MANUAL DE INSTALAÇÃO
Os equipamentos do Kit Chuva atendem as
exigências da norma NBR 15527: Água de chuva Aproveitamento de coberturas em áreas urbanas
para fins não potáveis – Requisitos.
KIT
CHUVA
Filtro Cisterna
para até 90 m²
de telhado
Freio d’água
CISTERNA
Sifão Ladrão
Conjunto
Flutuante de
Sucção
ECORACIONAL - USO INTELIGENTE DA ÁGUA
vendas@ecoracional.com.br
Av. Pres. Castelo Branco, 560 - Jd. Presidente
Fone/Fax: (43) 3338-3111
Cep.: 86061-335
Londrina - PR
Sistema
Automático de
Realimentação
1. FILTRO DE CISTERNA PARA ATÉ 90 M² DE TELHADO
 Entradas e saídas com Ø 100 mm.
 1 – Entrada de água da chuva bruta;
 2 – Elemento filtrante;
 3 – Água filtrada;
 4 – Água filtrada segue para freio dágua;
 5 – Sujeira eliminada junto pelo elemento filtrante segue para galeria de água
pluviais.
 O descarte das folhas e parte da água é através da saída oposta à entrada de
água filtrada, que deve ser direcionado para a galeria pluvial (dependendo do
terreno, pode ser lançado no solo para absorção).
 As conexões são com luvas de 100 mm de PVC – recomenda-se a utilização de
luvas com anel de borracha, que facilitam a instalação.
 O filtro pode ser instalado dentro da cisterna conforme ilustração acima à
direita.
 A manutenção é muito simples. O elemento filtrante deve ser inspecionado e
limpo regularmente. Recomenda-se que seja de dois em dois meses:
o Abrir a tampa e puxar o elemento filtrante de plástico para fora do
filtro;
o limpar a tela com um jato d’água na parte de trás;
o montar o elemento filtrante e fechar a tampa.
DIMENSÕES DO FILTRO VF1
RESERVATÓRIO DE ÁGUA DE CHUVA COM EQUIPAMENTOS DO KIT
Obs: A bomba é item opcional.
2. FREIO D’ÁGUA
 Entrada com Ø 100 mm.
 O freio d'água é instalado no fundo da cisterna,
conectado ao filtro através de um tubo de 100 mm
de PVC.
 Sua função é reduzir a velocidade de entrada da água
filtrada e evitar o revolvimento das partículas finas
decantadas no reservatório.
3. CONJUNTO FLUTUANTE DE SUCÇÃO (BÓIAMANGUEIRA) – mangueira de 1”, comprimento
de 2,0 m
 O conjunto é instalado dentro da cisterna e capta a
água próxima à superfície para a bomba, que
recalcará aos pontos de consumo ou para um
reservatório elevado exclusivo para água de chuva.
 DICA 1: nos projetos onde serão alimentadas somente
torneiras de jardim, pode-se utilizar bombas
pressurizadoras que alimentarão diretamente estas
torneiras. Neste caso, não é necessário utilizar o
reservatório elevado para água de chuva.
 Dica 2: consulte sempre um projetista hidráulico.
Estes profissionais poderão dimensionar a rede e os
equipamentos de bombeamento de acordo com as
necessidades e evitar o mau funcionamento do
sistema.
4. SIFÃO LADRÃO
 Saída com Ø 100 mm.
 O sifão é instalado dentro da cisterna e faz o controle
do nível para que não haja transbordamento.
 O formato sifonado impede a entrada de insetos e
roedores no reservatório.
5. SISTEMA AUTOMÁTICO DE REALIMENTAÇÃO
 Alimentação com Ø ¾” roscável e saída com Ø 25 mm soldável.
 Este sistema controla a entrada de água da rede pública ou poço no
reservatório de água de chuva (geralmente o reservatório superior), nos
períodos de estiagem. Desta forma, as torneiras não ficam “secas”.
 Apenas uma quantidade mínima para permitir o funcionamento das torneiras
entra nos reservatórios de água de chuva. Com isso, a maior parte do
reservatório fica vazio para receber a água da próxima chuva.
 Necessita de 1 ponto de energia elétrica 110V ou 220 V.
Vazões:
7 litros/min a 2 m.c.a. (metros de coluna
d’água);
40 litros/min a 80 m.c.a.
Esquema de ligação
BÓIA DE
NÍVEL
FASE
NEUTRO
SISTEMA REALIMENTADOR
AUTOMÁTICO
O sistema realimentador aciona a entrada
de água da companhia / poço quando a
bóia atingir o nível mínimo.
O nível mínimo pode ser estabelecido em
1/5 da altura do reservatório, por
exemplo.
O sistema realimentador desliga a entrada
de água da companhia / poço quando a
bóia atingir o nível máximo.
O nível máximo pode ser estabelecido em
1/3 da altura do reservatório, por
exemplo.
EQUIPAMENTOS COMPLEMENTARES
Conheça a linha de equipamentos complementares e equipamentos de diferentes
portes no site www.ecoracional.com.br.
 Válvulas solenóides
 Bombas
 Cisternas
 Caixas d’água
 Equipamentos para tratamento de águas servidas e reuso
CONSIDERAÇÕES IMPORTANTES DA NORMA NBR 15527
 Item 4.3.6 - Os reservatórios devem ser limpos e desinfetado com solução
de hipoclorito de sódio, no mínimo uma vez por ano, de acordo com à ABNT
NBR 5626.
 Item 4.4.2 - As tubulações e demais componentes devem ser claramente
diferenciados das tubulações de água potável.
 Item 4.4.3 - O sistema de distribuição de chuva deve ser independente da
sistema de água potável, não permitindo a conexão cruzada de acordo com
ABNT NBR 5626.
 Item 4.4.5 - Os reservatórios de água de distribuição de água potável e de
água de chuva deve ser separados.
 Item 5.1 - Deve-se realizar manutenção em todo o
aproveitamento de água de chuva de acordo com a tabela.
Componente
Dispositivo de descarte de detritos
Calhas, condutores verticais e horizontais
Dispositivo de desinfecção
Bombas
Reservatórios
sistema
Freqüencia de manutenção
Inspeção mensal/ limpeza
trimestral
Semestral
Mensal
Mensal
Limpeza e desinfecção anual
de
Download

MANUAL DE INSTALAÇÃO - Captação de água de chuva