Prof. Dr. Lucio A. Castagno
Otorrinolaringologia
luciocastagno@hotmail.com
Tumores naso-sinusais
 Muito raros (3%)
 Diagnóstico tardio por semelhança com enfermidades
benignas: sinusite ou polipose nasal
 Cavidade Nasal
 ½ benigno
 ½ maligno
 Seios Paranasais
 Maligno
 Maxilar 70%
 Etmóide 20%
2
Tumores naso-sinusais: Epidemiologia
 Homens idosos
 Exposição a tóxicos:
 Madeira, corantes, poluição industrial
 Fumo e Alcohol ??
3
Tumores naso-sinusais:
Quadro clínico
 Sintomas cavidade oral: 25-35%
 Dor, trismus, erosão dentária
 Nasais: 50%
 Obstrução, epistaxe, rinorréia
 Oculares: 25%
 Epifora, diplopia, proptose
 Sintomas faciais
 Assimetria, entumescimento
4
Tumores naso-sinusais:
Radiologia
 Diag. diferencial c/sinusites
 CT
 Erosão óssea e invasão de
estruturas adjacentes
 MRI
 94 -98% correlaciona-se
com achados cirúrgicos
 Diagnóstico diferencial
entre fluido e tecido
5
Tumores naso-sinusais Benignos
 Papilomas
 Osteomas
 Displasia fibrosa
 Tumores neurogênicos
6
Tu nasais benignos:
Papiloma invertido
 4% dos tu naso-sinusais
 Origem na parede nasal lateral
 Unilateral
 Degeneração maligna em 2-
13% (média 10%)
Tu nasais benignos:
Osteomas
 Crescimento lento de osso
maduro
 Localização:
 Frontal, etmoides, seios
maxilares
 Quando obstrui a
ventilação da cavidade
pode levar a formação de
mucocele
 Tratamento: exerese local
Tumores naso-sinusais Malignos









Carcinoma epidermóide
Adenocarcinoma cístico
Carcinoma mucoepiermóide
Adenocarcinoma
Melanoma
Neuroblastoma olfatorio
Linfoma
Tumores metastáticos
Outros
Tumores naso-sinusais Malignos
Carcinoma epidermóide
 Tumor nasal mais comum (80%)
 Seio maxilar (70%)
 Cavidade nasal cavity (20%)
 90% tem invasão local quando diagnosticados
Tumores naso-sinusais Malignos
Tratamento
 Abordagem multipla
 Preservar a órbita
 Qualidade de vida
 Cirurgia – Radioterapia
 Intratável ? (invasão intracraneana e grandes vasos)
Tumores naso-sinusais Malignos
 Diagnóstico tardio;
requer elevado índice de suspeição
 Tratamento multimodal
 Resultados muito limitados
Download

Tumores Naso