27
www.mthorticultura.com.br
Helicônia: a beleza da flora Mato-grossense
Cíntia Graciele Silva1*, Talita Oliveira Nascimento1, Patrícia Campos Silva1, Edineia
Zulian Dalbosco1, Kemely Mara Ramalho Hiega1, Celice Alexandre Silva2, Willian
Krause2
¹Mestrandas do Programa de Pós-Graduação em Genética e Melhoramento de Plantas da
2
Universidade do Estado de Mato Grosso (UNEMAT). Professores Doutores do Programa de PósGraduação em Genética e Melhoramento de Plantas da UNEMAT.
1
*Autor para correspondência: [email protected]
As
Helicônias
são
plantas
ornamentais, podendo atingir de 50 cm a
10 metros de altura, dependendo da
espécie. Popularmente são conhecidas
como bananeira do mato, pacova,
dentre outras. Suas inflorescências
podem apresentar diferentes formatos,
sendo eretas ou pendentes (Figura 1A,
1B), estando entre as flores tropicais,
com forte potencial no mercado
ornamental.
Figura 1. A. Inflorescência ereta. B. Inflorescência pendente. Fonte: Silva, 2015.
Sendo assim, este aspecto visual
e atrativo presente nas Helicônias, traz
consigo grande destaque onde quer que
elas estejam, apresentando detalhes
marcantes que somente elas possuem
como: delicadeza, beleza rara, formatos
variados, diversidade de cores vibrantes
Revista MT Horticultura, Tangará da Serra - MT, v. 1, n. 1, p. 027-030, Junho 2015
28
www.mthorticultura.com.br
(Figura 2), resistência e durabilidade pós
colheita (LOGES, et al., 2005).
Desta forma, as Helicônias
apresentam
várias
características
favoráveis
para
comercialização,
podendo serem utilizadas em diversos
setores como: paisagismo, composição
de jardins, em floriculturas para
confecções
de
arranjos
florais
sofisticados, na decoração de ambientes
deixando o espaço alegre e harmonioso.
Figura 2. Helicônias de diferentes cores com potencial ornamental. Fonte: Silva,
2015.
No entanto, o sistema de
produção de plantas com potencial
ornamental, está cada vez mais voltado
para as exigências do mercado
consumidor, visando assim buscar
sempre qualidade e tecnologias que vise
a inovação de novos produtos, pois são
necessárias mais pesquisas para a
diversificação de novas variedades
(ALONSO, et.al., 2009).
As Helicônias são consideradas
plantas tropicais, sendo
algumas
espécies endêmicas e outras originárias
do Brasil, pois pode se adaptar melhor
ao clima com temperaturas elevadas
principalmente no Mato Grosso, porém
possuem certas exigências por água.
O cultivo de Helicônias ocorre em
várias cidades do estado de Mato
Grosso, proporcionando aos produtores
mais uma alternativa de cultivo no ramo
da ornamentação, como também
geração de emprego e renda na
agricultura familiar. Em Mato Grosso
ocorre ampla distribuição e diversidade
de Helicônias, porque as condições
climáticas do estado é ideal e favorece o
seu cultivo que pode ser em sistema
Revista MT Horticultura, Tangará da Serra - MT, v. 1, n. 1, p. 027-030, Junho 2015
29
www.mthorticultura.com.br
pleno sol ou sombra, tendo resultados
ótimos na adaptação de diferentes
espécies, que possui alto potencial
ornamental para o mercado consumidor
e produtores que buscam novas opções.
E com intuito de ampliar o conhecimento
sobre as Helicônias, foram realizadas
diversas expedições no estado para
coletar diferentes amostras desta planta
(Figura 3).
Figura 3. Coletas de Helicônias realizadas no Estado de Mato Grosso. Fonte: Silva,
2015.
Vale destacar que, todas as
espécies que de Helicônias são de
ocorrência no estado de Mato Grosso, e
teve como objetivo a implantação do
banco de germoplasma na área
experimental da Universidade do Estado
de Mato Grosso em Tangará da Serra-
MT (Figura 4) para posteriores estudos
com pesquisas no programa de pós
graduação de genética e melhoramento
de plantas.
Revista MT Horticultura, Tangará da Serra - MT, v. 1, n. 1, p. 027-030, Junho 2015
30
www.mthorticultura.com.br
Figura 4. Banco de germoplasma de Helicônia da área experimental UNEMAT.
Fonte: Silva, 2015.
Estudos
futuros
visando
a
obtenção de novos cultivares de
Helicônia são propostas promissoras
para as pesquisa, favorecendo a
geração de
emprego e renda a
pequenos médios e grandes produtores.
Referências Bibliográficas
LOGES, V.; TEIXEIRA, M.C.F.; CASTRO, A.C.R.; COSTA, A.S. Colheita, póscolheita e embalagem de flores tropicais em Pernambuco. Horticultura Brasileira,
Brasília, v.23, n.3, p.699-702, jul/set. 2005.
ALONSO, A. M. SILVA, J.C.S Heliconia angusta Vell. Caracterização de uma planta
ornamental para cultivo no Cerrado. Planaltina, DF. Embrapa Cerrados. 1ª Ed.
2009.
Revista MT Horticultura, Tangará da Serra - MT, v. 1, n. 1, p. 027-030, Junho 2015
Download

Helicônia: a beleza da flora Mato-grossense