Nosso ministério é proteger seu ministério
Administração de Risco Médico
1º Congresso Sul-Americano de Administração de Risco
Santiago, Chile
6 a 7 de agosto de 2012
Por: Geoffrey Hayton
Ações Judiciais da Adventist Risk Management
Administração de Risco Médico
Tópicos abrangidos:
1. Imperícia Médica.
2. Estratégias da Administração de Risco.
3. Ações Judiciais da ARM.
Definição de Imperícia Médica
• A imperícia médica ocorre quando um provedor
de cuidados médicos deixa de agir com atenção
médica razoável esperada e que os demais
provedores dariam sob tais circunstâncias.
• (Ocorre não meramente quando há um erro, mas
quando o grau do erro vai além da norma
aceitável.)
Componentes da Imperícia Médica
1. Dever:
O médico tem o dever de tratar o paciente.
2. Violação:
A interação do médico com o paciente não
corresponde aos padrões aceitáveis dos cuidados.
3. Causa:
O paciente é prejudicado em decorrência dessa
interação: as ações do médico causaram os danos.
4. Danos/Perdas:
O paciente sofre danos reais.
Responsabilidade Hospitalar
• Quando o ato de negligência é cometido pelo
empregado do hospital (médico, enfermeiro, etc.)
e o caso é controlado pela doutrina do superior
do réu.
• A doutrina do superior do réu afirma que o
empregador pode ser responsabilizado pelos atos
negligentes ou omissos de seus empregados caso
estes estejam agindo em conformidade com o
escopo de sua contratação.
Administração de Risco e
Responsabilidade Médica
Por que ter estratégias de Aministração de
Risco?
• Reduz a exposição de responsabilidade médica.
• No fim, provê melhor atenção a seus
pacientes.
• Provê operação mais organizada do escritório,
da clínica ou do hospital.
• Menores chances de detalhes importantes
falharem num instante.
Administração de Risco Médico:
Processo de 3 Passos
1. Identificar o risco.
2. Evitar ou minimizar o risco de perda e
3. Reduzir o impacto das perdas quando
ocorrerem.
*A Administração do Risco Médico foca na
redução mediante melhoria do cuidado com o
paciente.
Chave da Administração do Risco Médico:
Comunicação e Documentação:
“CONTROLE”
Chave da Administração do Risco
Médico
Comunicação….
• Ainda que você não encontre a MÁ
COMUNICAÇÃO relacionada em qualquer
causa oficial das AÇÕES JUDICIAIS devido à
IMPERÍCIA, ela está envolvida em quase
toda ação judicial por imperícia.
Chave da Administração do Risco Médico
Comunicação….
• A boa comunicação com o pacientes é
fundamental para se obter forte
relacionamento entre médico e paciente.
Esse relacionamento requer que o médico
ofereça ao paciente atenção médica de
padrão aceitável.
Chave da Administração de Risco Médico
Comunicação….
• Quando a negligência provoca danos ao
paciente, a transparência e a abertura devem
ser praticadas em vez do distanciamento e da
evitação.
• Os pacientes prejudicados por atos negligentes
o são principalmente por informação errada e
falta de bom julgamento e raramente por
descuido mal-intencionado.
Chave da Administração de Risco Médico
Comunicação….
• Quando ocorrem danos e outras perdas, o
médico deve pedir desculpas ao paciente.
• Ter compaixão e simpatia pela dor e
sofrimento do paciente não é admissão de
imperícia médica.
Chave da Administração de Risco Médico
Documentação….
Serve a três propósitos:
1. Lembra ao profissional de saúde o que
ele fez pelo e ao paciente.
2. Alerta outros profissionais de saúde
quanto ao que foi feito pelo e ao
paciente.
3. Trata-se de REGISTRO LEGAL.
Chave da Administração de Risco Médico
Documentação….
Fortalecimento do registro médico:
1. Fazer anotações completas. Escrever
fatos positivos e negativos.
2. Limitar as abreviações.
3. Não ALTERAR o registro.
Documentação do Registro Médico
MÉDICOS
ENFERMEIROS
“Se os enfermeiros deste
hospital lessem as ordens
médicas, não teríamos
emergências médicas
como esta.”
“Se os médicos deste
hospital aprendessem a
escrever de forma legível,
não haveriam
emergências com a
medicação como esta.”
Chave da Administração de Risco Médico
Conclusão….
• A Administração de Risco Incentiva e Promove:
– Comunicação aberta entre médicos, enfermeiros e
outros profissionais de saúde e seus pacientes.
– Cuidadosa documentação.
– Desenvolvimento de habilidades médicas e
diagnósticas.
– Eliminação de áreas problemáticas na prática médica
e protocolo hospitalar.
Deveres do Hospital no Caso de
Incidente, Ação Judicial ou Processo
• Todo hospital deve ter um “FORMULÁRIO DE
INFORMAÇÃO DE OCORRÊNCIA.”
• A administração do hospital deve requerer/
ordenar o preenchimento desse formulário.
• O formulário deve ser preeenchido o quanto
antes depois de uma ocorrência médica.
• O formulário deve ser preenchido por todos
os provedores de cuidados médicos
envolvidos.
Formulário de Informação de Ocorrência
Deve incluir:
• Nome da pessoa que preencheu o formulário.
• Nome do paciente e informação de identifcação
do hospital.
• Data e hora da ocorrência médica.
• Descrição da ocorrência médica.
• Medidas tomadas/Efeitos/Resultados.
• Gravidade da ocorrência médica.
Hospital Adventista de Penang
Formulário de Informação da Ocorrência
Quando Usar o Formulário de Informação da
Ocorrência?
• Empregar o melhor juízo médico e
administrativo para determinar a gravidade da
ocorrência médica ou incidente médico “que
possa levar a ação judicial.”
• Uma Cópia da Informação da Ocorrência deve
ser enviada, o quanto antes, para Jabson
Magalhaes da Silva, Diretor Geral da Adventist
Risk Management para a América do Sul.
A Ocorrência Médica não é uma
“Ação Judicial”
• A ação judicial é oficialmente reconhecida pela
ARM quando a parte prejudicada notifica o
hospital que está buscando indenização pela
“ocorrência médica”.
• A notificação feita pela parte prejudicada pode
ser verbal ou escrita.
• Caso o Formulário de Informação da Ocorrência
não tenha sido previamente entregue ao Sr. da
Silva, o hospital deverá fazê-lo imediatamente.
A ARM e o Formulário de Informação
da Ocorrência
• Quando o Sr. da Silva recebe o Formulário de
Informação da Ocorrência:
– Ele notificará o escritório da ARM em Riverside, Califórnia.
– Será feita notificação ao departamento jurídico local.
– O departamento jurídico contatará as partes para conduzir
investigação adicional e preparar a defesa.
– Será feito todo o possível para resolver a questão o quanto
antes.
A APRESENTAÇÃO DESTE POWERPOINT E QUAISQUER
MATERIAIS DISTRIBUÍDOS SÃO FATOS BASEADOS EM
INFORMAÇÕES GERAIS E NÃO DEVEM, EM HIPÓTESE
ALGUMA, SER CONSIDERADOS CONSELHOS LEGAIS
REFERENTES A DETERMINADA QUESTÃO OU TEMA. POR
FAVOR, CONSULTE O DEPARTAMENTO JURÍDICO LOCAL
OU O GERENTE DE RISCO CASO QUEIRA DISCUTIR
COMO A JURISDIÇÃO LOCAL TRATA DE QUAISQUER
CIRCUNSTÂNCIAS ESPECÍFICAS QUE TALVEZ VOCÊ
ESTEJA ENFRENTANDO.
THIS POWER POINT PRESENTATION AND ANY MATERIALS DISTRIBUTED ARE FACT BASED GENERAL INFORMATION
AND SHOULD NOT, UNDER ANY CIRCUMSTANCES, BE CONSIDERED SPECIFIC LEGAL ADVICE REGARDING A
PARTICULAR MATTER OR SUBJECT. PLEASE CONSULT YOUR LOCAL ATTORNEY OR RISK MANAGER IF YOU WOULD
LIKE TO DISCUSS HOW A LOCAL JURISDICTION DEALS WITH ANY SPECIFIC CIRCUMSTANCES YOU MAY BE FACING.
Download

Prevenção – Responsabilidade Civil e Mala - ARM Sul