Novos Instrumentos de Planejamento Energético Regional visando o
Desenvolvimento Sustentável
FAPESP _ 03/06441-7
Planejamento Integrado de Recursos
Energéticos no Oeste do Estado de São Paulo
1ª CONFERÊNCIA SOBRE PLANEJAMENTO
INTEGRADO DE RECURSOS ENERGÉTICOS
REGIONAL
Pascoal Henrique da Costa Rigolin
Vanessa Meloni Massara
pascoal@gmail.com
Setembro de 2009
Novos Instrumentos de Planejamento Energético Regional visando o Desenvolvimento Sustentável
1ª CONFERÊNCIA SOBRE
PLANEJAMENTO INTEGRADO DE
RECURSOS ENERGÉTICOS REGIONAL
Em Foco o Desenvolvimento
Sustentável para o Oeste Paulista
DATA: 28, 29 e 30 de setembro de 2009
LOCAL: Araçatuba – SP
Novos Instrumentos de Planejamento Energético Regional visando o Desenvolvimento Sustentável
Mesa 2
Cômputo e Valoração de Recursos
Energéticos do Lado da Oferta,
Dimensão Técnico-Econômica
Novos Instrumentos de Planejamento Energético Regional visando o Desenvolvimento Sustentável
Cômputo e Valoração
• Definição:
• Qualificar os recursos energéticos do lado da
oferta, de acordo com suas características
técnicas e econômicas descritas através de
atributos e sub-atributos.
4
Novos Instrumentos de Planejamento Energético Regional visando o Desenvolvimento Sustentável
Cômputo e Valoração
• Todas as características dos recursos energéticos
foram inseridas em uma tabela que contempla as
dimensões de análise do PIR (técnico-econômica,
ambiental, social e política);
• Esta apresentação se baseia unicamente
dimensão Técnico-Econômica (T-E).
na
5
Novos Instrumentos de Planejamento Energético Regional visando o Desenvolvimento Sustentável
Cômputo e Valoração
Recursos
Energéticos
Atributos
Sub-atributos
Características T-E
6
Novos Instrumentos de Planejamento Energético Regional visando o Desenvolvimento Sustentável
Diagrama de Atributos
Dimensão técnico-econômica
Técnico
Fator de capacidade
Tecnologia
Capacidade
Domínio tecnológico
Equipamentos e materiais
Facilidade técnica
Tempo de implantação
Volume de energia
Potência
Disponibilidade de fornecimento
Econômico
Custo de implantação
Tempo de retorno
Custo de O&M
VPL
Qualificação mão-de-obra
7
Vida útil
Novos Instrumentos de Planejamento Energético Regional visando o Desenvolvimento Sustentável
Atributos Técnicos
8
Novos Instrumentos de Planejamento Energético Regional visando o Desenvolvimento Sustentável
Atributos Técnicos
• Fator de Capacidade: exibe percentualmente o
quanto uma dada tecnologia de geração é capaz de
gerar energia elétrica durante o período de um ano.
p.e.: fator de capacidade de geração eólica RAA: 30%
• Domínio da Tecnologia: representa quem é o
portador da tecnologia implantada. Esta pode ser
regional, nacional, mista ou inteiramente importada.
p.e.: tecnologia de hidrogeração: nacional
9
Novos Instrumentos de Planejamento Energético Regional visando o Desenvolvimento Sustentável
Atributos Técnicos
• Equipamento e material: assim como o domínio
tecnológico, a origem dos equipamentos é um item
importante para qualificar os recursos energéticos,
por isso este item também é dividido em nacional,
misto e importado.
p.e.: painéis fotovoltaícos: importado
10
Novos Instrumentos de Planejamento Energético Regional visando o Desenvolvimento Sustentável
Atributos Técnicos
• Tempo de implantação: o tempo de implantação
é item fundamental para um empreendimento
energético. Neste caso existem diferentes fontes de
informações. Além da tecnologia empregada, o
aumento do tempo de implantação dependerá
principalmente do porte e da localização do
empreendimento energético.
p.e.: geração eólica de 30 a 200MW: 24 meses
11
Novos Instrumentos de Planejamento Energético Regional visando o Desenvolvimento Sustentável
Atributos Técnicos
• Disponibilidade de fornecimento: busca saber
se o equipamento está disponível de imediato ou se
este terá que ser feito sob encomenda. Quanto
maior a potência a ser instalada, maior a quantidade
e o porte dos equipamentos, logo, a disponibilidade
de tecnologias comerciais torna-se bem menor.
p.e.: queima direta de GN: equipamentos sob-encomenda
12
Novos Instrumentos de Planejamento Energético Regional visando o Desenvolvimento Sustentável
Atributos Técnicos
• Qualificação da mão-de-obra: lista os requisitos
necessários da mão-de-obra responsável pela
operação de determinada tecnologia (especializada
ou sem especialização).
p.e.: nuclear: especializada
13
Novos Instrumentos de Planejamento Energético Regional visando o Desenvolvimento Sustentável
Atributos Econômicos
14
Novos Instrumentos de Planejamento Energético Regional visando o Desenvolvimento Sustentável
Atributos Econômicos
• Custo de implantação: custo em R$ para
implantar 1 kW de determinado recurso energético.
p.e.: carvão: de 3000 a 4000 reais/kW
15
Novos Instrumentos de Planejamento Energético Regional visando o Desenvolvimento Sustentável
Atributos Econômicos
• Custos de Operação e Manutenção (O&M):
pode ser expandido em dois valores
• Valor Fixo: referente a despesa anual em R$ por kW
instalado;
• Valor Variável: referente a despesa anual de geração dado
por R$/ MWh gerado.
p.e.: Diesel: R$ 60,00 / kW instalado + R$ 8,00 / MWh
gerado
16
Novos Instrumentos de Planejamento Energético Regional visando o Desenvolvimento Sustentável
Atributos Econômicos
• Valor Presente Líquido (VPL): é uma ferramenta
econômica utilizada pra determinar um valor final,
em reais, calculado considerando-se diversos
fatores, tais como: vida útil, taxa de desvalorização
do capital, custos de projeto e o lucro. Quanto maior
o VPL, mais atrativo é o investimento.
17
Novos Instrumentos de Planejamento Energético Regional visando o Desenvolvimento Sustentável
Atributos Econômicos
• Tempo de Retorno: é o tempo, em anos,
necessário para que o investidor tenha de volta o
capital investido.
p.e.: eólico até 1kW nunca se paga; eólico acima de
200MW se paga em aproximadamente 10 anos
18
Novos Instrumentos de Planejamento Energético Regional visando o Desenvolvimento Sustentável
Atributos Econômicos
• Vida útil: dada em anos. Geralmente cada
tecnologia tem uma vida útil pré determinada para
ser usada na fase de projeto. Este valor que foi
utilizado na valoração, desconsidera os possíveis
prolongamentos
da
vida
útil
de
alguns
empreendimentos
para
não
aumentar
a
complexidade.
19
Novos Instrumentos de Planejamento Energético Regional visando o Desenvolvimento Sustentável
Atributos Referentes a Capacidade
20
Novos Instrumentos de Planejamento Energético Regional visando o Desenvolvimento Sustentável
Atributos Referentes a Capacidade
• Volume de energia: volume de energia possível
de ser gerado anualmente de acordo com o recurso
de geração anlisado (em MWh ou GWh/ano);
p.e.: para a RAA, o potencial máximo de aproveitamento deve
levar em conta a área possível de instalação de fazendas
eólicas, considerando o máximo de cerca de 1,5% da área
cultivada no total de 190 km2. Utilizando turbinas de 1000 kW
e o FC de 30%, resulta num potencial eólico realizável de
7.500 GWh/ano
21
Novos Instrumentos de Planejamento Energético Regional visando o Desenvolvimento Sustentável
Atributos Referentes a Capacidade
• Potência: mostra a máxima potência em kW
fornecida por determinado uma unidade do recurso
implantado. Para a valoração dos recursos foi feita
uma distribuição de várias faixas de potências,
portanto se utiliza o número de equipamentos
necessários com a maior potência possível dentro de
cada faixa para se atingir o potencial local.
22
Novos Instrumentos de Planejamento Energético Regional visando o Desenvolvimento Sustentável
Conclusões
• A valoração T-E é uma das principais caracterizações
de um empreendimento energético, pois nesta etapa
tem-se:
• um detalhamento minucioso de diversos itens referentes
aos custos monetizados;
• viabilidades e inviabilidades técnicas de cada um dos
recursos estudados.
• Esta etapa também abrange um item fundamental
para um planejamento energético adequado que é a
estimativa dos potenciais teóricos e realizáveis para
a região.
Novos Instrumentos de Planejamento Energético Regional visando o Desenvolvimento Sustentável
OBRIGADO
email: pascoal@gmail.com
fone: (11) 3091-5115
Download

MESA 2 - seeds