias), de espécies de
Pasteuria (altamente específica ao nematoide-alvo), de
fungos predadores (formadores de armadilhas em
seu micélio) como Arthrobotrys e de fungos parasitos
de fêmeas e ovos de nematoides como Purpuriocillium
lilacinum (= Paecilomyces lilacinus) e Pochonia
chlamidosporia. A formulação desses produtos na
soja deve contemplar tanto tratamento de sementes
como tratamento em sulco.
Os problemas com nematoides estão relacionados à
falta de sustentabilidade dos agroecossistemas. Para
tanto, manejos e tecnologias devem ser encontrados
e usados para suprir a sustentabilidade que o
solo sozinho não consegue manter, isto é, não se
autossustentar na rapidez do tempo que desejamos.
Incidência dos nematoides no
Brasil
One alternative is to treat the soy seeds for an initial
protection that lasts around 20 to 25 days. But this
measure alone is not always sufficient to ensure proper
crop development. One way to achieve greater security for
crop development and control of nematodes is the use of
products for sulcus treatment, a technique that provides
greater control periods, through specific products and
different forms of action. The seed and sulcus treatments
and techniques combined, contribute to the reduction of
the nematode population.
Another alternative is the use of microorganisms. These
have been tested with good results in some cases.
Among them, we highlight isolates of species of Bacillus
(rhizobacteria), species of Pasteuria (highly specific to the
target nematode), of fungal predators (trap forming in
their mycelium), such as Arthrobotrys and fungal parasites
of females and eggs of nematodes such as Purpuriocillium
lilacinum (= Paecilomyces lilacinus) and Pochonia
chlamidosporia. The formulation of these products in
soybeans should cover both seed and sulcus treatments.
Nematode problems are related to lack of sustainability
of agro-ecosystems. For this purpose, systems and
technologies must be found and used to supply the
sustainability that the land alone cannot keep, i.e., fail to
self-sustain within the speed and time required.
Os nematoides que atuam como patógenos na
cultura da soja no Brasil são parasitos das raízes e
compreendem as espécies Meloidogyne incognita, M.
javanica, M. arenaria, Pratylenchus brachyurus, Heterodera
glycines, Rotylenchulus reniformis e Tubixaba tuxaua. Em
função da extensão territorial do cultivo da soja
apresentando as mais variadas condições de solo,
essas espécies podem ter ocorrência simples ou
combinada.
Um outro fator muito importante nessa distribuição
é o sistema de cultivos com os quais a soja
está envolvida, ou seja, quais são as culturas
companheiras em sucessão e rotação de culturas.
No quadro abaixo, observa-se que a coincidência
de espécies de nematoides com plantas
hospedeiras contribui para que determinados
nematoides possam apresentar maiores problemas
fitossanitários.
Incidence of nematodes in Brazil
Nematodes that act as pathogens in soybean in Brazil are
parasites of roots and comprise the species Meloidogyne
incognita, M. javanica, M. arenaria, Pratylenchus brachyurus,
Heterodera glycines, Rotylenchulus reniformis and Tubixaba
tuxaua. Due to the territorial extension of cultivated soybean
presenting the most varied soil conditions, these species may
have single or combined occurrence.
Another very important factor in this distribution is the system
with which cultivation of soy is involved, i.e., what are the
company crops in crop succession and crop rotation.
Rugby 200 CS
A FMC lança no mercado uma nova solução
para o controle de nematoides, o sistema Rugby
PulverEasy. Esse sistema reúne um nematicida
altamente eficaz, com rápido início de controle
a um equipamento de aplicação no sulco de alta
precisão e versátil, proporcionando um residual
prolongado. Consequentemente, o resultado são
plantas mais sadias, vigorosas e produtivas.
In the table below, we can see that the coincidence of
species of nematodes with host plants contributes to certain
nematodes to develop greater phytosanitary problems.
Rugby 200 CS
Maria Amelia dos Santos
Universidade Federal Uberlândia/Instituto
de Ciências Agrárias
Uberlândia Federal University/Institute of
Agricultural Sciences
SQUARE
FMC introduces a new solution into the market for the
control of nematodes: the Rugby PulverEasy system.
This system combines a highly effective nematicide with
rapid control start to a sulcus application equipment high
precision and versatility, providing a long residual effect.
Consequently, the results are healthier, more vigorous and
more productive plants.
FMC 3 7
E N C O N T R O
M A R C A D O
fmcagricola.com.br
O melhor controle
de nematoides,
para sua soja
funcionar como
uma máquina.
•
•
•
•
•
•
Aplicação eficaz
Rápido início do controle
Versatilidade: pode ser aplicado em qualquer tipo de solo
Residual prolongado: sua soja protegida por muito mais tempo
Plantas mais sadias e vigorosas
Uniformidade da cultura: auxilia no manejo e na colheita
RUGBY 200 CS.
CONTROLE QUE VAI ALÉM DO TRATAMENTO DE SEMENTES.
Conheça também outras soluções FMC para a soja:
FEROMONIO
PLATO
H E L IC
OVERPA ARMIGERA
SQUARE
ATENÇÃO
ASSOCIAÇÃO NACIONAL
DE DEFESA VEGETAL
Este produto é perigoso à saúde humana, animal e ao meio ambiente. Leia atentamente e
siga rigorosamente as instruções contidas no rótulo, na bula e receita. Utilize sempre os
equipamentos de proteção individual. Nunca permita a utilização do produto por menores
de idade. Faça o Manejo Integrado de Pragas. Descarte corretamente as embalagens e restos
de produtos. Uso exclusivamente agrícola.
CONSULTE SEMPRE UM ENGENHEIRO AGRÔNOMO. VENDA SOB RECEITUÁRIO AGRONÔMICO.
Locker: Produto em fase de cadastro estadual no Espírito Santo. Rugby: Produto em fase
de cadastro estadual no Paraná, Sergipe e Pernambuco. Talisman: Produto em fase de
3 8cadastro
FMC estadual no Paraná. (milho)
Nematicida/Inseticida
200 CS
PULVEREASY
TECNOLOGIA E PRECISÃO
NA APLICAÇÃO
S Q U A R E
D O E N Ç A S / D I S E A S E S
D A S
P R A Ç A
Por/By Andréia Quixabeira Machado / Daniel Cassetari Neto
Soja saudável
Diagnóstico e manejo corretos são a melhor defesa contra doenças
fúngicas da soja e garantia de altos índices de produtividade
Correct diagnosis and management are the best assurance for high
productivity and defense against fungal diseases of soybean
Nosso objetivo é oferecer ao leitor informações sobre
as doenças mais limitantes à cultura da soja e opções
de medidas de controle químico eficientes, de custo
competitivo e não agressivas ao meio ambiente, de
forma a prestar-lhe um auxílio em relação a esse
momento.
Antes, porém, vamos discorrer sobre essas doenças (e
os danos por elas causados) – muitas já conhecidas há
bastante tempo e outras consideradas emergentes –,
que têm acompanhado a expansão da cultura da soja,
tornando o fator fitossanitário o maior limitante na
obtenção de altos índices de produtividade.
Causada pelo fungo Colletotrichum dematium (Pers. Ex
Fr.) Grove var. truncata (Schw) Arx (sin. C. truncatum
(Schw.) Andrus & Moore), a antracnose é uma das
principais doenças na cultura em todas as fases de
desenvolvimento, desde a fase de plântula até a fase
inicial de formação das vagens, constituindo-se
em importante problema nos cerrados. Em anos
chuvosos, pode causar perda total da produção.
Porém, tem causado com maior frequência alta
redução do número de vagens. A maior intensidade
da antracnose nos cerrados tem sido atribuída à
elevada precipitação e a altas temperaturas. Mas outros
fatores, como o excesso de população de plantas,
cultivo contínuo da soja, estreitamento nas entrelinhas
(35 a 43 cm), uso de sementes infectadas, infestação
e dano por percevejo e deficiências nutricionais,
principalmente de potássio, são também responsáveis
pela maior incidência da doença.
Uma doença que sempre esteve presente nas lavouras
de soja e que apenas ocasionalmente causava danos
SQUARE
A
tomada de decisão e a adoção segura de medidas
de controle antes da instalação e durante a
condução de uma lavoura dependem essencialmente
da correta identificação dos fatores envolvidos nos
processos patogênicos potenciais ou em curso.
FMC 3 9
O manejo químico das doenças
fúngicas
A utilização de fungicidas no manejo integrado de
doenças de plantas é prática indispensável quando
as táticas de manejo do ambiente e da planta
hospedeira são insuficientes para minimizar os
danos provocados pela interferência dos agentes
patogênicos.
Os índices de produtividade chegaram a
patamares tão altos que se faz necessário rever as
estratégias de manejo de doenças, considerando
as características dos patógenos em termos
de epidemiologia e sobrevivência. Patógenos
biotróficos como a ferrugem asiática e o oídio
dependem de seus hospedeiros vivos para se
multiplicarem, e estratégias como vazio sanitário
são bastante eficazes na redução do inóculo,
enquanto os patógenos necrotróficos, como
os causadores da mancha parda, mancha alvo
e antracnose, são mantidos com um potencial
de inóculo cada vez maior dentro do sistema de
monocultura ou sucessão de cultura da soja.
Outro fator importante é entender a dinâmica das
doenças, para estabelecer as melhores estratégias
de manejo na cultura, considerando o ciclo das
variedades da soja e época de plantio, pressão
de inóculo das doenças, características de cada
fungicida e pressão de seleção de patógenos
resistentes a determinados grupos químicos e
ingredientes ativos.
Tendo em mente sempre a redução do inóculo
inicial (porção do patógeno capaz de iniciar um
processo de infecção) proveniente de sementes
contaminadas ou infectadas, da matéria em
decomposição no solo e de restos de cultura,
as aplicações preventivas são essenciais no
manejo químico das doenças fúngicas em soja.
Esta prática deve considerar a presença real ou
potencial na lavoura de inóculo de mancha alvo,
antracnose e mancha parda, patógenos bem
controlados por ingredientes ativos dos grupos
químicos das Estrobilurinas, Benzimidazóis e
Triazóis.
O uso de princípios ativos isolados é prática
não recomendada pelo FRAC (sigla em inglês
para o Comitê para Avaliação de Resistência
a Fungicidas) por possibilitar a seleção de
populações menos sensíveis. Assim, a mistura de
ingredientes ativos de diferentes grupos químicos
possibilita a potencialização do modo de ação de
cada ingrediente ativo (com consequente aumento
da eficiência de controle) e a redução do risco de
seleção de populações resistentes.
SQUARE
O fungicida Locker 425 SC é composto
pela mistura de três ingredientes ativos com
modos de ação diferenciados sobre as células
4 0 FMC
fúngicas: Cresoxim-metil (grupo químico
das Estrobilurinas, interferem na respiração
mitocondrial e na síntese de energia na célula
fúngica), Carbendazim (grupo químico dos
Benzimidazóis, com ação de inibição de
formação da proteína tubulina e interferência
direta na divisão celular do patógeno) e
Tebuconazole (grupo químico dos Triazóis,
interferem na síntese de ergosterol e na
formação e integridade da parede celular da
célula fúngica). Esta associação de ingredientes
ativos confere um amplo espectro de ação do
produto sobre fungos das classes Coelomycetes,
Hyphomycetes (famílias Dematiaceae e
Moniliaceae) e Agonomycetes, ou seja, todos os
patógenos de importância mencionados como
limitantes desde os estádios iniciais da lavoura
de soja. A concentração de Cresoxim-metil
na formulação de Locker 425 SC é o dobro
comparado aos principais fungicidas registrados
para soja de mesmo grupo químico, o qual
confere melhor controle e efeito residual para
as doenças, além de ser uma estrobilurina ainda
pouco utilizada na cultura, sendo uma excelente
alternativa para rotação de ingredientes ativos.
Estas características também conferem um
espectro de controle diferenciado, permitindo a
um único produto obter o controle de diferentes
doenças que afetam a cultura da soja e podem
causar danos significativos em produtividade e
rentabilidade.
CHEMICAL MANAGEMENT OF FUNGAL DISEASES
The use of fungicides in the integrated management of
plant diseases is an essential practice when management
tactics for the environment and host plant are insufficient
to minimize the damage caused by the interference of
pathogens.
Productivity rates have reached such high levels that it
has become necessary to review strategies for disease
management, considering the characteristics of pathogens
in terms of epidemiology and survival. Biotrophic pathogens
like rust and powdery mildew depend on their living host
to multiply, and strategies such as fallowing are quite
effective in reducing the inoculum, while necrotrophic
pathogens such as those causing brown spot, target spot,
and anthracnose are sustained as having higher inoculum
potential within the monoculture system or soybean culture
succession.
Another important factor is to understand the dynamics of
the disease in order to establish the best strategies for crop
management, considering the cycle of soybean varieties
and planting time, inoculum pressure of diseases, the
characteristics of each fungicide and the selection pressure
of pathogens resistant to certain chemical groups and
active ingredients.
Always bearing in mind the reduction of the initial inoculum
DR. LOCKER
Fungicidas são avaliados
(portion of the pathogen capable of initiating infective
process) from contaminated or infected seeds, the
decaying matter in the soil and crop residues, the
preventive applications are essential in the chemical
management of fungal diseases on soybeans. This
practice should consider the actual or potential presence
of target spot, anthracnose, and brown spot inoculum
in the target crop, and pathogens well controlled by
active ingredients of the Strobilurins Benzimidazoles and
Triazoles chemical groups.
The use of isolated active principles is not a
recommended practice by the FRAC (Fungicides
Resistance Action Committee) for allowing the selection
of less sensitive populations. Thus, the mixture of active
ingredients from different chemical groups enables
the enhancement of each active ingredient’s mode of
action (consequentially increasing efficiency control) and
reduced risk selecting of resistant populations.
The Locker 425 SC fungicide is composed of a blend of
three active ingredients with different modes of action
on fungal cells: Methyl-kresoxim (Strobilurins chemical
group, interfering with mitochondrial respiration
and energy synthesis in fungal cell), Carbendazim
(Benzimidazoles chemical group with inhibitory action in
the formation of tubulin protein and direct interference
in pathogen cell division), and Tebuconazole (Triazoles
chemical group, interfering with ergosterol synthesis
and the formation and integrity of the fungal cell
wall). This combination of active ingredients gives
a broad spectrum of action of the product on the
Coelomycetes fungi, Hyphomycetes (Dematiaceae
families and Moniliaceae) and Agonomycetes classes,
i.e., all pathogens of importance mentioned as limiting
since the early stages of the soybean plantation.
The concentration of methyl-kresoxim in the Locker
425 SC formulation is doubled compared to the main
fungicides registered for soybean of the same chemical
group, which gives better control and residual effect
for diseases, besides being a strobilurin still not widely
used on the crop, being a great alternative for rotation
of active ingredients. These characteristics also provide
a spectrum of differentiated control, allowing for a single
product to obtain control of different diseases affecting
the soybean crop, which can cause significant damage to
productivity and profitability.
A FMC realizou uma ação em Goiás, Bahia, Minas
Gerais e Mato Grosso, denominada Dr. Locker, por
meio da contratação de 12 engenheiros agrônomos,
dedicados a montar campos demonstrativos e
acompanhar o desenvolvimento técnico do Locker x
concorrentes durante toda a safra 2013/2014.
Foram realizadas avaliações de desempenho dos
fungicidas no controle das doenças da soja, além da
colheita das áreas, sempre na presença do produtor
ou gerente técnico da fazenda, visando retratar o
resultado real e de forma imparcial.
De maneira geral, os resultados mostram que Locker
425 SC possui grande estabilidade de controle do
complexo de doenças da soja quando comparado
aos principais fungicidas-padrão de mercado,
mesmo quando aplicado em diferentes situações
de momento de plantio e ciclo das cultivares.
Esta estabilidade de controle e o espectro de ação
tornam o Locker 425 SC uma opção diferenciada
para o manejo das doenças da soja, permitindo alta
eficácia de controle e um consistente aumento da
produtividade nas áreas aplicadas.
DR. LOCKER
Fungicides assessed
FMC conducted an operation in Goiás, Bahia, Minas Gerais
and Mato Grosso, called Dr. Locker, by hiring of 12 agricultural
engineers, dedicated to setting up demonstrative camps and
tracking the technical development of Locker vs. competitors
throughout the harvest of 2013/2014.
Performance evaluations of fungicides for the control of
soybean diseases were conducted beyond crop areas always in
the presence of the crop producer or technical manager of the
plantation in order to impartially portray the real result.
Overall, the results show that Locker 425 SC has high stability
in the control of the group of soybean diseases when compared
to the main market standard fungicide, including where applied
in different situations of moment of planting and crops cycle.
Its stability control and spectrum of action make Locker 425
SC an unique option for the management of soybean diseases,
allowing for high control efficacy and consistent increase in
productivity in the areas it is applied.
Ganho do Locker em sacas/ha. Gains for Locker in sacks/ha.
Comparativo aos padrões das fazendas. In comparison with farm’s results.
VERY
EARLY
MÉDIO
AVERAGE
SEMIPRECOCE
TARDIO
SEMI-EARLY
LATE
1.6 1.5 1.8 1.7
2.2
PRECOCE
EARLY
PRECOCE
EARLY
1.0
Resultados Mato Grosso
Results for Mato Grosso
MÉDIO
AVERAGE
TARDIO
1.0 1.8
LATE
Resultados GO, BA e MG
Results for GO, BA and MG
SQUARE
SUPERPRECOCE
FMC 4 1
importantes é a mancha-alvo, causada pelo fungo
Corynespora cassiicola Berk. & Curt (Wei). Nos últimos
anos essa doença tem sido responsável por crescentes
prejuízos em diversas regiões, sendo mais severa nos
cerrados, especialmente em cultivares resistentes ou
tolerantes ao nematoide de cisto da soja. A manchaalvo ocorre em praticamente todas as regiões de
cultivo de soja do Brasil. Aparentemente o fungo é
nativo e infecta um grande número de plantas nativas
e cultivadas. Nos cerrados, frequentemente exige o
controle químico ou o uso de variedades com certo
grau de resistência.
A ferrugem asiática (Phakopsora pachyrhizi Syd. & P.
Syd.) é uma das doenças mais antigas da soja e tem
acompanhado a cultura nos diferentes países onde
esta tem sido cultivada comercialmente. A doença
também está presente no Paraguai, Argentina,
Bolívia, Colômbia e Estados Unidos. A importância
econômica da ferrugem asiática no Brasil pode
ser avaliada pela sua rápida expansão, virulência
e pelas perdas causadas. Ao nível de propriedade,
frequentemente, atingiu níveis de perda total pela
inviabilidade da colheita.
SQUARE
A mela, causada pelo fungo Rhizoctonia solani Kuhn
(teleomorfo Thanatephorus cucumeris (Frank) Donk)
tem sido relatada causando reduções médias de
produtividade de aproximadamente 30%, podendo
chegar a 60% em situações edafoclimáticas
extremamente favoráveis ao processo patogênico.
Nas regiões de maior ocorrência e nas condições
de cultivo, clima e solo predominantes, R. solani
tem contaminado extensas áreas de solo, tornando
obrigatórios a proteção química das sementes
plantadas e o manejo adequado da doença nas
culturas mais sensíveis como soja, algodão, mamona
e girassol. Os danos provocados por R. solani em soja
estão associados à morte de plântulas (tombamento
em pré e pós-emergência) e consequente redução da
população, podridão radicular e podridão mole de
folhas e necrose de vagens dos terços inferior e médio
das plantas.
4 2 FMC
Entre os principais patógenos associados às doenças
de final do ciclo (DFC) na cultura da soja, destacamse Septoria glycines (agente causal da mancha parda) e
Cercospora kikuchii (agente causal da mancha púrpura
em sementes e do crestamento foliar). Sob condições
favoráveis de ambiente, essas doenças podem
causar reduções superiores a 20% na produtividade.
Os patógenos envolvidos nas DFC ocorrem
simultaneamente e, com frequência, coincidindo
com a fase final de maturação da planta. Contudo,
o uso de sementes contaminadas ou infectadas e
o cultivo intensivo da soja têm proporcionado a
ocorrência de sintomas das DFC nas fases iniciais de
desenvolvimento da cultura (terço inferior das plantas
Healthy Soy
T
he decision making and safe adoption of control measures
prior to planting and during the management of a crop depend
essentially on the correct identification of the factors involved in
the potential or ongoing pathogenic processes.
Our goal is to offer the reader information about the most limiting
diseases of soybean and the options for efficient, cost-competitive
and environmental-friendly chemical control measures, in order to
provide them with timely support.
Firstly, however, we must discuss these diseases (and the damage
caused by them), many of which have been known for a long
time, and others that are considered as emergent, which have
accompanied the expansion of soybean cultivation, making
phytosanitary factor a major limiting factor in obtaining high
productivity.
Caused by a fungus known as Colletotrichum dematium (Pers. Ex
Fr) Grove var. Truncata (Schw) Arx (syn. C. truncatum (Schw.)
Andrus & Moore), anthracnose is a major disease attacking crops
in all of its development stages, from the seedling stage to the
early stage of pod formation, constituting a major problem in the
Brazilian savanna (cerrado). In wet years, it can cause the total
loss of a harvest. However, it has more often caused high reduction
in the number of pods. The higher intensity of anthracnose in the
Brazilian savanna has been attributed to high rainfall and high
temperatures. However, there are other factors, such as excessive
plant population, continuous cultivation of soybeans, narrowing of
the lines (35-43 cm), use of infected seeds, bedbug infestation and
damage, and nutritional deficiencies, especially in potassium, also
responsible for most of the disease incidence rate.
A disease that has always been present in soy plantations and
only occasionally caused major damage is the target spot, caused
by fungus Corynespora cassiicola Berk. & Curt (Wei). This disease
has been responsible in recent years for the growing losses
suffered in different regions, being more severe in the Brazilian
savannas, especially in crops resistant or tolerant to the soybean
cyst nematode. The target spot occurs in practically all regions
of soybean cultivation in Brazil. Apparently, the fungus is native
and infects a large number of native and cultivated plants. In the
Brazilian savannas, it often requires chemical control or the use of
plant varieties with a certain degree of resistance.
The Asian soybean rust (Phakopsora pachyrhizi Syd. & P. Syd.)
is one of the oldest diseases of soybean and has accompanied
its culture in different countries where this crop is commercially
grown. The disease is also present in Paraguay, Argentina, Bolivia,
Colombia and the United States. The economic importance of
soybean rust in Brazil can be evaluated for its rapid expansion,
virulence, and losses caused. At the property level, it has often
reached levels of total loss due to the unfeasibility of harvesting.
Web blight, caused by fungus Rhizoctonia solani Kuhn (teleomorph
Thanatephorus cucumeris (Frank) Donk) has been reported to
cause average reductions in productivity of about 30%, reaching
60% in soil and climatic conditions extremely favorable to the
pathogenic process. In the regions of highest incidence, in
favorable planting, climate, and soil conditions, R. solani has
contaminated large areas of soil, making it mandatory to employ
chemical protection of planted seeds and the proper management
of the disease in the most sensitive crops such as soybeans,
cotton, castor beans, and sunflower. The damages caused by
R. solani in soybean are associated with the death of seedlings
(damping in pre- and post-emergence) and consequent reduction
of the population, root rot and soft rot of leaves and pod necrosis
of lower and middle thirds of the plants.
Among the major pathogens associated with end of cycle diseases
in the soybean crop, standout Septoria glycines (causal agent
of brown spot) and Cercospora kikuchii (causal agent of purple
seed stain and leaf blight). Under favorable environmental
conditions, these diseases can cause reductions of more than 20%
in productivity. The pathogens involved in end of cycle diseases
Visando à saúde da cultura da soja, é importante a
definição imediata de medidas de controle desses
patógenos, que necessitam de um monitoramento
constante, pois possuem capacidade mutagênica e
elevado risco em apresentar populações resistentes às
medidas de controle estabelecidas, especialmente ao
controle químico.
Patógenos refletem condições de
desequilíbrio
Patógenos de introdução recente no Brasil (considerando
recentes os últimos 15 anos), a exemplo do nematoide
do cisto (Heterodera glycines em 1992) e do fungo causador
da ferrugem asiática (Phakopsora pachyrhizi na safra
2001/2002), refletem as condições de desequilíbrio nos
sistemas de cultivo da soja, encontradas principalmente
nas extensas áreas do cerrado do Centro-Oeste, Norte e
Nordeste do Brasil.
Além deles, também demonstram tal desequilíbrio
o aumento da distribuição e da agressividade de
microrganismos até então localizados e secundários à
cultura nas condições do cerrado (o nematoide das lesões
radiculares, Pratylenchus brachyurus, e os fungos Corynespora
cassiicola, causador da mancha alvo, Colletotrichum truncatum,
causador da antracnose, Sclerotinia sclerotiorum, causador da
podridão branca da haste, e Rhizoctonia solani, causador de
tombamento, podridão radicular e mela).
Características
• Fungos e nematoides que sobrevivem no solo são
considerados os patógenos de mais difícil controle,
provocando falhas no estabelecimento inicial das lavouras
e causando danos no sistema radicular e parte aérea.
• As doenças fúngicas que ocorrem e se disseminam a
partir da parte aérea da soja são consideradas as mais
severas, resultando em redução da área foliar disponível
para a fotossíntese, provocando desfolha precoce e
infecção direta sobre vagens, reduzindo assim o peso e a
qualidade final do grão.
• Patógenos disseminados pelas sementes interferem no
consumo de carboidratos acumulados nas estruturas de
reserva, afetando o estabelecimento inicial das lavouras
occur simultaneously and often coincide with the final stages of
plant maturity. However, the use of contaminated or infected
seeds and intensive cultivation of soybeans have promoted the
appearance of end of cycle disease symptoms in the early stages
of crop development (lower third of the plants with yellowing
leaves), constituting an increase of secondary inoculum
responsible for defoliation in the stage of grain filling.
In order to ensure soybean health it is important to define
immediate measures for the control of these pathogens, which
need constant monitoring because they have mutagenic capacity
and high risk of attacking populations resistant to established
control measures, especially to chemical control.
de soja e contribuindo de forma decisiva para o elevado
potencial de inóculo inicial para a parte aérea, e podem
ser efetivamente controlados com o uso de sementes
sadias ou tratadas com fungicidas, além da adoção de
rotação de culturas e da aplicação de programas de
controle químico preventivo.
Pathogens reflect conditions of imbalance
The recent introduction of pathogens in Brazil (over the past 15
years)-such as the cyst nematode (Heterodera glycines in 1992)
and the fungus that causes soybean rust (Phakopsora pachyrhizi
in the 2001/2002 harvest)--reflects the conditions of imbalance
in soybean cropping systems found mainly in large areas of the
Brazilian savanna in the Midwest, North and Northeast of Brazil.
In addition, such imbalance also reveals the increased
distribution and aggressiveness of microorganisms hitherto
localized and secondary to the culture conditions of the Brazilian
savanna (root lesions nematode, Pratylenchus brachyurus, and
Corynespora cassiicola fungi, causing target spot, Colletotrichum
truncatum, causing anthracnose, Sclerotinia sclerotiorum,
causing white stem rot, and Rhizoctonia solani causing damping,
root rot and blight).
Characteristics
• Fungi and nematodes that survive in soil are considered to be
the hardest pathogens to control, provoking defects in the initial
crop development and damaging roots and shoots.
• Fungal diseases that occur and spread from the shoots
of soybean are considered to be the most severe, resulting
in reduced leaf area available for photosynthesis, causing
premature defoliation and direct infection of pods, thereby
reducing the weight and the final quality of the grain.
• Pathogens spread through seeds interfere with the intake
of carbohydrates accumulated in the reserve structures,
affecting the initial development of the soybean plantation and
contributing decisively to the high potential of initial inoculum for
the shoot. It can be effectively controlled with the use of healthy
seeds, or seeds treated with fungicides. One can also adopt
crop rotation and the application of preventive chemical control
programs.
Andréia Quixabeira Machado
Daniel Cassetari Neto
MSc. Fitopatologia/Patologia de
sementes INDEA, MT
Dr. Fitopatologia/Controle
de doenças UFMT/DFF, MT
MSc. Phytopathology/Pathology of
seeds INDEA, MT
Dr. Phytopathology/Disease
Control UFMT/DFF, MT
SQUARE
com folhas com amarelecimento), constituindo em
aumento do inóculo secundário responsável por
desfolha a partir da fase de enchimento de grãos.
FMC 4 3
P O I N T
PA R T I D A / S TA R T
D E
P O N T O
SQUARE
Por/By Ricardo Amorim
4 4 FMC
El Niño: a
esperança dos
especuladores
D
Por outro lado, se a expansão do agronegócio
brasileiro impressiona, a volatilidade de preços
de que o setor tem sido vítima não fica para trás.
As principais culturas brasileiras experimentaram,
em intervalos de tempo excepcionalmente curtos,
preços muito elevados e seguidos de preços muito
baixos e vice-versa.
A expansão sustentada da demanda chinesa e, em
menor grau, da indiana por alimentos tem exercido
e continuará a exercer uma pressão altista sobre
os preços, mas fortes oscilações climáticas e da
economia global ainda causarão agitações dos
preços.
Atualmente, há dois importantes riscos baixistas de
preços de commodities em geral para os próximos
18 meses: um eventual estouro da bolha imobiliária
e de crédito na China ou da bolha acionária nos
EUA. Nos dois casos, os preços em dólares dos
grãos e demais commodities sofreriam quedas
muito significativas, que seriam apenas parcialmente
compensadas por uma alta também bastante grande
do dólar.
Após altas significativas dos preços da maioria das
culturas nos últimos meses devido a dificuldades
climáticas e consequentes quebras de safra, as
commodities agrícolas parecem especialmente
vulneráveis a choques assim. Pior, o total das
posições especulativas compradas em commodities
na Bolsa de Chicago acabou de atingir o nível
mais elevado em mais de dez anos. Movidos
pelas altas recentes, os especuladores estão
apostando maciçamente que a alta recente dos
preços vai continuar. O problema é que se esses
especuladores decidirem ou forem forçados a
reverter suas apostas, vendendo contratos futuros
de commodities – como seria o caso se uma bolha
financeira estourasse na China ou nos EUA –, eles
exercerão uma pressão baixista ainda mais forte nos
preços.
El Niño: the hope of speculators
S
ince the turning of the millennium, Brazilian agribusiness
has grown and become renowned. Driven by the strong
expansion demand from China, major gains in productivity, and
the exploration of new agricultural frontiers, we have reached
results that would have been unimaginable ten years ago. Less
than a decade ago, overtaking the USA in soy exportation, or
seeing the second corn harvest, to this day called safrinha (little
harvest), surpassing the first harvest, for example, had seemed
to be a mere illusion.
On the other hand, if the expansion of Brazilian agribusiness
is impressive, the price volatility that has victimized the sector
is equally impressive. Major Brazilian crops suffered, for
exceptionally short periods, very high prices followed by low
prices and vice-versa.
The expansion sustained by the Chinese demand, to a lesser
degree than the Indian demand, has and will continue to exert
a bullish pressure on prices. However, strong climatic and global
economy fluctuations will still stir up prices.
Currently, there are two important downward risks in commodity
prices in general for the next 18 months: an eventual bursting
of the real estate bubble and the credit in China, or the bursting
of the shareholding bubble in the USA. In both cases, the price
in U.S. Dollars of grains and other commodities would suffer
significant downfalls, which would be only partially compensated
by an equally great high in the U.S. Dollar.
After a significant high in prices for most crops in the last
months due to climatic difficulties and consequently lost
harvests, agricultural commodities seem to be especially
vulnerable to such impacts. Worse still, the total of speculative
positions purchased in commodities in the Chicago stock market
has just reached the highest level ever in over ten years. Moved
by the recent highs, speculators are betting heavily on the
continued recent high in prices. The problem is that if these
speculators decide or are forced to withdraw their bets, selling
commodities futures contracts, which would happen if a financial
bubble burst in China or the USA, they would bear down even
stronger on prices.
On the last two occasions that it happened there were brutal
drops in prices. At the end of 2008, when the American real
estate crisis caused a global economic crisis, commodity prices
in general, measured by the CRB index, fell by 50%. In 2011,
the European crisis and disappointing growth in the United
States led speculators to reduce their purchased commodity
positions, causing a 28% drop in the CRB index.
Fortunately, not all is bad news for rural Brazilian producers.
Meteorological institutions around the world have calculated a
70% probability of El Niño occurring between November of this
year and January of next year, and of above 50% starting now.
On average, the last four times this phenomenon occurred,
SQUARE
esde a virada do milênio, o agronegócio
brasileiro cresceu e apareceu. Impulsionados
pela forte expansão de demanda vinda da China,
grandes ganhos de produtividade e exploração de
novas fronteiras agrícolas, alcançamos resultados
que há uma década seriam impensáveis. Ultrapassar
os EUA em exportações de soja ou ver a segunda
safra de milho, até hoje chamada de safrinha,
superar a primeira, por exemplo, parecia meros
devaneios há menos de dez anos.
FMC 4 5
Nas duas últimas vezes em que isto aconteceu, as
quedas de preços foram brutais. No final de 2008,
quando a crise imobiliária americana causou a
crise financeira global, os preços de commodities
em geral, medidos pelo índice CRB, caíram 50%.
Em 2011, a crise europeia e uma decepção com
o crescimento nos EUA foram o gatilho que
levou os especuladores a reduzirem suas posições
compradas em commodities, causando uma queda
de 28% do índice CRB.
Felizmente, nem tudo são más notícias para
os produtores rurais brasileiros. Institutos
meteorológicos de todo o mundo atribuem uma
probabilidade de mais de 70% de ocorrência do
fenômeno El Niño entre novembro deste ano e
janeiro do ano que vem e superior a 50% já a partir
de agora. Em média, nas últimas quatro vezes em
que o fenômeno ocorreu – com início em maio
de 2002, julho de 2004, setembro de 2006 e julho
de 2009 –, os preços das commodities agrícolas
cotadas em dólar subiram bastante. A alta média
foi de 20,2% nos oito meses anteriores ao início
do fenômeno – à medida que especuladores
compravam contratos futuros de commodities
agrícolas, antecipando seus efeitos nos preços – e
de mais 24,4% nos 12 meses subsequentes, com
um ganho total de 49,5%.
SQUARE
Por outro lado, o real se fortaleceu em relação
ao dólar em média 5% nos oito meses anteriores
ao início do fenômeno e 10,1% nos 12 meses
seguintes, reduzindo os ganhos dos produtores em
moeda local. Entretanto, como a alta dos preços
em dólares foi bem maior do que a queda da
cotação do dólar, ainda houve ganhos expressivos
de preços para os produtores em moeda local – de
14,5% nos oito meses anteriores e de mais 13% nos
12 meses posteriores, totalizando 29,3% ao longo
de 20 meses.
4 6 FMC
O impacto nos preços, entretanto, não é linear em
diferentes culturas e em diferentes regiões. O El
Niño é um aquecimento prolongado da superfície
do Oceano Pacífico em pelo menos 0,5°C.
Normalmente, ele tem duração de nove meses a
dois anos e causa um aumento significativo das
chuvas nas costas ao Norte do Peru e Equador de
abril a outubro e no Norte da Argentina e Sul do
Brasil na primavera e verão. Além disso, no Brasil,
ele costuma causar secas severas em partes da
starting in May 2002, July 2004, September 2006, and July
2009, agricultural commodity prices quoted in U.S. Dollar
went up quite significantly. The average high was of 20.2%
in the eight months prior to the start of the phenomenon,
as speculators purchased agricultural commodity futures
contracts, anticipating its effects on prices, and of over 24.4%
in the following 12 months, with a total gain of 49.5%.
On the other hand, the Brazilian Real (R$) gained strength
against the U.S. Dollar by an average of 5% in the eight
previous months before the phenomenon began, and by
10.1% in the 12 months that followed, thus reducing producer
earnings in local currency. However, since the price high
in U.S. Dollars was greater than the low in the U.S. Dollar
exchange rate, there were still expressive earnings in prices
for the producers in local currency, of 14.5% in the eight
previous months, and over 13% in the following 12 months,
totaling 29.3% over the course of 20 months.
However, the impact on prices is not linear on different crops
and regions. El Niño is a prolonged warming of the surface
of the Pacific Ocean by at least 0.5°C. It usually lasts from
nine months to two years and causes significant increase in
rainfall in the coasts of Northern Peru and Ecuador from April
to October, and in the North of Argentina and South of Brazil
from spring to summer. Moreover, in Brazil, it usually causes
severe drought in parts of the Northern region, elevating
temperatures in the Midwest and reducing rains in the
Northeast’s rainy season.
In Brazil this year, the phenomenon not only has its effects
on agricultural prices, but also acquires additional importance
as without it, the risk of rationing electric energy in the South
and Southwestern regions is very significant.
In the case of agricultural products, El Niño usually causes a
global reduction in the production of wheat, rice, and corn,
affecting harvests in Latin America, USA, Australia, Southeast
Asia, China, and even Spain.
In the case of corn, for example, approximately ¼ of the
world’s production, in the USA, Mexico, China, and Spain,
usually drops. Moreover, during autumn in the Northern
Hemisphere, the higher than usual rainfall typically causes a
delay in corn and cotton summer harvests. This year, in the
specific case of California, which has experienced drought
over the last three years, the increase in rainfall due to El
Niño could even benefit production. However, since the peak
of increased rains should only occur close to the end of this
year, the increase thereof will only benefit crops harvested in
2015.
As for soy, the impact on global production tends to be the
região Norte, elevação da temperatura no CentroOeste e redução das chuvas na época chuvosa no
Nordeste.
No caso brasileiro, neste ano, além dos impactos
sobre preços agrícolas, o fenômeno adquire
importância adicional porque sem ele o risco de
racionamento de energia elétrica nas regiões Sul e
Sudeste é muito significativo.
No caso do milho, por exemplo, cerca de ¼ da
produção mundial – nos EUA, México e China e
Espanha – costuma ter queda de produtividade.
Além disso, no outono no Hemisfério Norte,
chuvas maiores do que o usual costumam causar
atraso nas safras de verão de milho e algodão.
Neste ano, no caso específico da Califórnia, que
teve problemas de seca nos últimos três anos, o
aumento de chuvas por conta do El Niño pode
até beneficiar a produção, mas, como o pico de
aumento de chuvas só deve ocorrer próximo ao
final deste ano, o aumento de chuvas só deve
beneficiar a safra colhida em 2015.
No caso da soja, o impacto na produção global
costuma ser o inverso, com aumento médio
de 3,7%, como resultado de um aumento
de produtividade em 37% da área plantada,
principalmente no Brasil, Argentina e EUA, mais
do que compensando um impacto negativo grande
em 9% da área plantada, na Índia e em partes da
China.
Em resumo, preços de commodities agrícolas
relativamente elevados, grandes posições
especulativas e riscos de choques financeiros
sugeririam que quedas fortes de preços das
commodities agrícolas poderiam ocorrer nos
próximos meses. Por outro lado, o El Niño, que
costuma causar altas também grandes de preços
agrícolas, tem uma probabilidade grande de
ocorrer. Nesta queda de braço entre pressões
baixistas e altistas, a única coisa que parece segura
é que a volatilidade de preços agrícolas no restante
deste ano e no próximo deve ser bastante grande.
Prepare-se enquanto é tempo.
opposite, with an average increase of 3.7% as a result of
increased productivity of 37% of cultivated area, especially
in Brazil, Argentina and the USA, serving to greatly
compensate for the major negative impact on 9% of the
cultivated area in India and parts of China.
In short, relatively high agricultural commodity prices,
great speculative positions, and risks of financial shocks
suggest that strong agricultural commodity price lows
could occur in the following months. On the other hand,
El Niño, which usually causes agricultural prices to go up,
has a great probability of occurring. Trapped in a struggle
between the bull and the bear, the only thing that is certain
is that the volatility of agricultural prices during the rest
of the year and in the following year should be very high.
Prepare while you still can.
Ricardo Amorim
Economista, consultor, apresentador do
programa Manhattan Connection da GloboNews,
colunista da revista IstoÉ e presidente da Ricam
Consultoria. Realiza palestras em todo o mundo
sobre perspectivas econômicas e oportunidades
de negócios. Único brasileiro na lista dos melhores
e mais importantes palestrantes mundiais do site
inglês Speakers Corner e economista mais influente
do Brasil segundo o site americano Klout.com.
Economist, consultant, host of Manhattan Connection at
GloboNews, columnist for IstoÉ magazine, and President of
Ricam Consultoria. Presents lectures around the world on
economic perspectives and business opportunities. Amorim
is the only Brazilian on the list of best and most important
lecturers on the English website Speakers Corner, and is
Brazil’s most influential economist, according to the American
website Klout.com.
SQUARE
No caso dos produtos agrícolas, o El Niño costuma
causar uma redução da produção global de trigo,
arroz e milho, impactando safras na América
Latina, EUA, Austrália, Sudeste Asiático, China e
até na Espanha.
FMC 4 7
Por/By Fábio Bonichelli
S Q U A R E
SQUARE
P R A Ç A
D A
S U S T E N TA B I L I D A D E / S U S TA I N A B I L I T Y
Uma mão na roda
4 8 FMC
SmartCalda (Central de Pré-Diluição), instalada na Usina Alta
Mogiana, permite o controle sobre todo o processo de formalização de
compostos, evitando riscos de erros e prejuízos financeiros e ambientais
J
á se vão quatro anos desde o lançamento
do TecnoCalda, um projeto inovador da
FMC, que criava a primeira unidade de manejo
integrado de agroquímicos do país dentro de
uma propriedade.
Por tais características, o TecnoCalda configurouse em um modelo de sustentabilidade na
medida em que garante o manejo estratégico da
lavoura e dos produtos nela aplicados de forma
econômica, segura e ambientalmente correta.
Esse projeto grandioso abriu caminho para
o desenvolvimento de um sistema compacto,
nomeado SmartCalda, que automatiza toda
a mistura, reduzindo sensivelmente os riscos
de erros que poderiam comprometer os bons
resultados na lavoura.
Esse novo projeto foi implementado na Usina
Alta Mogiana, em São Joaquim da Barra, SP –
cliente da Regional Centro, da qual faço parte
–, em setembro de 2013, e desde então a usina
estabeleceu o controle sobre todo o processo de
formalização de compostos.
Os feedbacks têm sido os melhores possíveis.
Em entrevista concedida ao jornalista Ariosto
Mesquita, para o Relatório de Sustentabilidade
FMC, o gerente de suprimentos, Rogério Soares
Junqueira de Mattos, explicou que as chances
de erros foram minimizadas e o controle foi
A handy asset
SmartCalda (Pre-Dilution Station),
installed in Alta Mogiana Plant, enables
control of the entire compound forming
process, preventing the risk of errors,
and financial and environmental losses.
I
t has been four years since the launching of TecnoCalda,
an innovative FMC project that created the country’s first
integrated agrochemicals management unit inside a property.
Due to these characteristics, TecnoCalda became a
sustainability model to the extent that it guaranteed the
strategic management of the harvest and other products
applied to it in an economical, safe and environmentally
friendly way.
This great project led the way to the development of a
compact system called SmartCalda, which automated the
whole mix, sensibly reducing the risk of errors that could
compromise good results in the harvest.
This new project was implemented at the Alta Mogiana Plant
in the municipality of São Joaquim da Barra, São Paulo,
a client from Regional Centro, of which I am a part, in
September 2013, and the plant has since then established
control of the entire compound forming process.
The feedback has been the best possible. In an interview
granted to Journalist Ariosto Mesquita for the FMC
Sustainability Report, the supplies manager, Rogério Soares
Junqueira de Mattos, explained that the chance of errors
has been minimized and control has been facilitated, given
that SmartCalda provides reports on all stages, offering the
possibility to assess the product applied, its efficiency, and the
USINA MOGIANA
A planta industrial de açúcar, etanol e bioenergia
é considerada uma das mais eficientes do país.
Na última safra, produziu mais de 8,4 milhões de
sacas de açúcar, 164 milhões de litros de etanol e
gerou 157.272 MWh de energia. Na foto ao lado, o
gerente de suprimentos, Rogério Mattos.
The industrial sugar, ethanol and bioenergy plant is considered
one of the most efficient in the country. It produced 8.4 million
bags of sugar, 164 million liters of ethanol, and generated
157,272 MWh of power in the last harvest. To the right Rogério
Mattos, manager of supplies.
SQUARE
MOGIANA PLANT
FMC 4 9
Simples, seguro,
ecológico e econômico
O serviço intitulado SmartCalda refere-se a uma
Central de Pré-Diluição (CPD) de agroquímicos que
permite uma preparação de mistura de água com
agroquímicos, por meio de um CLP (Controlador
Lógico Programável), sem que haja uma interação
direta por parte de um operário, minimizando,
portanto, riscos de exposição de usuários aos
produtos e de impactos ambientais.
Simple, Safe, Ecological and Economical
The service called SmartCalda refers to an agrochemicals
Predilution Station (CPD—Central de Pré-Diluição) which enables
the preparation of the mixtures of water and agrochemicals by
means of PLC (Programmable Logic Controller), without direct
interaction by an operator, thus reducing the risk of exposure to
product users and environmental impacts.
Na CPD está instalada uma pluralidade
de bulks que possuem agroquímicos,
bombeados para o dispositivo de mistura
de forma controlada e precisa, de maneira
que possibilita uma preparação de mistura
de agroquímico com água, com uma
intervenção mínima de um operário.
In the predilution station there are several
bulks containing agrochemicals, pumped to the
mixing device in a controlled and precise manner,
thus enabling the preparation of agrochemical
mixtures with water, and with minimal
intervention by an operator.
TO 2
U
D
O
PR
SQUARE
Infográfico: Rogério Pedro
TO 1
U
D
O
PR
5 0 FMC
Com SmartCalda
With SmartCalda
Os bulks são ligados à entrada da bomba para a
circulação de água e/ou agroquímico através de
respectivas tubulações, que possuem sensores de
pressão para que seja determinada a quantidade de
agroquímico que passa através destas, sendo que a saída
desta mesma bomba se comunica com o dispositivo de
mistura através de uma outra tubulação com o objetivo
de fornecer agroquímico oriundo dos bulks para o dito
dispositivo de mistura.
The bulks are connected to the inlet of the pump that performs
the circulation of the water and/or agrochemicals through their
respective pipes, which have pressure sensors enabling the
calculation of the amount of agrochemicals that pass through
them, and with the pump’s output communicating with the
mixing device through another pipe in order to supply the
agrochemicals coming from the bulks to the mixing device.
Melhorias
com SmartCalda
Improvements with SmartCalda
No sistema tradicional, a calda é preparada em recipientes de
grande porte, de tal modo que possam suportar significativos
volumes de agroquímicos e também de solvente.
In the traditional system, the solution is prepared in large
containers in such manner that they can contain significant
amounts of pesticides and solvent.
Geralmente tais recipientes são de aproximadamente 5.00020.000 litros e se encontram localizados, por exemplo, em
um galpão da usina ou fazenda.
Generally such containers are of approximately 5,000-20,000
liters, and are located, for example, in a shed at the plant or farm.
Após a preparação da calda (pré-diluição), esta é
transportada por caminhões-tanque até o pulverizador, que
pode estar no campo ou em uma pista de pouso (no caso de
pulverização aérea). Estes, além de serem abastecidos com a
referida calda, usualmente também são abastecidos com água
adicional para a respectiva aplicação da calda em campo.
UTO 3
D
O
R
P
After the solution is prepared (prediluted), it is transported by
tanker trucks to the dispersing vehicle, which can be in the
field or on a runway (in the case of aerial crop dusting). These,
besides being supplied with the aforementioned solution, are
usually also supplied with additional water for application of the
solution in the field.
Na prática, muitas vezes, o operário precisa preparar a calda
a ser abastecida nos caminhões-tanque em um intervalo
de tempo relativamente reduzido, incorrendo em erros. A
consequência mais comum está diretamente ligada a um
maior desperdício do agroquímico, bem como à exposição
do operário ao produto, mesmo com o uso obrigatório de
equipamentos de proteção individual (EPIs).
In practice, the operator often has to prepare the solution that
goes into the tankers in a relatively short time, which can lead
to errors. The most common consequence is directly linked to
a greater wastage of agrochemicals, as well as the operator’s
exposure to the product in spite of the mandatory use of personal
protective equipment (PPE).
This enables the operator to obtain assured quality
and accuracy in the production of the solution.
In addition, because the solution is prepared in a large tank
located in a shed, the atmosphere can become impregnated
with the volatility of the solution being prepared or the people
working in areas next to the agrochemicals may suffer direct
contact with them.
SQUARE
Com isso, é possível que o operador tenha
a garantia de qualidade e precisão da calda
que está sendo produzida.
Somado a isso, pelo fato desta calda ser preparada em
um tanque de grande porte localizado em um galpão,
a atmosfera pode ficar impregnada com a volatilidade
da calda que está sendo preparada ou ainda pode haver
um contato direto das pessoas que ali transitam com o
agroquímico.
FMC 5 1
Smartcalda da Usina Mogiana
Smartcalda from Usina Mogiana
facilitado, uma vez que o SmartCalda fornece
relatórios de todas as etapas, oferecendo a
possibilidade de melhor avaliar o produto
aplicado, sua eficiência e os resultados obtidos,
com alto grau de confiabilidade.
Ainda segundo Rogério Mattos, hoje a Usina
Alta Mogiana consegue perceber de forma
mais concreta as vantagens operacionais,
ambientais e financeiras, pois, antes da ativação
do SmartCalda, as misturas, mesmo já utilizando
produtos em grandes embalagens (bulks de
1000 litros), eram feitas de forma artesanal
e muitas vezes apresentavam diferenças nas
composições, alterando o rendimento agrícola
no campo, provocando prejuízos. Ele explica:
“Supondo que uma aplicação errada seja feita
em uma área de 30 hectares, o prejuízo pode
chegar a R$ 150 mil apenas com a perda do
canavial, sem contabilizar o açúcar e o etanol
que deixam de ser produzidos”.
SQUARE
O gerente lembra que a indústria trabalha com
aproximadamente 2.000 propriedades (também
cultiva soja e sorgo em áreas em intervalo
para reforma de canavial) e que para cada uma
existe formulação específica de herbicida, por
exemplo, dependendo do perfil do solo, da
infestação e do tipo de erva daninha que cresce.
“Quando este trabalho fica exclusivamente na
mão do ser humano, a chance de errar é muito
grande”, ressalta.
5 2 FMC
O TecnoCalda configurou-se
em um modelo de sustentabilidade
na medida em que garante o manejo
estratégico da lavoura e dos produtos
nela aplicados de forma econômica,
segura e ambientalmente correta.
“TecnoCalda became a sustainability
model to the extent that it guaranteed
the strategic management of the harvest
and other products applied to it in an
economical, safe and environmentally
friendly way.”
results with a great level of reliability.
Rogério Mattos also says that today the Alta Mogiana
Plant is able to more concretely perceive the operational,
environmental and financial benefits, as, prior to the activation
of SmartCalda, the mixtures, including those already using
products in large packings (1000 L bulk), were made manually
and often presented differences in the compositions, changing
agricultural yield in the field and consequently leading to
losses. He explains: “Suppose that an erroneous application is
made in an area of 30 hectares, the loss could reach R$ 150
thousand just with the loss of the sugarcane field, without
including the sugar and ethanol that would not be produced”.
The manager recalls that the industry worked with
approximately 2,000 properties (it also cultivates soy and
sorghum in rotation to reform the sugarcane field), and that
for each one there is a specific herbicide formula, for example,
depending on the soil profile, infestation, and the type of weed
that grows there. “When such work remains exclusively in the
hands of human beings, the chance of error is very high”, he
emphasizes.
Fábio Bonichelli
Agente de Vendas Cana FMC
FMC Sugarcane Sales Agent
S Q U A R E
V I A G E N S / T R A V E L
D A S
P
róspero agronegócio, maior feira mundial de
Zebu, turismo regional, religiosidade... Todos
esses são legítimos motivos para que se tenha uma
estadia perfeita em Uberaba, mas, cá entre nós,
ainda poder desfrutar de um bom tutu de feijão,
um delicioso pãozinho de queijo e o tradicional
cafezinho mineiro? Precisa mais? Precisar, não
precisa, mas tem: o famoso jeitinho de receber do
povo mineiro, que faz você se sentir em casa.
P R A Ç A
Aqui, você se
sente em casa
“Foi nessa hospitaleira cidade que tivemos a
felicidade de há 35 anos instalarmos a primeira
fábrica da FMC no Brasil, e que, ao modo mineiro,
também estará sempre de portas abertas para os
nossos clientes”, resume o presidente da FMC
Corporation América Latina, Antonio Zem.
Já que bons motivos para visitar Uberaba não
faltam, vale a pena saber mais sobre cada um deles.
Começando pelo agronegócio, o município sagrouse, em 2012, a quarta cidade do PIB deste setor
SQUARE
Fonte: Departamento de Comunicação e Secretaria do Turismo/ Prefeitura Municipal de Uberaba / Source: Communications Department and Tourism Department/Uberaba City Hall
Uberaba
FMC 5 3
que margeia a cidade ao norte e a oeste, dando-lhe
nome.
da economia brasileira, posicionando-se como o
3º maior produtor de milho do país e o 2º maior
produtor de soja de Minas Gerais.
Ah, e tem o doce de leite, o queijo, o pão de queijo, o
cafezinho...
No mesmo ano, ocupou o 1º lugar na produção de
milho e de cana-de-açúcar do Estado, que possui 43
usinas sucroalcooleiras, sendo que 23 se encontram
no Triângulo Mineiro – uma das regiões mais ricas de
Minas, da qual Uberaba é um dos maiores expoentes.
Here, you feel at home
Prosperous agribusiness, world’s biggest fair at Zebu, regional
tourism , religiosity... All of these are legitimate reasons for
one to have a perfect stay in Uberaba, but, just between
us , you can still enjoy a good tutu de feijão (bean curd), a
delicious cheesy roll and the traditional mineiro coffee? What
more do you need? Need more, no, you don’t, but there
is more: the famous knack of welcoming from the mineiro
people, which makes you feel at home.
Uberaba também se destaca mundialmente no
turismo de negócios por causa da raça, recebendo
todo ano, no mês de maio, a maior feira mundial de
Zebu – ABCZ –, atraindo mais de 200 mil novos
turistas, entre eles estrangeiros, vindos de países
vizinhos na América do Sul.
“It was in this hospitable city that we had the joy, 35 years
ago, of installing the first FMC plant in Brazil , and, in the
mineiro style, it will always have an open-door policy for our
customers as well,” says Antonio Zem, the president of the
FMC Corporation in Latin America.
E somando-se a isso, dando um toque de
espiritualidade à viagem, Uberaba é marcada pelas
tradições religiosas, especialmente por ter sido
moradia do médium Chico Xavier, um dos maiores
ícones da cidade.
Since there are good reasons abound to visit Uberaba, it pays
to know more about each of them. Starting with agribusiness,
the municipality won the accolade, in 2012, as the fourth best
city in GDP for this sector of the Brazilian economy, ranking
as the 3rd largest corn producer in the country and the 2nd
largest soybean producer in the state of Minas Gerais.
Quanto ao turismo regional, essa grande anfitriã
ainda tem a oferecer ao visitante a oportunidade
de conhecer um sítio paleontológico com fósseis
de animais pré-históricos com 80 milhões de anos,
Foto/Photo: Marcela Pena
In the same year, it took 1st place in the production of corn
and sugarcane in the State, which has 43 sugarcane and
ethanol plants, of which 23 are in the Triângulo Mineiro – one
of the richest regions in Minas, where Uberaba is one of its
greatest exponents.
Uberaba also stands out globally in business tourism,
because of breeding, receiving every year in the month
of May, the world’s leading Zebu Fair – ABCZ – attracting
over 200 thousand new tourists, including foreigners, from
neighboring countries in South America.
And, in addition to this, giving a touch of spirituality to the
trip, Uberaba is marked by religious traditions, especially
because it was where the psychic Chico Xavier lived, one of
the greatest icons of the city.
SQUARE
na vizinha Peirópolis, pequena vila situada a 21
quilômetros do centro da cidade.
5 4 FMC
E para fechar a viagem com chave de ouro, quem
gosta de turismo ecológico não pode deixar de
realizar passeios pelo entorno da cidade, que reserva
paisagens imperdíveis, com cachoeiras de águas
claras e brilhantes, que condizem com a tradução
indígena de Uberaba – derivado de Yberaba pela
junção de y (“água, rio”) e berab (“brilhante”) –, rio
Foto/Photo: Enerson Cleiton
As for regional tourism, this great hostess still has to offer
the visitor the opportunity to get to know a paleontological
site with 80-million-year old fossils of prehistoric animals, in
neighboring Peirópolis, a small village located 21 km from the
city center.
And to close the trip with a flourish, those who enjoy ecotourism cannot fail to go on tours around the city, which
reserves unmissable landscapes, with clear and sparkling
waterfalls, which fit in with the indigenous translation of
Uberaba – derived from Yberaba by the joining of y (“water,
river”) and berab (“bright”) – the river that borders the city
to the north and west, giving the city its name.
Oh, and it has caramel, cheese, cheesy bread, coffee...
HISTÓRIA
Uberaba é um dos vértices do Triângulo Mineiro,
região que surgiu devido à articulação de abertura
da Estrada Real, atual Anhanguera (nome do pai de
Bartolomeu Bueno da Silva Filho, responsável por tal
expedição que partiu de São Paulo até Goiás).
Essa estrada era um importante caminho para as
autoridades portuguesas implementarem a colonização,
a produção e o escoamento dos minerais preciosos.
Em 1809, foi nomeado Antônio Eustáquio da Silva
Oliveira à função de Comandante Regente dos Sertões
da Farinha Podre (Triângulo Mineiro). Junto com ele,
vieram fazendeiros e aventureiros (boiadeiros, mascates,
comerciantes, criadores de gado, ferreiros, etc.), que
passaram a produzir e comercializar com as caravanas
que ligavam Goiás a São Paulo.
Os moradores logo ergueram uma capela e, em 1820,
o rei D. João VI decreta a elevação de Uberaba à
condição de freguesia.
Em pouco tempo reuniu-se seleta população de
agricultores, pecuaristas e comerciantes e outras
profissões, fato que viabilizou o Governo Provincial
de Minas Gerais a criar o Município de Santo Antônio
de Uberaba em 1836 e que, devido à sua prosperidade,
recebeu o título de cidade em 1856.
Anteriormente, o território do município era
habitado pelos índios caiapós e bororós.
HISTORY
The origin of Triângulo Mineiro
Uberaba is one of the vertices of the Triangulo Mineiro, a
region which arose due to the opening section of the Royal
Road, currently Anhanguera (name of Bartolomeu Bueno da
Silva Filho’s Father, the person responsible for the expedition
that went from São Paulo to Goias).
This road was an important path for the Portuguese
authorities to implement colonization, production and the
outflow of precious minerals.
In 1809, Antônio Eustáquio da Silva Oliveira was appointed
to the role of Regent Commander of the Sertões da Farinha
Podre [The Barren Lands of Rotten Flour] (Triangulo Mineiro).
Along with him came ranchers and adventurers (drovers,
hawkers, traders, cattle ranchers, blacksmiths, etc.), who
came to produce and trade with the caravans that linked
Goias to São Paulo.
Locals soon erected a chapel and, in 1820, King João VI
decreed the elevation of Uberaba to the status of parish.
It soon brought together a select population of farmers,
ranchers and merchants, and other professions, a fact that
enabled the Provincial Government of Minas Gerais to create
the municipality of Santo Antônio de Uberaba in 1836 which,
due to its prosperity, received the title of city in 1856.
Previously, the municipality was inhabited by the Kayapó and
Bororó Indians.
SQUARE
Assim nasceu o Triângulo Mineiro
FMC 5 5
ISTO É UBERABA
Boi-zebu
Uberaba é um
polo na criação,
desenvolvimento
genético e
comercialização
do gado zebu, raça
que foi introduzida
por criadores da
cidade no final do
século XIX, após
a importação das
primeiras matrizes
da Índia. Uberaba
foi famosa por seus boiadeiros, que faziam de
cada boiada chegada do Pantanal à cidade um
acontecimento social.
Agronegócio
1º lugar na produção de milho em Minas Gerais.
3º maior produtor de milho no país.
2º maior produtor de soja do Estado.
1º produtor de cana-de-açúcar em Minas Gerais,
respondendo por aproximadamente 11% da
moagem total do Estado.
Fonte: Secretaria de Agricultura, Pecuária, Pesca, Aquicultura e
Abastecimento/Prefeitura Municipal de Uberaba
Religiosidade
As religiões predominantes em Uberaba são:
Catolicismo, Espiritismo e Protestantismo.
Entre as festas religiosas tradicionais na cidade,
incluem-se a Folia de Reis e a Festa de Nossa
Senhora da Abadia, reconhecida em 2007 como a
padroeira principal do município.
Foto/Photo: Carlos Eduardo Lopes
A Expozebu continua sendo a maior feira de gado
zebu em todo o mundo e é realizada habitualmente
em maio, mas também são realizadas a Mega
Leite, dedicada ao gado leiteiro, a Expogenética, a
Expoinel, dedicada inteiramente à raça Nelore, e a
Expobrahman, dedicada à raça Brahman.
E milhares de romeiros de todos os lugares do
Brasil visitam, em Uberaba, o túmulo da Madre
Virgínia, fundadora do Mosteiro da Imaculada
Conceição, canonizada devido a um milagre
ocorrido em março de 1988 na cidade.
SQUARE
Capítulo à parte na história da religiosidade de
Uberaba, o médium Francisco Cândido Xavier,
ou Chico Xavier, tornou-se símbolo da cidade,
atraindo anualmente milhares de visitantes.
5 6 FMC
Nascido na também mineira Leopoldo, em 2 de
abril de 1910, aos 49 anos, o médium mudou-se
para Uberaba, onde viveu até o seu falecimento,
com 92 anos, em 30 de junho de 2002. De origem
humilde, tornou-se mundialmente conhecido por
sua obra espírita e pela atenção e carinho doados
a todos os que o procuravam em busca de auxílio
espiritual, na Casa da Prece.
Infraestrutura
A cidade conta com diversas opções de
hospedagem e restaurantes variados, onde se pode
apreciar a tradicional culinária mineira, transporte
aéreo (o aeroporto de Uberaba foi inaugurado na
década de 30) e inúmeros shoppings.
THIS IS UBERABA
Agribusiness
1st place in corn production in Minas Gerais.
3rd largest producer of corn in the country.
Number 1 producer of sugarcane in Minas Gerais, accounting for
approximately 11% of total milling in the State.
Source: Secretariat for Agriculture, Livestock, Fisheries, Aquaculture and Supply/
Uberaba City Hall
Religiosity
The predominant religions in Uberaba are: Catholicism, Spiritualism and
Protestantism.
Included among the traditional religious festivals in the city, are the
Festival of Kings and the Feast of Our Lady of the Abbey, recognized in
2007 as the main patroness of the city.
And thousands of pilgrims from all over Brazil visit, in Uberaba, the
tomb of Mother Virginia, founder of the Monastery of the Immaculate
Conception, canonized because of a miracle that occurred in March 1988
in the city.
Another chapter in the history of the religiosity of Uberaba, the medium
Francisco Cândido Xavier, or Chico Xavier, became a symbol of the city,
attracting thousands of visitors annually.
Born in another mineira city, Leopoldo, on April 2, 1910 , at 49, the
medium moved to Uberaba , where he lived until his death, at age 92,
on June 30, 2002. From humble origins, he became known worldwide
for his spiritualist work and the care and attention given to all who came
to him for spiritual assistance at the House of Prayer.
Zebu Oxen
Uberaba is a hub for the creation, genetic development and
commercialization of zebu cattle, a breed that was introduced by the
creators of the city in the late nineteenth century, after the importation
of the first herds from India. Uberaba was famous for its cowboys, who
made a social event of the arrival to the city of every herd from the
Pantanal.
Chegada da FMC à
cidade
A partir da década de 70 começa a
industrialização de Uberaba com a criação
de três distritos industriais e estabelecimento
de um polo moveleiro, indústrias do setor
de alimentação, calçados e química.
Entre as empresas que ali se instalaram, está
a FMC. A inauguração da fábrica se deu em
4 de dezembro de 1979, completando, este
ano, 35 anos.
A cidade se tornou interessante para a
FMC pela localização, situando-se num
eixo central para outras regiões do país que
são áreas de interesse para os negócios da
empresa.
FMC’s arrival to the city
From the 70s on the industrialization of Uberaba is
started with the creation of three industrial districts
and the establishment of a furniture hub, and
industries from the food, footwear and chemical
sectors.
FMC is among the companies that installed
themselves there. The opening of the plant took
place on 4 December 1979, completing 35 years this
year.
The Expozebu continues to be the largest fair of zebu cattle worldwide
and it is usually held in May, but Mega Leite (Milk), dedicated to dairy
cattle, Expogenética, Expoinel, entirely dedicated to the Nellore breed,
and Expobrahman, dedicated to the Brahman breed are also held.
The city became interesting to FMC due to its
location, situated on a central axis to other regions
in the country which are areas of interest for the
company’s business.
Infrastructure
Uma das pioneiras do Distrito Industrial de Uberaba,
a fábrica da FMC completou neste ano 20 anos sem
acidentes com afastamento
The city has several lodging options and plenty of restaurants where
you can enjoy traditional mineira cuisine, air transport (Uberaba airport
was opened in the 1930s) and numerous shopping malls.
One of the pioneers in the Industrial District of Uberaba,
the FMC plant this year completed 20 years without losing
time due to accidents
SQUARE
2nd largest producer of soybeans in the State.
FMC 5 7
1
PRINCIPAIS ATRAÇÕES
MAIN ATTRACTIONS
Museu de Arte Sacra (1): localizado na Igreja
Santa Rita – construída em 1854 e tombada pelo
Patrimônio Histórico e Artístico Nacional em 1939 –,
conta com rico acervo em peças barrocas dos séculos
XVIII e XIX, das quais se sobressaem as das seções
de vestes sacras, estandartes de procissões, imagens e
mobiliário.
Fotos: Secretaria de Turismo/Prefeitura Municipal de Uberaba. Photos: Tourism Department/Uberaba City Hall
Igreja Matriz Sagrado Coração de Jesus: em estilo
neogótico, construída junto com o povoamento que
se tornaria a cidade de Uberaba, tornando-se catedral
em 1896.
Casa de Memórias e Lembranças Chico Xavier
(2): a residência de Chico Xavier foi transformada
em museu, com todos os seus pertences, e a Casa da
Prece permanece em funcionamento. O túmulo do
médium, no Cemitério São João Batista, também é
bastante visitado.
Parques: entre os parques da cidade, destacam-se o
Parque Ecológico Mata do Ipê; o Parque Jacarandá
(Zoológico de Uberaba), que abriga espécies de
animais e aves da região do Cerrado, e a Mata do
Carrinho, sede do Palácio das Orquídeas, com uma
vasta variedade de raras orquídeas.
Mercado Municipal de Uberaba: considerado um
tradicional espaço de convivência e de negócios, em
seus boxes são comercializados queijos, frutas, doces,
etc. e artigos religiosos, além de produtos artesanais e
de abrigarem bares.
No entorno do mercado, encontram-se outros
prédios históricos de Uberaba, como Igreja de Santa
Rita, Igreja São Domingos, Prédio da Faculdade de
Medicina, antiga cadeia pública.
Museu de Arte Sacra (Sacred Art Museum)(1): located at
the Santa Rita Church - built in 1854 and listed by the National
Historical and Artistic Heritage in 1939, it has a rich collection
of baroque pieces from the eighteenth and nineteenth
centuries, of which sections of the sacred vestments,
processions, banners, pictures and furniture stand out.
Igreja Matriz Sagrado Coração de Jesus (Sacred Heart
of Jesus Mother Church): in the Gothic Revival style, built
along with the settlement that would become the city of
Uberaba, becoming a cathedral in 1896.
Casa de Memórias e Lembranças Chico Xavier (Chico
Xavier House of Memories and Souvenirs)(2): Chico
Xavier’s residence was transformed into a museum, with all of
his belongings, and the House of Prayer remains in operation.
The medium’s tomb, in Cemitério São João Batista (St. John
the Baptist Cemetery), is also visited a lot.
Parks: among the parks across the city, we highlight the Mata
do Ipê Ecological Forest Park; the Jacarandá Park (Uberaba
Zoo), home to species of animals and birds of the Cerrado
forest region, and Mata do Carrinho forest park, headquarters
of the Palace of Orchids, with a wide variety of rare orchids.
Mercado Municipal de Uberaba (Uberaba Municipal
Market): considered a traditional living and business space,
its stalls sell cheeses, fruits, pastries, etc, religious articles,
and handicrafts. It also has several bars.
Surrounding the market are other historic buildings of
Uberaba, such as Santa Rita Church, São Domingos Church,
Faculty of Medicine Building, the former county jail.
Onde fica / Location
Região do Triângulo Mineiro / In the Triângulo Mineiro region
A cidade tem 194 anos / The city is 194 years old
Distância de Belo Horizonte (capital): 194 quilômetros
Distance from Belo Horizonte (capital): 194 kilometers
População: 315.360 habitantes (IBGE - julho/2013)
Population: 315,360 inhabitants (IBGE - July/2013)
MG
2
SQUARE
Uberaba
5 8 FMC
Belo Horizonte
F R I E N D S
Boa pergunta!/Good question!
Partilhe suas experiências e anseios com outros leitores
A M I G O S / A M O N G
Share your experiences and concerns with other readers
De onde vem uma
O
s quatro profissionais nas páginas a seguir
e o gerente que mais incentivou sua equipe
foram reconhecidos dentro do Prêmio Profissional
Responsável FMC 2013 como os mais diferenciados
no dia a dia do seu trabalho, quer seja pela inovação
quer seja pelo empenho em levar a mensagem dos 7
Hábitos da Atuação Responsável aos agricultores.
Nesta edição do Profissional Responsável, além de
reconhecer as grandes iniciativas de seus profissionais
no campo, os melhores trabalhos conferiram a seus
autores uma viagem à Colômbia, onde poderão
aprimorar sua formação técnica, além de conhecer os
negócios da FMC no país.
E N T R E
ideia diferenciada?
Whence comes that unique idea?
T
he following four professionals and the manager who
encouraged his staff, were recognized in the 2013 FMC
Responsible Professional Award as the most distinguished in
their day-to-day work, be it through innovation or efforts to take
message of the Seven Practices of Responsible Care to farmers.
In this edition of the Responsible Professional, in addition to
acknowledging the great efforts of our professionals in the field,
the authors of the best works were presented with a trip to
Colombia, where they can enhance their professional training, in
addition to learning more about FMC’s business in the country.
Was also awarded the best job in terms of innovation parameter,
giving the winner an iPad.
Também foi premiado o melhor trabalho
considerando o parâmetro inovação, conferindo ao
ganhador um iPad.
Trabalhos realizados em 2013 / Projects carried out in 2013
Foram inscritos 56 trabalhos, resultando em 291 ações e 23.827 pessoas atingidas.
SQUARE
56 projects enrolled, resulting in 291 actions benefiting 23,827 people.
FMC 5 9
“Acredito que uma ideia diferenciada
nasce de uma necessidade. Entender
a real necessidade do cliente e estudar
uma solução que atenda plenamente
esta necessidade.”
“Uma ideia diferenciada vem da vontade
de inovar e de crescer, da análise dos
fatos e de nunca achar que o que se faz
é o máximo que pode ser feito, porém,
buscar ser melhor a cada dia.”
1º LUGAR
2º LUGAR
Jeverson de Oliveira / Reg. Cana Sul / Maringá PR
Geraldo Neto / Regional Norte / Vilhena RO
PROJETO
PROJETO
O que foi feito: palestras sobre os 7 Hábitos para
estudantes das comunidades onde estão instaladas
usinas do Grupo Santa Terezinha e estava havendo
uma preocupação em relação ao meio ambiente.
O que foi feito: realizadas palestras para
universitários do Curso de Agronomia (tema: atuação
responsável), alunos do ensino fundamental (tema:
7 Hábitos) e produtores rurais (tema: a importância
do uso dos EPIs e as práticas responsáveis no uso
correto e seguro de fitossanitários).
Realizado em parceria com o cliente, o projeto foi
levado às escolas para os estudantes da rede pública
municipal e estadual a partir do nono ano até a
terceira série.
Objetivo: mudar a percepção de estudantes em
relação ao uso dos produtos fitossanitários e fazer
com que eles levassem e estendessem os conceitos
para sua família, pois a maioria possui algum parente
envolvido na produção de cana-de-açúcar.
Abrangência: foram realizadas 67 palestras, em
nove usinas, atendendo 29 colégios, com um público
total de 10.236 alunos, em 13 municípios do Paraná e
um em Mato Grosso do Sul.
SQUARE
Abrangência: UNIR/IFRO/FAMA/CEULJIULBRA/UNEMTA (Tangará da Serra MT)/
UNEMAT (Cáceres MT)/ UNIVAG/UFMT; Dia
Nacional do Campo Limpo (Sapezal MT; Colorado
do Oeste, Vilhena e Cerejeiras RO)/Noites de
Campo (Campos de Júlio MT e Vilhena RO),
totalizando 1.860 pessoas atingidas.
1st PLACE
“A unique idea is born from the desire to
innovate and grow, from the examination of
the facts and the refusal to believe that what
is done is all that can be done, remaining
committed to improving everyday.”
Jeverson de Oliveira / Regional Cana Sul / Maringá PR
2nd PLACE
PROJECT
Geraldo Neto / Regional Norte / Vilhena RO
What was done: lectures on the 7 Practices given to students
in communities where the Santa Terezinha Group has its plants,
and where there was a concern in relation to the environment.
PROJECT
“I believe that a unique idea is born out of
necessity. Understanding the customer’s real
need and looking for a solution that fully
meets that need.”
6 0 FMC
Objetivo: conscientizar sobre a importância da
responsabilidade socioambiental na atividade agrícola,
por meio da adoção de boas práticas agrícolas, que
incluem os 7 Hábitos da Atuação Responsável.
Conducted in partnership with the client, the project was brought
for the students of municipal and state public schools, from
junior high through to senior high.
What was done: lectures presented to Agronomy Colleges
(theme: responsible action), elementary school students
(theme: 7 Habits), and farmers (theme: the importance of the
use of PPE and responsible practices in the correct and safe use
of pesticides).
Purpose: to change the perception of students regarding the
use of pesticides, and to have them assimilate and convey the
concepts to their families given that majority have relatives
involved in sugarcane cultivation.
Objective: to raise awareness on the importance of
environmental responsibility in agriculture through the adoption
of good agricultural practices, including the 7 Practices of
Responsible Farming.
Scope: 67 lectures were held in nine plants, serving 29 schools,
with a total audience of 10,236 students in 13 municipalities of
Paraná, and one in Mato Grosso do Sul.
Scope: UNIR/IFRO/FAMA/CEULJI-ULBRA/UNEMTA (Tangará
da Serra MT)/UNEMAT (Cáceres MT)/ UNIVAG/UFMT; National
Clean Field Day (Sapezal MT; Colorado do Oeste, Vilhena and
Cerejeiras RO)/Field Nights (Campos de Júlio MT and Vilhena
RO), reaching a total of 1,860 people.
3º LUGAR
“A ideia vem primeiramente do coração.
Devemos acreditar e nos apaixonar
para colocá-la em prática, para depois
compartilhá-la com mais pessoas a fim de
conseguirmos multiplicar as chances de
obtermos êxitos em nossas realizações.”
DESTAQUE: INOVAÇÃO
Diego Manssano Peres Duarte / Representante
Comercial / Lucas do Rio Verde MT
Mauricio Lofrano Geraldo / Supervisão Citrus / Taiaçu
SP
PROJETO
PROJETO
O que foi feito: palestras sobre os 7 Hábitos em
eventos como o “Dia Nacional do Campo Limpo”,
que contou com o “Giro do Conhecimento”,
envolvendo aproximadamente 600 crianças, e parceria
no Dia “D”, evento de grande importância, para a
celebração do início do ano agrícola do Grupo Guerino
Ferrarin, que reúne todos os colaboradores e diretoria.
O que foi feito: numa parceria com a Escola de
Educação Infantil e Ensino Fundamental mantida
pela APAE de Taiaçu SP, a FMC apoiou o projeto
intitulado Jovem Florestal, que reúne 15 participantes,
tendo como proposta a manutenção de um viveiro de
mudas arbóreas, cultivadas para áreas de preservação
permanente, remanescentes e de reflorestamento, com
espécies nativas, frutíferas e arborização urbana. Por
meio dele, os alunos desenvolvem atividades de educação
complementares e técnicas de aprimoramento na
produção de mudas.
Objetivo: levar ao máximo número de pessoas da
comunidade, produtores e também seus colaboradores
da região a reflexão, conscientização e participação
em atividades relacionadas à preservação do meio
ambiente.
Abrangência: o evento do Dia Nacional do Campo
Limpo foi realizado na unidade de recebimento de
embalagens vazias de defensivos agrícolas de Lucas
do Rio Verde, com cobertura de diversos veículos de
comunicação; Dia “D” – GGF foi realizado em Lucas
do Rio Verde.
“It is the eagerness to make new discoveries
toward improving our work environment and/
or people’s lives that generates a unique idea.”
3rd PLACE
Diego Manssano Peres Duarte / Sales Representative / Lucas do
Rio Verde MT
Objetivo: dar apoio financeiro e suporte técnico para
integração de pessoas especiais à sociedade, através da
convivência com o meio ambiente. O projeto é uma
alternativa de produção de renda para a APAE.
Abrangência: alunos da APAE e a comunidade onde
estão inseridos.
“The idea initially comes from the heart. We
must believe and fall in love with it in order
to put it into practice. Only then can we
share it with others to multiply the chances
of achieving success.”
Featured: Innovation
PROJECT
Mauricio Lofrano Geraldo / Citrus Supervision / Taiaçu SP
What was done: lectures about the 7 Habits presented in
events such as “The National Clean Field Day”, which included the
“Knowledge Tour”, with approximately 600 children; Partnership
in the “D” Day, an event of great importance, in celebration of the
beginning of the agricultural year of the Guerino Ferrarin Group,
which brings together all employees and directors.
PROJECT
Objective: have as many people as possible from the community,
farmers and their employees of the region, learn, reflect, and
participate in the activities linked to the preservation of the
environment.
What was done: in partnership with the Nursery and Primary
School maintained by the APAE of Taiaçu SP, FMC has supported
the project titled Young Forest, which brings together 15
participants, and whose proposal is to maintain a nursery for
tree seedlings grown for permanent preservation areas, remnant
areas and reforestation with native species, fruit producing
trees and urban forestry and fruit. Through it, students develop
educational activities and complementary techniques for
improving the production of seedlings.
Scope: the National Clean Field Day event was held in the
collection unit for empty farming herbicide packages of Lucas do
Rio Verde, and it was covered by various media; “D” Day - GGF,
held in Lucas do Rio Verde.
Purpose: to provide financial and technical support for the
integration of special persons into the society through interaction
with the environment. The project is an alternative income
production for APAE.
Scope: APAE’s students and the community where they live.
SQUARE
“É a ânsia de fazer novas descobertas,
que possam melhorar nosso ambiente
de trabalho e/ou a vida das pessoas, que
gera uma ideia diferenciada.”
FMC 6 1
B E N C H
C R A Q U E S / E X P E R T
D E
B A N C O
Ilustração/Illustration: Mario Alberto
Por/By Mauro Naves
O primeiro “gol”
Depois de ganharem fama nos
gramados, a vida dos jogadores até
parece fácil, mas a maioria deles
– de origem humilde – teve que
vencer muitas barreiras pessoais
e desafios, como conquistar uma
oportunidade numa escolinha de
futebol ou na divisão de base de
um grande clube
SQUARE
Poucos foram aceitos e logo brilharam de imediato na
primeira porta que foram bater. Muito pelo contrário.
A primeira oportunidade, em geral, veio depois de
quatro ou cinco tentativas. É bem verdade que, nos
privilegiados de 2014, não houve nenhum caso que
superasse a marca do capitão do Penta, Cafu. O
ex-lateral talvez detenha um recorde mundial: só foi
aceito no décimo quarto clube que procurou.
A
É, em geral, no país do futebol sofre-se muito pra ser
um profissional estabelecido e de carteira assinada por
um clube. A não ser aqueles raríssimos exemplos de
talento natural e excepcional como Neymar. Aí neste
caso, o interesse de empresários e clubes surge ainda
nos primeiros anos de vida do garoto.
São raros os casos de jogadores que alcançam o
sucesso sem olhar pra trás e ver que passaram, na
infância ou adolescência, por um trauma. Seja ele
pela pura falta de condições financeiras das famílias
ou até mesmo a separação dos pais ou, pior ainda, a
perda de um deles. Além de muitos terem também
superado doenças consideradas graves antes de
chegar ao estrelato.
A salvação da lavoura
ntes do início da Copa do Mundo o Jornal
Nacional, da TV Globo, exibiu uma série
mostrando a cada dia a história de vida dos 23
convocados por Felipão. Na grande maioria das
trajetórias havia uma característica muito evidente:
a superação.
6 2 FMC
Outra marca comum a essas vidas é a batalha travada
até conseguir ser aceito numa escolinha de futebol ou
na divisão de base de um grande clube.
Mas vencida a primeira barreira, surge uma outra
situação que também se repete com bastante
frequência. O garoto recém-admitido na divisão de
base de um clube já passa a ser visto pela família,
em geral pobre, como a grande salvação da lavoura.
Sobre ele é depositada uma esperança enorme e
Vale lembrar que, quando falamos em divisão de base,
estamos abrangendo uma faixa etária que começa aos
7 anos (Fraldinha) e vai até os 20 anos (idade máxima
para Júnior). Nem todos os clubes conseguem
manter financeiramente uma estrutura para todas as
categorias. O normal é que se interessem apenas pelos
jovens mais crescidos e próximos de se tornarem
profissionais.
E o que querem deles? Retorno para o caixa do
clube. Por isso, como reconhece e lamenta Carlos
Alberto Parreira, técnico do Tetra, em 94, “muitos
são vendidos precocemente, principalmente para o
exterior, na primeira oportunidade que surge, sem que
tenham tempo sequer de trabalhar os fundamentos
básicos para um jogador de futebol”.
Os que ficam por aqui acabam aprendendo, como diz
Marcelo Oliveira, técnico campeão brasileiro com o
Cruzeiro, em 2013, que “no Brasil só vale o resultado
e não o trabalho”.
E o que os clubes oferecem a esses jovens? Por
considerar que o garoto já “deu sorte” em estar
vestindo uma camisa que o coloca na “vitrine”do
futebol, muitos dirigentes não se preocupam em dar
mais do que um alojamento, um prato de comida e
uma pequena ajuda de custo. Quando são um pouco
mais conscientes, acrescentam a esse cardápio a
oportunidade do jovem continuar os estudos. Desde,
claro, que isso não interfira nos horários dos treinos.
Bons exemplos
Muitos que agora estão lendo aqui podem dizer: —
Mas já não está bom ? Cama, comida e roupa lavada!
“Cafu, captain of the fifth World Cup
winning team, was only accepted at
the fourteenth club in which he tried
out to play.”
The first “goal”
After gaining fame on the field, a player’s life
may look to be very easy, but the majority (from
humble backgrounds) have had to overcome
many personal obstacles and challenges, such as
conquering an opportunity in a kid’s soccer school
or joining the youth ranks of a major club
B
efore the start of the World Cup, TV Globo’s Jornal Nacional
(News Journal) of Brazil showcased a series highlighting
daily the life of the 23 players summoned by Brazil’s national
coach Felipão. Majority of players shared an obvious similarity in
backgrounds: overcoming obstacles.
One rarely find success cases without looking back to find
some trauma they had to overcome from their childhood or
adolescence. From their family’s complete lack of financial
resources to separated parents or worse, the loss of one of
them. Many also may have had to overcome serious illnesses
before reaching stardom.
Another similar trait in these players’ lives is their struggle to
be accepted into one of the many soccer schools or into the
foundation ranks of major clubs.
Few were accepted and shone straight away after knocking
on the first door. However, the first opportunity usually comes
after four or five tries. It’s true that out of the privileged 2014
players, none equals to Cafu’s story, captain of the Fifth World
cup winning team. The former right-back a world–record holder,
was only accepted at the fourteenth club in which he tried out
to play.
That’s right! In the country of soccer, it is major struggle to
become an established professional signed to a club (unless it
is one of those very rare examples of exceptional natural talent
such as Neymar). In this case, the attention of football club
officials is drawn right from when they are very young.
Bem, acho pouco! O que me enche os olhos é visitar
as instalações das divisões de base de um clube e ver,
além do mínimo necessário já citado acima, salas de
estudo para a garotada e psicólogos, médicos, dentistas
e assistentes sociais.
The breadwinner
Ah, mas isso custa muito dinheiro! Sim. Mas, em
muitos casos, bem menos do que os investidores
conseguem de volta com a venda, muitas vezes, de
apenas um só daqueles jovens que estão por lá.
It is worth remembering that when we talk about the foundation
ranks of clubs, we are talking about players aged from 7 to 20
years (maximum age for a junior). Not all football clubs are able
to financially keep a structure for all categories. The rule is to
usually keep the interest on the younger players who are older
and close to becoming professionals.
Felizmente já temos alguns bons exemplos de clubes
com essa preocupação. Melhor seria se fosse maior o
número daqueles que se preocupassem também em
estender essa assistência às famílias desses jovens.
É gostoso demais poder torcer por uma Seleção forte,
competitiva e com condições reais de ganhar uma
But after having overcome the first obstacle, the recently
admitted young player is all too often regarded by his family
(who are usually poor), as their breadwinner. Huge hopes are
deposited on him, and consequently equal or greater pressure
placed on his shoulders.
And what do they want from them? A profit for the club. Carlos
Alberto Parreira, coach of the third World Cup winning team in
1994, recognizes and regrets that many players are prematurely
traded to clubs abroad on the first opportunity that comes up,
without even learning the basic fundamentals of being a football
player.
The ones that stay in Brazil do end up learning, as did Marcelo
SQUARE
consequentemente uma pressão do mesmo tamanho
ou ainda maior.
O capitão do Penta, Cafu,
só foi aceito no décimo
quarto clube que procurou.
FMC 6 3
Oliveira, coach of 2013 Brazilian Cup winners Cruzeiro. He
explains that in Brazil, it is the result rather than the work that
matters most.
And what do these clubs offer young people? Considering that
the boy was obviously “fortunate” to get to wear the team’s
shirt, they place them on a “soccer showcase”, and many
team owners and managers are not concerned with providing
accommodation, food and financial aid. Those who are a little
more conscious of the situation are offered the opportunity to
continue with their studies, but as long as it does not interfere in
their training sessions.
Good Examples
Many reading this could now say – “But isn’t that good
enough? A bed, food and clean clothes!”
Copa do Mundo. Mas se os clubes formadores dos
craques se esforçassem um pouquinho mais, o time
de Felipão não estaria tão recheado de craques que
precisaram driblar todo tipo de adversidade para estar
vestindo a camisa amarela.
NA PENEIRA
Patrocínio ajuda clube a revelar talentos e
formar cidadãos
O XV de Piracicaba, como a maior parte dos times,
investe nas categorias de base como forma de
descobrir talentos para o seu plantel.
E esse projeto, chamado Novos Talentos do Futebol,
tem um viés social muito interessante: por meio dele,
o Nhô Quim, como é carinhosamente chamado por
seus torcedores, além de buscar formar atletas também
busca formar cidadãos.
Os garotos recebem orientação e há um
acompanhamento escolar que alcança a todos os
envolvidos. Também é oferecida ajuda de custo para
os garotos pertencentes a famílias de baixa renda.
“Fazemos uma avaliação e acompanhamento”,
explica o Coordenador de Projetos, Matheus Bonassi
Semmler.
O projeto conta com cerca de 120 garotos de 14 a 20
anos – a maioria de Piracicaba e região – , que também
recebem acompanhamento médico, fisioterápico e
físico. O clube fornece três refeições diárias a todos
(café da manhã, almoço e jantar) e alimentação
elaborada por fisiologistas.
SQUARE
“Recebemos nas nossas peneiras crianças pertencentes
a diferentes classes sociais, e entre os que se destacam
avaliamos o perfil de cada um e o foco social é
direcionado aos de famílias de mais baixa renda”,
relata Semmler.
6 4 FMC
O investimento nas categorias de formação é de
aproximadamente R$ 60 mil mensais. Os recursos vêm
dos patrocinadores e parceiros do XV, como a FMC.
Well, I don’t think it is enough. What fills my eyes when visiting
the facilities of foundation programs, apart from the minimum
already mentioned, study rooms for the kids, spaces for
psychologists, doctors, dentists and social workers.
“But this costs a lot of money!” Yes, it does! But in many cases,
a lot less than what investors often gain from the sale of a single
player from the bunch.
Thankfully, we have good examples of clubs that worry about
this. But it would have been even better if there were more
people concerned with extending this assistance to their families.
It’s great to cheer for a strong and competitive national team,
with real chances of winning the World Cup. But if the soccer
clubs that make the stars tried a little harder, Felipão’s team
would not be filled with star players who have had to dribble all
kinds of adversities to wear that yellow shirt.
SCREENING
Sponsorship helps club to reveal talents and
form citizens
The XV of Piracicaba, like most football teams, invests in the
youth ranks looking to discover new talents for its team.
And this project, referred to as New Football Talents, has a very
interesting social inclination: through it, Nhô Quim, as it is fondly
referred to by fans, besides working to form athletes, also looks
to form citizens.
The boys receive guidance and educational support that extends
to all involved. It also offers an allowance for boys belonging
to low-income families. “We assess and monitor”, explains the
Project Coordinator, Matheus Bonassi Semmler.
The project includes about 120 boys aged 14-20 years old, most
of whom are from Piracicaba and the vicinities, who also receive
medical, physical therapy, and physical care and support. The
club provides three meals a day to everyone (breakfast, lunch,
and dinner) and their diet is carefully planned by physiologists.
“We get to screen children coming from different social classes
and among those who stand out, we evaluate each one’s profile,
where our social focus is directed to the lower income families,”
says Semmler.
The investment in our foundation ranks is of approximately
R$ 60 thousand monthly. The funds come from sponsors and
partners of XV, like FMC.
Mauro Naves
Jornalista esportivo da
Rede Globo de Televisão
Sports journalist for Rede
Globo Television
S Q U A R E
E X P O S I Ç Õ E S / E X P O S I T I O N
the fmcnocampo hashtag and wait. Starting with this edition, the best ones will be posted here. Check it out!
D A S
Follow @fmcagrícola on Instagram, post a photo of your day-to-day life in the field, the beauties of nature and your crops, with
P R A Ç A
Siga a @fmcagrícola no Instagram, publique uma foto do seu dia a dia no campo, das belezas naturais e
culturas com a hashtag fmcnocampo e aguarde. A partir desta edição, as melhores estarão aqui. Confira!
SQUARE
# fmcnocampo
FMC 6 5
# fmcnocampo
SQUARE
/fmcagricola
6 6 FMC
@fmcagricola
/fmcagricolabrasil
@fmcagricola
Percevejos:
passe por cima
destes obstáculos
•Flexibilidade e eficiência em um só produto
•Parceiro ideal para o manejo de lagartas
•Fórmula da FMC com dois modos de ação
•Maior efeito de choque
AZAR DAS PRAGAS QUE
CRUZAREM SEU CAMINHO.
ASSOCIAÇÃO NACIONAL
DE DEFESA VEGETAL
Este produto é perigoso à saúde humana, animal e ao meio ambiente. Leia atentamente e
siga rigorosamente as instruções contidas no rótulo, na bula e receita. Utilize sempre os
equipamentos de proteção individual. Nunca permita a utilização do produto por menores
de idade. Faça o Manejo Integrado de Pragas. Descarte corretamente as embalagens e restos
de produtos. Uso exclusivamente agrícola.
FEROMONIO
PLATO
CONSULTE SEMPRE UM ENGENHEIRO AGRÔNOMO. VENDA SOB RECEITUÁRIO AGRONÔMICO.
Dipel: produto registrado Sumitomo Chemical Co. Talisman: produto em fase de cadastro HELICOVERPA ARMIGERA
estadual no Paraná. (milho)
fmcagricola.com.br
Conheça os produtos FMC para o manejo de lagartas:
FEROMONIO
PLATO
H E L IC
OVERPA ARMIGERA
SQUARE
ATENÇÃO
FMC 6 7
A empresa que
enxergou o futuro.
Crescer com os próprios méritos: é isso que a
FMC tem feito ao longo de suas 4 décadas de
história no Brasil. Escutou o produtor quando
foi preciso, inovou quando achou necessário
e cresceu junto com o mercado quando
viu oportunidades. Se a vida começa aos
quarenta, começamos bem.
FMC 40 anos. Conectados ao campo. Ligados pela agricultura.
Download

Adicionando