Pesquisa e Desenvolvimento de Ambiente Virtual de Aprendizagem de Histologia
Uma ferramenta complementar de ensino-aprendizagem
1
Pesquisa
Desenvolvimento
de Ambiente Virtual de Aprendizagem de Histologia
Exame
deeQualificação
de Doutorado
Uma ferramenta
complementar
depara
ensino-aprendizagem
Núcleo
de Tecnologia
Educacional
a Saúde – Universidade Federal do Rio de Janeiro
PESQUISA E DESENVOLVIMENTO
DE AMBIENTE VIRTUAL DE APRENDIZAGEM DE HISTOLOGIA
uma ferramenta complementar de ensino-aprendizagem
José Guilherme Santa Rosa
Orientação: Miriam Struchiner
Rio de Janeiro, 26 de Maio de 2010
2
Pesquisa e Desenvolvimento de Ambiente Virtual de Aprendizagem de Histologia
Uma ferramenta complementar de ensino-aprendizagem
PROPOSTA DA TESE
A presente pesquisa:
discute à luz da tecnologia educacional questões relativas ao
ensino-aprendizagem da Histologia – disciplina da área da saúde
na qual são estudados os tecidos, suas formas e funções;
analisa diversos sistemas computacionais de apoio ao estudo
da disciplina;
propõe e avalia um modelo de projeto e desenvolvimento de
ambiente Web, como ferramenta complementar de estudo, baseado
no design participativo.
3
Pesquisa e Desenvolvimento de Ambiente Virtual de Aprendizagem de Histologia
Uma ferramenta complementar de ensino-aprendizagem
OBJETIVO
O objetivo desta pesquisa é construir conhecimentos a respeito do uso das
novas tecnologias com o intuito de contribuir para relação ensinoaprendizagem de Histologia.
Fase I - Avaliação de Ambientes Virtuais para o Ensino de Histologia;
Fase II - Design Participativo do Protótipo do Ambiente Virtual;
Fase III - Avaliação do Protótipo do Ambiente Virtual e;
Fase IV - Acompanhamento da Adoção do Ambiente Virtual em Sala de Aula.
4
Pesquisa e Desenvolvimento de Ambiente Virtual de Aprendizagem de Histologia
Uma ferramenta complementar de ensino-aprendizagem
JUSTIFICATIVA
Em várias universidades, recursos didáticos
baseados em computador foram adotados
como solução às gradativas reduções de
carga horária que as disciplinas do ciclo
básico dos cursos da área biomédica vêm
sofrendo e à tendência de diminuição das
horas de participação dos alunos em
atividades laboratoriais. Heidger (2002)
Embora
tenham
sido
desenvolvidas
inúmeras ferramentas de apoio ao ensino de
Histologia, como tutoriais, atlas, atlas
interativos, entre outros materiais didáticos,
percebe-se que muitos sistemas multimídia
preocupam-se apenas com a transcrição do
material impresso para o meio digital e não
exploram o potencial das TICs para
melhorar o ensino, reproduzindo modelos
usados em livros e atlas.
Os principais ambientes existentes não
atendem
as
necessidades
de
aprendizagem dos alunos e os alunos
frequentemente encontram dificuldades em
utilizá-los.
Fatores que contribuem para que os
ambientes não sejam utilizados pelos
alunos como ferramenta complementar na
aprendizagem de Histologia.
5
Pesquisa e Desenvolvimento de Ambiente Virtual de Aprendizagem de Histologia
Uma ferramenta complementar de ensino-aprendizagem
CONTEXTO DE ENSINO NA UFRJ
Tecnologias da Informação e da
Comunicação na UFRJ
São utilizadas com o intuito de
complementar o
ensino-aprendizagem
Poderiam ser melhor
aproveitadas. Para isso...
6
Pesquisa e Desenvolvimento de Ambiente Virtual de Aprendizagem de Histologia
Uma ferramenta complementar de ensino-aprendizagem
OBJETIVOS ESTRATÉGICOS
1
2
3
Identificar
as necessidades
de aprendizagem
Identificar problemas
Inerentes ao estudo
da Histologia
Estabelecer
metodologia
para a pesquisa
Referencial teórico,
entrevistas, grupos
de foco, observação
participante
Referencial teórico,
entrevistas, grupos
de foco, observação
participante
construtivismo
e
design participativo
Construtivismo (representada por Vygotsky e Piaget): considera o aluno como o centro
da relação ensino-aprendizagem e atribui a ele papel ativo na construção do
conhecimento.
7
Pesquisa e Desenvolvimento de Ambiente Virtual de Aprendizagem de Histologia
Uma ferramenta complementar de ensino-aprendizagem
ESTRUTURA DA TESE
Estrutura da Tese:
Capítulo II – Tecnologia Educacional no Ensino de Histologia
Especificidades, evolução e análise do uso
Capítulo III - Design de Ambientes Virtuais de Aprendizagem
Construtivismo, Design Participativo e Ergopedagogia
Capítulo IV – Métodos, Técnicas e Procedimentos
Contexto do ensino, sujeitos da pesquisa, etapas, técnicas
Capítulo V - Resultados (fase a fase)
Entrevistas, questionários, observações, grupos de foco, testes de usabilidade,
cardsorting.
Capítulo VI - Análise e discussão dos resultados
Capítulo VII - Conclusão
Conclusão,recomendações ergopedagógicas, reflexões e sugestões para
futuras pesquisas.
8
Pesquisa e Desenvolvimento de Ambiente Virtual de Aprendizagem de Histologia
Uma ferramenta complementar de ensino-aprendizagem
TECNOLOGIA EDUCACIONAL
No período pós-guerra,
como recurso para
capacitar mão-de-obra
barata para a indústria e,
mais especificamente no
Brasil
Pós-Guerra
II Guerra
A tecnologia aplicada à
educação, ou Tecnologia
Educacional.
Foram criados cursos que
se apoiavam em recursos
audiovisuais para o
treinamento mais eficaz de
militares.
No Brasil, a instrução
programada foi considerada
uma panacéia para os
problemas educacionais do
País.
Ensino à distância
Tecnologia para inclusão social
Recursos multimídia para
auxiliar a didática
Déc. 70
na década de 70, como
recurso para a implantação
de uma política tecnicista
imposta pelo regime militar,
novamente a tecnologia
educacional foi adotada
como meio para
massificação e formação
profissional para o trabalho.
> 2000
Déc. 80
Utilização de vídeo e de outros
recursos das tecnologias da
Informação e da Comunicação.
A Tecnologia é vista como
Panacéia.
Segundo Sampaio & Leite (2000), a tecnologia educacional, na sociedade atual,
deve ganhar um novo sentido, deixando no passado o significado de instrumentalização
tecnológica do processo de ensinar para transformar-se em princípio educativo
fundamental que propicie aos alunos o pensamento crítico, a reflexão e o acesso
à educação modo igualitário e que garanta que a educação não
sejam propriedade exclusiva das classes dominantes.
9
Pesquisa e Desenvolvimento de Ambiente Virtual de Aprendizagem de Histologia
Uma ferramenta complementar de ensino-aprendizagem
DIFICULDADES ENCONTRADAS –
REVISÃO DA LITERATURA E/OU NA
UNIVERSIDADE
Principais problemas encontrados na literatura e/ou na Universidade:
•Aumento do conteúdo lecionado nas outras matérias básicas;
•Diminuição das horas dedicadas ao ensino da histologia;
•Redução das horas e locais dedicados ao estudo individual;
•Dificuldade crescente na obtenção de tecidos humanos e mesmo de animais;
•Predomínio dos docentes com formação biológica, em detrimento das carreiras da
saúde;
•Falta de articulação entre os ciclos básico e profissional;
•Dificuldade crescente para o estudo individual domiciliar;
•Vinculação crescente dos alunos com a busca de conhecimentos superficiais
pela Internet;
•Diminuição dos hábitos de leitura;
•Elevado custo de aquisição e manutenção de microscópios e coleções de
lâminas.
•Falta de compreensão da importância do estudo da Histologia para a formação
do Médico
10
Pesquisa e Desenvolvimento de Ambiente Virtual de Aprendizagem de Histologia
Uma ferramenta complementar de ensino-aprendizagem
CARACTERÍSTICAS DA APRENDIZAGEM
CONSTRUTIVISTA
Características da Aprendizagem Construtivista - JONASSEN (1999)
Ativa: permite o controle do processo para o aluno através da manipulação e da ação;
Construtiva: permite que o aluno construa seus próprios modelos mentais e crenças com
relação ao objeto em estudo e pela reflexão sobre a ação;
Reflexiva: os alunos devem refletir sobre suas próprias experiências e sobre as
experiências do grupo;
Intencional: A aprendizagem está relacionada com a intencionalidade do sujeito por trás da
ação executada;
Complexa: Problemas reais são complexos, mal-estruturados e geralmente envolvem
diversas áreas do conhecimento;
Contextualizada: A aprendizagem é um processo que acontece dentro de um contexto;
Colaborativa/Cooperativa/Coloquial: permite o diálogo, a troca de experiências, o
trabalho em grupo pela colaboração/cooperação, a argumentação, o consenso e a
discussão.
11
Pesquisa e Desenvolvimento de Ambiente Virtual de Aprendizagem de Histologia
Uma ferramenta complementar de ensino-aprendizagem
CARACTERÍSTICAS DA APRENDIZAGEM
CONSTRUTIVISTA
Continuum da aprendizagem em software educacional
(BARBERÀ, 2004)
12
Pesquisa e Desenvolvimento de Ambiente Virtual de Aprendizagem de Histologia
Uma ferramenta complementar de ensino-aprendizagem
ERGOPEDAGOGIA
Preceitos da Ergopedagogia:
OLIVEIRA e SILVA (2006) atribui o termo Ergopedagogia a atenção aos critérios
ergonômicos e pedagógicos durante o processo de projeto e avaliação de
interfaces de ambientes virtuais educacionais.
13
Pesquisa e Desenvolvimento de Ambiente Virtual de Aprendizagem de Histologia
Uma ferramenta complementar de ensino-aprendizagem
ERGOPEDAGOGIA
Preceitos da Ergopedagogia:
Toda complexidade deve ser inerente ao conteúdo e não à ferramenta de aprendizagem.
Dessa forma, o aluno pode concentrar-se no conteúdo a ser aprendido
enquanto navega de forma intuitiva na construção de seu conhecimento.
14
Pesquisa e Desenvolvimento de Ambiente Virtual de Aprendizagem de Histologia
Uma ferramenta complementar de ensino-aprendizagem
DESIGN PARTICIPATIVO
O modelo de projeto centrado no usuário, entretanto, estimula os alunos
a se engajarem autenticamente no processo de tomada de decisão da
atividade de design. Os alunos são estimulados a exercerem um papel
central na criação do sistema, o que pode, em muito, contribuir para sua
aceitação e uso.
Pode-se, portanto, vislumbrar a adoção do design participativo para
projetos de ambientes virtuais de aprendizagem que envolvam a
participação ativa do usuário, não só para a criação de ambientes com
interfaces mais adequadas às suas necessidades como, também, que
motivem e facilitem a aprendizagem e a construção do conhecimento sob
a ótica do construtivismo.
15
Pesquisa e Desenvolvimento de Ambiente Virtual de Aprendizagem de Histologia
Uma ferramenta complementar de ensino-aprendizagem
METODOLOGIA DA PESQUISA
16
Pesquisa e Desenvolvimento de Ambiente Virtual de Aprendizagem de Histologia
Uma ferramenta complementar de ensino-aprendizagem
Avaliação Heurística
17
Pesquisa e Desenvolvimento de Ambiente Virtual de Aprendizagem de Histologia
Uma ferramenta complementar de ensino-aprendizagem
Avaliação Heurística
Problemas estão relacionados à freqüente abertura de
janelas a cada acionamento de botões e/ou links e aos
problemas com a minimização automática dessas
janelas (que podem confundir os usuários)
A ausência de mecanismo e informações de ajuda,
feedback ineficiente.
Falhas na arquitetura da informação;
Problemas com a legibilidade de textos e consistência
na utilização de textos, títulos e botões.
Nem sempre permite que uma imagem seja vista
enquanto o aluno rola o bloco de texto para buscar
informações sobre as imagens apresentadas na tela.
Sistema de navegação demonstrou-se ineficiente e não
contemplou buscas mais eficazes.
18
Pesquisa e Desenvolvimento de Ambiente Virtual de Aprendizagem de Histologia
Uma ferramenta complementar de ensino-aprendizagem
Avaliação Cooperativa
A inadequação do aspecto visual das interfaces (consideradas, pelos alunos,
ultrapassadas).
A dificuldade de manipulação de elementos de interface para a navegação por
lâminas (muitas vezes os sistemas utilizam elementos inadequados para promover
interação)
Tarefa de diagnósticos de imagens histológicas é suficientemente complexa e que
quaisquer cargas cognitivas extrínsecas tais como: dificuldades com a linguagem,
termos, acionamentos de botões e reconhecimento de elementos de navegação,
podem contribuir para que os alunos não adotem essas ferramentas para o estudo
complementar.
Organização e estruturação do conteúdo, que em todos é feito por órgãos e não por
tecidos. Segundo os alunos, a classificação por órgãos é útil aos alunos do terceiro
período em diante, contudo, a classificação por tecidos seria mais adequada aos
alunos dos primeiros períodos.
19
Pesquisa e Desenvolvimento de Ambiente Virtual de Aprendizagem de Histologia
Uma ferramenta complementar de ensino-aprendizagem
Identificação das Necessidades de Aprendizagem e perfil dos alunos
(Medicina)
Questionários
Entrevistas
Alunos
Observações
Etnográficas
Prova
Microscopia
Alunos
Monitores
Professores
Aula expositiva
Aula prática
20
ABERGO 2008 – Sessão Técnica ST 6 – Ergonomia e Ensino 1
Pesquisa e Desenvolvimento de Ambiente Virtual de Aprendizagem de Histologia
DESIGN
PARTICIPATIVO
NA PRODUÇÃO
DE VÍDEO EDUCATIVO PARA APRENDIZAGEM DE HISTOLOGIA
Uma ferramenta
complementar
de ensino-aprendizagem
Perfil do Aluno de Medicina da UFRJ
TEM COMPUTADOR E INTERNET NA SUA
RESIDÊNCIA?
100,0
80,0
60,0
% Mulheres
40,0
% Homens
20,0
0,0
só micro
linha discada
banda larga
% Mulheres
2,9
5,7
91,4
% Homens
3,1
3,1
93,8
21
Pesquisa e Desenvolvimento de Ambiente Virtual de Aprendizagem de Histologia
Uma ferramenta complementar de ensino-aprendizagem
Perfil do Aluno de Medicina da UFRJ
LOCAL PREDOMINANTE DE ESTUDO
100
80
60
% Mulheres
% Homens
40
20
0
em
casa
na
na
condução biblioteca
áreas
lazer
lab
microsc
lab
Inform.
outros
=
% Mulheres
88,6
8,6
8,6
0
49,6
0
2,9
% Homens
93,1
6,9
3,4
0
24,1
3,4
0
22
Pesquisa e Desenvolvimento de Ambiente Virtual de Aprendizagem de Histologia
Uma ferramenta complementar de ensino-aprendizagem
Perfil do Aluno de Medicina da UFRJ
ESTUDO EXTRA-CLASSE FEITO:
100
80
% Mulheres
60
% Homens
40
% Homens
20
0
sozinho
em dupla
em grupo
% Mulheres
85,7
5,7
5,7
% Homens
79,3
10,3
10,3
% Homens
23
Pesquisa e Desenvolvimento de Ambiente Virtual de Aprendizagem de Histologia
Uma ferramenta complementar de ensino-aprendizagem
Perfil do Aluno de Medicina da UFRJ
FREQUÊNCIA DO ESTUDO HISTOLOGIA
100
80
60
% Mulheres
40
% Homens
20
0
diariamente
fins de semana
semanas de
prova
% Mulheres
2,9
14,3
82,9
% Homens
0
27,6
72,4
24
Pesquisa e Desenvolvimento de Ambiente Virtual de Aprendizagem de Histologia
Uma ferramenta complementar de ensino-aprendizagem
Perfil do Aluno de Medicina da UFRJ
JÁ ASSISTIU ALGUM VIDEO-AULA SOBRE
HISTOLOGIA?
100
% Mulheres
50
0
% Homens
não
na aula
Na biblioteca
outros
% Mulheres
71,4
20
0
2,9
% Homens
86,2
13,8
0
0
25
Pesquisa e Desenvolvimento de Ambiente Virtual de Aprendizagem de Histologia
Uma ferramenta complementar de ensino-aprendizagem
Entrega da caixa de lâminas
E agora? Como
estudo?
26
Pesquisa e Desenvolvimento de Ambiente Virtual de Aprendizagem de Histologia
Uma ferramenta complementar de ensino-aprendizagem
Necessidades Identificadas
Uma explanação sobre a importância da
Histologia na carreira do médico.
explicações sobre a utilização do microscópio,
focalização, etc.
Explicações sobre o preparo de lâminas: cortes e
coloração.
Segundo os envolvidos no projeto, seria
interessante também um tutorial que ensinasse o
aluno a manusear os computadores e câmeras
interligadas aos microscópios.
Laboratório de microscopia da UFRJ
27
Ergopedagogia no Design de Ambiente Virtual de Aprendizagem de Histologia
Pesquisa e Desenvolvimento de Ambiente Virtual de Aprendizagem de Histologia
Uma ferramenta complementar de ensino-aprendizagem
7. Resultados
Vídeos Produzidos – Design Participativo
28
Pesquisa e Desenvolvimento de Ambiente Virtual de Aprendizagem de Histologia
Uma ferramenta complementar de ensino-aprendizagem
Levantamento nas Entrevistas e Observações
•
De acordo com os alunos e com professores,
seria interessante ter:
–
–
–
–
–
–
Um atlas interativo
vídeos que pudessem ser vistos
dentro do laboratório, enquanto o
professor comenta e, depois, pelos
alunos em suas residências.
Um sistema para compartilhamento
de imagens histológicas.
Um sistema de perguntas e
respostas.
Os alunos tiram fotos por meio do
celular e compartilham na Internet
Os alunos gravam as aulas teóricas.
29
Pesquisa e Desenvolvimento de Ambiente Virtual de Aprendizagem de Histologia
Uma ferramenta complementar de ensino-aprendizagem
Propostas de Sugestão de Nomes apresentados na reunião de Brainstorming
30
Pesquisa e Desenvolvimento de Ambiente Virtual de Aprendizagem de Histologia
Uma ferramenta complementar de ensino-aprendizagem
Cédula para Votação do Nome do Projeto
31
Pesquisa e Desenvolvimento de Ambiente Virtual de Aprendizagem de Histologia
Uma ferramenta complementar de ensino-aprendizagem
Distribuição dos Votos para escolha do nome do Projeto
53
32
Pesquisa e Desenvolvimento de Ambiente Virtual de Aprendizagem de Histologia
Uma ferramenta complementar de ensino-aprendizagem
Uma das opções de Marca para a Projeto
aboratório Virtual
de
Departamento de Histologia e Embriologia - UFRJ
33
Pesquisa e Desenvolvimento de Ambiente Virtual de Aprendizagem de Histologia
Uma ferramenta complementar de ensino-aprendizagem
Finalização da Marca escolhida para o Projeto
34
Pesquisa e Desenvolvimento de Ambiente Virtual de Aprendizagem de Histologia
Uma ferramenta complementar de ensino-aprendizagem
Avaliação das Marcas propostas
9
8
7
6
5
4
3
Série1
Série2
Série3
2
1
In
te
re
ss
an
te
An
tig
o
/M
od
er
no
Po
lu
id
o
/L
im
Es
po
tá
t ic
o/
Di
nâ
m
Co
ico
m
pl
ica
do
/F
ác
il
In
di
Le
vid
nt
o/
ua
R
lis
áp
ta
id
o
/c
ol
ab
or
at
iv
o
De
sin
te
re
ss
an
te
/
0
35
Pesquisa e Desenvolvimento de Ambiente Virtual de Aprendizagem de Histologia
Uma ferramenta complementar de ensino-aprendizagem
Taxionomia e Estrutura de Navegação (Cardsorting)
“técnica de cardsorting com alunos e professores, que permitiu a classificação dos
tecidos humanos e escolha da terminologia que auxiliaram na especificação da
arquitetura da informação do ambiente”
36
Pesquisa e Desenvolvimento de Ambiente Virtual de Aprendizagem de Histologia
Uma ferramenta complementar de ensino-aprendizagem
Taxionomia e Estrutura de Navegação (Cardsorting)
37
Pesquisa e Desenvolvimento de Ambiente Virtual de Aprendizagem de Histologia
Uma ferramenta complementar de ensino-aprendizagem
Taxionomia e Estrutura de Navegação (Cardsorting)
38
Pesquisa e Desenvolvimento de Ambiente Virtual de Aprendizagem de Histologia
Uma ferramenta complementar de ensino-aprendizagem
Taxionomia e Estrutura de Navegação (Cardsorting)
39
Pesquisa e Desenvolvimento de Ambiente Virtual de Aprendizagem de Histologia
Uma ferramenta complementar de ensino-aprendizagem
Taxionomia e Estrutura de Navegação (Cardsorting)
40
Pesquisa e Desenvolvimento de Ambiente Virtual de Aprendizagem de Histologia
Uma ferramenta complementar de ensino-aprendizagem
Fluxograma do módulo Objetos de Aprendizagem
41
Pesquisa e Desenvolvimento de Ambiente Virtual de Aprendizagem de Histologia
Uma ferramenta complementar de ensino-aprendizagem
42
Pesquisa e Desenvolvimento de Ambiente Virtual de Aprendizagem de Histologia
Uma ferramenta complementar de ensino-aprendizagem
43
Pesquisa e Desenvolvimento de Ambiente Virtual de Aprendizagem de Histologia
Uma ferramenta complementar de ensino-aprendizagem
44
Pesquisa e Desenvolvimento de Ambiente Virtual de Aprendizagem de Histologia
Uma ferramenta complementar de ensino-aprendizagem
45
Pesquisa e Desenvolvimento de Ambiente Virtual de Aprendizagem de Histologia
Uma ferramenta complementar de ensino-aprendizagem
Objetos baixados x Meses
900
778
800
700
600
500
400
300
200
100
41
27
16
3
21
3
0
18
12
12
17
2
14
ju
n/
09
ju
l/ 0
9
ag
o/
09
se
t/0
9
ab
r/0
9
m
ai
/0
9
se
t/0
8
ou
t/0
8
no
v/
08
de
z/
08
ja
n/
09
fe
v/
09
m
ar
/0
9
ag
o/
08
0
46
Pesquisa e Desenvolvimento de Ambiente Virtual de Aprendizagem de Histologia
Uma ferramenta complementar de ensino-aprendizagem
Sobre a Adoção e Acompanhamento do ambiente virtual
47
Pesquisa e Desenvolvimento de Ambiente Virtual de Aprendizagem de Histologia
Uma ferramenta complementar de ensino-aprendizagem
Objetos baixados x Meses
900
778
800
700
600
500
400
300
200
100
41
27
16
3
21
3
0
18
12
12
17
2
14
ju
n/
09
ju
l/ 0
9
ag
o/
09
se
t/0
9
ab
r/0
9
m
ai
/0
9
se
t/0
8
ou
t/0
8
no
v/
08
de
z/
08
ja
n/
09
fe
v/
09
m
ar
/0
9
ag
o/
08
0
48
Pesquisa e Desenvolvimento de Ambiente Virtual de Aprendizagem de Histologia
Uma ferramenta complementar de ensino-aprendizagem
Dias do Mês x objetos baixados
500
429
450
400
350
300
250
200
170
150
100
50
65
1 5
23
0 1 0 0
25 32
0
23
0 0 0 0 1 1 1 0 0 0 0 0 0 0
1 0
0
1
3
5
7
9
11
13
15
17
19
21
23
25
27
29
49
Pesquisa e Desenvolvimento de Ambiente Virtual de Aprendizagem de Histologia
Uma ferramenta complementar de ensino-aprendizagem
Distribuição de usuários por Universidades
90
80
70
60
50
40
30
20
10
0
UNIRIO
UFBA
USP
UFRJ
FMABC
UNIFOA
Outros
50
Pesquisa e Desenvolvimento de Ambiente Virtual de Aprendizagem de Histologia
Uma ferramenta complementar de ensino-aprendizagem
Distribuição de usuários por atividade
100
90
80
70
60
50
40
30
professor de
outras
Universidades
professor da
UFRJ
aluno de pósgraduação
aluno de
mestrado
aluno de
graduação
aluno de
doutorado
20
10
0
51
Pesquisa e Desenvolvimento de Ambiente Virtual de Aprendizagem de Histologia
Uma ferramenta complementar de ensino-aprendizagem
Distribuição de usuários por área
85
90
80
70
60
50
40
30
20
10
0
2
7
0
4
1
3
5
7
0
Bi
Bi
ol
og
ia
om
ed
Ed
ic
uc
in
aç
a
ão
Fí
si
ca
Fa
rm
ác
ia
Fi
sio
te
ra
pi
a
M
M
ed
e
ic
di
in
ci
a
na
Ve
te
rin
ár
ia
Nu
tr i
çã
O
o
do
nt
ol
og
ia
O
ut
ro
s
Ps
ic
ol
og
ia
2
52
Pesquisa e Desenvolvimento de Ambiente Virtual de Aprendizagem de Histologia
Uma ferramenta complementar de ensino-aprendizagem
Questionário final
Quanto à utilização do Histoexplorer
durante o curso
6%
na semana da
prova
32%
no dia da prova
10%
não me cadastrei
37%
apenas vez
15%
53
Pesquisa e Desenvolvimento de Ambiente Virtual de Aprendizagem de Histologia
Uma ferramenta complementar de ensino-aprendizagem
Questionário final
Recursos didáticos utilizados neste semestre
100
86
90
80
73
70
57
60
51
50
50
40 43
36
40
30
20
10
0
84
16
40
21
19
11
8
3
2
7
1
3 6
livro-texto
fotocópia
anotação
Histexplorer
outros sites
CD-ROMs
outros
nula
8
16
11
51
73
86
84
média
36
21
40
40
19
7
3
alta
50
57
43
3
2
1
6
54
Pesquisa e Desenvolvimento de Ambiente Virtual de Aprendizagem de Histologia
Uma ferramenta complementar de ensino-aprendizagem
Questionário final
Alunos acreditam que o Histoexplorer facilitará revisões
sobre Histologia nos próximos períodos
não
11%
não sei
3%
sim
86%
55
Pesquisa e Desenvolvimento de Ambiente Virtual de Aprendizagem de Histologia
Uma ferramenta complementar de ensino-aprendizagem
Questionário final
Para melhor o aprendizado é necessário:
conexão com Internet
no laboratório
83
imagens fotografadas
pelos alunos
76
imagens diferentes
das apresentadas na
aula
91
65
70
75
80
85
90
95
56
Pesquisa e Desenvolvimento de Ambiente Virtual de Aprendizagem de Histologia
Uma ferramenta complementar de ensino-aprendizagem
Questionário final
Aspectos que deveriam ser melhorados no Histoexplorer
15
5
2
5
2
3
1
4
3
4
1
1
nú
m
er
qu
o
de
al
id
im
a
d
de
ag
e
sc
da
en
r
s
s
içõ
or
i
m
ga
es
a
ni
ge
da
za
ns
s
çã
im
o
a
e
ge
cl
m
ns
as
ec
sif
an
ism ica
çã
o
o
d
fu
e
nc
bu
io
sc
na
a
n
lid
av
ad
eg
es
aç
es
ão
do
co
si
p
st
o
di
em
do
vu
a
lg
c
on
aç
Ad
ão
te
oç
úd
do
ão
o
am
pe
lo
bi
s
en
pr
te
of
es
so
in
re
fra
s
-e
st
ca
ru
tu
da
ra
st
ra
m
en
to
16
14
12
10
8
6
4
2
0
57
Pesquisa e Desenvolvimento de Ambiente Virtual de Aprendizagem de Histologia
Uma ferramenta complementar de ensino-aprendizagem
Questionário final
Os alunos tem a percepção de aprender mais em aula:
observação ao
microscópio
39%
expositiva
44%
seminário
17%
58
Pesquisa e Desenvolvimento de Ambiente Virtual de Aprendizagem de Histologia
Uma ferramenta complementar de ensino-aprendizagem
Questionário final
O Histoexplorer contribuiu para o aprendizado?
contribuiu
bastante
5%
não sei
39%
contribuiu
46%
não contribuiu
10%
59
Pesquisa e Desenvolvimento de Ambiente Virtual de Aprendizagem de Histologia
Uma ferramenta complementar de ensino-aprendizagem
Em busca de uma participação maior...
Dentre os aspectos a serem melhorados no ambiente virtual, 56% dos alunos citaram
aumentar a quantidade e a qualidade de conteúdo, enquanto que 26% destacaram
que o ambiente ainda pode sofrer melhorias quanto à facilidade de uso.
Segundo alunos e professores entrevistados, é possível que, a cada nova turma e
disciplina, o ambiente virtual receba mais contribuições com relação às imagens,
legendas e apostilas e que se os professores buscarem outros meios de integração do
ambiente com a disciplina, talvez seja possível reverter a abordagem dos alunos em
relação ao estudo da disciplina, que atualmente é caracterizada pelo estudo na véspera
da prova, para um envolvimento mais efetivo e feito de forma mais regular.
Acredita-se que a busca por outros meios de integração e novas estratégias
pedagógicas possam motivar os alunos a inserirem suas próprias imagens e construir
conhecimentos a partir da discussão entre alunos e professores.
60
Pesquisa e Desenvolvimento de Ambiente Virtual de Aprendizagem de Histologia
Uma ferramenta complementar de ensino-aprendizagem
Conclusão
Considerar as características ergopedagógicas durante o desenvolvimento de
ambientes virtuais de aprendizagem de Histologia contribui para a aceitação do
ambiente
Embora não seja suficiente para desencadear mudanças de
atitude nos alunos quanto às suas estratégias de estudo.
É preciso que os professores refletiam sobre suas estratégias e busquem a
integração dos Ambientes Virtuais às suas práticas pedagógicas.
61
Pesquisa e Desenvolvimento de Ambiente Virtual de Aprendizagem de Histologia
Uma ferramenta complementar de ensino-aprendizagem
Recomendações Ergopedagógicas
para Ambientes Virtuais para Ensino-Aprendizagem de Histologia
1.
Limitar a dificuldade encontrada pelos alunos ao conteúdo a ser aprendido, facilitando
o uso do ambiente virtual de aprendizagem.
2.
Disponibilizar modalidades diferentes de navegação em função dos diferentes níveis
de conhecimento e diferentes necessidades de aprendizagem.
3.
Permitir que alunos e professores adicionem legendas interativas e comentários a
todos os objetos de aprendizagem (públicos e privados).
4.
Disponibilizar módulo para validação dos objetos de aprendizagem por um professormoderador.
5.
Permitir aos usuários ocultarem ou exibirem as legendas das imagens.
6.
Permitir diversidade de tipos de busca (objetiva, coloração, classificação)
7.
Apresentar, juntamente com os vídeos ou imagens, textos de apoio e caixa de texto
para leitura de aspectos teóricos, legendas e comentários, simultaneamente.
62
Pesquisa e Desenvolvimento de Ambiente Virtual de Aprendizagem de Histologia
Uma ferramenta complementar de ensino-aprendizagem
Recomendações Ergopedagógicas
para Ambientes Virtuais para Ensino-Aprendizagem de Histologia
8. Possibilitar aos professores comunicação específica com seu grupo de alunos e a
apresentação de tarefas no sistema.
9. Possibilitar aos alunos testarem seus conhecimentos por meio de sistemas de
perguntas e respostas ou outros recursos interativos de auto-avaliação.
10. Comunicar aos usuários, por meio de correio eletrônico, quando houver nova inserção
de objetos de aprendizagem.
63
Pesquisa e Desenvolvimento de Ambiente Virtual de Aprendizagem de Histologia
Uma ferramenta complementar de ensino-aprendizagem
10. Referências
ACKERMANN, P. The suitability of multimedia resource for
teaching undergraduate histology in a developing country. Tese,
Universidade de Pretória, maio, 2004. Disponível em:<
http://upetd.up.ac.za/thesis/available/etd-05122005111220/unrestricted/07appendix.pdf> Acesso em 10 mar. 2009.
COOPER, G. Research into Cognitive Load Theory and
Instructional Design at UNSW. Disponível em:
<http://education.arts.unsw.edu.au/staff/sweller/clt/index.html>
acesso em: 14 abr. 2008.
KRASILCKIK, M. Reformas e Realidade – o caso do ensino de
ciências. São Paulo Perspec. vol.14 no.1 São
Paulo Jan./Mar. 2000. Disponível em:<
http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S010288392000000100010>Acesso em 01 mai. 2009.
MONK, A.; WRITGHT, P.; HABER, J.; DAVENPORT, L. Improving
your human-computer interface: A practical technique. London:
Prentice-Hall, 1993.
MORAN, J.M.; MASSETO, M.T. e BEHRENS, M.A. Novas
Tecnologias e mediação pedagógica. 2. ed. São Paulo: Papyrus,
2006.
MULLER, M. Participatory Design: The Third Space in HCI.
Disponível em:
<http://www.cpsr.org/conferences/pdc98/history.html>. Acesso
em: 25 set. 2007.
NIELSEN, J. Usability Engineering. AP Professional. Cambridge:
Massachusetts, 1993.
OLIVEIRA e SILVA, C.R. Avaliação de Hipermídias Pedagógicas.
In: Ambientes Hipermidiáticos. V. 1. PEREIRA, AT.C.; SANTOS,
N.; ULBRICHT, V.R. Editora Ciência Moderna: Rio de Janeiro,
64
2006.
Pesquisa e Desenvolvimento de Ambiente Virtual de Aprendizagem de Histologia
Uma ferramenta complementar de ensino-aprendizagem
Agradecimentos
Aos alunos da Medicina participantes do projeto
Orientadora
Profa. Miriam Struchiner (NUTES)
Bancas Examinadoras
Profa. Déa Villa Verde (FIOCRUZ)
Profa. Lígia Silva Leite (UERJ)
Prof. Luiz Rezende (NUTES)
Profa. Nadia Miguel (DHE/ICB)
Profa. Silvana Allodi (DHE/ICB)
Profa. Taís Giannella (NUTES)
Profa. Tania Araújo Jorge (FIOCRUZ)
Professores
Profa. Fani Rubinstein (DHE-ICB)
Prof. George Doyle Maia (DHE-ICB)
Prof. Gilberto Santa Rosa (DHE-ICB)
Profa. Isabel Martins (NUTES)
Prof. Leonardo Andrade (DHE-ICB)
Prof. Luiz Eurico Nasciutti (DHE-ICB)
Profa. Marcelo Narciso (DHE-ICB)
Profa. Marilaine Santa Rosa (FE – UFRJ)
Prof. Nereu Guerra (Patologia – HU)
Profa. Victória Brant Ribeiro (NUTES)
Equipe
Caio (NUTES)
Edite (NUTES)
Ronaldo (NUTES)
Silvia Duarte (NUTES)
Ricardo (secretaria NUTES)
Lúcia (secretaria NUTES)
Aos colegas do NUTES
Aos familiares e amigos
65
Pesquisa e Desenvolvimento de Ambiente Virtual de Aprendizagem de Histologia
Uma ferramenta complementar de ensino-aprendizagem
José Guilherme Santa Rosa
Doutorando em Educação para as Ciências da Saúde – NUTES/UFRJ
Mestre em Design – HCI - PUC-RIO
Especialista em Computação Gráfica e Multimídia – UERJ
guilherme@multipolo.com.br
66
Download

aprendizagem - (LTC) de NUTES